SlideShare uma empresa Scribd logo
O professor de filosofia: limites
  e possibilidades – dinâmica e
  problematização do ensino -
         aprendizagem
Universidade Federal de Roraima – UFRR
          Centro de Educação – CEDUC
               Curso de Pedagogia



Acadêmicos: Alcir José de Souza Pereira
            Ana Lúcia Silva Ponte
            Giselle Vieira de Oliveira
            Gleicyane Sousa Silva
            Jordânia Sousa da Silva
            Maria Gilmar Lima Pereira
             Rejane Quaresma Neves

                               Professora: Gisele
Três pontos elementares no ensino
            de filosofia

A questão do ensino de filosofia incide sobre
três pontos elementares: o objetivo e o teor
do ensino-aprendizagem de filosofia, a
quem este é dirigido e quem o protagoniza,
no caso, o professor de filosofia.
Ponto de partida
É caracterizar os envolvidos diretos na educação

quando estes estão na sala de aula. Presume-se,

seguindo a perspectiva do pensamento pedagógico

de Libâneo (1985, p. 95), “a interligação que há no

ato pedagógico entre três componentes: um

agente, uma mensagem transmitida, um

educando”.
Gestação do novo e a ruptura com o
              velho
Interpretar os fenômenos humanos não deixa de ser
uma compreensão dos fatos como também das
possibilidades que se abrem no horizonte da ação
humana.
A educação não é a simples transmissão da herança
dos antepassados para as novas gerações, mas o
processo pelo qual se torna possível a gestação do
novo e a ruptura com o velho. (Aranha, 2007, p. 31).
Ensino filosófico como vetor de
               reflexão
O perfil do professor, as possibilidades e o „como‟

ensinar filosofia e o próprio ensino filosófico como

vetor de reflexão são, por si mesmo, elementos

cuja fundamentação deve ser sempre pensada

tendo em vista a quem está sendo dirigido.
Quem é o professor de filosofia? A sua
    identidade na tensão limites-
           possibilidades
Ao se tomar como referência o professor, a

pergunta feita busca identificar os elementos que

por si só sejam capazes de especificá-lo. Por

exemplo: a pessoa do professor deve ser a de alguém

que compreende o potencial transformador da educação

de tal forma que assumiu a docência como habilidade

profissional. Ele não é um vendedor de sonhos, é um

agente transformador da história, pessoal e coletiva.
Professor sabe e faz tudo

A figura de uma pessoa que condensa em si o saber,

que determina os livros a serem estudados e as

avaliações e, daí, todos os critérios de aprovação,

ainda povoa, em muito, o imaginário dos alunos

acerca do perfil do professor. Esse perfil pode ser

sintetizado na imagem do professor sabe e faz tudo.
Bem formado e preparado na sua
              área
Ser o professor aquele que assumiu a docência

como sua profissão é, portanto, imprescindível que

ele seja bem formado e preparado para melhor

introduzir os alunos no universo de sua área de

conhecimento, tanto quanto ele viabiliza o

desenvolvimento da cultura como um todo.
Compreensão da realidade e
    construção de conhecimentos
A Filosofia é a motivação inquietante de procurar
compreender a realidade, que toma de assalto o
filósofo, motivando-o a pensar sobre si mesmo e a
realidade que o toca, estabelecendo um contato de
construção de conhecimentos (1) entre ele e os
outros seres humanos; (2) ele e o ambiente; e (3)
entre ele e as inquietações mais profundas sobre

as quais o homem há muito se debruça.
Theodor Adorno (1995, p. 53)

“A filosofia só faz jus a si mesma quando é mais do
que uma disciplina específica”. Sua postura é em

desprezo aos profissionais, alguns da filosofia, que

consideram a sua área como o centro do mundo,

esquecendo-se de refletir os problemas atuais com

base na reflexão filosófica.
As possibilidades nas quais se
           pode ensinar Filosofia
Essas possibilidades, referem-se à busca do desenvolvimento

de uma metodologia que viabilize a apreensão do sentido das

aulas como, para os alunos, a construção de um sentido para o

estudo filosófico no contexto de uma cultura educacional

prático finalista, que no estágio final do ensino médio submete

alunos ao vestibular. A perspectiva adotada não quer restringir

se, ao final do processo, somente ao espaço da sala de aula. O

que se espera é a perpetuação da reflexão filosófica nos vários

imprevistos da vida.
Pontos de vista sobre o que é a filosofia

O modo de interpretar o que é a filosofia nos oferece

vários pontos de vista sobre esse campo do saber.

Quando a ela se atribui uma ensinabilidade, isso quer

dizer que a filosofia é uma disciplina que didaticamente

se situa no conjunto da sala de aula por ser possível de

ser ensinada e, à sua presença no currículo escolar,

corresponde uma perspectiva formadora de consciência

reflexiva acerca do fenômeno humano no espaço das

ciências, como também dos „problemas‟ humanos.
Ensino de filosofia

O ensino de filosofia é uma atitude formadora de

conceitos. Deve privilegiar a espontaneidade do

pensamento na busca, que deve ser uma

fundamentação, das razões sobre as afirmações

que são feitas em torno do espaço humano de

onde ela surge.
Lugar de experiência filosófica

“As aulas de filosofia como lugar de experiência
filosófica são um lugar de estudo e produção filosóficos”
(ASPIS, 2004, p. 315). O professor de filosofia é o
provocador de reflexões individuais e em grupos, isso
lhe exige habilidade de trabalhar didaticamente os
assuntos, privilegiando os momentos de produção e
reflexão individual com os momentos de desenvolvê-las
a partir de um trabalho em e de grupo.
Aprender uns com os outros

Na relação ensino-aprendizagem, a chave de

interpretação da relação didática a ser

desenvolvida na sala de aula é de que alunos e

professores aprendem uns com os outros e uns

em relação com os outros.
Experiência filosófica necessária à
         docência filosófica
Têm-se em vista os agentes envolvidos diretamente
com a dinâmica da sala de aula: professor e alunos.
 A experiência filosófica tem por protagonista o
professor integrado com o que faz e sendo o
motivador dos alunos a buscarem, por eles
mesmos, o conhecimento necessário aos desafios
do cotidiano. A experiência filosófica também se
põe em relação ao aluno.
Considerações Finais

Pensar a identidade do filósofo- educador mostra-se

na exigente tarefa de fundamentar a sua docência

como prática interventora no mundo. Desse

modo, o seu perfil se aponta na tensão do próprio

ensino e suas possibilidades, como também está

relacionado ao engajamento que a prática educativa

tende a despertar.
O professor é autoridade na medida em que ele mesmo,

protagoniza a experiência de fazer-se filósofo

filosofando, pesquisando e lecionando. Tornando-se

efetivamente o filósofo educador.
Mapa Conceitual
                      O professor de filosofia

                                                  Bem formado e
 Pontos elementares                              preparado na sua
                                                      área de
                                                   conhecimento
    Objetivo e teor                               Ensino de filosofia
                                                 atitude formadora de
                                                       conceitos
Pensamento pedagógico
                                             O professor de filosofia é o
      Um agente                               provocador de reflexões

   Uma mensagem                                      Motivador dos
                            Um educando                 alunos
     transmitida
Um

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Terezinha rios
Terezinha riosTerezinha rios
Terezinha rios
Adail Silva
 
Modelos epistemológicos competências-4 pilares.
Modelos epistemológicos  competências-4 pilares.Modelos epistemológicos  competências-4 pilares.
Modelos epistemológicos competências-4 pilares.
familiaestagio
 
Aula De Pedagogia
Aula De PedagogiaAula De Pedagogia
Aula De Pedagogia
Silas Duarte Jr
 
O professor reflexivo (em parceria com Cristiane Oliveira, Kátia Henriques, L...
O professor reflexivo (em parceria com Cristiane Oliveira, Kátia Henriques, L...O professor reflexivo (em parceria com Cristiane Oliveira, Kátia Henriques, L...
O professor reflexivo (em parceria com Cristiane Oliveira, Kátia Henriques, L...
profthaisduarte
 
Princípios da pedagogia relacional em duas regências do PIBID Letras/Espanhol...
Princípios da pedagogia relacional em duas regências do PIBID Letras/Espanhol...Princípios da pedagogia relacional em duas regências do PIBID Letras/Espanhol...
Princípios da pedagogia relacional em duas regências do PIBID Letras/Espanhol...
Pedro Lima
 
Teorias da aprendizagem Claudia Mascarenhas PUCRS pós graduação 2015
Teorias da aprendizagem Claudia Mascarenhas PUCRS pós graduação 2015 Teorias da aprendizagem Claudia Mascarenhas PUCRS pós graduação 2015
Teorias da aprendizagem Claudia Mascarenhas PUCRS pós graduação 2015
Claudia Mascarenhas
 
FormaçãO Do Professor Pesquisador
FormaçãO Do Professor PesquisadorFormaçãO Do Professor Pesquisador
FormaçãO Do Professor Pesquisador
guestd51217c
 
Texto 1 formação de professores e prática reflexiva
Texto 1   formação de professores e prática reflexivaTexto 1   formação de professores e prática reflexiva
Texto 1 formação de professores e prática reflexiva
Telma Teles Silveira
 
Saberes Docentes E FormaçãO De Professores
Saberes Docentes E FormaçãO De ProfessoresSaberes Docentes E FormaçãO De Professores
Saberes Docentes E FormaçãO De Professores
Maristela Couto
 
Portflio..ajustado
Portflio..ajustadoPortflio..ajustado
Portflio..ajustado
Silviardeloreto
 
Portflio..ajustado
Portflio..ajustadoPortflio..ajustado
Portflio..ajustado
Silviardeloreto
 
Otm filosofia
Otm   filosofiaOtm   filosofia
Otm filosofia
elannialins
 
Prática pedagógica:a relação professor-aluno no ensino superior
Prática pedagógica:a relação professor-aluno no ensino superiorPrática pedagógica:a relação professor-aluno no ensino superior
Prática pedagógica:a relação professor-aluno no ensino superior
Professor do Futuro Assessoria S/A Cursos online
 
Modelos pedagógicos e modelos epistemológicos
Modelos pedagógicos e modelos epistemológicosModelos pedagógicos e modelos epistemológicos
Modelos pedagógicos e modelos epistemológicos
Wagner Rabelo
 
Paradigmas, práticas educativas e perfil do professor
Paradigmas, práticas educativas e perfil do professorParadigmas, práticas educativas e perfil do professor
Paradigmas, práticas educativas e perfil do professor
Andréa Kochhann
 
Teorias da Aprendizagem
Teorias da AprendizagemTeorias da Aprendizagem
Teorias da Aprendizagem
Elomar Barilli
 
Teorias contemporaneas em educação
Teorias contemporaneas em educaçãoTeorias contemporaneas em educação
Teorias contemporaneas em educação
João Alberto
 

Mais procurados (17)

Terezinha rios
Terezinha riosTerezinha rios
Terezinha rios
 
Modelos epistemológicos competências-4 pilares.
Modelos epistemológicos  competências-4 pilares.Modelos epistemológicos  competências-4 pilares.
Modelos epistemológicos competências-4 pilares.
 
Aula De Pedagogia
Aula De PedagogiaAula De Pedagogia
Aula De Pedagogia
 
O professor reflexivo (em parceria com Cristiane Oliveira, Kátia Henriques, L...
O professor reflexivo (em parceria com Cristiane Oliveira, Kátia Henriques, L...O professor reflexivo (em parceria com Cristiane Oliveira, Kátia Henriques, L...
O professor reflexivo (em parceria com Cristiane Oliveira, Kátia Henriques, L...
 
Princípios da pedagogia relacional em duas regências do PIBID Letras/Espanhol...
Princípios da pedagogia relacional em duas regências do PIBID Letras/Espanhol...Princípios da pedagogia relacional em duas regências do PIBID Letras/Espanhol...
Princípios da pedagogia relacional em duas regências do PIBID Letras/Espanhol...
 
Teorias da aprendizagem Claudia Mascarenhas PUCRS pós graduação 2015
Teorias da aprendizagem Claudia Mascarenhas PUCRS pós graduação 2015 Teorias da aprendizagem Claudia Mascarenhas PUCRS pós graduação 2015
Teorias da aprendizagem Claudia Mascarenhas PUCRS pós graduação 2015
 
FormaçãO Do Professor Pesquisador
FormaçãO Do Professor PesquisadorFormaçãO Do Professor Pesquisador
FormaçãO Do Professor Pesquisador
 
Texto 1 formação de professores e prática reflexiva
Texto 1   formação de professores e prática reflexivaTexto 1   formação de professores e prática reflexiva
Texto 1 formação de professores e prática reflexiva
 
Saberes Docentes E FormaçãO De Professores
Saberes Docentes E FormaçãO De ProfessoresSaberes Docentes E FormaçãO De Professores
Saberes Docentes E FormaçãO De Professores
 
Portflio..ajustado
Portflio..ajustadoPortflio..ajustado
Portflio..ajustado
 
Portflio..ajustado
Portflio..ajustadoPortflio..ajustado
Portflio..ajustado
 
Otm filosofia
Otm   filosofiaOtm   filosofia
Otm filosofia
 
Prática pedagógica:a relação professor-aluno no ensino superior
Prática pedagógica:a relação professor-aluno no ensino superiorPrática pedagógica:a relação professor-aluno no ensino superior
Prática pedagógica:a relação professor-aluno no ensino superior
 
Modelos pedagógicos e modelos epistemológicos
Modelos pedagógicos e modelos epistemológicosModelos pedagógicos e modelos epistemológicos
Modelos pedagógicos e modelos epistemológicos
 
Paradigmas, práticas educativas e perfil do professor
Paradigmas, práticas educativas e perfil do professorParadigmas, práticas educativas e perfil do professor
Paradigmas, práticas educativas e perfil do professor
 
Teorias da Aprendizagem
Teorias da AprendizagemTeorias da Aprendizagem
Teorias da Aprendizagem
 
Teorias contemporaneas em educação
Teorias contemporaneas em educaçãoTeorias contemporaneas em educação
Teorias contemporaneas em educação
 

Destaque

Com o tempo
Com o tempoCom o tempo
Com o tempo
Doni Cia
 
Atitude
AtitudeAtitude
Aula 3 A construção da identidade nacional - 1º ano de Sociologia - Prof. ...
Aula 3    A construção da identidade nacional - 1º ano de Sociologia - Prof. ...Aula 3    A construção da identidade nacional - 1º ano de Sociologia - Prof. ...
Aula 3 A construção da identidade nacional - 1º ano de Sociologia - Prof. ...
Prof. Noe Assunção
 
Filosofia
Filosofia Filosofia
Filosofia
Erica Frau
 
Aula de filosofia
Aula de filosofia Aula de filosofia
Aula de filosofia
Ricardogomes123
 
A magoa "Chico Xavier"
A magoa   "Chico Xavier"A magoa   "Chico Xavier"
A magoa "Chico Xavier"
Doni Cia
 
Dinâmica grupal
Dinâmica grupalDinâmica grupal
Dinâmica grupal
Lorredana Pereira
 
Filosofia medieval sociologia e filosofia 27np fabricio e uilian
Filosofia medieval sociologia e filosofia 27np fabricio e uilianFilosofia medieval sociologia e filosofia 27np fabricio e uilian
Filosofia medieval sociologia e filosofia 27np fabricio e uilian
Alexandre Misturini
 
Snoopy frases
Snoopy frasesSnoopy frases
Snoopy frases
Francismar Lopes
 
Trabalho de epistemologia marta kerr 2º período
Trabalho de epistemologia marta kerr   2º períodoTrabalho de epistemologia marta kerr   2º período
Trabalho de epistemologia marta kerr 2º período
Rita Gonçalves
 
Dinâmicas de grupo tele aulas 1 4
Dinâmicas de grupo tele aulas 1 4Dinâmicas de grupo tele aulas 1 4
Dinâmicas de grupo tele aulas 1 4
Silvana
 
Osm 09 - organograma
Osm 09 - organogramaOsm 09 - organograma
Osm 09 - organograma
Gilmar Pereira
 
Sequencia de slides
Sequencia de slidesSequencia de slides
Sequencia de slides
sala40
 
Origenes de la filosofia
Origenes de la filosofiaOrigenes de la filosofia
Origenes de la filosofia
universalfun
 
O que é a filosofia
O que é a filosofiaO que é a filosofia
Mensagem Reunião Pública 01/06/11
Mensagem Reunião Pública 01/06/11Mensagem Reunião Pública 01/06/11
Mensagem Reunião Pública 01/06/11
Joao Paulo Gonsales
 
Hpb quiz
Hpb quizHpb quiz
Hpb quiz
José Inácio
 
Mensagens do universo 13.12.08
Mensagens do universo   13.12.08Mensagens do universo   13.12.08
Mensagens do universo 13.12.08
ConexoesdeLuz
 
Mensagem Familia
Mensagem FamiliaMensagem Familia
Mensagem Familia
Doni Cia
 

Destaque (20)

Com o tempo
Com o tempoCom o tempo
Com o tempo
 
Atitude
AtitudeAtitude
Atitude
 
Aula 3 A construção da identidade nacional - 1º ano de Sociologia - Prof. ...
Aula 3    A construção da identidade nacional - 1º ano de Sociologia - Prof. ...Aula 3    A construção da identidade nacional - 1º ano de Sociologia - Prof. ...
Aula 3 A construção da identidade nacional - 1º ano de Sociologia - Prof. ...
 
Filosofia
Filosofia Filosofia
Filosofia
 
Aula de filosofia
Aula de filosofia Aula de filosofia
Aula de filosofia
 
Aviões
AviõesAviões
Aviões
 
A magoa "Chico Xavier"
A magoa   "Chico Xavier"A magoa   "Chico Xavier"
A magoa "Chico Xavier"
 
Dinâmica grupal
Dinâmica grupalDinâmica grupal
Dinâmica grupal
 
Filosofia medieval sociologia e filosofia 27np fabricio e uilian
Filosofia medieval sociologia e filosofia 27np fabricio e uilianFilosofia medieval sociologia e filosofia 27np fabricio e uilian
Filosofia medieval sociologia e filosofia 27np fabricio e uilian
 
Snoopy frases
Snoopy frasesSnoopy frases
Snoopy frases
 
Trabalho de epistemologia marta kerr 2º período
Trabalho de epistemologia marta kerr   2º períodoTrabalho de epistemologia marta kerr   2º período
Trabalho de epistemologia marta kerr 2º período
 
Dinâmicas de grupo tele aulas 1 4
Dinâmicas de grupo tele aulas 1 4Dinâmicas de grupo tele aulas 1 4
Dinâmicas de grupo tele aulas 1 4
 
Osm 09 - organograma
Osm 09 - organogramaOsm 09 - organograma
Osm 09 - organograma
 
Sequencia de slides
Sequencia de slidesSequencia de slides
Sequencia de slides
 
Origenes de la filosofia
Origenes de la filosofiaOrigenes de la filosofia
Origenes de la filosofia
 
O que é a filosofia
O que é a filosofiaO que é a filosofia
O que é a filosofia
 
Mensagem Reunião Pública 01/06/11
Mensagem Reunião Pública 01/06/11Mensagem Reunião Pública 01/06/11
Mensagem Reunião Pública 01/06/11
 
Hpb quiz
Hpb quizHpb quiz
Hpb quiz
 
Mensagens do universo 13.12.08
Mensagens do universo   13.12.08Mensagens do universo   13.12.08
Mensagens do universo 13.12.08
 
Mensagem Familia
Mensagem FamiliaMensagem Familia
Mensagem Familia
 

Semelhante a Trabalho de filosofia

O Ensino da Filosofia no Ensino Médio.
O Ensino da Filosofia no Ensino Médio.O Ensino da Filosofia no Ensino Médio.
O Ensino da Filosofia no Ensino Médio.
Arlindo Nascimento Rocha - "Oficina Acadêmica"
 
OT Filosofia
OT FilosofiaOT Filosofia
Educação de Jovens e Adultos
Educação de Jovens e Adultos Educação de Jovens e Adultos
Educação de Jovens e Adultos
secretaria de Educação do Estado de São Paulo
 
20265 87941-1-pb
20265 87941-1-pb20265 87941-1-pb
20265 87941-1-pb
Mariana Correia
 
Pedagogia atv 03
Pedagogia atv 03Pedagogia atv 03
Pedagogia atv 03
aline totti
 
A autonomia, filosofia e aprendizagem significativa
A autonomia, filosofia e aprendizagem significativaA autonomia, filosofia e aprendizagem significativa
A autonomia, filosofia e aprendizagem significativa
Andréa Kochhann
 
Filosofia e educacao fisica
Filosofia e educacao fisicaFilosofia e educacao fisica
Filosofia e educacao fisica
Mizael Pereira
 
Filosofia pratica de ensino - 4 sem prova
Filosofia   pratica de ensino - 4 sem provaFilosofia   pratica de ensino - 4 sem prova
Filosofia pratica de ensino - 4 sem prova
Edilson Jose
 
A Aula Universitária
A Aula UniversitáriaA Aula Universitária
A Aula Universitária
Márcia Castilho de Sales
 
Apresenta..PPP(1)Slides
Apresenta..PPP(1)SlidesApresenta..PPP(1)Slides
Apresenta..PPP(1)Slides
elianys
 
Estagio diferentes concepções
Estagio diferentes concepçõesEstagio diferentes concepções
Estagio diferentes concepções
Kênia Bomtempo
 
620 2268-1-pb
620 2268-1-pb620 2268-1-pb
620 2268-1-pb
Daniel Felipe
 
20265 87941-1-pb
20265 87941-1-pb20265 87941-1-pb
20265 87941-1-pb
Mariana Correia
 
Tozzi
TozziTozzi
Otm filosofia
Otm filosofiaOtm filosofia
Otm filosofia
Flávia Maria
 
Centro De Ensino Unificado De Teresina
Centro De Ensino Unificado De TeresinaCentro De Ensino Unificado De Teresina
Centro De Ensino Unificado De Teresina
Selemerico Junior
 
~PRÁTICA PEDAGÓGICA DOS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA: UMA REFLEXÃO A PARTIR...
~PRÁTICA PEDAGÓGICA DOS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA: UMA REFLEXÃO A PARTIR...~PRÁTICA PEDAGÓGICA DOS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA: UMA REFLEXÃO A PARTIR...
~PRÁTICA PEDAGÓGICA DOS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA: UMA REFLEXÃO A PARTIR...
ProfessorPrincipiante
 
Filosofia e educação
Filosofia e educaçãoFilosofia e educação
Filosofia e educação
Anderson رودريغز
 
Introdução aos Fundamentos Psicológicos da Educação
Introdução aos Fundamentos Psicológicos da EducaçãoIntrodução aos Fundamentos Psicológicos da Educação
Introdução aos Fundamentos Psicológicos da Educação
Rodrigo Castro
 
Paradigmas educacionais e a identidade no trabalho concreto da sala de aula.
Paradigmas  educacionais e a identidade no trabalho concreto da sala de aula.Paradigmas  educacionais e a identidade no trabalho concreto da sala de aula.
Paradigmas educacionais e a identidade no trabalho concreto da sala de aula.
Maria Cecilia Silva
 

Semelhante a Trabalho de filosofia (20)

O Ensino da Filosofia no Ensino Médio.
O Ensino da Filosofia no Ensino Médio.O Ensino da Filosofia no Ensino Médio.
O Ensino da Filosofia no Ensino Médio.
 
OT Filosofia
OT FilosofiaOT Filosofia
OT Filosofia
 
Educação de Jovens e Adultos
Educação de Jovens e Adultos Educação de Jovens e Adultos
Educação de Jovens e Adultos
 
20265 87941-1-pb
20265 87941-1-pb20265 87941-1-pb
20265 87941-1-pb
 
Pedagogia atv 03
Pedagogia atv 03Pedagogia atv 03
Pedagogia atv 03
 
A autonomia, filosofia e aprendizagem significativa
A autonomia, filosofia e aprendizagem significativaA autonomia, filosofia e aprendizagem significativa
A autonomia, filosofia e aprendizagem significativa
 
Filosofia e educacao fisica
Filosofia e educacao fisicaFilosofia e educacao fisica
Filosofia e educacao fisica
 
Filosofia pratica de ensino - 4 sem prova
Filosofia   pratica de ensino - 4 sem provaFilosofia   pratica de ensino - 4 sem prova
Filosofia pratica de ensino - 4 sem prova
 
A Aula Universitária
A Aula UniversitáriaA Aula Universitária
A Aula Universitária
 
Apresenta..PPP(1)Slides
Apresenta..PPP(1)SlidesApresenta..PPP(1)Slides
Apresenta..PPP(1)Slides
 
Estagio diferentes concepções
Estagio diferentes concepçõesEstagio diferentes concepções
Estagio diferentes concepções
 
620 2268-1-pb
620 2268-1-pb620 2268-1-pb
620 2268-1-pb
 
20265 87941-1-pb
20265 87941-1-pb20265 87941-1-pb
20265 87941-1-pb
 
Tozzi
TozziTozzi
Tozzi
 
Otm filosofia
Otm filosofiaOtm filosofia
Otm filosofia
 
Centro De Ensino Unificado De Teresina
Centro De Ensino Unificado De TeresinaCentro De Ensino Unificado De Teresina
Centro De Ensino Unificado De Teresina
 
~PRÁTICA PEDAGÓGICA DOS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA: UMA REFLEXÃO A PARTIR...
~PRÁTICA PEDAGÓGICA DOS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA: UMA REFLEXÃO A PARTIR...~PRÁTICA PEDAGÓGICA DOS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA: UMA REFLEXÃO A PARTIR...
~PRÁTICA PEDAGÓGICA DOS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA: UMA REFLEXÃO A PARTIR...
 
Filosofia e educação
Filosofia e educaçãoFilosofia e educação
Filosofia e educação
 
Introdução aos Fundamentos Psicológicos da Educação
Introdução aos Fundamentos Psicológicos da EducaçãoIntrodução aos Fundamentos Psicológicos da Educação
Introdução aos Fundamentos Psicológicos da Educação
 
Paradigmas educacionais e a identidade no trabalho concreto da sala de aula.
Paradigmas  educacionais e a identidade no trabalho concreto da sala de aula.Paradigmas  educacionais e a identidade no trabalho concreto da sala de aula.
Paradigmas educacionais e a identidade no trabalho concreto da sala de aula.
 

Mais de Gisele Boucherville

Apresentação 1 atividade 2 simão
Apresentação 1  atividade 2 simãoApresentação 1  atividade 2 simão
Apresentação 1 atividade 2 simão
Gisele Boucherville
 
Power point da filosofia da educaçao
Power point da filosofia da educaçaoPower point da filosofia da educaçao
Power point da filosofia da educaçao
Gisele Boucherville
 
Parsons - O Sistema das Sociedades Modernas
Parsons - O Sistema das Sociedades ModernasParsons - O Sistema das Sociedades Modernas
Parsons - O Sistema das Sociedades Modernas
Gisele Boucherville
 
Puc anisio teixeira
Puc anisio teixeiraPuc anisio teixeira
Puc anisio teixeira
Gisele Boucherville
 
Puc apresentacao preprojeto puc aprendendo a aprender
Puc apresentacao preprojeto puc aprendendo a aprenderPuc apresentacao preprojeto puc aprendendo a aprender
Puc apresentacao preprojeto puc aprendendo a aprender
Gisele Boucherville
 
Apresentação de filosofia
Apresentação de filosofiaApresentação de filosofia
Apresentação de filosofia
Gisele Boucherville
 
Trabalho de filosofia
Trabalho de filosofiaTrabalho de filosofia
Trabalho de filosofia
Gisele Boucherville
 
Filosofia
FilosofiaFilosofia
Trabalho de filosofia
Trabalho de filosofiaTrabalho de filosofia
Trabalho de filosofia
Gisele Boucherville
 
Equipe 1 de filosofia
Equipe 1 de filosofiaEquipe 1 de filosofia
Equipe 1 de filosofia
Gisele Boucherville
 
Filosofia
FilosofiaFilosofia

Mais de Gisele Boucherville (11)

Apresentação 1 atividade 2 simão
Apresentação 1  atividade 2 simãoApresentação 1  atividade 2 simão
Apresentação 1 atividade 2 simão
 
Power point da filosofia da educaçao
Power point da filosofia da educaçaoPower point da filosofia da educaçao
Power point da filosofia da educaçao
 
Parsons - O Sistema das Sociedades Modernas
Parsons - O Sistema das Sociedades ModernasParsons - O Sistema das Sociedades Modernas
Parsons - O Sistema das Sociedades Modernas
 
Puc anisio teixeira
Puc anisio teixeiraPuc anisio teixeira
Puc anisio teixeira
 
Puc apresentacao preprojeto puc aprendendo a aprender
Puc apresentacao preprojeto puc aprendendo a aprenderPuc apresentacao preprojeto puc aprendendo a aprender
Puc apresentacao preprojeto puc aprendendo a aprender
 
Apresentação de filosofia
Apresentação de filosofiaApresentação de filosofia
Apresentação de filosofia
 
Trabalho de filosofia
Trabalho de filosofiaTrabalho de filosofia
Trabalho de filosofia
 
Filosofia
FilosofiaFilosofia
Filosofia
 
Trabalho de filosofia
Trabalho de filosofiaTrabalho de filosofia
Trabalho de filosofia
 
Equipe 1 de filosofia
Equipe 1 de filosofiaEquipe 1 de filosofia
Equipe 1 de filosofia
 
Filosofia
FilosofiaFilosofia
Filosofia
 

Trabalho de filosofia

  • 1. O professor de filosofia: limites e possibilidades – dinâmica e problematização do ensino - aprendizagem
  • 2. Universidade Federal de Roraima – UFRR Centro de Educação – CEDUC Curso de Pedagogia Acadêmicos: Alcir José de Souza Pereira Ana Lúcia Silva Ponte Giselle Vieira de Oliveira Gleicyane Sousa Silva Jordânia Sousa da Silva Maria Gilmar Lima Pereira Rejane Quaresma Neves Professora: Gisele
  • 3. Três pontos elementares no ensino de filosofia A questão do ensino de filosofia incide sobre três pontos elementares: o objetivo e o teor do ensino-aprendizagem de filosofia, a quem este é dirigido e quem o protagoniza, no caso, o professor de filosofia.
  • 4. Ponto de partida É caracterizar os envolvidos diretos na educação quando estes estão na sala de aula. Presume-se, seguindo a perspectiva do pensamento pedagógico de Libâneo (1985, p. 95), “a interligação que há no ato pedagógico entre três componentes: um agente, uma mensagem transmitida, um educando”.
  • 5. Gestação do novo e a ruptura com o velho Interpretar os fenômenos humanos não deixa de ser uma compreensão dos fatos como também das possibilidades que se abrem no horizonte da ação humana. A educação não é a simples transmissão da herança dos antepassados para as novas gerações, mas o processo pelo qual se torna possível a gestação do novo e a ruptura com o velho. (Aranha, 2007, p. 31).
  • 6. Ensino filosófico como vetor de reflexão O perfil do professor, as possibilidades e o „como‟ ensinar filosofia e o próprio ensino filosófico como vetor de reflexão são, por si mesmo, elementos cuja fundamentação deve ser sempre pensada tendo em vista a quem está sendo dirigido.
  • 7. Quem é o professor de filosofia? A sua identidade na tensão limites- possibilidades Ao se tomar como referência o professor, a pergunta feita busca identificar os elementos que por si só sejam capazes de especificá-lo. Por exemplo: a pessoa do professor deve ser a de alguém que compreende o potencial transformador da educação de tal forma que assumiu a docência como habilidade profissional. Ele não é um vendedor de sonhos, é um agente transformador da história, pessoal e coletiva.
  • 8. Professor sabe e faz tudo A figura de uma pessoa que condensa em si o saber, que determina os livros a serem estudados e as avaliações e, daí, todos os critérios de aprovação, ainda povoa, em muito, o imaginário dos alunos acerca do perfil do professor. Esse perfil pode ser sintetizado na imagem do professor sabe e faz tudo.
  • 9. Bem formado e preparado na sua área Ser o professor aquele que assumiu a docência como sua profissão é, portanto, imprescindível que ele seja bem formado e preparado para melhor introduzir os alunos no universo de sua área de conhecimento, tanto quanto ele viabiliza o desenvolvimento da cultura como um todo.
  • 10. Compreensão da realidade e construção de conhecimentos A Filosofia é a motivação inquietante de procurar compreender a realidade, que toma de assalto o filósofo, motivando-o a pensar sobre si mesmo e a realidade que o toca, estabelecendo um contato de construção de conhecimentos (1) entre ele e os outros seres humanos; (2) ele e o ambiente; e (3) entre ele e as inquietações mais profundas sobre as quais o homem há muito se debruça.
  • 11. Theodor Adorno (1995, p. 53) “A filosofia só faz jus a si mesma quando é mais do que uma disciplina específica”. Sua postura é em desprezo aos profissionais, alguns da filosofia, que consideram a sua área como o centro do mundo, esquecendo-se de refletir os problemas atuais com base na reflexão filosófica.
  • 12. As possibilidades nas quais se pode ensinar Filosofia Essas possibilidades, referem-se à busca do desenvolvimento de uma metodologia que viabilize a apreensão do sentido das aulas como, para os alunos, a construção de um sentido para o estudo filosófico no contexto de uma cultura educacional prático finalista, que no estágio final do ensino médio submete alunos ao vestibular. A perspectiva adotada não quer restringir se, ao final do processo, somente ao espaço da sala de aula. O que se espera é a perpetuação da reflexão filosófica nos vários imprevistos da vida.
  • 13. Pontos de vista sobre o que é a filosofia O modo de interpretar o que é a filosofia nos oferece vários pontos de vista sobre esse campo do saber. Quando a ela se atribui uma ensinabilidade, isso quer dizer que a filosofia é uma disciplina que didaticamente se situa no conjunto da sala de aula por ser possível de ser ensinada e, à sua presença no currículo escolar, corresponde uma perspectiva formadora de consciência reflexiva acerca do fenômeno humano no espaço das ciências, como também dos „problemas‟ humanos.
  • 14. Ensino de filosofia O ensino de filosofia é uma atitude formadora de conceitos. Deve privilegiar a espontaneidade do pensamento na busca, que deve ser uma fundamentação, das razões sobre as afirmações que são feitas em torno do espaço humano de onde ela surge.
  • 15. Lugar de experiência filosófica “As aulas de filosofia como lugar de experiência filosófica são um lugar de estudo e produção filosóficos” (ASPIS, 2004, p. 315). O professor de filosofia é o provocador de reflexões individuais e em grupos, isso lhe exige habilidade de trabalhar didaticamente os assuntos, privilegiando os momentos de produção e reflexão individual com os momentos de desenvolvê-las a partir de um trabalho em e de grupo.
  • 16. Aprender uns com os outros Na relação ensino-aprendizagem, a chave de interpretação da relação didática a ser desenvolvida na sala de aula é de que alunos e professores aprendem uns com os outros e uns em relação com os outros.
  • 17. Experiência filosófica necessária à docência filosófica Têm-se em vista os agentes envolvidos diretamente com a dinâmica da sala de aula: professor e alunos. A experiência filosófica tem por protagonista o professor integrado com o que faz e sendo o motivador dos alunos a buscarem, por eles mesmos, o conhecimento necessário aos desafios do cotidiano. A experiência filosófica também se põe em relação ao aluno.
  • 18. Considerações Finais Pensar a identidade do filósofo- educador mostra-se na exigente tarefa de fundamentar a sua docência como prática interventora no mundo. Desse modo, o seu perfil se aponta na tensão do próprio ensino e suas possibilidades, como também está relacionado ao engajamento que a prática educativa tende a despertar.
  • 19. O professor é autoridade na medida em que ele mesmo, protagoniza a experiência de fazer-se filósofo filosofando, pesquisando e lecionando. Tornando-se efetivamente o filósofo educador.
  • 20. Mapa Conceitual O professor de filosofia Bem formado e Pontos elementares preparado na sua área de conhecimento Objetivo e teor Ensino de filosofia atitude formadora de conceitos Pensamento pedagógico O professor de filosofia é o Um agente provocador de reflexões Uma mensagem Motivador dos Um educando alunos transmitida
  • 21. Um