O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
ESCOLA TÉCNICA DE ENFERMAGEM
RAIMUNDA NONATA

Noções de psicologia

Prof: Enf. Gabriel Jefferson

Jardim do Seridó/RN
2013
Resumo
• Porque estudar a psicologia;
• Equipe de Trabalho / Trabalho em Equipe;
• Liderança.
...
A comunicação...

Vídeo – Assalto sem fio
A comunicação...
• O que é comunicação?
Processo de emissão, transmissão e recepção de mensagens
por meio de métodos e/ou ...
A comunicação...
O processo de comunicação é composto de três
etapas subdivididas e, por definição, um meio
de comunicação...
A comunicação...
• Meios de Comunicação
Multimídia
Visuais

Sonoros
Audiovisual

Hipermídia
A comunicação...
• Meios de Comunicação

Informal

X

Formal
Todos os integrantes da equipe devem ter
assegurado o direito de participar dos processos
de produção e divulgação da info...
A flexibilização do papel do técnico de
enfermagem
Antigamente SAÚDE era tratada apenas como ausência de
enfermidades. Por...
O Técnico de enf. e o outro
O Técnico de enf. e o outro
• O corpo
A Enfermagem detém a permissão social e cultural para tocar o corpo
do outro, nele r...
O Técnico de enf. e o outro
• O corpo
O corpo já foi visto como algo profano, mas ao final do século
XVIII e início do XIX...
O Técnico de enf. e o outro
• Os cuidados do “corpo” e suas relações com a
equipe de saúde
O cuidado do corpo por parte do...
O Técnico de enf. e o outro
• Os cuidados do “corpo” e suas relações com a
equipe de saúde
O profissional sensível, bom ob...
Próximos capítulos
• Gênero e Sexualidade

Mais uma vez...
Noçõe de psicologia - téc enfermagem  2ª aula
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Noçõe de psicologia - téc enfermagem 2ª aula

7.748 visualizações

Publicada em

Noçõe de psicologia - téc enfermagem 2ª aula

  1. 1. ESCOLA TÉCNICA DE ENFERMAGEM RAIMUNDA NONATA Noções de psicologia Prof: Enf. Gabriel Jefferson Jardim do Seridó/RN 2013
  2. 2. Resumo • Porque estudar a psicologia; • Equipe de Trabalho / Trabalho em Equipe; • Liderança. ...
  3. 3. A comunicação... Vídeo – Assalto sem fio
  4. 4. A comunicação... • O que é comunicação? Processo de emissão, transmissão e recepção de mensagens por meio de métodos e/ou sistemas convencionados. É a forma como as pessoas se relacionam entre si, dividindo e trocando experiências, idéias, sentimentos, informações, modificando mutuamente a sociedade onde estão inseridas.
  5. 5. A comunicação... O processo de comunicação é composto de três etapas subdivididas e, por definição, um meio de comunicação deve compreender todos os elementos desse processo.
  6. 6. A comunicação... • Meios de Comunicação Multimídia Visuais Sonoros Audiovisual Hipermídia
  7. 7. A comunicação... • Meios de Comunicação Informal X Formal
  8. 8. Todos os integrantes da equipe devem ter assegurado o direito de participar dos processos de produção e divulgação da informação. Em um hospital, por exemplo, cada profissional deve ser incentivado a registrar no prontuário do paciente as ações executadas e a ler as anotações anteriores, de modo a acompanhar a evolução dos fatos ocorridos.
  9. 9. A flexibilização do papel do técnico de enfermagem Antigamente SAÚDE era tratada apenas como ausência de enfermidades. Porém, hoje a OMS já considera que seja um estado de completo bem-estar físico, mental e social. Da mesma forma, a visão do trabalho do técnico de enf. não pode se manter engessada apenas no EXECUTAR. O técnico deve “perceber sua corresponsabilidade social a partir do papel que desempenha, como alguém capaz de interagir e modificar a situação de saúde-doença de sua comunidade através de suas ações.”
  10. 10. O Técnico de enf. e o outro
  11. 11. O Técnico de enf. e o outro • O corpo A Enfermagem detém a permissão social e cultural para tocar o corpo do outro, nele realizando cuidados íntimos como desnudar, limpar, amarrar, banhar, secar, alimentar, injetar, raspar, vesti r, etc. A ideia que temos do corpo relaciona-se diretamente com os valores socioculturais a ele atribuídos.
  12. 12. O Técnico de enf. e o outro • O corpo O corpo já foi visto como algo profano, mas ao final do século XVIII e início do XIX, o corpo passa a ser também um objeto da Medicina.
  13. 13. O Técnico de enf. e o outro • Os cuidados do “corpo” e suas relações com a equipe de saúde O cuidado do corpo por parte do pessoal de enfermagem inclui a manipulação do paciente mediante procedimentos e técnicas do ato de cuidar. Intuição + percepção + sensibilidade
  14. 14. O Técnico de enf. e o outro • Os cuidados do “corpo” e suas relações com a equipe de saúde O profissional sensível, bom observador, conhecedor de suas próprias emoções, limites e possibilidades possui melhores condições para interagir junto aos pacientes e equipe.
  15. 15. Próximos capítulos • Gênero e Sexualidade Mais uma vez...

×