SlideShare uma empresa Scribd logo
Escola Santa Maria
Professora Mary Alvarenga
Arte nas paredes e nos muros
A arte do grafite é uma forma de manifestação artística em espaços públicos. É um desenho
feito em paredes, muros ou monumentos, pode ser uma figura ou conjunto de letras e palavras, com
forma e significados. As letras são fragmentadas e misturadas a setas, curvas, asas, pés, raios e
outros elementos. O estilo grafite é conhecido pelo emprego de letras decorativas que se fundem e
muitas vezes se confundem às imagens. No caso das figuras, o grafiteiro costuma fazer uma imagem
inicial usando um molde de papelão (chamado máscara) e tinta spray.
O grafite surgiu na década de 1970, em Nova Iorque, quando alguns jovens começaram a
deixar suas marcas nas paredes da cidade. Essas marcas evoluíram com técnicas e desenhos
O grafite está ligado diretamente a vários movimentos, em especial ao Hip Hop. Para esse
movimento ele tem a forma de expressar toda a opressão que a humanidade vive, principalmente os
menos favorecidos.
O grafite foi introduzido no Brasil em são Paulo, no final da década de 1970. Os brasileiros não
se contentaram com o grafite norte-americano, e começaram a incrementar a arte com um toque
brasileiro. O estilo do grafite brasileiro é reconhecido entre os melhores de todo o mundo. Esse tipo
de arte quando bem feita e sem destruição onde foi produzido, pode se tornar uma obra de arte e até
enfeitar o local. Os grafiteiros precisam de permissão das autoridades municipais para usar as áreas
públicas como grandes telas em branco.
Um importante nome do grafite no Brasil foi o artista Alex Vallauri (1949-1987), considerado
precursor do movimento no país. Ele utilizou diversos suportes para estampar sua arte, além dos
muros e paredes da cidade. Seus desenhos eram simples e objetivos em meio ao caos urbano,
facilitando a compreensão da mensagem.
Os irmãos Otávio e Gustavo Pandolfo são conhecidos como "Os Gêmeos". Nasceram em São
Paulo no ano 1974 e começaram a pintar em 1987. São muito reconhecidos no país e também
internacionalmente, tendo trabalhos nos Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Grécia, Cuba, entre
outros lugares.
Estude com dedicação e nada no mundo poderá afastar você de
realizar seus sonhos.
Agora é sua vez!
Observe o grafite e leia a mensagem que seu criador quis transmitir.
a) Qual mensagem o artista quis transmitir?
b) A quem foi dirigida a mensagem?
Encontre no diagrama as palavras destacadas no texto. Depois pinte-as de cores diferentes.
W T G M P E R M I S S Ã O Q
S Y R B S D F G H J K L Y W
Q M A N I F E S T A Ç Ã O H
G L F H J R R W H W J W L J
R M I K L A R T P D N E M F
A N T V B G F I G É P X W A
F V E R N M F N G C R P H V
I B W Q W E Y T H A Q R J O
T G A D F N T A B D G E K R
E R R G H T P S N A F S L E
I T T K L A Ç P X R L S N C
R Y E M Ç D L R Z T M A R I
O K G P R A K A V P J R W D
S L T H J S J Y H Z N V Y O
W M W R K W G W J X B P Z S
S I G N I F I C A D O S W
Mary Alvarenga
Complete a cruzadinha com as informações a seguir.
1. Tipo de arte urbana caracterizado
pela produção de desenhos em locais
públicos como paredes, edifícios,
monumentos, ruas, etc.
2. A história do grafite no Brasil surgiu
na década de 70, em qual cidade?
3. Grupo que está intimamente
conectado ao universo do grafite,
para esse movimento ele tem a forma
de expressar toda a opressão que a
humanidade vive, principalmente os
menos favorecidos.
4. Um importante nome do grafite no
Brasil considerado precursor do
movimento no país. Seus desenhos
eram simples e objetivos em meio ao
caos urbano, facilitando a
compreensão da mensagem.
5. Nome do molde de papelão que o
grafiteiro usa para fazer uma imagem.
6. Os irmãos Otávio e Gustavo Pandolfo,
nasceram em São Paulo no ano 1974 e
começaram a pintar em 1987. São muito
reconhecidos no país e também
internacionalmente, tendo trabalhos nos
Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha,
Grécia, Cuba, entre outros lugares.
Como eles são conhecido?
1
4
2 *
*
6
3 *
*
5
Estude com dedicação e
nada no mundo poderá afastar
você de realizar seus sonhos.
Boa sorte!
Mary Alvarenga
Resposta
Encontre no diagrama as palavras destacadas no texto. Depois pinte-as de cores diferentes.
W T G M P E R M I S S Ã O Q
S Y R B S D F G H J K L Y W
Q M A N I F E S T A Ç Ã O H
G L F H J R R W H W J W L J
R M I K L A R T P D N E M F
A N T V B G F I G É P X W A
F V E R N M F N G C R P H V
I B W Q W E Y T H A Q R J O
T G A D F N T A B D G E K R
E R R G H T P S N A F S L E
I T T K L A Ç P X R L S N C
R Y E M Ç D L R Z T M A R I
O K G P R A K A V P J R W D
S L T H J S J Y H Z N V Y O
W M W R K W G W J X B P Z S
S I G N I F I C A D O S W
Mary Alvarenga
Resposta
Complete a cruzadinha com as informações a seguir.
7. Tipo de arte urbana caracterizado
pela produção de desenhos em locais
públicos como paredes, edifícios,
monumentos, ruas, etc. Grafite
8. A história do grafite no Brasil surgiu
na década de 70, em qual cidade?
São Paulo.
9. Grupo que está intimamente
conectado ao universo do grafite,
para esse movimento ele tem a forma
de expressar toda a opressão que a
humanidade vive, principalmente os
menos favorecidos. Hip Hop
10. Um importante nome do grafite no
Brasil considerado precursor do
movimento no país. Seus desenhos
eram simples e objetivos em meio ao
caos urbano, facilitando a
compreensão da mensagem. Alex
Vallauri
11. Nome do molde de papelão que o
grafiteiro usa para fazer uma imagem.
Máscara
12. Osirmãos Otávio e Gustavo
Pandolfo, nasceram em São Paulo no
ano 1974 e começaram a pintar em
1987. São muito reconhecidos no
país e também internacionalmente,
tendo trabalhos nos Estados Unidos,
Inglaterra, Alemanha, Grécia, Cuba,
entre outros lugares. Como eles são
conhecido? Os gêmeos
1
G
R 4
2 S A O * P A U L O
F L
I E
T X
E *
V 6
3 H I P * H O P
L S
L *
A G
U E
5 M A S C A R A M
I E
O
S
Estude com dedicação e
nada no mundo poderá afastar
você de realizar seus sonhos.
Boa sorte!
Mary Alvarenga

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Avaliação 9 ano grafite
Avaliação 9 ano grafiteAvaliação 9 ano grafite
Avaliação 9 ano grafite
Casiris Crescencio
 
Apostila de Arte Ensino Fundamental I
Apostila de Arte Ensino Fundamental IApostila de Arte Ensino Fundamental I
Apostila de Arte Ensino Fundamental I
Eliane Sanches
 
Simulado 6º ano arte
Simulado 6º ano arteSimulado 6º ano arte
Simulado 6º ano arte
Josycrissantos
 
Atividades de Artes 6° ao 9° Ano
Atividades de Artes 6° ao 9° AnoAtividades de Artes 6° ao 9° Ano
Atividades de Artes 6° ao 9° Ano
Leoneide Carvalho
 
Artes atividades
Artes   atividadesArtes   atividades
Artes atividades
Ronaldo Russou
 
Artes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e AtividadesArtes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e Atividades
Geo Honório
 
6º ano diferenciação figurativo e abstrato
6º ano diferenciação figurativo e abstrato6º ano diferenciação figurativo e abstrato
6º ano diferenciação figurativo e abstrato
Fabiola Oliveira
 
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º  E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º  E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Artes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Artes Dança/ Danças Regionais e AtividadesArtes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Artes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Geo Honório
 
Iii avaliação bimestral em ensino da arte
Iii avaliação bimestral em ensino da arteIii avaliação bimestral em ensino da arte
Iii avaliação bimestral em ensino da arte
Nil-Késia Camargo
 
AVALIAÇÃO DE ARTES: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 2º CICLO
AVALIAÇÃO DE ARTES: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 2º CICLOAVALIAÇÃO DE ARTES: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 2º CICLO
AVALIAÇÃO DE ARTES: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 2º CICLO
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Plano de curso arte 5º ano
Plano de curso arte   5º anoPlano de curso arte   5º ano
Plano de curso arte 5º ano
Mary Alvarenga
 
Atividades de artes luz e cores
Atividades de artes   luz e coresAtividades de artes   luz e cores
Atividades de artes luz e coresDoug Caesar
 
Cores secundárias
Cores  secundáriasCores  secundárias
Cores secundárias
Mary Alvarenga
 
Apostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdf
Apostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdfApostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdf
Apostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdf
WeslleyDias8
 
PROVA DE ARTE INDIGENA
PROVA DE ARTE INDIGENAPROVA DE ARTE INDIGENA
PROVA DE ARTE INDIGENA
Francisco Antonio Machado Araujo
 
6º ano avaliação de arte 1º bimestre
6º ano avaliação de arte 1º bimestre6º ano avaliação de arte 1º bimestre
6º ano avaliação de arte 1º bimestre
Fabiola Oliveira
 
Arte 8 ano
Arte 8 anoArte 8 ano
Avaliação diagnóstica arte 8 ano 2013
Avaliação diagnóstica arte 8 ano 2013Avaliação diagnóstica arte 8 ano 2013
Avaliação diagnóstica arte 8 ano 2013
Fabiola Oliveira
 
Apostila de arte 6 ano 1 bimestre
Apostila de arte 6 ano 1 bimestreApostila de arte 6 ano 1 bimestre
Apostila de arte 6 ano 1 bimestre
Andreia Ferreira
 

Mais procurados (20)

Avaliação 9 ano grafite
Avaliação 9 ano grafiteAvaliação 9 ano grafite
Avaliação 9 ano grafite
 
Apostila de Arte Ensino Fundamental I
Apostila de Arte Ensino Fundamental IApostila de Arte Ensino Fundamental I
Apostila de Arte Ensino Fundamental I
 
Simulado 6º ano arte
Simulado 6º ano arteSimulado 6º ano arte
Simulado 6º ano arte
 
Atividades de Artes 6° ao 9° Ano
Atividades de Artes 6° ao 9° AnoAtividades de Artes 6° ao 9° Ano
Atividades de Artes 6° ao 9° Ano
 
Artes atividades
Artes   atividadesArtes   atividades
Artes atividades
 
Artes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e AtividadesArtes O Teatro e Atividades
Artes O Teatro e Atividades
 
6º ano diferenciação figurativo e abstrato
6º ano diferenciação figurativo e abstrato6º ano diferenciação figurativo e abstrato
6º ano diferenciação figurativo e abstrato
 
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º  E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º  E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
EJA: AVALIAÇÃO DE ARTES - 6º E 7º ANO - O PONTO,PONTILHISMO E A SEMANA DA AR...
 
Artes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Artes Dança/ Danças Regionais e AtividadesArtes Dança/ Danças Regionais e Atividades
Artes Dança/ Danças Regionais e Atividades
 
Iii avaliação bimestral em ensino da arte
Iii avaliação bimestral em ensino da arteIii avaliação bimestral em ensino da arte
Iii avaliação bimestral em ensino da arte
 
AVALIAÇÃO DE ARTES: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 2º CICLO
AVALIAÇÃO DE ARTES: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 2º CICLOAVALIAÇÃO DE ARTES: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 2º CICLO
AVALIAÇÃO DE ARTES: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL I - 2º CICLO
 
Plano de curso arte 5º ano
Plano de curso arte   5º anoPlano de curso arte   5º ano
Plano de curso arte 5º ano
 
Atividades de artes luz e cores
Atividades de artes   luz e coresAtividades de artes   luz e cores
Atividades de artes luz e cores
 
Cores secundárias
Cores  secundáriasCores  secundárias
Cores secundárias
 
Apostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdf
Apostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdfApostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdf
Apostila Praticar a Arte - Volume 7 - Caça-palavras (2).pdf
 
PROVA DE ARTE INDIGENA
PROVA DE ARTE INDIGENAPROVA DE ARTE INDIGENA
PROVA DE ARTE INDIGENA
 
6º ano avaliação de arte 1º bimestre
6º ano avaliação de arte 1º bimestre6º ano avaliação de arte 1º bimestre
6º ano avaliação de arte 1º bimestre
 
Arte 8 ano
Arte 8 anoArte 8 ano
Arte 8 ano
 
Avaliação diagnóstica arte 8 ano 2013
Avaliação diagnóstica arte 8 ano 2013Avaliação diagnóstica arte 8 ano 2013
Avaliação diagnóstica arte 8 ano 2013
 
Apostila de arte 6 ano 1 bimestre
Apostila de arte 6 ano 1 bimestreApostila de arte 6 ano 1 bimestre
Apostila de arte 6 ano 1 bimestre
 

Semelhante a Grafite - Arte nas paredes e nos muros

GRAFITE uma das expressões da Cultura Jovem .pptx
GRAFITE uma das expressões da Cultura Jovem   .pptxGRAFITE uma das expressões da Cultura Jovem   .pptx
GRAFITE uma das expressões da Cultura Jovem .pptx
MARYJANUARIO1
 
Grafite etnografismo
Grafite etnografismoGrafite etnografismo
Grafite etnografismo
Nancihorta
 
Grafite slides aula oitavas série
Grafite  slides aula oitavas sérieGrafite  slides aula oitavas série
Grafite slides aula oitavas série
cleorosa89
 
Arte urbana do grafite
Arte urbana do grafiteArte urbana do grafite
Arte urbana do grafite
Paulo Alexandre
 
Graffiti
GraffitiGraffiti
Modernismo america latina
Modernismo america latinaModernismo america latina
Modernismo america latina
Tauana Parreiras
 
Et
EtEt
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
CLEBER LUIS DAMACENO
 
DOC-20240604-WA0005.pdfhthjdbndndndndndndnn
DOC-20240604-WA0005.pdfhthjdbndndndndndndnnDOC-20240604-WA0005.pdfhthjdbndndndndndndnn
DOC-20240604-WA0005.pdfhthjdbndndndndndndnn
GabrielaVianna18
 
Grafite
GrafiteGrafite
Os gémeos grafiteiros
Os gémeos grafiteirosOs gémeos grafiteiros
Os gémeos grafiteiros
Profferdy75
 
Os gémeos grafiteiros
Os gémeos grafiteirosOs gémeos grafiteiros
Os gémeos grafiteiros
Profferdy75
 
Os gémeos grafiteiros
Os gémeos grafiteirosOs gémeos grafiteiros
Os gémeos grafiteiros
Profferdy75
 
Gerchman, rubens
Gerchman, rubensGerchman, rubens
Gerchman, rubens
deniselugli2
 
3 Estilos visuais e do grafite NONO ANO.
3 Estilos visuais e do grafite NONO ANO.3 Estilos visuais e do grafite NONO ANO.
3 Estilos visuais e do grafite NONO ANO.
egarciaoliveira
 
Cores na Cidade Cinza - Elana Souza Borri
Cores na Cidade Cinza - Elana Souza BorriCores na Cidade Cinza - Elana Souza Borri
Cores na Cidade Cinza - Elana Souza Borri
Elana Souza Borri
 
Arte - Grafite
Arte - GrafiteArte - Grafite
Graffiti 2C12
Graffiti 2C12Graffiti 2C12

Semelhante a Grafite - Arte nas paredes e nos muros (20)

GRAFITE uma das expressões da Cultura Jovem .pptx
GRAFITE uma das expressões da Cultura Jovem   .pptxGRAFITE uma das expressões da Cultura Jovem   .pptx
GRAFITE uma das expressões da Cultura Jovem .pptx
 
Grafite etnografismo
Grafite etnografismoGrafite etnografismo
Grafite etnografismo
 
Grafite slides aula oitavas série
Grafite  slides aula oitavas sérieGrafite  slides aula oitavas série
Grafite slides aula oitavas série
 
Arte urbana do grafite
Arte urbana do grafiteArte urbana do grafite
Arte urbana do grafite
 
Graffiti
GraffitiGraffiti
Graffiti
 
Modernismo america latina
Modernismo america latinaModernismo america latina
Modernismo america latina
 
Et
EtEt
Et
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
 
DOC-20240604-WA0005.pdfhthjdbndndndndndndnn
DOC-20240604-WA0005.pdfhthjdbndndndndndndnnDOC-20240604-WA0005.pdfhthjdbndndndndndndnn
DOC-20240604-WA0005.pdfhthjdbndndndndndndnn
 
Grafite
GrafiteGrafite
Grafite
 
Os gémeos grafiteiros
Os gémeos grafiteirosOs gémeos grafiteiros
Os gémeos grafiteiros
 
Os gémeos grafiteiros
Os gémeos grafiteirosOs gémeos grafiteiros
Os gémeos grafiteiros
 
Os gémeos grafiteiros
Os gémeos grafiteirosOs gémeos grafiteiros
Os gémeos grafiteiros
 
Gerchman, rubens
Gerchman, rubensGerchman, rubens
Gerchman, rubens
 
3 Estilos visuais e do grafite NONO ANO.
3 Estilos visuais e do grafite NONO ANO.3 Estilos visuais e do grafite NONO ANO.
3 Estilos visuais e do grafite NONO ANO.
 
Cores na Cidade Cinza - Elana Souza Borri
Cores na Cidade Cinza - Elana Souza BorriCores na Cidade Cinza - Elana Souza Borri
Cores na Cidade Cinza - Elana Souza Borri
 
Arte - Grafite
Arte - GrafiteArte - Grafite
Arte - Grafite
 
Graffiti 2C12
Graffiti 2C12Graffiti 2C12
Graffiti 2C12
 

Mais de Mary Alvarenga

Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
Mary Alvarenga
 
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e MateusAtividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Mary Alvarenga
 
Atividade - Letra da música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade  - Letra da  música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade  - Letra da  música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade - Letra da música Xote da Alegria - Falamansa
Mary Alvarenga
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
Mary Alvarenga
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Mary Alvarenga
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
Mary Alvarenga
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
Mary Alvarenga
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
Mary Alvarenga
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
Mary Alvarenga
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Mary Alvarenga
 
Atividade - Letra da música Esperando na Janela.
Atividade -  Letra da música Esperando na Janela.Atividade -  Letra da música Esperando na Janela.
Atividade - Letra da música Esperando na Janela.
Mary Alvarenga
 
CRUZADINHA - Leitura e escrita dos números
CRUZADINHA   -   Leitura e escrita dos números CRUZADINHA   -   Leitura e escrita dos números
CRUZADINHA - Leitura e escrita dos números
Mary Alvarenga
 
Música Meu Abrigo - Texto e atividade
Música   Meu   Abrigo  -   Texto e atividadeMúsica   Meu   Abrigo  -   Texto e atividade
Música Meu Abrigo - Texto e atividade
Mary Alvarenga
 
Bullying, sai pra lá
Bullying,  sai pra láBullying,  sai pra lá
Bullying, sai pra lá
Mary Alvarenga
 
Bullying - Atividade com caça- palavras
Bullying   - Atividade com  caça- palavrasBullying   - Atividade com  caça- palavras
Bullying - Atividade com caça- palavras
Mary Alvarenga
 

Mais de Mary Alvarenga (20)

Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 
Acróstico - Reciclar é preciso
Acróstico   -  Reciclar é preciso Acróstico   -  Reciclar é preciso
Acróstico - Reciclar é preciso
 
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e MateusAtividade - Letra da música "Tem Que Sorrir"  - Jorge e Mateus
Atividade - Letra da música "Tem Que Sorrir" - Jorge e Mateus
 
Atividade - Letra da música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade  - Letra da  música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade  - Letra da  música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade - Letra da música Xote da Alegria - Falamansa
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Atividade - Letra da música Esperando na Janela.
Atividade -  Letra da música Esperando na Janela.Atividade -  Letra da música Esperando na Janela.
Atividade - Letra da música Esperando na Janela.
 
CRUZADINHA - Leitura e escrita dos números
CRUZADINHA   -   Leitura e escrita dos números CRUZADINHA   -   Leitura e escrita dos números
CRUZADINHA - Leitura e escrita dos números
 
Música Meu Abrigo - Texto e atividade
Música   Meu   Abrigo  -   Texto e atividadeMúsica   Meu   Abrigo  -   Texto e atividade
Música Meu Abrigo - Texto e atividade
 
Bullying, sai pra lá
Bullying,  sai pra láBullying,  sai pra lá
Bullying, sai pra lá
 
Bullying - Atividade com caça- palavras
Bullying   - Atividade com  caça- palavrasBullying   - Atividade com  caça- palavras
Bullying - Atividade com caça- palavras
 

Último

Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
LEANDROSPANHOL1
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 

Último (20)

Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 

Grafite - Arte nas paredes e nos muros

  • 1. Escola Santa Maria Professora Mary Alvarenga Arte nas paredes e nos muros A arte do grafite é uma forma de manifestação artística em espaços públicos. É um desenho feito em paredes, muros ou monumentos, pode ser uma figura ou conjunto de letras e palavras, com forma e significados. As letras são fragmentadas e misturadas a setas, curvas, asas, pés, raios e outros elementos. O estilo grafite é conhecido pelo emprego de letras decorativas que se fundem e muitas vezes se confundem às imagens. No caso das figuras, o grafiteiro costuma fazer uma imagem inicial usando um molde de papelão (chamado máscara) e tinta spray. O grafite surgiu na década de 1970, em Nova Iorque, quando alguns jovens começaram a deixar suas marcas nas paredes da cidade. Essas marcas evoluíram com técnicas e desenhos O grafite está ligado diretamente a vários movimentos, em especial ao Hip Hop. Para esse movimento ele tem a forma de expressar toda a opressão que a humanidade vive, principalmente os menos favorecidos. O grafite foi introduzido no Brasil em são Paulo, no final da década de 1970. Os brasileiros não se contentaram com o grafite norte-americano, e começaram a incrementar a arte com um toque brasileiro. O estilo do grafite brasileiro é reconhecido entre os melhores de todo o mundo. Esse tipo de arte quando bem feita e sem destruição onde foi produzido, pode se tornar uma obra de arte e até enfeitar o local. Os grafiteiros precisam de permissão das autoridades municipais para usar as áreas públicas como grandes telas em branco. Um importante nome do grafite no Brasil foi o artista Alex Vallauri (1949-1987), considerado precursor do movimento no país. Ele utilizou diversos suportes para estampar sua arte, além dos muros e paredes da cidade. Seus desenhos eram simples e objetivos em meio ao caos urbano, facilitando a compreensão da mensagem. Os irmãos Otávio e Gustavo Pandolfo são conhecidos como "Os Gêmeos". Nasceram em São Paulo no ano 1974 e começaram a pintar em 1987. São muito reconhecidos no país e também internacionalmente, tendo trabalhos nos Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Grécia, Cuba, entre outros lugares. Estude com dedicação e nada no mundo poderá afastar você de realizar seus sonhos.
  • 2. Agora é sua vez! Observe o grafite e leia a mensagem que seu criador quis transmitir. a) Qual mensagem o artista quis transmitir? b) A quem foi dirigida a mensagem? Encontre no diagrama as palavras destacadas no texto. Depois pinte-as de cores diferentes. W T G M P E R M I S S Ã O Q S Y R B S D F G H J K L Y W Q M A N I F E S T A Ç Ã O H G L F H J R R W H W J W L J R M I K L A R T P D N E M F A N T V B G F I G É P X W A F V E R N M F N G C R P H V I B W Q W E Y T H A Q R J O T G A D F N T A B D G E K R E R R G H T P S N A F S L E I T T K L A Ç P X R L S N C R Y E M Ç D L R Z T M A R I O K G P R A K A V P J R W D S L T H J S J Y H Z N V Y O W M W R K W G W J X B P Z S S I G N I F I C A D O S W Mary Alvarenga
  • 3. Complete a cruzadinha com as informações a seguir. 1. Tipo de arte urbana caracterizado pela produção de desenhos em locais públicos como paredes, edifícios, monumentos, ruas, etc. 2. A história do grafite no Brasil surgiu na década de 70, em qual cidade? 3. Grupo que está intimamente conectado ao universo do grafite, para esse movimento ele tem a forma de expressar toda a opressão que a humanidade vive, principalmente os menos favorecidos. 4. Um importante nome do grafite no Brasil considerado precursor do movimento no país. Seus desenhos eram simples e objetivos em meio ao caos urbano, facilitando a compreensão da mensagem. 5. Nome do molde de papelão que o grafiteiro usa para fazer uma imagem. 6. Os irmãos Otávio e Gustavo Pandolfo, nasceram em São Paulo no ano 1974 e começaram a pintar em 1987. São muito reconhecidos no país e também internacionalmente, tendo trabalhos nos Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Grécia, Cuba, entre outros lugares. Como eles são conhecido? 1 4 2 * * 6 3 * * 5 Estude com dedicação e nada no mundo poderá afastar você de realizar seus sonhos. Boa sorte! Mary Alvarenga
  • 4. Resposta Encontre no diagrama as palavras destacadas no texto. Depois pinte-as de cores diferentes. W T G M P E R M I S S Ã O Q S Y R B S D F G H J K L Y W Q M A N I F E S T A Ç Ã O H G L F H J R R W H W J W L J R M I K L A R T P D N E M F A N T V B G F I G É P X W A F V E R N M F N G C R P H V I B W Q W E Y T H A Q R J O T G A D F N T A B D G E K R E R R G H T P S N A F S L E I T T K L A Ç P X R L S N C R Y E M Ç D L R Z T M A R I O K G P R A K A V P J R W D S L T H J S J Y H Z N V Y O W M W R K W G W J X B P Z S S I G N I F I C A D O S W Mary Alvarenga
  • 5. Resposta Complete a cruzadinha com as informações a seguir. 7. Tipo de arte urbana caracterizado pela produção de desenhos em locais públicos como paredes, edifícios, monumentos, ruas, etc. Grafite 8. A história do grafite no Brasil surgiu na década de 70, em qual cidade? São Paulo. 9. Grupo que está intimamente conectado ao universo do grafite, para esse movimento ele tem a forma de expressar toda a opressão que a humanidade vive, principalmente os menos favorecidos. Hip Hop 10. Um importante nome do grafite no Brasil considerado precursor do movimento no país. Seus desenhos eram simples e objetivos em meio ao caos urbano, facilitando a compreensão da mensagem. Alex Vallauri 11. Nome do molde de papelão que o grafiteiro usa para fazer uma imagem. Máscara 12. Osirmãos Otávio e Gustavo Pandolfo, nasceram em São Paulo no ano 1974 e começaram a pintar em 1987. São muito reconhecidos no país e também internacionalmente, tendo trabalhos nos Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Grécia, Cuba, entre outros lugares. Como eles são conhecido? Os gêmeos 1 G R 4 2 S A O * P A U L O F L I E T X E * V 6 3 H I P * H O P L S L * A G U E 5 M A S C A R A M I E O S Estude com dedicação e nada no mundo poderá afastar você de realizar seus sonhos. Boa sorte! Mary Alvarenga