NATHANA ISABELA DE
SOUZA FARIA
Tecnófila
Nas últimas décadas, o Mundo tecnológico cresceu
assustadoramente, ocupando um espaço de grande
importância no dia-a-dia d...
Atualidade
Preparar os alunos para viver e atuar profissionalmente no
século XXI é um dos desafios que a escola encontra.
...
Aprendizagem
As ferramentas computacionais, especialmente a Internet, são recursos ricos em
possibilidades e contribuem co...
Software
O aprendizado por meio de softwares e simulações pelo
microcomputador é utilizado como um complemento útil. Um pr...
Professor
O professor não é mais a única fonte de informação, o transmissor do
conhecimento, aquele que ensina, mas aquele...
O governo
O poder público tem responsabilidade inquestionável na tarefa
de criar condições que contribuam para a autonomia...
Escolas particulares x privada
Muitas escolas particulares estão introduzindo o computador no
processo de ensino e aprendi...
Benefícios
O aprendizado mediado pelo computador é rico e variado nas
estimulações e recursos acelerando o desenvolvimento...
Considerações finais
Para a implantação eficiente dos recursos tecnológicos na
educação são necessários quatro ingrediente...
Fontes
• O computador na educação
Eduardo O. C. Chaves/UNICAMP
• O uso do computador na educação: a informática
educativa
...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Atividade3nathanaisabeladesouzafaria

221 visualizações

Publicada em

Tecnofilia

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
221
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atividade3nathanaisabeladesouzafaria

  1. 1. NATHANA ISABELA DE SOUZA FARIA Tecnófila
  2. 2. Nas últimas décadas, o Mundo tecnológico cresceu assustadoramente, ocupando um espaço de grande importância no dia-a-dia das pessoas. Essa Era carrega consigo a necessidade de frequentes atualizações e investimentos no setor tecnológico e essa tendência aumenta cada vez mais. Os países que desejarem se manter na corrida por suas posições no cenário internacional, tem de se informatizar e essa informatização engloba todos os nichos, sendo um dos principais, a educação. Alguns pontos foram levantados para corroborar essa ideia. A ERA DIGITAL
  3. 3. Atualidade Preparar os alunos para viver e atuar profissionalmente no século XXI é um dos desafios que a escola encontra. Proporcionar recursos que permitam que a educação oferecida seja relevante para as condições em que os alunos irão viver e trabalhar é de fundamental importância. • “A escola tem que preparar cidadãos suficientemente familiarizados com os mais básicos desenvolvimentos tecnológicos, de modo a poder participar no processo de geração e incorporação da tecnologia de que o País precisa para sair do estágio de subdesenvolvimento econômico e de dependência cultural e tecnológica em que se encontra. E a informática está no centro de toda essa tecnologia.” • “A Internet possibilita um intercâmbio entre localidades distantes, gerando trocas de experiências e contato com pessoas de outros países. Essas “pontes” que hoje existem entre diferentes mundos representam o único meio de acesso para quem não vive perto dos grandes centros urbanos.”
  4. 4. Aprendizagem As ferramentas computacionais, especialmente a Internet, são recursos ricos em possibilidades e contribuem com a melhoria do nível de aprendizagem promovendo a construção do conhecimento. Seu papel não é apenas informativo, mas, o produto da relação entre o sujeito e seu conhecimento resultando em descobrimento, construção e modificação de seu próprio conhecimento. • “o computador é uma máquina que possibilita testar ideias ou hipóteses, que levam à criação de um mundo abstrato e simbólico, ao mesmo tempo em que permite introduzir diferentes formas de atuação e interação entre as pessoas.” A auto-aprendizagem é um elemento presente nesse formato de ensino. Ela acontece no processo de exploração e investigação e traz consigo o prazer da descoberta , pois o aprender deve ser algo agradável e divertido e não mera obrigação. • “Um ponto fundamental é o fato da criança não precisar de se preocupar o tempo todo com caligrafia, rasuras e com a apresentação do texto. Se o programa tem um verificador de ortografia a criança pode, no ato de redigir, concentrar-se na tarefa de encontrar o que dizer e como dizer coerentemente e pode alterar sua redação até que esta fique de seu agrado.” Inclusão social - As crianças portadoras de alguma deficiência física, que torna a escrita difícil ou mesmo impossível, conseguem se comprometer e ter um total envolvimento na nova experiência
  5. 5. Software O aprendizado por meio de softwares e simulações pelo microcomputador é utilizado como um complemento útil. Um programa didático e eficiente abre portas para o aluno ter experiências que não seriam possíveis de se reproduzir. Jogos também proporcionam uma aprendizagem rica e complexa adicionado à uma experiência agradável: é, ele próprio, parte integrante daquela experiência. • “Jogos pedagógicos através do computador derivam grande parte de seu valor e de sua atração do fato de que podem ser incomparavelmente mais complexos e desafiadores do que seus pares não computadorizados. Um só jogo pode servir como contexto para a aprendizagem de múltiplos conceitos e variadas habilidades, de natureza bastante sofisticada”. • “Nessa interação pode também o próprio aluno criar e modificar o software, decidindo o que melhor solucionaria seu problema, torna- se um sujeito ativo de sua aprendizagem. Esse novo modelo cognitivo permite que, o computador ao ser manipulado pelo indivíduo, haja construção e reconstrução do conhecimento, tornando a aprendizagem uma descoberta.”
  6. 6. Professor O professor não é mais a única fonte de informação, o transmissor do conhecimento, aquele que ensina, mas aquele que faz aprender. Ele se torna um “mediador” entre o conhecimento e a realidade, trabalhando no processo de aprendizagem buscando não só absorção dos conteúdos por parte dos alunos, mas também o desenvolvimento de habilidades, competências, inteligências, atitudes e valores. Nesses termos, a Tecnologia age como auxiliadora de professores e alunos, para uma aprendizagem mais consistente e dinâmica. • “A Informática Educativa privilegia a utilização do computador como a ferramenta pedagógica que auxilia no processo de construção do conhecimento. O computador é um meio e não um fim. ” • “A utilização das tecnologias no ambiente escolar contribui para mudança de paradigmas, e sobretudo, para o aumento da motivação em aprender pois as ferramentas de informática exercem um fascínio em nossos alunos.”
  7. 7. O governo O poder público tem responsabilidade inquestionável na tarefa de criar condições que contribuam para a autonomia cultural e tecnológica da nação. Consequência disso é a diminuição da distância que separa o Brasil das nações mais desenvolvidas. • “Tentar impedir que se desenvolvam iniciativas de introdução de computadores na educação sob a alegação de que há várias outras coisas que são mais prioritárias no país, e que deveriam ser atendidas antes, é assumir a atitude de passividade daqueles que, não podendo fazer tudo o que querem, resolvem não fazer nada.” • “Usar o computador na sala de aula é tão prioritário quanto a merenda escolar. Decidir o que é prioritário e o que não é, é algo complicado, em que todos nós corremos o risco de procurar impor nossas preferências pessoais.”
  8. 8. Escolas particulares x privada Muitas escolas particulares estão introduzindo o computador no processo de ensino e aprendizagem. Como a iniciativa pública é morosa, se se manter essa maneira diferenciada de usar o computador em escolas mais ricas e mais pobres, um novo tipo de discriminação poderia aparecer, mesmo que o computador se tornasse disponível a todas as escolas. • “A escola publica não pode ignorar esse fato, permitindo, assim, que o tipo de educação que é oferecido na escola publica se distancie ainda mais do ensino ministrado na escola particular. Quando temos um sistema de ensino deficiente (o que é claro pelos resultados dos alunos brasileiros das escolas públicas) deve-se considerar que quaisquer melhorias do processo ensino-aprendizagem serão bem- vindas. E não apenas usar o recurso mas saber como usar.” • “O que está começando a transparecer agora é que mesmo quando as escolas que servem aos segmentos menos favorecidos introduzem computadores no ensino, seu uso tende a ser dominado por instrução programada, enquanto nas escolas mais ricas os principais usos do computador são ou para estimular a criatividade ou para aumentar a eficiência pessoal.”
  9. 9. Benefícios O aprendizado mediado pelo computador é rico e variado nas estimulações e recursos acelerando o desenvolvimento da criança. O computador cria condições para que ela desenvolva a habilidade de discernir a forma é mais apropriada, e, quando confrontada com algum problema, ela conseguirá escolher a forma de pensamento mais adequada para resolvê-lo. O contato orientado da criança com o computador em situação de ensino- aprendizagem contribui positivamente para: • O aceleramento de seu desenvolvimento cognitivo e intelectual • O desenvolvimento do raciocínio lógico e formal • A capacidade de pensar com rigor e sistematicidade • A habilidade de inventar ou encontrar soluções para problemas • O pensamento criativo, exploratório e inventivo. • Possibilita o desenvolvimento do foco de atenção- concentração;
  10. 10. Considerações finais Para a implantação eficiente dos recursos tecnológicos na educação são necessários quatro ingredientes básicos: • o computador • o softwareeducativo • o professor capacitado para usar o computador como meio educacional • o aluno. Entretanto é necessário citar que a iniciativa pública na aquisição desses novos equipamentos bem como uma resposta positiva e operante da sociedade podem ser catalizadores para o sucesso dessa nova empreitada. Precisamos ser o “Brasil, um pais de todos” na inclusão social, na era digital, no crescimento tecnológico e no repensar dos instrumentos necessários para que a educação seja acessível e democratizada.
  11. 11. Fontes • O computador na educação Eduardo O. C. Chaves/UNICAMP • O uso do computador na educação: a informática educativa Sinara Socorro Duarte Rocha

×