SlideShare uma empresa Scribd logo
Ciências da Natureza e suas
Tecnologias - Física
Ensino Médio, 2ª Série
ESPELHOS PLANOS E ESFÉRICOS
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
ESPELHOS PLANOS
REGULAR
Superfície
Refletora
Superfície
Opaca
IRREGULAR (DIFUSA)
Superfícies:
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
ESPELHO PLANO
RI RR
Normal
i r
RI, RR e normal são coplanares
ri ˆˆ 
RI  Raio Incidente
RR  Raio Refletido
i  Ângulo de incidência
r  Ângulo de reflexão
Espelho
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
FORMAÇÃO DE IMAGEM
CORPO PONTUAL
Objeto
Imagem
Observador
d
d
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
FORMAÇÃO DE IMAGEM
CORPO EXTENSO
Objeto
Imagem
Reversa
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Associação em Ângulo entre Dois
Espelhos Planos
1
360


N
Imagem: Roland zh / Creative Commons Attribution-Share
Alike 3.0 Unported.
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
ASSOCIAÇÃO DE ESPELHOS

1
360


N
Ângulo entre os
espelhos
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Face
côncava
Face
convexa
Calota esférica
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos

C V
B
PrincipalEixo
R
R
C = centro de curvatura
V = vértice ( é o pólo da calota esférica )
R = raio de curvatura ( é o raio da esfera )
α = ângulo de abertura
Elementos Geométricos
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Espelho Côncavo Espelho Convexo
Luz Luz
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
C F V
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
V F
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Todo raio de luz que incide paralelamente ao eixo principal reflete-se
numa direção que passa pelo foco .
VFC
Raios Notáveis
Espelho Côncavo
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Raios Notáveis
Espelho Convexo
CFV
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Todo raio de luz que incide numa direção que passa pelo foco reflete-se
paralelamente ao eixo principal.
Raios Notáveis
Espelho Côncavo
VFC
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Raios Notáveis
Espelho Convexo
CFV
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Todo raio de luz que incide numa direção que passa pelo centro de
curvatura reflete-se sobre si mesmo.
Raios Notáveis
Espelho Côncavo
VFC
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Raios Notáveis
Espelho Convexo
FV
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Todo raio de luz que incide no vértice do espelho reflete-se
simetricamente em relação ao eixo principal.
Raios Notáveis
Espelho Côncavo
FC


FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Raios Notáveis
Espelho Convexo
V F C

FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Real
Menor
Invertida
1º caso : objeto além do centro de curvatura C.
C VF
ESPELHO CÔNCAVO
FORMAÇÃO DE IMAGENS
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Real
Igual
Invertida
2º caso : objeto no centro de curvatura C.
VC F
ESPELHO CÔNCAVO
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Real
Maior
Invertida
3º caso : objeto entre o centro de curvatura C e o foco F.
VFC
ESPELHO CÔNCAVO
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Imprópria
4º caso : objeto no foco F.
θ
θ VFC
ESPELHO CÔNCAVO
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Virtual
Maior
Direita
VFC
θ
θ
ESPELHO CÔNCAVO
5º caso : objeto entre o foco F e o vértice V.
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Virtual
Menor
Direita
V F C
ESPELHO CONVEXO
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Estudo Analítico
C V
o
i
p
Equação de Gauss:
'
111
ppf

Aumento Linear:
o
i
A 
p
p
A
'

p
p
o
i '

p’
F
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
p = posição do objeto (distância deste até o espelho).
p’ = posição da imagem.
p’>0  Imagem Real
p’<0  Imagem Virtual
o = altura do objeto.
i = altura da imagem.
i > 0  Imagem Direita.
i < 0  Imagem Invertida.
f = Foco (distância focal)  f=R/2
f > 0  Espelho Côncavo.
f < 0  Espelho Convexo.
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Espelhos convexos
(divergentes) são
geralmente utilizados por
ampliarem o campo
visual.
APLICAÇÕES PRÁTICAS
Imagem:mattbuck/Creative
CommonsAttribution-ShareAlike2.0Generic.
Imagem: Leonel Ríos / GNU Free Documentation License.
Imagem: Roland zh / Creative Commons Attribution-
Share Alike 3.0 Unported.
FÍSICA, 2º
Espelhos Planos e Esféricos
Espelhos Côncavos (convergentes) são geralmente utilizados por
concentrarem os raios luminosos ou mesmo por formarem
imagens ampliadas
APLICAÇÕES PRÁTICAS
Imagem: Avecendrell / GNU Free Documentation License.
Imagem: Timus at de.wikipedia / Creative Commons Attribution-Share Alike 2.0 Germany.
Slide Autoria / Licença Link da Fonte Data do
Acesso
6 Roland zh / Creative Commons Attribution-
Share Alike 3.0 Unported.
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Jelmoli
_-_Uraniastrasse_2011-08-12_15-19-
02_ShiftN3.jpg
26/03/2012
29a mattbuck / Creative Commons Attribution-Share
Alike 2.0 Generic.
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Notting
ham_Pride_MMB_A4.jpg
26/03/2012
29b Leonel Ríos / GNU Free Documentation License. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Bartra.j
pg
26/03/2012
29c Roland zh / Creative Commons Attribution-
Share Alike 3.0 Unported.
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Christb
aumkugeln_beim_Hafen_Riesbach_in_Z%C3%BC
rich_2011-12-08_15-56-10.JPG
26/03/2012
30a Avecendrell / GNU Free Documentation License. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Cuina_
solar_paella.JPG
26/03/2012
30b Timus at de.wikipedia / Creative
Commons Attribution-Share Alike 2.0 Germany.
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Schoep
fkelle.jpg
26/03/2012
Tabela de Imagens

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lentes esféricas
Lentes esféricasLentes esféricas
Lentes esféricas
Natasha Esteves
 
Princípios da Óptica Geométrica
Princípios da Óptica GeométricaPrincípios da Óptica Geométrica
Princípios da Óptica Geométrica
laizdiniz
 
Espelho plano
Espelho planoEspelho plano
Espelho plano
fisicaatual
 
Óptica introdução
Óptica introduçãoÓptica introdução
Óptica introdução
O mundo da FÍSICA
 
Cinemática introdução
Cinemática introduçãoCinemática introdução
Cinemática introdução
O mundo da FÍSICA
 
Física optica
Física opticaFísica optica
Física optica
Adrianne Mendonça
 
Refração da luz
Refração da luzRefração da luz
Refração da luz
Ryan Gabriel Senaa
 
Ondas
OndasOndas
Trabalho e Energia Slide
Trabalho e Energia SlideTrabalho e Energia Slide
Trabalho e Energia Slide
Vlamir Gama Rocha
 
Energia mecânica
Energia mecânicaEnergia mecânica
Energia mecânica
Kamila Joyce
 
Reflexão da luz
Reflexão da luzReflexão da luz
Reflexão da luz
Franck Lima
 
Óptica da visão
Óptica da visãoÓptica da visão
Óptica da visão
Marco Antonio Sanches
 
Optica
OpticaOptica
MRU / MRUV - Slide de física.
MRU / MRUV - Slide de física.MRU / MRUV - Slide de física.
MRU / MRUV - Slide de física.
Adalgisa Barreto
 
Magnetismo
MagnetismoMagnetismo
Magnetismo
Rildo Borges
 
Trabalho e Energia.
Trabalho e Energia.Trabalho e Energia.
Trabalho e Energia.
Lara Lídia
 
Reflexão da luz espelhos planos
Reflexão da luz espelhos planosReflexão da luz espelhos planos
Reflexão da luz espelhos planos
Gilvandenys Leite Sales
 
Aula 7 dilatação
Aula 7   dilataçãoAula 7   dilatação
Aula 7 dilatação
Montenegro Física
 
Associação de resistores
Associação de resistoresAssociação de resistores
Associação de resistores
FÍSICA PROFESSOR TELMO
 
Ordem de grandeza
Ordem de grandezaOrdem de grandeza
Ordem de grandeza
fisicaatual
 

Mais procurados (20)

Lentes esféricas
Lentes esféricasLentes esféricas
Lentes esféricas
 
Princípios da Óptica Geométrica
Princípios da Óptica GeométricaPrincípios da Óptica Geométrica
Princípios da Óptica Geométrica
 
Espelho plano
Espelho planoEspelho plano
Espelho plano
 
Óptica introdução
Óptica introduçãoÓptica introdução
Óptica introdução
 
Cinemática introdução
Cinemática introduçãoCinemática introdução
Cinemática introdução
 
Física optica
Física opticaFísica optica
Física optica
 
Refração da luz
Refração da luzRefração da luz
Refração da luz
 
Ondas
OndasOndas
Ondas
 
Trabalho e Energia Slide
Trabalho e Energia SlideTrabalho e Energia Slide
Trabalho e Energia Slide
 
Energia mecânica
Energia mecânicaEnergia mecânica
Energia mecânica
 
Reflexão da luz
Reflexão da luzReflexão da luz
Reflexão da luz
 
Óptica da visão
Óptica da visãoÓptica da visão
Óptica da visão
 
Optica
OpticaOptica
Optica
 
MRU / MRUV - Slide de física.
MRU / MRUV - Slide de física.MRU / MRUV - Slide de física.
MRU / MRUV - Slide de física.
 
Magnetismo
MagnetismoMagnetismo
Magnetismo
 
Trabalho e Energia.
Trabalho e Energia.Trabalho e Energia.
Trabalho e Energia.
 
Reflexão da luz espelhos planos
Reflexão da luz espelhos planosReflexão da luz espelhos planos
Reflexão da luz espelhos planos
 
Aula 7 dilatação
Aula 7   dilataçãoAula 7   dilatação
Aula 7 dilatação
 
Associação de resistores
Associação de resistoresAssociação de resistores
Associação de resistores
 
Ordem de grandeza
Ordem de grandezaOrdem de grandeza
Ordem de grandeza
 

Semelhante a Espelhos planos e esféricos

Espelhos planos e esféricos.pdf
Espelhos planos e esféricos.pdfEspelhos planos e esféricos.pdf
Espelhos planos e esféricos.pdf
JosOrlando23
 
Espelhos esféricos
Espelhos esféricosEspelhos esféricos
Espelhos esféricos
tiowans
 
Ondas - Reflexão Luminosa - EP & EE.pptx
Ondas - Reflexão Luminosa - EP & EE.pptxOndas - Reflexão Luminosa - EP & EE.pptx
Ondas - Reflexão Luminosa - EP & EE.pptx
FilipeAguiar30
 
Professor dudu espelho plano 1
Professor dudu   espelho plano 1Professor dudu   espelho plano 1
Professor dudu espelho plano 1
Theo Luiz
 
Óptica (completo).pdf
Óptica (completo).pdfÓptica (completo).pdf
Óptica (completo).pdf
EdiogeJunior
 
Aula 17 espelhos
Aula 17   espelhosAula 17   espelhos
Aula 17 espelhos
Jonatas Carlos
 
17 Espelhos
17 Espelhos17 Espelhos
17 Espelhos
Eletrons
 
Trabalho 2 fisica 4
Trabalho 2   fisica 4 Trabalho 2   fisica 4
Trabalho 2 fisica 4
Gustavo Guimarães
 
optica.ppt
optica.pptoptica.ppt
optica.ppt
AlziroGonga1
 
Espelhos e
Espelhos eEspelhos e
Espelhos e
Ph Neves
 
Espelhos Esféricos.ppt
Espelhos Esféricos.pptEspelhos Esféricos.ppt
Espelhos Esféricos.ppt
kasamire1
 
óPtica
óPticaóPtica
LENTES
LENTESLENTES
Lentes.ppt
Lentes.pptLentes.ppt
Lentes.ppt
Lentes.pptLentes.ppt
ótica geométrica das lentes divergentes e convergentes..ppt
ótica geométrica das lentes divergentes e convergentes..pptótica geométrica das lentes divergentes e convergentes..ppt
ótica geométrica das lentes divergentes e convergentes..ppt
NascelioPinheiro
 
otica
oticaotica
otica
Ph Neves
 
Revisão testão 2º ano
Revisão testão 2º anoRevisão testão 2º ano
Revisão testão 2º ano
Rildo Borges
 
Espelhos esféricos
Espelhos esféricosEspelhos esféricos
Espelhos esféricos
Marco Antonio Sanches
 
Slides de reflexão
Slides de reflexãoSlides de reflexão
Slides de reflexão
sartremoyses
 

Semelhante a Espelhos planos e esféricos (20)

Espelhos planos e esféricos.pdf
Espelhos planos e esféricos.pdfEspelhos planos e esféricos.pdf
Espelhos planos e esféricos.pdf
 
Espelhos esféricos
Espelhos esféricosEspelhos esféricos
Espelhos esféricos
 
Ondas - Reflexão Luminosa - EP & EE.pptx
Ondas - Reflexão Luminosa - EP & EE.pptxOndas - Reflexão Luminosa - EP & EE.pptx
Ondas - Reflexão Luminosa - EP & EE.pptx
 
Professor dudu espelho plano 1
Professor dudu   espelho plano 1Professor dudu   espelho plano 1
Professor dudu espelho plano 1
 
Óptica (completo).pdf
Óptica (completo).pdfÓptica (completo).pdf
Óptica (completo).pdf
 
Aula 17 espelhos
Aula 17   espelhosAula 17   espelhos
Aula 17 espelhos
 
17 Espelhos
17 Espelhos17 Espelhos
17 Espelhos
 
Trabalho 2 fisica 4
Trabalho 2   fisica 4 Trabalho 2   fisica 4
Trabalho 2 fisica 4
 
optica.ppt
optica.pptoptica.ppt
optica.ppt
 
Espelhos e
Espelhos eEspelhos e
Espelhos e
 
Espelhos Esféricos.ppt
Espelhos Esféricos.pptEspelhos Esféricos.ppt
Espelhos Esféricos.ppt
 
óPtica
óPticaóPtica
óPtica
 
LENTES
LENTESLENTES
LENTES
 
Lentes.ppt
Lentes.pptLentes.ppt
Lentes.ppt
 
Lentes.ppt
Lentes.pptLentes.ppt
Lentes.ppt
 
ótica geométrica das lentes divergentes e convergentes..ppt
ótica geométrica das lentes divergentes e convergentes..pptótica geométrica das lentes divergentes e convergentes..ppt
ótica geométrica das lentes divergentes e convergentes..ppt
 
otica
oticaotica
otica
 
Revisão testão 2º ano
Revisão testão 2º anoRevisão testão 2º ano
Revisão testão 2º ano
 
Espelhos esféricos
Espelhos esféricosEspelhos esféricos
Espelhos esféricos
 
Slides de reflexão
Slides de reflexãoSlides de reflexão
Slides de reflexão
 

Mais de Paulo Alexandre

Calendário escolar 2021.xlsx - 1
Calendário escolar 2021.xlsx - 1Calendário escolar 2021.xlsx - 1
Calendário escolar 2021.xlsx - 1
Paulo Alexandre
 
El idioma de los indígenas de Brasil
El idioma de los indígenas de BrasilEl idioma de los indígenas de Brasil
El idioma de los indígenas de Brasil
Paulo Alexandre
 
LA LENGUA NATIVA DE LOS PUEBLOS ANDINOS
 LA LENGUA NATIVA DE LOS PUEBLOS ANDINOS LA LENGUA NATIVA DE LOS PUEBLOS ANDINOS
LA LENGUA NATIVA DE LOS PUEBLOS ANDINOS
Paulo Alexandre
 
NATIVE AMERICANS CHEROKEE TRIBES
NATIVE AMERICANS CHEROKEE TRIBESNATIVE AMERICANS CHEROKEE TRIBES
NATIVE AMERICANS CHEROKEE TRIBES
Paulo Alexandre
 
Saludos en Quéchua
Saludos en QuéchuaSaludos en Quéchua
Saludos en Quéchua
Paulo Alexandre
 
El Guarani en Paraguay
El Guarani en ParaguayEl Guarani en Paraguay
El Guarani en Paraguay
Paulo Alexandre
 
Conectaaí
ConectaaíConectaaí
Conectaaí
Paulo Alexandre
 
SOCIOLOGIA 1 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 1 (JAMBOARD)SOCIOLOGIA 1 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 1 (JAMBOARD)
Paulo Alexandre
 
FILOSOFIA 2 (jAMBOARD)
FILOSOFIA 2 (jAMBOARD)FILOSOFIA 2 (jAMBOARD)
FILOSOFIA 2 (jAMBOARD)
Paulo Alexandre
 
FILOSOFIA 1 (jAMBOARD)
FILOSOFIA 1 (jAMBOARD)FILOSOFIA 1 (jAMBOARD)
FILOSOFIA 1 (jAMBOARD)
Paulo Alexandre
 
SOCIOLOGIA 3 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 3 (JAMBOARD)SOCIOLOGIA 3 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 3 (JAMBOARD)
Paulo Alexandre
 
SOCIOLOGIA 2 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 2 (JAMBOARD)SOCIOLOGIA 2 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 2 (JAMBOARD)
Paulo Alexandre
 
Citoplasma - parte 2
Citoplasma - parte 2Citoplasma - parte 2
Citoplasma - parte 2
Paulo Alexandre
 
Geometria molecular
Geometria molecularGeometria molecular
Geometria molecular
Paulo Alexandre
 
Citoplasma parte 2
Citoplasma parte 2Citoplasma parte 2
Citoplasma parte 2
Paulo Alexandre
 
Responsabilidade social
Responsabilidade socialResponsabilidade social
Responsabilidade social
Paulo Alexandre
 
Subdesenvolvimento
SubdesenvolvimentoSubdesenvolvimento
Subdesenvolvimento
Paulo Alexandre
 
Estratificação social
Estratificação socialEstratificação social
Estratificação social
Paulo Alexandre
 
Comunidade sociedade e cidadania
Comunidade sociedade e cidadaniaComunidade sociedade e cidadania
Comunidade sociedade e cidadania
Paulo Alexandre
 
Filosofia Política
Filosofia PolíticaFilosofia Política
Filosofia Política
Paulo Alexandre
 

Mais de Paulo Alexandre (20)

Calendário escolar 2021.xlsx - 1
Calendário escolar 2021.xlsx - 1Calendário escolar 2021.xlsx - 1
Calendário escolar 2021.xlsx - 1
 
El idioma de los indígenas de Brasil
El idioma de los indígenas de BrasilEl idioma de los indígenas de Brasil
El idioma de los indígenas de Brasil
 
LA LENGUA NATIVA DE LOS PUEBLOS ANDINOS
 LA LENGUA NATIVA DE LOS PUEBLOS ANDINOS LA LENGUA NATIVA DE LOS PUEBLOS ANDINOS
LA LENGUA NATIVA DE LOS PUEBLOS ANDINOS
 
NATIVE AMERICANS CHEROKEE TRIBES
NATIVE AMERICANS CHEROKEE TRIBESNATIVE AMERICANS CHEROKEE TRIBES
NATIVE AMERICANS CHEROKEE TRIBES
 
Saludos en Quéchua
Saludos en QuéchuaSaludos en Quéchua
Saludos en Quéchua
 
El Guarani en Paraguay
El Guarani en ParaguayEl Guarani en Paraguay
El Guarani en Paraguay
 
Conectaaí
ConectaaíConectaaí
Conectaaí
 
SOCIOLOGIA 1 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 1 (JAMBOARD)SOCIOLOGIA 1 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 1 (JAMBOARD)
 
FILOSOFIA 2 (jAMBOARD)
FILOSOFIA 2 (jAMBOARD)FILOSOFIA 2 (jAMBOARD)
FILOSOFIA 2 (jAMBOARD)
 
FILOSOFIA 1 (jAMBOARD)
FILOSOFIA 1 (jAMBOARD)FILOSOFIA 1 (jAMBOARD)
FILOSOFIA 1 (jAMBOARD)
 
SOCIOLOGIA 3 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 3 (JAMBOARD)SOCIOLOGIA 3 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 3 (JAMBOARD)
 
SOCIOLOGIA 2 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 2 (JAMBOARD)SOCIOLOGIA 2 (JAMBOARD)
SOCIOLOGIA 2 (JAMBOARD)
 
Citoplasma - parte 2
Citoplasma - parte 2Citoplasma - parte 2
Citoplasma - parte 2
 
Geometria molecular
Geometria molecularGeometria molecular
Geometria molecular
 
Citoplasma parte 2
Citoplasma parte 2Citoplasma parte 2
Citoplasma parte 2
 
Responsabilidade social
Responsabilidade socialResponsabilidade social
Responsabilidade social
 
Subdesenvolvimento
SubdesenvolvimentoSubdesenvolvimento
Subdesenvolvimento
 
Estratificação social
Estratificação socialEstratificação social
Estratificação social
 
Comunidade sociedade e cidadania
Comunidade sociedade e cidadaniaComunidade sociedade e cidadania
Comunidade sociedade e cidadania
 
Filosofia Política
Filosofia PolíticaFilosofia Política
Filosofia Política
 

Último

Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdfA justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
MarcoAurlioResende
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Bem -aventurados pobres de espirito.pptx
Bem -aventurados pobres de espirito.pptxBem -aventurados pobres de espirito.pptx
Bem -aventurados pobres de espirito.pptx
MarcoAurlioResende
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdfEXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
eltinhorg
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
MarcoAurlioResende
 
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
FredPaixaoeSilva
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 

Último (20)

Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdfA justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
A justiça divina segundo o Espiritismo (V2).pdf
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Bem -aventurados pobres de espirito.pptx
Bem -aventurados pobres de espirito.pptxBem -aventurados pobres de espirito.pptx
Bem -aventurados pobres de espirito.pptx
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 02.pptx
 
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdfEXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
EXERCÍCIOS ARTRÓPODES E EQUINODERMAS.pdf
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
A Formação da Moral Cristã na Infância - CESB - DIJ - DIEF - G. de PAIS - 16....
 
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
Discursos Éticos e Políticos Acerca do Meio Ambiente e Desenvolvimento Susten...
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 

Espelhos planos e esféricos

  • 1. Ciências da Natureza e suas Tecnologias - Física Ensino Médio, 2ª Série ESPELHOS PLANOS E ESFÉRICOS
  • 2. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos ESPELHOS PLANOS REGULAR Superfície Refletora Superfície Opaca IRREGULAR (DIFUSA) Superfícies:
  • 3. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos ESPELHO PLANO RI RR Normal i r RI, RR e normal são coplanares ri ˆˆ  RI  Raio Incidente RR  Raio Refletido i  Ângulo de incidência r  Ângulo de reflexão Espelho
  • 4. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos FORMAÇÃO DE IMAGEM CORPO PONTUAL Objeto Imagem Observador d d
  • 5. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos FORMAÇÃO DE IMAGEM CORPO EXTENSO Objeto Imagem Reversa
  • 6. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Associação em Ângulo entre Dois Espelhos Planos 1 360   N Imagem: Roland zh / Creative Commons Attribution-Share Alike 3.0 Unported.
  • 7. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos ASSOCIAÇÃO DE ESPELHOS  1 360   N Ângulo entre os espelhos
  • 8. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Face côncava Face convexa Calota esférica
  • 9. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos  C V B PrincipalEixo R R C = centro de curvatura V = vértice ( é o pólo da calota esférica ) R = raio de curvatura ( é o raio da esfera ) α = ângulo de abertura Elementos Geométricos
  • 10. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Espelho Côncavo Espelho Convexo Luz Luz
  • 11. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos C F V
  • 12. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos V F
  • 13. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Todo raio de luz que incide paralelamente ao eixo principal reflete-se numa direção que passa pelo foco . VFC Raios Notáveis Espelho Côncavo
  • 14. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Raios Notáveis Espelho Convexo CFV
  • 15. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Todo raio de luz que incide numa direção que passa pelo foco reflete-se paralelamente ao eixo principal. Raios Notáveis Espelho Côncavo VFC
  • 16. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Raios Notáveis Espelho Convexo CFV
  • 17. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Todo raio de luz que incide numa direção que passa pelo centro de curvatura reflete-se sobre si mesmo. Raios Notáveis Espelho Côncavo VFC
  • 18. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Raios Notáveis Espelho Convexo FV
  • 19. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Todo raio de luz que incide no vértice do espelho reflete-se simetricamente em relação ao eixo principal. Raios Notáveis Espelho Côncavo FC  
  • 20. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Raios Notáveis Espelho Convexo V F C 
  • 21. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Real Menor Invertida 1º caso : objeto além do centro de curvatura C. C VF ESPELHO CÔNCAVO FORMAÇÃO DE IMAGENS
  • 22. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Real Igual Invertida 2º caso : objeto no centro de curvatura C. VC F ESPELHO CÔNCAVO
  • 23. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Real Maior Invertida 3º caso : objeto entre o centro de curvatura C e o foco F. VFC ESPELHO CÔNCAVO
  • 24. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Imprópria 4º caso : objeto no foco F. θ θ VFC ESPELHO CÔNCAVO
  • 25. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Virtual Maior Direita VFC θ θ ESPELHO CÔNCAVO 5º caso : objeto entre o foco F e o vértice V.
  • 26. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Virtual Menor Direita V F C ESPELHO CONVEXO
  • 27. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Estudo Analítico C V o i p Equação de Gauss: ' 111 ppf  Aumento Linear: o i A  p p A '  p p o i '  p’ F
  • 28. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos p = posição do objeto (distância deste até o espelho). p’ = posição da imagem. p’>0  Imagem Real p’<0  Imagem Virtual o = altura do objeto. i = altura da imagem. i > 0  Imagem Direita. i < 0  Imagem Invertida. f = Foco (distância focal)  f=R/2 f > 0  Espelho Côncavo. f < 0  Espelho Convexo.
  • 29. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Espelhos convexos (divergentes) são geralmente utilizados por ampliarem o campo visual. APLICAÇÕES PRÁTICAS Imagem:mattbuck/Creative CommonsAttribution-ShareAlike2.0Generic. Imagem: Leonel Ríos / GNU Free Documentation License. Imagem: Roland zh / Creative Commons Attribution- Share Alike 3.0 Unported.
  • 30. FÍSICA, 2º Espelhos Planos e Esféricos Espelhos Côncavos (convergentes) são geralmente utilizados por concentrarem os raios luminosos ou mesmo por formarem imagens ampliadas APLICAÇÕES PRÁTICAS Imagem: Avecendrell / GNU Free Documentation License. Imagem: Timus at de.wikipedia / Creative Commons Attribution-Share Alike 2.0 Germany.
  • 31. Slide Autoria / Licença Link da Fonte Data do Acesso 6 Roland zh / Creative Commons Attribution- Share Alike 3.0 Unported. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Jelmoli _-_Uraniastrasse_2011-08-12_15-19- 02_ShiftN3.jpg 26/03/2012 29a mattbuck / Creative Commons Attribution-Share Alike 2.0 Generic. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Notting ham_Pride_MMB_A4.jpg 26/03/2012 29b Leonel Ríos / GNU Free Documentation License. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Bartra.j pg 26/03/2012 29c Roland zh / Creative Commons Attribution- Share Alike 3.0 Unported. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Christb aumkugeln_beim_Hafen_Riesbach_in_Z%C3%BC rich_2011-12-08_15-56-10.JPG 26/03/2012 30a Avecendrell / GNU Free Documentation License. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Cuina_ solar_paella.JPG 26/03/2012 30b Timus at de.wikipedia / Creative Commons Attribution-Share Alike 2.0 Germany. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Schoep fkelle.jpg 26/03/2012 Tabela de Imagens