Civilização Grega

3.418 visualizações

Publicada em

0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.418
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Civilização Grega

  1. 1. Os Gregos no século V. A.C. O Exemplo de Atenas Doc. 1 – Vaso de cerâmica com cena de Atena e Hércules), século V a.C..
  2. 2. A Civilização Grega A Grécia é um paíssituado no sul da Europa, numterritório muito montanhoso comum solo muito pobre. Foiocupada, ao longo do 2º milénioa.C., por vários povos: Aqueus,Jónios e Dórios. Da fusão destespovos nasceu a civilização Grega,também chamada de Helénica. Doc. 2 – Paisagem da Grécia. A Grécia é um país montanhoso. O solo é pobre e os caminhos terrestres tortuosos. Por isso, o mar é a via que mais facilita os contatos.
  3. 3. CARACTERÍSTICAS DO TERRITÓRIO GREGO: - A Grécia fica na Península Balcânica; - Atenas é a sua capital e situa- se na Península Ática; - A Grécia é banhada por 3 mares: este – Mar Egeu; oeste – Mar Jónico e a Sul – Mar Mediterrâneo; - O clima é marcado pelo Mar Mediterrâneo, os Verões são Doc. 3 – O mundo helénico. secos e quentes; os Outonos e Invernos com chuvas pouco abundantes.
  4. 4. A Formação das cidades-estado Doc. 4 – As principais cidades-estado gregas. O relevo montanhoso da Grécia favoreceu o isolamento daspopulações, o que não facilitou a união política dos gregos. Por essarazão, organizaram-se em cidades-estado ou pólis.
  5. 5. Cada pólis ocupava um território independente, tinha umgoverno próprio e leis próprias. Possuía três zonas bem distintas: Acrópole: parte mais alta da cidade, protegida por muralhas, onde se situavam os templos e os edifícios governamentais, e onde a população se refugiava em caso de ataque. • Asty: parte baixa da cidade, ocupada por vários edifícios, como o tribunal, o ginásio, o teatro, o Doc. 5 – Planta de uma cidade-estado. estádio e as habitações, e pela ágora (praça pública). Zona rural: zona fora da cidade, constituída pelas aldeias, campos, pastagens e florestas.
  6. 6. As várias pólis mantinham relações entre si e partilhavam amesma língua, religião e costumes. Todavia, mantinham algumasrivalidades entre elas. Doc. 6 – A cidade de Atenas, na atualidade. Atenas era a mais importante e rica das cidades-estadoatenienses.
  7. 7. Atenas: recursos económicos Doc. 8 – Peça de cerâmica (séc. VI a.C.). Doc. 7 – Apanha da azeitona (vaso do séc. VI a.C.). A principal atividade desenvolvida pelos atenienses foi aagricultura. Produziam , essencialmente trigo, cevada azeite e vinho.Contudo, a fraca produtividade agrícola levou muitos atenienses adedicarem-se às atividades artesanais e ao comércio.
  8. 8. Procurando melhores condições de vida, alguns atenienses deslocaram-se para terras distantes, fundando colónias. Doc. 9 – A colonização grega. No séc. V a.C. o povo grego encontrava-se espalhado por todo o Mediterrâneo. Uma colónia era também uma cidade-estado independente,mas que continuava ligada à metrópole por laços comerciais ereligiosos.
  9. 9. Apesar de procurar ser auto-suficiente, a pólis dos ateniensestinha de recorrer à: ► Importação de: • Tecidos; • Madeira; • Metais; • Cereais. ► Exportação de: • Excedentes agrícolas (vinho e azeite); • Produtos Artesanais (armas, objetos de ferro e vasos de cerâmica); • Navios.
  10. 10. O comércio ateniense fazia-se, principalmente, por viamarítima, a partir do Porto de Pireu. Doc. 10 – O porto de Pireu. Situado a 6 km da cidade, tinha uma importância económica e estratégica vital.
  11. 11. O aumento das trocas comerciais levou à introdução da moeda – o dracma – como forma de pagamento. Doc. 11 – Moeda de prata ateniense. A cunhagem de moeda era um sinal de independência das cidades-estado. A moeda metálica, que não se deteriora, facilitou as trocas e permitiu a acumulaçãoDoc. 12 – Moeda de prata de riqueza.ateniense.
  12. 12. Atenas: abertura marítima Doc. 13 – A Batalha de Salamina. Foi nesta Batalha que os gregos conseguiram vencer os Persas. No século V a.C., a Grécia foi invadida pelos Persas. Peranteisto, todas as cidades-estado tiveram de se unir para vencer estesinvasores – fundaram, assim, a Liga de Delos.
  13. 13. Atenas, pelo prestígio alcançado na luta com os persaspassou a controlar o tesouro de Delos, transferindo para Atenasparte desse tesouro, para o qual as outras cidades-estadocontribuíram através do pagamento de impostos. Atenas passava assim a deter superioridade económica epolitica sobre as restantes cidades-estado. Doc. 14 – Uma aliança de cidades, uma cidade dominante.
  14. 14. ATENAS, UMA POTÊNCIA…Marítima Monetária Mercantil Baseada… • no comércio marítimo; • no uso da moeda; • nas trocas comerciais.
  15. 15. A sociedade ateniense A sociedade ateniense era constituída por: ► Cidadãos; ► Metecos; ► Escravos. Doc. 15 – A população ateniense (séc. V a.C.).
  16. 16. Sociedade Ateniense CIDADÃOS METECOS ESCRAVOS• Homens livres, • Estrangeiros que • Prisioneiros de guerramaiores de 18 anos; viviam em Atenas; ou filhos de escravos;• Filhos de pais • Homens livres; •Não tinham direitos;atenienses; • Não podiam possuir • Considerados• Possuíam terras; terras nem participar instrumentos de• Participavam no na administração da trabalho;governo da cidade. cidade. •Realizavam os trabalhos mais pesados.• Pagavam impostos;• Prestavam serviço militar;• Dedicavam-se ao comércio e a atividades artesanais.
  17. 17. A vida quotidiana A vida quotidiana dependia, naturalmente, não só da condiçãosocial de cada um, mas também do local onde vivia. ► No campo: Os pequenos proprietários cultivavam as terras com a ajuda deum ou dois escravos. Geralmente, apenas se deslocavam à cidade nosdias de mercado, ou ainda para participar nas reuniões da Eclésia. ► Na cidade: Os cidadãos dedicavam-se à administração dos seus negócios e àpolítica.
  18. 18. ► Habitações As habitações eram confortáveis,mas austeras. Além do quarto de dormir,dispunham de uma pequena sala derecepção, reservada exclusivamente aoshomens e uma divisão destinada àsmulheres, o gineceu. Doc. 16 – Casa grega (reconstituição).► Alimentação A principal refeição do dia era tomada à noite, por vezes na companhiade convidados. Na mesa, os escravos colocavam vinho misturado com água,pão de trigo, biscoitos de cevada, peixe, queijo, azeitonas e figos.► Higiene Os gregos já dispunham de banhos públicos, embora preferissem tomarbanho em casa.
  19. 19. A VIDA QUOTIDIANA DAS MULHERES ► A vida quotidiana das mulheres desenrola-se exclusivamenteno interior da habitação; ► As mulheres atenienses apenas saíam para participar nascerimónias religiosas ou para assistir ao teatro; ► Podiam ir às compras ou visitar amigos sempreacompanhada de um escravo; ► Encarregavam-se dos trabalhos domésticos e da educaçãodas crianças; ► Não tinham direitos políticos, nem tão pouco eram livres.
  20. 20. A democracia ateniense Os ateniensesdesenvolveram no século Va.C., um sistema político queera um modelo e exemplopara as cidades vizinhas: ademocracia. Neste regimepolítico, todos os cidadãosparticipavam no governo da Doc. 17 – Relógio de água. A água docidade. vaso de cima que escorria para o de baixo media o tempo (cerca de 6 minutos) que era concedido a cada cidadão para falar na Assembleia.
  21. 21. Dois legisladores foram fundamentais para o surgimentodeste novo regime político: Clístenes e Péricles. Magistrado que reconheceu aigualdade de direitos a todos os cidadãose que estabeleceu o ostracismo, segundoo qual, os que não respeitassem as regrasdemocráticas eram expulsos da cidadepor um período de dez anos. Doc. 18 – Ostraco. Peça de cerâmica onde se escreviam os nomes dosDoc. 19 – Péricles condenados ao ostracismo.(495 – 429 a.C.).Estadista, general e Instituiu a mistoforia,grande orador uma renumeração pelo exercícioateniense. de cargos públicos.
  22. 22. Doc. 20 – As instituições democráticas atenienses. Eclésia ou Assembleia do Povo Todos os cidadãos Vota as leis, decide da paz e da guerra, elege os Magistrados e vota o ostracismo. Boulê ou Conselho dos Quinhentos Helieia ou Tribunal Popular 500 elementos escolhidos à sorte 6000 heliastas escolhidos à sorteElabora as propostas de lei para submeter à Julga a maior parte dos delitos. votação da Eclésia. MAGISTRADOS 10 Estrategas 10 Arcontes Eleitos por um ano Escolhidos à sorte por um anoComandam a marinha e o exército, gerem os Organizam o culto. assuntos externos e as finanças do Estado.
  23. 23. As limitações da democracia ateniense Apesar de ter sido a primeira democracia a surgir, e dedefender a igualdade dos cidadãos e a sua participação direta nogoverno da pólis – democracia direta - a verdade é que a democraciaateniense tinha algumas limitações:► Só os cidadãos (uma minoria) participavam na vida pública. Asmulheres, escravos e metecos não podiam participar;► A sociedade ateniense era esclavagista, vivia sobretudo dotrabalho escravo;► A boa situação económica de Atenas resultava em parte, dospagamentos que a pólis exigia aos seus aliados da Liga de Delos.
  24. 24. A formação do cidadão Os atenienses preocupavam-se com a educação dos seus jovens. Procuravam harmonizar a cultura física e intelectual – corpo são em mente sã – para que os futuros cidadãos pudessem desempenhar devidamente as suas funçõesDoc. 21 – Jovens atenienses realizando a na vida política e na defesa dasua aprendizagem. pólis.
  25. 25. A Educação do Rapaz► Até aos 7 anos - Os rapazes estavam entregues aos cuidados da mãe.► Entre os 7 e os 14 anos – Os rapazes passavam a frequentar a escola ouaprendiam em casa, com um professor particular. Os professoresensinavam a ler, a escrever, a tocar instrumentos musicais e a recitarpoemas. 0s cidadãos mais abastados eram acompanhados à escola pelopedagogo, designação dada ao escravo incumbido dessa missão.► Aos 15 anos – O jovem começa a frequentar o ginásio. Paralelamente,aprendia Oratória, Leis, Matemática e Gramática.► Aos 18 anos – Os jovens iniciam o treino militar que tinha uma duraçãode dois anos.
  26. 26. ► A Educação da Rapariga A rapariga era educada no gineceu até ao casamento. Aí, aprendia, com a mãe a governar a casa, a tecer, a bordar, a ser uma boa esposa e mãe. Doc. 22 – As mães encarregavam-se da educação das raparigas, preparando-as para serem esposas e mães.
  27. 27. Os deuses e o culto Doc. 23 – Zeus, o mais importante dos deuses gregos (estátua em bronze, século V a.C.). Os atenienses eram politeístas, ou seja, adoravam váriosdeuses, que eram representados em formas humanas –antropomorfismo..
  28. 28. Doc. 24 – Os deuses gregos. DEUSES ATRIBUTOS Zeus Fenómenos atmosféricos Hera Casamento Poséidon Mar e tremores de terra Atena Guerra, inteligência e artes Deméter Fertilidade dos campos e colheitas Apolo Oráculos, purificações, luz e artes Artemis Caça e espaços exteriores Hermes Pastores, comerciantes e viajantes Afrodite Amor e beleza Dionísio Vitalidade, vinho e êxtase Hefesto Fogo e artífices Ares Guerra Hestia Lar Hades Submundo
  29. 29. O CULTO► Culto Doméstico – celebrado em casa, num pequeno altar, emfamília, presidido pelo chefe de família.► Culto Cívico - celebrado em público, nos templos e altares,presidido por sacerdotes e magistrados. Celebrado em honra dosdeuses protetores das cidades (como no caso de Atena – deusaprotetora de Atenas – em honra da qual se realizava a grandeprocissão das Panateneias).
  30. 30. ► Festivais Pan-Helénicos Estes festivais realizavam-sede 4 em 4 anos e incluíamcompetições desportivas, concursosde música e de teatro. Na época da realizaçãodestes festivais, faziam-se tréguasem todo o mundo helénico. Os maisfamosos realizavam-se em Delfos(Jogos Píticos) e em Olímpia (Jogos Doc. 24 – Representação de doisOlímpicos). atletas gregos.
  31. 31. O Teatro : festa cívica e religiosa As peças de teatro eramrepresentadas durante as festasdionisíacas (em honra deDionísio), fazendo-se concursosentre os autores. As representaçõesocorriam em anfiteatrossemicirculares, ao ar livre,construídos em pedra na Doc. 25 – O Teatro de Dionísio, visto doencosta de um monte, com alto da Acrópole, com parte da modernacondições acústicas e Atenas ao fundo.visibilidade excelentes.
  32. 32. Os atores usavam máscaras que lhes permitiam representarvárias personagens, nomeadamente femininas, ao mesmo tempoque amplificavam a voz. Doc. 25 – Máscaras teatrais. Os homens usavam Os atores usavam Está é uma máscara máscaras como estas máscaras de linho da comédia grega. para desempenhar enrijecido. Esta é uma Havia duas para cada papéis femininos. máscara da tragédia papel a desempenhar. grega.
  33. 33. Havia dois grandes géneros teatrais:► COMÉDIA – servia para divertir e provocava o riso, ridicularizavapersonagens e situações da vida da cidade, sendo pois uma críticasocial;► TRAGÉDIA – abordava temas relacionados com a condição humana, asrelações homem-divindade e os grandes problemas que afligiam osGregos, recorria-se à lenda e à História Grega.
  34. 34. Os maiores autores trágicos gregos foram:► Ésquilo;► Sófocles;► Eurípedes;► Aristófanes.
  35. 35. Assim, o teatro era simultaneamente:► uma homenagem aDionísio;► uma forma de aumentaros conhecimentos;► uma forma de distração. Doc. 26 – Ruínas de um teatro grego.
  36. 36. O Pensamento ► Filosofia – reflexão sobre as origens do Universo e doHomem;Principais filósofos:♦ Tales de Mileto;♦ Sócrates (acusado de corromper ajuventude foi injustamente condenado àmorte por cicuta (veneno). Não abdicoudos seus ideais, preferindo morrer;♦ Platão;♦ Aristóteles. Doc. 27 – Rosto de Sócrates exposto no Museu do Louvre.
  37. 37. ► História – estudo dos feitos e acontecimentos dos antepassados;Principais historiadores:♦ Heródoto - considerado o “pai” daHistória, tentou separar os factos daslendas; Doc. 28 – Busto de Heródoto.♦ Tucídides – escreveu uma longahistória sobre as guerras entre Atenase Esparta. Doc. 29 – Busto de Tucídides.
  38. 38. “Eu juro, por Apolo, médico, por Esculápio, Higeia e Panaceia… Aplicarei os regimes para o bem do doente segundo o► Medicina – Hipócrates foi meu poder e entendimento, nunca paraconsiderado o “pai” da causar dano ou mal a alguém. A ninguémMedicina e, ainda hoje, os darei por comprazer, nem remédio mortal nem um conselho que induza a perda. Domédicos prestam o juramento mesmo modo não darei a nenhuma mulherde Hipócrates . uma substância abortiva.” Doc. 30 – Juramento de Hipócrates.► Matemática – salientam-se Tales de Mileto e Pitágoras.► Oratória – arte de bem falar. Os principais oradores gregosforam: Péricles e Demóstenes.
  39. 39. A ArteFinalidade da arte grega:► Enaltecimento da beleza do corpo humano;► Culto dos deuses. Doc. 31 – Pártenon, templo dedicado a Atena.
  40. 40. ARQUITETURA• Construção de anfiteatros etemplos;• Utilização de colunas, frisos efrontões;• Principal arquiteto: Fídias. Doc. 32 – Partes constituíntes de um templo.
  41. 41. Doc. 33 – Ordens de arquitetura.
  42. 42. ESCULTURA• Estátuas e altos-relevos;• Realismo, naturalismo,movimento e serenidade;• Principais escultores; Fídias,Policleto e Míron. Doc. 34 - O Discóbolo de Míron, uma das mais conhecidas obras da arte grega.
  43. 43. PINTURA• Pintura;• Cerâmica e frescos(paredes);• Cenas mitológicas e da vidaquotidiana. Doc. 35 – Cerâmica pintada.

×