A Pele

2.219 visualizações

Publicada em

A Pele

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.219
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
56
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Pele

  1. 1. A Pele Estrutura e Funções UFCD 6569 Noções gerais sobre a pele e a sua integridade Formadora Ana Rita Fábio Augusto Simões TAS-APZ
  2. 2. Introdução • A pele é o órgão integrante do sistema tegumentar (junto ao cabelo e pêlos, unhas, glândulas sudoríparas e sebáceas), que tem por principais funções a proteção dos tecidos subjacentes, regulação da temperatura somática, reserva de nutrientes e ainda conter terminações nervosas sensitivas. •A pele é o revestimento externo do corpo, considerado o maior órgão do corpo humano e o mais pesado.
  3. 3. Índice • 1 Anatomia • 2 Histologia • 3 Tipos de pele • 4 Fisiologia (função) • 5 Ciclo celular da pele • 6 Embriologia
  4. 4. Anatomia • O nome anatómico internacional é cútis. A pele é o maior órgão do corpo humano, constituindo 15% do peso do corpo.
  5. 5. Histologia • A pele apresenta duas camadas: a epiderme e a derme. A hipoderme, ou tela subcutânea, é uma camada de tecido conjuntivo frouxo, que fica logo abaixo da derme. Há ainda vários órgãos anexos, como folículos pilosos, glândulas sudoríparas e sebáceas; ou penas, escamas e cascos.
  6. 6. Histologia • A pele é praticamente idêntica em todos os grupos étnicos humanos. • Nos indivíduos de pele escura, os melanócitos produzem mais melanina que naqueles de pele clara, porém o seu número é semelhante.
  7. 7. Histologia • A pele é responsável pela termorregulação, pela defesa, pela perceção e pela proteção. • Ela protege-nos de doenças, porém não é 100% eficaz, podendo deixar entrar larvas de esquistossomos e do ancilóstomo.
  8. 8. Constituição da pele
  9. 9. Epiderme • A epiderme é uma camada com profundidade diferente conforme a região do corpo. • Zonas sujeitas a maior atrito como as palmas das mãos e os pés têm uma camada mais grossa (conhecida como pele glabra por não possuírem pelos), e variam de 0,04mm até 1,6mm de espessura.
  10. 10. Epiderme • A epiderme é constituída por um epitélio estratificado pavimentoso queratinizado. • A célula principal é o queratinócito ou ceratinócito, que produz a queratina. A queratina é uma proteína resistente e impermeável responsável pela proteção. • Existem também ninhos de melanócitos e células imunitárias, principalmente células de Langerhans, gigantes e com prolongamentos membranares.
  11. 11. Epiderme • A epiderme não possui vasos sanguíneos, porque se nela houvesse vasos ficaria mais sujeita a ser "penetrada" por microrganismos. • Os nutrientes e oxigénio chegam à epiderme por difusão a partir de vasos sanguíneos da derme.
  12. 12. Epiderme • Camada basal: camada mais profunda, está em contacto com a derme e é constituída por células cúbicas pouco diferenciadas que se dividem continuamente, dando origem a todas as outras camadas. • Contém muito pouca queratina. Algumas destas células diferenciam-se e passam para as camadas mais superficiais, enquanto outras permanecem na camada basal e continuam a se dividir.
  13. 13. Epiderme • Camada espinhosa: células cúbicas ou achatadas com mais queratina que as basais. Começam a formar junções celulares umas com as outras, como desmossomas e tight junctions (daí o aspeto de espinhos).
  14. 14. Epiderme • Camada granulosa: células achatadas, com grânulos de queratina proeminentes e outros como a substância extracelular e outras proteínas (colagénios).
  15. 15. Epiderme • Camada lúcida: células achatadas hialinas eosinófilas devido a grânulos muito numerosos e proteicos. • Estas células libertam enzimas que as digerem. A maior parte já está morta (sem núcleo). Estão presentes na pele sem folículos pilosos (pele glabra).
  16. 16. Epiderme • Camada córnea: constituído de células achatadas eosinófilas sem núcleo com grande quantidade de filamentos, principalmente queratinas. • A junção entre a epiderme e a derme tem forma de papilas, que dão maior superfície de contacto com a derme e maior resistência ao atrito da pele.
  17. 17. Órgãos anexos da pele • Pêlos: • Estruturas queratinizadas formadas a partir da invaginação da epiderme na derme. • Unhas: • Estrutura composta por queratina • As unhas assumem formas e funções diferentes nas várias espécies animais. • No ser humano, as unhas dos dedos das mãos crescem aproximadamente 4 vezes mais rápido que as dos dedos dos pés, sendo que as das mãos crescem, por mês, cerca de 3 milímetros.
  18. 18. Órgãos anexos da pele • Glândulas Sebáceas: • Originam-se na mesma bainha epitelial que forma o Folículo Piloso. • O produto de secreção das mesmas é o sebo. • O sebo é formado por colesterol e triglicerídeos. • O sebo é o hidratante natural da pele, como tal contribui para a manutenção da sua textura e para a flexibilidade do pêlo.
  19. 19. Órgãos anexos da pele • Glândulas Sudoríparas: • Responsáveis pela produção de suor, uma secreção que, além de permitir a eliminação de produtos tóxicos, é importante do mecanismo ta termorregulação humana.
  20. 20. Derme • Tecido conjuntivo que sustenta a epiderme. É constituído por elementos fibrilares, como o colágeno e a elastina e outros elementos da matriz extracelular, como proteínas estruturais, glicosaminoglicanos, íons e água de solvatação. • Os fibroblastos são as células envolvidas com a produção dos componentes da matriz extracelular.
  21. 21. Derme • A derme é subdividida em duas camadas: a camada papilar, que está em contato com a epiderme, formada por tecido conjuntivo frouxo, e a camada reticular, constituída por tecido conjuntivo denso não modelado, onde predominam as fibras colagenosas. • É na derme que se localizam os vasos sanguíneos que nutrem a epiderme, vasos linfáticos e também os nervos e os órgãos sensoriais a eles associados.
  22. 22. Tipos de pele •Pele eudérmica: superfície lisa, flexível, lubrificante e umedecida. •Pele graxa: Aumento de secreção sebácea. •Pele alípica: secreção sebácea insuficiente e secreção hídrica normal. •Pele desidratada: caracterizada pela diminuição hídrica normal e secreção sebácea normal. •Pele hidratada: aumento de teor hídrico. •Pele mista: ocorrência de pele graxa na zona central do rosto e pele alípica nas bochechas.
  23. 23. Fisiologia - Funções • Proteção Física • A epiderme secreta proteínas e lípidos que protegem contra a invasão por parasitas e a injúria mecânica e o atrito. Contra esta também é fundamental o tecido conjuntivo da derme, no qual os fibrócitos depositam proteínas fibrilares com propriedades de resistência à tração e elasticidade, como os colagénios e a elastina.
  24. 24. Fisiologia - Funções • Função Imunitária • A pele alberga diversos tipos de leucócitos que regulam a resposta imunitária e desenvolvem respostas específicas; células apresentadoras de antigénio (histiócitos ou células de Langerhans) que recolhem moléculas estranhas (possíveis invasores) que levam para os gânglios linfáticos onde as apresentam aos linfócitos CD4+; mastócitos envolvidos em reações alérgicas e luta contra parasitas.
  25. 25. Fisiologia - Funções • Função Metabólica • As funções metabólicas da pele são importantes. É lá que é fabricada, numa reação dependente da luz solar, a vitamina D, uma vitamina essencial para o metabolismo do cálcio e portanto na formação/manutenção saudável dos ossos.
  26. 26. Fisiologia - Funções • Função Sensorial • A pele é um órgão sensorial, constituindo o sentido do tato. Ela apresenta numerosas terminações nervosas, algumas livres, outras com comunicação com órgãos sensoriais especializados, como células de Merckel, folículos pilosos. • A pele tem capacidade de detetar sinais que criam as perceções da temperatura, movimento, pressão e dor. • É um órgão importante na função sexual.
  27. 27. Fisiologia - Funções • Termorregulação • Os vasos sanguíneos subcutâneos contraem-se com o frio e dilatam- se com o calor, de modo a minimizar ou maximizar as perdas de calor. • Os folicúlos pilosos têm músculos que produzem a sua ereção com o frio aprisionando bolhas de ar estático junto à pele que retarda as trocas de calor. • As glândulas sudoríparas segregam líquido aquoso cuja evaporação diminui a temperatura superficial do corpo. • A presença de tecido adiposo subcutâneo protege contra o frio uma vez que a gordura é má condutora de calor.
  28. 28. Fisiologia - Funções • Excreção/Absorção • A pele excreta produtos tóxicos ao organismo através do suor e absorve produtos necessários ao tratamento de alguns problemas.
  29. 29. Ciclo celular da pele • A pele normal produz cerca de 1250 células por dia para cada centímetro quadrado e essas células são provenientes de 27000 células; a pele do doente de psoríase produz 35000 novas células a cada dia para cada centímetro quadrado e essas células provêm de 52000 células. A duração normal do ciclo celular da pele é de 311 horas, mas se reduz para 36 na pele psoriática.
  30. 30. Embriologia • A pele é constituída por duas camadas germinativas diferentes: a ectoderme e a mesoderme. A epiderme tem origem na ectoderme, enquanto a derme e o tecido adiposo subcutâneo têm origem mesodérmica.

×