CENTRO DE ENSINO UNIFICADO DE TERESINA – CEUT
COORDENAÇÃO DE ENFERMAGEM
MARÍLIA BANDEIRA MESQUITA
MICHELLE DOS SANTOS CONS...
CONSIDERAÇÕES INICIAIS
Autismo
Conceito (CARNIEL; SALDANHA E
FENSTERSEIFER, 2008)
Características (MONTEIRO et al., 200...
OBJETO DE ESTUDO
Percepção do cuidador sobre o autismo.
Qual a percepção do cuidador sobre o
autismo.
QUESTÃO NORTEADORA
OBJETIVOS
Descrever a percepção do cuidador sobre o
autismo na infância;
Analisar a percepção do cuidador sobre o
autism...
JUSTIFICATIVAS
Vivência pessoal e um documentário assistido
em um congresso internacional realizado pela
Universidade Fed...
RELEVÂNCIAS
Expor a necessidade em dar atenção ao
cuidador de uma pessoa autista;
Apresentar a necessidade de busca de
c...
REFERENCIAL TEMÁTICO
2.1 Autismo: conceitos; caracterização e
aspectos epidemiológicos
Autista ;
Conceito;
Caracterizaç...
REFERENCIAL TEMÁTICO
2.2 O cuidado e o cuidador autista
O cuidado com a criança autista (SILVA, 2000).
Capacidade de mu...
METODOLOGIA
Tipo de estudo:
Foi uma pesquisa descritiva de abordagem
qualitativa.
(MINAYO, 2010)
METODOLOGIA
Cenário da pesquisa:
Foi a Associação dos Amigos dos Autistas
do Piauí - AMA/PI.
METODOLOGIA
Sujeitos do estudo:
Foram realizadas entrevistas com 10
cuidadores, sem levar em questão a idade dos
mesmos. ...
METODOLOGIA
Coleta de dados:
Entrevistas semiestruturadas (roteiro – Apêndice
A);
TCLE (Anexo A);
Roteiro pré-testado;...
METODOLOGIA
Análise dos dados:
Entrevistas transcritas na íntegra.
Constituída de três etapas:
Pré-análise;
Exploraçã...
METODOLOGIA
Aspectos éticos e legais:
Conformidade com resolução 466/12 (CNS);
Submissão e aprovação CEP/CEUT – conform...
ANÁLISE, DISCUSSÕES E RESULTADOS
Caracterização dos participantes;
Caracterização dos Sujeitos;
Percepção do cuidador s...
Quadro 1
Caracterização dos sujeitos segundo variáveis sócio demográficas. Teresina (PI)
Características dos Sujeitos Freq...
ANÁLISE, DISCUSSÕES E RESULTADOS
Percepção do cuidador sobre o autismo na
infância
Abordagem profissional:
“O médico dis...
ANÁLISE, DISCUSSÕES E RESULTADOS
Rotina família:
“A gente que é pai ou mãe de autista, a gente é uma
rotina, aí sempre te...
ANÁLISE, DISCUSSÕES E RESULTADOS
O trabalho da AMA na qualidade de vida do
cuidador e do paciente autista
Crescimento e ...
CONSIDERAÇÕES FINAIS
Melhorar quanto a abordagem profissional;
Importância do trabalho da AMA;
Apoio familiar;
Ausênci...
REFERÊNCIAS
• BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde.
Departamento de Ações Programáticas Estratégicas...
REFERÊNCIAS
• HOCKENBERRY M. J. Wong fundamentos de enfermagem
pediátrica. Rio de Janeiro. Elsevier, 2006. 7ªed.
• MONTEIR...
APÊNDICE A - ROTEIRO DE ENTREVISTA
SEMI-ESTRUTURADO
Entrevistado no ____
Data: / /
PARTE I – Dados de identificação
Sexo:
...
ANEXOS
CONSENTIMENTO DA PARTICIPAÇÃO DO SUJEITO
Eu,______________________________________R.G.__________CPF_________
______...
ANEXOS
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO
Venho através desta convidar-lhe para fazer parte desta pesquisa. Cabe a...
“Tudo que existe e vive precisa ser cuidado para
continuar existindo. Uma planta, uma criança, um idoso,
o planeta Terra. ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidado

317 visualizações

Publicada em

Apresentação de defesa do Trabalho de Conclusão de curso de Bacharelado em Enfermagem. Aborda sobre o autismo na ótica do cuidador.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
317
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidado

  1. 1. CENTRO DE ENSINO UNIFICADO DE TERESINA – CEUT COORDENAÇÃO DE ENFERMAGEM MARÍLIA BANDEIRA MESQUITA MICHELLE DOS SANTOS CONSTANTE ORIENTADOR(A): PROF. MSC. MILENA FRANCE ALVES CAVALCANTE O AUTISMO NA PERSPECTIVA DO CUIDADOR: uma construção e reconstrução do cuidado
  2. 2. CONSIDERAÇÕES INICIAIS Autismo Conceito (CARNIEL; SALDANHA E FENSTERSEIFER, 2008) Características (MONTEIRO et al., 2008) Cuidadores (BRASIL, 2009)
  3. 3. OBJETO DE ESTUDO Percepção do cuidador sobre o autismo. Qual a percepção do cuidador sobre o autismo. QUESTÃO NORTEADORA
  4. 4. OBJETIVOS Descrever a percepção do cuidador sobre o autismo na infância; Analisar a percepção do cuidador sobre o autismo na infância.
  5. 5. JUSTIFICATIVAS Vivência pessoal e um documentário assistido em um congresso internacional realizado pela Universidade Federal do Piauí – UFPI.
  6. 6. RELEVÂNCIAS Expor a necessidade em dar atenção ao cuidador de uma pessoa autista; Apresentar a necessidade de busca de conhecimento sobre o autismo por parte da Assistência de Enfermagem; Fonte de estudo e aprofundamento sobre o assunto para a Assistência de Enfermagem. Fonte de pesquisa para trabalhos congêneres.
  7. 7. REFERENCIAL TEMÁTICO 2.1 Autismo: conceitos; caracterização e aspectos epidemiológicos Autista ; Conceito; Caracterização Aspectos Epidemiológicos (BRASIL,2013)
  8. 8. REFERENCIAL TEMÁTICO 2.2 O cuidado e o cuidador autista O cuidado com a criança autista (SILVA, 2000). Capacidade de mudança familiar OLSON; PORTNER; LAVEE, 1985). Adequação do comportamento dos pais (RUTTER; SCHOPLER, 1978). Interação da enfermagem;(SILVA et al., 2005).
  9. 9. METODOLOGIA Tipo de estudo: Foi uma pesquisa descritiva de abordagem qualitativa. (MINAYO, 2010)
  10. 10. METODOLOGIA Cenário da pesquisa: Foi a Associação dos Amigos dos Autistas do Piauí - AMA/PI.
  11. 11. METODOLOGIA Sujeitos do estudo: Foram realizadas entrevistas com 10 cuidadores, sem levar em questão a idade dos mesmos. Total de participantes foi limitado pela saturação das respostas das entrevistas.
  12. 12. METODOLOGIA Coleta de dados: Entrevistas semiestruturadas (roteiro – Apêndice A); TCLE (Anexo A); Roteiro pré-testado; Realizadas em local reservado.
  13. 13. METODOLOGIA Análise dos dados: Entrevistas transcritas na íntegra. Constituída de três etapas: Pré-análise; Exploração do Material; Tratamento dos resultados obtidos e interpretação dos mesmos. (MINAYO, 2010)
  14. 14. METODOLOGIA Aspectos éticos e legais: Conformidade com resolução 466/12 (CNS); Submissão e aprovação CEP/CEUT – conforme protocolo (ANEXO C); Autorização instituição ((ANEXO B)
  15. 15. ANÁLISE, DISCUSSÕES E RESULTADOS Caracterização dos participantes; Caracterização dos Sujeitos; Percepção do cuidador sobre o autismo na infância; O trabalho da AMA na qualidade de vida do cuidador e do paciente autista
  16. 16. Quadro 1 Caracterização dos sujeitos segundo variáveis sócio demográficas. Teresina (PI) Características dos Sujeitos Frequência Sexo Feminino 8 Masculino 2 Idade 20 – 29 anos 2 30 – 39 anos 4 40 – 49 anos 3 Acima de 50 anos 1 Estado civil Solteira 1 Casada 6 União estável 3 Tempo de AMA < 1ano 1 1 – 2 anos 1
  17. 17. ANÁLISE, DISCUSSÕES E RESULTADOS Percepção do cuidador sobre o autismo na infância Abordagem profissional: “O médico disse que ele tem esse negócio de transtorno autista, eu fiquei tão assim, não sabia nem o que era, foi um parente que me explicou e me falou da AMA.” (Depoente 3) “Explicar, explicar ele não explicou e foi logo dizendo que ele ia precisar fazer fono psicóloga e outras coisas”.(Depoente 7) (SILVA; MULICK, 2009)
  18. 18. ANÁLISE, DISCUSSÕES E RESULTADOS Rotina família: “A gente que é pai ou mãe de autista, a gente é uma rotina, aí sempre tem que seguir essa rotina, se mudar um pouco, ele fica assim: arredio. È sempre uma rotina, se sair ele fica resistente.”(depoente 1) “Não lembra mais como era antes, acostumando nessa rotina é normal, não lembro mais como era antes”(depoente3) (Klin, 2013)
  19. 19. ANÁLISE, DISCUSSÕES E RESULTADOS O trabalho da AMA na qualidade de vida do cuidador e do paciente autista Crescimento e desenvolvimento do autista e apoio familiar “Grande parceira foi o chão que faltou quando descobri o autismo. Foi a AMA que me sustentou”. (depoente 3). “É importante porque tem cuidados especiais aqui, eles cuidam muito bem, trabalham juntamente pra cuidar de crianças, especiais, aí é bom é importante”. (Depoente 7). (MASSOLLA;CALDERARI,2011)
  20. 20. CONSIDERAÇÕES FINAIS Melhorar quanto a abordagem profissional; Importância do trabalho da AMA; Apoio familiar; Ausência da Assistência de Enfermagem;
  21. 21. REFERÊNCIAS • BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Diretrizes de Atenção à Reabilitação da Pessoa com Transtornos do Espectro do Autismo / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. – Brasília: Ministério da Saúde, 2013. • CARNIEL E. L., SALDANHA L. B., FENSTERSEIFER L. M. A atuação do enfermeiro frente à criança autista. Revista Pediatria Moderna. Revista Pediatria. São Paulo, v. 32, supl. 4, p. 255-260, out./dez, 2010.
  22. 22. REFERÊNCIAS • HOCKENBERRY M. J. Wong fundamentos de enfermagem pediátrica. Rio de Janeiro. Elsevier, 2006. 7ªed. • MONTEIRO, C.F. de S. et al . Vivências maternas na realidade de ter um filho autista: uma compreensão pela enfermagem. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 61, n. 3, p. 330-335, jun. 2008. • THIOLLENT M. Metodologia da pesquisa-ação. São Paulo. Cortez, 2009. 17ed. • TOWNSEND M. C. Enfermagem Psiquiátrica: conceitos de cuidados. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan, 2002. 3ªed.
  23. 23. APÊNDICE A - ROTEIRO DE ENTREVISTA SEMI-ESTRUTURADO Entrevistado no ____ Data: / / PARTE I – Dados de identificação Sexo: Idade: Estado Civil: Tempo de AMA: PARTE II Como é o seu dia a dia como cuidador(a) de uma pessoa autista? Qual o papel da AMA na sua vida e na vida de seu filho(a)?
  24. 24. ANEXOS CONSENTIMENTO DA PARTICIPAÇÃO DO SUJEITO Eu,______________________________________R.G.__________CPF_________ ___________,residente________________________________________________ _________________________________fone(s):____________, abaixo assinado, concordo em autorizar minha participação como sujeito da pesquisa intitulada: O autismo na perspectiva do cuidador: reflexões para a assistência de Enfermagem. Declaro que tive pleno conhecimento das informações que li ou que foram lidas para mim. Declaro, ainda, que discuti com o pesquisador responsável sobre a minha decisão em participar nesse estudo como sujeito de pesquisa e sobre a possibilidade de a qualquer momento (antes ou durante a mesma) recusar-me a continuar participando da pesquisa não sofrendo penalidades e/ou prejuízos. Ficou claro também que minha participação é isenta de despesas e que tenho garantia do acesso à pesquisa em qualquer tempo. Concordo, voluntariamente, em participar desta pesquisa. Teresina, ____ de _____________ de 20__. ______________________________________________________________ Assinatura do sujeito ou responsável
  25. 25. ANEXOS TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO Venho através desta convidar-lhe para fazer parte desta pesquisa. Cabe a você decidir se quer autorizar ou não sua inclusão como sujeito desta pesquisa. Para melhor esclarecer, sujeito de pesquisa, de acordo com a Resolução 196/96 do CNS, é o (a) participante pesquisado (a), individual ou coletivamente, de caráter voluntário, vedada qualquer forma de remuneração. Leia cuidadosamente o que se segue e pergunte ao responsável pela pesquisa sobre qualquer dúvida que tiver. Após ser esclarecido(a) sobre as informações a seguir, no caso de autorizar sua participação como sujeito de pesquisa, assine este documento, que está em duas vias. Uma delas é sua e a outra é do pesquisador responsável. Você poderá recusar sua participação de imediato ou a qualquer tempo sem que com isto haja qualquer penalidade.
  26. 26. “Tudo que existe e vive precisa ser cuidado para continuar existindo. Uma planta, uma criança, um idoso, o planeta Terra. Tudo o que vive precisa ser alimentado. Assim, o cuidado, a essência da vida humana, precisa ser continuamente alimentado. O cuidado vive do amor, da ternura, da carícia e da convivência”. (LEONARDO BOFF)

×