SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 61
Baixar para ler offline
UNIDADE 4 – LUDICIDADE NA SALA DE AULA
A literatura infantil como elemento integrante da brincadeira no
processo de ensino aprendizagem dos diferentes componentes
curriculares: Matemática
UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
CENTRO DE EDUCAÇÃO
NÚCLEO DE ALFABETIZAÇÃO, LEITURA E ESCRITA DO ESPÍRITO SANTO
PACTO NACIONAL PARA A ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA
FORMAÇÃO DE ORIENTADORES DE ESTUDO
maio de 2013
Formadoras - 1º ano:
Elis Beatriz de Lima Falcão
Fabricia Pereira de Oliveira Dias
Maristela Gatti Piffer
4 de maio de 2013 - matutino
Leitura deleite
Vimos como a Prof.ª Joice Mara desenvolveu a
sequência didática com o livro Quer brincar de
pique esconde na sua sala de aula, articulando
as dimensões da alfabetização por meio da
literatura infantil, do jogo, da brincadeira num
trabalho que envolveu a sistematização de
conhecimentos sem perder de vista a
ludicidade nas relações de aprendizagem.
Retomada do encontro anterior
A palavra LÚDICO (latim ludus) está
associada à brincadeira, ao jogo, ao
divertimento. Mas, esse significado
foi ampliado e passou a ser
reconhecido como elemento
essencial do desenvolvimento
humano (BRAINER, Unidade IV, Ano
1, PNAIC, et al, 2012, p. 14).
Estudos desenvolvidos por Leontiev
(1988), por exemplo, apontam que a
principal atividade da criança na
infância é a brincadeira. Com base
nela, a criança aprende a interagir e
compreende o mundo.
Cruz, I. Brincando de Roda. Escultura
Isso torna ainda mais
importante o papel da
mediação pedagógica, uma vez
que somos responsáveis pela
organização do espaço, dos
materiais, dos brinquedos e
jogos, pela oferta da literatura
infantil, pelo planejamento de
atividades que potencializam a
entrada do lúdico na sala de
aula.
Cruz, I. Avião de papel. Pintura em tela
• Vamos ouvir um relato que irá expor um
modo de trabalho explorando a ludicidade
através da literatura...
• Tarefa de análise... (Anexo 1)
• Questões 1 a 3 (coletivo) 4 e 5 (individual)
E você trabalha o lúdico através da
literatura em sua rotina de trabalho?
De que forma?
O ensino da Matemática, assim como o dos
demais componentes curriculares, é previsto na
Lei 9.394/96, que estabelece as diretrizes e
bases da educação nacional. No artigo 32, por
exemplo, é proposto que é necessário garantir
“o desenvolvimento da capacidade de
aprender, tendo como meios básicos o pleno
domínio da leitura, da escrita e do cálculo”
(PNAIC, Unidade IV, Ano 1, p. 24).
Direitos de Aprendizagem:
Matemática
Com relação ao ensino da Matemática, o
Documento Elementos conceituais e
metodológicos para definição dos
direitos de aprendizagem e
desenvolvimento do Ciclo de
Alfabetização do Ensino Fundamental
(BRASIL, MEC, 2012, p. 60), aponta que
os direitos de aprendizagem que
envolvem esse componente curricular
estão atrelados à compreensão dos
fenômenos da realidade. http://www.google.com.br
Esta compreensão oferece ao sujeito as
ferramentas necessárias para que ele possa
agir conscientemente sobre a sociedade na
qual está inserido e a escola tem o papel de
criar as condições necessárias para que o
sujeito possa servir-se dessas ferramentas em
suas práticas sociais.
De acordo com o Documento Elementos
conceituais e metodológico para definição dos
direitos de aprendizagem, quais são essas
ferramentas?
1. Utilizar caminhos próprios na construção do
conhecimento matemático, como ciência e
cultura construídas pelo homem, através dos
tempos, em resposta a necessidades concretas
e a desafios próprios dessa construção.
1. Utilizar caminhos próprios na construção do
conhecimento matemático, como ciência e
cultura construídas pelo homem, através dos
tempos, em resposta a necessidades concretas
e a desafios próprios dessa construção.
Para ajudar as crianças a utilizarem essa
ferramenta na construção dos conhecimentos
matemáticos podemos explorar a História da
Matemática para que elas se sintam parte
dessa construção humana, nos diversos
contextos socioculturais.
Elas podem, por exemplo, experimentar
situações em que são solicitadas a comparar, a
medir, a quantificar e a prever, que são formas
de pensar, características dos seres humanos.
2. Reconhecer regularidades em diversas
situações, de diversas naturezas, compará-
las e estabelecer relações entre elas e as
regularidades já conhecidas.
2. Reconhecer regularidades em diversas
situações, de diversas naturezas, compará-
las e estabelecer relações entre elas e as
regularidades já conhecidas.
No Ciclo de Alfabetização, as
crianças devem partir da
observação ativa: manipular
objetos; construir e
desconstruir sequências;
desenhar, medir, comparar,
classificar e modificar
sequências estabelecidas por
padrões.
3. Perceber a importância da utilização de
uma linguagem simbólica universal na
representação e modelagem de situações
matemáticas como forma de comunicação.
3. Perceber a importância da utilização de
uma linguagem simbólica universal na
representação e modelagem de situações
matemáticas como forma de comunicação.
A linguagem Matemática,
assim como a linguagem
escrita, abarca um conjunto
de símbolos que atribuem
significação às operações do
pensamento humano e, nesse
sentido, as crianças precisam
ser levadas à transitar entre
essas formas de
representação por meio de
registros orais, pictóricos e
escritos.
Contudo, a linguagem matemática
deve acompanhar a formação do
conceito. Representar um número
por meio de palavra ou de um
desenho é ação desprovida de
significado se a criança não
formar, progressivamente, o
conceito de número, a partir de
situações do seu cotidiano.
4. Desenvolver o espírito investigativo, crítico e
criativo, no contexto de situações-problema,
produzindo registros próprios e buscando
diferentes estratégias de solução.
4. Desenvolver o espírito investigativo, crítico e
criativo, no contexto de situações-problema,
produzindo registros próprios e buscando
diferentes estratégias de solução.
Compreende o desenvolvimento de ações reflexivas
para a criança comparar, discutir, questionar, criar e
ampliar ideias, e também perceber que a tentativa e o
erro fazem parte do seu processo de construção do
conhecimento. Ações que geram o desejo de responder
a uma pergunta instigante, ou de ajustar-se às regras
de um jogo, ou de seguir as estratégias socializadas por
um colega, ou seja, resolver problemas que ajudem na
apropriação do conhecimento matemático.
5. Fazer uso do cálculo mental, exato,
aproximado e de estimativas. Utilizar as
Tecnologias da Informação e Comunicação
potencializando sua aplicação em diferentes
situações.
5. Fazer uso do cálculo mental, exato,
aproximado e de estimativas. Utilizar as
Tecnologias da Informação e Comunicação
potencializando sua aplicação em diferentes
situações.
No Ciclo de Alfabetização
sugere-se que a calculadora
seja usada em situações de
investigação, de análises,
inferências e previsões e de
estimativas e aproximações.
Como estão distribuídos os Direitos de
Aprendizagem de Matemática nos quadros do
PNAIC? E no Documento Curricular do
Município?
• Texto: Qualquer maneira de jogar e brincar vale a
pena? O que fazer para ajudar as crianças a aprender?
• Plano Trimestral Matemática – 2º trimestre
(atividade realizada em grupo e por escola) com
análise do livro didático.
Eixos Estruturantes e Objetivos de
Aprendizagem por eixo
O ensino da Matemática está organizado em quatro
eixos estruturantes: números e operações; espaço e
forma (geometria, pensamento geométrico);
grandezas e medidas e; tratamento da informação
(estatística).
Os conhecimentos relativos a estes campos não
devem ser trabalhados na escola de modo
fragmentado, deve haver articulação entre eles.
Também não serão esgotados em um único
momento da escolaridade, mas pensados numa
perspectiva em espiral, ou seja, os temas são
retomados e ampliados ao longo dos anos de
escolarização. Assim, a maioria destes direitos de
aprendizagem deverá ser abordada nos anos 1, 2 e
3, sem ainda ser consolidados, pois continuarão a
ser retomados e ampliados e todo ensino
fundamental (PNAIC, Unidade IV, Ano 1, p. 25)
Exemplo de articulação dos eixos estruturantes no L.D
Matemática: Imenes, Lellis e Milani, 1º ano, Moderna, 2011.
Matemática: Imenes, Lellis e Milani, 1º ano, Moderna, 2011.
Sugestão de literatura infantil
Os personagens fazem medições para
decidir quem vai ficar com o pêssego.
Utiliza critérios de comparação de altura,
de peso e outros parâmetros inusitados.
Números de 1 a 10 contados com
ilustrações, rimas e brincadeiras.
O personagem quer guardar suas coisas
na mochila, mas vai ter que fazer
escolhas. Trabalha comparação de
comprimentos, volumes e pesos.
Um conjunto de ovos que a mamãe
galinha deixa no ninho leva à
apresentação das operações de adição
e de subtração.
Dez poemas que falam da emoção
de fazer um gol, os detalhes de
uma partida, um time só de
animais e vinte e seis gols.
O ponto, a linha, a forma, a cor e o
movimento são apresentados de
forma lúdica e poética.
Inventário de jogos...
Relato de experiência com
a utilização deste.
Selecionar um dos livros de literatura e
elaborar um plano de aula que contemple
a área de conhecimento de Matemática
entre outros (tarefa em grupo para
apresentação).
Referências
BRASIL, PACTO NACIONAL PARA ALFABETIZAÇÃO NA
IDADE CERTA, UNIDADE 4, ANO 1, 2012.
BRASIL, Ministério da Educação, Secretaria de Educação
Básica, Elementos conceituais e metodológicos para
definição dos direitos de aprendizagem e
desenvolvimento do ciclo de alfabetização (1º, 2º e 3º
anos do Ensino Fundamental). Brasília, 2012. Disponível
em: portal.mec.gov.br
IMENES, Luiz Márcio. Matemática: Imenes, Lellis e Milani.
1 ed. São Paulo: Moderna, 2011.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Unidade1 - PNAIC - Currículo
Unidade1 - PNAIC - CurrículoUnidade1 - PNAIC - Currículo
Unidade1 - PNAIC - CurrículoElaine Cruz
 
Unidade 7 planejando o ensino para todos (2)
Unidade 7   planejando o ensino para todos (2)Unidade 7   planejando o ensino para todos (2)
Unidade 7 planejando o ensino para todos (2)Naysa Taboada
 
Unidade 3 1º encontro direitos de língua portuguesa e concepções de escrit...
Unidade 3  1º encontro   direitos de língua portuguesa e concepções de escrit...Unidade 3  1º encontro   direitos de língua portuguesa e concepções de escrit...
Unidade 3 1º encontro direitos de língua portuguesa e concepções de escrit...Naysa Taboada
 
Unidade 3 texto 2 - O ENSINO DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...
Unidade 3   texto 2 - O ENSINO  DO SISTEMA DE  ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...Unidade 3   texto 2 - O ENSINO  DO SISTEMA DE  ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...
Unidade 3 texto 2 - O ENSINO DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...Bete Feliciano
 
1ª formação: Currículo no Ciclo de alfabetização
1ª formação: Currículo no Ciclo de alfabetização1ª formação: Currículo no Ciclo de alfabetização
1ª formação: Currículo no Ciclo de alfabetizaçãoHeloiza Moura
 
PNAIC - Sintese unidade 6
PNAIC - Sintese  unidade 6PNAIC - Sintese  unidade 6
PNAIC - Sintese unidade 6ElieneDias
 
Unidade 6 projetos e sequências didáticas final
Unidade 6 projetos e sequências didáticas finalUnidade 6 projetos e sequências didáticas final
Unidade 6 projetos e sequências didáticas finalNaysa Taboada
 
2ª formação leitura e escrita
2ª formação   leitura e escrita2ª formação   leitura e escrita
2ª formação leitura e escritaPNAIC UFSCar
 
Anexos 1º ano unidade 7 (1)
Anexos 1º ano   unidade 7 (1)Anexos 1º ano   unidade 7 (1)
Anexos 1º ano unidade 7 (1)Naysa Taboada
 
PNAIC - Direitos de aprendizagem em história
PNAIC - Direitos de aprendizagem em história PNAIC - Direitos de aprendizagem em história
PNAIC - Direitos de aprendizagem em história ElieneDias
 
O curriculo no ciclo de alfabetização
O curriculo no ciclo de alfabetizaçãoO curriculo no ciclo de alfabetização
O curriculo no ciclo de alfabetizaçãoFabiana Esteves
 
Concepcoes de alfabetizacao e letramento
Concepcoes de alfabetizacao e letramentoConcepcoes de alfabetizacao e letramento
Concepcoes de alfabetizacao e letramentozetesousa
 
Direitos de aprendizagens do ciclo de alfabetização
Direitos de aprendizagens do ciclo de alfabetizaçãoDireitos de aprendizagens do ciclo de alfabetização
Direitos de aprendizagens do ciclo de alfabetizaçãoValéria Maciel
 
CONCEPÇÕES DE ALFABETIZAÇÃO: O QUE ENSINAR NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO
CONCEPÇÕES DE ALFABETIZAÇÃO: O QUE ENSINAR NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃOCONCEPÇÕES DE ALFABETIZAÇÃO: O QUE ENSINAR NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO
CONCEPÇÕES DE ALFABETIZAÇÃO: O QUE ENSINAR NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃOJulhinha Camara
 

Mais procurados (18)

Unidade1 - PNAIC - Currículo
Unidade1 - PNAIC - CurrículoUnidade1 - PNAIC - Currículo
Unidade1 - PNAIC - Currículo
 
Unidade 5 - parte 2
Unidade 5 - parte 2Unidade 5 - parte 2
Unidade 5 - parte 2
 
Pauta
PautaPauta
Pauta
 
Unidade 7 planejando o ensino para todos (2)
Unidade 7   planejando o ensino para todos (2)Unidade 7   planejando o ensino para todos (2)
Unidade 7 planejando o ensino para todos (2)
 
Unidade 3 1º encontro direitos de língua portuguesa e concepções de escrit...
Unidade 3  1º encontro   direitos de língua portuguesa e concepções de escrit...Unidade 3  1º encontro   direitos de língua portuguesa e concepções de escrit...
Unidade 3 1º encontro direitos de língua portuguesa e concepções de escrit...
 
Unidade 3 texto 2 - O ENSINO DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...
Unidade 3   texto 2 - O ENSINO  DO SISTEMA DE  ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...Unidade 3   texto 2 - O ENSINO  DO SISTEMA DE  ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...
Unidade 3 texto 2 - O ENSINO DO SISTEMA DE ESCRITA ALFABÉTICA NO 2º ANO D...
 
1ª formação: Currículo no Ciclo de alfabetização
1ª formação: Currículo no Ciclo de alfabetização1ª formação: Currículo no Ciclo de alfabetização
1ª formação: Currículo no Ciclo de alfabetização
 
2º encontro
2º encontro2º encontro
2º encontro
 
PNAIC - Sintese unidade 6
PNAIC - Sintese  unidade 6PNAIC - Sintese  unidade 6
PNAIC - Sintese unidade 6
 
Unidade 6 projetos e sequências didáticas final
Unidade 6 projetos e sequências didáticas finalUnidade 6 projetos e sequências didáticas final
Unidade 6 projetos e sequências didáticas final
 
2ª formação leitura e escrita
2ª formação   leitura e escrita2ª formação   leitura e escrita
2ª formação leitura e escrita
 
Pnaic leitura 2016
Pnaic leitura 2016Pnaic leitura 2016
Pnaic leitura 2016
 
Anexos 1º ano unidade 7 (1)
Anexos 1º ano   unidade 7 (1)Anexos 1º ano   unidade 7 (1)
Anexos 1º ano unidade 7 (1)
 
PNAIC - Direitos de aprendizagem em história
PNAIC - Direitos de aprendizagem em história PNAIC - Direitos de aprendizagem em história
PNAIC - Direitos de aprendizagem em história
 
O curriculo no ciclo de alfabetização
O curriculo no ciclo de alfabetizaçãoO curriculo no ciclo de alfabetização
O curriculo no ciclo de alfabetização
 
Concepcoes de alfabetizacao e letramento
Concepcoes de alfabetizacao e letramentoConcepcoes de alfabetizacao e letramento
Concepcoes de alfabetizacao e letramento
 
Direitos de aprendizagens do ciclo de alfabetização
Direitos de aprendizagens do ciclo de alfabetizaçãoDireitos de aprendizagens do ciclo de alfabetização
Direitos de aprendizagens do ciclo de alfabetização
 
CONCEPÇÕES DE ALFABETIZAÇÃO: O QUE ENSINAR NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO
CONCEPÇÕES DE ALFABETIZAÇÃO: O QUE ENSINAR NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃOCONCEPÇÕES DE ALFABETIZAÇÃO: O QUE ENSINAR NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO
CONCEPÇÕES DE ALFABETIZAÇÃO: O QUE ENSINAR NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO
 

Destaque

Unidade 5 a diversidade textual em sala de aula final
Unidade 5 a diversidade textual em sala de aula  finalUnidade 5 a diversidade textual em sala de aula  final
Unidade 5 a diversidade textual em sala de aula finalNaysa Taboada
 
Unidade 8 ciclos de aprendizagem (1)
Unidade 8   ciclos de aprendizagem (1)Unidade 8   ciclos de aprendizagem (1)
Unidade 8 ciclos de aprendizagem (1)Naysa Taboada
 
3ºencontro Matemática
3ºencontro Matemática3ºencontro Matemática
3ºencontro MatemáticaNaysa Taboada
 
Apresentação tec (3)
Apresentação tec (3)Apresentação tec (3)
Apresentação tec (3)Naysa Taboada
 
Alfabetização e letramento
Alfabetização e letramentoAlfabetização e letramento
Alfabetização e letramentoNaysa Taboada
 
Unidade 2 planejamento
Unidade 2 planejamentoUnidade 2 planejamento
Unidade 2 planejamentoNaysa Taboada
 
Slides pnaic inclusão
Slides pnaic  inclusãoSlides pnaic  inclusão
Slides pnaic inclusãoNaysa Taboada
 
Slide linguagem Avaliação
Slide linguagem AvaliaçãoSlide linguagem Avaliação
Slide linguagem AvaliaçãoNaysa Taboada
 
Unidade 5 os diferentes textos em sala de alfabetização
Unidade 5 os diferentes textos em sala de alfabetizaçãoUnidade 5 os diferentes textos em sala de alfabetização
Unidade 5 os diferentes textos em sala de alfabetizaçãoNaysa Taboada
 
Reflexões sobre a organização do trabalho - Ed. Campo
Reflexões sobre a organização do trabalho - Ed. CampoReflexões sobre a organização do trabalho - Ed. Campo
Reflexões sobre a organização do trabalho - Ed. CampoNaysa Taboada
 
Sequência didática quer brincar de pique esconde
Sequência didática   quer brincar de pique escondeSequência didática   quer brincar de pique esconde
Sequência didática quer brincar de pique escondeNaysa Taboada
 
Unidade 6 alfabetização e as áreas do conhecimento (1)
Unidade 6 alfabetização e as áreas do conhecimento (1)Unidade 6 alfabetização e as áreas do conhecimento (1)
Unidade 6 alfabetização e as áreas do conhecimento (1)Naysa Taboada
 
Unidade 8 avaliação e organização do trabalho docente
Unidade 8   avaliação e organização do trabalho docenteUnidade 8   avaliação e organização do trabalho docente
Unidade 8 avaliação e organização do trabalho docenteNaysa Taboada
 
Artigo suzane neuroeducação
Artigo suzane neuroeducaçãoArtigo suzane neuroeducação
Artigo suzane neuroeducaçãoFoz Censupeg
 
Ludicidade e Educação
Ludicidade e EducaçãoLudicidade e Educação
Ludicidade e Educaçãoangelafreire
 

Destaque (20)

Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Unidade 5 a diversidade textual em sala de aula final
Unidade 5 a diversidade textual em sala de aula  finalUnidade 5 a diversidade textual em sala de aula  final
Unidade 5 a diversidade textual em sala de aula final
 
Pnaic_ 1º encontro
Pnaic_ 1º encontroPnaic_ 1º encontro
Pnaic_ 1º encontro
 
6º encontro
6º encontro6º encontro
6º encontro
 
Unidade 8 ciclos de aprendizagem (1)
Unidade 8   ciclos de aprendizagem (1)Unidade 8   ciclos de aprendizagem (1)
Unidade 8 ciclos de aprendizagem (1)
 
3ºencontro Matemática
3ºencontro Matemática3ºencontro Matemática
3ºencontro Matemática
 
Apresentação tec (3)
Apresentação tec (3)Apresentação tec (3)
Apresentação tec (3)
 
Slide
SlideSlide
Slide
 
Alfabetização e letramento
Alfabetização e letramentoAlfabetização e letramento
Alfabetização e letramento
 
Unidade 2 planejamento
Unidade 2 planejamentoUnidade 2 planejamento
Unidade 2 planejamento
 
Slides pnaic inclusão
Slides pnaic  inclusãoSlides pnaic  inclusão
Slides pnaic inclusão
 
Slide linguagem Avaliação
Slide linguagem AvaliaçãoSlide linguagem Avaliação
Slide linguagem Avaliação
 
Unidade 5 os diferentes textos em sala de alfabetização
Unidade 5 os diferentes textos em sala de alfabetizaçãoUnidade 5 os diferentes textos em sala de alfabetização
Unidade 5 os diferentes textos em sala de alfabetização
 
Unidade 7 arte (4)
Unidade 7   arte (4)Unidade 7   arte (4)
Unidade 7 arte (4)
 
Reflexões sobre a organização do trabalho - Ed. Campo
Reflexões sobre a organização do trabalho - Ed. CampoReflexões sobre a organização do trabalho - Ed. Campo
Reflexões sobre a organização do trabalho - Ed. Campo
 
Sequência didática quer brincar de pique esconde
Sequência didática   quer brincar de pique escondeSequência didática   quer brincar de pique esconde
Sequência didática quer brincar de pique esconde
 
Unidade 6 alfabetização e as áreas do conhecimento (1)
Unidade 6 alfabetização e as áreas do conhecimento (1)Unidade 6 alfabetização e as áreas do conhecimento (1)
Unidade 6 alfabetização e as áreas do conhecimento (1)
 
Unidade 8 avaliação e organização do trabalho docente
Unidade 8   avaliação e organização do trabalho docenteUnidade 8   avaliação e organização do trabalho docente
Unidade 8 avaliação e organização do trabalho docente
 
Artigo suzane neuroeducação
Artigo suzane neuroeducaçãoArtigo suzane neuroeducação
Artigo suzane neuroeducação
 
Ludicidade e Educação
Ludicidade e EducaçãoLudicidade e Educação
Ludicidade e Educação
 

Semelhante a Ludicidade na Matemática através da Literatura Infantil

A importância da matemática na alfabetização da criança
A importância da matemática na alfabetização da criançaA importância da matemática na alfabetização da criança
A importância da matemática na alfabetização da criançaCristina Manieiro
 
20º encontro 1ºano
20º encontro 1ºano20º encontro 1ºano
20º encontro 1ºanoNaysa Taboada
 
20º encontro 1ºano
20º encontro 1ºano20º encontro 1ºano
20º encontro 1ºanoNaysa Taboada
 
Ativ 3-4-michelconchelima
Ativ 3-4-michelconchelimaAtiv 3-4-michelconchelima
Ativ 3-4-michelconchelimaMichel Conche
 
Portfólio educação matemática
Portfólio educação matemáticaPortfólio educação matemática
Portfólio educação matemáticaMicheli Rader
 
Apresentação 1 - unidade 4
Apresentação 1 - unidade 4Apresentação 1 - unidade 4
Apresentação 1 - unidade 4Olívia Oliveira
 
1º ano terceiro dia
1º ano terceiro dia1º ano terceiro dia
1º ano terceiro diaNaysa Taboada
 
Metodologia de resolução de problemas
Metodologia de resolução de problemasMetodologia de resolução de problemas
Metodologia de resolução de problemaslechemi
 
Profª Graça:PNAIC 2014 - Apresentação 1º encontro - Orientadora :Prof² Graça
Profª Graça:PNAIC 2014 - Apresentação 1º encontro - Orientadora :Prof² GraçaProfª Graça:PNAIC 2014 - Apresentação 1º encontro - Orientadora :Prof² Graça
Profª Graça:PNAIC 2014 - Apresentação 1º encontro - Orientadora :Prof² GraçaGraça Sousa
 
Segundo encontro Claudia e Fabiana 10 maio PNAIC Duque de Caxias
Segundo encontro Claudia e Fabiana 10 maio PNAIC Duque de CaxiasSegundo encontro Claudia e Fabiana 10 maio PNAIC Duque de Caxias
Segundo encontro Claudia e Fabiana 10 maio PNAIC Duque de CaxiasFabiana Esteves
 
A matemática na rotina a educação infantil
A matemática na rotina a educação infantilA matemática na rotina a educação infantil
A matemática na rotina a educação infantilBeatriz Dornelas
 
Pnaic mat caderno 8_pg001-080 (12)
Pnaic mat caderno 8_pg001-080 (12)Pnaic mat caderno 8_pg001-080 (12)
Pnaic mat caderno 8_pg001-080 (12)weleslima
 
Projeto interdisciplinar: Traçando Saberes entre Língua Portuguesa e Matemática
Projeto interdisciplinar: Traçando Saberes entre  Língua Portuguesa e MatemáticaProjeto interdisciplinar: Traçando Saberes entre  Língua Portuguesa e Matemática
Projeto interdisciplinar: Traçando Saberes entre Língua Portuguesa e MatemáticaMary Alvarenga
 
Portfólio educação matemática
Portfólio educação matemáticaPortfólio educação matemática
Portfólio educação matemáticaMicheli Rader
 
Portfólio educação matemática
Portfólio educação matemáticaPortfólio educação matemática
Portfólio educação matemáticaMicheli Rader
 

Semelhante a Ludicidade na Matemática através da Literatura Infantil (20)

Unidade 4 ano 1
Unidade 4 ano 1Unidade 4 ano 1
Unidade 4 ano 1
 
8º encontro
8º encontro8º encontro
8º encontro
 
A importância da matemática na alfabetização da criança
A importância da matemática na alfabetização da criançaA importância da matemática na alfabetização da criança
A importância da matemática na alfabetização da criança
 
20º encontro 1ºano
20º encontro 1ºano20º encontro 1ºano
20º encontro 1ºano
 
20º encontro 1ºano
20º encontro 1ºano20º encontro 1ºano
20º encontro 1ºano
 
Palestra prof. Cleilson Coutinho
Palestra prof. Cleilson CoutinhoPalestra prof. Cleilson Coutinho
Palestra prof. Cleilson Coutinho
 
A casa sonolenta
A casa sonolentaA casa sonolenta
A casa sonolenta
 
FORMAÇÃO.pptx
FORMAÇÃO.pptxFORMAÇÃO.pptx
FORMAÇÃO.pptx
 
Ativ 3-4-michelconchelima
Ativ 3-4-michelconchelimaAtiv 3-4-michelconchelima
Ativ 3-4-michelconchelima
 
Portfólio educação matemática
Portfólio educação matemáticaPortfólio educação matemática
Portfólio educação matemática
 
Apresentação 1 - unidade 4
Apresentação 1 - unidade 4Apresentação 1 - unidade 4
Apresentação 1 - unidade 4
 
1º ano terceiro dia
1º ano terceiro dia1º ano terceiro dia
1º ano terceiro dia
 
Metodologia de resolução de problemas
Metodologia de resolução de problemasMetodologia de resolução de problemas
Metodologia de resolução de problemas
 
Profª Graça:PNAIC 2014 - Apresentação 1º encontro - Orientadora :Prof² Graça
Profª Graça:PNAIC 2014 - Apresentação 1º encontro - Orientadora :Prof² GraçaProfª Graça:PNAIC 2014 - Apresentação 1º encontro - Orientadora :Prof² Graça
Profª Graça:PNAIC 2014 - Apresentação 1º encontro - Orientadora :Prof² Graça
 
Segundo encontro Claudia e Fabiana 10 maio PNAIC Duque de Caxias
Segundo encontro Claudia e Fabiana 10 maio PNAIC Duque de CaxiasSegundo encontro Claudia e Fabiana 10 maio PNAIC Duque de Caxias
Segundo encontro Claudia e Fabiana 10 maio PNAIC Duque de Caxias
 
A matemática na rotina a educação infantil
A matemática na rotina a educação infantilA matemática na rotina a educação infantil
A matemática na rotina a educação infantil
 
Pnaic mat caderno 8_pg001-080 (12)
Pnaic mat caderno 8_pg001-080 (12)Pnaic mat caderno 8_pg001-080 (12)
Pnaic mat caderno 8_pg001-080 (12)
 
Projeto interdisciplinar: Traçando Saberes entre Língua Portuguesa e Matemática
Projeto interdisciplinar: Traçando Saberes entre  Língua Portuguesa e MatemáticaProjeto interdisciplinar: Traçando Saberes entre  Língua Portuguesa e Matemática
Projeto interdisciplinar: Traçando Saberes entre Língua Portuguesa e Matemática
 
Portfólio educação matemática
Portfólio educação matemáticaPortfólio educação matemática
Portfólio educação matemática
 
Portfólio educação matemática
Portfólio educação matemáticaPortfólio educação matemática
Portfólio educação matemática
 

Mais de Naysa Taboada

1º encontro apresentação
1º encontro   apresentação1º encontro   apresentação
1º encontro apresentaçãoNaysa Taboada
 
1º encontro apresentação 28-11-17
1º encontro   apresentação 28-11-171º encontro   apresentação 28-11-17
1º encontro apresentação 28-11-17Naysa Taboada
 
Simulado tema específico
Simulado tema específicoSimulado tema específico
Simulado tema específicoNaysa Taboada
 
Alfab letramento 2005. gadotti
Alfab letramento 2005. gadottiAlfab letramento 2005. gadotti
Alfab letramento 2005. gadottiNaysa Taboada
 
Alfabetização e letramento ptg
Alfabetização e letramento ptgAlfabetização e letramento ptg
Alfabetização e letramento ptgNaysa Taboada
 
Alfa e letramento 2005. gadotti
Alfa e letramento 2005. gadottiAlfa e letramento 2005. gadotti
Alfa e letramento 2005. gadottiNaysa Taboada
 
Alfa e Letra em busca de um método?
Alfa e Letra em busca de um método?Alfa e Letra em busca de um método?
Alfa e Letra em busca de um método?Naysa Taboada
 
Questões norteadoras
Questões norteadorasQuestões norteadoras
Questões norteadorasNaysa Taboada
 
Alfabetização e letramento caminhos e descaminhos
Alfabetização e letramento caminhos e descaminhosAlfabetização e letramento caminhos e descaminhos
Alfabetização e letramento caminhos e descaminhosNaysa Taboada
 
Alfabetização e letramento caminhos e descaminhos
Alfabetização e letramento caminhos e descaminhosAlfabetização e letramento caminhos e descaminhos
Alfabetização e letramento caminhos e descaminhosNaysa Taboada
 
Alinhamento 1 ao 5 ano
Alinhamento   1 ao 5 anoAlinhamento   1 ao 5 ano
Alinhamento 1 ao 5 anoNaysa Taboada
 
Conteúdos de ensino
Conteúdos de ensinoConteúdos de ensino
Conteúdos de ensinoNaysa Taboada
 
Abrindo caminho-de-ana-maria-machado
Abrindo caminho-de-ana-maria-machadoAbrindo caminho-de-ana-maria-machado
Abrindo caminho-de-ana-maria-machadoNaysa Taboada
 

Mais de Naysa Taboada (20)

Fc
FcFc
Fc
 
1º encontro apresentação
1º encontro   apresentação1º encontro   apresentação
1º encontro apresentação
 
1º encontro apresentação 28-11-17
1º encontro   apresentação 28-11-171º encontro   apresentação 28-11-17
1º encontro apresentação 28-11-17
 
Simulado tema específico
Simulado tema específicoSimulado tema específico
Simulado tema específico
 
Alfab letramento 2005. gadotti
Alfab letramento 2005. gadottiAlfab letramento 2005. gadotti
Alfab letramento 2005. gadotti
 
Alfabetização e letramento ptg
Alfabetização e letramento ptgAlfabetização e letramento ptg
Alfabetização e letramento ptg
 
Alfa e letramento 2005. gadotti
Alfa e letramento 2005. gadottiAlfa e letramento 2005. gadotti
Alfa e letramento 2005. gadotti
 
Alfa e Letra em busca de um método?
Alfa e Letra em busca de um método?Alfa e Letra em busca de um método?
Alfa e Letra em busca de um método?
 
Associacionismo
AssociacionismoAssociacionismo
Associacionismo
 
Questões norteadoras
Questões norteadorasQuestões norteadoras
Questões norteadoras
 
Alfabetização e letramento caminhos e descaminhos
Alfabetização e letramento caminhos e descaminhosAlfabetização e letramento caminhos e descaminhos
Alfabetização e letramento caminhos e descaminhos
 
Alfabetização e letramento caminhos e descaminhos
Alfabetização e letramento caminhos e descaminhosAlfabetização e letramento caminhos e descaminhos
Alfabetização e letramento caminhos e descaminhos
 
24 de novembro
24 de novembro24 de novembro
24 de novembro
 
Alinhamento 1 ao 5 ano
Alinhamento   1 ao 5 anoAlinhamento   1 ao 5 ano
Alinhamento 1 ao 5 ano
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Conteúdos de ensino
Conteúdos de ensinoConteúdos de ensino
Conteúdos de ensino
 
Pnaic 27 de outubro
Pnaic 27 de outubroPnaic 27 de outubro
Pnaic 27 de outubro
 
Pnaic 26 de outubro
Pnaic 26 de outubroPnaic 26 de outubro
Pnaic 26 de outubro
 
Pnaic 2º encontro
Pnaic 2º encontroPnaic 2º encontro
Pnaic 2º encontro
 
Abrindo caminho-de-ana-maria-machado
Abrindo caminho-de-ana-maria-machadoAbrindo caminho-de-ana-maria-machado
Abrindo caminho-de-ana-maria-machado
 

Ludicidade na Matemática através da Literatura Infantil

  • 1. UNIDADE 4 – LUDICIDADE NA SALA DE AULA A literatura infantil como elemento integrante da brincadeira no processo de ensino aprendizagem dos diferentes componentes curriculares: Matemática UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE EDUCAÇÃO NÚCLEO DE ALFABETIZAÇÃO, LEITURA E ESCRITA DO ESPÍRITO SANTO PACTO NACIONAL PARA A ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA FORMAÇÃO DE ORIENTADORES DE ESTUDO maio de 2013 Formadoras - 1º ano: Elis Beatriz de Lima Falcão Fabricia Pereira de Oliveira Dias Maristela Gatti Piffer 4 de maio de 2013 - matutino
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29. Vimos como a Prof.ª Joice Mara desenvolveu a sequência didática com o livro Quer brincar de pique esconde na sua sala de aula, articulando as dimensões da alfabetização por meio da literatura infantil, do jogo, da brincadeira num trabalho que envolveu a sistematização de conhecimentos sem perder de vista a ludicidade nas relações de aprendizagem. Retomada do encontro anterior
  • 30. A palavra LÚDICO (latim ludus) está associada à brincadeira, ao jogo, ao divertimento. Mas, esse significado foi ampliado e passou a ser reconhecido como elemento essencial do desenvolvimento humano (BRAINER, Unidade IV, Ano 1, PNAIC, et al, 2012, p. 14). Estudos desenvolvidos por Leontiev (1988), por exemplo, apontam que a principal atividade da criança na infância é a brincadeira. Com base nela, a criança aprende a interagir e compreende o mundo. Cruz, I. Brincando de Roda. Escultura
  • 31. Isso torna ainda mais importante o papel da mediação pedagógica, uma vez que somos responsáveis pela organização do espaço, dos materiais, dos brinquedos e jogos, pela oferta da literatura infantil, pelo planejamento de atividades que potencializam a entrada do lúdico na sala de aula. Cruz, I. Avião de papel. Pintura em tela
  • 32. • Vamos ouvir um relato que irá expor um modo de trabalho explorando a ludicidade através da literatura... • Tarefa de análise... (Anexo 1) • Questões 1 a 3 (coletivo) 4 e 5 (individual) E você trabalha o lúdico através da literatura em sua rotina de trabalho? De que forma?
  • 33. O ensino da Matemática, assim como o dos demais componentes curriculares, é previsto na Lei 9.394/96, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. No artigo 32, por exemplo, é proposto que é necessário garantir “o desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos o pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo” (PNAIC, Unidade IV, Ano 1, p. 24). Direitos de Aprendizagem: Matemática
  • 34. Com relação ao ensino da Matemática, o Documento Elementos conceituais e metodológicos para definição dos direitos de aprendizagem e desenvolvimento do Ciclo de Alfabetização do Ensino Fundamental (BRASIL, MEC, 2012, p. 60), aponta que os direitos de aprendizagem que envolvem esse componente curricular estão atrelados à compreensão dos fenômenos da realidade. http://www.google.com.br
  • 35. Esta compreensão oferece ao sujeito as ferramentas necessárias para que ele possa agir conscientemente sobre a sociedade na qual está inserido e a escola tem o papel de criar as condições necessárias para que o sujeito possa servir-se dessas ferramentas em suas práticas sociais. De acordo com o Documento Elementos conceituais e metodológico para definição dos direitos de aprendizagem, quais são essas ferramentas?
  • 36. 1. Utilizar caminhos próprios na construção do conhecimento matemático, como ciência e cultura construídas pelo homem, através dos tempos, em resposta a necessidades concretas e a desafios próprios dessa construção. 1. Utilizar caminhos próprios na construção do conhecimento matemático, como ciência e cultura construídas pelo homem, através dos tempos, em resposta a necessidades concretas e a desafios próprios dessa construção.
  • 37. Para ajudar as crianças a utilizarem essa ferramenta na construção dos conhecimentos matemáticos podemos explorar a História da Matemática para que elas se sintam parte dessa construção humana, nos diversos contextos socioculturais.
  • 38. Elas podem, por exemplo, experimentar situações em que são solicitadas a comparar, a medir, a quantificar e a prever, que são formas de pensar, características dos seres humanos.
  • 39. 2. Reconhecer regularidades em diversas situações, de diversas naturezas, compará- las e estabelecer relações entre elas e as regularidades já conhecidas. 2. Reconhecer regularidades em diversas situações, de diversas naturezas, compará- las e estabelecer relações entre elas e as regularidades já conhecidas. No Ciclo de Alfabetização, as crianças devem partir da observação ativa: manipular objetos; construir e desconstruir sequências; desenhar, medir, comparar, classificar e modificar sequências estabelecidas por padrões.
  • 40. 3. Perceber a importância da utilização de uma linguagem simbólica universal na representação e modelagem de situações matemáticas como forma de comunicação. 3. Perceber a importância da utilização de uma linguagem simbólica universal na representação e modelagem de situações matemáticas como forma de comunicação.
  • 41. A linguagem Matemática, assim como a linguagem escrita, abarca um conjunto de símbolos que atribuem significação às operações do pensamento humano e, nesse sentido, as crianças precisam ser levadas à transitar entre essas formas de representação por meio de registros orais, pictóricos e escritos.
  • 42. Contudo, a linguagem matemática deve acompanhar a formação do conceito. Representar um número por meio de palavra ou de um desenho é ação desprovida de significado se a criança não formar, progressivamente, o conceito de número, a partir de situações do seu cotidiano.
  • 43. 4. Desenvolver o espírito investigativo, crítico e criativo, no contexto de situações-problema, produzindo registros próprios e buscando diferentes estratégias de solução. 4. Desenvolver o espírito investigativo, crítico e criativo, no contexto de situações-problema, produzindo registros próprios e buscando diferentes estratégias de solução.
  • 44. Compreende o desenvolvimento de ações reflexivas para a criança comparar, discutir, questionar, criar e ampliar ideias, e também perceber que a tentativa e o erro fazem parte do seu processo de construção do conhecimento. Ações que geram o desejo de responder a uma pergunta instigante, ou de ajustar-se às regras de um jogo, ou de seguir as estratégias socializadas por um colega, ou seja, resolver problemas que ajudem na apropriação do conhecimento matemático.
  • 45. 5. Fazer uso do cálculo mental, exato, aproximado e de estimativas. Utilizar as Tecnologias da Informação e Comunicação potencializando sua aplicação em diferentes situações. 5. Fazer uso do cálculo mental, exato, aproximado e de estimativas. Utilizar as Tecnologias da Informação e Comunicação potencializando sua aplicação em diferentes situações. No Ciclo de Alfabetização sugere-se que a calculadora seja usada em situações de investigação, de análises, inferências e previsões e de estimativas e aproximações.
  • 46. Como estão distribuídos os Direitos de Aprendizagem de Matemática nos quadros do PNAIC? E no Documento Curricular do Município? • Texto: Qualquer maneira de jogar e brincar vale a pena? O que fazer para ajudar as crianças a aprender? • Plano Trimestral Matemática – 2º trimestre (atividade realizada em grupo e por escola) com análise do livro didático.
  • 47. Eixos Estruturantes e Objetivos de Aprendizagem por eixo O ensino da Matemática está organizado em quatro eixos estruturantes: números e operações; espaço e forma (geometria, pensamento geométrico); grandezas e medidas e; tratamento da informação (estatística).
  • 48.
  • 49.
  • 50.
  • 51.
  • 52.
  • 53.
  • 54. Os conhecimentos relativos a estes campos não devem ser trabalhados na escola de modo fragmentado, deve haver articulação entre eles. Também não serão esgotados em um único momento da escolaridade, mas pensados numa perspectiva em espiral, ou seja, os temas são retomados e ampliados ao longo dos anos de escolarização. Assim, a maioria destes direitos de aprendizagem deverá ser abordada nos anos 1, 2 e 3, sem ainda ser consolidados, pois continuarão a ser retomados e ampliados e todo ensino fundamental (PNAIC, Unidade IV, Ano 1, p. 25)
  • 55. Exemplo de articulação dos eixos estruturantes no L.D Matemática: Imenes, Lellis e Milani, 1º ano, Moderna, 2011.
  • 56. Matemática: Imenes, Lellis e Milani, 1º ano, Moderna, 2011.
  • 57. Sugestão de literatura infantil Os personagens fazem medições para decidir quem vai ficar com o pêssego. Utiliza critérios de comparação de altura, de peso e outros parâmetros inusitados. Números de 1 a 10 contados com ilustrações, rimas e brincadeiras.
  • 58. O personagem quer guardar suas coisas na mochila, mas vai ter que fazer escolhas. Trabalha comparação de comprimentos, volumes e pesos. Um conjunto de ovos que a mamãe galinha deixa no ninho leva à apresentação das operações de adição e de subtração.
  • 59. Dez poemas que falam da emoção de fazer um gol, os detalhes de uma partida, um time só de animais e vinte e seis gols. O ponto, a linha, a forma, a cor e o movimento são apresentados de forma lúdica e poética.
  • 60. Inventário de jogos... Relato de experiência com a utilização deste. Selecionar um dos livros de literatura e elaborar um plano de aula que contemple a área de conhecimento de Matemática entre outros (tarefa em grupo para apresentação).
  • 61. Referências BRASIL, PACTO NACIONAL PARA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA, UNIDADE 4, ANO 1, 2012. BRASIL, Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, Elementos conceituais e metodológicos para definição dos direitos de aprendizagem e desenvolvimento do ciclo de alfabetização (1º, 2º e 3º anos do Ensino Fundamental). Brasília, 2012. Disponível em: portal.mec.gov.br IMENES, Luiz Márcio. Matemática: Imenes, Lellis e Milani. 1 ed. São Paulo: Moderna, 2011.