Sono e Sonhos na visão Espírita

1.293 visualizações

Publicada em

Uma visão ESPIRITUALISTA sobre os nossos Sonhos

Publicada em: Espiritual
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.293
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
105
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sono e Sonhos na visão Espírita

  1. 1. É uma necessidade fisiológica decorrente do desgaste físico proporcionado pela vida cotidiana. Esta necessidade é o que sugere o cansaço e a sensação de sono. Diz-se sensação porque o Espírito não dorme, portanto, não tem a necessidade de repouso. O corpo exige o recolhimento e conduz o Espírito à experiências fora do corpo.
  2. 2. LEITURAS PRECE MÚSICA PENSAMENTOS RELAXAMENTOEVANGELHO EVITE  Comida e Bebida em excesso / Leitura ou Filmes pesados / Barulhos / Luminosidade / Café / TV ligada / Exercícios Físicos / Discussões familiares / PREOCUPAÇÕES.
  3. 3. A hora do sono tambem favorece encontros com nossos entes queridos que já partiram , os bons espíritos , nosso anjo da guarda e , todos que simpatizam conosco. L.E – 414 – “É tão habitual o fato de irdes encontrar- vos durante o sono, com amigos e parentes com os quais conheceis e, que vos podem ser úteis, que quase todas as noites fazeis essas visitas”
  4. 4. 1ª - SONOLÊNCIA - Transição entre vigília e o sono – duração 5’ – ondas alfa. Sensação de vagueio.. 2ª - SONO LEVE – Metabolismo esta mais lento. As batidas do coração e a temperatura corpo diminuem- teta 3ª - INICIO SONO PROFUNDO – As ondas cerebrais diminuem de ritmo, dando inicio a sono profundo-delta. 4ª - SONO PROFUNDO – Musculatura relaxa, coração mais lento e a temperatura do corpo cai – 40’ de sono profundo. 5ª - SONO REM – Nesta fase que os sonhos mais vividos ocorrem. Tambem relaxamos pois nosso coração bate mais lentamente, caindo tambem a temperatura do nosso corpo, desta forma o corpo se recupera melhor para acordar bem.
  5. 5. “RAPID EYE MOVEMENT” SONO REM - (movimento rápido dos olhos) é a fase do sono mais PROFUNDO, na qual ocorrem OS SONHOS mais vívidos. Durante esta fase, os OLHOS MOVEM-SE rapidamente e a maioria dos músculos do corpo encontram-se paralisados para evitar que realizemos com nosso corpo aquilo que sonhamos
  6. 6. Tão logo adormecemos, o nosso corpo astral afasta- se do Corpo Físico, indo percorrer as regiões de sua preferência, conforme seu grau evolutivo. É neste estágio que o ESPÍRITO começa a desligar- se do Corpo Físico, elaborando os seus SONHOS.
  7. 7. Outros encontros durante a noite realizam a nossa alma com amigos e desafetos, com entidades inferiores ou superiores, provocando um despertar suave e esperançoso, inquieto ou sufocante. Cabe a nós, portanto, manter nossos pensamentos vigilantes (vigiai e orai) e equilibrados durante o dia, para podermos usufruir uma boa noite de sono.
  8. 8.  são MENSAGENS DA ALMA , destinados ao Eu Consciente para que ele efetue com determinação, sem limites, o nosso crescimento interior. “Dentro de cada um de nós existe outro que não conhecemos. Ele fala conosco por meio dos sonhos.”
  9. 9. COMUNS REFLEXIVOS ESPIRITUAIS PREMONITÓRIOS PROFÉTICOS PESADELOS Martins Peralva LÚCIDOS
  10. 10. São as impressões que o nosso cérebro registrou durante o dia, portanto, impressões conscientes, quem vêm a superfície durante o sono. Todas as nossas emoções psicológicas ou sensações físicas agradáveis/ desagradáveis vividas durante o dia, afloram no período do sono, muitas vezes, sem ordem cronológica, tampouco, ordem de locais e pessoas.
  11. 11. Nestes SONHOS as fortes impressões por nós vividas tanto nesta vida ou em encarnações pretéritas chegam a superfície do CONHECIMENTO.CONHECIMENTO. - REFLEXOS DO NOSSO INCONSCIENTE - REFLEXOS PRESENTE – registros desta vida - INCONSCIENTE PRETÉRITO – arquivo espiritual de vidas passadas.
  12. 12. Nestes sonhos há o contato do ESPÍRITO DESDOBRADO do Corpo Físico, com outros ESPÍRITOS ENCARNADOS OU DESENCARNADOS. Um sonho pode ser considerado ESPIRITUAL quando transmite uma mensagem que nos marcara para sempre, por conter um forte conteúdo filosófico e espiritual. (POA) No sonho espiritual temos que considerar a LEI DA AFINIDADE... O Religioso buscará o templo...
  13. 13. O sonho lúcido é o que podemos chamar de projeção semiconsciente. A pessoa sonha e, a partir de um fato inusitado ou extraordinário do sonho (o mais comum é estar voando) ela percebe que se trata de um sonho. Alguns conseguem modificar o curso dos acontecimentos, outros são dominados pelo medo e acordam.
  14. 14. Os Sonhos ProféticosOs Sonhos Proféticos  podem ocorrer com o homem comum, quando a alma vê a necessidade de transmitir algo importante aos veículos que ela habita.
  15. 15.  Sensação ou Advertência antecipada de acontecimento futuro, tanto pessoal , quanto coletivo.  PRESSENTIMENTO Podem ser simples intuições sobre os fatos do dia a dia, chamados de pequenas premonições – saber que alguém vai nos ligar... É importante que as pessoas não deixem de considerar estes sonhos apenas como probabilidade e não certezas.
  16. 16.   REAÇÕES DO NOSSO INCONSCIENTE onde , geralmente, guardamos nossos medos, incertezas e dificuldades de viver. = O medo e a ansiedade podem ser os principais causadores de pesadelos. O anseio da realização de algum desejo pode se transformar num terror noturno, assim como o medo da concretização de algum fato também pode produzir pesadelos. Mas como em qualquer sonho, o pesadelo também conterá símbolos e códigos para sua compreensão.
  17. 17. Os sonhos precisam ser considerados como probabilidades , pois podem simbolizar algo muito diferente do que aparentam. Também não devem ser encarados como negativos, mas como a oportunidade de fazermos uma avaliação construtiva do mesmo, visando nossos aprendizados.
  18. 18. Somos espíritos imortais ! A pátria espiritual é a verdadeira. Aqui na Terra temos uma cópia muito imperfeita. O que seria de nós, espíritos, se vivêssemos encarnados sem poder sonhar, sem poder voltar ao contato com o plano espiritual que, afinal de contas, é a matriz? Por outro lado, é através do sono e do sonho que exercitamos a morte, que pode ser considerada a emancipação definitiva.
  19. 19. RFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS: -Apometria e Fraternidade (site) -Bem Viver Apometria (site) -O Espiritismo Aplicado (Rigonatti) -O Livro dos Espíritos (Kardec) -O Livro dos Médiuns / Waldo Vieira / -Estudando a Mediunidade-Martins Peralva / -Folha Espirita de SP -Sonhos - Djalma Argolo - Nossa Vida nos Sonhos- Trigueirinho /

×