SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
Natureza e cultura
O conceito de cultura
 Em seu sentido amplo a cultura pode ser entendida como
a produção de obras materiais e de pensamento.
 Seu sentido restrito diz respeito à produção intelectual
das artes, das letras e de outras manifestações intelectuais.
 O ser humano produz cultura
em suas relações entre
indivíduos e grupos, e destes
com a natureza.
 Já o comportamento animal
está preso a suas condições
biológicas. A capoeira foi reconhecida como patrimônio
cultural brasileiro em 2008. Aspectos imateriais
da cultura são transmitidos (e recriados) de
geração para geração no decorrer do tempo.
MARGARIDANEIDE/AGÊNCIAATARDE/AGÊNCIAESTADO
O existir humano
 O ser humano é natureza – como os animais – por
herança genética e características inatas.
 No existir humano, porém, esse substrato se sobrepõe
à cultura, como construção de uma outra natureza.
 A linguagem humana distingue-se da linguagem animal
por ser simbólica.
 Por meio dela o ser humano entra em contato com o
sentido do mundo, das ideias e das relações sociais.
 A educação é responsável pela transmissão do
conhecimento, permitindo a assimilação e a preservação
de modelos e práticas sociais.
 O ser humano se confronta constantemente com a oposição
entre tradição e ruptura.
 Pode-se dizer que ele é moldado pela sociedade, isto é, por
toda a tradição recebida socialmente.
 Por outro lado, a cultura supõe
ruptura, transgressão, pois a
tradição é sempre reelaborada.
 Nesse sentido, o ser humano
instaura outros modos de viver
mais adequados para resolver
seus problemas.
 O desafio humano é saber aliar
continuidade e ruptura.
Tradição e ruptura
Templo religioso entre arranha-céus, em
Tóquio, Japão: ruptura e tradição lado a
lado num cenário cada vez mais comum.
CHRISTIANKOBER/AWLIMAGES/GETTYIMAGES
A comunidade humana
 As culturas são diferentes entre si. A diversidade
cultural em si não é empecilho nas relações humanas, a
não ser quando surge a ideia de padrão único a ser
seguido. O padrão único impõe a muitos aquilo que é
referencial apenas para alguns.
 Esse comportamento se torna motivo de exclusão e de
preconceito social, impedindo a aceitação de todas as
culturas como parte da mesma humanidade.
A comunidade humana
 Vivemos a era da sociedade da informação e do
conhecimento, que tem transformado de modo radical todos
os setores de nossas vidas.
 O acelerado desenvolvimento técnico-científico tem mudado as
maneiras de pensar, valorar e agir.
 As novas tecnologias digitais
e automotivas possibilitaram
a conexão de todos os habitantes
do planeta num mundo cada vez
mais globalizado.
 O desafio dos novos tempos é
saber selecionar a informação
e refletir sobre o seu significado.
A composição de imagens faz
referência ao intenso fluxo de
informações e dados trocados com a
chegada das novas tecnologias.
JOHNSTIL/PHOTONICA/GETTYIMAGES
Conclusão
 As observações feitas anteriormente revelam que os seres
humanos superam o limite que separa a natureza da
cultura por meio da linguagem simbólica, pela ação criativa
e intencional.
 Assim, diferentemente dos outros animais, eles reelaboram
a herança da tradição para agirem conscientemente sobre
o mundo.
FILOSOFAR COM TEXTOS:
TEMAS E HISTÓRIA DA
FILOSOFIA
ANOTAÇÕES EM AULA
Coordenação editorial: Maria Raquel Apolinário, Eduardo Augusto Guimarães e Ana Cláudia Fernandes
Elaboração: Maria Lúcia de Arruda Aranha e Renato dos Santos Belo
Edição de texto: Samir Thomaz
Preparação de texto: José Carlos de Castro
Coordenação de produção: Maria José Tanbellini
Iconografia: Camila D'Angelo, Marcia Mendonça, Angelita Cardoso e Denise Durand Kremer
EDITORA MODERNA
Diretoria de Tecnologia Educacional
Editora executiva: Kelly Mayumi Ishida
Coordenadora editorial: Ivonete Lucirio
Editoras: Jaqueline Ogliari e Natália Peixoto
Assistentes editoriais: Ciça Japiassu Reis e Renata Michelin
Editor de arte: Fabio Ventura
Editor assistente de arte: Eduardo Bertolini
Assistentes de arte: Ana Maria Totaro, Camila Castro, Guilherme Kroll e Valdeí Prazeres
Revisores: Diego Rezende e Ramiro Morais Torres
© Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.
Todos os direitos reservados.
EDITORA MODERNA
Rua Padre Adelino, 758 – Belenzinho
São Paulo – SP – Brasil – CEP: 03303-904
Vendas e atendimento: Tel. (0__11) 2602-5510
Fax (0__11) 2790-1501
www.moderna.com.br
2012

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Globalização e diferentes situações face à diversidade cultural
Globalização e diferentes situações face à diversidade culturalGlobalização e diferentes situações face à diversidade cultural
Globalização e diferentes situações face à diversidade culturalFilazambuja
 
Definições de cultura / Etnocentrismo e Identidade Cultural
Definições de cultura / Etnocentrismo e Identidade CulturalDefinições de cultura / Etnocentrismo e Identidade Cultural
Definições de cultura / Etnocentrismo e Identidade CulturalPaula Meyer Piagentini
 
AVALIAÇÃO ANTROPOLOGIA CULTURAL
AVALIAÇÃO ANTROPOLOGIA CULTURALAVALIAÇÃO ANTROPOLOGIA CULTURAL
AVALIAÇÃO ANTROPOLOGIA CULTURALUmberto Neves
 
Ficha prep. cultura
Ficha prep. culturaFicha prep. cultura
Ficha prep. culturaFilipe Prado
 
Breve trajetória da antropologia &
Breve trajetória  da antropologia                 &Breve trajetória  da antropologia                 &
Breve trajetória da antropologia &Marcello Lemanski
 
FUNDAMENTOS ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO
FUNDAMENTOS ANTROPOLÓGICOS DA  EDUCAÇÃOFUNDAMENTOS ANTROPOLÓGICOS DA  EDUCAÇÃO
FUNDAMENTOS ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃOHudson Frota
 
Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18
Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18
Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18Péricles Penuel
 
Aula 1 fund ciências sociais 2015.1
Aula 1 fund ciências sociais  2015.1Aula 1 fund ciências sociais  2015.1
Aula 1 fund ciências sociais 2015.1Valber Ribeiro
 
Aula antropologia da educação
Aula antropologia da educaçãoAula antropologia da educação
Aula antropologia da educaçãounieubra
 
Antropologia Cultural a ficha por edsonzefoguane😎😈😒😉👈👉💃
Antropologia Cultural a ficha por edsonzefoguane😎😈😒😉👈👉💃Antropologia Cultural a ficha por edsonzefoguane😎😈😒😉👈👉💃
Antropologia Cultural a ficha por edsonzefoguane😎😈😒😉👈👉💃Edson Zefanias Oguane
 
Fichamento de "Cultura: um conceito antropológico"
Fichamento de "Cultura: um conceito antropológico"Fichamento de "Cultura: um conceito antropológico"
Fichamento de "Cultura: um conceito antropológico"marquesjoyce
 
Cultura conhecimento e poder
Cultura conhecimento e poderCultura conhecimento e poder
Cultura conhecimento e poderSilvia Cintra
 
Homen e Sociedade - Aula 1
Homen e Sociedade - Aula 1Homen e Sociedade - Aula 1
Homen e Sociedade - Aula 1admunip2013
 

Mais procurados (19)

Globalização e diferentes situações face à diversidade cultural
Globalização e diferentes situações face à diversidade culturalGlobalização e diferentes situações face à diversidade cultural
Globalização e diferentes situações face à diversidade cultural
 
Definições de cultura / Etnocentrismo e Identidade Cultural
Definições de cultura / Etnocentrismo e Identidade CulturalDefinições de cultura / Etnocentrismo e Identidade Cultural
Definições de cultura / Etnocentrismo e Identidade Cultural
 
AVALIAÇÃO ANTROPOLOGIA CULTURAL
AVALIAÇÃO ANTROPOLOGIA CULTURALAVALIAÇÃO ANTROPOLOGIA CULTURAL
AVALIAÇÃO ANTROPOLOGIA CULTURAL
 
Ficha prep. cultura
Ficha prep. culturaFicha prep. cultura
Ficha prep. cultura
 
Breve trajetória da antropologia &
Breve trajetória  da antropologia                 &Breve trajetória  da antropologia                 &
Breve trajetória da antropologia &
 
Antropologia: conceitos basicos
 Antropologia: conceitos basicos Antropologia: conceitos basicos
Antropologia: conceitos basicos
 
FUNDAMENTOS ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO
FUNDAMENTOS ANTROPOLÓGICOS DA  EDUCAÇÃOFUNDAMENTOS ANTROPOLÓGICOS DA  EDUCAÇÃO
FUNDAMENTOS ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO
 
Aula diversidade diferença identidade
Aula diversidade diferença identidadeAula diversidade diferença identidade
Aula diversidade diferença identidade
 
Identidade, igualdade e diferença
Identidade, igualdade e diferençaIdentidade, igualdade e diferença
Identidade, igualdade e diferença
 
Introducao a sociologia
Introducao a sociologiaIntroducao a sociologia
Introducao a sociologia
 
Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18
Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18
Cultura e ideologia unidade 6 capitulo 18
 
Antropologia alteridade
Antropologia alteridadeAntropologia alteridade
Antropologia alteridade
 
Aula 1 fund ciências sociais 2015.1
Aula 1 fund ciências sociais  2015.1Aula 1 fund ciências sociais  2015.1
Aula 1 fund ciências sociais 2015.1
 
Revisão 2º trimestre
Revisão 2º trimestreRevisão 2º trimestre
Revisão 2º trimestre
 
Aula antropologia da educação
Aula antropologia da educaçãoAula antropologia da educação
Aula antropologia da educação
 
Antropologia Cultural a ficha por edsonzefoguane😎😈😒😉👈👉💃
Antropologia Cultural a ficha por edsonzefoguane😎😈😒😉👈👉💃Antropologia Cultural a ficha por edsonzefoguane😎😈😒😉👈👉💃
Antropologia Cultural a ficha por edsonzefoguane😎😈😒😉👈👉💃
 
Fichamento de "Cultura: um conceito antropológico"
Fichamento de "Cultura: um conceito antropológico"Fichamento de "Cultura: um conceito antropológico"
Fichamento de "Cultura: um conceito antropológico"
 
Cultura conhecimento e poder
Cultura conhecimento e poderCultura conhecimento e poder
Cultura conhecimento e poder
 
Homen e Sociedade - Aula 1
Homen e Sociedade - Aula 1Homen e Sociedade - Aula 1
Homen e Sociedade - Aula 1
 

Destaque

Introducao a Logica
Introducao a LogicaIntroducao a Logica
Introducao a LogicaAdolfo Neto
 

Destaque (17)

Maracanã
MaracanãMaracanã
Maracanã
 
V dfilo cap4p_arte
V dfilo cap4p_arteV dfilo cap4p_arte
V dfilo cap4p_arte
 
V dfilo cap12p_violencia_direitos_humanos
V dfilo cap12p_violencia_direitos_humanosV dfilo cap12p_violencia_direitos_humanos
V dfilo cap12p_violencia_direitos_humanos
 
V dfilo cap9p_conhecimento_científico
V dfilo cap9p_conhecimento_científicoV dfilo cap9p_conhecimento_científico
V dfilo cap9p_conhecimento_científico
 
V dfilo cap5p_formas_crenca
V dfilo cap5p_formas_crencaV dfilo cap5p_formas_crenca
V dfilo cap5p_formas_crenca
 
V dfilo cap3p_trabalho_lazer
V dfilo cap3p_trabalho_lazerV dfilo cap3p_trabalho_lazer
V dfilo cap3p_trabalho_lazer
 
Aula 4 atualidades internacionais - conflitos
Aula 4   atualidades internacionais - conflitosAula 4   atualidades internacionais - conflitos
Aula 4 atualidades internacionais - conflitos
 
V dfilo cap01_introducao
V dfilo cap01_introducaoV dfilo cap01_introducao
V dfilo cap01_introducao
 
V dfilo cap14p_filosofia_periodo_classico
V dfilo cap14p_filosofia_periodo_classicoV dfilo cap14p_filosofia_periodo_classico
V dfilo cap14p_filosofia_periodo_classico
 
V dfilo cap6p_felicidade
V dfilo cap6p_felicidadeV dfilo cap6p_felicidade
V dfilo cap6p_felicidade
 
V dfilo cap12p_violencia_direitos_humanos
V dfilo cap12p_violencia_direitos_humanosV dfilo cap12p_violencia_direitos_humanos
V dfilo cap12p_violencia_direitos_humanos
 
V dfilo cap10p_entre_bem_mal
V dfilo cap10p_entre_bem_malV dfilo cap10p_entre_bem_mal
V dfilo cap10p_entre_bem_mal
 
V dfilo cap7p_conhecimento_verdade
V dfilo cap7p_conhecimento_verdadeV dfilo cap7p_conhecimento_verdade
V dfilo cap7p_conhecimento_verdade
 
V dfilo cap8p_instrumento_pensar_logica
V dfilo cap8p_instrumento_pensar_logicaV dfilo cap8p_instrumento_pensar_logica
V dfilo cap8p_instrumento_pensar_logica
 
V dfilo cap13p_ nascimento_da_filosofia
V dfilo cap13p_ nascimento_da_filosofiaV dfilo cap13p_ nascimento_da_filosofia
V dfilo cap13p_ nascimento_da_filosofia
 
Introdução à Lógica
Introdução à LógicaIntrodução à Lógica
Introdução à Lógica
 
Introducao a Logica
Introducao a LogicaIntroducao a Logica
Introducao a Logica
 

Semelhante a V dfilo cap2p_natureza_cultura

Almanaque brasil socioambiental 2008
Almanaque brasil socioambiental 2008Almanaque brasil socioambiental 2008
Almanaque brasil socioambiental 2008Geraldo Oliveira
 
A P O N T A M E N T O S P A R A O E S T U D O D A TÉ C N I C A E D A
A P O N T A M E N T O S  P A R A  O  E S T U D O  D A  TÉ C N I C A  E  D AA P O N T A M E N T O S  P A R A  O  E S T U D O  D A  TÉ C N I C A  E  D A
A P O N T A M E N T O S P A R A O E S T U D O D A TÉ C N I C A E D ALuiz Carlos Wessler
 
Como o ser humano se tornou ser humano
Como o ser humano se tornou ser humanoComo o ser humano se tornou ser humano
Como o ser humano se tornou ser humanoAndressa Joao Bidoia
 
Ensinar a condição Humana - Edgar morin
Ensinar a condição Humana - Edgar morinEnsinar a condição Humana - Edgar morin
Ensinar a condição Humana - Edgar morinÂndrea Carla
 
PPT o que é cultura EJA.pdf
PPT o que é cultura EJA.pdfPPT o que é cultura EJA.pdf
PPT o que é cultura EJA.pdfNertan Dias
 
41533_2ba31e2ce063d1bc4125a0a971c5102a.pdf
41533_2ba31e2ce063d1bc4125a0a971c5102a.pdf41533_2ba31e2ce063d1bc4125a0a971c5102a.pdf
41533_2ba31e2ce063d1bc4125a0a971c5102a.pdfmarcosabreu70
 
85827999-Homem-e-Sociedade-Unidade-I-Slides.pdf
85827999-Homem-e-Sociedade-Unidade-I-Slides.pdf85827999-Homem-e-Sociedade-Unidade-I-Slides.pdf
85827999-Homem-e-Sociedade-Unidade-I-Slides.pdfFabioAbagabir1
 
ATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHA
ATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHAATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHA
ATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHAProf. Noe Assunção
 
A arte como instrumento de educação e cultura
A arte como instrumento de educação e culturaA arte como instrumento de educação e cultura
A arte como instrumento de educação e culturaFabiola Oliveira
 
O Ser Humano e sua Dimensão Cultural (1).pdf
O Ser Humano e sua Dimensão Cultural (1).pdfO Ser Humano e sua Dimensão Cultural (1).pdf
O Ser Humano e sua Dimensão Cultural (1).pdfLuziane Santos
 
Nossa História e a História
Nossa História e a HistóriaNossa História e a História
Nossa História e a HistóriaMalu2007
 
O Caminho do simbólico ao mercado cultural
O Caminho do simbólico ao mercado culturalO Caminho do simbólico ao mercado cultural
O Caminho do simbólico ao mercado culturalBabiBrasileiro
 

Semelhante a V dfilo cap2p_natureza_cultura (20)

1 slide modulo 3
1 slide  modulo 31 slide  modulo 3
1 slide modulo 3
 
Cultura, o que é.
Cultura, o que é.Cultura, o que é.
Cultura, o que é.
 
Almanaque brasil socioambiental 2008
Almanaque brasil socioambiental 2008Almanaque brasil socioambiental 2008
Almanaque brasil socioambiental 2008
 
A P O N T A M E N T O S P A R A O E S T U D O D A TÉ C N I C A E D A
A P O N T A M E N T O S  P A R A  O  E S T U D O  D A  TÉ C N I C A  E  D AA P O N T A M E N T O S  P A R A  O  E S T U D O  D A  TÉ C N I C A  E  D A
A P O N T A M E N T O S P A R A O E S T U D O D A TÉ C N I C A E D A
 
Como o ser humano se tornou ser humano
Como o ser humano se tornou ser humanoComo o ser humano se tornou ser humano
Como o ser humano se tornou ser humano
 
Ensinar a condição Humana - Edgar morin
Ensinar a condição Humana - Edgar morinEnsinar a condição Humana - Edgar morin
Ensinar a condição Humana - Edgar morin
 
Aula2 hcmc
Aula2 hcmcAula2 hcmc
Aula2 hcmc
 
PPT o que é cultura EJA.pdf
PPT o que é cultura EJA.pdfPPT o que é cultura EJA.pdf
PPT o que é cultura EJA.pdf
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
41533_2ba31e2ce063d1bc4125a0a971c5102a.pdf
41533_2ba31e2ce063d1bc4125a0a971c5102a.pdf41533_2ba31e2ce063d1bc4125a0a971c5102a.pdf
41533_2ba31e2ce063d1bc4125a0a971c5102a.pdf
 
1612670.ppt
1612670.ppt1612670.ppt
1612670.ppt
 
85827999-Homem-e-Sociedade-Unidade-I-Slides.pdf
85827999-Homem-e-Sociedade-Unidade-I-Slides.pdf85827999-Homem-e-Sociedade-Unidade-I-Slides.pdf
85827999-Homem-e-Sociedade-Unidade-I-Slides.pdf
 
ATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHA
ATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHAATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHA
ATIVIDADE - CONCEITO DE CULTURA COM JOGO DA CRUZADINHA
 
A arte como instrumento de educação e cultura
A arte como instrumento de educação e culturaA arte como instrumento de educação e cultura
A arte como instrumento de educação e cultura
 
O Ser Humano e sua Dimensão Cultural (1).pdf
O Ser Humano e sua Dimensão Cultural (1).pdfO Ser Humano e sua Dimensão Cultural (1).pdf
O Ser Humano e sua Dimensão Cultural (1).pdf
 
Caderno 03
Caderno 03Caderno 03
Caderno 03
 
Cultura e sociedade
Cultura e sociedadeCultura e sociedade
Cultura e sociedade
 
Nossa História e a História
Nossa História e a HistóriaNossa História e a História
Nossa História e a História
 
Cultura
CulturaCultura
Cultura
 
O Caminho do simbólico ao mercado cultural
O Caminho do simbólico ao mercado culturalO Caminho do simbólico ao mercado cultural
O Caminho do simbólico ao mercado cultural
 

V dfilo cap2p_natureza_cultura

  • 2. O conceito de cultura  Em seu sentido amplo a cultura pode ser entendida como a produção de obras materiais e de pensamento.  Seu sentido restrito diz respeito à produção intelectual das artes, das letras e de outras manifestações intelectuais.  O ser humano produz cultura em suas relações entre indivíduos e grupos, e destes com a natureza.  Já o comportamento animal está preso a suas condições biológicas. A capoeira foi reconhecida como patrimônio cultural brasileiro em 2008. Aspectos imateriais da cultura são transmitidos (e recriados) de geração para geração no decorrer do tempo. MARGARIDANEIDE/AGÊNCIAATARDE/AGÊNCIAESTADO
  • 3. O existir humano  O ser humano é natureza – como os animais – por herança genética e características inatas.  No existir humano, porém, esse substrato se sobrepõe à cultura, como construção de uma outra natureza.  A linguagem humana distingue-se da linguagem animal por ser simbólica.  Por meio dela o ser humano entra em contato com o sentido do mundo, das ideias e das relações sociais.  A educação é responsável pela transmissão do conhecimento, permitindo a assimilação e a preservação de modelos e práticas sociais.
  • 4.  O ser humano se confronta constantemente com a oposição entre tradição e ruptura.  Pode-se dizer que ele é moldado pela sociedade, isto é, por toda a tradição recebida socialmente.  Por outro lado, a cultura supõe ruptura, transgressão, pois a tradição é sempre reelaborada.  Nesse sentido, o ser humano instaura outros modos de viver mais adequados para resolver seus problemas.  O desafio humano é saber aliar continuidade e ruptura. Tradição e ruptura Templo religioso entre arranha-céus, em Tóquio, Japão: ruptura e tradição lado a lado num cenário cada vez mais comum. CHRISTIANKOBER/AWLIMAGES/GETTYIMAGES
  • 5. A comunidade humana  As culturas são diferentes entre si. A diversidade cultural em si não é empecilho nas relações humanas, a não ser quando surge a ideia de padrão único a ser seguido. O padrão único impõe a muitos aquilo que é referencial apenas para alguns.  Esse comportamento se torna motivo de exclusão e de preconceito social, impedindo a aceitação de todas as culturas como parte da mesma humanidade.
  • 6. A comunidade humana  Vivemos a era da sociedade da informação e do conhecimento, que tem transformado de modo radical todos os setores de nossas vidas.  O acelerado desenvolvimento técnico-científico tem mudado as maneiras de pensar, valorar e agir.  As novas tecnologias digitais e automotivas possibilitaram a conexão de todos os habitantes do planeta num mundo cada vez mais globalizado.  O desafio dos novos tempos é saber selecionar a informação e refletir sobre o seu significado. A composição de imagens faz referência ao intenso fluxo de informações e dados trocados com a chegada das novas tecnologias. JOHNSTIL/PHOTONICA/GETTYIMAGES
  • 7. Conclusão  As observações feitas anteriormente revelam que os seres humanos superam o limite que separa a natureza da cultura por meio da linguagem simbólica, pela ação criativa e intencional.  Assim, diferentemente dos outros animais, eles reelaboram a herança da tradição para agirem conscientemente sobre o mundo.
  • 8. FILOSOFAR COM TEXTOS: TEMAS E HISTÓRIA DA FILOSOFIA ANOTAÇÕES EM AULA Coordenação editorial: Maria Raquel Apolinário, Eduardo Augusto Guimarães e Ana Cláudia Fernandes Elaboração: Maria Lúcia de Arruda Aranha e Renato dos Santos Belo Edição de texto: Samir Thomaz Preparação de texto: José Carlos de Castro Coordenação de produção: Maria José Tanbellini Iconografia: Camila D'Angelo, Marcia Mendonça, Angelita Cardoso e Denise Durand Kremer EDITORA MODERNA Diretoria de Tecnologia Educacional Editora executiva: Kelly Mayumi Ishida Coordenadora editorial: Ivonete Lucirio Editoras: Jaqueline Ogliari e Natália Peixoto Assistentes editoriais: Ciça Japiassu Reis e Renata Michelin Editor de arte: Fabio Ventura Editor assistente de arte: Eduardo Bertolini Assistentes de arte: Ana Maria Totaro, Camila Castro, Guilherme Kroll e Valdeí Prazeres Revisores: Diego Rezende e Ramiro Morais Torres © Reprodução proibida. Art. 184 do Código Penal e Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. Todos os direitos reservados. EDITORA MODERNA Rua Padre Adelino, 758 – Belenzinho São Paulo – SP – Brasil – CEP: 03303-904 Vendas e atendimento: Tel. (0__11) 2602-5510 Fax (0__11) 2790-1501 www.moderna.com.br 2012