O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Copywriting e neuromarketing

1.251 visualizações

Publicada em

Dicas básicas para desenvolver textos que gerem conversão em vendas, usando técnicas de Copywriter e Neuromarketing

Publicada em: Marketing
  • Seja o primeiro a comentar

Copywriting e neuromarketing

  1. 1. Copywriting e Neuromarketing Dicas básicas para desenvolver textos Com conversão em vendas Adriana Almeida
  2. 2. Assuntos abordados  Público alvo  Texto que vende  Título que atrai  Gatilhos mentais Adriana Almeida
  3. 3. Definindo o público alvo Adriana Almeida
  4. 4. Adriana Almeida Definir público alvo não é somente especificar gênero, faixa etária, escolaridade e região onde moram ou trabalham.
  5. 5. Avaliar comportamentos e necessidades define a persona com mais precisão do que métricas demográficas. Estes dados são, sim, importantes, mas o principal é saber Adriana Almeida
  6. 6.  Adote o hábito de perguntar "o que você sente?" ao invés de "qual sua opinião sobre isso?", para descobrir as reais motivações do seu cliente. Pesquise do jeito certo Adriana Almeida
  7. 7.  Qual necessidade do cliente seu produto/serviço está resolvendo? Você tem certeza de que sabe essa resposta? Pesquise do jeito certo Adriana Almeida
  8. 8. "O motivo pelo qual as pessoas vão ao cinema e pagam 3 vezes mais do que o aluguel de um DVD, é a possiblidade de sair com amigos e ver gente fora do seu apartamento sufocante de 80 metros quadrados" (Jürguen Klaric) Entenda o que seu público quer Adriana Almeida
  9. 9.  Questionários são bons, mas nada supera a eficiência de uma boa conversa. Converse com o seu público! Pesquise do jeito certo Adriana Almeida
  10. 10. Descubra o que querem e o que não querem Sonhos e prazeres • O que desejam no seu íntimo? • Qual o seu maior prazer? • Do que sentem falta? • Com o que se divertem? • O que toca suas emoções? • O que desejam ter e ser? Medos e dores • Com o que se preocupam? • Quais suas angústias? • Do que têm medo? • O que lhes irrita? • Que traumas carregam? Adriana Almeida
  11. 11. Com estas respostas mais fácil desenvolver uma comunicação que gere resultados Adriana Almeida
  12. 12. Adriana Almeida
  13. 13. Copywriter – A arte de escrever textos que vendem Adriana Almeida
  14. 14. Sabendo o que seu público alvo quer, e o que ele não quer, desenvolva textos focado em: Aumentar o prazer Diminuir a dor Adriana Almeida
  15. 15. Nunca, jamais, em momento algum, fale do seu produto/serviço já nos primeiros parágrafos. O melhor texto de venda é sempre aquele que Pra começar ... *Normalmente as pessoas “se armam” quando são abordados por vendedores Adriana Almeida
  16. 16. Estrutura básica de um bom texto Começo •Comece com uma abordagem rápida e resumida do assunto que vai tratar •Seja interessante: as 3 primeiras linhas são as mais importantes. Se você não conseguir captar a atenção do leitor até aqui, você o perde. Meio •Detalhe, discorra, sobre o assunto que você está abordando. •Seja objetivo, não enrole. Textos longos são cansativos e maçantes. •AINDA NÃO É HORA DE VENDER! Mas você pode falar de dores/desejos que seu produto/serviço atende. Desperte o desejo de ter esses benefícios. Fim •Último parágrafo: encerre com uma conclusão, um resumo. Finalize!! Não deixe o leitor com a sensação de que faltou alguma coisa. •E sim, neste momento você pode dar uma reforçada (sem vender) nos problemas que seu produto/serviço resolve. Adriana Almeida
  17. 17. Chame a ATENÇÃO Desperte o INTERESSE Crie o DESEJO Incentive uma AÇÃO Outra boa regra para guiar sua escrita: adote a sequência AIDA* *Sempre com o cuidado de não deixar que o leitor perceba que você quer lhe vender algo Adriana Almeida
  18. 18.  Conte uma história  Cases de sucesso  Tutoriais  Dicas  Assuntos da atualidade  Informações sobre ferramentas para facilitar a vida  Informações úteis Dicas de sobre o que escrever: *Focando sempre em “aumentar o prazer”(trazer um estímulo positivo) ou “diminuir a dor! (resolver um problema). Adriana Almeida
  19. 19. Fontes de inspiração Escute as pessoas •Sobre o que elas falam? O que elas querem? Ouça suas dores, desejos sonhos, dúvidas, medos. Esta é sua principal fonte de inspiração. Participe de grupos e comunidades •Veja quais são os assuntos mais comentados em grupos e comunidades da sua área de atuação. Esteja por dentro das últimas notícias •Jornais, revistas, mídias televisivas. Procure se manter informado. Atualidades também podem ser boa fonte de inspiração. Leia livros •Cada autor tem uma forma pessoal de escrever. Ver como outros escrevem, as palavras e expressões que usam vai lhe ajudar a ficar mais fluente na sua escrita. Adriana Almeida
  20. 20.  Seja natural. Escreva como se converssasse com o leitor, usando a mesma linguagem do seu público alvo. Dicas extras: Adriana Almeida
  21. 21.  Não exagere no tamanho do texto. Salvo raríssimas exceções, textos com mais de uma página tendem a desestimular a leitura dos visitantes. Dicas extras: Adriana Almeida
  22. 22.  Não publique logo depois de escrever. Antes de publicar, dê um tempo. Leia e releia seu texto, mostre para outra pessoa e veja se ele realmente está dando o impacto que você esperava. Dicas extras: Adriana Almeida
  23. 23. Escrevendo um bom título Leia-me Adriana Almeida
  24. 24.  O título é a última coisa que você escreve. É mais fácil criar um título pra um texto do que um texto pra um título. Você pode (deve) ter uma linha de raciocínio, um tema que lhe guie antes de começar a escrever, mas deixe pra definir o título só depois do texto pronto. Escrevendo um bom título Adriana Almeida Leia-me
  25. 25.  Por outro lado, título é a primeira coisa que o leitor vai ver. Faça com que fique curioso, interessante, chamativo. Ele não é apenas um rótulo. Ele é o ímã que vai despertar no leitor o desejo de ler o seu texto. Escrevendo um bom título Adriana Almeida Leia-me
  26. 26.  4 coisas que você precisa saber sobre...  Veja como aumentar sua produtividade em 20%  As 10 melhores atividades que você pode fazer para emagrecer;  5 dicas para você se concentrar melhor nos estudos. Use números: listas, tópicos, índices tendem a deixar os títulos mais atrativos: Adriana Almeida Leia-me
  27. 27.  Coloque palavras chaves no título do seu texto. Isso otimiza a postagem nas buscas orgânicas. Tenha uma lista de 10/20 palavras chaves do seu negócio para escolher as que usar quando for escrever um texto. Otimizando seu texto para buscas orgânicas (SEO) Adriana Almeida Leia-me
  28. 28. Para dar mais ênfase, troque palavras comuns por sinônimos mais atrativos Leia-me Troque estas Por estas Pouco tempo: Corpo definido em pouco tempo A jato: Corpo definido a jato Preocupação: Encare os desafios sem preocupações extras Pânico: Encare os desafios sem entrar em pânico Bonito: Dicas de make bonito para noites especiais Sexy: Dicas de make sexy para noites especiais Bom: Boas dicas pra você melhorar sua produtividade Matador: Dicas matadoras pra você melhorar sua produtividade Aumentar: Aumente seus ganhos financeiros Turbinar: Turbine seus ganhos financeiros Perder: Perca 5 quilos em 1 mês Detonar: Detone 5Kg em 1 mês Adriana Almeida
  29. 29. Gatilhos mentais - Palavras que atraem e estimulam Adriana Almeida
  30. 30. Gatilhos mentais são palavras que, quando usadas de forma adequada, impulsionam o desejo de ler seu texto e de seguir suas dicas (no caso, comprar o que você sutilmente indicou). Adriana Almeida
  31. 31. Alguns gatilhos são apelos universais: atendem às necessidades básicas mais comuns Aumentar prazer Diminuir dor Obter conforto Evitar dor física Ser popular Evitar esforço Atrair o sexo oposto Ter liberdade Fazer sucesso Economizar tempo Ganhar dinheiro Evitar problemas Ter prazer Evitar perda de dinheiro Ter saúde Superar medos Adriana Almeida
  32. 32. Palavras que funcionam como gatilhos mentais: Mais por menos Apenas, Somente, Oferta Barato, Economia, Desconto, Menos Urgência Agora, Já, Hoje, Garanta, Imediato, Acabando, Final, Urgente, Última semana Credibilidade Original, Verdadeiro, Oficial, Garantia, Genuíno, Premiado, Valioso, Comprovado, Garantido, Seguro Exclusividade Exclusivo, Único, Singular, Limitado, Raro, Confidencial, Pioneiro, Escasso Informação privilegiada Descubra, Por dentro, Descoberta, Segredo, Revelado, A verdade sobre, Proibido Adriana Almeida
  33. 33. Palavras que funcionam como gatilhos mentais: Facilidade Passos, Fácil, Rápido, Dica, Simples, Passo a passo, O guia, Primeiros passos, Básico Inclusão Também, Nós, Faça parte, Grupo Diferenciação Melhor, Mais, Maior, Menor, Primeiro Emocionais Incrível, Espetacular, Sensacional, Genial, Maravilhoso, Revolucionário, Excelente Prova social O mais usado, Milhares de pessoas já conhecem, Centenas de mulheres usando Todos querem, Depoimentos, Nossos clientes, Eles compraram Adriana Almeida
  34. 34. E, o mais forte de todos, o gatilho... Acredite, o magnetismo dessa palavra é muito forte! Use-a com estratégia e confira os resultados! Destaque para estes gatilhos mentais: de Proximidade Adriana Almeida
  35. 35. Agora, revisando... Adriana Almeida
  36. 36. Defina bem seu público alvo Adriana Almeida É impossível alcançar bons resultados com um texto sem conhecer os desejos e as dores do seu público.
  37. 37. Escreva com técnicas de Copywriter Adriana Almeida Não seja um “vendedor”. Ao invés de falar das características do seu produto/serviço, fale das vantagens que o cliente terá se adquiri-lo e faça isso escrevendo histórias ou listas com dicas e sugestões, não carta de vendas.
  38. 38. Capriche no título Leia-me Adriana Almeida Se o leitor não se interessar por ele, não vai se interessar pelo resto.
  39. 39. Aprenda a usar Gatilhos Mentais Adriana Almeida Use para atrair, use para prender a atenção, use para envolver, use para despertar o desejo de adquirir seu produto/serviço.
  40. 40. Dicas de leitura Adriana Almeida
  41. 41. /adrianaalmeida1 /adrianaalmeidamkt /AdrianaAlmeida.MarketigDigital adrianaldealmeida@gmail.com Meus contatos
  42. 42. Obrigada!

×