Unidade 7 arte (4)

32.990 visualizações

Publicada em

2 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
32.990
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
30.896
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
111
Comentários
2
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Unidade 7 arte (4)

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CENTRO DE EDUCAÇÃO NÚCLEO DE ALFABETIZAÇÃO, LEITURA E ESCRITA DO ESPÍRITO SANTO PACTO NACIONAL PARA A ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA FORMAÇÃO DE ORIENTADORES DE ESTUDO UNIDADE 7 – ANO 1 ALFABETIZAÇÃO PARA TODOS: DIFERENTES PERCURSOS, DIREITOS IGUAIS Formadoras - 1º ano: Elis Beatriz de Lima Falcão Fabricia Pereira de Oliveira Dias Maristela Gatti Piffer 20 de setembro de 2013 - vespertino
  2. 2. DIREITOS DE APRENDIZAGEM: COMPONENTE CURRICULAR ARTE "A arte tem a finalidade de penetrar a vida, atingir a realidade, esboçar a verdade.” João César das Neves "Ter uma arte é viver em função de alguma coisa que excede o acontecer da vida. A arte exige corpo e alma, pensamento e emoção, liberdade e obsessão.“ Cruz, Ivan. Bolinha de Sabão. Escultura. Inês Pedrosa
  3. 3. REFLEXÕES INICIAIS  Que atividades de artes têm sido desenvolvidas nas escolas?  Quem planeja e implementa essas atividades?  Com que finalidades?  Como são avaliadas?  Que aprendizagens são/não são garantidas às crianças. Britto, Romero. Bigodes ondulados. Pintura em tela.
  4. 4. O ensino da Arte nas escolas brasileiras se tornou obrigatório através da promulgação da LDBEN nº 9.394, de 1996, que depois de intensas discussões provocadas por arteeducadores brasileiros, revogou as disposições promulgadas na Constituição Brasileira de 1988. Fachada do Teatro Carlos Gomes – Centro Histórico de Vitória-ES
  5. 5. Consagrada como importante componente curricular, a Arte assume, no campo educacional, o compromisso de potencializar o desenvolvimento cultural dos estudantes, reforçando e valorizando suas heranças culturais, artísticas e estéticas, além de ampliar seus olhares e escutas sensíveis (PNAIC, Unidade 7, p. 21-22). Criança em aula de Artes - PMS
  6. 6. Nesse cenário de lutas, a Arte é concebida “[...] como conhecimento que está baseado na interculturalidade, na interdisciplinaridade e na aprendizagem de conhecimentos artísticos, a partir de uma abordagem epistemológica de ensino que defende a ideia de que arte se ensina e se aprende” (PNAIC, Unidade 7, p. 22). Esculturas em argila produzidas por estudantes da 2ª série , Projeto “Solo: muito mais que nosso chão” EMEF Suzete Cuendet/PMV (2010).
  7. 7. No campo das Artes visuais, a Abordagem Triangular do Ensino da Arte, sistematizada por Ana Mae Barbosa e colaboradores na década de 1980, veio fortalecer o ensino dos conhecimentos artísticos por meio da inter-relação entre o fazer, o ler e o contextualizar a arte. Crianças de 6 anos em visita à Casa de Pedra, Jacaraípe - Serra /ES.
  8. 8. Vamos conhecer um pouco mais da História do Ensino da Arte no Brasil, assistindo o vídeo que está disponível em http://www.youtube.com/watch?v=GXJeJjmE4ns#t=1189 Crianças de 6/7 anos em visita à exposição Arte para Crianças – Museu Vale do Rio Doce - Cariacica /ES (2007)
  9. 9. Direitos de Aprendizagem: Arte São apresentadas aprendizagens gerais que tomam como ponto de partida a interculturalidade e a interconexão entre as diferentes linguagens da arte: o teatro, a música, a dança e artes visuais. Contudo, é necessário que sejam consideradas também aprendizagens específicas dessas diferentes linguagens e da Cultura da África, dos afrodescendentes e dos indígenas, conforme Leis nº 10.639/2013 e 11.645/2008. Exposição de trabalhos na EMEF Juscelino Kubitscheck de Oliveira (2012).
  10. 10. REFERÊNCIAS • BRASIL, PACTO NACIONAL PARA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA, Compartilhando: direitos de aprendizagem: componente curricular Arte. UNIDADE 7, ANO 1, 2012.

×