SlideShare uma empresa Scribd logo
CAPÍTULO XI – AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI
MESMO
Instruções dos Espíritos
A Lei de Amor
Estudo do Evangelho
Segundo oEspiritismo
Por Patrícia Farias – Brasil, 12/10/2021
Dai a César o que é de César
Lázaro (Paris, 1862)
8. O amor resume a doutrina de Jesus toda inteira, visto que
esse é o sentimento por excelência, e os sentimentos são os
instintos elevados à altura do progresso feito. Em sua
origem, o homem só tem instintos; quando mais avançado e
corrompido, só tem sensações; quando instruído e depurado,
tem sentimentos.
E o ponto delicado do sentimento é o amor, não o amor no
sentido vulgar do termo, mas esse sol interior que condensa
e reúne em seu ardente foco todas as aspirações e todas as
revelações sobre-humanas.
(…) Ditoso aquele que, ultrapassando a sua humanidade,
ama com amplo amor os seus irmãos em sofrimento!
Quando Jesus pronunciou a divina palavra — amor, os povos
sobressaltaram-se e os mártires, ébrios de esperança,
desceram ao circo.
Instruçõesdos Espíritos
(…)
Disse eu que em seus começos o homem só instintos possuía.
Mais próximo, portanto, ainda se acha do ponto de partida, do
que da meta, aquele em quem predominam os instintos. A fim
de avançar para a meta, tem a criatura que vencer os instintos,
em proveito dos sentimentos, isto é, que aperfeiçoar estes
últimos, sufocando os germes latentes da matéria. Os instintos
são a germinação e os embriões do sentimento; trazem consigo
o progresso, como a glande encerra em si o carvalho, e os seres
menos adiantados são os que, emergindo pouco a pouco de
suas crisálidas, se conservam escravizados aos instintos.
O Espírito precisa ser cultivado, como um campo. Toda a riqueza
futura depende do labor atual, que vos granjeará muito mais do
que bens terrenos: a elevação gloriosa. É então que,
compreendendo a lei de amor que liga todos os seres, buscareis
nela os gozos suavíssimos da alma, prelúdios das alegrias
celestes. Lázaro. (Paris, 1862)
Dai a César o que é de César
(…)
Há pessoas a quem repugna a reencarnação, com a idéia de que outros venham
a partilhar das afetuosas simpatias de que são ciosas. Pobres irmãos! o vosso
afeto vos torna egoístas; o vosso amor se restringe a um círculo íntimo de
parentes e de amigos, sendo-vos indiferentes os demais. Pois bem! para
praticardes a lei de amor, tal como Deus o entende, preciso se faz chegueis
passo a passo a amar a todos os vossos irmãos indistintamente. A tarefa é longa
e difícil, mas cumprir-se-á: Deus o quer e a lei de amor constitui o primeiro e o
mais importante preceito da vossa nova doutrina, porque é ela que um dia
matará o egoísmo, qualquer que seja a forma sob que se apresente, dado que,
além do egoísmo pessoal, há também o egoísmo de família, de casta, de
nacionalidade.
Fénelon (Bordéus, 1861.)
Disse Jesus: “Amai o vosso próximo como a vós mesmos.” Ora, qual o limite com relação ao próximo? Será a família,
a seita, a nação? Não; é a Humanidade inteira. Nos mundos superiores, o amor recíproco é que harmoniza e dirige
os Espíritos adiantados que os habitam, e o vosso planeta, destinado a realizar em breve sensível progresso, verá
seus habitantes, em virtude da transformação social por que passará, a praticar essa lei sublime, reflexo da
Divindade.
Dai a César o que é de César
Sanson, ex-membro da Sociedade Espírita de Paris. 1863
Crede que esta sábia exortação: “Amai bastante, para serdes amados”, abrirá caminho; revolucionária, ela segue
sua rota, que é determinada, invariável. Mas, já ganhastes muito, vós que me ouvis, pois que já sois infinitamente
melhores do que éreis há cem anos. Mudastes tanto, em proveito vosso, que aceitais de boa mente, sobre a
liberdade e a fraternidade, uma imensidade de idéias novas, que outrora rejeitaríeis. Ora, daqui a cem anos, sem
dúvida aceitareis com a mesma facilidade as que ainda vos não puderam entrar no cérebro.
Hoje, quando o movimento espírita há dado tão grande passo, vede com que rapidez as idéias de justiça e de
renovação, constantes nos ditados espíritas, são aceitas pela parte mediana do mundo inteligente. É que essas idéias
correspondem a tudo o que há de divino em vós. É que estais preparados por uma sementeira fecunda: a do século
passado, que implantou no seio da sociedade terrena as grandes idéias de progresso. E, como tudo se encadeia sob a
direção do Altíssimo, todas as lições recebidas e aceitas virão a encerrar-se na permuta universal do amor ao próximo.
Por aí, os Espíritos encarnados, melhor apreciando e sentindo, se estenderão as mãos, de todos os confins do vosso
planeta. Uns e outros reunir-se-ão, para se entenderem e amarem, para destruírem todas as injustiças, todas as causas
de desinteligências entre os povos.
Grande conceito de renovação pelo Espiritismo, tu produzirás o portentoso milagre do século vindouro, o da
harmonização de todos os interesses materiais e espirituais dos homens, pela aplicação deste preceito bem
compreendido: “Amai bastante, para serdes amados.”
“...Que importa que se riam de ti! Que importa que a
ingratidão e a maldade se levantem na tua frente! Aquele
que ama não recua por tão pouca coisa; ainda que colha
espinhos e silvas (dificuldades), continua sua obra, porque
esse é o seu dever, sabe que a abnegação o engrandece...”
(Livro - O Problema do Ser, do Destino e da Dor, León Denis)
“Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não
tivesse Amor, seria como o metal que soa ou como o sino que
tine. E ainda que tivesse o dom da profecia, e conhecesse todos
os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de
maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse Amor,
nada seria. E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para
sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo
para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me
aproveitaria.
1 Coríntios 13:3(…)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estudos do evangelho "O maior mandamento"
Estudos do evangelho "O maior mandamento"Estudos do evangelho "O maior mandamento"
Estudos do evangelho "O maior mandamento"
Leonardo Pereira
 
Lei de amor e caridade
Lei de amor e caridadeLei de amor e caridade
Lei de amor e caridade
grupodepaisceb
 
Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015
Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015
Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015
Euzebio Raimundo da Silva
 
Estudos do evangelho "A lei do amor"
Estudos do evangelho "A lei do amor" Estudos do evangelho "A lei do amor"
Estudos do evangelho "A lei do amor"
Leonardo Pereira
 
Viveras para sempre
Viveras para sempreViveras para sempre
Viveras para sempre
Ailton Guimaraes
 
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
Patricia Farias
 
Caracteres da Perfeição
Caracteres da PerfeiçãoCaracteres da Perfeição
Caracteres da Perfeição
CEENA_SS
 
090812 da lei de justiça, amor e caridade–livro iii, cap. xi
090812 da lei de justiça, amor e caridade–livro iii, cap. xi090812 da lei de justiça, amor e caridade–livro iii, cap. xi
090812 da lei de justiça, amor e caridade–livro iii, cap. xi
Carlos Alberto Freire De Souza
 
O maior mandamento
O maior mandamentoO maior mandamento
O maior mandamento
Lorena Dias
 
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e leiCapítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Homem de bem
Homem de bemHomem de bem
Homem de bem
Angelo Baptista
 
Ação e Reação
Ação e ReaçãoAção e Reação
Ação e Reação
Melita Andrade
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
Patricia Farias
 
Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste out20
Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste  out20Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste  out20
Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste out20
manumino
 
Palestra Espírita - Sede Perfeitos
Palestra Espírita - Sede Perfeitos  Palestra Espírita - Sede Perfeitos
Palestra Espírita - Sede Perfeitos
manumino
 
Evangelho Cap 8 item 5
Evangelho Cap 8 item 5Evangelho Cap 8 item 5
Evangelho Cap 8 item 5
Patricia Farias
 
Evangelho Cap10 item5 - Bem Aventurados os que são Misericordiosos
Evangelho Cap10 item5 - Bem Aventurados os que são MisericordiososEvangelho Cap10 item5 - Bem Aventurados os que são Misericordiosos
Evangelho Cap10 item5 - Bem Aventurados os que são Misericordiosos
Patricia Farias
 
Evangelho cap10 item11
Evangelho cap10 item11Evangelho cap10 item11
Evangelho cap10 item11
Patricia Farias
 
Amar o proximo_como_a_si_mesmo02
Amar o proximo_como_a_si_mesmo02Amar o proximo_como_a_si_mesmo02
Amar o proximo_como_a_si_mesmo02
Ana Xavier
 
Respeito a crença alheia
Respeito a crença alheiaRespeito a crença alheia
Respeito a crença alheia
Graça Maciel
 

Mais procurados (20)

Estudos do evangelho "O maior mandamento"
Estudos do evangelho "O maior mandamento"Estudos do evangelho "O maior mandamento"
Estudos do evangelho "O maior mandamento"
 
Lei de amor e caridade
Lei de amor e caridadeLei de amor e caridade
Lei de amor e caridade
 
Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015
Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015
Palestra lei de justiça, amor e caridade 2015
 
Estudos do evangelho "A lei do amor"
Estudos do evangelho "A lei do amor" Estudos do evangelho "A lei do amor"
Estudos do evangelho "A lei do amor"
 
Viveras para sempre
Viveras para sempreViveras para sempre
Viveras para sempre
 
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
Evangelho Segundo o Espiritismo Cap 28
 
Caracteres da Perfeição
Caracteres da PerfeiçãoCaracteres da Perfeição
Caracteres da Perfeição
 
090812 da lei de justiça, amor e caridade–livro iii, cap. xi
090812 da lei de justiça, amor e caridade–livro iii, cap. xi090812 da lei de justiça, amor e caridade–livro iii, cap. xi
090812 da lei de justiça, amor e caridade–livro iii, cap. xi
 
O maior mandamento
O maior mandamentoO maior mandamento
O maior mandamento
 
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e leiCapítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
 
Homem de bem
Homem de bemHomem de bem
Homem de bem
 
Ação e Reação
Ação e ReaçãoAção e Reação
Ação e Reação
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
 
Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste out20
Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste  out20Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste  out20
Palestra Espírita_ Dai gratuitamente o que gratuitamente recebeste out20
 
Palestra Espírita - Sede Perfeitos
Palestra Espírita - Sede Perfeitos  Palestra Espírita - Sede Perfeitos
Palestra Espírita - Sede Perfeitos
 
Evangelho Cap 8 item 5
Evangelho Cap 8 item 5Evangelho Cap 8 item 5
Evangelho Cap 8 item 5
 
Evangelho Cap10 item5 - Bem Aventurados os que são Misericordiosos
Evangelho Cap10 item5 - Bem Aventurados os que são MisericordiososEvangelho Cap10 item5 - Bem Aventurados os que são Misericordiosos
Evangelho Cap10 item5 - Bem Aventurados os que são Misericordiosos
 
Evangelho cap10 item11
Evangelho cap10 item11Evangelho cap10 item11
Evangelho cap10 item11
 
Amar o proximo_como_a_si_mesmo02
Amar o proximo_como_a_si_mesmo02Amar o proximo_como_a_si_mesmo02
Amar o proximo_como_a_si_mesmo02
 
Respeito a crença alheia
Respeito a crença alheiaRespeito a crença alheia
Respeito a crença alheia
 

Semelhante a Evangelho cap11 item8

Estudos do evangelho " A lei de amor".
Estudos do evangelho " A lei de amor".Estudos do evangelho " A lei de amor".
Estudos do evangelho " A lei de amor".
Leonardo Pereira
 
Capítulo XI do evangelho Segundo o Espiritismo Amar ao próximo como a si mesmo
Capítulo XI do evangelho Segundo o Espiritismo Amar ao próximo como a si mesmoCapítulo XI do evangelho Segundo o Espiritismo Amar ao próximo como a si mesmo
Capítulo XI do evangelho Segundo o Espiritismo Amar ao próximo como a si mesmo
Eduardo Ottonelli Pithan
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - amar o proximo como a si mesmo(1)
( Espiritismo)   # - amag ramgis - amar o proximo como a si mesmo(1)( Espiritismo)   # - amag ramgis - amar o proximo como a si mesmo(1)
( Espiritismo) # - amag ramgis - amar o proximo como a si mesmo(1)
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - amar o proximo como a si mesmo
( Espiritismo)   # - amag ramgis - amar o proximo como a si mesmo( Espiritismo)   # - amag ramgis - amar o proximo como a si mesmo
( Espiritismo) # - amag ramgis - amar o proximo como a si mesmo
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Evangeliza - A Lei de Amor
Evangeliza - A Lei de AmorEvangeliza - A Lei de Amor
Evangeliza - A Lei de Amor
Antonino Silva
 
Allan Kardec - A Prece
Allan Kardec - A PreceAllan Kardec - A Prece
Allan Kardec - A Prece
. Sobrenome
 
Amaraoprximo
AmaraoprximoAmaraoprximo
Amaraoprximo
Ana Xavier
 
Amor bandeira da humanidade
Amor bandeira da humanidadeAmor bandeira da humanidade
Amor bandeira da humanidade
Bruno Amaro
 
LE 806 ESE_cap11_item8
LE 806 ESE_cap11_item8LE 806 ESE_cap11_item8
LE 806 ESE_cap11_item8
Patricia Farias
 
Aula M1 (16 e 17) (19/07/12) - Caridade
Aula M1 (16 e 17) (19/07/12) - CaridadeAula M1 (16 e 17) (19/07/12) - Caridade
Aula M1 (16 e 17) (19/07/12) - Caridade
Mocidade Espírita União Fraternal
 
Campanha viver em familia tema 1 - amor fonte de vida
Campanha viver em familia   tema 1 - amor fonte de vidaCampanha viver em familia   tema 1 - amor fonte de vida
Campanha viver em familia tema 1 - amor fonte de vida
Eduardo Manoel Araujo
 
Cap xi Amar ao proximo como a si mesmo
Cap xi Amar ao proximo como a si mesmoCap xi Amar ao proximo como a si mesmo
Cap xi Amar ao proximo como a si mesmo
gmo1973
 
Cristo consolador
Cristo consolador Cristo consolador
Cristo consolador
Maria Moraes
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 10 - Sentimentos Fraternos
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 10 - Sentimentos FraternosSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 10 - Sentimentos Fraternos
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 10 - Sentimentos Fraternos
Ricardo Azevedo
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
Sergio Menezes
 
De Francisco de Assis para Você- Vamos cuidar da casa comum
De Francisco de Assis para Você- Vamos cuidar da casa comumDe Francisco de Assis para Você- Vamos cuidar da casa comum
De Francisco de Assis para Você- Vamos cuidar da casa comum
Anderson Santos
 
A caridade
A caridadeA caridade
A caridade
Henrique Vieira
 
Le 814 ese_cap11_item10
Le 814 ese_cap11_item10Le 814 ese_cap11_item10
Le 814 ese_cap11_item10
Patricia Farias
 
Amar Ao PróXimo
Amar Ao PróXimoAmar Ao PróXimo
Amar Ao PróXimo
Sergio Menezes
 
coletanea-de-preces-espiritas.pdf
coletanea-de-preces-espiritas.pdfcoletanea-de-preces-espiritas.pdf
coletanea-de-preces-espiritas.pdf
Aline Kemp
 

Semelhante a Evangelho cap11 item8 (20)

Estudos do evangelho " A lei de amor".
Estudos do evangelho " A lei de amor".Estudos do evangelho " A lei de amor".
Estudos do evangelho " A lei de amor".
 
Capítulo XI do evangelho Segundo o Espiritismo Amar ao próximo como a si mesmo
Capítulo XI do evangelho Segundo o Espiritismo Amar ao próximo como a si mesmoCapítulo XI do evangelho Segundo o Espiritismo Amar ao próximo como a si mesmo
Capítulo XI do evangelho Segundo o Espiritismo Amar ao próximo como a si mesmo
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - amar o proximo como a si mesmo(1)
( Espiritismo)   # - amag ramgis - amar o proximo como a si mesmo(1)( Espiritismo)   # - amag ramgis - amar o proximo como a si mesmo(1)
( Espiritismo) # - amag ramgis - amar o proximo como a si mesmo(1)
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - amar o proximo como a si mesmo
( Espiritismo)   # - amag ramgis - amar o proximo como a si mesmo( Espiritismo)   # - amag ramgis - amar o proximo como a si mesmo
( Espiritismo) # - amag ramgis - amar o proximo como a si mesmo
 
Evangeliza - A Lei de Amor
Evangeliza - A Lei de AmorEvangeliza - A Lei de Amor
Evangeliza - A Lei de Amor
 
Allan Kardec - A Prece
Allan Kardec - A PreceAllan Kardec - A Prece
Allan Kardec - A Prece
 
Amaraoprximo
AmaraoprximoAmaraoprximo
Amaraoprximo
 
Amor bandeira da humanidade
Amor bandeira da humanidadeAmor bandeira da humanidade
Amor bandeira da humanidade
 
LE 806 ESE_cap11_item8
LE 806 ESE_cap11_item8LE 806 ESE_cap11_item8
LE 806 ESE_cap11_item8
 
Aula M1 (16 e 17) (19/07/12) - Caridade
Aula M1 (16 e 17) (19/07/12) - CaridadeAula M1 (16 e 17) (19/07/12) - Caridade
Aula M1 (16 e 17) (19/07/12) - Caridade
 
Campanha viver em familia tema 1 - amor fonte de vida
Campanha viver em familia   tema 1 - amor fonte de vidaCampanha viver em familia   tema 1 - amor fonte de vida
Campanha viver em familia tema 1 - amor fonte de vida
 
Cap xi Amar ao proximo como a si mesmo
Cap xi Amar ao proximo como a si mesmoCap xi Amar ao proximo como a si mesmo
Cap xi Amar ao proximo como a si mesmo
 
Cristo consolador
Cristo consolador Cristo consolador
Cristo consolador
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 10 - Sentimentos Fraternos
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 10 - Sentimentos FraternosSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 10 - Sentimentos Fraternos
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 10 - Sentimentos Fraternos
 
Cristo Consolador
Cristo ConsoladorCristo Consolador
Cristo Consolador
 
De Francisco de Assis para Você- Vamos cuidar da casa comum
De Francisco de Assis para Você- Vamos cuidar da casa comumDe Francisco de Assis para Você- Vamos cuidar da casa comum
De Francisco de Assis para Você- Vamos cuidar da casa comum
 
A caridade
A caridadeA caridade
A caridade
 
Le 814 ese_cap11_item10
Le 814 ese_cap11_item10Le 814 ese_cap11_item10
Le 814 ese_cap11_item10
 
Amar Ao PróXimo
Amar Ao PróXimoAmar Ao PróXimo
Amar Ao PróXimo
 
coletanea-de-preces-espiritas.pdf
coletanea-de-preces-espiritas.pdfcoletanea-de-preces-espiritas.pdf
coletanea-de-preces-espiritas.pdf
 

Mais de Patricia Farias

evangelho_cap16_item8.pptx
evangelho_cap16_item8.pptxevangelho_cap16_item8.pptx
evangelho_cap16_item8.pptx
Patricia Farias
 
evangelho_cap16_item7.pptx
evangelho_cap16_item7.pptxevangelho_cap16_item7.pptx
evangelho_cap16_item7.pptx
Patricia Farias
 
evangelho_cap16_item4_parte3.pptx
evangelho_cap16_item4_parte3.pptxevangelho_cap16_item4_parte3.pptx
evangelho_cap16_item4_parte3.pptx
Patricia Farias
 
evangelho_cap16_item4_parte2.pptx
evangelho_cap16_item4_parte2.pptxevangelho_cap16_item4_parte2.pptx
evangelho_cap16_item4_parte2.pptx
Patricia Farias
 
evangelho_cap16_item4.pptx
evangelho_cap16_item4.pptxevangelho_cap16_item4.pptx
evangelho_cap16_item4.pptx
Patricia Farias
 
evangelho_cap16_item1.pptx
evangelho_cap16_item1.pptxevangelho_cap16_item1.pptx
evangelho_cap16_item1.pptx
Patricia Farias
 
evangelho_cap15_item4.pptx
evangelho_cap15_item4.pptxevangelho_cap15_item4.pptx
evangelho_cap15_item4.pptx
Patricia Farias
 
evangelho_cap15_item1.pptx
evangelho_cap15_item1.pptxevangelho_cap15_item1.pptx
evangelho_cap15_item1.pptx
Patricia Farias
 
Evangelho cap14 item1
Evangelho cap14 item1Evangelho cap14 item1
Evangelho cap14 item1
Patricia Farias
 
Evangelho cap14 item7
Evangelho cap14 item7Evangelho cap14 item7
Evangelho cap14 item7
Patricia Farias
 
Evangelho Cap14 item9
Evangelho Cap14 item9 Evangelho Cap14 item9
Evangelho Cap14 item9
Patricia Farias
 
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da ViuvaEvangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Patricia Farias
 
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
Patricia Farias
 
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
Patricia Farias
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
Patricia Farias
 
Evangelho cap12 item1
Evangelho cap12 item1Evangelho cap12 item1
Evangelho cap12 item1
Patricia Farias
 
Evangelho cap11 item5
Evangelho cap11 item5Evangelho cap11 item5
Evangelho cap11 item5
Patricia Farias
 
E a Vida Continua Cap. 12 e 13
E a Vida Continua Cap. 12 e 13E a Vida Continua Cap. 12 e 13
E a Vida Continua Cap. 12 e 13
Patricia Farias
 
Evangelho cap10 Item1 - Bem-Aventurados os que são misericordiosos
Evangelho cap10 Item1 - Bem-Aventurados os que são misericordiososEvangelho cap10 Item1 - Bem-Aventurados os que são misericordiosos
Evangelho cap10 Item1 - Bem-Aventurados os que são misericordiosos
Patricia Farias
 
Evangelho cap9 item6
Evangelho cap9 item6Evangelho cap9 item6
Evangelho cap9 item6
Patricia Farias
 

Mais de Patricia Farias (20)

evangelho_cap16_item8.pptx
evangelho_cap16_item8.pptxevangelho_cap16_item8.pptx
evangelho_cap16_item8.pptx
 
evangelho_cap16_item7.pptx
evangelho_cap16_item7.pptxevangelho_cap16_item7.pptx
evangelho_cap16_item7.pptx
 
evangelho_cap16_item4_parte3.pptx
evangelho_cap16_item4_parte3.pptxevangelho_cap16_item4_parte3.pptx
evangelho_cap16_item4_parte3.pptx
 
evangelho_cap16_item4_parte2.pptx
evangelho_cap16_item4_parte2.pptxevangelho_cap16_item4_parte2.pptx
evangelho_cap16_item4_parte2.pptx
 
evangelho_cap16_item4.pptx
evangelho_cap16_item4.pptxevangelho_cap16_item4.pptx
evangelho_cap16_item4.pptx
 
evangelho_cap16_item1.pptx
evangelho_cap16_item1.pptxevangelho_cap16_item1.pptx
evangelho_cap16_item1.pptx
 
evangelho_cap15_item4.pptx
evangelho_cap15_item4.pptxevangelho_cap15_item4.pptx
evangelho_cap15_item4.pptx
 
evangelho_cap15_item1.pptx
evangelho_cap15_item1.pptxevangelho_cap15_item1.pptx
evangelho_cap15_item1.pptx
 
Evangelho cap14 item1
Evangelho cap14 item1Evangelho cap14 item1
Evangelho cap14 item1
 
Evangelho cap14 item7
Evangelho cap14 item7Evangelho cap14 item7
Evangelho cap14 item7
 
Evangelho Cap14 item9
Evangelho Cap14 item9 Evangelho Cap14 item9
Evangelho Cap14 item9
 
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da ViuvaEvangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
 
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
 
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
 
Evangelho cap12 item1
Evangelho cap12 item1Evangelho cap12 item1
Evangelho cap12 item1
 
Evangelho cap11 item5
Evangelho cap11 item5Evangelho cap11 item5
Evangelho cap11 item5
 
E a Vida Continua Cap. 12 e 13
E a Vida Continua Cap. 12 e 13E a Vida Continua Cap. 12 e 13
E a Vida Continua Cap. 12 e 13
 
Evangelho cap10 Item1 - Bem-Aventurados os que são misericordiosos
Evangelho cap10 Item1 - Bem-Aventurados os que são misericordiososEvangelho cap10 Item1 - Bem-Aventurados os que são misericordiosos
Evangelho cap10 Item1 - Bem-Aventurados os que são misericordiosos
 
Evangelho cap9 item6
Evangelho cap9 item6Evangelho cap9 item6
Evangelho cap9 item6
 

Último

PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
REFORMADOR PROTESTANTE
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
marcobueno2024
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Elton Zanoni
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 

Último (11)

PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
O que está oculto na Maçonaria? Livro cristão.
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdfde volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
de volta as estrelas - Erich von Däniken.pdf
 
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
Teresa Gerhardinger - corajosa mulher de fé e de visão mundial (1989)
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 

Evangelho cap11 item8

  • 1. CAPÍTULO XI – AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO Instruções dos Espíritos A Lei de Amor Estudo do Evangelho Segundo oEspiritismo Por Patrícia Farias – Brasil, 12/10/2021
  • 2. Dai a César o que é de César Lázaro (Paris, 1862) 8. O amor resume a doutrina de Jesus toda inteira, visto que esse é o sentimento por excelência, e os sentimentos são os instintos elevados à altura do progresso feito. Em sua origem, o homem só tem instintos; quando mais avançado e corrompido, só tem sensações; quando instruído e depurado, tem sentimentos. E o ponto delicado do sentimento é o amor, não o amor no sentido vulgar do termo, mas esse sol interior que condensa e reúne em seu ardente foco todas as aspirações e todas as revelações sobre-humanas. (…) Ditoso aquele que, ultrapassando a sua humanidade, ama com amplo amor os seus irmãos em sofrimento! Quando Jesus pronunciou a divina palavra — amor, os povos sobressaltaram-se e os mártires, ébrios de esperança, desceram ao circo. Instruçõesdos Espíritos
  • 3. (…) Disse eu que em seus começos o homem só instintos possuía. Mais próximo, portanto, ainda se acha do ponto de partida, do que da meta, aquele em quem predominam os instintos. A fim de avançar para a meta, tem a criatura que vencer os instintos, em proveito dos sentimentos, isto é, que aperfeiçoar estes últimos, sufocando os germes latentes da matéria. Os instintos são a germinação e os embriões do sentimento; trazem consigo o progresso, como a glande encerra em si o carvalho, e os seres menos adiantados são os que, emergindo pouco a pouco de suas crisálidas, se conservam escravizados aos instintos. O Espírito precisa ser cultivado, como um campo. Toda a riqueza futura depende do labor atual, que vos granjeará muito mais do que bens terrenos: a elevação gloriosa. É então que, compreendendo a lei de amor que liga todos os seres, buscareis nela os gozos suavíssimos da alma, prelúdios das alegrias celestes. Lázaro. (Paris, 1862)
  • 4. Dai a César o que é de César (…) Há pessoas a quem repugna a reencarnação, com a idéia de que outros venham a partilhar das afetuosas simpatias de que são ciosas. Pobres irmãos! o vosso afeto vos torna egoístas; o vosso amor se restringe a um círculo íntimo de parentes e de amigos, sendo-vos indiferentes os demais. Pois bem! para praticardes a lei de amor, tal como Deus o entende, preciso se faz chegueis passo a passo a amar a todos os vossos irmãos indistintamente. A tarefa é longa e difícil, mas cumprir-se-á: Deus o quer e a lei de amor constitui o primeiro e o mais importante preceito da vossa nova doutrina, porque é ela que um dia matará o egoísmo, qualquer que seja a forma sob que se apresente, dado que, além do egoísmo pessoal, há também o egoísmo de família, de casta, de nacionalidade. Fénelon (Bordéus, 1861.) Disse Jesus: “Amai o vosso próximo como a vós mesmos.” Ora, qual o limite com relação ao próximo? Será a família, a seita, a nação? Não; é a Humanidade inteira. Nos mundos superiores, o amor recíproco é que harmoniza e dirige os Espíritos adiantados que os habitam, e o vosso planeta, destinado a realizar em breve sensível progresso, verá seus habitantes, em virtude da transformação social por que passará, a praticar essa lei sublime, reflexo da Divindade.
  • 5. Dai a César o que é de César Sanson, ex-membro da Sociedade Espírita de Paris. 1863 Crede que esta sábia exortação: “Amai bastante, para serdes amados”, abrirá caminho; revolucionária, ela segue sua rota, que é determinada, invariável. Mas, já ganhastes muito, vós que me ouvis, pois que já sois infinitamente melhores do que éreis há cem anos. Mudastes tanto, em proveito vosso, que aceitais de boa mente, sobre a liberdade e a fraternidade, uma imensidade de idéias novas, que outrora rejeitaríeis. Ora, daqui a cem anos, sem dúvida aceitareis com a mesma facilidade as que ainda vos não puderam entrar no cérebro. Hoje, quando o movimento espírita há dado tão grande passo, vede com que rapidez as idéias de justiça e de renovação, constantes nos ditados espíritas, são aceitas pela parte mediana do mundo inteligente. É que essas idéias correspondem a tudo o que há de divino em vós. É que estais preparados por uma sementeira fecunda: a do século passado, que implantou no seio da sociedade terrena as grandes idéias de progresso. E, como tudo se encadeia sob a direção do Altíssimo, todas as lições recebidas e aceitas virão a encerrar-se na permuta universal do amor ao próximo. Por aí, os Espíritos encarnados, melhor apreciando e sentindo, se estenderão as mãos, de todos os confins do vosso planeta. Uns e outros reunir-se-ão, para se entenderem e amarem, para destruírem todas as injustiças, todas as causas de desinteligências entre os povos. Grande conceito de renovação pelo Espiritismo, tu produzirás o portentoso milagre do século vindouro, o da harmonização de todos os interesses materiais e espirituais dos homens, pela aplicação deste preceito bem compreendido: “Amai bastante, para serdes amados.”
  • 6. “...Que importa que se riam de ti! Que importa que a ingratidão e a maldade se levantem na tua frente! Aquele que ama não recua por tão pouca coisa; ainda que colha espinhos e silvas (dificuldades), continua sua obra, porque esse é o seu dever, sabe que a abnegação o engrandece...” (Livro - O Problema do Ser, do Destino e da Dor, León Denis) “Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse Amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom da profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse Amor, nada seria. E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria. 1 Coríntios 13:3(…)