SlideShare uma empresa Scribd logo
Steferson Ferreira, M.Sc., PMP
1
Empreendimento temporário, planejado,
controlado e executado por pessoas e com
restrições de tempo, custo, recursos e qualidade
Empreendimento temporário, planejado,
controlado e executado por pessoas e com
restrições de tempo, custo, recursos e qualidade
Desenvolvido em etapas, caracterizado por uma
seqüência clara e lógica de eventos
Desenvolvido em etapas, caracterizado por uma
seqüência clara e lógica de eventos
Cria produtos, serviços ou resultados únicosCria produtos, serviços ou resultados únicos
2
 Conjunto de técnicas, conhecimento,
habilidades, ferramentas aplicadas às
atividades do projeto
 O objetivo é garantir que:
◦ Os requisitos estabelecidos serão atendidos
◦ As necessidades e as expectativas do cliente sejam
satisfeitas
 O PMBoK aborta as atividades de
gerenciamento de projetos em processos
3
 Organizações possuem:
◦ alto investimento em projetos
◦ crescimento no número de projetos
 Grande parte destes projetos fracassam
devido a ausência ou à precariedade do
gerenciamento dos mesmos
4
 Entrega dentro do prazo e custos previstos
 Necessidades e expectativas dos
patrocinadores atendidas
 Qualidade no serviço prestado e no produto
do projeto
5
6
PMBoK reúne os processos
de gerenciamento de
projetos em 5 categorias de
acordo com o seu momento
dentro do projeto
 Iniciação
◦ Processos que instauram o projeto com a
designação de um Gerente e a autorização formal
para o início do projeto
 Planejamento
◦ Processos de definição e refinamento do escopo,
custos e ações do projeto, a partir de coletas de
informações com várias fontes (especialistas,
históricos, projetos anteriores, lições aprendidas)
◦ Defininem do como se executará o projeto
8
 Execução
◦ Processos que realizam a transformação do planejado
em realidade com o envolvimento da maioria dos
recursos na execução das atividades do projeto
◦ O andamento das atividades podem demandar
replanejamentos durante a execução das atividades.
 Monitoramento e Controle
◦ Processos de controle das atividades, custos e da equipe
através do acompanhamento do estado atual do projeto
com o planejado, visando a conclusão do escopo
9
 Encerramento
◦ Processos de finalização formal do projeto com as
entregas finais, aceite do produto, coleta de lições
aprendidas e armazenamento de informações
produzidas nos projetos
10
PMBoK
11
12
IntegraçãoIntegração
EscopoEscopo
TempoTempo
CustoCusto
QualidadeQualidade
Recursos
Humanos
Recursos
Humanos
ComunicaçãoComunicação
RiscosRiscos
AquisiçõesAquisições
Reúne os processos de
acordo com a sua
finalidade dentro do
projeto
São definidas 9 áreas
de conhecimento
 Busca garantir que as várias áreas de
gerenciamento de projetos trabalhem juntas,
proporcionando a integração e unificação dos
diversos processos e atividades de
gerenciamento
 Seus processos iniciam, planejam,
acompanham a execução e encerram os
projetos
13
 Gerenciamento do escopo
◦ Processos exigidos para assegurar que o projeto inclua
todo o trabalho para completar o projeto, observando o
trabalho não incluído
 Gerenciamento do Tempo
◦ Processos necessários para o realizar o termino do
projeto no prazo
◦ Características
 Obrigatório na Gerência de Projetos
 Área mais visível
 Gerenciada com software
14
 Gerenciamento do custos
◦ Processos envolvidos em planejamento, estimativa,
orçamentação e controle de custos, de modo que
seja possível terminar o projeto dentro do
orçamento aprovado
 Gerenciamento de Qualidade
◦ Atividades que determinam as responsabilidades,
os objetivos e as políticas de qualidade, de modo
que o projeto atenda aos objetivos do projeto com
qualidade
15
 Gerenciamento de recursos humanos
◦ Inclui os processos que organizam e gerenciam a
equipe do projeto
◦ A equipe do projeto é composta de pessoas com
funções e responsabilidades atribuídas para o
término do projeto
 Gerenciamento de Comunicações
◦ Processos necessários para garantir a geração,
coleta, distribuição, armazenamento e recuperação
das informações sobre o projeto
16
 Gerenciamento de riscos
◦ Processos que tratam da identificação, análise,
respostas, monitoramento e controle dos riscos em
um projeto
 Gerenciamento de aquisições
◦ Processos para controle de compras, aquisições de
produtos, serviços, contratos ou necessidades de
fora do projeto que permitam o cumprimento dos
objetivos
17
Risco do projeto é um
evento ou condição incerta
que, se ocorrer, terá um
efeito positivo ou negativo
sobre pelo menos um
objetivo do projeto, como
tempo, custo, escopo ou
qualidade
18
 São indivíduos, grupos de indivíduos ou
organizações que podem influenciar de maneira
positiva ou negativa o projeto.
 Ex: patrocinador, gerente de projeto, empresa
executora, alunos em um curso, alunos de uma
escola, moradores.
19
 Escopo do projeto: todo o trabalho que deve
ser realizado para que seja entregue o
produto final do projeto
 Produto: conjunto de especificações que
detalham as características e funções que o
produto final deve possuir
20
 Prédio Residencial
◦ Escopo Projeto:
 Licenciamento, Projetos (Conceitual, Básico,
Detalhado), Fundação, Estrutura, Acabamento, etc.
 Ferramentas de gerenciamento: cronogramas, plano
do projeto, relatórios de desempenho, etc.
◦ Produto
 Prédio com 4 pavimentos, apartamentos com 150 m²,
com acabamento padrão A, piso em porcelanato,
paredes revestidas, etc.
21
 É a ferramenta que organiza e define o
escopo total do projeto
 Decomposição hierárquica do trabalho a ser
executado pela equipe do projeto, para
atingir os objetivos do projeto
22
 Subdivide o trabalho do projeto em partes
menores e mais facilmente gerenciáveis, em
que cada nível descendente da EAP
representa uma definição cada vez mais
detalhada do trabalho do projeto.
 É o coração de todo o esforço de
planejamento do Projeto
23
 Exemplo de EAP de um prédio residencial,
com o detalhamento do trabalho a ser feito, o
produto, subprodutos e o gerenciamento do
projeto.
24
 Apoio do especialista
◦ Fornece o conhecimento para a organização do
escopo do projeto e do produto.
 Sistema de Informação para o gerenciamento
de projetos
◦ Auxilia o Controle do Tempo
◦ Controle de Comunicação
◦ Verificação de Performance
◦ Controle das entregas
25
 Metodologia de Gerenciamento de Projetos
◦ Conjunto de técnicas e ferramentas, fornecendo um
passo a passo e um conjunto de modelos de documento
para a execução do gerenciamento de projetos.
◦ Deve ser estruturada de acordo com a necessidade da
organização
 Controle Integrado de Mudanças
◦ Controle para que as mudanças no projeto o afetem de
forma balanceada todas as áreas
◦ Mudanças podem influenciar nos escopo, qualidade,
custo, cronograma ou recursos, daí a grande
importância deste controle
26
Iniciação
•Desenvolver o termo de
abertura do projeto
•Identificar as partes
interessadas
27
 Processo de autorização formal de um novo
projeto ou da continuação de um projeto já
existente para uma nova fase;
 Tem um importante papel de divulgação do
projeto e contém a primeira idéia do escopo
do projeto.
 O termo de abertura do projeto é o
documento que autoriza formalmente um
projeto
Gerência de
Integração
 Partes interessadas - Envolvidos
◦ Clientes, patrocinadores, a organização e o público
envolvido no projeto
 Identifica todas as pessoas ou organizações
impactadas pelo projeto, seus interesses,
envolvimento e impactos em caso do sucesso
do projeto
 É crítico para o sucesso do projeto identificar
os stakeholders no início do projeto
29
Gerência da
Comunicação
 Planilha de envolvidos
◦ Identificação
◦ Avaliação (interesse, expectativa, influência,
período de maior interesse)
◦ Classificação
30
Gerência da
Comunicação
31
Planejamento
•Coletar Requisitos
•Definir o escopo
•Criar EAP
•Definir atividades
•Seqüenciar atividades
•Estimar recursos da atividade
•Estimar duração da atividade
•Desenvolver do cronograma
•Estimar custos
•Determinar o orçamento
•Planejar a qualidade
•Desenvolver plano de recursos
humanos
•Planejar comunicações
•Planejar aquisições
•Planejar o gerenciamento de
riscos
•Identificar riscos
•Realizar análise qualitativa de
riscos
•Realizar análise quantitativa de
riscos
•Planejar de respostas a riscos
•Desenvolver o plano de
gerenciamento do projeto
 Definição e documentação das necessidades
e expectativas dos envolvidos para o alcance
dos objetivos
 Requisitos são a base para a construção da
EAP e definição dos custos, cronograma e
qualidade dos projetos
 Servirá como base para a montagem da
Declaração de Escopo
32
Gerência de
Escopo
 Entrevistas
◦ Entrevistas individuais utilizando perguntas previamente
estipuladas
 Grupos
◦ O mesmo das entrevistas realizado em grupos
 Workshops
◦ Rodadas de discussões organizadas por grupos
funcionais
 Questionários
◦ Utilizados quando se tem um grande número de
envolvidos ou necessita-se de estatísticas
33
Gerência de
Escopo
 A definição de escopo é desenvolvida a partir
das principais entregas, premissas e
restrições
 O escopo do projeto é definido e detalhado a
medida que se tenha mais conhecimento
sobre o projeto
34
Gerência de
Escopo
 Análise e definição de entregas
◦ Transformação dos objetivos do projeto em
requisitos e entregas tangíveis
 Identificação de alternativas
◦ Busca por diferentes abordagens para executar e
realizar o trabalho do projeto
◦ Uma das formas de aplicação é o Brainstorming
35
Gerência de
Escopo
 Descreve, em detalhes, as entregas do projeto e
o trabalho necessário para criar essas entregas
 Fornece um entendimento comum do escopo do
projeto a todas os envolvidos e descreve os
principais objetivos do projeto
 Permite que a equipe do projeto realize um
planejamento mais detalhado, orienta o trabalho
da equipe do projeto durante a execução
36
Gerência de
Escopo
 Este processo busca a subdivisão das
principais entregas do projeto e do trabalho
do projeto em componentes menores e mais
facilmente gerenciáveis.
 O produto é a EAP que é composta por
entregas ou produtos
 Decomposição hierárquica orientada à
entrega do trabalho a ser executado
37
Gerência de
Escopo
 É qualquer saída (bem ou serviço), tangível e
verificável, que deve ser produzido
obrigatoriamente para conclusão do projeto
ou de parte dele.
 Ex: Manual do sistema, Documentação,
Projeto Básico, Servidor, etc.
38
Gerência de
Escopo
39
Gerência de
Escopo
 1 Projeto Computador
1.1 Documentação
1.2 Computador Pessoal
1.2.1 Estrutura
1.2.2 Placa-Mãe
1.2.3 Disco Rígido
1.2.4 Fonte
1.2.5 Montagem
1.3 Teste Sistema
1.4 Sistema Operacional
1.5 Gerenciamento do
Projeto
40
 O detalhamento das informações do
dicionário da EAP é feito atualmente dentro
da ferramenta onde a EAP é construída
Gerência de
Escopo
 Decomposição
◦ Subdivisão o trabalho do projeto em partes menores e mais
facilmente gerenciáveis, em que cada nível descendente da
EAP representa uma definição cada vez mais detalhada do
trabalho do projeto
 A decomposição do trabalho total do projeto
normalmente envolve as seguintes atividades:
◦ Identificação das entregas e do trabalho relacionado
◦ Decomposição dos níveis mais altos da EAP em
componentes detalhados de nível mais baixo
◦ Verificar se o grau de decomposição do trabalho é
necessário e suficiente
41
Gerência de
Escopo
 Colocar no 1º nível o nome do projeto
 Acrescentar no 2º nível o pacote de GP
 No 2º nível as fases do projeto (principais entregas
do projeto)
42
Gerência de
Escopo
 Acrescentar no segundo nível, ao final, uma entrega
denominada Fechamento do Projeto
 Acrescentar as entregas (produtos) e subprodutos (entregas
parciais)
43
Gerência de
Escopo
 Decompor as entregas parciais até um nível de detalhe que
viabilize o planejamento e controle em termos de tempo,
custo, qualidade, risco, atribuição de responsabilidades
44
Gerência de
Escopo
45
46
Gerência de
Escopo
47
48
49
50
51
 Especificar as atividades necessárias para a
produzir as entregas do projeto definidos na
EAP
 Nestas atividades ocorrem a execução do
projeto
 As entregas são decompostas em
componentes menores, chamados de
atividades do cronograma
52
Gerência de
Tempo
 Decomposição
◦ Define as saídas finais como atividades do
cronograma em vez de entregas
◦ Essa definição da atividade é freqüentemente
realizada pelos membros da equipe do projeto
responsáveis pelas entregas
 Modelos de cronograma
◦ Uma lista de atividades padrão ou uma parte de
uma lista de atividades de um projeto anterior
são freqüentemente usadas como um modelo
53
Gerência de
Tempo
 Lista de atividades
◦ Inclui todas as atividades do cronograma
planejadas para serem realizadas no projeto
◦ As atividades do cronograma são componentes
distintos do cronograma do projeto, mas não são
componentes da EAP.
 Lista de marcos
54
Gerência de
Tempo
55
56
 Envolve a identificação e documentação dos
relacionamentos lógicos entre as atividades
do cronograma
 Determina o processo de execução do projeto
 É a base para o cálculo de cronogramas para
software de gerenciamento de projetos
57
Gerência de
Tempo
 Determinação da dependência
◦ Determina as dependências obrigatórias,
arbitradas e externas
 Aplicação de antecipações e atrasos
◦ Determinação de antecipações (inicio da construção
das paredes antes do termino completo da
fundação) ou atrasos (atraso referente ao período
de cura do concreto) em atividades sucessoras
58
Gerência de
Tempo
59
Gerência de
Tempo
 Envolve determinar:
◦ os recursos (pessoas, equipamentos ou material)
◦ as quantidades de cada recurso que serão usados
◦ quando cada recurso estará disponível para realizar
as atividades do projeto
 É estreitamente coordenado com o processo
Estimativa de custos
60
Gerência de
Tempo
 Análise de alternativas
◦ Analise de métodos alternativos como de acordo
com a capacidade ou habilidades de recursos,
tipos ou tamanhos diferentes de máquinas,
ferramentas diferentes
 Dados publicados para auxílio a estimativas
◦ Diversas empresas publicam rotineiramente os
valores de produção e os custos unitários
61
Gerência de
Tempo
62
Gerência de
Tempo
 Define o período aproximado de trabalho para
completar as atividades de acordo com os
recursos estimados
 Usa as informações sobre:
◦ Escopo de trabalho da atividade do cronograma
◦ Tipos de recursos necessários
◦ Estimativas das quantidades de recursos
◦ Calendários de recursos com as disponibilidades de
recursos
63
Gerência de
Tempo
 Estimativa análoga
◦ Uso da duração real de uma atividade anterior
semelhante do cronograma como base para a
estimativa da duração de uma atividade futura
 Estimativa paramétrica
◦ A estimativa da base das durações das atividades
pode ser determinada quantitativamente
multiplicando a quantidade de trabalho a ser
realizado pelo valor da produtividade
 Estimativas de três pontos
◦ Determinar 3 tipos de estimativas Mais provável,
Otimista, Pessimista e tirar uma média das três
64
Gerência de
Tempo
65
Gerência de
Tempo
 É o processo de analisar as seqüências e
durações das atividades, recursos e
restrições de cronograma
 Determina as datas de início e término
planejadas das atividades do projeto
66
Gerência de
Tempo
 Pode exigir que as estimativas de duração e as
estimativas de recursos sejam reexaminadas e
revisadas para criar um cronograma do projeto
aprovado
 O desenvolvimento do cronograma continua
durante todo o projeto conforme o trabalho se
desenvolve
67
Gerência de
Tempo
 Método do caminho crítico
◦ Calcula as datas teóricas de início e término mais
cedo, e de início e término mais tarde
◦ Determina o conjunto de atividades que não
podem atrasar, pois o seu caminho é o mais
longo dentro do projeto
 Nivelamento de recursos
◦ Nivela as datas do cronograma com as
disponibilidades dos recursos
68
Gerência de
Tempo
 Ajuste de antecipações e atrasos
 Compressão do cronograma
◦ Compressão e paralelismo
 Modelo de cronograma
69
Gerência de
Tempo
 Cronograma do projeto
◦ Definição das datas de início e fim planejadas
para cada atividade
◦ Pode ser apresentando graficamente:
 Gráfico de marcos
 Gráfico de barras
 Diagrama de redes de cronograma (com duração e
datas)
70
Gerência de
Tempo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®
Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®
Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®
Synergia - Engenharia de Software e Sistemas
 
Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de ProjetosGerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos
Marcos Abreu
 
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOKGerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Claudio Barbosa
 
PMBOK
PMBOKPMBOK
Gestão de Projetos - Prof. João Frederico Gonzales
Gestão de Projetos - Prof. João Frederico GonzalesGestão de Projetos - Prof. João Frederico Gonzales
Gestão de Projetos - Prof. João Frederico Gonzales
Marcus Vinícius Godinho, MBA BPM
 
Metodologia de gestão de projectos
Metodologia de gestão de projectosMetodologia de gestão de projectos
Metodologia de gestão de projectos
Jorge Borges
 
Fases de projeto segundo pmbok
Fases de projeto segundo pmbokFases de projeto segundo pmbok
Fases de projeto segundo pmbok
Carlos Binati
 
PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)
PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)
PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)
André Franciscato Paggi
 
Melhores práticas em gerenciamento de projetos
Melhores práticas em gerenciamento de projetosMelhores práticas em gerenciamento de projetos
Melhores práticas em gerenciamento de projetos
Elderclei Reami
 
Gestão de Projectos
Gestão de ProjectosGestão de Projectos
Gestão de Projectos
saldanha.mjoao
 
Gestão de projetos com PMBoK
Gestão de projetos com PMBoKGestão de projetos com PMBoK
Gestão de projetos com PMBoK
Leonardo Soares
 
Conceitos e evolução de Gestão de Projetos
Conceitos e evolução de Gestão de ProjetosConceitos e evolução de Gestão de Projetos
Conceitos e evolução de Gestão de Projetos
Antonio Marcos Montai Messias
 
Aula 2 - Gestão de Projetos
Aula 2 - Gestão de ProjetosAula 2 - Gestão de Projetos
Aula 2 - Gestão de Projetos
Fernando Dantas
 
Gestão de projetos
Gestão de projetosGestão de projetos
Gestão de projetos
Paulo Sobrinho
 
Aula05 - Metodologias Ágeis
Aula05 - Metodologias ÁgeisAula05 - Metodologias Ágeis
Aula05 - Metodologias Ágeis
Daniela Brauner
 
O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]
O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]
O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]
Márcio Pires
 
Gestão de projetos
Gestão de projetosGestão de projetos
Gestão de projetos
Clayton Oliveira
 
Fundamentos do gerenciamentode projetos pmbok v4
Fundamentos do gerenciamentode projetos pmbok v4Fundamentos do gerenciamentode projetos pmbok v4
Fundamentos do gerenciamentode projetos pmbok v4
Eduardo Negri de Farias
 
Apostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
Apostila Fundamentos do Gerenciamento de ProjetosApostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
Apostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
Léo De Melo
 
Material de Estudo - DPRJ
Material de Estudo - DPRJMaterial de Estudo - DPRJ
Material de Estudo - DPRJ
Gabriela Almeida
 

Mais procurados (20)

Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®
Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®
Introdução a gerenciamento de projetos e PMBoK®
 
Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de ProjetosGerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos
 
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOKGerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
Gerenciamento de Projetos - Disciplinas PMBOK
 
PMBOK
PMBOKPMBOK
PMBOK
 
Gestão de Projetos - Prof. João Frederico Gonzales
Gestão de Projetos - Prof. João Frederico GonzalesGestão de Projetos - Prof. João Frederico Gonzales
Gestão de Projetos - Prof. João Frederico Gonzales
 
Metodologia de gestão de projectos
Metodologia de gestão de projectosMetodologia de gestão de projectos
Metodologia de gestão de projectos
 
Fases de projeto segundo pmbok
Fases de projeto segundo pmbokFases de projeto segundo pmbok
Fases de projeto segundo pmbok
 
PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)
PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)
PMI / PMBOK - Gerencia de Projetos (PT-BR)
 
Melhores práticas em gerenciamento de projetos
Melhores práticas em gerenciamento de projetosMelhores práticas em gerenciamento de projetos
Melhores práticas em gerenciamento de projetos
 
Gestão de Projectos
Gestão de ProjectosGestão de Projectos
Gestão de Projectos
 
Gestão de projetos com PMBoK
Gestão de projetos com PMBoKGestão de projetos com PMBoK
Gestão de projetos com PMBoK
 
Conceitos e evolução de Gestão de Projetos
Conceitos e evolução de Gestão de ProjetosConceitos e evolução de Gestão de Projetos
Conceitos e evolução de Gestão de Projetos
 
Aula 2 - Gestão de Projetos
Aula 2 - Gestão de ProjetosAula 2 - Gestão de Projetos
Aula 2 - Gestão de Projetos
 
Gestão de projetos
Gestão de projetosGestão de projetos
Gestão de projetos
 
Aula05 - Metodologias Ágeis
Aula05 - Metodologias ÁgeisAula05 - Metodologias Ágeis
Aula05 - Metodologias Ágeis
 
O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]
O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]
O Modelo De Gestao De Projectos [Guardado Automaticamente]
 
Gestão de projetos
Gestão de projetosGestão de projetos
Gestão de projetos
 
Fundamentos do gerenciamentode projetos pmbok v4
Fundamentos do gerenciamentode projetos pmbok v4Fundamentos do gerenciamentode projetos pmbok v4
Fundamentos do gerenciamentode projetos pmbok v4
 
Apostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
Apostila Fundamentos do Gerenciamento de ProjetosApostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
Apostila Fundamentos do Gerenciamento de Projetos
 
Material de Estudo - DPRJ
Material de Estudo - DPRJMaterial de Estudo - DPRJ
Material de Estudo - DPRJ
 

Semelhante a Treinamento de Introdução ao Gerenciamento de Projetos

Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOKAula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Daniela Brauner
 
Treinamento em gestão de projetos
Treinamento em gestão de projetosTreinamento em gestão de projetos
PMO - Project Management Office
PMO - Project Management OfficePMO - Project Management Office
PMO - Project Management Office
Aragon Vieira
 
335338058-Protocolo-e-Gestao-de-Eventos-pdf.pdf
335338058-Protocolo-e-Gestao-de-Eventos-pdf.pdf335338058-Protocolo-e-Gestao-de-Eventos-pdf.pdf
335338058-Protocolo-e-Gestao-de-Eventos-pdf.pdf
ssuserb259f3
 
PMO Milano
PMO MilanoPMO Milano
PMO Milano
daniel4613
 
Overview gerenciamento de projetos
Overview gerenciamento de projetosOverview gerenciamento de projetos
Overview gerenciamento de projetos
Stefanie Martins
 
PRINCE2
PRINCE2PRINCE2
PRINCE2
Capgemini
 
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de ProjetosGerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
CEULJI/ULBRA Centro Universitário Luterano de Ji-Paraná
 
Disciplina Elaboração e Análise de Projetos
Disciplina Elaboração e Análise de ProjetosDisciplina Elaboração e Análise de Projetos
Disciplina Elaboração e Análise de Projetos
Ticiana Correia
 
Gerência de Projetos
Gerência de ProjetosGerência de Projetos
Gerência de Projetos
Agência ebrand
 
Gestao de escopo_v4.1
Gestao de escopo_v4.1Gestao de escopo_v4.1
Gestao de escopo_v4.1
Nicholas Uchoa
 
Gestao Projetos - Aula 02
Gestao Projetos - Aula 02Gestao Projetos - Aula 02
Gestao Projetos - Aula 02
Robson Silva Espig
 
Pp1 f8 02 - projeto de produtos, serviços e processos
Pp1 f8   02 - projeto de produtos, serviços e processosPp1 f8   02 - projeto de produtos, serviços e processos
Pp1 f8 02 - projeto de produtos, serviços e processos
Luciana C. L. Silva
 
Gerenciamento de projetos #1
Gerenciamento de projetos   #1Gerenciamento de projetos   #1
Gerenciamento de projetos #1
Claudio Barbosa
 
Fundamentos Gestão de Escopo e Qualidade
Fundamentos Gestão de Escopo e QualidadeFundamentos Gestão de Escopo e Qualidade
Fundamentos Gestão de Escopo e Qualidade
Kleitor Franklint Correa Araujo
 
Administração de Projetos Ciclo de Vida, Processos e Areas de Conhecimento -...
Administração de Projetos  Ciclo de Vida, Processos e Areas de Conhecimento -...Administração de Projetos  Ciclo de Vida, Processos e Areas de Conhecimento -...
Administração de Projetos Ciclo de Vida, Processos e Areas de Conhecimento -...
Ueliton da Costa Leonidio
 
Gestao de projetos (1)
Gestao de projetos (1)Gestao de projetos (1)
Gestao de projetos (1)
Deisi Motter
 
Gestão e gerência de projetos 2010
Gestão e gerência de projetos   2010Gestão e gerência de projetos   2010
Gestão e gerência de projetos 2010
Gilda Almeida Sandes
 
Processos gerenciamento de projetos
Processos gerenciamento de projetosProcessos gerenciamento de projetos
Processos gerenciamento de projetos
Prycyllam01
 
Gestão e gerência de projetos 2010
Gestão e gerência de projetos   2010Gestão e gerência de projetos   2010
Gestão e gerência de projetos 2010
Gilda Almeida Sandes
 

Semelhante a Treinamento de Introdução ao Gerenciamento de Projetos (20)

Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOKAula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
Aula01 Gerência de Projetos - Conceitos e áreas de conhecimento do PMBOK
 
Treinamento em gestão de projetos
Treinamento em gestão de projetosTreinamento em gestão de projetos
Treinamento em gestão de projetos
 
PMO - Project Management Office
PMO - Project Management OfficePMO - Project Management Office
PMO - Project Management Office
 
335338058-Protocolo-e-Gestao-de-Eventos-pdf.pdf
335338058-Protocolo-e-Gestao-de-Eventos-pdf.pdf335338058-Protocolo-e-Gestao-de-Eventos-pdf.pdf
335338058-Protocolo-e-Gestao-de-Eventos-pdf.pdf
 
PMO Milano
PMO MilanoPMO Milano
PMO Milano
 
Overview gerenciamento de projetos
Overview gerenciamento de projetosOverview gerenciamento de projetos
Overview gerenciamento de projetos
 
PRINCE2
PRINCE2PRINCE2
PRINCE2
 
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de ProjetosGerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
Gerenciamento de Projetos - Aula01 - Uma Introdução ao Gerenciamento de Projetos
 
Disciplina Elaboração e Análise de Projetos
Disciplina Elaboração e Análise de ProjetosDisciplina Elaboração e Análise de Projetos
Disciplina Elaboração e Análise de Projetos
 
Gerência de Projetos
Gerência de ProjetosGerência de Projetos
Gerência de Projetos
 
Gestao de escopo_v4.1
Gestao de escopo_v4.1Gestao de escopo_v4.1
Gestao de escopo_v4.1
 
Gestao Projetos - Aula 02
Gestao Projetos - Aula 02Gestao Projetos - Aula 02
Gestao Projetos - Aula 02
 
Pp1 f8 02 - projeto de produtos, serviços e processos
Pp1 f8   02 - projeto de produtos, serviços e processosPp1 f8   02 - projeto de produtos, serviços e processos
Pp1 f8 02 - projeto de produtos, serviços e processos
 
Gerenciamento de projetos #1
Gerenciamento de projetos   #1Gerenciamento de projetos   #1
Gerenciamento de projetos #1
 
Fundamentos Gestão de Escopo e Qualidade
Fundamentos Gestão de Escopo e QualidadeFundamentos Gestão de Escopo e Qualidade
Fundamentos Gestão de Escopo e Qualidade
 
Administração de Projetos Ciclo de Vida, Processos e Areas de Conhecimento -...
Administração de Projetos  Ciclo de Vida, Processos e Areas de Conhecimento -...Administração de Projetos  Ciclo de Vida, Processos e Areas de Conhecimento -...
Administração de Projetos Ciclo de Vida, Processos e Areas de Conhecimento -...
 
Gestao de projetos (1)
Gestao de projetos (1)Gestao de projetos (1)
Gestao de projetos (1)
 
Gestão e gerência de projetos 2010
Gestão e gerência de projetos   2010Gestão e gerência de projetos   2010
Gestão e gerência de projetos 2010
 
Processos gerenciamento de projetos
Processos gerenciamento de projetosProcessos gerenciamento de projetos
Processos gerenciamento de projetos
 
Gestão e gerência de projetos 2010
Gestão e gerência de projetos   2010Gestão e gerência de projetos   2010
Gestão e gerência de projetos 2010
 

Treinamento de Introdução ao Gerenciamento de Projetos

  • 2. Empreendimento temporário, planejado, controlado e executado por pessoas e com restrições de tempo, custo, recursos e qualidade Empreendimento temporário, planejado, controlado e executado por pessoas e com restrições de tempo, custo, recursos e qualidade Desenvolvido em etapas, caracterizado por uma seqüência clara e lógica de eventos Desenvolvido em etapas, caracterizado por uma seqüência clara e lógica de eventos Cria produtos, serviços ou resultados únicosCria produtos, serviços ou resultados únicos 2
  • 3.  Conjunto de técnicas, conhecimento, habilidades, ferramentas aplicadas às atividades do projeto  O objetivo é garantir que: ◦ Os requisitos estabelecidos serão atendidos ◦ As necessidades e as expectativas do cliente sejam satisfeitas  O PMBoK aborta as atividades de gerenciamento de projetos em processos 3
  • 4.  Organizações possuem: ◦ alto investimento em projetos ◦ crescimento no número de projetos  Grande parte destes projetos fracassam devido a ausência ou à precariedade do gerenciamento dos mesmos 4
  • 5.  Entrega dentro do prazo e custos previstos  Necessidades e expectativas dos patrocinadores atendidas  Qualidade no serviço prestado e no produto do projeto 5
  • 6. 6
  • 7. PMBoK reúne os processos de gerenciamento de projetos em 5 categorias de acordo com o seu momento dentro do projeto
  • 8.  Iniciação ◦ Processos que instauram o projeto com a designação de um Gerente e a autorização formal para o início do projeto  Planejamento ◦ Processos de definição e refinamento do escopo, custos e ações do projeto, a partir de coletas de informações com várias fontes (especialistas, históricos, projetos anteriores, lições aprendidas) ◦ Defininem do como se executará o projeto 8
  • 9.  Execução ◦ Processos que realizam a transformação do planejado em realidade com o envolvimento da maioria dos recursos na execução das atividades do projeto ◦ O andamento das atividades podem demandar replanejamentos durante a execução das atividades.  Monitoramento e Controle ◦ Processos de controle das atividades, custos e da equipe através do acompanhamento do estado atual do projeto com o planejado, visando a conclusão do escopo 9
  • 10.  Encerramento ◦ Processos de finalização formal do projeto com as entregas finais, aceite do produto, coleta de lições aprendidas e armazenamento de informações produzidas nos projetos 10
  • 13.  Busca garantir que as várias áreas de gerenciamento de projetos trabalhem juntas, proporcionando a integração e unificação dos diversos processos e atividades de gerenciamento  Seus processos iniciam, planejam, acompanham a execução e encerram os projetos 13
  • 14.  Gerenciamento do escopo ◦ Processos exigidos para assegurar que o projeto inclua todo o trabalho para completar o projeto, observando o trabalho não incluído  Gerenciamento do Tempo ◦ Processos necessários para o realizar o termino do projeto no prazo ◦ Características  Obrigatório na Gerência de Projetos  Área mais visível  Gerenciada com software 14
  • 15.  Gerenciamento do custos ◦ Processos envolvidos em planejamento, estimativa, orçamentação e controle de custos, de modo que seja possível terminar o projeto dentro do orçamento aprovado  Gerenciamento de Qualidade ◦ Atividades que determinam as responsabilidades, os objetivos e as políticas de qualidade, de modo que o projeto atenda aos objetivos do projeto com qualidade 15
  • 16.  Gerenciamento de recursos humanos ◦ Inclui os processos que organizam e gerenciam a equipe do projeto ◦ A equipe do projeto é composta de pessoas com funções e responsabilidades atribuídas para o término do projeto  Gerenciamento de Comunicações ◦ Processos necessários para garantir a geração, coleta, distribuição, armazenamento e recuperação das informações sobre o projeto 16
  • 17.  Gerenciamento de riscos ◦ Processos que tratam da identificação, análise, respostas, monitoramento e controle dos riscos em um projeto  Gerenciamento de aquisições ◦ Processos para controle de compras, aquisições de produtos, serviços, contratos ou necessidades de fora do projeto que permitam o cumprimento dos objetivos 17 Risco do projeto é um evento ou condição incerta que, se ocorrer, terá um efeito positivo ou negativo sobre pelo menos um objetivo do projeto, como tempo, custo, escopo ou qualidade
  • 18. 18
  • 19.  São indivíduos, grupos de indivíduos ou organizações que podem influenciar de maneira positiva ou negativa o projeto.  Ex: patrocinador, gerente de projeto, empresa executora, alunos em um curso, alunos de uma escola, moradores. 19
  • 20.  Escopo do projeto: todo o trabalho que deve ser realizado para que seja entregue o produto final do projeto  Produto: conjunto de especificações que detalham as características e funções que o produto final deve possuir 20
  • 21.  Prédio Residencial ◦ Escopo Projeto:  Licenciamento, Projetos (Conceitual, Básico, Detalhado), Fundação, Estrutura, Acabamento, etc.  Ferramentas de gerenciamento: cronogramas, plano do projeto, relatórios de desempenho, etc. ◦ Produto  Prédio com 4 pavimentos, apartamentos com 150 m², com acabamento padrão A, piso em porcelanato, paredes revestidas, etc. 21
  • 22.  É a ferramenta que organiza e define o escopo total do projeto  Decomposição hierárquica do trabalho a ser executado pela equipe do projeto, para atingir os objetivos do projeto 22
  • 23.  Subdivide o trabalho do projeto em partes menores e mais facilmente gerenciáveis, em que cada nível descendente da EAP representa uma definição cada vez mais detalhada do trabalho do projeto.  É o coração de todo o esforço de planejamento do Projeto 23
  • 24.  Exemplo de EAP de um prédio residencial, com o detalhamento do trabalho a ser feito, o produto, subprodutos e o gerenciamento do projeto. 24
  • 25.  Apoio do especialista ◦ Fornece o conhecimento para a organização do escopo do projeto e do produto.  Sistema de Informação para o gerenciamento de projetos ◦ Auxilia o Controle do Tempo ◦ Controle de Comunicação ◦ Verificação de Performance ◦ Controle das entregas 25
  • 26.  Metodologia de Gerenciamento de Projetos ◦ Conjunto de técnicas e ferramentas, fornecendo um passo a passo e um conjunto de modelos de documento para a execução do gerenciamento de projetos. ◦ Deve ser estruturada de acordo com a necessidade da organização  Controle Integrado de Mudanças ◦ Controle para que as mudanças no projeto o afetem de forma balanceada todas as áreas ◦ Mudanças podem influenciar nos escopo, qualidade, custo, cronograma ou recursos, daí a grande importância deste controle 26
  • 27. Iniciação •Desenvolver o termo de abertura do projeto •Identificar as partes interessadas 27
  • 28.  Processo de autorização formal de um novo projeto ou da continuação de um projeto já existente para uma nova fase;  Tem um importante papel de divulgação do projeto e contém a primeira idéia do escopo do projeto.  O termo de abertura do projeto é o documento que autoriza formalmente um projeto Gerência de Integração
  • 29.  Partes interessadas - Envolvidos ◦ Clientes, patrocinadores, a organização e o público envolvido no projeto  Identifica todas as pessoas ou organizações impactadas pelo projeto, seus interesses, envolvimento e impactos em caso do sucesso do projeto  É crítico para o sucesso do projeto identificar os stakeholders no início do projeto 29 Gerência da Comunicação
  • 30.  Planilha de envolvidos ◦ Identificação ◦ Avaliação (interesse, expectativa, influência, período de maior interesse) ◦ Classificação 30 Gerência da Comunicação
  • 31. 31 Planejamento •Coletar Requisitos •Definir o escopo •Criar EAP •Definir atividades •Seqüenciar atividades •Estimar recursos da atividade •Estimar duração da atividade •Desenvolver do cronograma •Estimar custos •Determinar o orçamento •Planejar a qualidade •Desenvolver plano de recursos humanos •Planejar comunicações •Planejar aquisições •Planejar o gerenciamento de riscos •Identificar riscos •Realizar análise qualitativa de riscos •Realizar análise quantitativa de riscos •Planejar de respostas a riscos •Desenvolver o plano de gerenciamento do projeto
  • 32.  Definição e documentação das necessidades e expectativas dos envolvidos para o alcance dos objetivos  Requisitos são a base para a construção da EAP e definição dos custos, cronograma e qualidade dos projetos  Servirá como base para a montagem da Declaração de Escopo 32 Gerência de Escopo
  • 33.  Entrevistas ◦ Entrevistas individuais utilizando perguntas previamente estipuladas  Grupos ◦ O mesmo das entrevistas realizado em grupos  Workshops ◦ Rodadas de discussões organizadas por grupos funcionais  Questionários ◦ Utilizados quando se tem um grande número de envolvidos ou necessita-se de estatísticas 33 Gerência de Escopo
  • 34.  A definição de escopo é desenvolvida a partir das principais entregas, premissas e restrições  O escopo do projeto é definido e detalhado a medida que se tenha mais conhecimento sobre o projeto 34 Gerência de Escopo
  • 35.  Análise e definição de entregas ◦ Transformação dos objetivos do projeto em requisitos e entregas tangíveis  Identificação de alternativas ◦ Busca por diferentes abordagens para executar e realizar o trabalho do projeto ◦ Uma das formas de aplicação é o Brainstorming 35 Gerência de Escopo
  • 36.  Descreve, em detalhes, as entregas do projeto e o trabalho necessário para criar essas entregas  Fornece um entendimento comum do escopo do projeto a todas os envolvidos e descreve os principais objetivos do projeto  Permite que a equipe do projeto realize um planejamento mais detalhado, orienta o trabalho da equipe do projeto durante a execução 36 Gerência de Escopo
  • 37.  Este processo busca a subdivisão das principais entregas do projeto e do trabalho do projeto em componentes menores e mais facilmente gerenciáveis.  O produto é a EAP que é composta por entregas ou produtos  Decomposição hierárquica orientada à entrega do trabalho a ser executado 37 Gerência de Escopo
  • 38.  É qualquer saída (bem ou serviço), tangível e verificável, que deve ser produzido obrigatoriamente para conclusão do projeto ou de parte dele.  Ex: Manual do sistema, Documentação, Projeto Básico, Servidor, etc. 38 Gerência de Escopo
  • 39. 39 Gerência de Escopo  1 Projeto Computador 1.1 Documentação 1.2 Computador Pessoal 1.2.1 Estrutura 1.2.2 Placa-Mãe 1.2.3 Disco Rígido 1.2.4 Fonte 1.2.5 Montagem 1.3 Teste Sistema 1.4 Sistema Operacional 1.5 Gerenciamento do Projeto
  • 40. 40  O detalhamento das informações do dicionário da EAP é feito atualmente dentro da ferramenta onde a EAP é construída Gerência de Escopo
  • 41.  Decomposição ◦ Subdivisão o trabalho do projeto em partes menores e mais facilmente gerenciáveis, em que cada nível descendente da EAP representa uma definição cada vez mais detalhada do trabalho do projeto  A decomposição do trabalho total do projeto normalmente envolve as seguintes atividades: ◦ Identificação das entregas e do trabalho relacionado ◦ Decomposição dos níveis mais altos da EAP em componentes detalhados de nível mais baixo ◦ Verificar se o grau de decomposição do trabalho é necessário e suficiente 41 Gerência de Escopo
  • 42.  Colocar no 1º nível o nome do projeto  Acrescentar no 2º nível o pacote de GP  No 2º nível as fases do projeto (principais entregas do projeto) 42 Gerência de Escopo
  • 43.  Acrescentar no segundo nível, ao final, uma entrega denominada Fechamento do Projeto  Acrescentar as entregas (produtos) e subprodutos (entregas parciais) 43 Gerência de Escopo
  • 44.  Decompor as entregas parciais até um nível de detalhe que viabilize o planejamento e controle em termos de tempo, custo, qualidade, risco, atribuição de responsabilidades 44 Gerência de Escopo
  • 45. 45
  • 47. 47
  • 48. 48
  • 49. 49
  • 50. 50
  • 51. 51
  • 52.  Especificar as atividades necessárias para a produzir as entregas do projeto definidos na EAP  Nestas atividades ocorrem a execução do projeto  As entregas são decompostas em componentes menores, chamados de atividades do cronograma 52 Gerência de Tempo
  • 53.  Decomposição ◦ Define as saídas finais como atividades do cronograma em vez de entregas ◦ Essa definição da atividade é freqüentemente realizada pelos membros da equipe do projeto responsáveis pelas entregas  Modelos de cronograma ◦ Uma lista de atividades padrão ou uma parte de uma lista de atividades de um projeto anterior são freqüentemente usadas como um modelo 53 Gerência de Tempo
  • 54.  Lista de atividades ◦ Inclui todas as atividades do cronograma planejadas para serem realizadas no projeto ◦ As atividades do cronograma são componentes distintos do cronograma do projeto, mas não são componentes da EAP.  Lista de marcos 54 Gerência de Tempo
  • 55. 55
  • 56. 56
  • 57.  Envolve a identificação e documentação dos relacionamentos lógicos entre as atividades do cronograma  Determina o processo de execução do projeto  É a base para o cálculo de cronogramas para software de gerenciamento de projetos 57 Gerência de Tempo
  • 58.  Determinação da dependência ◦ Determina as dependências obrigatórias, arbitradas e externas  Aplicação de antecipações e atrasos ◦ Determinação de antecipações (inicio da construção das paredes antes do termino completo da fundação) ou atrasos (atraso referente ao período de cura do concreto) em atividades sucessoras 58 Gerência de Tempo
  • 60.  Envolve determinar: ◦ os recursos (pessoas, equipamentos ou material) ◦ as quantidades de cada recurso que serão usados ◦ quando cada recurso estará disponível para realizar as atividades do projeto  É estreitamente coordenado com o processo Estimativa de custos 60 Gerência de Tempo
  • 61.  Análise de alternativas ◦ Analise de métodos alternativos como de acordo com a capacidade ou habilidades de recursos, tipos ou tamanhos diferentes de máquinas, ferramentas diferentes  Dados publicados para auxílio a estimativas ◦ Diversas empresas publicam rotineiramente os valores de produção e os custos unitários 61 Gerência de Tempo
  • 63.  Define o período aproximado de trabalho para completar as atividades de acordo com os recursos estimados  Usa as informações sobre: ◦ Escopo de trabalho da atividade do cronograma ◦ Tipos de recursos necessários ◦ Estimativas das quantidades de recursos ◦ Calendários de recursos com as disponibilidades de recursos 63 Gerência de Tempo
  • 64.  Estimativa análoga ◦ Uso da duração real de uma atividade anterior semelhante do cronograma como base para a estimativa da duração de uma atividade futura  Estimativa paramétrica ◦ A estimativa da base das durações das atividades pode ser determinada quantitativamente multiplicando a quantidade de trabalho a ser realizado pelo valor da produtividade  Estimativas de três pontos ◦ Determinar 3 tipos de estimativas Mais provável, Otimista, Pessimista e tirar uma média das três 64 Gerência de Tempo
  • 66.  É o processo de analisar as seqüências e durações das atividades, recursos e restrições de cronograma  Determina as datas de início e término planejadas das atividades do projeto 66 Gerência de Tempo
  • 67.  Pode exigir que as estimativas de duração e as estimativas de recursos sejam reexaminadas e revisadas para criar um cronograma do projeto aprovado  O desenvolvimento do cronograma continua durante todo o projeto conforme o trabalho se desenvolve 67 Gerência de Tempo
  • 68.  Método do caminho crítico ◦ Calcula as datas teóricas de início e término mais cedo, e de início e término mais tarde ◦ Determina o conjunto de atividades que não podem atrasar, pois o seu caminho é o mais longo dentro do projeto  Nivelamento de recursos ◦ Nivela as datas do cronograma com as disponibilidades dos recursos 68 Gerência de Tempo
  • 69.  Ajuste de antecipações e atrasos  Compressão do cronograma ◦ Compressão e paralelismo  Modelo de cronograma 69 Gerência de Tempo
  • 70.  Cronograma do projeto ◦ Definição das datas de início e fim planejadas para cada atividade ◦ Pode ser apresentando graficamente:  Gráfico de marcos  Gráfico de barras  Diagrama de redes de cronograma (com duração e datas) 70 Gerência de Tempo