GramáTica E LíNgua

8.178 visualizações

Publicada em

2 comentários
29 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.178
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
171
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
2
Gostaram
29
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

GramáTica E LíNgua

  1. 1. LINGUAGENS<br />LÍNGUA, GRAMÁTICA, <br />VARIANTES E REGISTROS<br />
  2. 2. CONSTITUIÇÃO<br />
  3. 3. LINGUAGEM-ESPELHO<br />O homem (ser falante) representa para si o mundo através da linguagem e, assim sendo, a função da língua é representar/refletir seu pensamento e seu conhecimento de mundo.<br />
  4. 4. LINGUAGEM-FERRAMENTA<br />É a língua considerada como um código através do qual um enunciador comunica-se com um coenunciador certas mensagens. <br />
  5. 5. LINGUAGEM-SOCIAL<br />Essa concepção apresenta a linguagem como atividade, forma de interação que possibilita aos membros de uma sociedade a prática dos mais diversos atos.<br />
  6. 6. LINGUAGEM<br />
  7. 7. TIPOS DE LINGUAGEM<br />
  8. 8. LÍNGUA<br />
  9. 9.
  10. 10. A língua pertence a todos os membros de uma comunidade. Como ela é um código aceito convencionalmente, um único indivíduo não é capaz de criá-la ou modificá-la. A língua evolui transformando-se historicamente.<br />
  11. 11. Tipos de língua<br />
  12. 12. CÓDIGO<br />
  13. 13. COMUNICAÇÃO<br />Troca de informação entre um falante, que produz um enunciado destinado a outro falante, o interlocutor de quem ele solicita e escuta e/ou uma resposta explícita ou implícita<br />INTERSUBJETIVIDADE<br />
  14. 14. VARIEDADE LINGUÍSTICA<br />Cada uma das modalidades em que uma língua se diversifica, em virtude das possibilidades de variação dos elementos do seu sistema (vocabulário, pronúncia, sintaxe) ligadas a fatores sociais e/ou culturais (escolaridade, profissão, sexo, idade etc.) e geográficos.<br />
  15. 15. VARIAÇÕES DIATÓPICAS: REGIONAIS<br />VARIAÇÕES DIASTRÁTICAS: SOCIAIS<br />VARIAÇÕES DIAFÁSICAS: EXPRESSIVAS<br />
  16. 16. DIALETO<br />
  17. 17. REGIONALISMO<br />Palavra ou locução (dialetismo vocabular) ou acepção (dialetismo semântico) privativa de determinada região dentro do território onde se fala a língua.<br />
  18. 18. FALA<br />É a língua no ato da execução individual<br />A escolha entre os diversos meios de expressão que lhe oferece o rico repertório de possibilidades, que é a língua, denomina-se estilo.<br />
  19. 19. SOTAQUE<br />Hábitos articulatórios realizados por entonações, que conferem uma identificação própria ou estrangeira à fala de indivíduos.<br />
  20. 20.
  21. 21.
  22. 22.
  23. 23. REGISTRO<br />Variante linguística condicionada pelo grau de formalidade existente na situação em que se dá o ato da fala, ou da finalidade, no ato da escrita.<br />
  24. 24. TIPOS DE REGISTRO<br />ORATÓRIO<br />FORMAL<br />COLOQUIAL TENSO<br />COLOQUIAL DISTENSO<br />FAMILIAR<br />LITERÁRIO<br />FORMAL<br />INFORMAL<br />PESSOAL<br />
  25. 25. GRAMÁTICA<br />
  26. 26. TIPOS DE GRAMÁTICA<br />
  27. 27. GRAMÁTICA NORMATIVA<br />Conjunto de regras que devem ser seguidas, com o objetivo de falar e escrever corretamente segundo a convenção da língua de prestígio na sociedade.<br />Estuda apenas os fatos da língua padrão, da norma culta de uma língua. Essa gramática é uma espécie de lei que regula o uso da língua em uma sociedade.<br />norma culta<br />
  28. 28. GRAMÁTICA DESCRITIVA<br />Um conjunto de regras que são seguidas pela sociedade e orienta o trabalho dos linguistas, cuja preocupação é descrever ou explicar as línguas como elas são faladas<br />Descreve e registra uma determinada variedade da língua, um dado momento de sua existência <br />abordagem sincrônica<br />
  29. 29. GRAMÁTICA NATURAL<br />Também chamada de competência linguística, é o próprio “mecanismo”, o conjunto de regras que é dominado pelos falantes e que lhes permite o uso normal da língua.<br />É sempre completa e é através dela os que nunca foram a escola e são analfabetos se comunicam perfeitamente por meio da língua.<br />verdadeira gramática da língua <br />
  30. 30.
  31. 31. LINKS<br />http://www.alib.ufba.br/index.asp<br />http://pibmirim.socioambiental.org/linguas-indigenas<br />http://www.capao.com.br/dialeto.asp<br />http://veja.abril.com.br/idade/educacao/050400/entrevista.html<br />http://www.dicionarioindigena.com.br/main.asp<br />http://www.siglas.com.br/<br />http://natura.di.uminho.pt/jjbin/dac<br />

×