Contos

4.534 visualizações

Publicada em

Slide uilizado no seminário Vozes Literárias

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.534
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
119
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • a inteligencia
  • Contos

    1. 1. Literatura, leitura e sociedade Importância da leitura
    2. 2. O gênero textual conto: reflexão teórica <ul><li>O que é um conto? </li></ul><ul><li>Características do conto </li></ul><ul><li>Como conta um conto? Estrutura, composição e organização interna </li></ul><ul><li>Leitura de textos e identificação das características </li></ul>
    3. 3. CARACTERÍSTICAS <ul><li>Gênero narrativo, ficcional curto </li></ul><ul><li>impacto dramático concentrado. </li></ul><ul><li>Registra uma “fatia” da vida mas que sugere o drama humano </li></ul><ul><li>Poucas personagens </li></ul><ul><li>Intensamente condensado (plus) </li></ul><ul><li>Poucas ações </li></ul><ul><li>Tempo e espaço reduzidos </li></ul><ul><li>Um só drama, um só conflito </li></ul><ul><li>Busca um só efeito, mata por nocaute </li></ul><ul><li>Concisão, concentração </li></ul><ul><li>Termina justamente no clima </li></ul><ul><li>A ênfase é colocada nas ações dos personagens não no seu caráter </li></ul><ul><li>Supõe leitura atenta </li></ul><ul><li>Dialoga mais com o leitor </li></ul><ul><li>Exige a inteligência e a memória </li></ul>
    4. 4. Como o conto conta? <ul><li>Texto narrativo: </li></ul><ul><li>Fatos </li></ul><ul><li>Personagens </li></ul><ul><li>tempo: cronológico e psicológico, flashback </li></ul><ul><li>Espaço: físico e social (ambientação) </li></ul><ul><li>Narrador </li></ul><ul><li>Enredo e história </li></ul><ul><li>Verossimilhança </li></ul><ul><li>Conflito: Introdução, complicação, clímax e desfecho </li></ul><ul><li>Brinca com o tempo: um cheiro, um papel de bala, uma foto antiga, uma lembrança... </li></ul><ul><li>Miniconto: O espelho de Narciso </li></ul><ul><li>Agora está claro </li></ul><ul><li>quem envelhece sou eu, </li></ul><ul><li>não o retrato. </li></ul><ul><li>Modesto Carone </li></ul>
    5. 5. Aplicando... <ul><li>Quais são as personagens </li></ul><ul><li>Que história está contando </li></ul><ul><li>Por que este titulo? </li></ul><ul><li>Qual é o enredo (drama, conflito) </li></ul><ul><li>Que tempo e lugar </li></ul><ul><li>Como você sente o ambiente </li></ul><ul><li>Quem narra conta ou participa </li></ul><ul><li>De que jeito narra </li></ul><ul><li>Palavras-chave, pistas </li></ul><ul><li>O que você achou, comente, atribua valor </li></ul>
    6. 6. CONTO: narrativa oral e escrita <ul><li>Contar: computare = números e histórias </li></ul><ul><li>Fatos reais ou inventados </li></ul><ul><li>Contos primitivos: síntese de histórias transmitidas oralmente,”acontecidos”, anedotas, causos ao redor da fogueira á noite, contos fantásticos </li></ul><ul><li>Parábolas bíblicas:Caim e Abel estrutura de conto </li></ul><ul><li>Contos de La Fontaine (historinhas) fábulas </li></ul><ul><li>A sua grande obra, “Fábulas”, escrita em três partes, no período de 1668 a 1694, seguiu o estilo do autor grego Esopo, o qual falava da vaidade, estupidez e agressividade humanas através de animais. </li></ul><ul><li>La Fontaine é considerado o pai da fábula moderna. Sobre a natureza da fábula declarou: “É uma pintura em que podemos encontrar nosso próprio retrato”. </li></ul><ul><li>Algumas fábulas escritas e reescritas por ele são A Lebre e a Tartaruga, O Homem, O Menino e a Mula, O Leão e o Rato, e O Carvalho e o Caniço. </li></ul><ul><li>Sec. XIX “decola” como estilo literário escrito (Irmaõs Grimm) contos para crianças </li></ul><ul><li>Durante séculos, as histórias conhecidas por diferentes povos eram transmitidas apenas oralmente. Eram contadas pelos mais velhos aos mais novos e, assim, passadas de geração para geração. Na Idade Média, muitas delas ganharam versões escritas </li></ul><ul><li>feitas principalmente pelos padres nos monastérios.. </li></ul><ul><li>irmãos Grimm trataram de pesquisar relatos Alemanha para preservar as histórias tradicionais do seu povo. </li></ul><ul><li>A Gata Borralheira apresenta mais de 300 versões em todo o mundo! </li></ul><ul><li>contos populares que recolheram na Alemanha, desde o início do século XIX. Diz-se que escreviam à noite as histórias que ouviam durante o dia de parentes, amigos e camponeses. </li></ul>
    7. 7. SURGEM GRANDES CONTISTAS <ul><li>Surgem os grandes contistas: Edgar Allan Poe, Est Unidos; Maupassant, França, Eça de Queirós, Portugal e Machado de Assis , Brasil </li></ul><ul><li>No Brasil pega carona na imprensa, se desenvolve paralelamente a difusão da imprensa. Inicio do século XX </li></ul><ul><li>Machado de Assis: A cartomante, O alienista, Missa do Galo...Marco do início </li></ul><ul><li>Modernismo: sentimento nacionalista, nativista, sertanista. </li></ul><ul><li>Estilo brasileiro = cultura brasileira x cultura européia. Crítica, cronicas do dia a dia </li></ul><ul><li>Anos 20 a 40 divulgado em revistas e jornais como entretenimento leve 40 e 50 </li></ul><ul><li>Anos 40 e 50= linguagem e espírito brasileiros. </li></ul><ul><li>Guimarães Rosa, Clarice Lispector, Murilo Rubião e Ligia Fagundes Telles </li></ul><ul><li>Maior nível de elaboração, sintetizam a complexidade da vida </li></ul>
    8. 8. Anos 60 e 70 <ul><li>Diversificação de temas e estilos </li></ul><ul><li>Diferentes visões da problemática social </li></ul><ul><li>Visão fragmentada própria do nosso século, vida em fatias </li></ul><ul><li>Indivíduo perdeu sentido último da vida </li></ul><ul><li>Conflitos de identidade </li></ul><ul><li>exploração sem censura do corpo </li></ul><ul><li>anos 70 a década do conto. </li></ul><ul><li>Busca saídas: erotismo, violência gratuita </li></ul><ul><li>Resgate do mito </li></ul>
    9. 9. Anos 90: criativa irreverência <ul><li>Se identifica com a falta de tempo dos leitores das grandes cidades </li></ul><ul><li>relação entre a revolução tecnológica e industrializada </li></ul><ul><li>Mais do que nunca é arte diversificada </li></ul><ul><li>Não importa tanto o que se conta, mas o como se conta </li></ul><ul><li>trabalho do escritor – artista com a linguagem </li></ul>
    10. 10. atualidade <ul><li>tendência contemporânea de início do século XXI é o microconto </li></ul><ul><li>Utilização das mídias, redes sociais além dos livros </li></ul><ul><li>O microconto mais famoso é de Augusto Monterroso, autor guatemalteco, e seu título é &quot;O dinossauro&quot;. </li></ul><ul><li>Dalton Trevisan e Millor Fernandes, Daniel Galera, Samir Mesquita e Rauer (nome pelo qual assina suas publicações no twitter o escritor mineiro Rauer Ribeiro Rodrigues). </li></ul>

    ×