E-learning e ensino superior: beneficios e limites na perspectiva dos estudantes

1.671 visualizações

Publicada em

Apresentacao Conferencia Challenges 2011, Braga 12-13 Maio

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.671
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

E-learning e ensino superior: beneficios e limites na perspectiva dos estudantes

  1. 1. BENEFÍCIOS E LIMITES NA PERSPECTIVA DOS ESTUDANTES Neuza Pedro; Susana Lemos; Luana Wunsch INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA
  2. 2. <ul><li>Criada em 1911 </li></ul><ul><li>(forte tradição de ensino presencial) </li></ul><ul><li>22.245 estudantes </li></ul><ul><li>11 Faculdades e Institutos: </li></ul><ul><ul><li>Ciências </li></ul></ul><ul><ul><li>Direito </li></ul></ul><ul><ul><li>Ciências Sociais </li></ul></ul><ul><ul><li>Psicologia </li></ul></ul><ul><ul><li>Educação </li></ul></ul><ul><ul><li>Geografia e Ordenamento do território </li></ul></ul><ul><ul><li>Belas Artes </li></ul></ul><ul><ul><li>Letras </li></ul></ul><ul><ul><li>Farmácia </li></ul></ul><ul><ul><li>Medicina </li></ul></ul><ul><ul><li>Medicina Dentária </li></ul></ul>
  3. 3. <ul><li>OBJECTIVOS: </li></ul><ul><ul><li>Promover o uso de sistemas de gestão de aprendizagem ( learning management systems ); </li></ul></ul><ul><ul><li>Capacitar os docentes para o uso de ambientes virtuais de aprendizagem e para o desenvolvimento de conteúdos educativos on-line; </li></ul></ul><ul><ul><li>Promover e dar suporte ao desenvolvimento de unidades curriculares/cursos em e-learning </li></ul></ul><ul><ul><li>Monitorizar, investigar e avaliar as práticas de e-/b-learning na Universidade. </li></ul></ul>
  4. 4. <ul><li>Ano preliminar : </li></ul><ul><ul><li>Análise de dados relativos a cada faculdade em relação à utilização de LMS e outras soluções de e-learning. </li></ul></ul><ul><ul><li>Análise do nível de maturidade, estabilidade e robustez da infra-estrutura tecnológica. </li></ul></ul><ul><ul><li>Reuniões com as direcções das faculdades, departamentos e institutos </li></ul></ul><ul><ul><li>Entrevistas com os representantes dos estudantes das Associações de Estudantes de cada faculdade e instituto . </li></ul></ul>
  5. 5. <ul><li>Estudo empírico baseado em métodos de recolha e análise de dados qualitativos. </li></ul><ul><li>Entrevistas semi-estruturadas: </li></ul><ul><ul><li>1ª Parte – introdutória: objectivos e intenções; esclarecimentos em torno do conceito de e-learning </li></ul></ul><ul><ul><li>2ª Parte – questões abertas </li></ul></ul><ul><li>Dados recolhidos em 2010 </li></ul>
  6. 6. Representação da perspectiva analítica dos dados recolhidos Perspectiva de análise Macro
  7. 7. FACULDADE Nº PARTICIPANTES Faculdade de Belas Artes 0 Faculdade de Ciências 2 Faculdade de Direito 2 Faculdade de Farmácia 1 Faculdade de Letras 0 Faculdade de Medicina 2 Faculdade de Medicina Dentária 1 Faculdade de Psicologia 1 Instituto de Ciências Sociais 1 Instituto de Educação 1 Instituto de Geografia e Ordenamento do Território 1 TOTAL 12
  8. 8. <ul><li>Estabelecimento de um movimento congregador e de unificação. </li></ul><ul><li>Criação de uma visão partilhada de e-learning. </li></ul><ul><li>Amplificação do número de estudantes. </li></ul><ul><li>Possibilidade da Universidade ir mais além da sua tradicional audiência. </li></ul><ul><li>Estreitar relações com outras Instituições do Ensino Superior; </li></ul><ul><li>Promover a inovação do ensino. </li></ul><ul><li>Melhoria da qualidade do processo de ensino aprendizagem. </li></ul><ul><li>Implementação de outras ferramentas da web, com vista à melhoria da qualidade do ensino.. </li></ul><ul><li>Desenvolvimento de projectos multidisciplinares e novos cursos inter-institucionais. </li></ul><ul><li>FACTORES POSITIVOS E BENEFÍCIOS DO PROGRAMA DE E-LEARNING NA PERSPECTIVA DOS ESTUDANTES </li></ul>
  9. 9. <ul><li>Divulgação das faculdades de prestígio na UL. </li></ul><ul><li>Regularidade e eficiência no processo de comunicação. </li></ul><ul><li>Supervisionar as relações estabelecidas entre docentes e estudantes. </li></ul><ul><li>Melhorar os processos de orientação de projectos e teses e supervisão de estágios. </li></ul><ul><li>Oportunidade para a actualização dos programas de pós-graduação. </li></ul><ul><li>Oportunidade para repensar metodologias de ensino. </li></ul><ul><li>Forma de trazer ao “campus” docentes nacional e internacionalmente reconhecidos, com baixos custos </li></ul><ul><li>Possibilidade de fontes alternativas e inovadoras de financiamento. </li></ul><ul><li>FACTORES POSITIVOS E BENEFÍCIOS DO PROGRAMA DE E-LEARNING NA PERSPECTIVA DOS ESTUDANTES </li></ul>
  10. 10. <ul><li>Estabelecimento de ligações entre a experiência anterior que os caloiros trazem das escolas secundárias. </li></ul><ul><li>Maior regularidade e proximidade na comunicação entre as faculdades e os estudantes. </li></ul><ul><li>Possibilidade de contacto com outros estudantes que realizam investigação fora do campus. </li></ul><ul><li>Flexibilidade de horários. </li></ul><ul><li>Possibilidade de desenvolvimento de novos recursos multimedia de suporte à aprendizagem dos estudantes. </li></ul><ul><li>FACTORES POSITIVOS E BENEFÍCIOS DO PROGRAMA DE E-LEARNING NA PERSPECTIVA DOS ESTUDANTES </li></ul>
  11. 11. b) FACTORES INIBIDORES E LIMITES DO PROGRAMA DE E-LEARNING NA PERSPECTIVA DOS ESTUDANTES <ul><li>O perigo da medida centralizadora. </li></ul><ul><li>Contribuir para o afastamento dos estudantes da Universidade. </li></ul><ul><li>O risco de excessiva centralização na transmissão de conhecimentos. </li></ul><ul><li>Perda da dimensão interpessoal do processo de aprendizagem. </li></ul><ul><li>Atitudes e competências profissionais dos docentes das diferentes faculdades: </li></ul><ul><ul><li>Falta de competências básicas em TIC; </li></ul></ul><ul><ul><li>Antiguidade do corpo docente; </li></ul></ul><ul><ul><li>Constante falta de tempo; </li></ul></ul><ul><ul><li>Ausência de interesse em tecnologia </li></ul></ul>
  12. 12. Numa instituição clássica, que celebra no presente ano o seu 100º aniversário, um projecto inovador como o programa de e-Learning na Universidade de Lisboa , necessita de ser desenvolvido com um profundo respeito pelas práticas estabelecidas e as concepções institucionais, que devem ser usadas como suporte à construção de uma nova visão para o futuro de hoje
  13. 13. Instituto de Educação da Universidade de Lisboa Neuza Pedro (nspedro@ie.ul.pt) Susana Lemos (silemos@ie.ul.pt) Luana Wunsch (lpriscila@campus.ul.pt)

×