SlideShare uma empresa Scribd logo

I tópica Aula da Analizzare em Pará de minas

Joao António Fernandes
Joao António Fernandes
Joao António FernandesPsicanalista em Analizzare - Formação em Psicanálise

Aula ministrada na Analizzare em Pará de Minas - Apresentação topográfica do aparelho psíquico de Freud, referida na sua obra - Vol.I - Projeto para uma psicologia científica.

I tópica Aula da Analizzare em Pará de minas

1 de 51
Baixar para ler offline
Primeira Tópica
Psicanálise e Neurociência
Ics
Ic s
I tópica   Aula da Analizzare em Pará de minas
Assim reunimos ânimo
suficiente para presumir
que haja um terceiro
sistema de neurônios – ,
talvez [pudéssemos
chamá-lo] – que é excitado
junto com a percepção,
mas não com a
reprodução, e cujos
estados de excitação
produzem as diversas
Vol.I – Projeto para uma Psicologia científica.
I tópica   Aula da Analizzare em Pará de minas
O Ics só existe porque eventos
diversos se mostraram ao corpo que
sente.
A repetição desses eventos levou à
incorporação dessa forma de atuação,
constituindo-se em lei psíquica,
adquirindo uma automatização.
Perdidos no tempo, os atos
involuntários que se mostram, nada
Sabemos que existe o Ics, em virtude
desses atos não serem controlados
pela nossa mente.
Assim, a vontade do sujeito que
pensa percebe-se diferente do ser
vivo que sente, dando-nos a
verdadeira dimensão do Ics e Cs
A psicanálise vai em busca desse
sentir, que uma vez dissociado do
pensar, pode originar conflitos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Coem 2011-aula-20-emancipacao da-alma
Coem 2011-aula-20-emancipacao da-almaCoem 2011-aula-20-emancipacao da-alma
Coem 2011-aula-20-emancipacao da-almaAlice Lirio
 
090121 transmissão oculta do pensamento-letargia, catalepsia e mortes aparent...
090121 transmissão oculta do pensamento-letargia, catalepsia e mortes aparent...090121 transmissão oculta do pensamento-letargia, catalepsia e mortes aparent...
090121 transmissão oculta do pensamento-letargia, catalepsia e mortes aparent...Carlos Alberto Freire De Souza
 
Emancipação Parcial da Alma 2
Emancipação Parcial da Alma 2Emancipação Parcial da Alma 2
Emancipação Parcial da Alma 2Graça Maciel
 
2.8.3 Letargia, catalepsia e mortes aparentes
2.8.3   Letargia, catalepsia e mortes aparentes2.8.3   Letargia, catalepsia e mortes aparentes
2.8.3 Letargia, catalepsia e mortes aparentesMarta Gomes
 
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)Maria Salete da Cunha
 
07 perispírito e doenças
07   perispírito e doenças07   perispírito e doenças
07 perispírito e doençasjcevadro
 
Emancipação da Alma - Desdobramento
Emancipação da Alma - DesdobramentoEmancipação da Alma - Desdobramento
Emancipação da Alma - Desdobramentocontatodoutrina2013
 
Narrações do infinito (camille flammarion)
Narrações do infinito (camille flammarion)Narrações do infinito (camille flammarion)
Narrações do infinito (camille flammarion)Bruno Bartholomei
 
O sono, sonhos, emancipação da alma, desdobramento
O sono, sonhos, emancipação da alma, desdobramentoO sono, sonhos, emancipação da alma, desdobramento
O sono, sonhos, emancipação da alma, desdobramentoJose Luiz Maio
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Leonardo Pereira
 
Gabriel delane a alma é imortal (espiritismo)
Gabriel delane   a alma é imortal (espiritismo)Gabriel delane   a alma é imortal (espiritismo)
Gabriel delane a alma é imortal (espiritismo)havatar
 
Emancipação parcial da alma 1
Emancipação parcial da alma 1Emancipação parcial da alma 1
Emancipação parcial da alma 1Graça Maciel
 

Mais procurados (20)

Coem 2011-aula-20-emancipacao da-alma
Coem 2011-aula-20-emancipacao da-almaCoem 2011-aula-20-emancipacao da-alma
Coem 2011-aula-20-emancipacao da-alma
 
Emancipacao da Alma I
Emancipacao da Alma IEmancipacao da Alma I
Emancipacao da Alma I
 
Na dose certa
Na dose certaNa dose certa
Na dose certa
 
090121 transmissão oculta do pensamento-letargia, catalepsia e mortes aparent...
090121 transmissão oculta do pensamento-letargia, catalepsia e mortes aparent...090121 transmissão oculta do pensamento-letargia, catalepsia e mortes aparent...
090121 transmissão oculta do pensamento-letargia, catalepsia e mortes aparent...
 
Emancipação Parcial da Alma 2
Emancipação Parcial da Alma 2Emancipação Parcial da Alma 2
Emancipação Parcial da Alma 2
 
Emoções
EmoçõesEmoções
Emoções
 
Perguntas que se faz continuamente...
Perguntas que se faz continuamente...Perguntas que se faz continuamente...
Perguntas que se faz continuamente...
 
2.8.3 Letargia, catalepsia e mortes aparentes
2.8.3   Letargia, catalepsia e mortes aparentes2.8.3   Letargia, catalepsia e mortes aparentes
2.8.3 Letargia, catalepsia e mortes aparentes
 
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
 
Emoções
EmoçõesEmoções
Emoções
 
07 perispírito e doenças
07   perispírito e doenças07   perispírito e doenças
07 perispírito e doenças
 
( Espiritismo) # - adenauer m f novaes - complexos
( Espiritismo)   # - adenauer m f novaes - complexos( Espiritismo)   # - adenauer m f novaes - complexos
( Espiritismo) # - adenauer m f novaes - complexos
 
Emancipação da Alma - Desdobramento
Emancipação da Alma - DesdobramentoEmancipação da Alma - Desdobramento
Emancipação da Alma - Desdobramento
 
Narrações do infinito (camille flammarion)
Narrações do infinito (camille flammarion)Narrações do infinito (camille flammarion)
Narrações do infinito (camille flammarion)
 
O sono, sonhos, emancipação da alma, desdobramento
O sono, sonhos, emancipação da alma, desdobramentoO sono, sonhos, emancipação da alma, desdobramento
O sono, sonhos, emancipação da alma, desdobramento
 
Sonhos na visão espírita
Sonhos na visão espíritaSonhos na visão espírita
Sonhos na visão espírita
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Gabriel delane a alma é imortal (espiritismo)
Gabriel delane   a alma é imortal (espiritismo)Gabriel delane   a alma é imortal (espiritismo)
Gabriel delane a alma é imortal (espiritismo)
 
Emancipação parcial da alma 1
Emancipação parcial da alma 1Emancipação parcial da alma 1
Emancipação parcial da alma 1
 
233 693-1-pb
233 693-1-pb233 693-1-pb
233 693-1-pb
 

Destaque

Palestra Proferida no Sepat do Hospital Materno Infantil de Joinville
Palestra Proferida no Sepat do Hospital Materno Infantil de JoinvillePalestra Proferida no Sepat do Hospital Materno Infantil de Joinville
Palestra Proferida no Sepat do Hospital Materno Infantil de JoinvilleAna Paula Peixer
 
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 3ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 3ª aulaNoçõe de psicologia - téc enfermagem 3ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 3ª aulaGabriel Jefferson Oliveira
 
Aula 1 introdução à psicologia aplicada ao cuidado
Aula 1   introdução à psicologia aplicada ao cuidadoAula 1   introdução à psicologia aplicada ao cuidado
Aula 1 introdução à psicologia aplicada ao cuidadoFelipe Saraiva Nunes de Pinho
 
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 5º aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 5º aulaNoçõe de psicologia - téc enfermagem 5º aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 5º aulaGabriel Jefferson Oliveira
 
Reação à Doença e à Hospitalização
Reação à Doença e à HospitalizaçãoReação à Doença e à Hospitalização
Reação à Doença e à Hospitalizaçãodanielahanashiro
 
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 2ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem  2ª aulaNoçõe de psicologia - téc enfermagem  2ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 2ª aulaGabriel Jefferson Oliveira
 
Introdução à psicologia da saúde
Introdução à psicologia da saúdeIntrodução à psicologia da saúde
Introdução à psicologia da saúdeMaria Clara Teixeira
 
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 1ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem  1ª aulaNoçõe de psicologia - téc enfermagem  1ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 1ª aulaGabriel Jefferson Oliveira
 
Teorias da psicologia
Teorias da  psicologiaTeorias da  psicologia
Teorias da psicologiaguest277152fb
 
FREUD E O DESENVOLVIMENTO DA PSICANÁLISE
FREUD E O DESENVOLVIMENTO DA PSICANÁLISEFREUD E O DESENVOLVIMENTO DA PSICANÁLISE
FREUD E O DESENVOLVIMENTO DA PSICANÁLISE09108303
 
Freud e a Psicanálise
Freud e a PsicanáliseFreud e a Psicanálise
Freud e a PsicanálisePaulo Gomes
 

Destaque (15)

Palestra Proferida no Sepat do Hospital Materno Infantil de Joinville
Palestra Proferida no Sepat do Hospital Materno Infantil de JoinvillePalestra Proferida no Sepat do Hospital Materno Infantil de Joinville
Palestra Proferida no Sepat do Hospital Materno Infantil de Joinville
 
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 3ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 3ª aulaNoçõe de psicologia - téc enfermagem 3ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 3ª aula
 
Aula 1 introdução à psicologia aplicada ao cuidado
Aula 1   introdução à psicologia aplicada ao cuidadoAula 1   introdução à psicologia aplicada ao cuidado
Aula 1 introdução à psicologia aplicada ao cuidado
 
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 5º aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 5º aulaNoçõe de psicologia - téc enfermagem 5º aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 5º aula
 
Reação à Doença e à Hospitalização
Reação à Doença e à HospitalizaçãoReação à Doença e à Hospitalização
Reação à Doença e à Hospitalização
 
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 2ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem  2ª aulaNoçõe de psicologia - téc enfermagem  2ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 2ª aula
 
Introdução à psicologia da saúde
Introdução à psicologia da saúdeIntrodução à psicologia da saúde
Introdução à psicologia da saúde
 
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 1ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem  1ª aulaNoçõe de psicologia - téc enfermagem  1ª aula
Noçõe de psicologia - téc enfermagem 1ª aula
 
Psicologia da Saude
Psicologia da Saude Psicologia da Saude
Psicologia da Saude
 
Teorias da psicologia
Teorias da  psicologiaTeorias da  psicologia
Teorias da psicologia
 
FREUD E O DESENVOLVIMENTO DA PSICANÁLISE
FREUD E O DESENVOLVIMENTO DA PSICANÁLISEFREUD E O DESENVOLVIMENTO DA PSICANÁLISE
FREUD E O DESENVOLVIMENTO DA PSICANÁLISE
 
Personalidade carater ou teperamento
Personalidade   carater ou teperamentoPersonalidade   carater ou teperamento
Personalidade carater ou teperamento
 
Freud e a Psicanálise
Freud e a PsicanáliseFreud e a Psicanálise
Freud e a Psicanálise
 
Os quatro gigantes da alma
Os quatro gigantes da alma Os quatro gigantes da alma
Os quatro gigantes da alma
 
Aula 1 o ..
Aula 1 o ..Aula 1 o ..
Aula 1 o ..
 

Semelhante a I tópica Aula da Analizzare em Pará de minas

Freud, o Inconsciente e Edward Hopper
Freud, o Inconsciente e Edward HopperFreud, o Inconsciente e Edward Hopper
Freud, o Inconsciente e Edward HopperZelia Lopes
 
A estrutura da_alma__carl_gustav_jung
A estrutura da_alma__carl_gustav_jungA estrutura da_alma__carl_gustav_jung
A estrutura da_alma__carl_gustav_jungAlessandra F. Torres
 
Emoções, Sentimentos e Afectos
Emoções, Sentimentos e AfectosEmoções, Sentimentos e Afectos
Emoções, Sentimentos e Afectosguested634f
 
Teoria psicanalítica
Teoria psicanalíticaTeoria psicanalítica
Teoria psicanalíticaEdleusa Silva
 
Sintonia e vibração
Sintonia e vibraçãoSintonia e vibração
Sintonia e vibraçãoLouis Oliver
 
Rudolf steiner a eterização do sangue
Rudolf steiner   a eterização do sangueRudolf steiner   a eterização do sangue
Rudolf steiner a eterização do sangueLukas Vidal
 
024c - O homem e seus limites
024c - O homem e seus limites024c - O homem e seus limites
024c - O homem e seus limitesOrdineGesu
 
Freud e a Psicanálise
Freud e a PsicanáliseFreud e a Psicanálise
Freud e a PsicanáliseBruno Carrasco
 
Entre a carne e o sonho
Entre a carne e o sonhoEntre a carne e o sonho
Entre a carne e o sonhoabtmcombr
 
O que são emoções- António Damásio.pdf
O que são emoções- António Damásio.pdfO que são emoções- António Damásio.pdf
O que são emoções- António Damásio.pdfRuiNabais6
 
Terceiro Módulo - 15ª aula - Mistificação - animismo
Terceiro Módulo - 15ª aula - Mistificação - animismoTerceiro Módulo - 15ª aula - Mistificação - animismo
Terceiro Módulo - 15ª aula - Mistificação - animismoCeiClarencio
 
Funções psíquicas
Funções psíquicas Funções psíquicas
Funções psíquicas thaissamaia
 
Power point da palestra: "A Psicologia Analítica e o Mapa da Alma de Carl G. ...
Power point da palestra: "A Psicologia Analítica e o Mapa da Alma de Carl G. ...Power point da palestra: "A Psicologia Analítica e o Mapa da Alma de Carl G. ...
Power point da palestra: "A Psicologia Analítica e o Mapa da Alma de Carl G. ...Tacio Aguiar
 
2.6.4 Ensaio teorico sobre a sensacao nos epiritos
2.6.4   Ensaio teorico sobre a sensacao nos epiritos2.6.4   Ensaio teorico sobre a sensacao nos epiritos
2.6.4 Ensaio teorico sobre a sensacao nos epiritosMarta Gomes
 
O mal estar na civilização
O mal estar na civilizaçãoO mal estar na civilização
O mal estar na civilizaçãoJorge Miklos
 

Semelhante a I tópica Aula da Analizzare em Pará de minas (20)

Freud, o Inconsciente e Edward Hopper
Freud, o Inconsciente e Edward HopperFreud, o Inconsciente e Edward Hopper
Freud, o Inconsciente e Edward Hopper
 
A estrutura da_alma__carl_gustav_jung
A estrutura da_alma__carl_gustav_jungA estrutura da_alma__carl_gustav_jung
A estrutura da_alma__carl_gustav_jung
 
Emoções, Sentimentos e Afectos
Emoções, Sentimentos e AfectosEmoções, Sentimentos e Afectos
Emoções, Sentimentos e Afectos
 
Teoria psicanalítica
Teoria psicanalíticaTeoria psicanalítica
Teoria psicanalítica
 
Sintonia e vibração
Sintonia e vibraçãoSintonia e vibração
Sintonia e vibração
 
Rudolf steiner a eterização do sangue
Rudolf steiner   a eterização do sangueRudolf steiner   a eterização do sangue
Rudolf steiner a eterização do sangue
 
024c - O homem e seus limites
024c - O homem e seus limites024c - O homem e seus limites
024c - O homem e seus limites
 
Desenvolvimento psíquico da criança
Desenvolvimento psíquico da criançaDesenvolvimento psíquico da criança
Desenvolvimento psíquico da criança
 
PSICANÁLISE.pptx
PSICANÁLISE.pptxPSICANÁLISE.pptx
PSICANÁLISE.pptx
 
Software Junguiano
Software JunguianoSoftware Junguiano
Software Junguiano
 
Agostinho.pdf
Agostinho.pdfAgostinho.pdf
Agostinho.pdf
 
Freud e a Psicanálise
Freud e a PsicanáliseFreud e a Psicanálise
Freud e a Psicanálise
 
Entre a carne e o sonho
Entre a carne e o sonhoEntre a carne e o sonho
Entre a carne e o sonho
 
O que são emoções- António Damásio.pdf
O que são emoções- António Damásio.pdfO que são emoções- António Damásio.pdf
O que são emoções- António Damásio.pdf
 
Terceiro Módulo - 15ª aula - Mistificação - animismo
Terceiro Módulo - 15ª aula - Mistificação - animismoTerceiro Módulo - 15ª aula - Mistificação - animismo
Terceiro Módulo - 15ª aula - Mistificação - animismo
 
Funções psíquicas
Funções psíquicas Funções psíquicas
Funções psíquicas
 
Power point da palestra: "A Psicologia Analítica e o Mapa da Alma de Carl G. ...
Power point da palestra: "A Psicologia Analítica e o Mapa da Alma de Carl G. ...Power point da palestra: "A Psicologia Analítica e o Mapa da Alma de Carl G. ...
Power point da palestra: "A Psicologia Analítica e o Mapa da Alma de Carl G. ...
 
2.6.4 Ensaio teorico sobre a sensacao nos epiritos
2.6.4   Ensaio teorico sobre a sensacao nos epiritos2.6.4   Ensaio teorico sobre a sensacao nos epiritos
2.6.4 Ensaio teorico sobre a sensacao nos epiritos
 
Obsessão
ObsessãoObsessão
Obsessão
 
O mal estar na civilização
O mal estar na civilizaçãoO mal estar na civilização
O mal estar na civilização
 

Mais de Joao António Fernandes (15)

Tesão e afeto
Tesão e afetoTesão e afeto
Tesão e afeto
 
Esta sociedade está fora da realidade, mas é real.
Esta sociedade está fora da realidade, mas é real.Esta sociedade está fora da realidade, mas é real.
Esta sociedade está fora da realidade, mas é real.
 
Vontade e inconsciente
Vontade e inconscienteVontade e inconsciente
Vontade e inconsciente
 
Estímulos e processo neural - II Parte
Estímulos e processo neural - II ParteEstímulos e processo neural - II Parte
Estímulos e processo neural - II Parte
 
Estímulos e processo neural
Estímulos e processo neuralEstímulos e processo neural
Estímulos e processo neural
 
Aula - O que é o inconsciente
Aula - O que é o inconscienteAula - O que é o inconsciente
Aula - O que é o inconsciente
 
Civilização e culpa
Civilização e culpaCivilização e culpa
Civilização e culpa
 
Auto mutilação - Borderlines
Auto mutilação - BorderlinesAuto mutilação - Borderlines
Auto mutilação - Borderlines
 
Formação da consciência
Formação da consciência Formação da consciência
Formação da consciência
 
Milagres não acontecem
Milagres não acontecemMilagres não acontecem
Milagres não acontecem
 
Características borderlines
Características borderlinesCaracterísticas borderlines
Características borderlines
 
Energia e corpo
Energia e corpoEnergia e corpo
Energia e corpo
 
Tabu e proibições
Tabu e proibiçõesTabu e proibições
Tabu e proibições
 
Mini curso de formação
Mini curso de formaçãoMini curso de formação
Mini curso de formação
 
Construção do desejo
Construção do desejo Construção do desejo
Construção do desejo
 

Último

3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...manoelaarmani
 
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã BainaRelatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Bainaifacasie
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIAHisrelBlog
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfalexandrerodriguespk
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...manoelaarmani
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISCIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISColaborar Educacional
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfalexandrerodriguespk
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfkeiciany
 
CURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfCURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfdaniele690933
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfalexandrerodriguespk
 
Apresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdf
Apresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdfApresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdf
Apresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdfAndreiaSilva852193
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfkeiciany
 
MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024excellenceeducaciona
 
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptxTEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptxAssisTeixeira2
 

Último (20)

3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
 
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã BainaRelatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIACOMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
COMTE, O POSITIVISMO E AS ORIGENS DA SOCIOLOGIA
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISCIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
 
CURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfCURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdf
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
 
Apresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdf
Apresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdfApresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdf
Apresentacao_Geral_Plataformas_200604.pdf
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
 
MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
MAPA - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
 
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptxTEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
 

I tópica Aula da Analizzare em Pará de minas

  • 1. Primeira Tópica Psicanálise e Neurociência Ics Ic s
  • 3. Assim reunimos ânimo suficiente para presumir que haja um terceiro sistema de neurônios – , talvez [pudéssemos chamá-lo] – que é excitado junto com a percepção, mas não com a reprodução, e cujos estados de excitação produzem as diversas Vol.I – Projeto para uma Psicologia científica.
  • 5. O Ics só existe porque eventos diversos se mostraram ao corpo que sente. A repetição desses eventos levou à incorporação dessa forma de atuação, constituindo-se em lei psíquica, adquirindo uma automatização. Perdidos no tempo, os atos involuntários que se mostram, nada
  • 6. Sabemos que existe o Ics, em virtude desses atos não serem controlados pela nossa mente. Assim, a vontade do sujeito que pensa percebe-se diferente do ser vivo que sente, dando-nos a verdadeira dimensão do Ics e Cs A psicanálise vai em busca desse sentir, que uma vez dissociado do pensar, pode originar conflitos
  • 7. Assim, o Ics tem em conta o sentir de um corpo, que possui o poder de auto-afirmação, cuja energia nunca se nega, e que apresenta um pulsar constante. O Pcs e Cs, são derivados de cenas do cotidiano que pode levar o ser humano a pensar, cujos pensamentos podem trair, ou serem traídos pelo sentir do Ics
  • 8. O sentir vem do biológico, e o pensar vem do psicológico, por isso Freud nos diz, que a pulsão encontra-se entre o biológico e psíquico. Na realidade, se existem manifestações inatas inscritas no biológico, instintos, a relação com os objetos exteriores, devido à repetição tende a provocar a
  • 9. Por isso, a existência de vida nada nos diz como ela foi formada, que cada um pode atribuir a um ser divino, vulgo natureza. Contudo, o sentido de vida de nós mesmos, aquilo que nos faz movimentar de um lado para o outro, apresenta uma sequência de eventos, complexidade, e suas consequências. Será pois, no campo da associação
  • 11. Segundo o conceito de Freud, o inconsciente não é o contrário do consciente, nem é o consciente degradé ou latente. Pelo contrário, é o grau preparatório do consciente e, ainda mais exatamente, é o verdadeiro psiquismo, o psiquismo real.
  • 12. “O inconsciente não é em absoluto o resíduo da alma, mas, pelo contrário, sua matéria-prima. Dotado de vida e ação influi de modo efetivo sobre os nossos pensamentos e sentimentos, representando o setor mais plástico de nossa existência psíquica. Por isso, quem em toda decisão não leva em conta o querer inconsciente comete um erro, pois exclui de seus cálculos o elemento principal de nossas tensões internas; equivoca-se grosseiramente, como se equivocaria quem avaliasse a força de um iceberg considerando somente a parte que emerge da água. O seu verdadeiro volume fica abaixo dela.” Stefan Zweig
  • 13. Características do inconsciente: Atemporal A cronologia não existe - não reconhece passado nem futuro, mas apenas um presente. Todas as tendências são vividas pelo inconsciente no tempo atual, inclusive quando se referem ao passado ou ao futuro. Os acontecimentos longínquos continuam atuando no inconsciente de um modo invariável, com tanta atualidade como se tivessem acabado de ocorrer.
  • 14. Não tem um conceito definido de contradição - seus elementos não estão coordenados e as contradições podem ocorrer simultaneamente, mantendo sua plena valência, sem se excluírem. O inconsciente manifesta-se sempre pela afirmação Acrítico
  • 15. Inconscientemente podem-se viver ao mesmo tempo sentimentos de ódio e de amor, sem que um desloque o outro, ou o anule, nem mesmo parcialmente. AmbivAlente Amor e ódio
  • 16. Quando o inconsciente tem que dizer, expressa-o em forma arcaica, utilizando símbolos. É assim nos sonhos. linguAgem simbólicA
  • 17. As tendências do inconsciente buscam sua satisfação, sem preocupar-se com as consequências que ela possa apresentar. Esse imperativo constitui o que se denomina o predomínio do princípio de prazer. Existe nesse plano do aparelho psíquico um caráter peremptório, que é uma qualidade geral do próprio corpo, dos instintos e constitui a essência deles. AmorAl predomínio do princípio do prazer
  • 18. O homem normal aprende a esperar e a acomodar-se a fim de conseguir a satisfação dos instintos; em contrapartida, o neurótico e o psicótico, que se encontram dominados pelo processo primário, não podem suportar o desprazer . cAráter instintivo e de preservAção
  • 48. Obras Freud relacionadas Vol. XII – (11) FORMULAÇÕES SOBRE OS DOIS PRINCÍPIOS DO FUNCIONAMENTO MENTAL (1911) Vol. I – Projeto para uma psicologia científica Vol. XVIII – Além do princípio do prazer Vol. XIV –(6) O inconsciente
  • 50. O sistema biopsíquico rege-se pela realização de necessidades e desejos, princípio de satisfação e prazer, cuja finalidade é evitar o desprazer. Significa, que todo o prazer que resulta em desprazer não o evita. A vida psíquica é regida por determinado quantum de energia investida (quantidade), e por sua qualidade de afeto e ser afetada.