SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
Recursos Didáticos
Conceito de Recursos Didáticos
• Equipamentos e/ou materiais que auxiliam e facilitam o
processo de ensino/aprendizagem através da
estimulação dos vários sentidos.
• Os recursos didáticos constituem um importante auxiliar
para o formador;
• A sua utilização serve para facilitar a aprendizagem e não
para substituir a figura do formador ou os conteúdos.
Funções dos Recursos Didáticos na Formação
• Ajudar a desenvolver representações corretas;
• Ajudar a melhorar e compreender as relações das partes
com o todo;
• Apoiar na formação de conceitos exatos (temas de difícil
compreensão);
• Consolidar o espírito crítico;
• Dar oportunidade de melhor análise e interpretação.
Funções dos Recursos Didáticos na Formação
• Dar ênfase à observação e a experimentação;
• Despertar a atenção;
• Facilitar a apreensão intuitiva e sugestiva de um tema;
• Melhorar a retenção da imagem visual e da formação;
• Melhorar a fixação e integração da aprendizagem.
Vantagens do uso dos Recursos Didáticos
• Despertam maior interesse e atenção;
• Objetivam o conteúdo das palavras;
• Facilitam a compreensão e a troca de ideias;
• Ajudam a aplicar e a fortalecer os conhecimentos;
• Diminuem o tempo de formação;
• Superam limitações físicas.
Critérios de Seleção dos Recursos Didáticos
• Objetivos de aprendizagem;
• Destinatários;
• Conteúdos programáticos;
• Condicionantes materiais, de espaço
e temporais;
• A relação custo/benefício.
Características de um Recurso Didático
Classificação dos Recursos Didáticos
RecursosDidáticos
Visuais
Não Projetáveis
/Convencionais
Projetáveis
Audiovisuais
Sonoros
Audiovisuais
Multimédia
Classificação dos Recursos DidáticosVisuais
Não Projetáveis
/Convencionais
Quadros
Documentos gráficos
Maquetas e Modelos
Jogos didáticos
Recursos do meio ambiente
Outros
Projetáveis
Episcópio
Projetor de diapositivos
Retroprojetor
Outros
Classificação dos Recursos Didáticos
Audiovisuais
Sonoros
Rádio
Leitor de CD’s/MP3
Gravador
Outros
Audiovisuais
Câmara de vídeo
Câmara fotográfica
Televisão e Vídeo
Filmes pedagógicos
Outros
Classificação dos Recursos Didáticos
Multimédia Computador
Videoprojector
Quadro Multimédia Interativo
Videoconferência
Simuladores/Realidade Virtual
Plataformas e ferramentas da web
Outros
Recursos Didáticos: Utilização,
Vantagens e Desvantagens
Quadros
Utilização/Cuidados a ter:
• Preparar antecipadamente o que se escreve ou que se coloca no
quadro;
• Frases curtas – pontos-chave;
• Usar materiais de escrita adequados ao tipo de quadro;
• Utilizar cores vivas para realçar ideias-chave, títulos e conclusões;
• Dar tempo para copiar;
• Fazer uma boa gestão do espaço disponível;
• Não virar as costas aos formandos quando se está a escrever.
Quadros
Vantagens:
• Como meio visual que é, e não havendo outro de melhor
qualidade, o recurso ao quadro melhora a sessão;
• Baixo custo;
• Elevada durabilidade;
• Fácil de utilizar.
Desvantagens:
• O registo de nova informação implica ter que apagar a
anterior;
• Fraca qualidade estética;
• Pouco adequado a grandes grupos;
• Não é dinâmico.
Quadros
Documentos Gráficos
Documentos Gráficos
Utilização/Cuidados a ter:
• Têm que ser preparados com antecedência;
• Devem conter informação estritamente necessária, em
função dos objetivos;
• Os conteúdos devem ser adaptados às características do
público a que se destina;
• Têm que ter uma boa qualidade gráfica (cuidado com
letragem, utilização da cor, desenho, recorte, colagem,
fotografia, …).
Documentos Gráficos
Vantagens:
• Servem para complementar, desenvolver e/ou consolidar
conhecimentos;
• Melhoram a exposição;
• Implicam um baixo custo e são de fácil adaptação aos
conteúdos, transporte, utilização e preparação.
Desvantagens:
• Meios estáticos, sem qualquer animação;
• Podem perder a atualidade sobre os conteúdos da formação;
• Materiais “pouco amigos” do ambiente;
• Requerem algum cuidado na sua preparação e adequação ao
grupo.
Retroprojetor e Acetatos
Retroprojetor e Acetatos
Utilização/Cuidados a ter (com o retroprojetor):
• Garantir que existe um aparelho em boas condições na sala;
• Antes do início da ação, a projeção deve ser testada;
• A posição correta de utilização é do lado direito do aparelho, de
frente para o grupo, comentando o acetato diretamente no
retroprojetor com a ajuda de um ponteiro;
• Não obstruir a visibilidade do acetato projetado;
• Não apanhar com a luz do aparelho diretamente na cara (olhos);
• Durante a utilização e logo após, enquanto a ventoinha de
arrefecimento estiver ligada, o aparelho não deve ser deslocado,
pois pode fundir a lâmpada.
Retroprojetor e Acetatos
Utilização/Cuidados a ter (com os acetatos):
• Devem servir para transmitir mensagens curtas – ideias-chave
reforçam a aprendizagem – imagem como complemento da
mensagem;
• Cuidado para não encher o acetato com muita informação;
• Cuidado com a utilização das cores para escrever nos
acetatos: as ideais são o azul, o preto, o vermelho e o violeta
e nunca mais do que três em simultâneo;
• Usar acetatos adequados ao tipo de construção (manual ou
informática);
• Expor os acetatos somente o tempo necessário e suficiente e
com recurso a máscaras.
Retroprojetor e Acetatos
Vantagens:
• É um aparelho pouco dispendioso, de fácil manutenção e
muito simples de operar;
• Permite manter o contacto visual com os formandos;
• Os acetatos, uma vez feitos, estão sempre prontos a ser
utilizados em qualquer aparelho;
• É possível a construção dos acetatos manualmente, por
fotocópia ou por informática;
• São bons auxiliares de memória.
Desvantagens:
• O aparelho provoca ruídos desagradáveis;
• Necessita de verificação e ajustes prévios para um bom
visionamento;
• Custo dos materiais (acetatos/impressões/marcadores).
Câmara de Vídeo
Utilização/Cuidados a ter:
• É importante prever possíveis avarias;
• Antes do início da ação deve ser testado o equipamento;
• Produzir boa acústica e bom visionamento das imagens.
Câmara de Vídeo
Vantagens:
• Permite a filmagem de situações de aprendizagem como o
role-playing e/ou autoscopias;
• Coloca os formandos perante situações filmadas, reais ou
ficcionadas;
• O impacto de uma imagem animada é sempre muito
grande.
Desvantagens:
• Nem sempre existe material disponível (dispendioso);
• Pode intimidar os formandos;
• Autonomia limitada, quando alimentada por bateria;
• Exige do formador conhecimentos mais técnicos e
especializados para que os resultados sejam satisfatórios.
Câmara de Vídeo
Videoprojetor ou Projetor Multimédia
Utilização/Cuidados a ter:
• Fazer as ligações necessárias entre o projetor e o
computador e/ou outro aparelho;
• Antes do início da ação, a projeção deve ser testada.
Vantagens:
• Equipamento de fácil transporte;
• Possibilita a projeção de imagem e som a partir de um
computador, câmara de vídeo, televisor, smartphone, … .
Desvantagens:
• Equipamento dispendioso;
• Requer a acomodação do formador ao aparelho;
• Compatibilidade entre equipamentos.
Videoprojetor ou Projetor Multimédia
E quando algum recurso falha devemos ter sempre
um Plano B…

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Metodos tecnicas pedagogicas[1]
Metodos tecnicas pedagogicas[1]Metodos tecnicas pedagogicas[1]
Metodos tecnicas pedagogicas[1]
Cátia Elias
 
Emoções, Sentimentos e Afectos
Emoções, Sentimentos e AfectosEmoções, Sentimentos e Afectos
Emoções, Sentimentos e Afectos
guested634f
 
Autoconhecimento
AutoconhecimentoAutoconhecimento
Autoconhecimento
Dalila Melo
 
O ensino de ciências e suas metodológias
O ensino de ciências e suas metodológiasO ensino de ciências e suas metodológias
O ensino de ciências e suas metodológias
Renato De Souza Abelha
 

Mais procurados (20)

Metodos tecnicas pedagogicas[1]
Metodos tecnicas pedagogicas[1]Metodos tecnicas pedagogicas[1]
Metodos tecnicas pedagogicas[1]
 
Plano de sessão
Plano de sessãoPlano de sessão
Plano de sessão
 
Slides módulo 4
Slides módulo 4Slides módulo 4
Slides módulo 4
 
Teorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagemTeorias da aprendizagem
Teorias da aprendizagem
 
Recursos didaticos e multimedia
Recursos didaticos e multimediaRecursos didaticos e multimedia
Recursos didaticos e multimedia
 
AULA_SOBRE SEMINARIO.ppt
AULA_SOBRE SEMINARIO.pptAULA_SOBRE SEMINARIO.ppt
AULA_SOBRE SEMINARIO.ppt
 
Emoções, Sentimentos e Afectos
Emoções, Sentimentos e AfectosEmoções, Sentimentos e Afectos
Emoções, Sentimentos e Afectos
 
MINI AULA KARINA ZACCARON - SENAC
MINI AULA KARINA ZACCARON - SENACMINI AULA KARINA ZACCARON - SENAC
MINI AULA KARINA ZACCARON - SENAC
 
O Plano de Sessão
O Plano de SessãoO Plano de Sessão
O Plano de Sessão
 
Tipos De Aprendizagem
Tipos De AprendizagemTipos De Aprendizagem
Tipos De Aprendizagem
 
Recursos didaticosmultimedia
Recursos didaticosmultimediaRecursos didaticosmultimedia
Recursos didaticosmultimedia
 
Slides para Apresentação acadêmica
Slides para Apresentação acadêmicaSlides para Apresentação acadêmica
Slides para Apresentação acadêmica
 
Aprendizagem significativa 1
Aprendizagem significativa   1Aprendizagem significativa   1
Aprendizagem significativa 1
 
Autoconhecimento
AutoconhecimentoAutoconhecimento
Autoconhecimento
 
Apresentacao Seminario
Apresentacao SeminarioApresentacao Seminario
Apresentacao Seminario
 
Aula 9. modelo de plano de aula
Aula 9. modelo de plano de aulaAula 9. modelo de plano de aula
Aula 9. modelo de plano de aula
 
O ensino de ciências e suas metodológias
O ensino de ciências e suas metodológiasO ensino de ciências e suas metodológias
O ensino de ciências e suas metodológias
 
Competências e habilidades
Competências e habilidadesCompetências e habilidades
Competências e habilidades
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
 
Desenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantilDesenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantil
 

Semelhante a Recursos didáticos

Comousaropowerpoint 100924160422-phpapp01
Comousaropowerpoint 100924160422-phpapp01Comousaropowerpoint 100924160422-phpapp01
Comousaropowerpoint 100924160422-phpapp01
jacira Alice
 
Apoio sugestões de como elaborar slides para apresentações acadêmicas
Apoio sugestões de como elaborar slides para apresentações acadêmicasApoio sugestões de como elaborar slides para apresentações acadêmicas
Apoio sugestões de como elaborar slides para apresentações acadêmicas
Mauro Jonathan M. Santos
 
Reflexões sobre Apresentações de Pesquisa
Reflexões sobre Apresentações de PesquisaReflexões sobre Apresentações de Pesquisa
Reflexões sobre Apresentações de Pesquisa
Tiago Massoni
 
A EvoluçãO Do Professor
A EvoluçãO Do ProfessorA EvoluçãO Do Professor
A EvoluçãO Do Professor
guestf7e95d
 
Apresentação de slides
Apresentação de slidesApresentação de slides
Apresentação de slides
Genilson Damiao
 
Apostila apresentações em_powerpoint
Apostila apresentações em_powerpointApostila apresentações em_powerpoint
Apostila apresentações em_powerpoint
Romulo Mauricio
 

Semelhante a Recursos didáticos (20)

O uso do dvd em sala de aula 2
O uso do dvd em sala de aula 2O uso do dvd em sala de aula 2
O uso do dvd em sala de aula 2
 
Apoiosugestesdecomoelaborarslidesparaapresentaesacadmicas 110103055343-phpapp01
Apoiosugestesdecomoelaborarslidesparaapresentaesacadmicas 110103055343-phpapp01Apoiosugestesdecomoelaborarslidesparaapresentaesacadmicas 110103055343-phpapp01
Apoiosugestesdecomoelaborarslidesparaapresentaesacadmicas 110103055343-phpapp01
 
Dicas apresentacao defesa_tcc
Dicas apresentacao defesa_tcc Dicas apresentacao defesa_tcc
Dicas apresentacao defesa_tcc
 
Como usar o power point
Como usar o power pointComo usar o power point
Como usar o power point
 
Comousaropowerpoint 100924160422-phpapp01
Comousaropowerpoint 100924160422-phpapp01Comousaropowerpoint 100924160422-phpapp01
Comousaropowerpoint 100924160422-phpapp01
 
Apoio sugestões de como elaborar slides para apresentações acadêmicas
Apoio sugestões de como elaborar slides para apresentações acadêmicasApoio sugestões de como elaborar slides para apresentações acadêmicas
Apoio sugestões de como elaborar slides para apresentações acadêmicas
 
Dicas sobre apresentacoes
Dicas sobre apresentacoesDicas sobre apresentacoes
Dicas sobre apresentacoes
 
Workshop: o tablet na educação
Workshop: o tablet na educaçãoWorkshop: o tablet na educação
Workshop: o tablet na educação
 
escola.doc
escola.docescola.doc
escola.doc
 
Movie maker
Movie makerMovie maker
Movie maker
 
Reflexões sobre Apresentações de Pesquisa
Reflexões sobre Apresentações de PesquisaReflexões sobre Apresentações de Pesquisa
Reflexões sobre Apresentações de Pesquisa
 
8 motivos para usar a lousa digital
8 motivos para usar a lousa digital8 motivos para usar a lousa digital
8 motivos para usar a lousa digital
 
Apresentacao-de-slides de TCC, pesquisas .
Apresentacao-de-slides de TCC,  pesquisas .Apresentacao-de-slides de TCC,  pesquisas .
Apresentacao-de-slides de TCC, pesquisas .
 
Perfeitas apresentações
Perfeitas apresentaçõesPerfeitas apresentações
Perfeitas apresentações
 
A EvoluçãO Do Professor
A EvoluçãO Do ProfessorA EvoluçãO Do Professor
A EvoluçãO Do Professor
 
A EvoluçãO Do Professor
A EvoluçãO Do ProfessorA EvoluçãO Do Professor
A EvoluçãO Do Professor
 
Apresentação de slides
Apresentação de slidesApresentação de slides
Apresentação de slides
 
Como fazer apresentações.pdf
Como fazer apresentações.pdfComo fazer apresentações.pdf
Como fazer apresentações.pdf
 
Apostila apresentações em_powerpoint
Apostila apresentações em_powerpointApostila apresentações em_powerpoint
Apostila apresentações em_powerpoint
 
Tablet
TabletTablet
Tablet
 

Mais de Consultua Ensino e Formação Profissional, Lda

Mais de Consultua Ensino e Formação Profissional, Lda (20)

Mviii cots intervenção tecnico-pedagógica do formador
Mviii cots intervenção tecnico-pedagógica do formadorMviii cots intervenção tecnico-pedagógica do formador
Mviii cots intervenção tecnico-pedagógica do formador
 
Mviii cots intervenção tecnico-pedagógica do formador
Mviii cots intervenção tecnico-pedagógica do formadorMviii cots intervenção tecnico-pedagógica do formador
Mviii cots intervenção tecnico-pedagógica do formador
 
4 produtos fitofarmaceuticos
4 produtos fitofarmaceuticos4 produtos fitofarmaceuticos
4 produtos fitofarmaceuticos
 
Introd
IntrodIntrod
Introd
 
Modulo i pf
Modulo i  pfModulo i  pf
Modulo i pf
 
Manual acolhimento
Manual acolhimentoManual acolhimento
Manual acolhimento
 
Ii.4
Ii.4Ii.4
Ii.4
 
Ii.3
Ii.3Ii.3
Ii.3
 
Mi 4 parte ii_01-mpb-2021
Mi 4 parte ii_01-mpb-2021Mi 4 parte ii_01-mpb-2021
Mi 4 parte ii_01-mpb-2021
 
apresentacao_curso_MPB_FNF
apresentacao_curso_MPB_FNFapresentacao_curso_MPB_FNF
apresentacao_curso_MPB_FNF
 
Manual acolhimento
Manual acolhimentoManual acolhimento
Manual acolhimento
 
Metodologia avaliacao de rega de pivot 2021-10
Metodologia avaliacao de rega de pivot  2021-10Metodologia avaliacao de rega de pivot  2021-10
Metodologia avaliacao de rega de pivot 2021-10
 
Metodologia avaliacao de rega de aspersão 2021-11
Metodologia avaliacao de rega de aspersão   2021-11Metodologia avaliacao de rega de aspersão   2021-11
Metodologia avaliacao de rega de aspersão 2021-11
 
09 11 2021 auditoria da rega localizada
09 11 2021 auditoria da rega localizada09 11 2021 auditoria da rega localizada
09 11 2021 auditoria da rega localizada
 
09 11 2021 auditoria da rega localizada
09 11 2021 auditoria da rega localizada09 11 2021 auditoria da rega localizada
09 11 2021 auditoria da rega localizada
 
Ii.4 avaliacao sistema de rega geral uniformidade de rega apresentacao de 8 11
Ii.4 avaliacao sistema de rega geral uniformidade de rega apresentacao de 8 11Ii.4 avaliacao sistema de rega geral uniformidade de rega apresentacao de 8 11
Ii.4 avaliacao sistema de rega geral uniformidade de rega apresentacao de 8 11
 
Ii.4 avaliacao sistema de rega geral eficiência de aplicacao apresentacao de ...
Ii.4 avaliacao sistema de rega geral eficiência de aplicacao apresentacao de ...Ii.4 avaliacao sistema de rega geral eficiência de aplicacao apresentacao de ...
Ii.4 avaliacao sistema de rega geral eficiência de aplicacao apresentacao de ...
 
Ii.3 tecnicas de medicao de pressao apresentação 2021
Ii.3 tecnicas de medicao de pressao apresentação 2021Ii.3 tecnicas de medicao de pressao apresentação 2021
Ii.3 tecnicas de medicao de pressao apresentação 2021
 
Avaliação sistema de rega aspersão
Avaliação sistema de rega aspersãoAvaliação sistema de rega aspersão
Avaliação sistema de rega aspersão
 
Avaliação da rega localizada
Avaliação da rega localizadaAvaliação da rega localizada
Avaliação da rega localizada
 

Último

Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 

Último (20)

Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 

Recursos didáticos

  • 2. Conceito de Recursos Didáticos • Equipamentos e/ou materiais que auxiliam e facilitam o processo de ensino/aprendizagem através da estimulação dos vários sentidos.
  • 3.
  • 4. • Os recursos didáticos constituem um importante auxiliar para o formador; • A sua utilização serve para facilitar a aprendizagem e não para substituir a figura do formador ou os conteúdos.
  • 5. Funções dos Recursos Didáticos na Formação • Ajudar a desenvolver representações corretas; • Ajudar a melhorar e compreender as relações das partes com o todo; • Apoiar na formação de conceitos exatos (temas de difícil compreensão); • Consolidar o espírito crítico; • Dar oportunidade de melhor análise e interpretação.
  • 6. Funções dos Recursos Didáticos na Formação • Dar ênfase à observação e a experimentação; • Despertar a atenção; • Facilitar a apreensão intuitiva e sugestiva de um tema; • Melhorar a retenção da imagem visual e da formação; • Melhorar a fixação e integração da aprendizagem.
  • 7. Vantagens do uso dos Recursos Didáticos • Despertam maior interesse e atenção; • Objetivam o conteúdo das palavras; • Facilitam a compreensão e a troca de ideias; • Ajudam a aplicar e a fortalecer os conhecimentos; • Diminuem o tempo de formação; • Superam limitações físicas.
  • 8. Critérios de Seleção dos Recursos Didáticos • Objetivos de aprendizagem; • Destinatários; • Conteúdos programáticos; • Condicionantes materiais, de espaço e temporais; • A relação custo/benefício.
  • 9. Características de um Recurso Didático
  • 10. Classificação dos Recursos Didáticos RecursosDidáticos Visuais Não Projetáveis /Convencionais Projetáveis Audiovisuais Sonoros Audiovisuais Multimédia
  • 11. Classificação dos Recursos DidáticosVisuais Não Projetáveis /Convencionais Quadros Documentos gráficos Maquetas e Modelos Jogos didáticos Recursos do meio ambiente Outros Projetáveis Episcópio Projetor de diapositivos Retroprojetor Outros
  • 12. Classificação dos Recursos Didáticos Audiovisuais Sonoros Rádio Leitor de CD’s/MP3 Gravador Outros Audiovisuais Câmara de vídeo Câmara fotográfica Televisão e Vídeo Filmes pedagógicos Outros
  • 13. Classificação dos Recursos Didáticos Multimédia Computador Videoprojector Quadro Multimédia Interativo Videoconferência Simuladores/Realidade Virtual Plataformas e ferramentas da web Outros
  • 16. Utilização/Cuidados a ter: • Preparar antecipadamente o que se escreve ou que se coloca no quadro; • Frases curtas – pontos-chave; • Usar materiais de escrita adequados ao tipo de quadro; • Utilizar cores vivas para realçar ideias-chave, títulos e conclusões; • Dar tempo para copiar; • Fazer uma boa gestão do espaço disponível; • Não virar as costas aos formandos quando se está a escrever. Quadros
  • 17. Vantagens: • Como meio visual que é, e não havendo outro de melhor qualidade, o recurso ao quadro melhora a sessão; • Baixo custo; • Elevada durabilidade; • Fácil de utilizar. Desvantagens: • O registo de nova informação implica ter que apagar a anterior; • Fraca qualidade estética; • Pouco adequado a grandes grupos; • Não é dinâmico. Quadros
  • 19. Documentos Gráficos Utilização/Cuidados a ter: • Têm que ser preparados com antecedência; • Devem conter informação estritamente necessária, em função dos objetivos; • Os conteúdos devem ser adaptados às características do público a que se destina; • Têm que ter uma boa qualidade gráfica (cuidado com letragem, utilização da cor, desenho, recorte, colagem, fotografia, …).
  • 20. Documentos Gráficos Vantagens: • Servem para complementar, desenvolver e/ou consolidar conhecimentos; • Melhoram a exposição; • Implicam um baixo custo e são de fácil adaptação aos conteúdos, transporte, utilização e preparação. Desvantagens: • Meios estáticos, sem qualquer animação; • Podem perder a atualidade sobre os conteúdos da formação; • Materiais “pouco amigos” do ambiente; • Requerem algum cuidado na sua preparação e adequação ao grupo.
  • 22. Retroprojetor e Acetatos Utilização/Cuidados a ter (com o retroprojetor): • Garantir que existe um aparelho em boas condições na sala; • Antes do início da ação, a projeção deve ser testada; • A posição correta de utilização é do lado direito do aparelho, de frente para o grupo, comentando o acetato diretamente no retroprojetor com a ajuda de um ponteiro; • Não obstruir a visibilidade do acetato projetado; • Não apanhar com a luz do aparelho diretamente na cara (olhos); • Durante a utilização e logo após, enquanto a ventoinha de arrefecimento estiver ligada, o aparelho não deve ser deslocado, pois pode fundir a lâmpada.
  • 23. Retroprojetor e Acetatos Utilização/Cuidados a ter (com os acetatos): • Devem servir para transmitir mensagens curtas – ideias-chave reforçam a aprendizagem – imagem como complemento da mensagem; • Cuidado para não encher o acetato com muita informação; • Cuidado com a utilização das cores para escrever nos acetatos: as ideais são o azul, o preto, o vermelho e o violeta e nunca mais do que três em simultâneo; • Usar acetatos adequados ao tipo de construção (manual ou informática); • Expor os acetatos somente o tempo necessário e suficiente e com recurso a máscaras.
  • 24. Retroprojetor e Acetatos Vantagens: • É um aparelho pouco dispendioso, de fácil manutenção e muito simples de operar; • Permite manter o contacto visual com os formandos; • Os acetatos, uma vez feitos, estão sempre prontos a ser utilizados em qualquer aparelho; • É possível a construção dos acetatos manualmente, por fotocópia ou por informática; • São bons auxiliares de memória. Desvantagens: • O aparelho provoca ruídos desagradáveis; • Necessita de verificação e ajustes prévios para um bom visionamento; • Custo dos materiais (acetatos/impressões/marcadores).
  • 26. Utilização/Cuidados a ter: • É importante prever possíveis avarias; • Antes do início da ação deve ser testado o equipamento; • Produzir boa acústica e bom visionamento das imagens. Câmara de Vídeo
  • 27. Vantagens: • Permite a filmagem de situações de aprendizagem como o role-playing e/ou autoscopias; • Coloca os formandos perante situações filmadas, reais ou ficcionadas; • O impacto de uma imagem animada é sempre muito grande. Desvantagens: • Nem sempre existe material disponível (dispendioso); • Pode intimidar os formandos; • Autonomia limitada, quando alimentada por bateria; • Exige do formador conhecimentos mais técnicos e especializados para que os resultados sejam satisfatórios. Câmara de Vídeo
  • 29. Utilização/Cuidados a ter: • Fazer as ligações necessárias entre o projetor e o computador e/ou outro aparelho; • Antes do início da ação, a projeção deve ser testada. Vantagens: • Equipamento de fácil transporte; • Possibilita a projeção de imagem e som a partir de um computador, câmara de vídeo, televisor, smartphone, … . Desvantagens: • Equipamento dispendioso; • Requer a acomodação do formador ao aparelho; • Compatibilidade entre equipamentos. Videoprojetor ou Projetor Multimédia
  • 30. E quando algum recurso falha devemos ter sempre um Plano B…