SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Baixar para ler offline
Sacrifícios do Amor
O amor resume toda a doutrina de
Jesus, porque é o sentimento por
excelência, e os sentimentos são os
instintos elevados à altura do progresso
realizado.
Lázaro ( Paris,1862)
De acordo com os cânones religiosos,
Jesus é o Espírito mais elevado que já
reencarnou neste Planeta de provas e
expiações. Pode-se dizer que era médium
de Deus. Tinha a missão de dirigir os
destinos da Terra. Para isso, era preciso
mudar o nível mental dos seus habitantes.
Ainda que eu falasse as línguas dos
homens e dos anjos, e não tivesse amor,
seria como o metal que soa ou como o
sino que tine.
E ainda que tivesse o dom de profecia, e
conhecesse todos os mistérios e toda a
ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de
maneira tal que transportasse os montes,
e não tivesse amor, nada seria.
1 Coríntios 13:1,2
O amor é sofredor, é benigno; o
amor não é invejoso; o amor não
trata com leviandade, não se
ensoberbece.
1 Coríntios 13:4-4
Não se porta com indecência, não
busca os seus interesses, não se
irrita, não suspeita mal;
1 Coríntios 13:5-5
Não folga com a injustiça, mas
folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera,
tudo suporta.
1 Coríntios 13:6,7
L.E 258- Quando no estado errante e antes de
se reencarnar, o espírito tem consciência e a
previsão das coisas que lhe sucederão
durante a vida?
Ele próprio escolhe o gênero provas que quer
suportar e é nisso que consiste o seu livre-arbítrio.
Se o amor do próximo é o princípio da
caridade, amar aos inimigos é a sua
aplicação sublime, porque essa virtude
constitui uma das maiores vitórias
conquistadas sobre o egoísmo e o
orgulho.
(Evangelho Segundo o Espiritismo)
ABNEGAÇÃO
Não se deve pensar o sacrifício como auto-
imposição, mas uma disposição para a
abnegação, que é o afastar-se da arrogância
do ficar no já conquistado. O sacrifício
assemelha-se à dor do parto, pois a mãe
sofre, mas em seguida vê o rebento vir á luz e
tudo fica esquecido.
RESSENTIMENTO
"Antes de se apresentar a ele para ser
perdoado, é preciso ter perdoado, e que,
se cometeu injustiça contra um dos
seus irmãos, é preciso tê-la reparado; só
então a oferenda será agradável, porque
virá de um coração puro de todo o mau
pensamento" (E.S.E-1984, cap. X, p.134.)
GUARDEMOS CONFIANÇA
Decerto ouviremos muitas
interrogações acerca de nossa
conduta espírita, porque os
obstáculos e as dificuldades serão
sem monta.
"A paciência é uma planta de
raízes assaz amargas, mas de
frutos dulcíssimos".
Sócrates
Os sacrifícios do amor segundo Jesus

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Capitulo XX - OS Obreiros do Senhor
Capitulo XX - OS  Obreiros do SenhorCapitulo XX - OS  Obreiros do Senhor
Capitulo XX - OS Obreiros do SenhorJean Dias
 
Ajuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudaráAjuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudaráLisete B.
 
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direitaCap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direitagmo1973
 
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosCap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosEduardo Ottonelli Pithan
 
Reconhece cristao l.ppt
Reconhece cristao l.pptReconhece cristao l.ppt
Reconhece cristao l.pptVanda Machado
 
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28Patricia Farias
 
Estudos do evangelho "O maior mandamento"
Estudos do evangelho "O maior mandamento"Estudos do evangelho "O maior mandamento"
Estudos do evangelho "O maior mandamento"Leonardo Pereira
 
Palestra Provas da Riqueza e Miséria.
Palestra Provas da Riqueza e Miséria.Palestra Provas da Riqueza e Miséria.
Palestra Provas da Riqueza e Miséria.Alex Peccini CRC
 
A felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoA felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoPonte de Luz ASEC
 
Ingratidão dos Filhos e Laços de Família
Ingratidão dos Filhos e Laços de FamíliaIngratidão dos Filhos e Laços de Família
Ingratidão dos Filhos e Laços de Famíliaigmateus
 
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon pptNão se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon pptSilvânio Barcelos
 
A fé transporta montanhas cap 19 ese
A fé transporta montanhas cap 19 eseA fé transporta montanhas cap 19 ese
A fé transporta montanhas cap 19 esectollin
 
Palestra Espirita - Prece
Palestra Espirita - PrecePalestra Espirita - Prece
Palestra Espirita - Precemanumino
 
Muitos os chamados, poucos os escolhidos
Muitos os chamados, poucos os escolhidosMuitos os chamados, poucos os escolhidos
Muitos os chamados, poucos os escolhidosGraça Maciel
 

Mais procurados (20)

Capitulo XX - OS Obreiros do Senhor
Capitulo XX - OS  Obreiros do SenhorCapitulo XX - OS  Obreiros do Senhor
Capitulo XX - OS Obreiros do Senhor
 
Ajuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudaráAjuda te que o céu te ajudará
Ajuda te que o céu te ajudará
 
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direitaCap 13 Não saiba a vossa mão esquerdao que dê a vossa mão direita
Cap 13 Não saiba a vossa mão esquerda o que dê a vossa mão direita
 
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMOREFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
REFORMA INTIMA E ESPIRITISMO
 
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosCap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
 
Reconhece cristao l.ppt
Reconhece cristao l.pptReconhece cristao l.ppt
Reconhece cristao l.ppt
 
Submissão e Resignação frente a Mudanças
Submissão e Resignação frente a MudançasSubmissão e Resignação frente a Mudanças
Submissão e Resignação frente a Mudanças
 
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
 
Estudos do evangelho "O maior mandamento"
Estudos do evangelho "O maior mandamento"Estudos do evangelho "O maior mandamento"
Estudos do evangelho "O maior mandamento"
 
Palestra Provas da Riqueza e Miséria.
Palestra Provas da Riqueza e Miséria.Palestra Provas da Riqueza e Miséria.
Palestra Provas da Riqueza e Miséria.
 
A felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundoA felicidade não é deste mundo
A felicidade não é deste mundo
 
Caridade
CaridadeCaridade
Caridade
 
Palestra Espírita - Os falsos profetas
Palestra Espírita - Os falsos profetasPalestra Espírita - Os falsos profetas
Palestra Espírita - Os falsos profetas
 
Ingratidão dos Filhos e Laços de Família
Ingratidão dos Filhos e Laços de FamíliaIngratidão dos Filhos e Laços de Família
Ingratidão dos Filhos e Laços de Família
 
Indulgencia
IndulgenciaIndulgencia
Indulgencia
 
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon pptNão se pode servir a deus e a mamon ppt
Não se pode servir a deus e a mamon ppt
 
A fé transporta montanhas cap 19 ese
A fé transporta montanhas cap 19 eseA fé transporta montanhas cap 19 ese
A fé transporta montanhas cap 19 ese
 
Flagelos destruidores e guerras
Flagelos destruidores e guerrasFlagelos destruidores e guerras
Flagelos destruidores e guerras
 
Palestra Espirita - Prece
Palestra Espirita - PrecePalestra Espirita - Prece
Palestra Espirita - Prece
 
Muitos os chamados, poucos os escolhidos
Muitos os chamados, poucos os escolhidosMuitos os chamados, poucos os escolhidos
Muitos os chamados, poucos os escolhidos
 

Destaque (20)

Coragem da fé
Coragem da féCoragem da fé
Coragem da fé
 
Os laços de família são fortalecidos pela reencarnação
Os laços de família são fortalecidos pela reencarnaçãoOs laços de família são fortalecidos pela reencarnação
Os laços de família são fortalecidos pela reencarnação
 
Como os espíritos influenciam nossas vidas
Como os espíritos influenciam nossas vidasComo os espíritos influenciam nossas vidas
Como os espíritos influenciam nossas vidas
 
O poder da língua
O poder da línguaO poder da língua
O poder da língua
 
Mensagem para refletir
Mensagem para refletirMensagem para refletir
Mensagem para refletir
 
Alqueire
AlqueireAlqueire
Alqueire
 
Para refletir
Para refletirPara refletir
Para refletir
 
Chico xavier
Chico xavierChico xavier
Chico xavier
 
Paraiso, inferno
Paraiso, infernoParaiso, inferno
Paraiso, inferno
 
Destruição 2
Destruição 2Destruição 2
Destruição 2
 
Provas voluntárias
Provas voluntáriasProvas voluntárias
Provas voluntárias
 
A família na visão espírita
A família na visão espíritaA família na visão espírita
A família na visão espírita
 
Lesões afetivas
Lesões afetivas Lesões afetivas
Lesões afetivas
 
Fora da Caridade não há Salvação
Fora da Caridade não há SalvaçãoFora da Caridade não há Salvação
Fora da Caridade não há Salvação
 
Caridade
CaridadeCaridade
Caridade
 
Missão dos Pais
Missão dos PaisMissão dos Pais
Missão dos Pais
 
O cisco e a trave no olho
O cisco e a trave no olhoO cisco e a trave no olho
O cisco e a trave no olho
 
Consolador prometido
Consolador prometidoConsolador prometido
Consolador prometido
 
O Poder da Gratidão - Seja grato, seja feliz!
O Poder da Gratidão - Seja grato, seja feliz!O Poder da Gratidão - Seja grato, seja feliz!
O Poder da Gratidão - Seja grato, seja feliz!
 
134237842 palestra-espirita-a-paciencia
134237842 palestra-espirita-a-paciencia134237842 palestra-espirita-a-paciencia
134237842 palestra-espirita-a-paciencia
 

Semelhante a Os sacrifícios do amor segundo Jesus

Pensar Sentir e Agir na edificação do Amor
Pensar Sentir e Agir na edificação do Amor Pensar Sentir e Agir na edificação do Amor
Pensar Sentir e Agir na edificação do Amor ssuserb39c9d1
 
Evangeliza - A Lei de Amor
Evangeliza - A Lei de AmorEvangeliza - A Lei de Amor
Evangeliza - A Lei de AmorAntonino Silva
 
Adenauer novaes-amor-sempre
Adenauer novaes-amor-sempreAdenauer novaes-amor-sempre
Adenauer novaes-amor-sempreErica Lopes
 
Adenauer novaes -_amor_sempre
Adenauer novaes -_amor_sempreAdenauer novaes -_amor_sempre
Adenauer novaes -_amor_semprezfrneves
 
Amor bandeira da humanidade
Amor bandeira da humanidadeAmor bandeira da humanidade
Amor bandeira da humanidadeBruno Amaro
 
LE - Questao175 e Evangelho Capitulo12:10
LE - Questao175 e Evangelho Capitulo12:10LE - Questao175 e Evangelho Capitulo12:10
LE - Questao175 e Evangelho Capitulo12:10Patricia Farias
 
Seminário Paulo e Estevão 5 de maio 2013
Seminário Paulo e Estevão 5 de maio 2013Seminário Paulo e Estevão 5 de maio 2013
Seminário Paulo e Estevão 5 de maio 2013Anderson Santos
 
Recado de amor
Recado de amorRecado de amor
Recado de amorHelio Cruz
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 61 - O Homemcom Jesus
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 61 - O Homemcom JesusSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 61 - O Homemcom Jesus
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 61 - O Homemcom JesusRicardo Azevedo
 
De Francisco de Assis para Você- Vamos cuidar da casa comum
De Francisco de Assis para Você- Vamos cuidar da casa comumDe Francisco de Assis para Você- Vamos cuidar da casa comum
De Francisco de Assis para Você- Vamos cuidar da casa comumAnderson Santos
 

Semelhante a Os sacrifícios do amor segundo Jesus (20)

"Ainda que eu falasse as línguas dos homens..."
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens...""Ainda que eu falasse as línguas dos homens..."
"Ainda que eu falasse as línguas dos homens..."
 
Libertação pelo amor.
Libertação pelo amor.Libertação pelo amor.
Libertação pelo amor.
 
Pensar Sentir e Agir na edificação do Amor
Pensar Sentir e Agir na edificação do Amor Pensar Sentir e Agir na edificação do Amor
Pensar Sentir e Agir na edificação do Amor
 
Evangeliza - A Lei de Amor
Evangeliza - A Lei de AmorEvangeliza - A Lei de Amor
Evangeliza - A Lei de Amor
 
Universalismo crstico apostila - 004 - 2011 - lar (1)
Universalismo crstico   apostila - 004 - 2011 - lar (1)Universalismo crstico   apostila - 004 - 2011 - lar (1)
Universalismo crstico apostila - 004 - 2011 - lar (1)
 
Amai vos 3
Amai vos 3Amai vos 3
Amai vos 3
 
Universalismo crstico apostila - 004 - 2011 - lar
Universalismo crstico   apostila - 004 - 2011 - larUniversalismo crstico   apostila - 004 - 2011 - lar
Universalismo crstico apostila - 004 - 2011 - lar
 
Adenauer novaes-amor-sempre
Adenauer novaes-amor-sempreAdenauer novaes-amor-sempre
Adenauer novaes-amor-sempre
 
Adenauer novaes -_amor_sempre
Adenauer novaes -_amor_sempreAdenauer novaes -_amor_sempre
Adenauer novaes -_amor_sempre
 
Amai vos 3
Amai vos 3Amai vos 3
Amai vos 3
 
Amor bandeira da humanidade
Amor bandeira da humanidadeAmor bandeira da humanidade
Amor bandeira da humanidade
 
Amai vos 3
Amai vos 3Amai vos 3
Amai vos 3
 
Jesus e amor .pptx
 Jesus e amor .pptx Jesus e amor .pptx
Jesus e amor .pptx
 
LE - Questao175 e Evangelho Capitulo12:10
LE - Questao175 e Evangelho Capitulo12:10LE - Questao175 e Evangelho Capitulo12:10
LE - Questao175 e Evangelho Capitulo12:10
 
Seminário Paulo e Estevão 5 de maio 2013
Seminário Paulo e Estevão 5 de maio 2013Seminário Paulo e Estevão 5 de maio 2013
Seminário Paulo e Estevão 5 de maio 2013
 
O Pedagogo da Humanidade
O Pedagogo da HumanidadeO Pedagogo da Humanidade
O Pedagogo da Humanidade
 
I corintios cap 13
I corintios cap 13I corintios cap 13
I corintios cap 13
 
Recado de amor
Recado de amorRecado de amor
Recado de amor
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 61 - O Homemcom Jesus
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 61 - O Homemcom JesusSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 61 - O Homemcom Jesus
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 61 - O Homemcom Jesus
 
De Francisco de Assis para Você- Vamos cuidar da casa comum
De Francisco de Assis para Você- Vamos cuidar da casa comumDe Francisco de Assis para Você- Vamos cuidar da casa comum
De Francisco de Assis para Você- Vamos cuidar da casa comum
 

Mais de Luciane Belchior (19)

OS TRABALHADORES DA ULTIMA HORA 1.ppsx
OS TRABALHADORES DA ULTIMA HORA 1.ppsxOS TRABALHADORES DA ULTIMA HORA 1.ppsx
OS TRABALHADORES DA ULTIMA HORA 1.ppsx
 
A gratidão ensinada por Jesus!
A gratidão ensinada por Jesus!A gratidão ensinada por Jesus!
A gratidão ensinada por Jesus!
 
A parabola dos dois alicerces
A parabola dos dois alicercesA parabola dos dois alicerces
A parabola dos dois alicerces
 
Meu papel no mundo
Meu papel no mundoMeu papel no mundo
Meu papel no mundo
 
Espiritismo e pandemia
Espiritismo e pandemiaEspiritismo e pandemia
Espiritismo e pandemia
 
Desequilibrios Reais
Desequilibrios ReaisDesequilibrios Reais
Desequilibrios Reais
 
Falsos profetas
Falsos profetasFalsos profetas
Falsos profetas
 
Auta de souza
Auta de souzaAuta de souza
Auta de souza
 
Mudar
MudarMudar
Mudar
 
Chico xavier e emmanuel
Chico xavier e emmanuelChico xavier e emmanuel
Chico xavier e emmanuel
 
Penas e gozos futuros
Penas e gozos futurosPenas e gozos futuros
Penas e gozos futuros
 
O poder da fé
O poder da féO poder da fé
O poder da fé
 
Natal e espiritismo
Natal e espiritismoNatal e espiritismo
Natal e espiritismo
 
Mensagem de natal
Mensagem de natalMensagem de natal
Mensagem de natal
 
Caridade
CaridadeCaridade
Caridade
 
Chico xavier e emmanuel
Chico xavier e emmanuelChico xavier e emmanuel
Chico xavier e emmanuel
 
Pagar o bem com o mau
Pagar o bem com o mauPagar o bem com o mau
Pagar o bem com o mau
 
Laços familia pps
Laços familia ppsLaços familia pps
Laços familia pps
 
Deixai vir a mim as criançinhas
Deixai vir a mim as criançinhasDeixai vir a mim as criançinhas
Deixai vir a mim as criançinhas
 

Último

Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxCelso Napoleon
 
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiaRESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiamaysa997520
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024RaniereSilva14
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaFranklinOliveira30
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptxPIB Penha
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoInsituto Propósitos de Ensino
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxCelso Napoleon
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoInsituto Propósitos de Ensino
 

Último (12)

Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
 
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiaRESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarística
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
 
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
 

Os sacrifícios do amor segundo Jesus

  • 2. O amor resume toda a doutrina de Jesus, porque é o sentimento por excelência, e os sentimentos são os instintos elevados à altura do progresso realizado. Lázaro ( Paris,1862)
  • 3.
  • 4. De acordo com os cânones religiosos, Jesus é o Espírito mais elevado que já reencarnou neste Planeta de provas e expiações. Pode-se dizer que era médium de Deus. Tinha a missão de dirigir os destinos da Terra. Para isso, era preciso mudar o nível mental dos seus habitantes.
  • 5.
  • 6. Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. 1 Coríntios 13:1,2
  • 7. O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. 1 Coríntios 13:4-4
  • 8. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; 1 Coríntios 13:5-5
  • 9. Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. 1 Coríntios 13:6,7
  • 10. L.E 258- Quando no estado errante e antes de se reencarnar, o espírito tem consciência e a previsão das coisas que lhe sucederão durante a vida? Ele próprio escolhe o gênero provas que quer suportar e é nisso que consiste o seu livre-arbítrio.
  • 11.
  • 12. Se o amor do próximo é o princípio da caridade, amar aos inimigos é a sua aplicação sublime, porque essa virtude constitui uma das maiores vitórias conquistadas sobre o egoísmo e o orgulho. (Evangelho Segundo o Espiritismo)
  • 13. ABNEGAÇÃO Não se deve pensar o sacrifício como auto- imposição, mas uma disposição para a abnegação, que é o afastar-se da arrogância do ficar no já conquistado. O sacrifício assemelha-se à dor do parto, pois a mãe sofre, mas em seguida vê o rebento vir á luz e tudo fica esquecido.
  • 14.
  • 15. RESSENTIMENTO "Antes de se apresentar a ele para ser perdoado, é preciso ter perdoado, e que, se cometeu injustiça contra um dos seus irmãos, é preciso tê-la reparado; só então a oferenda será agradável, porque virá de um coração puro de todo o mau pensamento" (E.S.E-1984, cap. X, p.134.)
  • 16.
  • 17. GUARDEMOS CONFIANÇA Decerto ouviremos muitas interrogações acerca de nossa conduta espírita, porque os obstáculos e as dificuldades serão sem monta.
  • 18. "A paciência é uma planta de raízes assaz amargas, mas de frutos dulcíssimos". Sócrates