Século xxi e o desenvolvimento profissional docente

398 visualizações

Publicada em

Exploração de implicações decorrentes das principais caraterísticas do século XXI impõe no repensar da formação de professores (inicial e contínua).

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Século xxi e o desenvolvimento profissional docente

  1. 1. Século XXI e o desenvolvimento profissional docente Neuza Pedro, Instituto de Educação – ULisboa
  2. 2. Século XXI e o desenvolvimento profissional docente Neuza Pedro, Instituto de Educação – ULisboa
  3. 3. Século XXI e o desenvolvi- mento profissional docente Neuza Pedro, Instituto de Educação
  4. 4. Século XXI: um momento particularmente bom na História da Educação • Maior equidade no acesso à educação • Mais conhecimento sobre aprendizagem e desenvolvimento humano • Profusão da produção científica sobre profissionalidade docente • Melhor momento socio-histórico das Ciências da Educação
  5. 5. Problemas Contudo, persistem alguns…
  6. 6. Problema 1 Gap geracional entre alunos e professores Evidência estatística Evidência (neuro)científica
  7. 7. “momento de conservantismo e lamentação, onde a tendência é de maior inflexibilidade, com firme resistência à inovação e marcada nostalgia pelo passado” (Huberman, 1992) “cansaço, saturação e impaciência na espera pela aposentação” (Gonçalves, 2009) Apesar do relevante acumular de ‘saber de experiência feita’, os docentes mais velhos (maioritariamente) caracterizam-se por …
  8. 8. Crianças/JovensAdultos . melhor competência na tomada de decisões rápidas face a um número elevado de opções, decorrentes de estímulos sensoriais diversos. . Compreensão de representação gráfica e interativo . Desenvolvem várias atividades em simultâneo. . Memorização: Processamento paralelo . melhores capacidades na interpretação de expressões faciais . Maior capacidade de reflexão (generalização da aprendizagem) . Informação em formato textual e estático . Desenvolvem actividades de forma mais metódica e precisa. . Memorização: Processamento linear e sequência lógica (Small & Moody, 2009; Swingle, 2016)
  9. 9. Problema 2 Falta de atualização dos modelos (e das práticas) de formação inicial de professores
  10. 10. Modelos de Formação Docente Pedagogical content knowledge Shulman (1986) conhecimento do conteúdo disciplinar conhecimento didático do conteúdo conhecimento do currículo
  11. 11. Tradicão europeia= centração nas didáticas específicas (E onde ficam as) XXI century skills Recente tendência Portuguesa= centração na componente científica (área de docência, Decreto-Lei 79/2014)
  12. 12. 21st-century competences E-bussiness Fluência na gestão da informação Literacia multicultural & Consciência golbal Investigação, planeamento estratégico e resolução problemas Reflexividade e pensamento critico Criatividade e produtividade Competências interpessoais e de colaboração Comptências de comunicação Competências digitais Pedro, Matos, Pedro & Abrantes (2011)
  13. 13. Competências-chave Quadro de Referência Europeu 1. Comunicação na língua materna 2. Comunicação em línguas estrangeiras 3. Competência matemática e competências básicas em ciências e tecnologia 4. Competência digital 5. Aprender a aprender 6. Competências sociais e cívicas 7. Espírito de iniciativa e espírito empresarial 8. Sensibilidade e expressão culturais
  14. 14. Em que medida se está a preparar os (futuros)professores para que estes se revelem aptos a evidenciar e a promover junto dos alunos estas skills?
  15. 15. Problema 3 Financiamento da Formação Contínua Prioridades Modelos
  16. 16. Problema 4 CCPFCEspartilho à Inovação Ex. Competências TIC (2008) E-learning na Formação de Professores (2012)
  17. 17. Soluções Há, contudo, que contribuir no apontar de…
  18. 18. Solução 1 Rejuvenescimento da classe docente
  19. 19. Solução 2 Modernização dos modelos (e práticas) de Formação inicial
  20. 20. O espaço
  21. 21. TPACK(Mishra & Koehler, 2006) Conhecimento do Currículo (Conteúdo Científico) Conhecimento Pedagógico Conhecimento Tecnológico Conhecimento Tecno-Curricular Conhecimento Tecnológico Conhecimento Pedagógico- Curricular Conhecimento Tecno-Pedagógico Conhecimento Tecno- Pedagogico- Curricular
  22. 22. Exemplo: Metas curriculares 5º ano, Ciências Naturais: “ Célula: unidade básica de vida” Desenvolvimento cognitivo das crianças, contexto socio- cultural das famílias, etc. ex. estádio das operações formais, conhecimentos prévios, ... Conhecimentos sobre modelação 3D (ou de pesquisa online em repositórios de modelos 3D) Conhecimento Tecnico- Pedagógico (ex. Inquiriy-based learning) Conhecimento Técnico- Pedagogico- Curricular Metas: 14.2 Identificar os constituintes do microscópio ótico composto. 14.3.Realizar observações diversas usando o microscópio ótico 15.3. Identificar os principais constituintes da célula, com base na observação microscópica de material biológico BEESoft 3D
  23. 23. Solução 3 Apoio, valorização e reconhecimento da formação interpares
  24. 24. Solução 4 Investimento em Inovação educacional O que requer: . Novos espaços . Novos tempos
  25. 25. Novos espaços • Com uma organização espacial promotora de uma aprendizagem ativa e de múltiplas dinâmicas de atividade; • Com uma multiplicidade de ferramentas (tecnológicas) e mobiliário flexível; • Com qualidade e conforto, em particular no que respeita à temperatura, luminosidade e acústica (pois, não são luxos são factores relevantes que impactam diretamente o desempenho escolar dos alunos) (Barrett, Zhang, Davies & Barrett, 2015)
  26. 26. 35 horas 24 horas de comp. letiva 11 horas de comp. não letiva 7 horas de trab. individual 2 horas de trab. de escola 2 horas para reuniões Novos tempos (ou novas formas de pensar para onde se deve dirigir o tempo do professor)
  27. 27. 35 horas ex. 11 horas de comp. letiva 24 horas de comp. não letiva 7 horas para trab. colaborativo 7 horas de trab. individual 7 para gestão de projetos 3 horas para desenvolvimento profissional Necessitamos de uma inversão…
  28. 28. “We trust our teacher. (…) we know they are the best and have received quality education” (Pekka Tukonen, Finland) O que implica confiar na classe docente…
  29. 29. Em súmula, Não há modernização de sistemas escolares por decreto; a inovação só se consegue com professores inovadores.
  30. 30. Em súmula, Mas o caminho parece próspero, porque temos em Portugal uma das classes profissionais docentes mais qualificada do mundo. Temos várias escolas e vários professores a fazer um trabalho de excelência … Falta propagá-lo!
  31. 31. Referências Barrett, P. Zhang, Y., Davies, F., & Barrett, L. (2015). The impact of classroom design on pupil’s learning: Final results of a holistic multi-level analysis. Building and Environment, 89,118-133. Gonçalves, J. A. (2009). Desenvolvimento profissional e carreira docente — Fases da carreira, currículo e supervisão. Sísifo. Revista de Ciências da Educação, 08, 23-36. Huberman, M. (1992). O ciclo de vida profissional dos professores. In A. Nóvoa (Ed.), Vidas de professores (pp.31-61). Porto: Porto Editora. Pedro, N., Matos, J. F., Pedro, A., & Abrantes, P. (2011). Teacher skills and competence development for classrooms of the future_Annex 1. Disponível em http://itec.eun.org/c/document_library/get_file?p_l_id=10307&folderId=37321&name=DLFE- 2213.pdf Prensky, M. (2001). Digital natives, digital immigrants. Disponivel em http://www.marcprensky.com/writing/Prensky%20%20Digital%20Natives,%20Digital%20Immigr ants%20-%20Part1.pdf Shulman, L. S. (1986). Those Who Understand: Knowledge Growth in Teaching. American Educational Research Journal, 15(2), 4-14 Small, G., & Moody, T. (2009). Your Brain on Google: Patterns of cerebral activation during Internet Searching. American Journal of Geriatric Psychiatry, 17 (2), 116-126. Swingle, M. (2016). i-Minds: How Cell Phones, Computers, Gaming, and Social Media are Changing our Brains, our Behavior, and the Evolution of our Species. Portland: Inkwater. White, D. S., & Le Cornu, A. (2011). Visitors and Residents: A new typology for online engagement. First Monday, 16 (9), 5 Sept 2011. Disponível em http://www.uic.edu/htbin/cgiwrap/bin/ojs/index.php/fm/article/viewArticle/3171/3049
  32. 32. Século XXI e o desenvolvimento profissional docente Muito obrigada! nspedro@ie.ulisboa.pt

×