Segurança e medicina do trabalho aula2

535 visualizações

Publicada em

Aula 2 do módulo de Segurança do trabalho.
Acidentes de trabalho e sua prevenção.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
535
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Segurança e medicina do trabalho aula2

  1. 1. Acidente de trabalho e as suas condições.
  2. 2. • Conceito de acidente de trabalho definido pela lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991, da Previdência Social –“Acidente de trabalho é o que ocorre no exercício do trabalho a serviço da empresa (...), provocando a lesão corporal ou perturbação funcional que cause a morte, ou perda, ou ainda a redução permanente ou temporária da capacidade para o trabalho.” Acidente de trabalho - Definição
  3. 3. ACIDENTE X LESÃO •Pode acontecer de haver um acidente sem que haja lesão?
  4. 4. ACIDENTE x LESÃO • Quando falamos em acidente, temos logo a caracterização de uma lesão. – Porém é conveniente separar lesão de acidente. • LESÃO É UMA CONSEQUÊCIA DO ACIDENTE. – Podemos ter um acidente sem pessoas feridas ou lesionadas. • A chave principal para um combate eficaz aos agentes causadores de acidentes é conhecer o agente.
  5. 5. AGENTE DE EXPOSIÇÃO Ruído Gases, poeiras, e vapores tóxicos Iluminação inadequada Posturas inadequadas, vibrações Equipamentos sem proteção/objetos em local inadequado Canalizações de vapor sem proteção Temperaturas extremas Ferramentas ou equipamentos elétricos sem proteção no condutor de corrente ou sem aterramento Piso irregular
  6. 6. AGENTE DE EXPOSIÇÃO TIPO DE ACIDENTE OU DOENÇA Ruído Perda auditiva Gases, poeiras, e vapores tóxicos Intoxicações e dermatites Iluminação inadequada Problemas visuais Posturas inadequadas, vibrações Problemas de estrutura óssea Equipamentos sem proteção/objetos em local inadequado Corte, contusão, prensagens, esmagamentos, escoriações, perfurações Canalizações de vapor sem proteção Queimaduras por contato Temperaturas extremas Pneumonia Ferramentas ou equipamentos elétricos sem proteção no condutor de corrente ou sem aterramento Choque elétrico, queimadura, morte Piso irregular Queda da própria altura
  7. 7. • O conjunto de elementos que temos a nossa volta constituem o nosso ambiente – Edificações, equipamentos, umidade do ar, iluminação, as próprias pessoas, etc. • Em locais de trabalho, a combinação desses elementos gera produtos e serviços • Condição ambiental: União de todos os elementos e ações acima citados CONDIÇÃO AMBIENTAL
  8. 8. ESTUDO DO AMBIENTE • A condição a que os trabalhadores estão expostos determinam a sua produtividade. • Condição Insegura – Condição que expõe o trabalhador ao risco de acidente. – Quando fora de controle causam sérios transtornos à empresa • Lesões à saúde do trabalhador; • Tende a produzir menos e com baixa qualidade; • Afastamento da área de trabalho pelo maior tempo possível. • O contrário dessa situação – Ambiente controlado; – Promove o bem estar ao trabalhador; – Melhor desempenho da função e com maior qualidade.
  9. 9. CONDIÇÃO INSEGURA - TIPOS • RUÍDO EXCESSIVO; • DESCONFORTO TÉRMICO (CALOR OU FRIO); • UMIDADE DO AR; • VIBRAÇÕES; • ILUMINAÇÃO DEFICIENTE OU EXCESSIVA; • RITMO EXCESSIVO DE TRABALHO; • MONOTONIA EM TRABALHOS REPETIDOS; • DESCONFORTO ERGONÔMICO.
  10. 10. • Pisos e escadas com irregularidades ou escorregadios; • Arrumação de máquinas, equipamentos e etc. de forma inadequada; • Ferramentas manuais e elétricas com defeito, improvisadas ou desgastadas; • Iluminação improvisada ou inadequada; • Ventilação deficiente; • Máquinas e equipamentos sem proteção e dispositivos de segurança CONDIÇÕES INSEGURAS
  11. 11. ATO INSEGURO • Risco do processo causado pelo próprio trabalhador. • Surgem através de falha humana – Atitude de imprudência; – Atitude de imperícia; – Atitude de negligência. • É altamente necessária a educação e a conscientização do trabalhador.
  12. 12. • Envolvem a maioria dos acidentes – Responsável por 80% dos acidentes de trabalho; – Os demais são: • Condições inseguras; • Forças naturais (terremoto, enchentes, raios, vendavais, etc.). • Falha humana – Para minimizar se faz necessário enfatizar a área educativa. ATO INSEGURO
  13. 13. • Conversas desnecessárias ou brincadeiras; • Desobedecer a avisos e normas de segurança; • Correr durante os horários de refeição e saída de turno; • Retirar partes e dispositivos de proteção das máquinas; • Colocar materiais em locais indevidos – Passagem, saídas de emergência e equipamentos contra incêndio. • Fumar ou acender chamas em locais proibidos; • Executar tarefas sem o conhecimento técnico ou sem autorização; ATO INSEGURO – Casos mais comuns
  14. 14. IIIIIIHHHH! O que pode ser? • Imagens com situações onde ocorre um risco de acidente. • Mas ele está sendo causado por condição insegura ou ato inseguro?
  15. 15. Ato ou Condição insegura?
  16. 16. • Futuro próximo: Trabalhadores não irão desenvolver atividades em ambientes coloquem em risco a sua integridade. • Atualmente, ainda há situações em que o homem é obrigado a enfrentar condições desfavoráveis. – Visíveis; – Invisíveis, aparentemente inofensivas. • HIGIENE DO TRABALHO – As condições ambientais que apresentam risco à saúde do trabalhador. HIGIENE DO TRABALHO
  17. 17. • Há vários fatores de risco que afetam o trabalhador nas suas tarefas diárias. • Alguns atingem grupos específicos de profissionais – Mergulhadores: Submetidos a altas pressões e baixas temperaturas; • Usam roupas especiais e passam por cabines de compressão e descompressão. • Outros não escolhem profissão – Agridem trabalhadores de diferentes áreas de maneira sutil, praticamente imperceptível; – Estes últimos são os mais perigosos. • Porque são ignorados. HIGIENE DO TRABALHO

×