Análise crítica
O nosso grupo concluiu que a tese realizada pela Cristina Silva do Politécnico do
Porto se aproximava mais...
Apesar de todo este conjunto de recursos didáticos ao dispor dos professores, na
realidade verifica-se uma escassa utiliza...
Tecnologias
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tecnologias

168 visualizações

Publicada em

Uso de atividades lúdicas na sala de aula

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
168
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
53
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tecnologias

  1. 1. Análise crítica O nosso grupo concluiu que a tese realizada pela Cristina Silva do Politécnico do Porto se aproximava mais dos objetivos traçados e dos conteúdos propostos da unidade curricular, Tecnologia Educativa. O seu título, O Lúdico na aula de Língua Estrangeira: estratégia de motivação e aprendizagem, vai de encontro aos aspetos que pretendemos inserir no nosso blogue. Vivemos na era digital e as novas tecnologias têm vindo a assumir um peso cada vez maior no panorama educacional atual. No nosso ponto de vista, o uso de atividades lúdicas no contexto de sala de aula de língua estrangeira, neste caso sendo de língua inglesa, é crucial para o desenvolvimento das competências de escrita, auditiva, oral e de leitura, estas possibilitam do mesmo modo o desenvolvimento pessoal e interpessoal do aluno. Gerando um ambiente de cooperação, colaboração e entreajuda, entre aluno-professor e aluno-aluno, promovendo, simultaneamente, a sua autonomia. Consequentemente, o uso de atividades lúdicas pode ser tida como uma ferramenta didática de apoio a professores culturalmente responsáveis, visto que pode funcionar como ponto de partida para a discussão de determinado comportamento nas distintas culturas presentes numa sala de aula. A componente cultural surge destacada, visto que num dado momento, que pode ser de entretenimento, os alunos são confrontados com a cultura da língua alvo, assimilando deste modo os seus costumes e tradições. Podemos incluir nas atividades lúdicas: jogos didáticos, canções, dramatizações, cinema e/ou curtas-metragens, storytelling, entre outros. Esta abordagem pode ser utilizada, de forma transversal, em todas as unidades didáticas de todos os programas da língua inglesa. Estes são alguns benefícios que o uso de atividades lúdicos pode trazer. De seguida apresentamos algumas vantagens destacadas por Berk (2009:2) do uso de vídeos clipes na sala de aula, mas que pode ser estendido a qualquer outra atividade lúdica, a saber: “Build a connection with other students and instructor (o lúdico como elemento de cooperação e colaboração, essencial para um bom aprendente de línguas); Inspire and motivate estudents (o processo de aprendizagem num aluno motivado é mais eficaz que em qualquer outro, o lúdico promove a motivação na aprendizagem); Decreas eanxiety and tension on scary topics (lúdico como facilitador de determinados tópicos que não suscitam o interesse dos alunos por parte dos alunos) ”. 2
  2. 2. Apesar de todo este conjunto de recursos didáticos ao dispor dos professores, na realidade verifica-se uma escassa utilização dos mesmos em contexto de sala de aula, devido essencialmente à falta de disponibilidade ou de conhecimentos técnicos da parte dos professores em implementar atividades extramanual escolar. Em conclusão podemos afirmar que o uso de atividades lúdicas na sala de aula encerra um número infinito de atividades que o docente tem ao seu alcance, e que não se limitam a desenvolver competências orais e escritas, como também permite o ensino de vocabulário, gramática e aspectos culturais da língua alvo. Mesmo que este tipo de métodos não sejam os mais usados nas aulas de língua estrangeira, pensamos que estes são muito úteis e didáticos. Portanto, este projecto tem a pretensão de ajudar a alargar horizontes e abrir caminho para uma mudança metodológica em contexto de sala de aula. Bibliografia:  Silva, Cristina (2013).O Lúdico na aula de Língua Estrangeira: estratégia de motivação e aprendizagem, http://recipp.ipp.pt/bitstream/10400.22/2727/3/DM_CristinaSilva_2013.pdf  Berk, R. A. (2009). Multimedia teaching with video clips: TV, movies, YouTube, and mtvU in the college classroom. International Journal of Technology in Teaching and Learning, 5(1), 1–21. Grupo 4 Carla Meneses Cátia Barbosa Márcio Ferreira Martina Barbosa Mestrado em Ensino de Inglês e Espanhol

×