Resolução de Conflitos

4.296 visualizações

Publicada em

APRESENTAÇÃO PARA AULA DE LIDERANÇA

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.296
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
243
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
81
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resolução de Conflitos

  1. 1. RESOLUÇÃO DE CONFLITOSRESOLUÇÃO DE CONFLITOS Os ConflitosOs Conflitos Podem Afetar aPodem Afetar a Motivação dosMotivação dos Envolvidos naEnvolvidos na Busca dosBusca dos ObjetivosObjetivos Empresariais?Empresariais? Qual o Melhor ModeloQual o Melhor Modelo Para SolucionarPara Solucionar Conflitos?Conflitos? É Possível EncontrarÉ Possível Encontrar Uma Solução QueUma Solução Que Agrade as PartesAgrade as Partes Envolvidas?Envolvidas? Qual a Relação doQual a Relação do Poder Com o Conflito?Poder Com o Conflito? O QUE ÉO QUE É UMAUMA ABORDAGEMABORDAGEM DO GANHA-DO GANHA- GANHA?GANHA?
  2. 2. DEFINIÇÃO DEDEFINIÇÃO DE CONFLITOCONFLITO Qualquer Situação Em QueQualquer Situação Em Que Uma Pessoa ("A”) AcreditaUma Pessoa ("A”) Acredita Que o Comportamento deQue o Comportamento de Outra Pessoa ("B") TornaOutra Pessoa ("B") Torna Difícil Para Ela (“A”)Difícil Para Ela (“A”) Satisfazer Suas NecessidadesSatisfazer Suas Necessidades (ou Alcançar Seus(ou Alcançar Seus Resultados), Embora aResultados), Embora a Pessoa “B” Possa ou NãoPessoa “B” Possa ou Não Estar Preocupada Com EssaEstar Preocupada Com Essa SituaçãoSituação Uso do PoderUso do Poder Usar IntencionalmenteUsar Intencionalmente ““RecompensasRecompensas” ou “” ou “PuniçõesPunições”” Para Garantir Que a OutraPara Garantir Que a Outra Pessoa Aja da ManeiraPessoa Aja da Maneira Desejada Por Você, Mesmo QueDesejada Por Você, Mesmo Que Ela Prefira Não Fazê-loEla Prefira Não Fazê-lo Poder:Poder: É a Capacidade de Permitir aÉ a Capacidade de Permitir a Outros Que Ganhem AlgumasOutros Que Ganhem Algumas de Suas Necessidades (Parade Suas Necessidades (Para Recompensá-los), ou ImpedirRecompensá-los), ou Impedir Que Eles Ganhem (Para Puni-Que Eles Ganhem (Para Puni- los)los)
  3. 3. OBEDIÊNCIAOBEDIÊNCIA No Início Dos Anos 60 a Universidade de YALENo Início Dos Anos 60 a Universidade de YALE Desenvolveu Uma Experiência, Onde UmDesenvolveu Uma Experiência, Onde Um “Súdito” Era Instruído a Administrar Choques“Súdito” Era Instruído a Administrar Choques Elétricos Num “Aprendiz”, Toda Vez Que EleElétricos Num “Aprendiz”, Toda Vez Que Ele Respondia Errado ao Seu AprendizadoRespondia Errado ao Seu Aprendizado O Súdito Não Sabia Que o AprendizO Súdito Não Sabia Que o Aprendiz Era Um Ator e os Choques Não EramEra Um Ator e os Choques Não Eram VerdadeirosVerdadeiros A Experiência Demonstrou QueA Experiência Demonstrou Que Mais de 60 % Deles “Mataria” oMais de 60 % Deles “Mataria” o Outro, Embora MuitosOutro, Embora Muitos Quisessem Interromper aQuisessem Interromper a Experiência, Gaguejassem eExperiência, Gaguejassem e Tremessem. Mas,Tremessem. Mas, ElesEles Continuavam ObedecendoContinuavam Obedecendo
  4. 4. ““A Obediência Não é UmaA Obediência Não é Uma Virtude, é a Morte de De TodasVirtude, é a Morte de De Todas as Virtudes” (Gordon)as Virtudes” (Gordon) O Culto à ObediênciaO Culto à Obediência Explica Muitos ProblemasExplica Muitos Problemas da Sociedade, Inclusive ada Sociedade, Inclusive a Razão Pela Qual asRazão Pela Qual as Crianças São Incapazes deCrianças São Incapazes de Lutar Contra o AbusoLutar Contra o Abuso SexualSexual EstudosEstudos Comprovam QueComprovam Que Quem Expõe osQuem Expõe os Outros àsOutros às ExigênciasExigências Exageradas,Exageradas, Demonstram AltosDemonstram Altos Índices de MorteÍndices de Morte do Coraçãodo Coração Portanto, a Obediência CegaPortanto, a Obediência Cega Não Mata Apenas oNão Mata Apenas o “Aprendiz” (da Experiência).“Aprendiz” (da Experiência). Em Longo Prazo ElaEm Longo Prazo Ela Também Mata o “Súdito”Também Mata o “Súdito”
  5. 5. PUNIÇÃOPUNIÇÃO Pessoas Que Recebem Altos Níveis de PuniçãoPessoas Que Recebem Altos Níveis de Punição Quando Crianças Têm Quatro Vezes MaisQuando Crianças Têm Quatro Vezes Mais Possibilidade de Bater em Seus Cônjuges, doPossibilidade de Bater em Seus Cônjuges, do Que Aquelas Cujos Pais Não Bateram NelasQue Aquelas Cujos Pais Não Bateram Nelas Estudos Comprovam Que AdultosEstudos Comprovam Que Adultos Submetidos à Severas PuniçõesSubmetidos à Severas Punições Quando Crianças, DemonstravamQuando Crianças, Demonstravam Pobres Relacionamentos Comerciais,Pobres Relacionamentos Comerciais, Altos Níveis de Ansiedade, de Culpa eAltos Níveis de Ansiedade, de Culpa e de Infelicidadede Infelicidade A Necessidade de Controlar osA Necessidade de Controlar os Outros é Uma Faca de DoisOutros é Uma Faca de Dois Gumes, Pois o ControladorGumes, Pois o Controlador Também se Priva da PrópriaTambém se Priva da Própria LiberdadeLiberdade
  6. 6. RECOMPENSASRECOMPENSASBaseados Nas Experiências deBaseados Nas Experiências de SKINNERSKINNER (Que Recompensava os(Que Recompensava os Pombos Com Alimentos e Os PuniaPombos Com Alimentos e Os Punia Com Choques Elétricos) AlgunsCom Choques Elétricos) Alguns Estudiosos Acreditam Que asEstudiosos Acreditam Que as RecompensasRecompensas Funcionam Melhor QueFuncionam Melhor Que asas PuniçõesPunições Na Vida Real NãoNa Vida Real Não ExistemExistem Diferenças, PoisDiferenças, Pois PesquisasPesquisas Revelam Que PaisRevelam Que Pais Que UsamQue Usam MaisMais Punições TambémPunições Também Usam MaisUsam Mais RecompensasRecompensas Outros Estudos DemonstramOutros Estudos Demonstram Que Crianças RecompensadasQue Crianças Recompensadas Levam o Dobro do Tempo ParaLevam o Dobro do Tempo Para Resolver Problemas, do QueResolver Problemas, do Que Àqueles a Quem SimplesmenteÀqueles a Quem Simplesmente se Pede Para Fazer a Tarefase Pede Para Fazer a Tarefa
  7. 7. Imaginemos as Seguintes SituaçõesImaginemos as Seguintes Situações Assim Como Seu Pai VocêAssim Como Seu Pai Você Gosta de Jantar às 18Gosta de Jantar às 18 Horas Na Companhia deHoras Na Companhia de Seus Filhos. Mas, NesseSeus Filhos. Mas, Nesse Horário Eles Preferem VerHorário Eles Preferem Ver Televisão.Televisão. Quem VaiQuem Vai Ganhar?Ganhar? Você Gosta de OuvirVocê Gosta de Ouvir Música Suave EnquantoMúsica Suave Enquanto Trabalha, Mas SeuTrabalha, Mas Seu Colega de EscritórioColega de Escritório Afirma Que Isso oAfirma Que Isso o DistraiDistrai.. Quem Vai GanharQuem Vai Ganhar?? É Possível Encontrar UmaÉ Possível Encontrar Uma Solução Que AtendaSolução Que Atenda Ambas as Partes. Mas,Ambas as Partes. Mas, Para Isso Veremos a SeguirPara Isso Veremos a Seguir Os Modelos de ResoluçãoOs Modelos de Resolução de Conflitos Existentesde Conflitos Existentes
  8. 8. COMPROMISSOCOMPROMISSO MétodoMétodo Perde-PerdePerde-Perde de Resolver Conflitos,de Resolver Conflitos, Onde Ambas asOnde Ambas as Pessoas Sentem QuePessoas Sentem Que Algumas NecessidadesAlgumas Necessidades São Atendidas eSão Atendidas e Método Utilizado Para Resolver Conflitos, Onde Uma Das Partes Fica Satisfeita e a Outra Sente Que Suas Necessidades Não Foram Atendidas GANHA-PERDEGANHA-PERDE GANHA-GANHAGANHA-GANHA Qualquer Método UsadoQualquer Método Usado Para Resolver ConflitosPara Resolver Conflitos Em Que Todos osEm Que Todos os Participantes se SintamParticipantes se Sintam Satisfeitos, Porque SuasSatisfeitos, Porque Suas Necessidades ForamNecessidades Foram Plenamente AtendidosPlenamente Atendidos
  9. 9. A Abordagem doA Abordagem do “Ganha-Ganha” é Um“Ganha-Ganha” é Um Modelo de Solução deModelo de Solução de Conflitos em QueConflitos em Que Ambas as PartesAmbas as Partes Saem GanhandoSaem Ganhando Esse Modelo éEsse Modelo é RadicalmenteRadicalmente Diferente doDiferente do ““CompromissoCompromisso”,”, Onde AmbosOnde Ambos Perdem Um PoucoPerdem Um Pouco Para Que PossamPara Que Possam Ganhar Um PoucoGanhar Um Pouco Também é Diferente daTambém é Diferente da AbordagemAbordagem Permissiva /Permissiva / SubmissaSubmissa, Onde Um Desiste em, Onde Um Desiste em Favor do OutroFavor do OutroAlém Disso, Também éAlém Disso, Também é Diferente de QualquerDiferente de Qualquer Situação Autoritária, OndeSituação Autoritária, Onde Alguém Ganha a QualquerAlguém Ganha a Qualquer CustoCusto
  10. 10. Na Situação FamiliarNa Situação Familiar Apresentada no InícioApresentada no Início Desta Apresentação aDesta Apresentação a SoluçãoSolução Ganha-PerdeGanha-Perde Seria: Insistir Para asSeria: Insistir Para as Crianças Jantarem eCrianças Jantarem e Perderem o Programa, ouPerderem o Programa, ou Deixá-las Ver TV e o PaiDeixá-las Ver TV e o Pai se Sentir Ressentido Comse Sentir Ressentido Com IssoIsso O “O “CompromissoCompromisso”” Seria: as CriançasSeria: as Crianças Assistirem à MetadeAssistirem à Metade do Programa e Depoisdo Programa e Depois Comerem aComerem a Sobremesa Com aSobremesa Com a FamíliaFamíliaAS SOLUÇÕES GANHA-GANHA SÃO: Gravar o Programa Para Vê-loGravar o Programa Para Vê-lo Mais TardeMais Tarde Jantar Enquanto Vêem TVJantar Enquanto Vêem TV Trocar o Horário do JantarTrocar o Horário do Jantar
  11. 11. AS VANTAGENS DOAS VANTAGENS DO “GANHA-GANHA”“GANHA-GANHA” Na Relação de Pais eNa Relação de Pais e Filhos Esse Modelo VemFilhos Esse Modelo Vem Apresentando MelhoresApresentando Melhores Resultados no AumentoResultados no Aumento da Auto-Estima e Nada Auto-Estima e Na Cooperação DasCooperação Das CriançasCrianças Meses Após aMeses Após a Introdução do MétodoIntrodução do Método Ganha-GanhaGanha-Ganha, os Pais, os Pais Continuavam a MostrarContinuavam a Mostrar Maior Compreensão,Maior Compreensão, Sentimentos PositivosSentimentos Positivos e Respeito Por Seuse Respeito Por Seus Filhos. Por Sua Vez, asFilhos. Por Sua Vez, as CriançasCrianças Demonstravam Auto-Demonstravam Auto- Estima Mais Elevada eEstima Mais Elevada e a Convicção de Quea Convicção de Que Seus Pais osSeus Pais os
  12. 12. O PARADIGMA DO GERENTEO PARADIGMA DO GERENTE (Os Conflitos Demonstram Palavras Negativas)(Os Conflitos Demonstram Palavras Negativas) CONFLITO AtritoAtrito DesperdícioDesperdício ConfusãoConfusão ProblemaProblema BrigaBriga CriseCrise
  13. 13. SUGESTÕES P/ AJUDAR O GERENTE ASUGESTÕES P/ AJUDAR O GERENTE A LIDAR COM OPOSIÇÕES ÀS SUASLIDAR COM OPOSIÇÕES ÀS SUAS IDÉIASIDÉIASFaça de Sua IdéiaFaça de Sua Idéia Uma Questão do GrupoUma Questão do Grupo RespondRespond aa RELAXRELAX EE ESCUTEESCUTE ACEITEACEITE UTILIZE A ABORDAGEM DO “GANHA-UTILIZE A ABORDAGEM DO “GANHA- GANHA”GANHA”
  14. 14. Quando surgir um “conflito”, tenha sempre em mente : Evite Argumentos PessoaisEvite Argumentos Pessoais As Pessoas TêmAs Pessoas Têm Ponto de Vista QuePonto de Vista Que Não é Tão RazoávelNão é Tão Razoável Quanto o SeuQuanto o Seu Geralmente, as PessoasGeralmente, as Pessoas Estão Dispostas aEstão Dispostas a Aceitarem Uma Solução,Aceitarem Uma Solução, Desde Que Você a TorneDesde Que Você a Torne AtraenteAtraente Em Vez de Se Deter no Que (ou Em Quem) CausouEm Vez de Se Deter no Que (ou Em Quem) Causou o Conflito, Você Deve Enfatizar o Que Será Feitoo Conflito, Você Deve Enfatizar o Que Será Feito Para Proporcionar a Solução do Ganha-Ganha.Para Proporcionar a Solução do Ganha-Ganha.

×