V dfilo cap2p_natureza_cultura

554 visualizações

Publicada em

3 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
554
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
3
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

V dfilo cap2p_natureza_cultura

  1. 1. Natureza e cultura
  2. 2. O conceito de cultura  Em seu sentido amplo a cultura pode ser entendida como a produção de obras materiais e de pensamento.  Seu sentido restrito diz respeito à produção intelectual das artes, das letras e de outras manifestações intelectuais.  O ser humano produz cultura em suas relações entre indivíduos e grupos, e destes com a natureza.  Já o comportamento animal está preso a suas condições biológicas. A capoeira foi reconhecida como patrimônio cultural brasileiro em 2008. Aspectos imateriais da cultura são transmitidos (e recriados) de geração para geração no decorrer do tempo. MARGARIDANEIDE/AGÊNCIAATARDE/AGÊNCIAESTADO
  3. 3. O existir humano  O ser humano é natureza – como os animais – por herança genética e características inatas.  No existir humano, porém, esse substrato se sobrepõe à cultura, como construção de uma outra natureza.  A linguagem humana distingue-se da linguagem animal por ser simbólica.  Por meio dela o ser humano entra em contato com o sentido do mundo, das ideias e das relações sociais.  A educação é responsável pela transmissão do conhecimento, permitindo a assimilação e a preservação de modelos e práticas sociais.
  4. 4.  O ser humano se confronta constantemente com a oposição entre tradição e ruptura.  Pode-se dizer que ele é moldado pela sociedade, isto é, por toda a tradição recebida socialmente.  Por outro lado, a cultura supõe ruptura, transgressão, pois a tradição é sempre reelaborada.  Nesse sentido, o ser humano instaura outros modos de viver mais adequados para resolver seus problemas.  O desafio humano é saber aliar continuidade e ruptura. Tradição e ruptura Templo religioso entre arranha-céus, em Tóquio, Japão: ruptura e tradição lado a lado num cenário cada vez mais comum. CHRISTIANKOBER/AWLIMAGES/GETTYIMAGES
  5. 5. A comunidade humana  As culturas são diferentes entre si. A diversidade cultural em si não é empecilho nas relações humanas, a não ser quando surge a ideia de padrão único a ser seguido. O padrão único impõe a muitos aquilo que é referencial apenas para alguns.  Esse comportamento se torna motivo de exclusão e de preconceito social, impedindo a aceitação de todas as culturas como parte da mesma humanidade.
  6. 6. A comunidade humana  Vivemos a era da sociedade da informação e do conhecimento, que tem transformado de modo radical todos os setores de nossas vidas.  O acelerado desenvolvimento técnico-científico tem mudado as maneiras de pensar, valorar e agir.  As novas tecnologias digitais e automotivas possibilitaram a conexão de todos os habitantes do planeta num mundo cada vez mais globalizado.  O desafio dos novos tempos é saber selecionar a informação e refletir sobre o seu significado. A composição de imagens faz referência ao intenso fluxo de informações e dados trocados com a chegada das novas tecnologias. JOHNSTIL/PHOTONICA/GETTYIMAGES
  7. 7. Conclusão  As observações feitas anteriormente revelam que os seres humanos superam o limite que separa a natureza da cultura por meio da linguagem simbólica, pela ação criativa e intencional.  Assim, diferentemente dos outros animais, eles reelaboram a herança da tradição para agirem conscientemente sobre o mundo.
  8. 8. FILOSOFAR COM TEXTOS: TEMAS E HISTÓRIA DA FILOSOFIA ANOTAÇÕES EM AULA Coordenação editorial: Maria Raquel Apolinário, Eduardo Augusto Guimarães e Ana Cláudia Fernandes Elaboração: Maria Lúcia de Arruda Aranha e Renato dos Santos Belo Edição de texto: Samir Thomaz Preparação de texto: José Carlos de Castro Coordenação de produção: Maria José Tanbellini Iconografia: Camila D'Angelo, Marcia Mendonça, Angelita Cardoso e Denise Durand Kremer EDITORA MODERNA Diretoria de Tecnologia Educacional Editora executiva: Kelly Mayumi Ishida Coordenadora editorial: Ivonete Lucirio Editoras: Jaqueline Ogliari e Natália Peixoto Assistentes editoriais: Ciça Japiassu Reis e Renata Michelin Editor de arte: Fabio Ventura Editor assistente de arte: Eduardo Bertolini Assistentes de arte: Ana Maria Totaro, Camila Castro, Guilherme Kroll e Valdeí Prazeres Revisores: Diego Rezende e Ramiro Morais Torres © Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. Todos os direitos reservados. EDITORA MODERNA Rua Padre Adelino, 758 – Belenzinho São Paulo – SP – Brasil – CEP: 03303-904 Vendas e atendimento: Tel. (0__11) 2602-5510 Fax (0__11) 2790-1501 www.moderna.com.br 2012

×