Livro dos Espiritos Q 298 e 299 ESE cap25 item 4 e 5

609 visualizações

Publicada em

Reuniao Publica GECD / Dubai
espacodespertar.blogspot.com

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
609
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
128
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livro dos Espiritos Q 298 e 299 ESE cap25 item 4 e 5

  1. 1. Dubai, 04/01/2015 L.E. – Parte 2ª. Cap. VI - Relações de simpatia e de antipatia entre os Espíritos. Metades eternas - Questão 298 e 299 ESE – CAP. XXV – Buscais e Achareis – Item 4 e 5 Dubai, 22/03/2015
  2. 2. Cap. VI - Relações de simpatia e de antipatia entre os Espíritos. Metades eternas “Não; não há união particular e fatal, de duas almas. A união que há é a de todos os Espíritos, mas em graus diversos, segundo a categoria que ocupam, isto é, segundo a perfeição que tenham adquirido. Quanto mais perfeitos, tanto mais unidos. Da discórdia nascem todos os males dos humanos; da concórdia resulta a completa felicidade.” 298. As almas que devam unir-se estão, desde suas origens, predestinadas a essa união e cada um de nós tem, nalguma parte do Universo, sua metade, a que fatalmente um dia reunirá?
  3. 3. Cap. VI - Relações de simpatia e de antipatia entre os Espíritos. Metades eternas “A expressão é inexata. Se um Espírito fosse a metade do outro, separados os dois, estariam ambos incompletos.” 299. Em que sentido se deve entender a palavra METADE, de que alguns Espíritos se servem para designar os Espíritos simpáticos?
  4. 4. Cap. VI - Relações de simpatia e de antipatia entre os Espíritos. Metades eternas ALMA GÊMEA
  5. 5. Cap. VI - Relações de simpatia e de antipatia entre os Espíritos. Metades eternas “…e Deus considerou que o homem não devia ficar só”. GENESE [2] 18 Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far- lhe-ei uma ajudadora que lhe seja idônea. 24 Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne.
  6. 6. Cap. VI - Relações de simpatia e de antipatia entre os Espíritos. Metades eternas O amor é a lei própria da vida e, sob o seu domínio sagrado, todas as criaturas e todas as coisas se reúnem ao Criador, dentro do plano grandioso da unidade universal. No caminho dos homens é ainda o amor que preside a todas as atividades da existência em família e em sociedade. Das expressões de sexualidade, o amor caminha para o supersexualismo, marchando sempre para as sublimadas emoções da espiritualidade pura, pela renúncia e pelo trabalho santificantes, até alcançar o amor divino, atributo dos seres angelicais, que se edificaram para a união com Deus, na execução de seus sagrados desígnios no Universo. (Emmanuel – O Consolador)
  7. 7. Cap. VI - Relações de simpatia e de antipatia entre os Espíritos. Metades eternas 323 – Será uma verdade a teoria das almas gêmeas? No sagrado mistério da vida, cada coração possui no Infinito a alma gêmea da sua, companheira divina para a viagem à gloriosa imortalidade. Criadas umas para as outras, as almas gêmeas se buscam, sempre que separadas. A união perene é-lhes a aspiração suprema e indefinível. Milhares de seres, se transviados no crime ou na inconsciência, experimentam a separação das almas que os sustentam, como a provação mais ríspida e dolorosa… com a expressão “almas gêmeas”, não desejamos dizer “metades eternas”
  8. 8. Cap. VI - Relações de simpatia e de antipatia entre os Espíritos. Metades eternas 326 – A união das almas gêmeas pode constituir restrição ao amor universal? – O amor das almas gêmeas não pode efetuar semelhante restrição, porquanto, atingida a culminância evolutiva, todas as expressões afetivas se irmanam na conquista do amor divino. O amor das almas gêmeas, em suma, é aquele que o Espírito, um dia, sentirá pela Humanidade inteira.
  9. 9. Cap. VI - Relações de simpatia e de antipatia entre os Espíritos. Metades eternas Senador Publiu Lentulus senador romano que foi contemporâneo de Jesus e sua esposa Lívia - Filha, deixa que chorem os teus olhos as imperfeições da alma que o Nosso Pai destinou para gêmea da tua!... Não esperes deste mundo mais que lágrimas e padecimentos, porque é na dor que os corações se dulcificam para o céu... Um momento chegará em que te sentirás no cume das aflições, mas não duvides da minha misericórdia, porque no momento oportuno, quando todos te desprezarem, eu te chamarei ao meu reino de divinas esperanças, onde poderás aguardar teu esposo, no curso incessante dos séculos!
  10. 10. Emmanuel, Livro O Consolador - psicografia Francisco Candido Xavier Separadas ou unidas, nas experiências do mundo, as almas irmãs caminham, ansiosas, pela união e pela harmonia supremas, até que se integrem, no plano espiritual, onde se reúnem para sempre na mais sublime expressão de amor divino, finalidade profunda de todas as cogitações do ser, no dédalo do destino.
  11. 11. Dubai, 04/01/2015 ESTUDO DO EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO ESE – CAP. XXV – BUSCAI E ACHAREIS Item 4 e 5 Dubai, 22/03/2015
  12. 12. Ajuda-te a ti mesmo, que o céu te ajudará.. 1 CAP. XXV – BUSCAI E ACHAREIS Anda e chegarás. Toparás com pedras; olha e afasta-as tu mesmo. Nós te daremos a força necessária, se a quiseres empregar. (O Livro dos Médiuns, 2ª Parte, cap. XXVI, nº 291 e seguintes.)

×