Diazepam

8.703 visualizações

Publicada em

Caracteristicas:
O diazepam faz parte do grupo dos benzodiazepínicos e possui propriedades ansiolíticas, sedativas, miorrelaxantes, anticonvulsivantes e efeitos amnésicos.
Sabe-se atualmente que tais ações são devidas ao reforço da ação do ácido gama aminobutírico (GABA), o mais importante inibidor da neurotransmissão no cérebro

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

Diazepam

  1. 1. Diazepam Caracteristicas: O diazepam faz parte do grupo dos benzodiazepínicose possui propriedades ansiolíticas, sedativas, miorrelaxantes, anticonvulsivantes e efeitos amnésicos. Sabe-se atualmente que tais ações são devidas ao reforço da ação do ácido gama aminobutírico (GABA), o mais importante inibidor daneurotransmissão no cérebro. Mecanismo de Ação: O diazepam é um benzodiazepínico. Os benzodiazepínicos são substâncias que exercem seus efeitos farmacológicos (sedação, relexamento muscular, anticonvulsivantes, ansiolíticos, amnésia anterógrada) pelo incremento da neurotransmissão do àcido gama- aminobutírico (GABA) no SNC. O receptor GABA é um canal de Cl- que abre sob ativação, permitindo o influxo de Cl- e a hiperpolarização da membrana. O resultado da hiperpolarização da membrana é a inibição da neurotrnsmissão. Os benzodiazepínicos ligam-se ao receptor GABA, facilitando a ação GABA. Interação droga nutriente: - Limitar cafeína (xantina); - Álcool potencializa efeitos depressores sobre o SNC. Nortriptilina Caracteristicas: O cloridrato de nortriptilina é um antidepressivo tricíclico não inibidor da monoaminoxidase. O mecanismo de melhora do humor por antidepressivos tricíclicos é, no momento, desconhecido. O cloridrato de nortriptilina inibe a atividade de diferentes substâncias, como a histamina, a serotonina e a acetilcolina. Ele aumenta o efeito vasoconstritor da norepinefrina, mas bloqueia a resposta vasoconstritora da feniletilamina. Estudos sugerem que a nortriptilina interfere no transporte, na liberação e no armazenamento das catecolaminas. Mecanismo de Ação: É um antidepressivo tricíclico cujo mecanismo de ação é desconhecido. Inibe a ação de certosneurotransmissores, como a histamina, a serotonina e a acetilcolina, e aumenta o efeito pressor danoradrenalina, mas bloqueia o da fenetilamina Interação droga nutriente: - Limitar cafeína (xantina); - Álcool potencializa efeitos depressores sobre o SNC. Imipramida Caracteristicas: A imipramina é um antidepressivo tricíclico. Tem larga utilização na prática clinica. Possui alguns efeitos colaterais que devem ser pesados contra seus claros benefícios. É um
  2. 2. anticolinérgico, porém, provoca sudorese excessiva, efeito ainda não explicado pela ciência. Seu uso deve ser sempre feito com orientação médica. Mecanismo de Ação: O mecanismo de ação da Imipramina não é totalmente conhecido. Entretanto, esta droga não age primariamente pela estimulação do SNC. O efeito clínico é hipoteticamente como sendo devido a potenciação das sinapses adrenérgicas pelo bloqueio da norepinefrina nas terminações nervosas. Interação droga nutriente: - Limitar cafeína (xantina); - A ingestão de alimentos não afeta a absorção e a biodisponibilidade. Ormigrein® Caracteristicas: O tartarato de ergotamina é um alcalóide do ergot que apresenta uma ação bloqueadora alfa- adrenérgica e uma potente atividade vasoconstritora. É também um antagonista da serotonina. A cafeína é um vasoconstritor cerebral que reduz o fluxo sangüíneo cerebral. Um efeito sinérgico é observado quando a cafeína é combinada com o tartarato de ergotamina, sendo a base racional para seu uso no tratamento das crises de enxaqueca. Os alcalóides anticolinérgico e antiemético de beladona (sulfatos de hiosciamina e atropina) são responsáveis pelo alívio das náuseas e vômitos induzidos pela enxaqueca. O paracetamol é uma substância analgésica e antipirética que alivia a dor de várias origens, incluindo a cefaléia, aumentando o efeito vasoconstritor. Mecanismo de Ação: Apresenta uma ação bloqueadora alfa-adrenérgica e uma potente atividade vasoconstritora. É Atambém um antagonista da serotonina. Interação droga nutriente: - Limitar cafeína (xantina) Pentoxifilina Caracteristicas: A pentoxifilina é um fármacovasodilatador periférico, derivado da xantina, utilizado principalmente no tratamento de claudicação intermitente. A pentoxifilina (derivado da metilxantina) melhora as condições do fluxo sanguíneo através da diminuição da viscosidade, melhorando a deformabilidade eritrocitária devido a sua ação sobre hemácias patologicamente comprometidas. Mecanismo de Ação:
  3. 3. O mecanismo de ação está relacionadocom o aumento da flexibilidade da membrana dos eritrócitos. O princípio ativo tem demonstrado um aumento do fluxo sanguíneo particularmente do coração e da musculatura esquelética. Aumenta também o fluxo san guíneo cerebral e consequentemente o seu suprimentode oxigênio, sem aumentar a demanda cerebral por glicose. Além disso,tem um efeito antiarrítmico em cães com isquemia do miocárdio e uma ação broncodilatadora. A pentoxifilina também tem uma série de propriedades imunológicas, sendo por isto indicada em várias doenças dermatológicas onde existe comprometimento vascular e/ou do sistema imunológico Interação droga nutriente: - Aabsorção é retardada, mas não reduzida pelo alimento; - Limitar cafeína (xantina) Lorazepam Caracteristicas: O Lorazepam é uma droga pertencente a uma classe química conhecida como benzodiazepinas, que possuem como principais propriedades, a inibição leve de alguns setores do SNC, diminuindo assim, a geração de estímulos nervosos pelos neurônios e proporcionando um relaxamento muscular, sedação e efeito tranquilizante. O Lorazepam é o único benzodiazepínico utilizado como coadjuvante em tratamentos quimioterápicos devido a suas propriedades antieméticas, entretanto desde sua entrada no mercado, em 1971, o Lorazepam tem sido administrado para o tratamento da ansiedade e insônia. Em estudos recentes, foi comprovado que o Lorazepam possui maior potencial de dependência em relação a outros benzodiazepínicos. Porém, seu índice de dependência é relativamente menor em comparação a outros benzodiazepínicos hipnóticos, tais como: Temazepam, Triazolam, Flunitrazepam, Pivoxazepam, entre outros. Mecanismo de Ação: Atua geralmente como depressor do SNC em todos os seus níveis, depen-dendo da dose. Embora seu mecanismo exato de ação não seja conhecido, ao que parece, após interagir com um receptor específico da membrana neuronal, potencializa ou facilita a ação inibidora do neurotransmissor ácido gama-aminobutírico (GABA), mediador da inibição no nível pré-sináptico e pós-sináptico em todas as regiões do SNC. É bem absorvido no trato gastrintestinal e após a administração por via IM a absorção é rápida e completa. O lorazepam tem meia-vida de curta a intermediária e o início da ação, após a administração oral, evidencia-se entre 15 e 45 minutos. Sua união às proteínas é alta; metaboliza-se no fígado e é eliminado por via renal. Interação droga nutriente: - Limitar cafeína (xantina) Haloperidol Caracteristicas:
  4. 4. O haloperidol é um fármaco utilizado pela medicina como neuroléptico, pertencente ao grupo das butirofenonas. Pode ser utilizado também para evitar enjôos e vômitos, para o controle de agitação, agressividade, estados maníacos, psicose esteróidea e para tratar a distúrbio de Gilles La Tourette. Mecanismo de Ação: O haloperidol tem como mecanismo de ação o bloqueio seletivo do sistema nervoso central, atingindo por competição os receptores dopaminérgicos pós-sinápticos. É, portanto, um bloqueador do receptor D2 da dopamina.O aumento da troca de dopaminas no cérebro produz o efeito antipsicótico. O pró-fármacodecanoato de haloperidol, libera lentamente o haloperidol de seu veículo. Em consequência do bloqueio dos receptores de dopamina ocorrem efeitos motores extrapiramidais no paciente. Interação droga nutriente: - Limitar cafeína (xantina) Ranitidina Caracteristicas: O Cloridrato de Ranitidina, também comercializado como Antak, é um medicamento antiulceroso indicado no tratamento da úlcerapéptica gástrica e duodenal, esofagitede refluxo, gastritee duodenites.O Cloridrato de Ranitidina promove uma diminuição da produção de ácido e pepsina no estômago, favorecendo a cicatrização da gastrite e/ou das úlceras pépticas do estômago e do duodeno, prevenindo suas complicações. Também pode ser usado no tratamento de doenças relacionadas à hipersecreção ou hipersensibilidade à secreção gástrica, tais como esofagite de refluxo associada ou não à hérnia de hiato. Mecanismo de Ação: Age antagonizando a ação da histamina. Este fármaco inibe a secreção basal de ácido gástrico, reduzindo tanto o volume quanto o conteúdo de ácido e de pepsina da secreção. Tem ação bactericida contra o Helicobacterpylori in vitro e possui ações protetoras da mucosa. Interação droga nutriente: - Limitar cafeína (xantina) - A absorção não é significativamente comprometida por alimento ou antiácidos. Clomipramida Caracteristicas: Anafranil é um antidepressivo de uso oral, que age no sistema nervoso central aumentando a concentração de serotonina. Este medicamento apresenta genérico e pode ser encontrado nas farmácias com os nomes de Anafranil SR; Clo; Clomipran; Fenatil. Mecanismo de Ação:
  5. 5. Ação do medicamento: cloridrato de clomipramina atua na síndrome depressiva como um todo, incluindo-se especialmente aspectos típicos, tais como retardamento psicomotor, humor deprimido e ansiedade. A resposta clínica inicia-se normalmente após 2-3 semanas do tratamento.Indicações do medicamento: estados depressivos de etiologia e sintomatologia variáveis: - Depressão endógena, reativa, neurótica, orgânica, mascarada e suas formas involucionais. - Depressão associada à esquizofrenia e transtornos da personalidade. Interação droga nutriente: - Limitar cafeína (xantina) Clorpromazina Caracteristicas: Clorpromazina é uma substância antipsicótica clássica ou típica, sendo protótipo no tratamento de pacientes esquizofrênicos. Esse composto causou surpresa quando percebeu-se que atuava como tranquilizante sem causar sedação, isto é, mantinha o paciente acordado, o que sugeriu sua utilização em pacientes psquiátricos. O mais curioso foi ver que foi criado para ser um anti-histamínico. Mecanismo de Ação: Atua inibindo os receptores pós-sinápticos dopaminérgicos mesolímbicos no cérebro. Isto causa liberação de prolactina na hipófise. Como anti-hemético, inibe a zona disparadora químio-receptora medular. Interação droga nutriente: - Diminui a absorção de vitamina B12 Metildopa Caracteristicas: Metildopa é um pró-fármacoanti-hipertensivo. Promove estimulação alfa-adrenérgica do sistema nervoso central, e assim diminui a resistência vascular, não influindo muito no débito cardíaco e nem na frequencia. Mecanismo de Ação: Acredita-se que o mecanismo de ação pelo qual a metildopa exerce seu efeito anti- hipertensivo é a estimulação dos receptores alfa-adrenérgicos centrais, mediante seu metabólito, a a-metil-norepinefrina; dessa forma, inibe a transmissão simpática em direção ao coração, rins e sistema vascular periférico. Absorve-se aproximadamente 50% ao nível do trato gastrintestinal e tem uma escassa união às proteínas (menos de 20%). Converte-se em a-metil- norepinefrina nos neurônios centrais adrenérgicos e posteriormente metaboliza-se no fígado. É eliminada de forma inalterada pelo rim entre 20% e 55%. A metildopa que não é absorvida é eliminada inalteradamente pelas fezes. Interação droga nutriente:
  6. 6. - Diminui a absorção de vitamina B12 Metformina Caracteristicas: A metformina (DCI; comercializada como Glifage, Dimefor, Glucoformin, Glucophage, entre outras marcas, e como medicamento genérico) é um antidiabético oral da classe das biguanidas. É um dos medicamento de escolha no tratamento do diabetes mellitus tipo 2 especialmente em pessoas obesas ou com sobrepeso.É o antidiabético mais usado no Brasil e nos Estados Unidos (onde foi prescrita quase 35 milhões de vezes em 2006 como genérico). A metformina e a glibenclamida (uma sulfoniluréia) são os únicos antidiabéticos orais constantes da Lista Modelo de Medicamentos Essenciais da Organização Mundial de Saúde. No Brasil, faz parte do programa Farmácia Popular do Ministério da Saúde. Os efeitos colaterais comuns da metformina são poucos e de gravidade quase zero, pode sugir no inicio do tratamento : cólicas, diarreia, às vezes enjoo e vômitos) e geralmente restringem-se ao início do tratamento. A metformina é um dos poucos antidiabéticos que não provocam hipoglicemia (motivo pelo qual é às vezes classificada como normoglicemiante e não hipoglicemiante) e não provoca aumento de peso. O cloridrato de Metformina pode também ser usado em casos de gordura no figado (esteatose hepática) mas os estudos científicos ainda não mostraram benefício definitivo nesta condição. Muito se fala sobre um possível efeito redutor de peso da metformina mas isso não corresponde a realidade sendo considerada uma droga de efeito neutro no peso corporal. Também não é verdade que a metformina promoveria uma perda de gordura corporal. Mecanismo de Ação: O mecanismo de ação da metformina ainda é incerto, apesar de meio século de uso e benefícios terapêuticos bem caracterizados. A principal responsável pela atividade hipoglicemiante da metformina parece ser uma redução da produção de glicose no fígado (neoglicogênese), além de diminuição da absorção de glicose no trato gastrointestinal e aumento na sensibilidade à insulina, devido ao maior uso da glicose pelos músculos. A taxa de neoglicogênese de uma pessoa "média" com diabetes pode ser três vezes maior que a de uma pessoa sem a doença; a metformina é capaz de cortá- la em mais de 30%. Interação droga nutriente: - Diminui a absorção de vitamina B12 Omeprazol Caracteristicas:
  7. 7. O Omeprazol é um medicamento da classe dos anti-ulcerosos, que reduz a secreção ácida do estômago e deve ser tomado pela manhã, em jejum. Este medicamento pode ser encontrado nas formas de cápsulas ou comprimidos revestidos (ingeridas via oral) e na forma de pó para solução injetável (aplicado via endovenosa). O Omeprazol é o princípio ativo do medicamento que pode ser encontrado comercialmente com os nomes de Losec, Prepazol, Victrix, Omeprasec entre outros. Mecanismo de Ação: O omeprazol age por inibição da H+K+ATPase, enzima localizada especificamente na célula parietal do estômago e responsável por uma das etapas finais no mecanismo de produção de ácido a nível gástrico. Esta ação farmacológica, dose-dependente, inibe a etapa final da formação de ácido no estômago, proporcionando assim, uma inibição altamente efetiva tanto da secreção ácida basal quanto da estimulada, independente do estímulo. O omeprazol atua de forma específica nas células parietais, não possuindo ação sobre os receptores de acetilcolina e histamina. A administração diária do omeprazol em dose única, via oral causa rápida inibição da secreção ácida gástrica. Interação droga nutriente: - Diminui a absorção de vitamina B12 Captopril Caracteristicas: Captopril é um fármaco do tipo IECA, inibidor da enzima conversora da angiotensina I (ECA I).Sua principal indicação é para tratamento de hipertensão arterial e alguns casos de insuficiência cardíaca.Foi o primeiro inibidor da ECA a entrar no comércio, é um potente inibidor da ECA com Ki de 1,7 nM. É o único inibidor da ECA aprovado para uso nos Estados Unidos da América que contém um grupo sulfidrilo. Mecanismo de Ação: O captopril é um inibidor da ECA - enzima conversora da angiotensina, impedindo a angiotensina I de ser convertida em angiotensina II, que causa a vasoconstrição. Os efeitos benéficos do captopril na hipertensão e na insuficiência cardíaca parecem resultar principalmente da supressão do sistema renina-angiotensina-aldosterona, resultando em concentrações séricas diminuídas de angiotensina II e aldosterona. Entretanto, não há uma correlação consistente entre os níveis da renina e a resposta à droga. A redução da angiotensina II leva a uma secreção diminuída de aldosterona e, como resultado, podem ocorrer pequenos aumentos de potássio sérico, juntamente com perda de sódio e fluidos. Interação droga nutriente: - Tomados com alimentos reduz a absorção do fármaco de 30 a 50% Sulfato ferroso
  8. 8. Caracteristicas: O sulfato ferroso é um sal inorgânico de ferro, que contém 20% em ferro, e é utilizado como fonte desse mineral. Deve-se conhecer a quantidade total de ferro em cada preparação, e não sua massa total. A maior vantagem do uso parenteral do ferro é a possibilidade de formar rapidamente reservas desse elemento, uma vez que, por via oral, seriam necessários meses para serem alcançadas (por exemplo, em pacientes que serão tratados com eritropoietina). O intestino delgado tem função regulatória sobre a absorção de ferro e evita que grandes quantidades deste elemento penetrem na corrente sanguínea. Mecanismo de Ação: 1) Ação corrosiva direta na mucosa, com hemorragia, necrose e perfuração, com perda de líquidos do trato digestivo, o que pode resultar em desidratação grave. 2) Ação sistêmica: a quantidade de ferro absorvida que excede a capacidade de ligação protéica causa disfunções celulares, resultando em acidose lática e necrose. O íon ferroso é convertido a íon férrico, sendo liberado hidrogênio livre; o ferro concentrado na mitocôndria desacopla a fosforilação oxidativa e resulta na formação de radicais livres e peroxidação lipídica, o que aumenta a acidose metabólica e contribui para a morte celular. Interação droga nutriente: - Tomados com alimentos reduz a absorção do fármaco de 30 a 50% Pepsogel® Caracteristicas: Pepsogel com posologia, indicações, efeitos colaterais, interações e outras informações. Todas as informações contidas na bula de Pepsogel têm a intenção de informar e educar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um profissional médico ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Decisões relacionadas a tratamento de pacientes com Pepsogel devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente. Mecanismo de Ação: Interação droga nutriente: - Terapia quelante de fosfato Gastrol® Caracteristicas: É classificado como antiácido não sistêmico pelo fato de nãoproduzir alcalose.• Com o ácido clorídrico no estômago, forma cloreto de cálcio eem seguida, reage com bicarbonato de
  9. 9. sódio no tubo intestinalformando o carbonato de cálcio. Por ser antiácido efetivo, ocarbonato de cálcio alivia a dor da úlcera gástrica e duodenal,protegendo a mucosa do estômago e revelando maior atividadeantiácida. O emprego do carbonato de cálcio, confere ao produtoexcelente textura e paladar, perfeitamente tolerados por pacientesque necessitam usá-lo por períodos prolongados, possuindo açãodemulcente.O HIDRÓXIDO DE ALUMÍNIO é comprovadamente um dos maisefetivos neutralizadores do ácido clorídrico.• Por não ser absorvido, não ocasiona alcalose sistêmica aexemplo do que acontece com algumas substâncias.• Reage com o ácido clorídrico do estômago, neutralizando-o eformando o cloreto de alumínio, o qual reage com as secreçõesalcalinas do intestino, produzindo sais básicos de alumínio.Uma propriedade do hidróxido de alumínio, responsável por parteda ação benéfica na úlcera péptica é a capacidade para inativara pepsina do suco gástrico. Mecanismo de Ação: Apresenta ação normalizadora da motricidade doestômago, do duodeno e do jejuno, reconduzindo o tônus e a peristalseaospadrões fisiológicos em todos os casos em que ocorram alterações dessesistema. Possui ação antiemética completa, atuando em nível central e periférico. Interação droga nutriente: - Terapia quelante de fosfato Sulfametaxazol Caracteristicas: Este medicamento é utilizado em casos de infecções agudas causadas por germes sensíveis aos compostos do medicamento. É indicado para o tratamento de infecções respiratórias, urinárias, gastrintestinais (do estômago e intestino) e outros tipos de infecções. Mecanismo de Ação: Sulfametoxazol + trimetoprima é um quimioterápico com propriedades bactericidas (capaz de matar a bactéria), com duplo mecanismo de ação. Este medicamento contém dois princípios ativos (responsáveis pela ação do medicamento), que, com a soma de suas ações, inibem dois passos consecutivos da biossíntese do ácido folínico necessário aos microrganismos, eliminando-os. A ação medicamentosa deste medicamento começa logo após a primeira dose, no entanto os germes não são eliminados de imediato. Por isso, mesmo que alguns sintomas como febre, dor, etc., desapareçam, é necessário continuar a tomar o medicamento pelo período estabelecido pelo médico. Interação droga nutriente: - Aumenta a necessidade de vitamina C e aumenta a taxa de metabolismo da vitamina K e D Fenitoína Caracteristicas:
  10. 10. A fenitoína é um anticonvulsivante, antiepilético e antinevrágico. Pode ser encontrado no mercado com o nome de Epelin ou Unifenitoin. Pode ser encontrada com em formato de comprimido, suspensão oral ou injetável.Este fármaco agen no cortexcerebralinibindo a propagação da atividade epilética Mecanismo de Ação: Tem diversos efeitos. Inibe os canais de sódio, potássio e cálcio, existentes na membrana dos neurónios, imediatamente antes. Altera concentrações locais de neurotransmissores como GABA, noradrenalina e acetilcolina.Diminui a excitação neuronal em geral. Interação droga nutriente: - Suplementos com cálcio diminuem a absorção do fármaco Propranolol Caracteristicas: É um fármaco anti-hipertensivo indicado para o tratamento e prevenção do infarto do miocárdio, da angina e de arritmias cardíacas. Pode ser utilizado associado ou não a outros medicamentos para o tratamento da hipertensão. É um bloqueador-beta adrenérgico.Propranolol é um bloqueador-beta adrenérgico não-seletivo usado principalmente no tratamento da hipertensão. Foi o primeiro beta bloqueador de sucesso desenvolvido. Propranolol está disponível em forma genérica de cloridrato de propranolol, assim como um produto a AstraZeneca ea Wyeth sob os nomes comerciais Inderal, Inderal LA, Avlocardyl (também disponível em forma de absorção prolongado chamado "AvlocardylRetard"), Deralin, Dociton, Inderalici, InnoPranXL ,Sumial, Anaprilinum (dependendo da taxa de mercado e lançamentos), Bedranol SR (Sandoz). Pode ser também utilizado no tratamento de Tremor Essencial e Feocromocitoma. Mecanismo de Ação: O propranolol é um bloqueador beta-adrenérgico; bloqueia o efeito agonista dos neurotransmissores simpáticos sobre os receptores b 1 e b 2, competindo pelos lugares de união ao receptor. Possui também uma moderada atividade estabilizante de membrana (quinidínica). Seu mecanismo de ação é desconhecido como profilático da cefaléia de etiologia vascular e para o tratamento do tremor. Absorve-se por via oral em 90%, sua união às proteínas plasmáticas é muito alta (93%); metaboliza-se no fígado e menos de 1% é excretado pelo rim de forma inalterada. Sua meia-vida é de 3 a 5 horas e o tempo até alcançar seu efeito máximo é de 1 a 1 hora. Não é eliminado por diálise. Excreta-se no leite materno em quantidades pequenas. Interação droga nutriente: - Suplementos com cálcio diminuem a absorção do fármaco Digoxina
  11. 11. Caracteristicas: Digoxina é um fármaco utilizado no tratamento de problemas cardíacos. É um digitálico, ou seja, um glicosídeo cardiotônico, e é proveniente da planta (Digitalislanata). Tem efeito inotrópico positivo, ou seja, aumenta a força de contracção cardíaca Seu modo de acção é por meio da ligação reversível à Na+ /K+ ATPase. Ao inibi-la, a digoxina aumenta a quantidade de sódio no cardiomiócito. Isto vai inibir a Bomba de sódio-cálcio (integra 3 Na+ por 1 Ca2+ eliminado do meio intracelular), diminuindo assim a excreção de cálcio. Desta forma vai haver um aumento da concentração de cálcio no interior da célula, o qual vai ser armazenado no reticulo sarcoplasmático, aumentando assim a quantidade de cálcio disponivel em cada potencial de acção. Consequentemente aumenta a força de contracção do coração (efeito inotrópico positivo) e diminui a frequência cardíaca (pois mais cálcio significa um maior período refractário).O meio pela qual é eliminada é normalmente pelo rim, e é nefrotóxica. Mecanismo de Ação: A digoxina aumenta a contractilidade do miocárdio por acção directa. Este efeito é obtido com doses consideravelmente baixas, mesmo no miocárdio normal, embora sem qualquer benefício fisiológico. A principal acção da digoxina é a inibição específica da adenosina trifosfatase alterando assim a actividade de troca sódio- potássio (Na+-K+); esta alteração iónica distribuída pela membrana, resulta num aumento do influxo do ião cálcio causando um aumento da disponibilidade de cálcio no momento da excitação-contracção. Interação droga nutriente: - Uso de muitas fibras diminui a absorção do fármaco em 25% AAS(ácido acetilsalicílico) Caracteristicas: O ácido acetilsalicílico (em latimacidumacetylsalicylicum) é um fármaco do grupo dos anti-inflamatórios não-esteroides (AINE), utilizado como anti-inflamatório, antipirético, analgésico e também como antiplaquetar.É, em estado puro, um pó de cristalino branco ou cristais incolores, pouco solúvel na água, facilmente solúvel no álcool e solúvel no éter.Um dos medicamentos mais famosos à base de ácido acetilsalicílico é a Aspirina. O seu nome foi obtido da seguinte maneira: A vem de acetil; Spir se refere a Spiraeaulmaria (planta que fornece o ácido salicílico); e o in era um sufixo utilizado na época, formando o nome Aspirin, que depois foi aportuguesado para Aspirina. Em alguns países, Aspirina é ainda nome comercial registrado, propriedade dos laboratórios farmacêuticos da Bayer para o composto ácido acetilsalicílico. Mecanismo de Ação: O ácido acetilsalicílico é, como todos os AINEs, um inibidor inespecífico da enzima ciclooxigenase (COX).5 Ele acetila irreversivelmente essa enzima. As COX são enzimas fulcrais da cascata do ácido araquidónico, pela qual este ácido araquidônico, um lipídio presente nas membranas das células, é transformado em mediadores prostanoides. Há dois tipos, a COX-1, presente em quase todos os tecidos; e a COX-2 induzida localmente por citocinas produzidas
  12. 12. por leucócitos em resposta a danos ou invasão microbiana. A COX-2 tem papel importante na geração da inflamação. Ela produz os mediadores prostanóides pró-inflamatórios, como algumas prostaglandinas e leucotrienos. A inibição dessas enzimas pelo ácido acetilsalicílico constitui o mecanismo principal dos seus efeitos. A inibição da COX-1 é a responsável por muitos efeitos indesejados. Interação droga nutriente: - Diminui a absorção de alimentos Hidroclorotiazida Características: A hidroclorotiazida é um diurético tiazídico usado principalmente na hipertensão arterial.Antigamente utilizado em altas doses (>50 mg) provocava complicações como hipocaliémia, hiperuricemia e outros distúrbios metabólicos. Hoje é utilizado em doses menores, (12,5 e 25 mg), graças em parte ao surgimento de outros fármacos que podem ser usados conjuntamente, permitindo assim um melhor controle com doses menores de cada um dos medicamentos individualmente. Nestas concentrações, possui um perfil de efeitos colaterais semelhante ao placebo. Mecanismo de Ação: Inibe a reabsorção de sódio nos túbulos distais, causando aumento na excreção de sódio, água, potássio e cloreto. Interação droga nutriente: - Suplementos de cálcio e ou vitamina D: risco de hipercalcemia Diupress® Caracteristicas: A Clortalidona, diurético de ação prolongada, com excelente efeito hipotensor, é a droga recomendada na literatura como primeiro, e na grande maioria das vezes, único fármaco a ser utilizado no tratamento da hipertensão arterial de qualquer etiologia. A associação de clortalidona a amilorida, constante no Diupress contorna o principal incoveniente do uso da clortalidona a longo prazo, ou seja, o surgimento da hipopotassemia. Assim, a Amilorida evita a troca de sódio por potássio no túbulo renal, impede a perda excessiva de potássio e reforça a desejada ação natriurética, reforçando o efeito hipotensor da clortalidona. Mecanismo de Ação: Interação droga nutriente: - Suplementos de cálcio e ou vitamina D: risco de hipercalcemia Levotiroxina sódica
  13. 13. Caracteristicas: A levotiroxinasódica , hormônio tiroidiano, é usado no tratamento do hipotiroidismo, diagnosticado por solicitação de dosagem de TSH e T4 livre. Tem como sinais e sintomas: pele e cabelos secos, queda de cabelo, intolerância ao frio, rouquidão, ganho de peso, constipação intestinal, sudorese reduzida, parestesias etc. - Droga de Escolha: L-tiroxina (T4) – Puran T4, Euthyrox ou Synthroid Mecanismo de Ação: Interação droga nutriente: - Tomar suplementação de Fe separadamente em 4h pode diminuir a absorção Bisacodil Características: É usado para prevenir crises de gota e outras condições associadas com o excesso de ácido úrico no corpo, incluindo pedras nos rins e certos tipos de doenças renais. Mecanismo de Ação: Aumento do peristaltismo da musculatura lisa intestinal, por ação nos plexos intramurais. O medicamento produz, acumulação de íons e líquidos no cólon, gerando fezes líquidas. Interação droga nutriente: - Diminui a absorção de aminoácidos e glicose Alopurinol Características: Ao contrário dos agentes uricosúricos, o alopurinol é um inibidor seletivo das etapas terminais da biossíntese de ácido úrico. É eficaz no tratamento da hiperuricemia primária da gota e secundária aos distúrbios hematológicos ou terapia antineoplásica.O alopurinol e seu metabólito principal, a aloxantina (oxipurinol), são inibidores da xantina oxidase. A inibição dessa enzima é responsável pelos principais efeitos farmacológicos do alopurinol.Em seres humanos, o ácido úrico é produzido principalmente pela oxidação da hipoxantina e da xantina, catalisada pela xantina oxidase.Em concentrações reduzidas, o alopurinol é um substrato e inibidor competitivo desta enzima. A inibição da biossíntese do ácido úrico reduz sua concentração plasmática e a excreção renal dos precursores mais solúveis das oxipurinas.Na ausência do alopurinol, o teor urinário das purinas é constituído quase unicamente pelo ácido úrico. Durante o tratamento com este medicamento, as purinas urinárias são divididas entre hipoxantinas, xantina e ácido úrico. Como cada um deles tem sua solubilidade independente, a concentração do ácido úrico no plasma é reduzida sem expor o aparelho urinário a uma carga excessiva de ácido úrico e aumentar a probabilidade de formação dos cálculos.
  14. 14. Mecanismo de Ação: A biodisponibilidade por via oral é de 90%, com um pico plasmático de alopurinol na hora e de alopurinol mais metabólito ativo em 3 ou 4 horas. Oalopurinol metaboliza-se quase por completo no fígado e é eliminado por via renal. Mecanismo de ação: o alopurinol e seu principal metabólito ativo, a aloxantina, inibem a xantinooxidase responsável pela conversão de hipoxantina em xantina e desta em ácido úrico; assim a síntese deste se reduz, diminuindo os níveis plasmáticos e a excreção renal. A síntese de purinas também é inibida. A redução dos níveis de ácido úrico auxilia a mobilização dos depósitos de uratos dos tecidos. Interação droga nutriente: - Doses altas de vitamina C aumentam a potencialidade de cálculos renais

×