Doenças por não fazer exercício físico

48.335 visualizações

Publicada em

3 comentários
11 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
48.335
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
284
Comentários
3
Gostaram
11
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Doenças por não fazer exercício físico

  1. 1. EB1/JI da BelaDaniela Filipa Teixeira Moura
  2. 2. Principais doenças  Diabetes Sedentarismo  Osteoporose Aterosclerose Obesidade  Doenças Hipertensão arterial pulmonares  Problemas cardíacos
  3. 3. O sedentarismo O sedentarismo é a falta de atividade física suficiente para o corpo e que também acaba afetando a saúde e atrofiando os músculos. Quando se fala em atividade física, ela não está necessariamente apenas na prática de desportos. As atividade físicas podem ser caminhada até o trabalho, subir escadas, realizar alguns esforços físicos ou até mesmo as donas de casa, que de certa forma fazem esforços, limpando suas casas. O Sedentarismo acontece quando a pessoa gasta poucas calorias diárias com qualquer tipo de atividade física, pessoas que não tem costume de fazer qualquer exercício. Para sair da classificação do sedentarismo, o ser humano precisa gastar 2.200 calorias por semana.
  4. 4. 60% da população A falta de atividade física causa o sedentarismo que como consequência traz o aparecimento de doenças como a hipertensão, doenças respiratórias, diabetes, aumento de colesterol, enfarto e também distúrbios cardíacos. Hoje não se pratica nenhum tipo de atividade física.
  5. 5. Aterosclerose;  É uma doença inflamatória crónica caracterizada pela formação de atermos dentro dos vasos sanguíneos. Os atermos são placas, compostas especialmente por límpidos e tecido fibroso, que se formam na parede dos vasos. Levam progressivamente à diminuição do diâmetro do vaso, podendo chegar à obstrução total do mesmo. A aterosclerose em geral é fatal quando afecta as artérias do coração ou do cérebro, órgãos que resistem apenas poucos minutos sem oxigénio.
  6. 6. Obesidade  Segundo estudos recentes, mais de metade da população portuguesa (53%) tem excesso de peso e muitos são os que já sofrem de obesidade mórbida que os obriga a colocar “bandas gástricas” no estômago para não comerem demais e poderem ter alguma mobilidade ou qualidade de vida no seu dia a dia. Tudo isto porque as pessoas vivem para comer, em vez de comer para viver...
  7. 7. Hipertensão arterial É uma doença crónica determinada por elevados níveis de pressão sanguínea nas artérias, o que faz com que o coração tenha que exercer um esforço maior do que o normal para fazer circular o sangue através dos vasos sanguíneos. A pressão sanguínea envolve duas medidas, diastólica e diastólica, referentes ao período em que o músculo cardíaco está contraído
  8. 8. Existem dois tipos principais de diabetes: Diabetes tipo 1 - que é causada pela destruição das células do pâncreas que produzem a insulina. Manifesta-se habitualmente antes dos 30 anos de idade mas pode ocorrer em qualquer idade.
  9. 9.  Diabetes tipo 2 - é muito mais frequente e representa cerca de 90- 95% de todos os casos de diabetes a nível mundial. Esta forma de diabetes ocorre quase inteiramente em adultos e resulta da incapacidade do organismo em responder à acção da insulina.
  10. 10. Osteoporose É uma doença que atinge os ossos. Caracteriza-se quando a quantidade de massa óssea diminui substancialmente e desenvolve ossos ocos, finos e de extrema sensibilidade, mais sujeitos a fraturas. Faz parte do processo normal de envelhecimento, e é mais comum em mulheres do que em homens.
  11. 11. A evolução da osteoporose A doença progride lentamente e raramente apresenta sintomas antes que aconteça algo de maior gravidade, como uma fraturas, que costuma ser espontânea, isto é, não relacionada a trauma. Se não forem feitos exames diagnósticos preventivos a osteoporose pode passar despercebida, até que tenha gravidade maior. A osteoporose pode ter sua evolução retardada por medidas preventivas.
  12. 12. Doenças pulmonares Doenças das vias respiratórias Essas doenças afetam os tubos (vias) que transportam oxigénio e outros gases para e dos pulmões. Elas geralmente causam o estreitamento ou o bloqueio das vias aéreas. Elas incluem asma, enfisema e bronquite crónica. Pessoas com doenças das vias respiratórias às vezes descrevem a sensação como "tentar expirar através de um canudo".
  13. 13. Problemas cardíacos Sinais de um ataque cardíaco podem incluir náuseas, suores, falta de ar, tonturas, desmaios, sentimento de ansiedade, dificuldade em engolir, vómito, zumbido súbito nos ouvidos, perda da voz. No ataque cardíaco (angina), a pessoa pode sentir uma intensa pressão para o coração. Uma forte dor é produzida, que pode durar vários minutos, muitas vezes estendendo-se para o ombro, braço, pescoço ou maxilar.
  14. 14. Para o professor Bruno Reimão

×