Estratégias e Práticas duma
Abordagem Digital Inclusiva em
Universidades Abertas europeias:
estudo exploratório
Marina MOL...
Introdução
La Web tiene una importancia en muchos aspectos de la
vida: educación, empleo, gobierno, comercio, salud,
entre...
Enquadramento Teórico
“… essencial criar mudanças
metodológicas e organizativas que
respondam positivamente a alunos que
a...
Objetivos específicos

Cordas do navio.

1. Conhecer as
soluções/estratégias
pedagógicas inclusivas
desenvolvidas pelas
Un...
Objetivos específicos
2. Contribuir para a

Nó do navio
centrado com o pôr
do sol.

construção de soluções
no atendimento ...
Questão de investigação

Sinal tipográfico de interrogação

Quais as realidades educativas a distância de
um conjunto de U...
Sub- Questão de investigação

De que modo é que as
Universidades Abertas, a nível
europeu, estão a responder à
especificid...
Opções metodológicas
Estudo de caso exploratório

8
Resultados:
State of Art das Universidades Abertas europeias
NEE e/ou DA - Politica e Legislação Educativa a nível superio...
Estudantes com NEE e/ou DA em menor número.
Incidência na NEE sensorial e na NEE motora.
Esforço em criar equidade legisla...
Linha orientadora da investigação
1º questão
De que modo é que as Universidades Abertas, a nível europeu, estão
a responde...
Asseguram e viabilizam
experiências em ambientes virtuais
de aprendizagem.

Atividades diferenciadas, com
recursos, adapta...
Diversidade de Conteúdos e
Formatos Alternativos
Universidades
Abertas

UAb

Conteúdos
Textual

Conteúdos
existentes
Textu...
“Anseio por cumprir uma grande e nobre tarefa, mas o meu
principal dever é cumprir pequenas tarefas como se fossem
grandes...
Marina Moleirinho
mmoleirinho@gmail.com
Lina Morgado
Lina.Morgado@uab.pt
Sofia Malheiro
sofias@uab.pt

15
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Estratégias e Práticas duma Abordagem Digital Inclusiva em Universidades Abertas Europeias: estudo exploratório (SEMIME, 2014)

264 visualizações

Publicada em

Considerando a urgência em criar trilhos de educação e ambientes online de ensino verdadeiramente acessíveis e inclusivos, torna-se essencial que esta inclusão e acessibilidade sejam uma realidade a todos os níveis de ensino (básico, secundário e superior), nomeadamente também no caso do Ensino Superior a Distância. (...)

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
264
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estratégias e Práticas duma Abordagem Digital Inclusiva em Universidades Abertas Europeias: estudo exploratório (SEMIME, 2014)

  1. 1. Estratégias e Práticas duma Abordagem Digital Inclusiva em Universidades Abertas europeias: estudo exploratório Marina MOLEIRINHO LE@D| UNIVERSIDADE ABERTA Sofia MALHEIRO LE@D| UNIVERSIDADE ABERTA Lina MORGADO LE@D| UNIVERSIDADE ABERTA 1
  2. 2. Introdução La Web tiene una importancia en muchos aspectos de la vida: educación, empleo, gobierno, comercio, salud, entreteniemiento, participación activa en sociedad y muchos más. Es por ello que es esencial contar com una Web accesible, y en este caso específico ambientes de aprendizaje virtuales (e-Learning) accesibles, para proveer un acceso equitativo y oportunidad equilibrada a las personas con discapacidades. Hilera (2010) 2
  3. 3. Enquadramento Teórico “… essencial criar mudanças metodológicas e organizativas que respondam positivamente a alunos que apresentem dificuldades, gerando um ambiente educativo mais enriquecedor para todos os envolvidos no processo.” Ainscow, M. (1995) 3
  4. 4. Objetivos específicos Cordas do navio. 1. Conhecer as soluções/estratégias pedagógicas inclusivas desenvolvidas pelas Universidades Abertas em estudo, no âmbito do atendimento aos estudantes com NEE e/ou DA com recurso à tecnologia e ao EaD. 4
  5. 5. Objetivos específicos 2. Contribuir para a Nó do navio centrado com o pôr do sol. construção de soluções no atendimento aos estudantes com NEE e/ou DA no âmbito da Universidade Aberta portuguesa. 5
  6. 6. Questão de investigação Sinal tipográfico de interrogação Quais as realidades educativas a distância de um conjunto de Universidades Abertas europeias, face à resposta pedagógica oferecida aos estudantes com NEE e/ou DA? 6
  7. 7. Sub- Questão de investigação De que modo é que as Universidades Abertas, a nível europeu, estão a responder à especificidade dos estudantes com NEE e DA? 7
  8. 8. Opções metodológicas Estudo de caso exploratório 8
  9. 9. Resultados: State of Art das Universidades Abertas europeias NEE e/ou DA - Politica e Legislação Educativa a nível superior Existência de politica e legislação especifica: OUNL OUC UAb compete a estas Universidades assegurar o percurso dos estudantes com NEE e/ou DA. Existência de politica educativa e legislação especifica. OUUK UNED Existência de politica educativa e legislação especifica, mas só até a escolaridade obrigatória. Devido a condicionamentos do estudo não foi possível aferir. HOU 9
  10. 10. Estudantes com NEE e/ou DA em menor número. Incidência na NEE sensorial e na NEE motora. Esforço em criar equidade legislativa e acessibilidade física. Preocupação em assegurar e acompanhar o percurso de estudantes com NEE e/ou DA. (Re)criar medidas e estratégias que visem a realização plena de atividades educativas. Mais-valia na existência de departamento especializado em NEE e/ou DA : Central no apoio dado ao estudante; Preserva o seu anonimato garantindo a entrada num sistema educativo superior mais equitativo e mais inclusivo. 10
  11. 11. Linha orientadora da investigação 1º questão De que modo é que as Universidades Abertas, a nível europeu, estão a responder à especificidade dos estudantes com NEE e DA? 11
  12. 12. Asseguram e viabilizam experiências em ambientes virtuais de aprendizagem. Atividades diferenciadas, com recursos, adaptações e formatos alternativos. Comunicação – Fórum [ (existência e implementação do módulo de ambientação: mais valia) Procuram criar respostas prevento-formativas. - maior diversidade em formatos de conteúdos] (acessibilidade e inclusão) Apoio Financeiro Sim Não ( Implementação de workshops, sessões de formação) Estudo condicionado 12
  13. 13. Diversidade de Conteúdos e Formatos Alternativos Universidades Abertas UAb Conteúdos Textual Conteúdos existentes Textual Formatos alternativos Vídeo Ferramentas Textual UNED Elementos gráficos sem Áudio; Língua descrições; gestual; Áudio; Língua Vídeo; Textual gestual; Vídeo; Textual OUNL Textual OUC Áudio; Vídeo; Áudio; Vídeo; Textos; Testes; Áudio, Vídeo, Textual Textual Gráficos Textual A utilizar todos: Áudio; Língua Áudio; Língua gestual; Vídeo; gestual; Vídeo; Textual textual 13
  14. 14. “Anseio por cumprir uma grande e nobre tarefa, mas o meu principal dever é cumprir pequenas tarefas como se fossem grandes e nobres.” (Helen Keller, 1880-1968) (Borboleta nas cordas do navio) Photos by Miguel Dias 14
  15. 15. Marina Moleirinho mmoleirinho@gmail.com Lina Morgado Lina.Morgado@uab.pt Sofia Malheiro sofias@uab.pt 15

×