O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
A CIVILIZAÇÃO GREGA
• A Grécia fica situada no Sudeste da Europa, na parte sul da Península Balcânica. É
banhada pelo Mar Mediterrâneo a sul, ...
• A história da Grécia iniciou-se cerca de VIII a.C., com a formação dos primeiros
povoados que dariam origem às grandes c...
A formação das Pólis
• Razões da formação da pólis:
• As condições naturais (território muito montanhoso e difícil de atra...
A constituição das Pólis
• Os elementos principais eram:
• A acrópole – zona alta da
cidade, onde se situavam os
principai...
A colonização grega
• Os gregos expandiram-se para várias regiões do mar Mediterrâneo e do mar Negro,
fundando colónias. A...
Esparta
• Esparta foi uma das principais Cidades-Estado da Grécia Antiga.
• Fundada pelos Dórios, povos guerreiros e viole...
Cidadãos
5%
Periecos
10%
Hilotas
85%
Espartanos, homens, ricos donos de terras e
escravos. Controlavam a política e o exér...
A política espartana
• A Cidade de Esparta era
governada por dois reis
(Diarquia), que representavam os
interesses da elit...
A educação espartana
• Até aos 7 anos, as crianças eram educadas pela mãe.
• A partir dos 7 anos, as filhas permaneciam co...
Em recapitulação
• Esparta foi uma cidade-estado grega famosa pelo seu carácter militar.
• A sociedade espartana era forte...
Esparta
• Atenas foi outra das principais Cidades-Estado da Grécia Antiga.
• Fundada na Península da Ática, zona pobre em ...
Recursos económicos de Atenas
O nascimento da Democracia
• Atenas foi governada por diversos sistemas políticos:
• Monarquia (época micénica - até aos i...
O funcionamento da Democracia
Democracia direta, pois os atenienses
não delegavam o seu poder a ninguém.
Eram eles mesmos ...
Cidadãos
13%
Metecos
32%
Escravos
35%
Homens livres com mais de 20 anos, filhos
de pai e mãe ateniense. Eram ricos, donos
...
Democracia Imperfeita
• Limitação à liberdade de expressão: quem conspirasse contra a democracia
era condenado ao ostracis...
A educação ateniense
• Até aos 7 anos, as crianças eram educadas pela mãe no gineceu.
• A partir dos 7 anos, as filhas con...
Em recapitulação
• Atenas tornou-se, a partir do séc. V a.C. na principal pólis grega. Era uma potência
comercial, marítim...
Em recapitulação
• Os órgãos de governo eram a Eclésia (assembleia com poderes deliberativos); a Bulé
(poder legislativo);...
A religião
• Politeísta;
• Antropomórfica (os deuses apenas se distinguem dos homens pelo facto de serem
imortais e terem ...
Os deusesDa
Grécia
Do Egito
Pág. 75
Culto familiar
• O Culto privado ou familiar era feito pelo chefe de
família.
• Prestava-se em casa, nos altares doméstico...
Culto aos deuses
da pólis
Culto cívico
Culto pan-helénico
• O Culto pan-helénico prestado a todos os deuses, por todos os gregos.
• Não importava de onde eram na...
Os Jogos Olímpicos
Pág. 82
Anfiteatro
Orquestra
Cena
O teatro
• Com origem em festivais religiosos ao deus Dionísio.
• As peças podiam ser de dois ti...
Autor Época em que viveu Principal texto
Tema principal que
tratava
Principais autores dos textos de teatro
Ésquilo
Sófocl...
Heródoto foi o
“inventor” da História
Pítágoras
celebrizou-se com
conhecimentos na
área da
Matemática
Hipócrates,
foi o “p...
Pintura Arquitetura Escultura
A arte Grega : uma arte à medida do Homem
A arte Grega: características
• As obras de arte são feitas à escala humana. A sua execução atinge uma perfeição,
proporçã...
Capitel
Fuste Coluna
• O principal elemento da arquitetura são as colunas. São estas que lhe dão harmonia,
equilíbrio entr...
Pártenon,
Acrópole de
Atenas
Os templos da ordem dórica apresentam:
• colunas a toda a volta;
• colunas robustas;
• coluna...
Templo de Atena Niké,
• No templo da ordem jónica, a coluna:
• é decorada com volutas;
• tem base;
• apresenta um fuste ma...
Na ordem coríntia o capitel é decorado
com folhas de acanto.
Ordem Coríntia: variante da ordem Jónica
Olympeion, Atenas
Discóbulo, Míron
Atena ou Vitória de
Samotrácia
Escultura egípcia
Escultura
Niké ajustando a
sandália, Fídias
Pormenor do tímpano do Pártenon, Fídias
Procissão das Panataneias
Relevos
• A escultura ...
• A pintura grega aparece representada
sobretudo em vasos de cerâmica,
embora os gregos também tenham
feito pinturas em ma...
A pintura em vasos
1.ª Fase:
Figuras escuras em fundo amarelo.
Temas naturalistas (plantas, animais) ou geométricos.
2.ª F...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Grécia antiga

4.625 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Grécia antiga

  1. 1. A CIVILIZAÇÃO GREGA
  2. 2. • A Grécia fica situada no Sudeste da Europa, na parte sul da Península Balcânica. É banhada pelo Mar Mediterrâneo a sul, pelo mar Egeu a este e pelo mar Jónico a oeste, constituída por um conjunto de territórios a que os gregos chamavam Hélade. Localização
  3. 3. • A história da Grécia iniciou-se cerca de VIII a.C., com a formação dos primeiros povoados que dariam origem às grandes cidades gregas. • Com o desenvolvimento deste grande império, entramos num novo tempo histórico: a Antiguidade Clássica. • Estes territórios organizaram-se em cidades independentes com um governo, leis e exército próprios, embora todos com a mesma língua, costumes e religião. A estas cidades independentes chamamos Pólis ou cidade-estado. Formação
  4. 4. A formação das Pólis • Razões da formação da pólis: • As condições naturais (território muito montanhoso e difícil de atravessar); • a rivalidade entre as diferentes cidades; • o isolamento das populações.
  5. 5. A constituição das Pólis • Os elementos principais eram: • A acrópole – zona alta da cidade, onde se situavam os principais edifícios religiosos; • A ágora – a praça pública, onde estavam os principais edifícios administrativos, de cultura e comércio; • A zona rural ou terra cívica – os campos da cidade; • A Necrópole ou cemitério.
  6. 6. A colonização grega • Os gregos expandiram-se para várias regiões do mar Mediterrâneo e do mar Negro, fundando colónias. As razões que levaram a este movimento de colonização foram: • A necessidade de terras férteis para a agricultura; • A procura de matérias-primas; • A procura de produtos para comercializar e de mercados para vender os seus produtos. • Entre as colónias (novas cidades) e a metrópole (cidade-mãe) mantinham-se ligações comerciais, religiosas e culturais intensas, o que contribuiu para expandir a arte e a cultura helénicas (da Hélade).
  7. 7. Esparta • Esparta foi uma das principais Cidades-Estado da Grécia Antiga. • Fundada pelos Dórios, povos guerreiros e violentos, na Península do Peloponeso, tornou-se uma sociedade militarista. • Esta sociedade era fortemente hierarquizada: Espartanos ou Cidadãos 5% Periecos 10% Hilotas 85% Esparta
  8. 8. Cidadãos 5% Periecos 10% Hilotas 85% Espartanos, homens, ricos donos de terras e escravos. Controlavam a política e o exército de Esparta Homens livres, comerciantes e artesãos, naturais de outra pólis. Não possuíam direitos em Esparta Escravos pertencentes ao Estado espartano, trabalhavam para sustentar a elite espartana Sociedade Espartana
  9. 9. A política espartana • A Cidade de Esparta era governada por dois reis (Diarquia), que representavam os interesses da elite espartana. • Além dos Reis, outras três instituições ajudavam a governar Esparta: Ápela – composta por espartanos com mais de 30 anos. Elegiam os membros da Gerúsia e do Eforato Gerúsia – Composta por espartanos com mais de 60 anos, possuíam o poder de criar leis Eforato – composto por 5 éforos que possuíam o dever e a obrigação de fiscalizar as ações dos reis de Esparta Pág. 65
  10. 10. A educação espartana • Até aos 7 anos, as crianças eram educadas pela mãe. • A partir dos 7 anos, as filhas permaneciam com as famílias, sendo educadas ao ar livre para serem fortes e resistentes. • Os filhos rapazes, a partir dos 7 anos, eram retirados das famílias e entregues ao governo da pólis, que os educava para serem fortes guerreiros. • As mulheres não possuiam quaisquer direitos, ao passo que os homens, quando atingiam a idade adulta, passavam a participar no governo e administração da cidade. • Em Esparta, alguns valores eram ensinados desde a infância: • Laconismo: falar pouco e apenas o necessário, não criticar nada, apenas obedecer. • Xenofobia: ódio aos estrangeiros.
  11. 11. Em recapitulação • Esparta foi uma cidade-estado grega famosa pelo seu carácter militar. • A sociedade espartana era fortemente hierarquizada e apenas uma minoria – os cidadãos – tinha poderes políticos. • O governo da cidade era realizado por dois reis (Diarquia), com a ajuda de três instituições: a Apela (poder legislativo); o Eforato (poder executivo) e a Gerúsia (poder judicial). • Os rapazes, a partir dos 7 anos, eram educados pela cidade e preparados para a guerra. • Os espartanos acreditavam numa vida severa, sem prazeres e dedicada a proteger a sua pólis, Esparta.
  12. 12. Esparta • Atenas foi outra das principais Cidades-Estado da Grécia Antiga. • Fundada na Península da Ática, zona pobre em agricultura, tornou-se a mais rica e próspera cidade grega. • Para isso contribuíram: • A situação geográfica, perto do mar Egeu que permitiu aos atenienses dedicarem- se, predominantemente, ao comércio marítimo; • O comércio florescente e o uso da prata na cunhagem de moeda – dracma – que passou a ser aceite, no comércio realizado em todo o Mediterrâneo; • O assumir a liderança da Liga de Delos, aliança defensiva, contra as invasões dos persa. Atenas
  13. 13. Recursos económicos de Atenas
  14. 14. O nascimento da Democracia • Atenas foi governada por diversos sistemas políticos: • Monarquia (época micénica - até aos inícios do séc. VII a.C.); • Oligarquia ou aristocracia (séc. IX-VII a.C.). • Tirania de Pisístrato e de Clístenes (séc. VI a V a.C.). • Os conflitos sociais levaram Clístenes a realizar reformas que defendiam a igualdade de direitos políticos, entre todos os cidadãos. Dividiu a população em 10 tribos e estas em demos. • Esta reforma foi concluída por Péricles no séc. V a.C., que criou as mistoforias (salário para os políticos) dando origem à DEMOCRACIA. Pág. 66
  15. 15. O funcionamento da Democracia Democracia direta, pois os atenienses não delegavam o seu poder a ninguém. Eram eles mesmos quem governava. Pág. 67
  16. 16. Cidadãos 13% Metecos 32% Escravos 35% Homens livres com mais de 20 anos, filhos de pai e mãe ateniense. Eram ricos, donos de terras e escravos. Eram os únicos com direitos políticos. Homens livres comerciantes e artesãos, naturais de outra pólis. Não possuíam quaisquer direitos, mas estavam sujeitos ao serviço militar e pagavam impostos. Escravos, trabalhavam para sustentar a pólia. Eram geralmente bem tratados e podiam ser prisioneiros de guerra, vítimas de pirataria… Sociedade ateniense Os restantes 20% correspondiam às mulheres e filhos dos cidadãos. Pág. 71
  17. 17. Democracia Imperfeita • Limitação à liberdade de expressão: quem conspirasse contra a democracia era condenado ao ostracismo; • Só os cidadãos podiam participar no governo da cidade; • Participação na política vedada aos metecos e mulheres; • Existência de escravos numa forma de governo que defendia a igualdade de direitos; • Imperialismo exercido por Atenas através da Liga de Delos; exigia o pagamento de tributos e não respeitava os direitos das outras cidades.
  18. 18. A educação ateniense • Até aos 7 anos, as crianças eram educadas pela mãe no gineceu. • A partir dos 7 anos, as filhas continuavam a sua educação em casa, onde aprendiam a ser boas donas de casa e boas mães de família. Não tinham quaiquer direitos políticos. • Os filhos rapazes, a partir dos 7 anos, continuavam a sua formação na escola, onde aprendiam a ler, escrever, argumentar… • Aos 15 anos passavam também a frequentar o ginásio (“Mente sã em corpo são”). • Aos 18 anos cumpriam o serviço militar para depois poderem exercer os seus direitos pólíticos.
  19. 19. Em recapitulação • Atenas tornou-se, a partir do séc. V a.C. na principal pólis grega. Era uma potência comercial, marítima e monetária (criaram o dracma). • A sociedade ateniense era hierarquizada e apenas os cidadãos tinham poderes políticos. Os metecos – estrangeiros, apesar de terem que cumprir serviço militar e pagar impostos, não podiam eleger nem ser eleitos. • A partir do séc. V a.C. o sistema político de Atenas passa a ser a democracia (poder do povo). • A democracia ateniense era direta, pois os gregos escolhiam quem os governava e podiam ser também eles próprios escolhidos. Participavam diretamente nas decisões.
  20. 20. Em recapitulação • Os órgãos de governo eram a Eclésia (assembleia com poderes deliberativos); a Bulé (poder legislativo); os Magistrados (10 arcontes e 10 estrategos, com poderes executivos) e os tribunais (poder judicial. Eram o Areópago e o Helieu). • A democracia ateniense não era perfeita, pois existiam algumas limitações: • o ostracismo; • só os cidadãos podiam participar no governo da cidade; • existência de escravos; • Atenas não respeitava os direitos das outras cidades.
  21. 21. A religião • Politeísta; • Antropomórfica (os deuses apenas se distinguem dos homens pelo facto de serem imortais e terem poderes); • Um dever cívico (de todos). • Diferentes tipos de culto. • Locais sagrados: • Oráculos; • Santuários.
  22. 22. Os deusesDa Grécia Do Egito Pág. 75
  23. 23. Culto familiar • O Culto privado ou familiar era feito pelo chefe de família. • Prestava-se em casa, nos altares domésticos, ou aos mortos nos cemitérios.
  24. 24. Culto aos deuses da pólis Culto cívico
  25. 25. Culto pan-helénico • O Culto pan-helénico prestado a todos os deuses, por todos os gregos. • Não importava de onde eram naturais, todos os gregos adoravam o mesmo conjunto de deuses que acreditavam morar no olimpo. • O mais importante era o culto a Zeus, em Olímpia – jogos olímpicos.
  26. 26. Os Jogos Olímpicos Pág. 82
  27. 27. Anfiteatro Orquestra Cena O teatro • Com origem em festivais religiosos ao deus Dionísio. • As peças podiam ser de dois tipos: tragédias e comédias. Os atores eram sempre homens e usavam máscaras expressivas.
  28. 28. Autor Época em que viveu Principal texto Tema principal que tratava Principais autores dos textos de teatro Ésquilo Sófocles Eurípides Aristófanes (525 a 456 a.C. aproximadamente) (496 a 406 a.C. aproximadamente) (484 a 406 a.C aproximadamente) (445 a.C.? – 386 a.C.) "Prometeu acorrentado" "Édipo Rei" "As troianas" "Lisístrata", "As Vespas", "As Nuvens" e "Assembleia de Mulheres". Contava fatos sobre os deuses e os mitos. Grandes figuras reais. Fala sobre os renegados e os vencidos (iniciador do drama ocidental). Dramaturgo grego considerado o maior representante da comédia grega clássica.
  29. 29. Heródoto foi o “inventor” da História Pítágoras celebrizou-se com conhecimentos na área da Matemática Hipócrates, foi o “pai” da Medicina ocidentalSócrates iniciou a Filosofia O pensamento: Filosofia História Medicina Matemática Pág. 74/75
  30. 30. Pintura Arquitetura Escultura A arte Grega : uma arte à medida do Homem
  31. 31. A arte Grega: características • As obras de arte são feitas à escala humana. A sua execução atinge uma perfeição, proporção, equilíbrio e harmonia que servirá de modelo a outras civilizações, ao longo dos tempos.  Racionalismo (concordância entre a estrutura e a forma);  Atenção aos pormenores;  Harmonia e proporção;  Simplicidade e elegância;  Aliança da escultura à arquitetura;  Obediência a uma das três ordens arquitetónicas.
  32. 32. Capitel Fuste Coluna • O principal elemento da arquitetura são as colunas. São estas que lhe dão harmonia, equilíbrio entre as linhas horizontais e verticais e transmitem a ideia de ordem. Pártenon, Atenas A arte Grega : uma arte à medida do Homem Friso Arquitrave Entablamento Frontão
  33. 33. Pártenon, Acrópole de Atenas Os templos da ordem dórica apresentam: • colunas a toda a volta; • colunas robustas; • colunas sem base; • colunas com capitel simples. Ordem Dórica
  34. 34. Templo de Atena Niké, • No templo da ordem jónica, a coluna: • é decorada com volutas; • tem base; • apresenta um fuste mais fino e elegante. Galeria de cariátides, colunas em forma de mulher. Quando eram homens, chamavam-se atlantes. Coluna jónica Ordem Jónica Erecteion, Acrópole de Atenas
  35. 35. Na ordem coríntia o capitel é decorado com folhas de acanto. Ordem Coríntia: variante da ordem Jónica Olympeion, Atenas
  36. 36. Discóbulo, Míron Atena ou Vitória de Samotrácia Escultura egípcia Escultura
  37. 37. Niké ajustando a sandália, Fídias Pormenor do tímpano do Pártenon, Fídias Procissão das Panataneias Relevos • A escultura surge também sob a forma de altos e baixos relevos, adornando os templos.
  38. 38. • A pintura grega aparece representada sobretudo em vasos de cerâmica, embora os gregos também tenham feito pinturas em madeira e em paredes. Painel de madeira de Pitsa, Corinto. Autor desconhecido. Século VI a. C. Pintura Vasos de cerâmica pintados
  39. 39. A pintura em vasos 1.ª Fase: Figuras escuras em fundo amarelo. Temas naturalistas (plantas, animais) ou geométricos. 2.ª Fase: Figuras Negras em fundo vermelho. Temas naturalistas/ humanistas (Homens, deuses, heróis). 3.ª Fase: Época Clássica Figuras vermelhas em fundo negro. Temas naturalistas/ humanistas (Homens, deuses, heróis). Pág. 79

×