Classificação Biológica

388 visualizações

Publicada em

Aula 9 sobre Classificação Biológica (Taxons, sistemática filogenética, Lineu) Biologia, Prof Carlos Priante. Turma preparatório ENEM, Escola Fatorial.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Classificação Biológica

  1. 1. Prof Carlos Priante AULA 9
  2. 2. Inicio da Classificação • Classificar é agrupar de acordo com suas características comuns. • O ramo da Biologia que se ocupa em classificar os seres vivos é denominada Taxonomia. • O homem classificava os seres vivos a partir de suas observações práticas – venenoso e não venenoso – agressivo e não agressivo – voadores e não voadores
  3. 3. Carl Von Linée (Lineu) • Cientista sueco (1707-1778) • Propôs um Sistema de Classificação que serviu de base para o que usamos atualmente • Divisão dos seres vivos em grupos de classificação (Taxons) • Em seguida (aos trabalhos de Darwin e Russel Wallace) houve o uso de critérios mais complexos – Anatomia – Fisiologia – Aspectos evolutivos – Composição química
  4. 4. • Lineu propôs classificar hierarquicamente os seres vivos, usando como unidade a Espécie, uma categoria taxonômica básica. • Espécie: Conjunto de seres semelhantes, capazes de cruzar entre si e gerar descendentes férteis • Logo em seguida as espécies semelhantes foram agrupadas em gêneros, que por sua vez foram unidos em ordens, classes e as classes agrupadas em reinos
  5. 5. Categorias Taxonômicas REINO FILO CLASSE ORDEM FAMÍLIA ESPÉCIE GÊNERO Animalia Chordata Mammalia Carnívora Canidae Canis Canis familiaris
  6. 6. • Segundo o Código Internacional de Nomenclatura Zoológica: • Não obrigatórios: — Subfilo superfamília — Infra-classe subfamília — Superordem subgênero — Subordem subespécie • Divisão em 5 reinos (Whittaker-1969): – Monera Protista – Fungi Vegetal (Metáfita) Animal (Metazoa)
  7. 7. E os vírus??? • Não são classificados em nenhum dos reinos • Não apresentam células
  8. 8. Nomenclatura Científica • Binomial Ex.: Homo sapiens • Em latim • Destacado em relação ao texto onde estiver escrito (itálico ou sublinhado) • Primeiro nome com inicial maiúscula (gênero)e o segundo com a inicial minúscula (espécie)
  9. 9. • Obs.: Trypanosoma Cruzi -> homenagem a Oswaldo Cruz • Ao aparecer pela primeira vez num texto, deve ser escrito por extenso. Nas demais vezes, pode-se abreviar. Taenia solium -> T. solium • Para indicar subgênero Anopheles (Kertesia) bellator
  10. 10. • Nome de subespécie deve ser trinomial Cobra coral verdadeira: Micrurus frontalis Subespécie de Santa Catarina: Micrurus frontalis multicinctus • O nome de uma família é dado a partir de um dos gêneros que ela engloba, acrescentando o sufixo idae Canis -> Canidae Homo -> Hominidae
  11. 11. Sistemática Filogenética • Considera um grande número de caracteres como os anatômicos, fisiológicos, comportamentais e moleculares para explicar o grande número de populações originadas. • Essa diversidade originada por processos evolutivos é resultado por: • Cladogênese: ruptura da população original, gerando duas populações (barreiras geográficas) • Anagênese: um caráter muda em uma população ao longo do tempo (mutações)
  12. 12. CLADOGRAMA

×