SlideShare uma empresa Scribd logo
Xilogravura
O que é xilogravura?
A xilogravura se caracteriza por um dos
métodos de impressão mais antigos. Essa
técnica se baseia no corte de uma figura
em superfície de madeira que, em seguida,
é coberta de tinta e, assim, impressa em
outro local, como um tecido ou papel.
A arte da xilogravura é realizada em três
etapas. Trata-se de um processo bastante
minucioso, que requer atenção, habilidade
e alto detalhamento. Confira a seguir o
passo a passo.
Lixe uma placa de madeira plana. O melhor tipo de
madeira para este trabalho é a umburana, madeira
típica do sertão Brasileiro. Você pode usar qualquer
tipo de madeira, no entanto. Comece por uma lixa
bem grossa e depois vai aparando com a mais fina.
Começa-se lixando de uma lixa mais grossa até a
mais fina possível.
Depois de a madeira estar toda lixada, o
segundo passo é o desenho. Você pode desenhar
a imagem que desejar. Use o grafite 6-B para um
melhor resultado. Lembre-se que a imagem deve
ser desenhada ao contrário, ou seja, com o efeito
espelhado. Como o carimbo, por exemplo.
Agora é a hora do entalhe ou corte da
matriz. Você vai cavar a madeira. Para
um melhor resultado, utiliza-se
ferramentas como as goivas e buris.
Corta-se de uma maneira em que fique
em alto relevo somente aquilo que se
quer que imprima no papel.
Esta é a fase da pintura. Usa-se o rolo,
emburrachado, especial para
gravuras, com a tinta gráfica. A tinta
irá pintar somente o que está em alto
relevo.
História da xilogravura
A história da xilogravura é antiga, já que os
seus primeiros registros datam do século V e
aconteceram na China. Logo, a técnica se
expandiu para o Japão, sendo que, em seu
início, o método era usado para imprimir
textos como escrituras budistas.
Na Europa, a história da xilogravura se
confunde com a da comercialização do papel,
no século XIV, e aconteceu, primeiramente, na
Alemanha e na França.
Como uma bela resposta ao crescimento dos livros, as
xilogravuras funcionavam de forma simultânea como
um meio popular de ilustrações. Assim, muitos artistas
utilizavam essa técnica para produzir cenas de
paisagens, da Bíblia e de obras famosas. Logo, o
método despontou como uma forma de tornar as peças
de arte mais acessíveis.
Em seguida, a arte da xilogravura entrou em declínio.
Isso porque métodos de impressão mais sofisticados
foram desenvolvidos. Sendo assim, muitos artistas
preferiram utilizar placas de metal para imprimir em
vez da madeira. No entanto, vale destacar que a técnica
não desapareceu, pois muitos ainda utilizavam a
xilogravura para reproduzir cartazes e folhetos.
No Japão, em 1700, as xilogravuras eram
utilizadas com o objetivo de elaborar imagens
refinadas, em um estilo de arte conhecido como
ukiyo-e. Por meio desse movimento, cenas do
cotidiano e de paisagens eram registradas com
o intuito de mostrar a brevidade da vida.
Assim, com o decorrer do tempo e da história, a
xilogravura encontrou adeptos diversos de
épocas distintas.
Na Europa, a técnica ressurgiu no fim do século
XIX e início do século XX, quando artistas como
Paul Gauguin e Edvard Munch, passaram a
utilizar esse método com o objetivo de levar
inovação às suas obras.
Xilogravura em Pernambuco
J.BORGES
Xilogravura
Xilogravura

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apostila de-arte-eja
Apostila de-arte-ejaApostila de-arte-eja
Apostila de-arte-eja
F Figueiredo Habyby
 
Questões simulado
Questões simuladoQuestões simulado
Questões simulado
Marcelo Malafaia
 
Atividade de arte Historia do cinema
Atividade de arte Historia do cinemaAtividade de arte Historia do cinema
Atividade de arte Historia do cinema
Atividades Diversas Cláudia
 
Artes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Artes Dança/ Danças Regionais e AtividadesArtes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Artes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Geo Honório
 
Avaliação arte musica
Avaliação arte musicaAvaliação arte musica
Avaliação arte musica
Atividades Diversas Cláudia
 
Artes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e AtividadesArtes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e Atividades
Geo Honório
 
As linguagens da arte
As linguagens da arteAs linguagens da arte
As linguagens da arte
dpport
 
Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)
Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)
Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)
Secretaria de Educação do Maranhão e Imagética Consultoria e Design
 
Linguagens da artes (atividades )
Linguagens da artes (atividades )Linguagens da artes (atividades )
Linguagens da artes (atividades )
graduartes
 
Atividade de Arte - Música
Atividade de Arte  - MúsicaAtividade de Arte  - Música
Atividade de Arte - Música
Mary Alvarenga
 
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
Denilson Parreira Dos Reis
 
Prova de artes 6 ano
Prova de artes 6 anoProva de artes 6 ano
Prova de artes 6 ano
Bárbara Fonseca
 
Simulado 6º ano arte
Simulado 6º ano arteSimulado 6º ano arte
Simulado 6º ano arte
Josycrissantos
 
Linguagens da artes (conteudos )
Linguagens da artes (conteudos )Linguagens da artes (conteudos )
Linguagens da artes (conteudos )
graduartes
 
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembroAvaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Moesio Alves
 
Apostila arte 9 ano.pdf (1) (1)
Apostila arte 9 ano.pdf (1) (1)Apostila arte 9 ano.pdf (1) (1)
Apostila arte 9 ano.pdf (1) (1)
Doane Castro
 
Exercícios sobre o teatro grego
Exercícios sobre o teatro gregoExercícios sobre o teatro grego
Exercícios sobre o teatro grego
Silvana Chaves
 
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º  E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º  E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Avaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º anoAvaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º ano
Andreza Andrade
 
Danças regionais
Danças regionaisDanças regionais
Danças regionais
Atividades Diversas Cláudia
 

Mais procurados (20)

Apostila de-arte-eja
Apostila de-arte-ejaApostila de-arte-eja
Apostila de-arte-eja
 
Questões simulado
Questões simuladoQuestões simulado
Questões simulado
 
Atividade de arte Historia do cinema
Atividade de arte Historia do cinemaAtividade de arte Historia do cinema
Atividade de arte Historia do cinema
 
Artes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Artes Dança/ Danças Regionais e AtividadesArtes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Artes Dança/ Danças Regionais e Atividades
 
Avaliação arte musica
Avaliação arte musicaAvaliação arte musica
Avaliação arte musica
 
Artes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e AtividadesArtes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e Atividades
 
As linguagens da arte
As linguagens da arteAs linguagens da arte
As linguagens da arte
 
Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)
Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)
Apostila de Artes Visuais (revisada e ampliada 2014)
 
Linguagens da artes (atividades )
Linguagens da artes (atividades )Linguagens da artes (atividades )
Linguagens da artes (atividades )
 
Atividade de Arte - Música
Atividade de Arte  - MúsicaAtividade de Arte  - Música
Atividade de Arte - Música
 
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
Avaliação bimestral de artes 1º bimestre 2015
 
Prova de artes 6 ano
Prova de artes 6 anoProva de artes 6 ano
Prova de artes 6 ano
 
Simulado 6º ano arte
Simulado 6º ano arteSimulado 6º ano arte
Simulado 6º ano arte
 
Linguagens da artes (conteudos )
Linguagens da artes (conteudos )Linguagens da artes (conteudos )
Linguagens da artes (conteudos )
 
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembroAvaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
Avaliação de global de artes 6º e 7º ano setembro
 
Apostila arte 9 ano.pdf (1) (1)
Apostila arte 9 ano.pdf (1) (1)Apostila arte 9 ano.pdf (1) (1)
Apostila arte 9 ano.pdf (1) (1)
 
Exercícios sobre o teatro grego
Exercícios sobre o teatro gregoExercícios sobre o teatro grego
Exercícios sobre o teatro grego
 
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º  E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º  E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
 
Avaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º anoAvaliação para o 7º ano
Avaliação para o 7º ano
 
Danças regionais
Danças regionaisDanças regionais
Danças regionais
 

Semelhante a Xilogravura

Tecno gravura[1][1]
Tecno gravura[1][1]Tecno gravura[1][1]
Tecno gravura[1][1]
CEF16
 
Galeria de Gravura
Galeria de GravuraGaleria de Gravura
Galeria de Gravura
wiltao
 
Gravura ex libris
Gravura ex librisGravura ex libris
Gravura ex libris
Carolina Martins Cosme
 
Gravuras
GravurasGravuras
Aula de Xilogravura
Aula de XilogravuraAula de Xilogravura
Aula de Xilogravura
Ipsun
 
Formacao Anos Finais Abril 2014
Formacao Anos Finais Abril 2014Formacao Anos Finais Abril 2014
Formacao Anos Finais Abril 2014
Lismara de Oliveira
 
Gravura
GravuraGravura
Gravura
azeitonafilha
 
Serigrafia
SerigrafiaSerigrafia
Fauvismo !
Fauvismo ! Fauvismo !
Fauvismo !
Laguat
 
Caderno-de-Atividades-Educativas-Volume-1.pdf
Caderno-de-Atividades-Educativas-Volume-1.pdfCaderno-de-Atividades-Educativas-Volume-1.pdf
Caderno-de-Atividades-Educativas-Volume-1.pdf
LucimeireMellodosRei
 
Aula 02 história do design gráfico
Aula 02   história do design gráficoAula 02   história do design gráfico
Aula 02 história do design gráfico
Elizeu Nascimento Silva
 
texto Ensino Médio- Gravura, litografia, xilogravura, serigrafia ou silkscreen
texto Ensino Médio- Gravura, litografia, xilogravura, serigrafia ou silkscreentexto Ensino Médio- Gravura, litografia, xilogravura, serigrafia ou silkscreen
texto Ensino Médio- Gravura, litografia, xilogravura, serigrafia ou silkscreen
ArtesElisa
 

Semelhante a Xilogravura (12)

Tecno gravura[1][1]
Tecno gravura[1][1]Tecno gravura[1][1]
Tecno gravura[1][1]
 
Galeria de Gravura
Galeria de GravuraGaleria de Gravura
Galeria de Gravura
 
Gravura ex libris
Gravura ex librisGravura ex libris
Gravura ex libris
 
Gravuras
GravurasGravuras
Gravuras
 
Aula de Xilogravura
Aula de XilogravuraAula de Xilogravura
Aula de Xilogravura
 
Formacao Anos Finais Abril 2014
Formacao Anos Finais Abril 2014Formacao Anos Finais Abril 2014
Formacao Anos Finais Abril 2014
 
Gravura
GravuraGravura
Gravura
 
Serigrafia
SerigrafiaSerigrafia
Serigrafia
 
Fauvismo !
Fauvismo ! Fauvismo !
Fauvismo !
 
Caderno-de-Atividades-Educativas-Volume-1.pdf
Caderno-de-Atividades-Educativas-Volume-1.pdfCaderno-de-Atividades-Educativas-Volume-1.pdf
Caderno-de-Atividades-Educativas-Volume-1.pdf
 
Aula 02 história do design gráfico
Aula 02   história do design gráficoAula 02   história do design gráfico
Aula 02 história do design gráfico
 
texto Ensino Médio- Gravura, litografia, xilogravura, serigrafia ou silkscreen
texto Ensino Médio- Gravura, litografia, xilogravura, serigrafia ou silkscreentexto Ensino Médio- Gravura, litografia, xilogravura, serigrafia ou silkscreen
texto Ensino Médio- Gravura, litografia, xilogravura, serigrafia ou silkscreen
 

Mais de Paulo Alexandre

Calendário escolar 2021.xlsx - 1
Calendário escolar 2021.xlsx - 1Calendário escolar 2021.xlsx - 1
Calendário escolar 2021.xlsx - 1
Paulo Alexandre
 
El idioma de los indígenas de Brasil
El idioma de los indígenas de BrasilEl idioma de los indígenas de Brasil
El idioma de los indígenas de Brasil
Paulo Alexandre
 
LA LENGUA NATIVA DE LOS PUEBLOS ANDINOS
 LA LENGUA NATIVA DE LOS PUEBLOS ANDINOS LA LENGUA NATIVA DE LOS PUEBLOS ANDINOS
LA LENGUA NATIVA DE LOS PUEBLOS ANDINOS
Paulo Alexandre
 
NATIVE AMERICANS CHEROKEE TRIBES
NATIVE AMERICANS CHEROKEE TRIBESNATIVE AMERICANS CHEROKEE TRIBES
NATIVE AMERICANS CHEROKEE TRIBES
Paulo Alexandre
 
Saludos en Quéchua
Saludos en QuéchuaSaludos en Quéchua
Saludos en Quéchua
Paulo Alexandre
 
El Guarani en Paraguay
El Guarani en ParaguayEl Guarani en Paraguay
El Guarani en Paraguay
Paulo Alexandre
 
Espelhos planos e esféricos
Espelhos planos e esféricosEspelhos planos e esféricos
Espelhos planos e esféricos
Paulo Alexandre
 
Conectaaí
ConectaaíConectaaí
Conectaaí
Paulo Alexandre
 
SOCIOLOGIA 1 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 1 (JAMBOARD)SOCIOLOGIA 1 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 1 (JAMBOARD)
Paulo Alexandre
 
FILOSOFIA 2 (jAMBOARD)
FILOSOFIA 2 (jAMBOARD)FILOSOFIA 2 (jAMBOARD)
FILOSOFIA 2 (jAMBOARD)
Paulo Alexandre
 
FILOSOFIA 1 (jAMBOARD)
FILOSOFIA 1 (jAMBOARD)FILOSOFIA 1 (jAMBOARD)
FILOSOFIA 1 (jAMBOARD)
Paulo Alexandre
 
SOCIOLOGIA 3 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 3 (JAMBOARD)SOCIOLOGIA 3 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 3 (JAMBOARD)
Paulo Alexandre
 
SOCIOLOGIA 2 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 2 (JAMBOARD)SOCIOLOGIA 2 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 2 (JAMBOARD)
Paulo Alexandre
 
Citoplasma - parte 2
Citoplasma - parte 2Citoplasma - parte 2
Citoplasma - parte 2
Paulo Alexandre
 
Geometria molecular
Geometria molecularGeometria molecular
Geometria molecular
Paulo Alexandre
 
Citoplasma parte 2
Citoplasma parte 2Citoplasma parte 2
Citoplasma parte 2
Paulo Alexandre
 
Responsabilidade social
Responsabilidade socialResponsabilidade social
Responsabilidade social
Paulo Alexandre
 
Subdesenvolvimento
SubdesenvolvimentoSubdesenvolvimento
Subdesenvolvimento
Paulo Alexandre
 
Estratificação social
Estratificação socialEstratificação social
Estratificação social
Paulo Alexandre
 
Comunidade sociedade e cidadania
Comunidade sociedade e cidadaniaComunidade sociedade e cidadania
Comunidade sociedade e cidadania
Paulo Alexandre
 

Mais de Paulo Alexandre (20)

Calendário escolar 2021.xlsx - 1
Calendário escolar 2021.xlsx - 1Calendário escolar 2021.xlsx - 1
Calendário escolar 2021.xlsx - 1
 
El idioma de los indígenas de Brasil
El idioma de los indígenas de BrasilEl idioma de los indígenas de Brasil
El idioma de los indígenas de Brasil
 
LA LENGUA NATIVA DE LOS PUEBLOS ANDINOS
 LA LENGUA NATIVA DE LOS PUEBLOS ANDINOS LA LENGUA NATIVA DE LOS PUEBLOS ANDINOS
LA LENGUA NATIVA DE LOS PUEBLOS ANDINOS
 
NATIVE AMERICANS CHEROKEE TRIBES
NATIVE AMERICANS CHEROKEE TRIBESNATIVE AMERICANS CHEROKEE TRIBES
NATIVE AMERICANS CHEROKEE TRIBES
 
Saludos en Quéchua
Saludos en QuéchuaSaludos en Quéchua
Saludos en Quéchua
 
El Guarani en Paraguay
El Guarani en ParaguayEl Guarani en Paraguay
El Guarani en Paraguay
 
Espelhos planos e esféricos
Espelhos planos e esféricosEspelhos planos e esféricos
Espelhos planos e esféricos
 
Conectaaí
ConectaaíConectaaí
Conectaaí
 
SOCIOLOGIA 1 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 1 (JAMBOARD)SOCIOLOGIA 1 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 1 (JAMBOARD)
 
FILOSOFIA 2 (jAMBOARD)
FILOSOFIA 2 (jAMBOARD)FILOSOFIA 2 (jAMBOARD)
FILOSOFIA 2 (jAMBOARD)
 
FILOSOFIA 1 (jAMBOARD)
FILOSOFIA 1 (jAMBOARD)FILOSOFIA 1 (jAMBOARD)
FILOSOFIA 1 (jAMBOARD)
 
SOCIOLOGIA 3 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 3 (JAMBOARD)SOCIOLOGIA 3 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 3 (JAMBOARD)
 
SOCIOLOGIA 2 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 2 (JAMBOARD)SOCIOLOGIA 2 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 2 (JAMBOARD)
 
Citoplasma - parte 2
Citoplasma - parte 2Citoplasma - parte 2
Citoplasma - parte 2
 
Geometria molecular
Geometria molecularGeometria molecular
Geometria molecular
 
Citoplasma parte 2
Citoplasma parte 2Citoplasma parte 2
Citoplasma parte 2
 
Responsabilidade social
Responsabilidade socialResponsabilidade social
Responsabilidade social
 
Subdesenvolvimento
SubdesenvolvimentoSubdesenvolvimento
Subdesenvolvimento
 
Estratificação social
Estratificação socialEstratificação social
Estratificação social
 
Comunidade sociedade e cidadania
Comunidade sociedade e cidadaniaComunidade sociedade e cidadania
Comunidade sociedade e cidadania
 

Último

Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
ClaudiaMainoth
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 

Último (20)

Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 

Xilogravura

  • 2.
  • 3. O que é xilogravura? A xilogravura se caracteriza por um dos métodos de impressão mais antigos. Essa técnica se baseia no corte de uma figura em superfície de madeira que, em seguida, é coberta de tinta e, assim, impressa em outro local, como um tecido ou papel. A arte da xilogravura é realizada em três etapas. Trata-se de um processo bastante minucioso, que requer atenção, habilidade e alto detalhamento. Confira a seguir o passo a passo.
  • 4. Lixe uma placa de madeira plana. O melhor tipo de madeira para este trabalho é a umburana, madeira típica do sertão Brasileiro. Você pode usar qualquer tipo de madeira, no entanto. Comece por uma lixa bem grossa e depois vai aparando com a mais fina. Começa-se lixando de uma lixa mais grossa até a mais fina possível.
  • 5. Depois de a madeira estar toda lixada, o segundo passo é o desenho. Você pode desenhar a imagem que desejar. Use o grafite 6-B para um melhor resultado. Lembre-se que a imagem deve ser desenhada ao contrário, ou seja, com o efeito espelhado. Como o carimbo, por exemplo.
  • 6. Agora é a hora do entalhe ou corte da matriz. Você vai cavar a madeira. Para um melhor resultado, utiliza-se ferramentas como as goivas e buris. Corta-se de uma maneira em que fique em alto relevo somente aquilo que se quer que imprima no papel.
  • 7. Esta é a fase da pintura. Usa-se o rolo, emburrachado, especial para gravuras, com a tinta gráfica. A tinta irá pintar somente o que está em alto relevo.
  • 8. História da xilogravura A história da xilogravura é antiga, já que os seus primeiros registros datam do século V e aconteceram na China. Logo, a técnica se expandiu para o Japão, sendo que, em seu início, o método era usado para imprimir textos como escrituras budistas. Na Europa, a história da xilogravura se confunde com a da comercialização do papel, no século XIV, e aconteceu, primeiramente, na Alemanha e na França.
  • 9. Como uma bela resposta ao crescimento dos livros, as xilogravuras funcionavam de forma simultânea como um meio popular de ilustrações. Assim, muitos artistas utilizavam essa técnica para produzir cenas de paisagens, da Bíblia e de obras famosas. Logo, o método despontou como uma forma de tornar as peças de arte mais acessíveis. Em seguida, a arte da xilogravura entrou em declínio. Isso porque métodos de impressão mais sofisticados foram desenvolvidos. Sendo assim, muitos artistas preferiram utilizar placas de metal para imprimir em vez da madeira. No entanto, vale destacar que a técnica não desapareceu, pois muitos ainda utilizavam a xilogravura para reproduzir cartazes e folhetos.
  • 10. No Japão, em 1700, as xilogravuras eram utilizadas com o objetivo de elaborar imagens refinadas, em um estilo de arte conhecido como ukiyo-e. Por meio desse movimento, cenas do cotidiano e de paisagens eram registradas com o intuito de mostrar a brevidade da vida. Assim, com o decorrer do tempo e da história, a xilogravura encontrou adeptos diversos de épocas distintas. Na Europa, a técnica ressurgiu no fim do século XIX e início do século XX, quando artistas como Paul Gauguin e Edvard Munch, passaram a utilizar esse método com o objetivo de levar inovação às suas obras.