TECNÓFILO: A EDUCAÇÃO 
INFORMATIZADA 
Aluna: Carolina Dias Almeida 
Prof.: Simão Pedro P. Marinho
Por que utilizar computadores 
nas escolas: 
• Preparação para o mercado de trabalho e 
social atual; 
• Um recurso a mais...
Principais críticas : 
• Críticas de pessoas que acreditam que o 
computador não terá um efeito muito 
grande sobre a educ...
Uma resposta às críticas: 
• Para um maior número de professores, e 
para melhores condições de trabalho para 
os professo...
• Se o meio em que a criança vive é rico e 
variado nas estimulações e recursos que 
fornece, tanto mais rico, diversifica...
Maneiras de Utilizar o 
Computador na Educação 
• É necessário indicar algumas das 
maneiras em que o microcomputador 
pod...
Principais Dificuldades para a 
Introdução do Computador na 
Escola 
• A - Custo do Equipamento 
• - Inexistência de Softw...
Contornando as Dificuldades 
PARCERIA ENTRE 
ESCOLA E 
FABRICANTES DE 
COMPUTADOR 
SOFTWARE 
DIRECIONADO PARA 
EDUCAÇÃO 
C...
Conclusão 
Quando o próprio aluno cria, faz, age 
sobre o software, decidindo o que melhor 
solucionaria seu problema, tor...
Bibliografia 
• CHAVES, Eduardo O. C. O computador 
na educação. Disponível 
em: http://www.ich.pucminas.br/pged/db/w 
q/w...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tecnófilo: A Educação Informativa

95 visualizações

Publicada em

Os beneficios que o computador pode ter na educação das crianças.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Tecnófilo: A Educação Informativa

  1. 1. TECNÓFILO: A EDUCAÇÃO INFORMATIZADA Aluna: Carolina Dias Almeida Prof.: Simão Pedro P. Marinho
  2. 2. Por que utilizar computadores nas escolas: • Preparação para o mercado de trabalho e social atual; • Um recurso a mais para a diminuição das carências, como evasão e à repetência; • Auxilia no desenvolvimento cognitivo.
  3. 3. Principais críticas : • Críticas de pessoas que acreditam que o computador não terá um efeito muito grande sobre a educação • Críticas de pessoas que acreditam que o computador poderá ter um efeito muito poderoso sobre a educação, mas que possa causar um efeito desastroso; • Críticas de pessoas que até acham que o computador possa ter efeitos positivos, mas que acreditam que sua introdução na educação, neste momento, num país como Brasil, não deve ser prioritárias.
  4. 4. Uma resposta às críticas: • Para um maior número de professores, e para melhores condições de trabalho para os professores e de vida e estudo para os alunos, temos que reivindicar recursos que permitam que a educação que estamos oferecendo seja relevante para as condições em que nossos alunos irão viver e trabalhar. • O desenvolvimento intelectual, social e moral da criança ocorre através de uma série de interações com o meio em que está inserida.
  5. 5. • Se o meio em que a criança vive é rico e variado nas estimulações e recursos que fornece, tanto mais rico, diversificado e acelerado será o desenvolvimento da criança. Se esse meio lhe fornece os estímulos, as oportunidades e os recursos para desenvolver sua criatividade e inventividade, para explorar e descobrir, a criança certamente desenvolverá características intelectuais e formas de pensar que favorecerão o pensamento criativo, exploratório, inventivo. • a criança muito cedo aprende a entender e a articular o que é pensamento mecânico e o que não é. Isso lhe poderá permitir, escolher a forma de pensamento mais adequada para resolver problemas.
  6. 6. Maneiras de Utilizar o Computador na Educação • É necessário indicar algumas das maneiras em que o microcomputador pode auxiliar o processo pedagógico: • A - Instrução Programada; • B - Simulações e Jogos; • C - Aprendizagem por Descoberta; • D - Pacotes Aplicativos.
  7. 7. Principais Dificuldades para a Introdução do Computador na Escola • A - Custo do Equipamento • - Inexistência de Software • C - Recursos Humanos • D - Barreiras às Inovações Tecnológicas • - A Falta de Paciência
  8. 8. Contornando as Dificuldades PARCERIA ENTRE ESCOLA E FABRICANTES DE COMPUTADOR SOFTWARE DIRECIONADO PARA EDUCAÇÃO CAPACITAÇAO DOS MULTIPLICADORES INCENTIVO DO GOVERNO NA EDUCAÇÃO CONCIENTIZAÇÃO EM MASSA PELOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO
  9. 9. Conclusão Quando o próprio aluno cria, faz, age sobre o software, decidindo o que melhor solucionaria seu problema, torna-se um sujeito ativo de sua aprendizagem. O computador ao ser manipulado pelo indivíduo permite a construção e reconstrução do conhecimento, tornando a aprendizagem uma descoberta. Compete ao professor e aluno explorarem ao máximo todos os recursos que a tecnologia nos apresenta, de forma a colaborar mais e mais com a aquisição de conhecimento. Ressalta-se ainda que o educando é antes de tudo, o fim, para quem se aplica o desenvolvimento das práticas educativas, levando-o a se inteirar e construir seu conhecimento, por intermédio da interatividade com o ambiente de aprendizado.
  10. 10. Bibliografia • CHAVES, Eduardo O. C. O computador na educação. Disponível em: http://www.ich.pucminas.br/pged/db/w q/wq_pmv/index.htm • ROCHA ,Sinara Socorro Duarte O uso do Computador na Educação: a Informática Educativa. Disponível em: http://www.ich.pucminas.br/pged/db/w q/wq_pmv/index.htm

×