3. O Evangelho Segundo Mateus

13.503 visualizações

Publicada em

1 comentário
12 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.503
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
49
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.152
Comentários
1
Gostaram
12
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

3. O Evangelho Segundo Mateus

  1. 1. INTRODUÇÃO AOS EVANGELHOS QUATRO EVANGELISTAS, UM EVANGELHO
  2. 2. OS QUATRO EVANGELHOS OS SINÓTICOS JOÃO 1. dão ênfase ao Seu ministério na Galiléia 1 - dá ênfase ao Seu ministério na Judéia 2 . falam mais de Jesus e as multidões 2 - fala mais de Jesus e os indivíduos 3. seu ensino concentra-se na ética (prática da vida cristã) 4. Narram o que Jesus fez 3 - seu ensino concentra-se na Pessoa do Senhor Jesus 4. Narra quem Jesus É
  3. 3. OS QUATRO EVANGELHOS Nos Tempos de Cristo haviam quatro classes de pessoas representativas entre o povo: Judeus, romanos, gentios e um corpo tomado das três classes: a Igreja EVANGELISTA DESTINATÁRIOS A PESSOA DE JESUS MATEUS AOS JUDEUS O MESSIAS E REI MARCOS AOS ROMANOS O HOMEM PERFEITO O FILHO DO HOMEM LUCAS AOS GENTIOS CONQUISTADOR PODEROSO E SERVO JOÃO A TODO O QUE CRÊ A IGREJA A VERDADE – O LOGOS DIVINO E FILHO DE DEUS
  4. 4. O EVANGELHO SEGUNDO MATEUS AOS IRMÃOS JUDEUS: JESUS É O MESSIAS E REI DESCENDENTE DE DAVI
  5. 5. O NOVO TESTAMENTO Os quatro Evangelhos - MATEUS - Marcos - Lucas - João
  6. 6. MATEUS o coletor O Autor: Mateus era um Judeu, coletor de impostos do Governo Romano. Ele deixou tudo e seguiu a Jesus (Mt.9:9)
  7. 7. PROPÓSITO DO LIVRO 1. O Espírito Santo escolheu o judeu Mateus para escrever este evangelho aos judeus, a respeito de um JUDEU, 2. Tendo como propósito demonstrar que esse Judeu, o Senhor Jesus, é o Messias tão anunciado pelos profetas do Velho Testamento. 3. Ele é o verdadeiro Rei dos Judeus.
  8. 8. PROPÓSITO DO LIVRO 4. Com muito cuidado e exatidão, Mateus faz várias referências ao Velho Testamento (cerca de 130), 5. fundamentando a sua declaração de que Jesus é o Cristo. 6. [Obs.: mesmo tendo sido escrito primordialmente para os judeus, o evangelho de Mateus não exclui os gentios. Ele mostra que o Messias os receberá em Seu reino (8.11). 4. Por isso mesmo, o Seu evangelho tem que ser pregado a todas as nações (24.14; 28.19)].
  9. 9. Palavra-Chave: MESSIAS Versículo-Chave: "Respondendo Simão Pedro, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo" (16.16).
  10. 10. JESUS -é apresentado como o Rei Ungido que veio para salvar o Seu povo (1.23; 2.2,6; 3.17; 21.5,9; 26.63,34; 27.11,27-37). - Os profetas do Velho Testamento anunciavam e ansiavam pela chegada do Messias, que viria para redimir e libertar o Seu povo.
  11. 11. JESUS - O primeiro versículo de Mateus, de modo sucinto, anuncia o cumprimento da esperança de Israel quanto ao Messias – - "Livro da genealogia de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão" (1.1).
  12. 12. O evangelho de Mateus foi colocado em primeiro lugar no cânon do Novo Testamento pela igreja primitiva porque, devido ao seu propósito, ele é a ponte natural que interliga os dois Testamentos. Dados e Particularidades:
  13. 13. -A Expressão: “Para que se cumprisse o que fora dito pelo Senhor por intermédio do profeta” (1.22; 2.15; 2.17; 2.23; 13.34,35; 21.4; 27.9) são encontradas 9 vezes aqui. - O propósito do livro, era mostrar como as profecias do Velho Testamento se cumpriram em Jesus, levando os judeus a reconhecerem ser Ele o Messias. - A expressão reino dos céus aparece 32 vezes aqui, não sendo encontrada em qualquer outra parte do Novo Testamento. Mais: somente em Mateus a cidade de Jerusalém é chamada de cidade santa (4.5) e cidade do grande Rei (5.35). Dados e Particularidades:
  14. 14. 1 - o Sermão do Monte - 5.3-7.27. 2 - as Instruções Para Os Discípulos - 10.5-42 3 - as Parábolas do Reino - 13.3-52 4 - novas Instruções Para Os Discípulos - 18.3-35 5 - o Sermão Profético do Monte das Oliveiras - 24.4- 25.46. Dados e Particularidades: Em Mateus, o evangelho do Reino, encontramos cinco discursos proferidos pelo Senhor Jesus:
  15. 15. 1 – A Primeira Fase da Vida do Messias (1.1-4.16) -Nascimento, infância de Jesus 2 – O Ministério Público do Messias na Galiléia (4.17-16.20) – O início do Seu ministério e o chamado dos discípulos 3 – O Ministério Particular do Messias na Galiléia (16.21-18.35) – O Messias ensina sobre Sua missão e orienta seus seguidores 4 – O Ministério do Messias na Judéia (19.1-25.46) – Os ensinamentos do Messias em sua viagem final a Jerusalém 5 – A Paixão e a Ressurreição do Messias (26.1-28.20) – O início da Paixão, crucificação e ressurreição – A Grande Comissão dada pelo Messias (28.16-20) Esboço do livro
  16. 16. Palestina nos dias de Jesus
  17. 17. -Deus transforma um impopular cobrador de impostos em uma dádiva para a humanidade (9.9). - O nome Mateus significa Presente de Deus. Mateus se tornou um “presente de Deus” porque teve uma experiência genuína de conversão! Vejamos quais os traços de uma conversão genuína: 1 - obediência imediata ao chamado divino - 9.9 2 - o Senhor Jesus passa a ser o maior valor da sua vida - Lc 5.28: "deixando tudo o seguiu“ 3 - testemunho imediato - 9.12 Lições do livroLição n.1
  18. 18. Que valor tremendo tem a fé verdadeira! Sendo o único a narrar a visita dos magos, que vieram desde o Oriente para adorar o Senhor Jesus (2.1-12), Mateus nos apresenta, na pessoa desses homens um notável exemplo de fé verdadeira! J.C.Ryle diz: "Eles confiaram em Cristo, ainda que nunca O tivessem visto. Mas, isso não foi tudo. Creram nEle mesmo depois que os escribas e os fariseus demonstraram a sua incredulidade. Confiaram nEle quando O viram como um menino pequeno, nos joelhos de Maria, e adoraram-nO como a um rei. E, prostrando-se, O adoraram". Você é um imitador dos magos em sua fé? Lições do livroLição n.2
  19. 19. A Palavra de Deus se cumpre. -Haja o que houver! O evangelho de Mateus é um dos testemunhos mais ricos neste sentido! - (Is 46.9,10; Js 21.45 ) "nenhuma promessa falhou de todas as boas palavras que o SENHOR falara à casa de Israel: tudo se cumpriu. Lições do livroLição n.3
  20. 20. O ZELO PELO CULTO Nem sempre todos compreendem a atitude do Messias ao purificar o Templo (21.12,13). - “Caifás tinha autorizado o funcionamento de um mercado ali, onde só se podia vender itens ritualmente puros, para os sacrifícios no Templo” – Um banco de troca de moedas! - Fica para nós a pergunta: o que os líderes e frequentadores dos templos e casas de oração dos nossos dias podem aprender com essa atitude do Senhor Jesus? Lições do livroLição n.4
  21. 21. É bom que jamais nos esqueçamos de quem é o Rei Jesus. - Em 28.18 aprendemos que Ele tem TODA autoridade, tanto no céu como na terra. Ele venceu a morte, o nosso último inimigo! Lições do livroLição n.5
  22. 22. - Há uma preocupação constante neste evangelho em apresentar o Senhor Jesus como Rei – Ele é o homem que nasceu para ser Rei; Ele é o Senhor a quem pertence o Reino, o Poder e a Glória! Conclusão Mateus
  23. 23. Mateus, segue-me E EIS QUE ESTOU CONVOSCO ATÉ A CONSUMAÇÃO DOS SÉCULOS

×