12297556 organizacoes e_o_ambiente

448 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
448
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
135
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

12297556 organizacoes e_o_ambiente

  1. 1. Sumário A Organização e o Ambiente Nádia Évora/ Janeiro 2008
  2. 2. As Organizações e o Ambiente  Verificamos que as organizações são sistemas abertos que mantém uma intensa interacção com o ambiente (entradas e saídas), afectando-o e sendo afectado por ele. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  3. 3. Definição de Ambiente  Ambiente é tudo aquilo que envolve externamente uma organização, isto é, tudo o que está além das fronteiras ou limites da organização.  O ambiente pode ser desdobrado em:  Ambiente Geral (macro ambiente);  Ambiente de Tarefa ou Específico (micro ambiente) e  Ambiente Interno. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  4. 4. Ambiente Geral  Ambiente Geral é o meio mais amplo genérico e comum a todas as organizações.  Ele envolve toda a sociedade, as nações, organizações, empresas, comunidades, etc. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  5. 5. Ambiente Geral  O Ambiente Geral é constituído por um conjunto de condições comuns nas organizações, mas deve ser estudado pelo administrador porque pode influenciar o clima em que a organização vai actuar. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  6. 6. As principais condições são:  Condições económicas: define como as pessoas e organizações de uma nação produzem, distribuem e utilizam os bens e serviços.  São assuntos económicos: a inflação, a distribuição de renda interna, a balança de pagamentos, desenvolvimento ou retracção, produto interno bruto e outros indicadores. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  7. 7. As principais condições são:  Condições tecnológicas: são as novas formas de produção de bens e serviços, derivados das pesquisas e desenvolvimento científico que influenciam as mudanças de procedimentos.  Grandes organizações, aplicando recursos substanciais, desenvolvem tecnologia própria para a produção de produtos e serviços. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  8. 8. As principais condições são:  Condições legais: constituem a legislação vigente que impõe directa ou indirectamente, restrições aos procedimentos da organização. São as leis trabalhistas, comerciais, fiscais, civis que constituem instrumentos normativos. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  9. 9. As principais condições são:  Condições sociais: são aquelas que descrevem as características da sociedade em que a organização actua. São os valores sociais em questões de direitos humanos, tendências educativas, instituições sociais, padrões sociais de comportamento Nádia Évora/ Janeiro 2008
  10. 10. As principais condições são:  Condições políticas: são os elementos relacionados com as decisões de governo. Incluem os objectivos políticos dominantes, os partidos, as atitudes das câmaras municipais, representantes de classe, lobbies políticos, grupos de interesses, etc.  Condições culturais são as que contêm os elementos relacionados com os valores culturais. A Cultura de um povo penetra nas organizações por intermédio da expectativa de seus participantes e dos consumidores. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  11. 11. As principais condições são:  Condições ecológicas representam o estado geral da natureza e condições do ambiente natural e a preocupação da sociedade com a sua preservação.  Condições demográficas – representam os dados estatísticos de uma comunidade: taxa de crescimento, população, raça, religião, distribuição por sexo e idade são dados que determinam as características de mercado actual e futuro. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  12. 12. Variáveis económicas Variáveis sociais Variáveis tecnológica s Variáveis legais Variáveis culturais Variáveis demográficas Variáveis ecológicas Variáveis políticas Chiavenato, Idalberto. (2004). Recursos humanos, oitava edição compacta. Edições Atlas: São Paulo Nádia Évora/ Janeiro 2008
  13. 13. Ambiente Específico ou de Tarefa Nádia Évora/ Janeiro 2008
  14. 14. Ambiente Específico ou de Tarefa  O ambiente de tarefa ou microambiente é aquele em que a empresa vai realmente actuar e interagir. É formado por fornecedores, clientes, concorrentes e agências reguladoras. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  15. 15. Ambiente Específico ou de Tarefa  Fornecedores são os elementos que proporcionam as entradas de recursos necessários à organização – (recursos de matéria – prima, recursos financeiros, recursos humanos, recursos materiais e de equipamentos, etc..  A terceirização dos serviços não essenciais, aumentam ainda mais a dependência da organização para com este elemento ambiental. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  16. 16. Ambiente Específico ou de Tarefa • Clientes são os consumidores das saídas e resultados da organização. Podem ser chamados de usuários, consumidores, contribuintes e cooperador. São os mais vitais para a organização, porque deles depende o futuro e o presente das organizações. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  17. 17. Ambiente Específico ou de Tarefa  Concorrentes são as organizações que disputam as mesmas entradas e saídas. Os concorrentes desenvolvem estratégias nem sempre esperadas ou conhecidas para ganhar espaço e domínio de mercado.  Agências reguladoras são os elementos que regulam, controlam, avaliam ou fiscalizam as acções da organização. (São os sindicatos, órgãos fiscalizadores do governo, associações de protecção ao consumidor e associações de classe).  esquema.doc Nádia Évora/ Janeiro 2008
  18. 18. Ambiente Interno  As organizações possuem um ambiente interno formado por empregados, proprietários, accionistas, administradores e pelo ambiente físico.  As relações internas entre estes actores têm como consequência a cultura organizacional, factor preponderante no sucesso das organizações. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  19. 19. Tipos de Ambiente de Tarefa  Ambiente homogéneo: quando é composto por:  fornecedores,  clientes e  Concorrentes Que possuem características, necessidades e estratégias semelhantes. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  20. 20. Tipos de Ambiente de Tarefa  Ambiente heterogéneo: quando ocorre muita diferenciação entre os fornecedores, clientes e concorrentes, provocando uma diversidade de problemas diferentes à organização. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  21. 21. Dinâmica do ambiente  Estabilidade ambiental: quando o ambiente de tarefa se caracteriza por pouca ou nenhuma mudança. É o ambiente onde quase não ocorrem mudanças ou, se houver, são mudanças lentas e perfeitamente previsíveis.  Instabilidade ambiental: quando o ambiente é dinâmico e se caracteriza por mudanças. É o ambiente onde os agentes estão constantemente provocando mudanças e influências recíprocas, formando um campo dinâmico de forças. A instabilidade gera a incerteza. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  22. 22. Relações entre Organizações e Ambiente  Poder e Dependência - tem poder sobre o ambiente quando as suas decisões afectam as decisões dos fornecedores e dos consumidores.  Ao contrario a relação de dependência com o ambiente aparecem quando as suas decisões dependem da decisão dos consumidores e fornecedores. O papel da estratégia organizacional é buscar a redução da dependência e do aumento do poder Nádia Évora/ Janeiro 2008
  23. 23. Relações entre Organizações e Ambiente  Adaptação Ambiental – as organizações que enfrentam alto grau de incerteza utilizam as seguintes estratégias:  Previsão e Planeamento,  Estrutura Flexível,  Papéis de Fronteira e  Fusões e Empreendimentos conjuntos. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  24. 24. Adaptação Ambiental  Previsão e Planeamento são actividades típicas das grandes organizações.  As técnicas de previsão vão desde o serviço de consultas aos jornais e revistas de actividades de negócios para prever as tendências futuras.  Planeamento para evitar erros em situações de mudanças rápidas ou adversas no ambiente. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  25. 25. Adaptação Ambiental  Estrutura Flexível uma estrutura ágil, flexível e dinâmica é usada como resposta eficaz às rápidas mudanças do ambiente  Papéis de Fronteira as ligações de fronteira servem à organização de duas modos:  Detectam e processam informações sobre as mudanças do ambiente e  Representam os interesses da organização. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  26. 26. Adaptação Ambiental  Fusões e Empreendimentos conjuntos é uma forma de reduzir as incertezas do negócio, pois diminui o número de concorrente e aumenta o poder sobre o ambiente. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  27. 27. Relações entre Organizações e Ambiente  Influência do Ambiente a outra estratégia é tentar mudar as condições do ambiente que causam problemas. São utilizados os seguintes instrumentos:  Publicidade e Relações Públicas,  Actividade Política e  Associações de Organizações. Nádia Évora/ Janeiro 2008
  28. 28. Influência do Ambiente  Publicidade e Relações Públicas é o meio mais utilizado para influenciar o ambiente, tanto para lançar produtos como para mudar a imagem de uma organização.  Actividade Política representa a acção das organizações para influenciar a legislação e a regulação do governo.  Associações de Organizações - muitas organizações se juntam a outras com interesses similares para constituir associações de interesses próprios a fim de influenciar o ambiente. Nádia Évora/ Janeiro 2008

×