SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 29
Marta Guimarães Soares Araújo
Manejo de plantas daninhas na
soja
2
• O que é uma planta daninhas;
• Impacto na produtividade;
• Formas de propagação;
• Banco de propágulos;
• Ciclo das plantas daninhas;
• Métodos de controle;
• Resistência;
• Herbicidas;
• Plantas daninhas.
Sumário
3
• O que é uma planta daninha?
“São todas as plantas que interferem no crescimento das plantas cultivadas, mostrando-se
persistentes e que atuam de forma negativa nas atividades humanas, sendo considerada como
planta indesejada.”
Definição
Total de 350 000 espécies de plantas, 250
são espécies de plantas daninhas.
Fonte: Embrapa, acesso em 2020.
4
Definição
Desenvolve onde não é desejada.
Causará mais danos do que
benefícios.
Causa danos as plantas de
interesse.
Fora do lugar dela, de maneira
indesejada, ocupando espaço de
outras atividades.
Domina todas as formas de
sobrevivência.
Fonte: Mais Soja, 2020.
Fonte: Up. Herb, 2019.
5
Características das plantas daninhas
Nenhuma exigência para
germinação
Germinação assíncrona
Tolerância a variação
ambiental
Habilidade de dispersão
Alta produção de
sementes
Alta capacidade de
florescimento
Rápido crescimento
Fonte: Weed Out, 2020.
6
• Aumento do custo de produção;
• Dificulta a colheita;
• Pode ocorrer a depreciação
da qualidade do produto;
• Hospedagem para pragas e doenças.
Impactos na produtividade
Fonte: Embrapa, acesso em 2020.
7
Impactos na produtividade
Perdas na
produção de grãos
da soja podem
chegar até 30%.
1 Planta de
buva/m² reduz de
4% a 12% a
produtividade de
soja.
8
Indivíduos potenciais;
menor taxa de sobrevivência;
identidade genética não é igual a dos pais.
Formas de propagação
Sementes
Fonte: Mercado Livre, 2020.
Fonte: Jardineiro.net, 2017.
9
• “Clones”;
• Gemas;
• Órgãos de propagação: rizoma,
tubérculos, bulbinhos, bulbos e
gemas adventícias.
Formas de propagação
Vegetativa
Fonte: Tubal Trentino, 2015. Fonte: Revista Cultivar, 2020.
Capim amargoso
Bulbos de Tiririca
10
• Dormência
– Apical;
– Ambiental.
Formas de propagação
Fonte: Foco Rural, 2019.
• Apomixia
– Uniformidade entre os indivíduos;
– “Clonagem por sementes”.
11
“Qualquer parte de um organismo que possa dar origem a novos indivíduos da mesma espécie,
de origem sexual ou assexual.”
Banco de sementes propágulos
PERSISTENTES
TRANSITÓRIAS QUIESCÊNCIA
DORMÊNCIA
12
Causas da dormência:
• Embrião imaturo;
• Impermeabilidade do tegumento;
• Restrições mecânicas;
• Embrião dormente;
• Inibidores internos;
“80% a 90% das plantas emergidas em uma cultura, são oriundas de recrutamento das sementes
produzidas no ano anterior.”
Banco de semente propágulos
13
• Classificação:
– Ciclo de Vida
– Habitat
– Família
• Quanto ao ciclo de vida
– Anuais
– Bianuais
– Perenes
Ciclo das plantas daninhas
14
• Anuais
– Verão;
Ciclo das plantas daninhas
Fonte: Mais Soja, 2019.
Amaranthus
deflexus
(Caruru)
Fonte: Agrolink, 2019.
Fonte: Lavoura10, 2019.
Digitaria
spp.
(Capim
Colchão)
15
• Anuais
– Inverno.
Ciclo das plantas daninhas
Fonte: Mais Soja, 2019.
16
• Bianuais
Ciclo das plantas daninhas
Leonurus
sibiricus
(Rubim)
Fonte: Agrolink, acesso em 2022.
17
• Perenes
– Herbáceas simples;
– Herbáceas complexas;
– Lenhosa;
– Rizomatosas;
– Estoloníferas;
– Tuberosas.
• Propagação via sexuada e assexuada.
Ciclo das plantas daninhas
Fonte: Mais Soja, 2019. Fonte: Mais Soja, 2019.
Cyperus
rotundus
(Tiririca)
Sorghum
halepense
(Capim-
massambará)
18
• Controle:
– Herbicida de contato seria eficaz?
– Herbicidas sistêmicos.
Ciclo das plantas daninhas
Fonte:
Lavoura10,
2019.
Fonte:
Syngenta,
acesso
em
2022.
19
Métodos de controle
PREVENTIVO CULTURAL MECÂNICO FÍSICO QUÍMICO
BIOLÓGICO
20
• Classificação:
1. Seletividade;
2. Época de aplicação;
3. Translocação;
4. Mecanismo de ação.
Herbicidas
Fonte: Sementes Biomatrix, 2021.
21
22
• Perda de produtividade relacionada ao glifosato;
• Soja RR;
• Absorvido e metabolizado;
• Relação entre o rhizóbio e a soja.
Efeito dos herbicidas sobre a cultura
23
Efeito dos herbicidas sobre a cultura
Fonte: Acta Iguazu, 2012.
24
Resistência
O que é resistência?
O herbicida provoca multações no
biótipo?
Fonte: Embrapa, 2006.
25
Resistência
Susceptível Resistente
Tolerante
26
Resistência
Fonte:
Esalq,
2018.
27
• Cruzada:
– Dois ou mais herbicidas;
– Mesmo mecanismo de ação.
• Múltipla:
– Possui um ou mais mecanismos;
– Resistência a herbicidas com mecanismo de ação diferente.
Tipos de resistência
28
• Causa das resistências:
Resistência
Alteração no local de ação
Amplificação gênica
Metabolismo do herbicida
Compartimentabilização do herbicida
29
PLANTAS DANINHAS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plantas daninhas e seu controle
Plantas daninhas e seu controlePlantas daninhas e seu controle
Plantas daninhas e seu controleGeagra UFG
 
Fenologia e fisiologia da cultura da soja
Fenologia e fisiologia da cultura da soja Fenologia e fisiologia da cultura da soja
Fenologia e fisiologia da cultura da soja Geagra UFG
 
Manejo de doenças na soja
Manejo de doenças na soja Manejo de doenças na soja
Manejo de doenças na soja Geagra UFG
 
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DA SOJA
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DA SOJA MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DA SOJA
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DA SOJA Geagra UFG
 
MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS NA SOJA
MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS NA SOJAMANEJO INTEGRADO DE PRAGAS NA SOJA
MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS NA SOJAGeagra UFG
 
Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho.
Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho.Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho.
Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho.Geagra UFG
 
Biotecnologia do algodoeiro.
Biotecnologia do algodoeiro.Biotecnologia do algodoeiro.
Biotecnologia do algodoeiro.Geagra UFG
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS NO FEIJÃO
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS NO FEIJÃO MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS NO FEIJÃO
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS NO FEIJÃO Geagra UFG
 
FUNGICIDAS (Trazóis, Estrobirulina e Carboxamidas)
FUNGICIDAS (Trazóis, Estrobirulina e Carboxamidas)FUNGICIDAS (Trazóis, Estrobirulina e Carboxamidas)
FUNGICIDAS (Trazóis, Estrobirulina e Carboxamidas)Geagra UFG
 
Mecanismos de ação de herbicidas
Mecanismos de ação de herbicidasMecanismos de ação de herbicidas
Mecanismos de ação de herbicidasGeagra UFG
 
Plantas Daninhas na cultura do Algodoeiro
Plantas Daninhas na cultura do AlgodoeiroPlantas Daninhas na cultura do Algodoeiro
Plantas Daninhas na cultura do AlgodoeiroGeagra UFG
 
Posicionamento de inseticidas no milho
Posicionamento de inseticidas no milhoPosicionamento de inseticidas no milho
Posicionamento de inseticidas no milhoGeagra UFG
 
Manejo de Lagartas e Percevejos no Milho
Manejo de Lagartas e Percevejos no MilhoManejo de Lagartas e Percevejos no Milho
Manejo de Lagartas e Percevejos no MilhoGeagra UFG
 
Fenologia da soja, milho e algodão
Fenologia da soja, milho e algodãoFenologia da soja, milho e algodão
Fenologia da soja, milho e algodãoGeagra UFG
 
Aplicação de Herbicidas no Milho
Aplicação de Herbicidas no MilhoAplicação de Herbicidas no Milho
Aplicação de Herbicidas no MilhoGeagra UFG
 
Mecanismo de Ação dos Fungicidas .pptx
Mecanismo de Ação dos Fungicidas .pptxMecanismo de Ação dos Fungicidas .pptx
Mecanismo de Ação dos Fungicidas .pptxGeagra UFG
 
Tratos culturais: Aplicação de herbicidas - Milho
Tratos culturais: Aplicação de herbicidas - MilhoTratos culturais: Aplicação de herbicidas - Milho
Tratos culturais: Aplicação de herbicidas - MilhoGeagra UFG
 

Mais procurados (20)

Plantas daninhas e seu controle
Plantas daninhas e seu controlePlantas daninhas e seu controle
Plantas daninhas e seu controle
 
Fenologia e fisiologia da cultura da soja
Fenologia e fisiologia da cultura da soja Fenologia e fisiologia da cultura da soja
Fenologia e fisiologia da cultura da soja
 
Herbicidas
HerbicidasHerbicidas
Herbicidas
 
Manejo de doenças na soja
Manejo de doenças na soja Manejo de doenças na soja
Manejo de doenças na soja
 
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DA SOJA
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DA SOJA MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DA SOJA
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DA SOJA
 
MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS NA SOJA
MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS NA SOJAMANEJO INTEGRADO DE PRAGAS NA SOJA
MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS NA SOJA
 
Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho.
Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho.Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho.
Manejo de mancha branca, cercosporiose, bipolares e diplodia no milho.
 
Biotecnologia do algodoeiro.
Biotecnologia do algodoeiro.Biotecnologia do algodoeiro.
Biotecnologia do algodoeiro.
 
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS NO FEIJÃO
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS NO FEIJÃO MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS NO FEIJÃO
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS NO FEIJÃO
 
FUNGICIDAS (Trazóis, Estrobirulina e Carboxamidas)
FUNGICIDAS (Trazóis, Estrobirulina e Carboxamidas)FUNGICIDAS (Trazóis, Estrobirulina e Carboxamidas)
FUNGICIDAS (Trazóis, Estrobirulina e Carboxamidas)
 
Mecanismos de ação de herbicidas
Mecanismos de ação de herbicidasMecanismos de ação de herbicidas
Mecanismos de ação de herbicidas
 
Plantas Daninhas na cultura do Algodoeiro
Plantas Daninhas na cultura do AlgodoeiroPlantas Daninhas na cultura do Algodoeiro
Plantas Daninhas na cultura do Algodoeiro
 
Posicionamento de inseticidas no milho
Posicionamento de inseticidas no milhoPosicionamento de inseticidas no milho
Posicionamento de inseticidas no milho
 
Manejo de Lagartas e Percevejos no Milho
Manejo de Lagartas e Percevejos no MilhoManejo de Lagartas e Percevejos no Milho
Manejo de Lagartas e Percevejos no Milho
 
Plantas daninhas no feijão
Plantas daninhas no feijãoPlantas daninhas no feijão
Plantas daninhas no feijão
 
Fenologia da soja, milho e algodão
Fenologia da soja, milho e algodãoFenologia da soja, milho e algodão
Fenologia da soja, milho e algodão
 
Aplicação de Herbicidas no Milho
Aplicação de Herbicidas no MilhoAplicação de Herbicidas no Milho
Aplicação de Herbicidas no Milho
 
Mecanismo de Ação dos Fungicidas .pptx
Mecanismo de Ação dos Fungicidas .pptxMecanismo de Ação dos Fungicidas .pptx
Mecanismo de Ação dos Fungicidas .pptx
 
Tratos culturais: Aplicação de herbicidas - Milho
Tratos culturais: Aplicação de herbicidas - MilhoTratos culturais: Aplicação de herbicidas - Milho
Tratos culturais: Aplicação de herbicidas - Milho
 
Inseticidas
InseticidasInseticidas
Inseticidas
 

Semelhante a Manejo de plantas daninhas na soja

Aula 01 - Importancia e biologia de plantas daninhas pdf (1).pdf
Aula 01 - Importancia e biologia de plantas daninhas  pdf (1).pdfAula 01 - Importancia e biologia de plantas daninhas  pdf (1).pdf
Aula 01 - Importancia e biologia de plantas daninhas pdf (1).pdfGilsonRibeiroNachtig
 
Manejo de Plantas Daninhas na Cultura do Arroz
Manejo de Plantas Daninhas na Cultura do ArrozManejo de Plantas Daninhas na Cultura do Arroz
Manejo de Plantas Daninhas na Cultura do ArrozGeagra UFG
 
Manejo Integrado de Pragas no Arroz
Manejo Integrado de Pragas no ArrozManejo Integrado de Pragas no Arroz
Manejo Integrado de Pragas no ArrozGeagra UFG
 
Plantas daninhas importantes e seu controle
Plantas daninhas importantes e seu controlePlantas daninhas importantes e seu controle
Plantas daninhas importantes e seu controleGilsonRibeiroNachtig
 
NEMATOIDES E ÁCAROS NA SOJA
NEMATOIDES E ÁCAROS NA SOJANEMATOIDES E ÁCAROS NA SOJA
NEMATOIDES E ÁCAROS NA SOJAGeagra UFG
 
Manejo de pragas no feijoeiro
Manejo de pragas no feijoeiro Manejo de pragas no feijoeiro
Manejo de pragas no feijoeiro Geagra UFG
 
Percevejo marrom (euschistus heros) na cultura da soja
Percevejo marrom (euschistus heros) na  cultura da sojaPercevejo marrom (euschistus heros) na  cultura da soja
Percevejo marrom (euschistus heros) na cultura da sojaAdrielly Freitas da Silva
 
Percevejo marrom (euschistus heros) na cultura da soja
Percevejo marrom (euschistus heros) na  cultura da sojaPercevejo marrom (euschistus heros) na  cultura da soja
Percevejo marrom (euschistus heros) na cultura da sojaAdrielly Freitas da Silva
 
Bio12-Controlo de pragas
Bio12-Controlo de pragasBio12-Controlo de pragas
Bio12-Controlo de pragasRita Rainho
 
MANEJO DE FITONEMATOIDES
MANEJO DE FITONEMATOIDESMANEJO DE FITONEMATOIDES
MANEJO DE FITONEMATOIDESGeagra UFG
 
Plantas daninhas definicao_embrapa
Plantas daninhas definicao_embrapaPlantas daninhas definicao_embrapa
Plantas daninhas definicao_embrapagizelebaldo
 
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptxSLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptxGeagra UFG
 
Conhecimentos Gerais da Cultura do Amendoim
Conhecimentos Gerais da Cultura do AmendoimConhecimentos Gerais da Cultura do Amendoim
Conhecimentos Gerais da Cultura do AmendoimWilgner Landemberger
 
Normas de Produção de Sementes
Normas de Produção de SementesNormas de Produção de Sementes
Normas de Produção de SementesAz. O.
 
Cana-de-açúcar - Doenças e Pragas
Cana-de-açúcar - Doenças e PragasCana-de-açúcar - Doenças e Pragas
Cana-de-açúcar - Doenças e PragasSávio Sardinha
 
ABC Controle alternativo de pragas e doenças das plantas
ABC Controle alternativo de pragas e doenças das plantasABC Controle alternativo de pragas e doenças das plantas
ABC Controle alternativo de pragas e doenças das plantasLenildo Araujo
 
Pragas em-hortas
Pragas em-hortasPragas em-hortas
Pragas em-hortasIPVC.ESTG
 
Abc controle de pragas
Abc controle de pragasAbc controle de pragas
Abc controle de pragaspauloweimann
 
Controle alternativo de pragas e doenças nas plantas
Controle alternativo de pragas e doenças nas  plantasControle alternativo de pragas e doenças nas  plantas
Controle alternativo de pragas e doenças nas plantasJoão Siqueira da Mata
 

Semelhante a Manejo de plantas daninhas na soja (20)

Aula 01 - Importancia e biologia de plantas daninhas pdf (1).pdf
Aula 01 - Importancia e biologia de plantas daninhas  pdf (1).pdfAula 01 - Importancia e biologia de plantas daninhas  pdf (1).pdf
Aula 01 - Importancia e biologia de plantas daninhas pdf (1).pdf
 
Manejo de Plantas Daninhas na Cultura do Arroz
Manejo de Plantas Daninhas na Cultura do ArrozManejo de Plantas Daninhas na Cultura do Arroz
Manejo de Plantas Daninhas na Cultura do Arroz
 
Popula+ç+òes e din+émica de popula+ç+òes para floresta
Popula+ç+òes e din+émica de popula+ç+òes para florestaPopula+ç+òes e din+émica de popula+ç+òes para floresta
Popula+ç+òes e din+émica de popula+ç+òes para floresta
 
Manejo Integrado de Pragas no Arroz
Manejo Integrado de Pragas no ArrozManejo Integrado de Pragas no Arroz
Manejo Integrado de Pragas no Arroz
 
Plantas daninhas importantes e seu controle
Plantas daninhas importantes e seu controlePlantas daninhas importantes e seu controle
Plantas daninhas importantes e seu controle
 
NEMATOIDES E ÁCAROS NA SOJA
NEMATOIDES E ÁCAROS NA SOJANEMATOIDES E ÁCAROS NA SOJA
NEMATOIDES E ÁCAROS NA SOJA
 
Manejo de pragas no feijoeiro
Manejo de pragas no feijoeiro Manejo de pragas no feijoeiro
Manejo de pragas no feijoeiro
 
Percevejo marrom (euschistus heros) na cultura da soja
Percevejo marrom (euschistus heros) na  cultura da sojaPercevejo marrom (euschistus heros) na  cultura da soja
Percevejo marrom (euschistus heros) na cultura da soja
 
Percevejo marrom (euschistus heros) na cultura da soja
Percevejo marrom (euschistus heros) na  cultura da sojaPercevejo marrom (euschistus heros) na  cultura da soja
Percevejo marrom (euschistus heros) na cultura da soja
 
Bio12-Controlo de pragas
Bio12-Controlo de pragasBio12-Controlo de pragas
Bio12-Controlo de pragas
 
MANEJO DE FITONEMATOIDES
MANEJO DE FITONEMATOIDESMANEJO DE FITONEMATOIDES
MANEJO DE FITONEMATOIDES
 
Plantas daninhas definicao_embrapa
Plantas daninhas definicao_embrapaPlantas daninhas definicao_embrapa
Plantas daninhas definicao_embrapa
 
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptxSLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
 
Conhecimentos Gerais da Cultura do Amendoim
Conhecimentos Gerais da Cultura do AmendoimConhecimentos Gerais da Cultura do Amendoim
Conhecimentos Gerais da Cultura do Amendoim
 
Normas de Produção de Sementes
Normas de Produção de SementesNormas de Produção de Sementes
Normas de Produção de Sementes
 
Cana-de-açúcar - Doenças e Pragas
Cana-de-açúcar - Doenças e PragasCana-de-açúcar - Doenças e Pragas
Cana-de-açúcar - Doenças e Pragas
 
ABC Controle alternativo de pragas e doenças das plantas
ABC Controle alternativo de pragas e doenças das plantasABC Controle alternativo de pragas e doenças das plantas
ABC Controle alternativo de pragas e doenças das plantas
 
Pragas em-hortas
Pragas em-hortasPragas em-hortas
Pragas em-hortas
 
Abc controle de pragas
Abc controle de pragasAbc controle de pragas
Abc controle de pragas
 
Controle alternativo de pragas e doenças nas plantas
Controle alternativo de pragas e doenças nas  plantasControle alternativo de pragas e doenças nas  plantas
Controle alternativo de pragas e doenças nas plantas
 

Mais de Geagra UFG

MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline CastroMICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline CastroGeagra UFG
 
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline CastroMICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline CastroGeagra UFG
 
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARESBIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARESGeagra UFG
 
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptxMACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptxGeagra UFG
 
Biotecnologias e manejos de cultivares .
Biotecnologias e manejos de cultivares .Biotecnologias e manejos de cultivares .
Biotecnologias e manejos de cultivares .Geagra UFG
 
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.Geagra UFG
 
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptxINTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptxGeagra UFG
 
Colheita e armazenamento da soja........
Colheita e armazenamento da soja........Colheita e armazenamento da soja........
Colheita e armazenamento da soja........Geagra UFG
 
Manejo de doenças da soja...............
Manejo de doenças da soja...............Manejo de doenças da soja...............
Manejo de doenças da soja...............Geagra UFG
 
Mecanismo de ação de fungicidas.........
Mecanismo de ação de fungicidas.........Mecanismo de ação de fungicidas.........
Mecanismo de ação de fungicidas.........Geagra UFG
 
Mecanismo de ação de inseticidas........
Mecanismo de ação de inseticidas........Mecanismo de ação de inseticidas........
Mecanismo de ação de inseticidas........Geagra UFG
 
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptxSLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptxGeagra UFG
 
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdfCópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdfGeagra UFG
 
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptxMANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptxGeagra UFG
 
Manejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de sojaManejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de sojaGeagra UFG
 
Tecnologia de aplicação
Tecnologia de aplicaçãoTecnologia de aplicação
Tecnologia de aplicaçãoGeagra UFG
 
Manejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de sojaManejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de sojaGeagra UFG
 
inoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptx
inoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptxinoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptx
inoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptxGeagra UFG
 
Correção do solo e adubação na soja
Correção do solo e adubação na sojaCorreção do solo e adubação na soja
Correção do solo e adubação na sojaGeagra UFG
 
SLIDE DINÂMICA DOS NUTRIENTES OF.pptx
SLIDE DINÂMICA DOS NUTRIENTES OF.pptxSLIDE DINÂMICA DOS NUTRIENTES OF.pptx
SLIDE DINÂMICA DOS NUTRIENTES OF.pptxGeagra UFG
 

Mais de Geagra UFG (20)

MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline CastroMICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Aline Castro
 
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline CastroMICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline Castro
MICRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA Palestrante: Aline Castro
 
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARESBIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
BIOTECNOLOGIA E POSICIONAMENTO DE CULTIVARES
 
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptxMACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
MACRONUTRIENTES NO SOLO E NA PLANTA.pptx
 
Biotecnologias e manejos de cultivares .
Biotecnologias e manejos de cultivares .Biotecnologias e manejos de cultivares .
Biotecnologias e manejos de cultivares .
 
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES.
 
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptxINTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
 
Colheita e armazenamento da soja........
Colheita e armazenamento da soja........Colheita e armazenamento da soja........
Colheita e armazenamento da soja........
 
Manejo de doenças da soja...............
Manejo de doenças da soja...............Manejo de doenças da soja...............
Manejo de doenças da soja...............
 
Mecanismo de ação de fungicidas.........
Mecanismo de ação de fungicidas.........Mecanismo de ação de fungicidas.........
Mecanismo de ação de fungicidas.........
 
Mecanismo de ação de inseticidas........
Mecanismo de ação de inseticidas........Mecanismo de ação de inseticidas........
Mecanismo de ação de inseticidas........
 
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptxSLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
 
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdfCópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
 
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptxMANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
 
Manejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de sojaManejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de soja
 
Tecnologia de aplicação
Tecnologia de aplicaçãoTecnologia de aplicação
Tecnologia de aplicação
 
Manejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de sojaManejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de soja
 
inoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptx
inoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptxinoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptx
inoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptx
 
Correção do solo e adubação na soja
Correção do solo e adubação na sojaCorreção do solo e adubação na soja
Correção do solo e adubação na soja
 
SLIDE DINÂMICA DOS NUTRIENTES OF.pptx
SLIDE DINÂMICA DOS NUTRIENTES OF.pptxSLIDE DINÂMICA DOS NUTRIENTES OF.pptx
SLIDE DINÂMICA DOS NUTRIENTES OF.pptx
 

Manejo de plantas daninhas na soja

  • 1. Marta Guimarães Soares Araújo Manejo de plantas daninhas na soja
  • 2. 2 • O que é uma planta daninhas; • Impacto na produtividade; • Formas de propagação; • Banco de propágulos; • Ciclo das plantas daninhas; • Métodos de controle; • Resistência; • Herbicidas; • Plantas daninhas. Sumário
  • 3. 3 • O que é uma planta daninha? “São todas as plantas que interferem no crescimento das plantas cultivadas, mostrando-se persistentes e que atuam de forma negativa nas atividades humanas, sendo considerada como planta indesejada.” Definição Total de 350 000 espécies de plantas, 250 são espécies de plantas daninhas. Fonte: Embrapa, acesso em 2020.
  • 4. 4 Definição Desenvolve onde não é desejada. Causará mais danos do que benefícios. Causa danos as plantas de interesse. Fora do lugar dela, de maneira indesejada, ocupando espaço de outras atividades. Domina todas as formas de sobrevivência. Fonte: Mais Soja, 2020. Fonte: Up. Herb, 2019.
  • 5. 5 Características das plantas daninhas Nenhuma exigência para germinação Germinação assíncrona Tolerância a variação ambiental Habilidade de dispersão Alta produção de sementes Alta capacidade de florescimento Rápido crescimento Fonte: Weed Out, 2020.
  • 6. 6 • Aumento do custo de produção; • Dificulta a colheita; • Pode ocorrer a depreciação da qualidade do produto; • Hospedagem para pragas e doenças. Impactos na produtividade Fonte: Embrapa, acesso em 2020.
  • 7. 7 Impactos na produtividade Perdas na produção de grãos da soja podem chegar até 30%. 1 Planta de buva/m² reduz de 4% a 12% a produtividade de soja.
  • 8. 8 Indivíduos potenciais; menor taxa de sobrevivência; identidade genética não é igual a dos pais. Formas de propagação Sementes Fonte: Mercado Livre, 2020. Fonte: Jardineiro.net, 2017.
  • 9. 9 • “Clones”; • Gemas; • Órgãos de propagação: rizoma, tubérculos, bulbinhos, bulbos e gemas adventícias. Formas de propagação Vegetativa Fonte: Tubal Trentino, 2015. Fonte: Revista Cultivar, 2020. Capim amargoso Bulbos de Tiririca
  • 10. 10 • Dormência – Apical; – Ambiental. Formas de propagação Fonte: Foco Rural, 2019. • Apomixia – Uniformidade entre os indivíduos; – “Clonagem por sementes”.
  • 11. 11 “Qualquer parte de um organismo que possa dar origem a novos indivíduos da mesma espécie, de origem sexual ou assexual.” Banco de sementes propágulos PERSISTENTES TRANSITÓRIAS QUIESCÊNCIA DORMÊNCIA
  • 12. 12 Causas da dormência: • Embrião imaturo; • Impermeabilidade do tegumento; • Restrições mecânicas; • Embrião dormente; • Inibidores internos; “80% a 90% das plantas emergidas em uma cultura, são oriundas de recrutamento das sementes produzidas no ano anterior.” Banco de semente propágulos
  • 13. 13 • Classificação: – Ciclo de Vida – Habitat – Família • Quanto ao ciclo de vida – Anuais – Bianuais – Perenes Ciclo das plantas daninhas
  • 14. 14 • Anuais – Verão; Ciclo das plantas daninhas Fonte: Mais Soja, 2019. Amaranthus deflexus (Caruru) Fonte: Agrolink, 2019. Fonte: Lavoura10, 2019. Digitaria spp. (Capim Colchão)
  • 15. 15 • Anuais – Inverno. Ciclo das plantas daninhas Fonte: Mais Soja, 2019.
  • 16. 16 • Bianuais Ciclo das plantas daninhas Leonurus sibiricus (Rubim) Fonte: Agrolink, acesso em 2022.
  • 17. 17 • Perenes – Herbáceas simples; – Herbáceas complexas; – Lenhosa; – Rizomatosas; – Estoloníferas; – Tuberosas. • Propagação via sexuada e assexuada. Ciclo das plantas daninhas Fonte: Mais Soja, 2019. Fonte: Mais Soja, 2019. Cyperus rotundus (Tiririca) Sorghum halepense (Capim- massambará)
  • 18. 18 • Controle: – Herbicida de contato seria eficaz? – Herbicidas sistêmicos. Ciclo das plantas daninhas Fonte: Lavoura10, 2019. Fonte: Syngenta, acesso em 2022.
  • 19. 19 Métodos de controle PREVENTIVO CULTURAL MECÂNICO FÍSICO QUÍMICO BIOLÓGICO
  • 20. 20 • Classificação: 1. Seletividade; 2. Época de aplicação; 3. Translocação; 4. Mecanismo de ação. Herbicidas Fonte: Sementes Biomatrix, 2021.
  • 21. 21
  • 22. 22 • Perda de produtividade relacionada ao glifosato; • Soja RR; • Absorvido e metabolizado; • Relação entre o rhizóbio e a soja. Efeito dos herbicidas sobre a cultura
  • 23. 23 Efeito dos herbicidas sobre a cultura Fonte: Acta Iguazu, 2012.
  • 24. 24 Resistência O que é resistência? O herbicida provoca multações no biótipo? Fonte: Embrapa, 2006.
  • 27. 27 • Cruzada: – Dois ou mais herbicidas; – Mesmo mecanismo de ação. • Múltipla: – Possui um ou mais mecanismos; – Resistência a herbicidas com mecanismo de ação diferente. Tipos de resistência
  • 28. 28 • Causa das resistências: Resistência Alteração no local de ação Amplificação gênica Metabolismo do herbicida Compartimentabilização do herbicida