Universidade de Pernambuco – UPE Licenciatura em Ciências Biológicas a Distância Núcleo de Educação a Distância – NEAD Pro...
Fitoterapia <ul><li>Uma alternativa natural para sua saúde... </li></ul>
Uma forma natural de manter a saúde <ul><li>A fitoterapia acompanha a humanidade desde os povos primitivos, que já utiliza...
Os antigos já sabiam... <ul><li>Considerada a forma de medicina mais antiga da civilização humana, existem registros do an...
Uso adequado <ul><li>Regra geral, não existem efeitos secundários na utilização de medicamentos de fitoterapia, no entanto...
Algumas ervas e suas utilidades: <ul><li>Plantas populares  </li></ul><ul><li>Com diversas indicações terapêuticas, descub...
Algumas ervas e suas utilidades: <ul><li>Centáurea –  dores reumáticas e de estômago   </li></ul><ul><li>Espinheiro-alvar ...
Algumas ervas e suas utilidades: <ul><li>Passiflora –  stress, ansiedade e insónias   </li></ul><ul><li>Própolis –  gripe ...
Agora, mão na massa, ou melhor: nas plantas. <ul><li>Agora só resta você fazer sua própria horta medicinal...  </li></ul><...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Fitoterapia Uma Alternativa Natural

4.065 visualizações

Publicada em

1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.065
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
22
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
101
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fitoterapia Uma Alternativa Natural

  1. 1. Universidade de Pernambuco – UPE Licenciatura em Ciências Biológicas a Distância Núcleo de Educação a Distância – NEAD Professora: Livia Lima Aluno: Noel Calixto de Carvalho
  2. 2. Fitoterapia <ul><li>Uma alternativa natural para sua saúde... </li></ul>
  3. 3. Uma forma natural de manter a saúde <ul><li>A fitoterapia acompanha a humanidade desde os povos primitivos, que já utilizavam plantas medicinais para curar doenças, e hoje em dia vem ganhando cada vez mais popularidade no mundo todo.  </li></ul><ul><li>Porém, é preciso ter cautela ao utilizar a fitoterapia, uma vez que um produto natural não significa necessariamente que seja livre de efeitos colaterais. Todos os medicamentos, inclusive os fitoterápicos, devem ser usados com orientação médica. </li></ul>
  4. 4. Os antigos já sabiam... <ul><li>Considerada a forma de medicina mais antiga da civilização humana, existem registros do ano 2500 a.C. sobre a utilização de plantas medicinais na China e, em 2800 a.C., foi escrito o primeiro livro com referências a fórmulas de fitoterapia, o célebre “Nei Jing”. Está documentado que todos os povos da Antiguidade – gregos, romanos, persas, egípcios, etc. – utilizaram as plantas, os produtos de origem mineral e animal, como base da sua medicina. </li></ul>
  5. 5. Uso adequado <ul><li>Regra geral, não existem efeitos secundários na utilização de medicamentos de fitoterapia, no entanto, aconselha-se sempre uma consulta com um fitoterapeuta credenciado, principalmente no caso de mulheres grávidas e a amamentar. Uma opção saudável e natural que, administrada nas doses corretas, atua profundamente e estimula as defesas naturais do organismo, sem o prejudicar, revelando resultados eficazes e duradouros. Recomenda-se ainda a sua utilização em conjunto com medicamentos tradicionais, depois de conversado com o seu médico de família. </li></ul>
  6. 6. Algumas ervas e suas utilidades: <ul><li>Plantas populares </li></ul><ul><li>Com diversas indicações terapêuticas, descubra os segredos das plantas mais utilizadas em fitoterapia: </li></ul><ul><li>Alcachofra – problemas de vesícula </li></ul><ul><li>Alfazema – asma, facilita a digestão, problemas de pele (alergias, queimaduras, eczemas) </li></ul><ul><li>Alho – colesterol elevado </li></ul><ul><li>Argila branca – azia </li></ul><ul><li>Baga de mirtilo – diarreia </li></ul><ul><li>Bardana – acne </li></ul><ul><li>Calêndula – eczemas, cicatrização de feridas, prevenção de varizes </li></ul><ul><li>Camomila – age sobre o sistema imunológico, ajudando a combater gripes, alivia espasmos musculares, é um relaxante natural </li></ul><ul><li>Cardo mariano – doenças do fígado </li></ul><ul><li>Carvão vegetal – flatulência </li></ul><ul><li>Castanheiro-da-índia – hemorróidas, varizes e outros distúrbios do sistema circulatório </li></ul>
  7. 7. Algumas ervas e suas utilidades: <ul><li>Centáurea – dores reumáticas e de estômago </li></ul><ul><li>Espinheiro-alvar – fortalece o batimento cardíaco, reduzindo os batimentos irregulares, aumenta o fluxo sanguíneo nas artérias </li></ul><ul><li>Equinácea – gripe </li></ul><ul><li>Eucalipto – tosse </li></ul><ul><li>Ginseng – cansaço geral </li></ul><ul><li>Groselha negra – dores reumáticas </li></ul><ul><li>Hipericão – depressão </li></ul><ul><li>Levedura de cerveja – pele seca e baça </li></ul><ul><li>Luzerna – unhas e cabelos fracos </li></ul><ul><li>Malva – anti-inflamatório natural, especialmente eficaz nas afecções da garganta </li></ul><ul><li>Óleo de borragem – rugas </li></ul><ul><li>Óleo de gérmen de trigo – doenças cardiovasculares </li></ul><ul><li>Óleo de onagra – tensão pré-menstrual </li></ul><ul><li>Óleo de salmão – triglicerídeos elevados </li></ul><ul><li>Oliveira – tensão arterial elevada </li></ul>
  8. 8. Algumas ervas e suas utilidades: <ul><li>Passiflora – stress, ansiedade e insónias </li></ul><ul><li>Própolis – gripe </li></ul><ul><li>Rosa da Provença – problemas de garganta </li></ul><ul><li>Sabugueiro – gripes e constipações, alivia as vias respiratórias </li></ul><ul><li>Salgueiro – dor e estados febris </li></ul><ul><li>Salva – digestão difícil </li></ul><ul><li>Sene – obstipação </li></ul><ul><li>Tília – dores de cabeça, enxaquecas, problemas digestivos, perturbações nervosas, cólicas abdominais, calmante natural </li></ul><ul><li>Uva-ursina – infecções urinárias </li></ul><ul><li>Valeriana – insónia </li></ul>
  9. 9. Agora, mão na massa, ou melhor: nas plantas. <ul><li>Agora só resta você fazer sua própria horta medicinal... </li></ul><ul><li>Plante saúde na sua casa, consuma mais chá natural e lambedores; </li></ul><ul><li>Converse com os mais antigos, eles têm sempre uma receitinha caseira pra lhe ensinar. </li></ul><ul><li>Em caso de persistência da doença, consulte seu médico! </li></ul>

×