SlideShare uma empresa Scribd logo
Customer Experience Pine, J. and Gilmore, J. (1999) The Experience Economy, Harvard Business School Press, Boston, 1999.
Customer Experience Pine, J. and Gilmore, J. (1999) The Experience Economy, Harvard Business School Press, Boston, 1999. Conceito que define uma economia que, ao invés de orientada aos bens/serviços, é orientada às experiências.  Quatro fatores tornam uma experiência memorável : 1 – Educação:  As pessoas devem aprender algo novo na experiência que a marca está proporcionando. 2 – Entretenimento:  Tornar a sensação de experiência agradável, prazerosa. 3 – Estética:  O belo nos motiva, nos envolve. 4 – Evasão:  A experiência é tão intensa que o consumidor perde a noção do tempo. Produtos e serviços não são mais suficientes na criação de valor. Segundo a teoria, em uma economia na qual produtos e serviços podem ser copiados no momento em que são lançados (commodities), a qualidade da experiência que o consumidor terá com determinada marca e/ou empresa é o fator diferenciador, e esta deverá se conectar com o lado emocional dos consumidores, através de experiências memoráveis, e estes consumidores irão contar para amigos e colegas depois (boca-a-boca). A melhor equipe de marketing de uma empresa são seus próprios clientes. Empresas que investem na criação de experiências únicaspara seus consumidores conseguem maior lucratividade do que as que definem suas estratégias com base apenas em volume de vendas. Um bom CustomerExperience é a melhor ferramenta para fidelização de clientes. Isso porque clientes leais não são necessariamente clientes satisfeitos. Clientes leais são aqueles que se tornam defensores da marca, que vivenciam experiências marcantes e contam para outras pessoas.
Os grãos de café da Starbucks são torrados em uma das quatro unidades de torrefação, localizadas nas cidades de  Kent (Washington),  York ( Pensilvânia),  Carson Valley (Nevada) e  Amsterdam (Holanda).
	É a empresa multinacional com a maior cadeia de cafeterias do mundo: 16.900+ lojas em 55 países. 	Surgiu na cidade de Seattle em 1971. 	Oferece mais de 20 variedades de cafés. 	Está em 72º lugar no ranking mundial das marcas mais valiosas. 	Não opera com o sistema de franquias, cabendo aos seus sócios locais, no mundo inteiro, a missão de abrir lojas próprias em todos os novos mercados onde a marca se instala.
	A primeira loja da empresa no Brasil foi inaugurada em 1º de dezembro de 2006, no Morumbi Shopping em São Paulo. 	Atualmente, possui 22 lojas, distribuídas na cidade de Campinas, São Paulo e no Estado do Rio de Janeiro. 	Adaptações: Brasil Blend, pão de queijo e muffins salgados. 	Cestas de coleta de livros infantis, didáticos ou não, para contribuir com o projeto realizado em conjunto com a Ipanema Coffees: a Ciranda da Leitura.
Segundo dados do BrandZ Top 100 Most Powerful Brands, estudodivulgado em maio/2011 pelo site BrandZ.
Segundo dados do BrandZ Top 100 Most Powerful Brands, estudodivulgado em maio/2011 pelo site BrandZ.
Respeito pelo consumidor Qualidade no produto Excelência nos serviços Ambiente aconchegante e diferenciado Conceito do “Terceiro Lugar”  É o “terceiro lugar”, uma opção onde as pessoas procuram passar o tempo, atrás apenas da sua residência e do seu trabalho/escola.
Estabelecer a Starbucks como o principal provedor dos cafés mais finos do mundo, sem jamais comprometer os seus princípios, ao longo de todo o nosso processo de crescimento.  Os seis princípios a seguir nos ajudam a medir a adequação de nossas decisões:  Oferecer um ótimo ambiente de trabalho e tratar uns aos outros com respeito e dignidade. Apoiar a diversidade como componente essencial da maneira como fazemos negócios. Aplicar os mais altos padrões de excelência na compra, torrefação, preparo e entrega do nosso café. Gerar clientesentusiasmados e satisfeitos o tempo todo. Contribuir positivamente para nossas comunidades e nosso meio ambiente. Reconhecer que a rentabilidade é essencial para o nosso sucesso         futuro.
Valorizar a Experiência  	Reforçar o conceito de sair de casa não apenas para tomar um café diferenciado mas, também,  de estar em um ambiente aconchegante e confortável, de conveniência e com atendimento especial.  Consolidar-se como um espaço para os clientes sentirem-se à vontade, tanto em momentos de lazer como a trabalho. Abordagem com apelo emocional Happyhour: ao invés de encontros em bares para beber cerveja, as lojas da Starbucks propõem novas opções de encontro entre amigos e colegas, em um ambiente diferenciado. 	O design e a decoração das lojas contribuem para criar um ambiente muito confortável e aconchegante, acompanhado de boa música, oportunizando aos clientes desfrutar de bons momentos na       companhia dos amigos e, claro, daquele café inigualável.
	Cada loja possui pelo menos dois baristas (ou partners) sendo      que um deles é um coordenador de plantão (shift supervisor), assistente de gerente (assistant manager) ou gerente (store manager), de acordo com o volume de negócios. 	Os baristas usam aventais pretos identificados como "CoffeeMaster" (funcionários com curso específico CoffeeMaster e com alta pontuação durante sua certificação), treinados não apenas no preparo e degustação como também no cultivo, torra e     compra de café.  	Os baristas de lojas operadas pela Starbucks costumam ter           um amplo pacote de benefícios, com seguro saúde e            dental, além de um programa de compra de ações                       – chamado de Bean Stock – dependendo do país.
boca a boca Megan Fox (via Just Jared) MileyCyrus (via Twitter)
Empresários na Starbucks - Family Guy (Uma Família da Pesada)
Compromisso com as Origens Ao fazer investimentos que beneficiam produtores de café, suas famílias e o meio ambiente, a Starbucks está ajudando a promover um modelo de desenvolvimento sustentado de produção e comércio de café de alta qualidade.  Compromisso com o meio ambiente Ao promover a conservação de países produtores de café dentro dos “Green Teams” de nossas lojas, e criando programas de reciclagem, a Starbucks estabeleceu elevados padrões de responsabilidade ambiental.  Compromisso com as comunidades A Starbucks realmente se esmera para ser um vizinho corporativo responsável e um contribuinte ativo nas comunidades onde nossospartners e nossos clientes vivem, trabalham e se divertem.  Compromisso com os partners Na Starbucks acreditamos ser essencial tratar as pessoas com respeito e dignidade. Isso é particularmente importante no nosso trato com as pessoas que trabalham para                          a Starbucks – nossos partners .
	Aumento do número de cafeterias. 	Valorização de atributos como tipo,                          sabor e o selo de qualidade. 	Público com fortes hábitos culturais;          cosmopolita; gosta de estar informado sobre novidades e de tudo que oferece maior qualidade.  Apreciadores de lugares que proporcionam maior conveniência para sua rotina diária. Gosta de sofisticação, comodidade e qualidade. Já tem reconhecimento da marca.
	Manter a estratégia de marketing in-store, já tradicional nas lojas Starbucks ao redor do mundo. 	Excelência no produto, diferencial no atendimento.  	Buscar a valorização da experiência Starbucks:  	conveniência, praticidade e lazer: tudo em um só lugar.
	Implantar/Reforçar o conceito de sair de casa para tomar café 	 	Instigar o público familiarizado com a marca a conhecer as novas lojas na Capital 	Mostrar a marca para o público potencial que não conhece
Design: Leonardo Netto

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Case Starbucks - Comunicação Integrada
Case Starbucks - Comunicação IntegradaCase Starbucks - Comunicação Integrada
Case Starbucks - Comunicação IntegradaJesus Ribeiro de Araujo
 
Nespresso - Granulatto
Nespresso - GranulattoNespresso - Granulatto
Nespresso - GranulattoLara Borges
 
In the industry #2: Starbucks Coffee
In the industry #2: Starbucks CoffeeIn the industry #2: Starbucks Coffee
In the industry #2: Starbucks CoffeeMegan Miller
 
Starbucks Story and Marketing Strategies
Starbucks Story and Marketing StrategiesStarbucks Story and Marketing Strategies
Starbucks Story and Marketing Strategies9988559750
 
Starbucks Marketing Strategy - ESL
Starbucks Marketing Strategy - ESLStarbucks Marketing Strategy - ESL
Starbucks Marketing Strategy - ESLPatrícia Azevedo
 
Programa de Promoção (Starbucks) Marketing
Programa de Promoção (Starbucks) MarketingPrograma de Promoção (Starbucks) Marketing
Programa de Promoção (Starbucks) MarketingVenusSpell
 
2스타벅스 Starbucks Study case
2스타벅스 Starbucks Study case 2스타벅스 Starbucks Study case
2스타벅스 Starbucks Study case Agung Primarsabudhi
 
Starbucks marketing strategy
Starbucks marketing strategyStarbucks marketing strategy
Starbucks marketing strategyBerk Barlak
 
Nespresso - What Else? Strategic Analysis (market analysis)
Nespresso - What Else? Strategic Analysis (market analysis)Nespresso - What Else? Strategic Analysis (market analysis)
Nespresso - What Else? Strategic Analysis (market analysis)Pedro Oliveira
 
Starbucks Case Study
Starbucks Case StudyStarbucks Case Study
Starbucks Case StudyVishrut Shah
 
Starbucks Case Study: Operations and Competitive Strategies
Starbucks Case Study: Operations and Competitive StrategiesStarbucks Case Study: Operations and Competitive Strategies
Starbucks Case Study: Operations and Competitive Strategiessadia butt
 

Mais procurados (20)

Slide Starbucks
Slide Starbucks Slide Starbucks
Slide Starbucks
 
Case Starbucks - Comunicação Integrada
Case Starbucks - Comunicação IntegradaCase Starbucks - Comunicação Integrada
Case Starbucks - Comunicação Integrada
 
Starbucks
StarbucksStarbucks
Starbucks
 
Nespresso - Granulatto
Nespresso - GranulattoNespresso - Granulatto
Nespresso - Granulatto
 
In the industry #2: Starbucks Coffee
In the industry #2: Starbucks CoffeeIn the industry #2: Starbucks Coffee
In the industry #2: Starbucks Coffee
 
Marketing - Kopenhagen
Marketing - KopenhagenMarketing - Kopenhagen
Marketing - Kopenhagen
 
Starbucks.
Starbucks.Starbucks.
Starbucks.
 
Starbucks Story and Marketing Strategies
Starbucks Story and Marketing StrategiesStarbucks Story and Marketing Strategies
Starbucks Story and Marketing Strategies
 
Starbucks
StarbucksStarbucks
Starbucks
 
Starbucks Marketing Strategy - ESL
Starbucks Marketing Strategy - ESLStarbucks Marketing Strategy - ESL
Starbucks Marketing Strategy - ESL
 
Starbucks ppt
Starbucks pptStarbucks ppt
Starbucks ppt
 
Programa de Promoção (Starbucks) Marketing
Programa de Promoção (Starbucks) MarketingPrograma de Promoção (Starbucks) Marketing
Programa de Promoção (Starbucks) Marketing
 
Youse (Case)
Youse (Case)Youse (Case)
Youse (Case)
 
2스타벅스 Starbucks Study case
2스타벅스 Starbucks Study case 2스타벅스 Starbucks Study case
2스타벅스 Starbucks Study case
 
STARBUCKS COMPANY CASE
STARBUCKS COMPANY CASESTARBUCKS COMPANY CASE
STARBUCKS COMPANY CASE
 
PespiCo Brasil - Plano de Marketing
PespiCo Brasil - Plano de MarketingPespiCo Brasil - Plano de Marketing
PespiCo Brasil - Plano de Marketing
 
Starbucks marketing strategy
Starbucks marketing strategyStarbucks marketing strategy
Starbucks marketing strategy
 
Nespresso - What Else? Strategic Analysis (market analysis)
Nespresso - What Else? Strategic Analysis (market analysis)Nespresso - What Else? Strategic Analysis (market analysis)
Nespresso - What Else? Strategic Analysis (market analysis)
 
Starbucks Case Study
Starbucks Case StudyStarbucks Case Study
Starbucks Case Study
 
Starbucks Case Study: Operations and Competitive Strategies
Starbucks Case Study: Operations and Competitive StrategiesStarbucks Case Study: Operations and Competitive Strategies
Starbucks Case Study: Operations and Competitive Strategies
 

Semelhante a Starbucks Case

Inovaçãostarbucks pdf
Inovaçãostarbucks pdfInovaçãostarbucks pdf
Inovaçãostarbucks pdfKevin Heinen
 
Cases Segmentos de Alimentos - Perfil Design
Cases Segmentos de Alimentos - Perfil DesignCases Segmentos de Alimentos - Perfil Design
Cases Segmentos de Alimentos - Perfil DesignPerfil Design
 
Apostila Cafeteria.pdf
Apostila Cafeteria.pdfApostila Cafeteria.pdf
Apostila Cafeteria.pdfLeandro Rafael
 
Cafeteria Café Mais Sabor - SLIDES - Completo
Cafeteria Café Mais Sabor - SLIDES - CompletoCafeteria Café Mais Sabor - SLIDES - Completo
Cafeteria Café Mais Sabor - SLIDES - CompletoJssicaVitriadeSousaA
 
Planejamento Spicy & Weber
Planejamento Spicy & WeberPlanejamento Spicy & Weber
Planejamento Spicy & WeberGabriel Boru
 
Starbucks
StarbucksStarbucks
Starbucksduniak
 
Aula00 - Gerência de Projetos - Como surgem os projetos nas empresas
Aula00 - Gerência de Projetos - Como surgem os projetos nas empresasAula00 - Gerência de Projetos - Como surgem os projetos nas empresas
Aula00 - Gerência de Projetos - Como surgem os projetos nas empresasDaniela Brauner
 
Gestão de Marketing para Engenheiros
Gestão de Marketing para EngenheirosGestão de Marketing para Engenheiros
Gestão de Marketing para EngenheirosRenato Melo
 
Missão, Visão e Valores das 10 melhores empresas em 2017
Missão, Visão e Valores das 10 melhores empresas em 2017Missão, Visão e Valores das 10 melhores empresas em 2017
Missão, Visão e Valores das 10 melhores empresas em 2017Eduardo Lisboa
 
Visual merchandising & Storytelling no PDV
Visual merchandising & Storytelling no PDVVisual merchandising & Storytelling no PDV
Visual merchandising & Storytelling no PDVMarcia Auriani
 
Potiguar - Case Colunistas 2012
Potiguar - Case Colunistas 2012Potiguar - Case Colunistas 2012
Potiguar - Case Colunistas 2012Bruno Oliveira
 

Semelhante a Starbucks Case (20)

Inovaçãostarbucks pdf
Inovaçãostarbucks pdfInovaçãostarbucks pdf
Inovaçãostarbucks pdf
 
COMO UMA MARCA FORTE AJUDA SUA EMPRESA A VENDER MAIS
COMO UMA MARCA FORTE AJUDA SUA EMPRESA A VENDER MAISCOMO UMA MARCA FORTE AJUDA SUA EMPRESA A VENDER MAIS
COMO UMA MARCA FORTE AJUDA SUA EMPRESA A VENDER MAIS
 
Marketing - Kopenhagen
Marketing - KopenhagenMarketing - Kopenhagen
Marketing - Kopenhagen
 
TCM de Marketing (Esboço Apresentação)
TCM de Marketing (Esboço Apresentação)TCM de Marketing (Esboço Apresentação)
TCM de Marketing (Esboço Apresentação)
 
Cases Segmentos de Alimentos - Perfil Design
Cases Segmentos de Alimentos - Perfil DesignCases Segmentos de Alimentos - Perfil Design
Cases Segmentos de Alimentos - Perfil Design
 
TCM de Marketing (Parte Escrita)
TCM de Marketing (Parte Escrita)TCM de Marketing (Parte Escrita)
TCM de Marketing (Parte Escrita)
 
Apresentação Mkt
Apresentação MktApresentação Mkt
Apresentação Mkt
 
AMBROSIA CACAU
AMBROSIA CACAUAMBROSIA CACAU
AMBROSIA CACAU
 
Apostila Cafeteria.pdf
Apostila Cafeteria.pdfApostila Cafeteria.pdf
Apostila Cafeteria.pdf
 
Cafeteria Café Mais Sabor - SLIDES - Completo
Cafeteria Café Mais Sabor - SLIDES - CompletoCafeteria Café Mais Sabor - SLIDES - Completo
Cafeteria Café Mais Sabor - SLIDES - Completo
 
Plano de Marketing Cacau Show (Chocolate Quente) 2010
Plano de Marketing  Cacau Show (Chocolate Quente) 2010Plano de Marketing  Cacau Show (Chocolate Quente) 2010
Plano de Marketing Cacau Show (Chocolate Quente) 2010
 
Franquia Scada Café
Franquia Scada CaféFranquia Scada Café
Franquia Scada Café
 
Planejamento Spicy & Weber
Planejamento Spicy & WeberPlanejamento Spicy & Weber
Planejamento Spicy & Weber
 
Starbucks
StarbucksStarbucks
Starbucks
 
Aula00 - Gerência de Projetos - Como surgem os projetos nas empresas
Aula00 - Gerência de Projetos - Como surgem os projetos nas empresasAula00 - Gerência de Projetos - Como surgem os projetos nas empresas
Aula00 - Gerência de Projetos - Como surgem os projetos nas empresas
 
Gestão de Marketing para Engenheiros
Gestão de Marketing para EngenheirosGestão de Marketing para Engenheiros
Gestão de Marketing para Engenheiros
 
Missão, Visão e Valores das 10 melhores empresas em 2017
Missão, Visão e Valores das 10 melhores empresas em 2017Missão, Visão e Valores das 10 melhores empresas em 2017
Missão, Visão e Valores das 10 melhores empresas em 2017
 
Branding havaianas
Branding havaianasBranding havaianas
Branding havaianas
 
Visual merchandising & Storytelling no PDV
Visual merchandising & Storytelling no PDVVisual merchandising & Storytelling no PDV
Visual merchandising & Storytelling no PDV
 
Potiguar - Case Colunistas 2012
Potiguar - Case Colunistas 2012Potiguar - Case Colunistas 2012
Potiguar - Case Colunistas 2012
 

Starbucks Case

  • 1. Customer Experience Pine, J. and Gilmore, J. (1999) The Experience Economy, Harvard Business School Press, Boston, 1999.
  • 2. Customer Experience Pine, J. and Gilmore, J. (1999) The Experience Economy, Harvard Business School Press, Boston, 1999. Conceito que define uma economia que, ao invés de orientada aos bens/serviços, é orientada às experiências. Quatro fatores tornam uma experiência memorável : 1 – Educação: As pessoas devem aprender algo novo na experiência que a marca está proporcionando. 2 – Entretenimento: Tornar a sensação de experiência agradável, prazerosa. 3 – Estética: O belo nos motiva, nos envolve. 4 – Evasão: A experiência é tão intensa que o consumidor perde a noção do tempo. Produtos e serviços não são mais suficientes na criação de valor. Segundo a teoria, em uma economia na qual produtos e serviços podem ser copiados no momento em que são lançados (commodities), a qualidade da experiência que o consumidor terá com determinada marca e/ou empresa é o fator diferenciador, e esta deverá se conectar com o lado emocional dos consumidores, através de experiências memoráveis, e estes consumidores irão contar para amigos e colegas depois (boca-a-boca). A melhor equipe de marketing de uma empresa são seus próprios clientes. Empresas que investem na criação de experiências únicaspara seus consumidores conseguem maior lucratividade do que as que definem suas estratégias com base apenas em volume de vendas. Um bom CustomerExperience é a melhor ferramenta para fidelização de clientes. Isso porque clientes leais não são necessariamente clientes satisfeitos. Clientes leais são aqueles que se tornam defensores da marca, que vivenciam experiências marcantes e contam para outras pessoas.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8. Os grãos de café da Starbucks são torrados em uma das quatro unidades de torrefação, localizadas nas cidades de  Kent (Washington),  York ( Pensilvânia),  Carson Valley (Nevada) e  Amsterdam (Holanda).
  • 9. É a empresa multinacional com a maior cadeia de cafeterias do mundo: 16.900+ lojas em 55 países. Surgiu na cidade de Seattle em 1971. Oferece mais de 20 variedades de cafés. Está em 72º lugar no ranking mundial das marcas mais valiosas. Não opera com o sistema de franquias, cabendo aos seus sócios locais, no mundo inteiro, a missão de abrir lojas próprias em todos os novos mercados onde a marca se instala.
  • 10. A primeira loja da empresa no Brasil foi inaugurada em 1º de dezembro de 2006, no Morumbi Shopping em São Paulo. Atualmente, possui 22 lojas, distribuídas na cidade de Campinas, São Paulo e no Estado do Rio de Janeiro. Adaptações: Brasil Blend, pão de queijo e muffins salgados. Cestas de coleta de livros infantis, didáticos ou não, para contribuir com o projeto realizado em conjunto com a Ipanema Coffees: a Ciranda da Leitura.
  • 11. Segundo dados do BrandZ Top 100 Most Powerful Brands, estudodivulgado em maio/2011 pelo site BrandZ.
  • 12. Segundo dados do BrandZ Top 100 Most Powerful Brands, estudodivulgado em maio/2011 pelo site BrandZ.
  • 13. Respeito pelo consumidor Qualidade no produto Excelência nos serviços Ambiente aconchegante e diferenciado Conceito do “Terceiro Lugar” É o “terceiro lugar”, uma opção onde as pessoas procuram passar o tempo, atrás apenas da sua residência e do seu trabalho/escola.
  • 14. Estabelecer a Starbucks como o principal provedor dos cafés mais finos do mundo, sem jamais comprometer os seus princípios, ao longo de todo o nosso processo de crescimento. Os seis princípios a seguir nos ajudam a medir a adequação de nossas decisões: Oferecer um ótimo ambiente de trabalho e tratar uns aos outros com respeito e dignidade. Apoiar a diversidade como componente essencial da maneira como fazemos negócios. Aplicar os mais altos padrões de excelência na compra, torrefação, preparo e entrega do nosso café. Gerar clientesentusiasmados e satisfeitos o tempo todo. Contribuir positivamente para nossas comunidades e nosso meio ambiente. Reconhecer que a rentabilidade é essencial para o nosso sucesso futuro.
  • 15. Valorizar a Experiência Reforçar o conceito de sair de casa não apenas para tomar um café diferenciado mas, também, de estar em um ambiente aconchegante e confortável, de conveniência e com atendimento especial. Consolidar-se como um espaço para os clientes sentirem-se à vontade, tanto em momentos de lazer como a trabalho. Abordagem com apelo emocional Happyhour: ao invés de encontros em bares para beber cerveja, as lojas da Starbucks propõem novas opções de encontro entre amigos e colegas, em um ambiente diferenciado. O design e a decoração das lojas contribuem para criar um ambiente muito confortável e aconchegante, acompanhado de boa música, oportunizando aos clientes desfrutar de bons momentos na companhia dos amigos e, claro, daquele café inigualável.
  • 16. Cada loja possui pelo menos dois baristas (ou partners) sendo que um deles é um coordenador de plantão (shift supervisor), assistente de gerente (assistant manager) ou gerente (store manager), de acordo com o volume de negócios. Os baristas usam aventais pretos identificados como "CoffeeMaster" (funcionários com curso específico CoffeeMaster e com alta pontuação durante sua certificação), treinados não apenas no preparo e degustação como também no cultivo, torra e compra de café. Os baristas de lojas operadas pela Starbucks costumam ter um amplo pacote de benefícios, com seguro saúde e dental, além de um programa de compra de ações – chamado de Bean Stock – dependendo do país.
  • 17. boca a boca Megan Fox (via Just Jared) MileyCyrus (via Twitter)
  • 18. Empresários na Starbucks - Family Guy (Uma Família da Pesada)
  • 19. Compromisso com as Origens Ao fazer investimentos que beneficiam produtores de café, suas famílias e o meio ambiente, a Starbucks está ajudando a promover um modelo de desenvolvimento sustentado de produção e comércio de café de alta qualidade.  Compromisso com o meio ambiente Ao promover a conservação de países produtores de café dentro dos “Green Teams” de nossas lojas, e criando programas de reciclagem, a Starbucks estabeleceu elevados padrões de responsabilidade ambiental.  Compromisso com as comunidades A Starbucks realmente se esmera para ser um vizinho corporativo responsável e um contribuinte ativo nas comunidades onde nossospartners e nossos clientes vivem, trabalham e se divertem.  Compromisso com os partners Na Starbucks acreditamos ser essencial tratar as pessoas com respeito e dignidade. Isso é particularmente importante no nosso trato com as pessoas que trabalham para a Starbucks – nossos partners .
  • 20. Aumento do número de cafeterias. Valorização de atributos como tipo, sabor e o selo de qualidade. Público com fortes hábitos culturais; cosmopolita; gosta de estar informado sobre novidades e de tudo que oferece maior qualidade. Apreciadores de lugares que proporcionam maior conveniência para sua rotina diária. Gosta de sofisticação, comodidade e qualidade. Já tem reconhecimento da marca.
  • 21. Manter a estratégia de marketing in-store, já tradicional nas lojas Starbucks ao redor do mundo. Excelência no produto, diferencial no atendimento. Buscar a valorização da experiência Starbucks: conveniência, praticidade e lazer: tudo em um só lugar.
  • 22. Implantar/Reforçar o conceito de sair de casa para tomar café Instigar o público familiarizado com a marca a conhecer as novas lojas na Capital Mostrar a marca para o público potencial que não conhece