SlideShare uma empresa Scribd logo
SISTEMA DE GESTÃO
AMBIENTAL (SGA)
Joselito Santos Abrantes
“Ensinem as suas crianças o que ensinamos as
nossas,
que a Terra é nossa mãe.
Tudo o que acontecer a Terra,
acontecerá aos filhos da Terra.
Se os homens cospem no solo,
estão cuspindo em si mesmos...
A Terra não pertence ao homem;
o homem pertence a Terra...
Todas as coisas estão ligadas como o sangue
que une uma família. Ha uma ligação em tudo.
Os rios são nossos irmãos, saciam nossa sede”.
O MUNDO GLOBAL e
as MUDANÇAS
AGENDA 21
PREÂMBULO
A Agenda 21 está voltada para os
problemas prementes de hoje e
tem o objetivo, ainda, de preparar
o mundo para os desafios do
próximo século.
CAPÍTULO 30
• Fortalecimento do papel do
comércio e da indústria;
• Promoção de uma produção
mais limpa;
• Promoção da responsabilidade
empresarial socioambiental.
PROBLEMAS DE NÍVEL GLOBAL
QUE AFETAM A QUALIDADE
AMBIENTAL:
•Camada de ozônio
•Efeito estufa
•Chuvas ácidas
•Acidentes nucleares
•Grande acidentes
ambientais
PROBLEMAS DE NÍVEL NACIONAL
QUE AFETAM A QUALIDADE
AMBIENTAL
•Floresta nativas em extinção
•Urbanização acelerada
•Agricultura predatória
•Recursos hídricos ameaçados
•Recursos energéticos
escassos
PROBLEMAS DE NÍVEL LOCAL
QUE AFETAM A QUALIDADE
AMBIENTAL:
•Saneamento básico
•Disposição do lixo urbano
•Correto uso da água e da
energia
•Trânsito e emissões dos
veículos automotores
•Poluição sonora
PROBLEMAS DE NÍVEL EMPRESARIAL
QUE AFETAM A QUALIDADE AMBIENTAL
• DESPERDICIO
• LIXO, SOBRAS E RESIDUOS
• POLUIÇÃO
–SONORA
–DOS RECURSOS HIDRICOS
–DO AR
–DO SOLO
–VISUAL
–QUÍMICA
–NUCLEAR
• EXPLORAÇÃO PREDATÓRIA DOS RECURSOS
NATURAIS
PROBLEMAS DE NÍVEL INDIVIDUAL
QUE AFETAM A QUALIDADE
AMBIENTAL:
• CONSUMISMO
• DESPERDÍCIO
• PRODUÇÃO DE LIXO
• CONSCIÊNCIA AMBIENTAL
• HABITOS CULTURAIS
ARRAIGADOS
Gestão
A
M
B
I
E
N
T
A
L
EMPRESARIAL
Gestão
A
M
B
I
E
N
T
A
L
EMPRESARIAL
Gestão
A
M
B
I
E
N
T
A
L
EMPRESARIAL
Gestão
A
M
B
I
E
N
T
A
L
EMPRESARIAL
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
• Razões que contribuem para uma evolução para uma
abordagem sistêmica:
• a) Custos crescentes da proteção ambiental;
• b) Análises minuciosas por instituições financeiras e
investidores;
• c) Da regulamentação de meio único para múltiplos
meios (busca abordagens preventivas invés daquelas
focadas no final dos processos);
• d)De "comando e controle" para incentivos de
mercado;
• e) Percepção da globalidade do meio ambiente.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
• Razões que contribuem para uma evolução
para uma abordagem sistemática:
• f) Exigência pelo desenvolvimento sustentável.
Da resposta a estas pressões depende a
sobrevivência das organizações no longo prazo.
Além disso, gestão ambiental pode representar
muitos benefícios para as organizações.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL - SGASISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL - SGA
Um sistema de Gestão Ambiental (SGA)Um sistema de Gestão Ambiental (SGA)
corresponde a um conjunto inter-relacionado decorresponde a um conjunto inter-relacionado de
políticas, práticas e procedimentospolíticas, práticas e procedimentos
organizacionais, técnicos e administrativos deorganizacionais, técnicos e administrativos de
uma empresa que objetiva obter melhoruma empresa que objetiva obter melhor
desempenho ambiental, bem como controle edesempenho ambiental, bem como controle e
redução de seus impactos ambientais.redução de seus impactos ambientais.
PRINCÍPIOS BÁSICOS DA GESTÃO AMBIENTALPRINCÍPIOS BÁSICOS DA GESTÃO AMBIENTAL
PRINCÍPIO 1PRINCÍPIO 1:: Conhecer o que deve ser feito: assegurarConhecer o que deve ser feito: assegurar
comprometimento com o SGA e definir acomprometimento com o SGA e definir a
política ambiental.política ambiental.
PRINCÍPIO 2:PRINCÍPIO 2: Elaborar um Plano de Ação para atender osElaborar um Plano de Ação para atender os
requisitos da política ambiental.requisitos da política ambiental.
PRINCÍPIO 3PRINCÍPIO 3:: Assegurar as condições para o cumprimento dosAssegurar as condições para o cumprimento dos
Objetivos e Metas Ambientais e implementar asObjetivos e Metas Ambientais e implementar as
ferramentas de sustentação necessárias.ferramentas de sustentação necessárias.
PRINCÍPIO 4:PRINCÍPIO 4: Realizar avaliações quali-quantitativas periódicasRealizar avaliações quali-quantitativas periódicas
da conformidade ambiental da empresa.da conformidade ambiental da empresa.
PRINCÍPIO 5:PRINCÍPIO 5: Revisar e aperfeiçoar a política ambiental, osRevisar e aperfeiçoar a política ambiental, os
objetivos e metas e as ações implementadas paraobjetivos e metas e as ações implementadas para
assegurar a melhoria contínua do desempenhoassegurar a melhoria contínua do desempenho
ambiental da empresa.ambiental da empresa.
O que é um Sistema de
Gestão Ambiental?
SGA - Definição
ISO 14001ISO 14001
“A Parte do Sistema de Gestão Global que
inclui estrutura organizacional, atividades de
planejamento, responsabilidades, práticas,
procedimentos, processos e recursos para
desenvolver, implementar, atingir, analisar
criticamente e manter a política ambiental.”
(NBR ISO 14001)
• Identificação e controle dos aspectos,
impactos e riscos;
• Estabelecer e atingir uma Política;
Ambiental, objetivos, metas, incluindo
o cumprimento da legislação;
• Identificação das oportunidades
ambientais;
• Monitoria e melhoria contínua do
desempenho ambiental.
OBJETIVOS DE UM SGA
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
SISTEMA DE
GESTÃO
AMBIENTAL
(SGA)
ESTRUTURA
ORGANIZACIONAL
Responsabilidades
Autoridades
PROCEDIMENTOS PROCESSOS
Métodos
Práticas
RECURSOS
Mão-de-Obra
Material
Máquina
IMPLANTADO
E
MANTIDO
PLANEJAMENTO
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL - SGASISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL - SGA
Gestão
A
M
B
I
E
N
T
A
L
EMPRESARIAL
GLOBALIZAÇÃO
DA ECONOMIA
x
GLOBALIZAÇÃO
DA ECOLOGIA
PRESSÕES EXERCIDAS SOBRE A ORGANIZAÇÃO
Poluição do Ar
Poluição dos Solos Poluição das Águas
Ruídos
Odores
Saúde
Consumidores
Competitividade Fornecedores Chuva Ácida
Redução da
Camada de
Ozônio
Mudança
Política e
Econômica
Segurança e
Saúde
Ocupacional
Biodiversidade
Redução
de Áreas
Agricultáveis
Legislação
Crescimento
Demográfico
Mudanças Sociais
e Tecnológicas
Disponibilidade de
Recursos Naturais
Opinião
Pública
Efeito Estufa
Disposição final
de Resíduos
Lucro
ISO
14000
PROCEDIMENTOS
GESTÃO
GESTÃO
AM
BIENTAL
PO
LÍTIC
A
IMPACTO
AMBIENTAL
O QUE É ISSO ?O QUE É ISSO ?
O Comité Técnico 207 da ISO é o encarregado de
elaborar as 17 normas da série ISO 14000 e, para
isto, formou 6 subcomités, os quais trabalham
diferentes disciplinas :
• Sistema de gestão ambiental
• Auditorías ambientais
• Análise do ciclo de vida
• Avaliação do desempeño ambiental
• Ecoetiquetagem (Ecorotulagem)
• Termos e definições
Quem as fez?
ISO 14000ISO 14000
14001: Sistemas de Gestão Ambiental. Guía para
uso
•14004: Diretrizes gerais concernentes a principios,
sistemas e técnicas de implantação.
•14010: Diretrizes para auditoría ambiental.
Principios gerais
•14011: Procedimentos de auditoría
•14012: Criterios de qualificação para os auditores
ambientais
•14050: Termos e definições
ISO 14000ISO 14000
Quais são?
O DESENVOLVIMENTO DA ISO 14000.
• Com sede em Genebra na Suíça, a ISO é uma
organização internacional especializada, não
governamental, cujos membros são entidades
normativas de âmbito nacional provenientes de
111 países.
• A ISO foi fundada em 23 de fevereiro de 1946
para desenvolver normas de fabricação,
comércio e comunicações. A participação no
desenvolvimento de normas ISO varia de país a
país.
ISO - 14000
• A ISO desenvolve normas em todos os setores
industriais, exceto nos relacionados a engenharia
elétrica e eletrônica.
• As nações-membros formam grupos técnicos de
assessoramento (TAGs - Technical Advisory Groups)
que contribuem com informações aos comitês
técnicos como parte do processo de
desenvolvimento de normas.
• A ISO recebe informações do governo, setores
industriais e outras partes interessadas antes de
promulgar uma norma.
ISO - 14000
• Depois que a versão preliminar de uma norma é
votada por todos os países-membros, ela é
publicada em forma de norma internacional.
Nesse ponto, cada nação pode adotar uma
versão da norma como padrão nacional.
• Em 1992, foi estabelecido pela ISO para realizar
um estudo em relação às normas internacionais
sobre o meio ambiente um grupo que utilizou a
norma BS 7750 como referência para o começo
do trabalho. O resultado foi a formação do
Technical Commitee 207 (TC 207) e o início do
desenvolvimento da série ISO 14000.
ISO - 14000
• O Brasil participa da ISO através da ABNT, que é uma
sociedade privada, sem fins lucrativos, tendo como
associados pessoas físicas e jurídicas. A ABNT é
reconhecida pelo Governo brasileiro, como Foro
Nacional de Normalização.
• Referente à norma ISO 14001, o objetivo principal da
organização é ser uma referência consensual para a
gestão ambiental, homogeneizando a linguagem das
normas nacionais e regionais em nível internacional,
agilizando as transações no mercado globalizado.
SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL
SEGUNDO A ISO 14001
• A finalidade básica da ISO 14001 é a de fornecer
às organizações os requisitos básicos de um
sistema de gestão ambiental eficaz.
• A norma não estabelece "requisitos absolutos de
desempenho ambiental" pode ocorrer,
semelhante a BS 7750, que duas organizações
que desempenhem atividades similares e
alcancem desempenhos ambientais diferentes
podem estar ambas em conformidade com a ISO
14001
ISO 14001ISO 14001
A quem se aplica?A quem se aplica?
É aplicável a qualquer organização, independente do tipo,
tamanho e condições geográficas, culturais e sociais:
 Implementar, manter e melhorar seu Sistema de
Gestão Ambiental.
 Garantir, por si mesma, sua conformidade com a
política ambiental estabelecida.
 Demostrar tal conformidade a outros.
 Buscar certificação/registro por parte de uma
organização externa.
Fazer uma autodeterminação e autodeclaração
de conformidade com a norma.
PRINCIPAIS ETAPAS DA IMPLANTAÇÃO DAPRINCIPAIS ETAPAS DA IMPLANTAÇÃO DA
ISO 14001 SEGUNDO O PDCAISO 14001 SEGUNDO O PDCA
REQUISITOS EXIGIDOS NA NORMA
NBR ISO 14001
NTC
ISO
14001
4.1 REQUISITOS GERAIS4.1 REQUISITOS GERAIS
 APOIO DA GERÊNCIA PARA EXPLORAR
NOVOS CAMINHOS E SER MAES COMPETITIVOS.
 SUPORTE DO PESSOAL DE DIREÇÃO NA TOMADA
DE DECISÕES PARA PRODUZIR AS MUDANÇAS.
 DETERMINAÇÃO DAS PESSOAS QUE
TERÃO RESPONSABILIDADE DA IMPLEMENTAÇÃO.
 REVISÃO AMBIENTAL INICIAL.
É UMA DECLARAÇÃO VOLUNTÁRIA DA
ORGANIZAÇÃO SOBRE SUAS INTENÇÕES E
PRINCÍPIOS EM RELAÇÃO A SEU
DESEMPENHO AMBIENTAL GLOBAL, QUE
PROVÊ UMA ESTRUTURA PARA A AÇÃO E
PARA ESTABELECER OBJETIVOS E METAS.
4.2 POLÍTICA AMBIENTAL4.2 POLÍTICA AMBIENTAL
4.3 PLANEJAMENTO4.3 PLANEJAMENTO
ASPECTOS AMBIENTAIS IMPACTOS AMBIENTAIS
• Emissões atmosféricas • Contaminação do ar
• Descargas de águas
residuais
• Contaminação água
• Embalagens • Cargas en aterros
sanitarios• Manutenção de geladeiras • Depleção da camada de ozonio
• Combustão de
combustíveis fósseis
• Mudanças climáticas
• Escapes em tanques de
armazenagens
• Contaminação solo e água
subterrânea.
• Aplicação de herbicidas • Contaminação solo e água
subterrânea.
 CAUSAS
 CONTROLES
OPERACIONAIS
 CAUSAS
 CONTROLES
OPERACIONAIS
 OBJETIVOS E
 METAS AMBIENTAIS
 OBJETIVOS E
 METAS AMBIENTAIS
4.3.1 IDENTIFICAÇÃO DOS ASPECTOS E IMPACTOS AMBIENTAIS
4.3.2 REQUISITOS LEGAIS
MINISTERIO DO
MEIO AMBIENTE
UNIDADES
AMBIENTAIS
URBANAS
ORGANIZAÇÕES
AUTÓNOMAS
REGIONAIS
MINISTERIO DA
SAÚDE
MINISTERIO DE
RELAÇÕES
EXTERIORES
CÂMARAS
MUNICIPAIS
PREFEITURAS
ISO 14000ISO 14000
4.4 IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO4.4 IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO
4.4.1 ESTRUTURA E RESPONSABILIDADES
4.4.2 TREINAMENTO, CONHECIMENTO E COMPETÊNCIA
A S S E S S O R I A
F I S C A L
H . F . M u ñ o z P .
A U D IT O R I A
I N T E R N A
E . G a lle g o s A
C H E F E D E
L O G Í S T I C A
D . C h a v e z
G E R E N C IA
A D M IN IS T R A T IV A
I . l B e c e r r a G .
G E R E N C IA
C O M E R C IA L
C O F R E / M A D E A L
F . G a it a n M .
G E R E N C IA
F IN A N C E IR A
F . S o t o .
G E R E N T E D E
M E C A N IZ A D O S E
M A N U T E N Ç Ã O
R . T a le r o
D E P A R T A M E N T O
D E M A T E R IA IS
R . C o r té s
D E P A R T A M E N T O
Q U A L ID A D E D O
P R O D U T O
F . F a r ia s
D E P A R T A M E N T O
D E E N G E N H A R IA
F a b io P e ñ a H .
D E P A R T A M E N T O
D E
P R O D U Ç Ã O
G . V iv e r o s
G E R E N C I A
M A D E A L
M a r c o A . E c h e v e r r y
G E R Ê N C I A
G E R A L
C . M e n d e z B .
GRUPO
DIRIGENTE
•POLITICA E PROCEDIMENTOS
•IMPACTO AMBIENTAL DE SUAS
ATIVIDADES
•FUNÇÕES E RESPONSABILIDADES PARA
ATENDER A POLITICA
• CONSEQÜÊNCIAS DE DESVIOS DOS
PROCEDIMIENTOS
ISO 14000ISO 14000
4.4 IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO4.4 IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO
4.4.3 COMUNICAÇÕES
4.4.4 DOCUMENTAÇÃO DO SGA
Externas: Entidades overnamentais;
partes interessadas;
Clientes Internos: Colaboradores
Estabelecer informação que
defina os elementos centrais
do SGA.
Direcionar a documentação.
ISO 14000ISO 14000
4.4 IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO4.4 IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO
4.4.5 CONTROLE DE DOCUMENTOS
4.4.6 CONTROLE OPERACIONAL
• Localizar documentos
• Atualizá-los
• Retirar obsoletos
Operações e atividades associadas
com os aspectos ambientais
significativos.
ISO 14000ISO 14000
4.4 IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO4.4 IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO
4.4.7 PREPARAÇÃO DE EMERGENCIAS
Identificar situações potenciais de emergência e
realizar simulações.
incêndios acidentes derrames
ISO 14000ISO 14000
4.5 VERIFICAÇÃO E AÇÃO CORRETIVA4.5 VERIFICAÇÃO E AÇÃO CORRETIVA
4.5.1 MONITORAMENTO E
MEDIÇÃO
4.5.2 NÃO CONFORMIDADE, AÇÃO CORRETIVA E
PREVENTIVA
•Características chaves
•Registro do
desempenho
calibrado
Avaliar a conformidade
com
legislação
Qual é a causa do erro?
Como evitar que se repita?
ISO 14000ISO 14000
4.5 VERIFICAÇÃO E AÇÃO CORRETIVA4.5 VERIFICAÇÃO E AÇÃO CORRETIVA
4.5.3 REGISTROS
4.5.4 AUDITORIAS AO SGA
Identificação, mantenutenção e
disposição de registros
ambientais
ISO 14000ISO 14000
4.6 REVISÃO PELA GERENCIA4.6 REVISÃO PELA GERENCIA
• Se cumpriram as metas?
• Em que falhamos e quais foram os
acertos ?
• No que precisamos melhoria?
• Que novos objetivos planejamos?
Política Ambiental
Elementos do SGA de
acordo com ISO 14001
Planejamento
. Aspectos Ambientais
. Requerimentos legais e outros
. Objetivos e metas
. Programas de Gestão
Ambiental
Implementação
e Operação
. Estrutura e responsabilidade
. Treinamento, consciência e
competência
. Comunicação
. Documentação do SGA
. Controle Operacional
. Preparação e resposta
para emergência
Revisão da Gestão
Verificação e
Ações Corretivas
. Monitoramento e medições
. Não-conformidades e ações
preventivas e corretivas
. Registros
. Auditoria do SGA
Melhoria
Contínua
CICLO DE IMPLEMENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DO SGACICLO DE IMPLEMENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DO SGA
O PROCESSO DE
IMPLANTAÇÃO
AS ETAPAS DO PROCESSO:
• Adequação ou criação da Política
Ambiental;
• Adequação ou criação de Estrutura
Organizacional:
• Responsabilidades e Autoridades.
• Adequação ou criação do SGA:
• Aspectos ambientais;
• Objetivos e metas;
• Treinamento;
• Documentação;
• Acidentes potenciais;
• Implantação do SGA;
• Auditorias internas e ações corretivas;
IMPLANTAÇÃOIMPLANTAÇÃO
• Requisitos legais;
• Planos de ação;
• Comunicação;
• Controle Operacional;
• Situações de Emergência;
Desempenho Ambiental
Resultados mensuráveis do SGA,
relacionados ao controle da Empresa sobre
seus aspectos ambientais, baseado em sua
Política Ambiental, objetivos e metas.
ISO 14001
SGA - QUADRO GERAL DE DESEMPENHO
Gestão
AMBIENTAL
EMPRESARIAL
Aspectos X Impactos
SGA
Empresa Meio Ambiente
Aspectos Impactos
Gestão
AMBIENTAL
EMPRESARIAL
Melhoria Contínua
. Processo de intensificação do SGA
para alcançar melhorias em todo o
desempenho ambiental alinhado à
Política Ambiental da organização.
. O Processo não precisa ocorrer em
todas as áreas de atividade
simultaneamente.
ISO 14001:
Partes Interessadas
EMPRESAS
Clientes
Fornecedores
Opinião
pública
Investidores
Legislação
Governamental
Empregados
ONG’s
Gestão
A
M
B
I
E
N
T
A
L
EMPRESARIAL
Gestão
A
M
B
I
E
N
T
A
L
EMPRESARIAL
Gestão
A
M
B
I
E
N
T
A
L
EMPRESARIAL
Gestão
A
M
B
I
E
N
T
A
L
EMPRESARIAL
Gestão
A
M
B
I
E
N
T
A
L
EMPRESARIAL
Gestão
A
M
B
I
E
N
T
A
L
EMPRESARIAL
Gestão
AMBIENTAL
EMPRESARIAL
Gestão
A
M
B
I
E
N
T
A
L
EMPRESARIAL
Gestão
AMBIENTAL
EMPRESARIAL
Gestão
A
M
B
I
E
N
T
A
L
EMPRESARIAL
Gestão
A
M
B
I
E
N
T
A
L
EMPRESARIAL
Gestão
A
M
B
I
E
N
T
A
L
EMPRESARIAL
Gestão
A
M
B
I
E
N
T
A
L
EMPRESARIAL
Gestão
AMBIENTAL
EMPRESARIAL
Gestão
A
M
B
I
E
N
T
A
L
EMPRESARIAL
O MEIO AMBIENTE
É
UM
BANCO
O BANCO DOS
RECURSOS
NATURAIS
QUE SÃO:
• ESCASSOS;
• FRÁGEIS;
• SOMENTE EM ALGUNS
CASOS RENOVÁVEIS
A NATUREZA SE COMPORTA
COMO UM BANCO COMUM:
• COBRA JUROS (OU SEJA, QUANTO
MAIS ESCASSOS OS RECURSOS
MAIS CAROS FICAM);
• EXIGE REPOSIÇÃO (NÃO SE PODE
SÓ RETIRAR É PRECISO
DEVOLVER);
• ENTRA EM FALÊNCIA (NA MEDIDA
QUE SE RETIRA SEM DEVOLUÇÃO)
QUANDO ENTRA EM
FALÊNCIA A RECUPERAÇÃO
É:
• LENTA;
• DIFÍCIL;
• ONEROSA;
• EM ALGUNS CASOS É IMPOSSÍVEL
“NOSSA CAPACIDADE DE
RECUPERAR É INFINITAMENTE
MENOR DO QUE A DE DEGRADAR E
DESTRUIR.”
DAÍ A NECESSIDADE DO
DESENVOLVIMENTO
SUSTENTÁVEL

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gestão ambiental e administração
Gestão ambiental e administraçãoGestão ambiental e administração
Gestão ambiental e administração
e-Tec
 
ISO 14.000
ISO 14.000ISO 14.000
ISO 14.000
Iago Caldas
 
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Alisson Sena, MBA
 
Iso 14001
Iso 14001Iso 14001
Iso 14001
Denise Viana
 
Aula de Gestão Ambiental - UMC
Aula de Gestão Ambiental - UMCAula de Gestão Ambiental - UMC
Aula de Gestão Ambiental - UMC
proftstsergioetm
 
Aula 3 sga qualidade
Aula 3   sga qualidadeAula 3   sga qualidade
Aula 3 sga qualidade
Giovanna Ortiz
 
Estudo de viabilidade
Estudo de viabilidadeEstudo de viabilidade
Estudo de viabilidade
Fernando Godóy
 
Introdução ao SGA (Sistema de Gestão Ambiental)
Introdução ao SGA (Sistema de Gestão Ambiental)Introdução ao SGA (Sistema de Gestão Ambiental)
Introdução ao SGA (Sistema de Gestão Ambiental)
Roberto Emery-Trindade
 
Aula 20 indicadores
Aula 20 indicadoresAula 20 indicadores
Aula 20 indicadores
Giovanna Ortiz
 
gestão ambiental
gestão ambientalgestão ambiental
gestão ambiental
Neilany Sousa
 
O que é qualidade
O que é qualidadeO que é qualidade
O que é qualidade
ELAINESILVEIRA
 
Iso 14001
Iso 14001Iso 14001
Norma iso 14001
Norma iso 14001Norma iso 14001
Norma iso 14001
eduardo viana
 
Aula sobre iso 14000
Aula sobre iso 14000Aula sobre iso 14000
Aula sobre iso 14000
cristiano mota
 
Gestão Ambiental
Gestão AmbientalGestão Ambiental
Gestão Ambiental
Cadernos PPT
 
Gestão ambiental apresentação
Gestão ambiental apresentaçãoGestão ambiental apresentação
Gestão ambiental apresentação
Igor Cosenza Dionisio
 
O que é ISO
O que é ISOO que é ISO
O que é ISO
elliando dias
 
Auditoria ambiental
Auditoria ambientalAuditoria ambiental
Auditoria ambiental
Bianca Goldoni
 
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
CICCOPN - Centro de formação Profissional da Industria da Construção Civil e Obras Públicas do Norte
 
Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental
sionara14
 

Mais procurados (20)

Gestão ambiental e administração
Gestão ambiental e administraçãoGestão ambiental e administração
Gestão ambiental e administração
 
ISO 14.000
ISO 14.000ISO 14.000
ISO 14.000
 
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
 
Iso 14001
Iso 14001Iso 14001
Iso 14001
 
Aula de Gestão Ambiental - UMC
Aula de Gestão Ambiental - UMCAula de Gestão Ambiental - UMC
Aula de Gestão Ambiental - UMC
 
Aula 3 sga qualidade
Aula 3   sga qualidadeAula 3   sga qualidade
Aula 3 sga qualidade
 
Estudo de viabilidade
Estudo de viabilidadeEstudo de viabilidade
Estudo de viabilidade
 
Introdução ao SGA (Sistema de Gestão Ambiental)
Introdução ao SGA (Sistema de Gestão Ambiental)Introdução ao SGA (Sistema de Gestão Ambiental)
Introdução ao SGA (Sistema de Gestão Ambiental)
 
Aula 20 indicadores
Aula 20 indicadoresAula 20 indicadores
Aula 20 indicadores
 
gestão ambiental
gestão ambientalgestão ambiental
gestão ambiental
 
O que é qualidade
O que é qualidadeO que é qualidade
O que é qualidade
 
Iso 14001
Iso 14001Iso 14001
Iso 14001
 
Norma iso 14001
Norma iso 14001Norma iso 14001
Norma iso 14001
 
Aula sobre iso 14000
Aula sobre iso 14000Aula sobre iso 14000
Aula sobre iso 14000
 
Gestão Ambiental
Gestão AmbientalGestão Ambiental
Gestão Ambiental
 
Gestão ambiental apresentação
Gestão ambiental apresentaçãoGestão ambiental apresentação
Gestão ambiental apresentação
 
O que é ISO
O que é ISOO que é ISO
O que é ISO
 
Auditoria ambiental
Auditoria ambientalAuditoria ambiental
Auditoria ambiental
 
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
A nova Norma Internacional ISO 45001:2018 – Sistema de Gestão da Segurança e ...
 
Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental
 

Semelhante a SGA 14001

Apresentação da ABNT-NBR-ISO-14001.pptx
Apresentação  da ABNT-NBR-ISO-14001.pptxApresentação  da ABNT-NBR-ISO-14001.pptx
Apresentação da ABNT-NBR-ISO-14001.pptx
ELDER ANGELO GINU DA SILVA
 
Apresentac3a7c3a3o iso-14000-1-130811080258-phpapp02
Apresentac3a7c3a3o iso-14000-1-130811080258-phpapp02Apresentac3a7c3a3o iso-14000-1-130811080258-phpapp02
Apresentac3a7c3a3o iso-14000-1-130811080258-phpapp02
Daniel Americano
 
Trabalho ISO slides
Trabalho ISO slidesTrabalho ISO slides
Trabalho ISO slides
ssuserb93dfc
 
SGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - Noções
SGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - NoçõesSGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - Noções
SGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - Noções
Roberto Emery-Trindade
 
Auditoriae certificao
Auditoriae certificaoAuditoriae certificao
Auditoriae certificao
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Principiosiso14001 140406100348-phpapp02
Principiosiso14001 140406100348-phpapp02Principiosiso14001 140406100348-phpapp02
Principiosiso14001 140406100348-phpapp02
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Iso 14001
Iso 14001Iso 14001
Iso 14001
Denise Viana
 
Prof. Pueblo Peçanha - Gestão ambiental slide 01
Prof. Pueblo Peçanha - Gestão ambiental slide 01Prof. Pueblo Peçanha - Gestão ambiental slide 01
Prof. Pueblo Peçanha - Gestão ambiental slide 01
Pueblo Peçanha
 
Aula 02 sistemas de gestão ambiental
Aula 02   sistemas de gestão ambientalAula 02   sistemas de gestão ambiental
Aula 02 sistemas de gestão ambiental
Luiz Anselmo Tourinho
 
ISO 14001:2015
ISO 14001:2015ISO 14001:2015
ISO 14001:2015
Andressa Ribeiro
 
Apresentao 120324224848-phpapp01
Apresentao 120324224848-phpapp01Apresentao 120324224848-phpapp01
Apresentao 120324224848-phpapp01
Daniel Americano
 
Iso 14000 final
Iso 14000   finalIso 14000   final
Iso 14000 final
guizanella
 
Aula 16_sistemadegestoambiental-iso-14001.pdf
Aula 16_sistemadegestoambiental-iso-14001.pdfAula 16_sistemadegestoambiental-iso-14001.pdf
Aula 16_sistemadegestoambiental-iso-14001.pdf
AndreaGama16
 
Iso 14000 doc
Iso 14000 docIso 14000 doc
Iso 14000 doc
Fabio Lima
 
Como fazer um evento sustentável
Como fazer um evento sustentável Como fazer um evento sustentável
Como fazer um evento sustentável
CASAMUNDOBRAZIL Projetos Sustentáveis
 
Por que certificar a ISO 20121
Por que certificar a  ISO 20121Por que certificar a  ISO 20121
Por que certificar a ISO 20121
CASAMUNDOBRAZIL Projetos Sustentáveis
 
ISO 14001 2015.pptx
ISO 14001 2015.pptxISO 14001 2015.pptx
ISO 14001 2015.pptx
NatanaelFerreira29
 
ISO 14000
ISO 14000ISO 14000
ISO 14000
Bruna Marandola
 
ISO 14001 2015.pptx
ISO 14001 2015.pptxISO 14001 2015.pptx
ISO 14001 2015.pptx
Natanael Ferreira
 
Aula 04
Aula 04Aula 04

Semelhante a SGA 14001 (20)

Apresentação da ABNT-NBR-ISO-14001.pptx
Apresentação  da ABNT-NBR-ISO-14001.pptxApresentação  da ABNT-NBR-ISO-14001.pptx
Apresentação da ABNT-NBR-ISO-14001.pptx
 
Apresentac3a7c3a3o iso-14000-1-130811080258-phpapp02
Apresentac3a7c3a3o iso-14000-1-130811080258-phpapp02Apresentac3a7c3a3o iso-14000-1-130811080258-phpapp02
Apresentac3a7c3a3o iso-14000-1-130811080258-phpapp02
 
Trabalho ISO slides
Trabalho ISO slidesTrabalho ISO slides
Trabalho ISO slides
 
SGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - Noções
SGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - NoçõesSGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - Noções
SGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - Noções
 
Auditoriae certificao
Auditoriae certificaoAuditoriae certificao
Auditoriae certificao
 
Principiosiso14001 140406100348-phpapp02
Principiosiso14001 140406100348-phpapp02Principiosiso14001 140406100348-phpapp02
Principiosiso14001 140406100348-phpapp02
 
Iso 14001
Iso 14001Iso 14001
Iso 14001
 
Prof. Pueblo Peçanha - Gestão ambiental slide 01
Prof. Pueblo Peçanha - Gestão ambiental slide 01Prof. Pueblo Peçanha - Gestão ambiental slide 01
Prof. Pueblo Peçanha - Gestão ambiental slide 01
 
Aula 02 sistemas de gestão ambiental
Aula 02   sistemas de gestão ambientalAula 02   sistemas de gestão ambiental
Aula 02 sistemas de gestão ambiental
 
ISO 14001:2015
ISO 14001:2015ISO 14001:2015
ISO 14001:2015
 
Apresentao 120324224848-phpapp01
Apresentao 120324224848-phpapp01Apresentao 120324224848-phpapp01
Apresentao 120324224848-phpapp01
 
Iso 14000 final
Iso 14000   finalIso 14000   final
Iso 14000 final
 
Aula 16_sistemadegestoambiental-iso-14001.pdf
Aula 16_sistemadegestoambiental-iso-14001.pdfAula 16_sistemadegestoambiental-iso-14001.pdf
Aula 16_sistemadegestoambiental-iso-14001.pdf
 
Iso 14000 doc
Iso 14000 docIso 14000 doc
Iso 14000 doc
 
Como fazer um evento sustentável
Como fazer um evento sustentável Como fazer um evento sustentável
Como fazer um evento sustentável
 
Por que certificar a ISO 20121
Por que certificar a  ISO 20121Por que certificar a  ISO 20121
Por que certificar a ISO 20121
 
ISO 14001 2015.pptx
ISO 14001 2015.pptxISO 14001 2015.pptx
ISO 14001 2015.pptx
 
ISO 14000
ISO 14000ISO 14000
ISO 14000
 
ISO 14001 2015.pptx
ISO 14001 2015.pptxISO 14001 2015.pptx
ISO 14001 2015.pptx
 
Aula 04
Aula 04Aula 04
Aula 04
 

Mais de SERGIO DE MELLO QUEIROZ

Licenciamentoambientalfederal2020 200923051957
Licenciamentoambientalfederal2020 200923051957Licenciamentoambientalfederal2020 200923051957
Licenciamentoambientalfederal2020 200923051957
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
La pnl una vision sistemica
La pnl una vision sistemicaLa pnl una vision sistemica
La pnl una vision sistemica
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
COACHING - UMA VISÃO SISTEMICA MOTIVACIONAL
COACHING - UMA VISÃO SISTEMICA MOTIVACIONALCOACHING - UMA VISÃO SISTEMICA MOTIVACIONAL
COACHING - UMA VISÃO SISTEMICA MOTIVACIONAL
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Gestodaqualidadeiso9001 140212102456-phpapp01
Gestodaqualidadeiso9001 140212102456-phpapp01Gestodaqualidadeiso9001 140212102456-phpapp01
Gestodaqualidadeiso9001 140212102456-phpapp01
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Guiadeutilizaoiso90012015
Guiadeutilizaoiso90012015Guiadeutilizaoiso90012015
Guiadeutilizaoiso90012015
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Apresentacao seguranca barragens
Apresentacao seguranca barragensApresentacao seguranca barragens
Apresentacao seguranca barragens
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
The templars secret_island-a_critique
The templars secret_island-a_critiqueThe templars secret_island-a_critique
The templars secret_island-a_critique
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Templars chart
Templars chartTemplars chart
Templars chart
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Templariosmonjeoguerrero
TemplariosmonjeoguerreroTemplariosmonjeoguerrero
Templariosmonjeoguerrero
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Templarios siete siglos de leyendas
Templarios siete siglos de leyendasTemplarios siete siglos de leyendas
Templarios siete siglos de leyendas
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Ritualessecretosdelostemplarios
RitualessecretosdelostemplariosRitualessecretosdelostemplarios
Ritualessecretosdelostemplarios
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Maktemplar
MaktemplarMaktemplar
Iowa councilritual2015 selectmasterdegree
Iowa councilritual2015 selectmasterdegreeIowa councilritual2015 selectmasterdegree
Iowa councilritual2015 selectmasterdegree
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Iowa councilritual2015 royalmasterdegree
Iowa councilritual2015 royalmasterdegreeIowa councilritual2015 royalmasterdegree
Iowa councilritual2015 royalmasterdegree
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Iowa councilritual2015 openingandclosing
Iowa councilritual2015 openingandclosingIowa councilritual2015 openingandclosing
Iowa councilritual2015 openingandclosing
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Iowa councilritual2015 installationofofficers
Iowa councilritual2015 installationofofficersIowa councilritual2015 installationofofficers
Iowa councilritual2015 installationofofficers
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Iowa councilritual2015
Iowa councilritual2015Iowa councilritual2015
Iowa councilritual2015
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Historia y tragedia_de_los_templarios_d_santiago_lopez
Historia y tragedia_de_los_templarios_d_santiago_lopezHistoria y tragedia_de_los_templarios_d_santiago_lopez
Historia y tragedia_de_los_templarios_d_santiago_lopez
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Lcds n10
Lcds n10Lcds n10
Lcds n9
Lcds n9Lcds n9

Mais de SERGIO DE MELLO QUEIROZ (20)

Licenciamentoambientalfederal2020 200923051957
Licenciamentoambientalfederal2020 200923051957Licenciamentoambientalfederal2020 200923051957
Licenciamentoambientalfederal2020 200923051957
 
La pnl una vision sistemica
La pnl una vision sistemicaLa pnl una vision sistemica
La pnl una vision sistemica
 
COACHING - UMA VISÃO SISTEMICA MOTIVACIONAL
COACHING - UMA VISÃO SISTEMICA MOTIVACIONALCOACHING - UMA VISÃO SISTEMICA MOTIVACIONAL
COACHING - UMA VISÃO SISTEMICA MOTIVACIONAL
 
Gestodaqualidadeiso9001 140212102456-phpapp01
Gestodaqualidadeiso9001 140212102456-phpapp01Gestodaqualidadeiso9001 140212102456-phpapp01
Gestodaqualidadeiso9001 140212102456-phpapp01
 
Guiadeutilizaoiso90012015
Guiadeutilizaoiso90012015Guiadeutilizaoiso90012015
Guiadeutilizaoiso90012015
 
Apresentacao seguranca barragens
Apresentacao seguranca barragensApresentacao seguranca barragens
Apresentacao seguranca barragens
 
The templars secret_island-a_critique
The templars secret_island-a_critiqueThe templars secret_island-a_critique
The templars secret_island-a_critique
 
Templars chart
Templars chartTemplars chart
Templars chart
 
Templariosmonjeoguerrero
TemplariosmonjeoguerreroTemplariosmonjeoguerrero
Templariosmonjeoguerrero
 
Templarios siete siglos de leyendas
Templarios siete siglos de leyendasTemplarios siete siglos de leyendas
Templarios siete siglos de leyendas
 
Ritualessecretosdelostemplarios
RitualessecretosdelostemplariosRitualessecretosdelostemplarios
Ritualessecretosdelostemplarios
 
Maktemplar
MaktemplarMaktemplar
Maktemplar
 
Iowa councilritual2015 selectmasterdegree
Iowa councilritual2015 selectmasterdegreeIowa councilritual2015 selectmasterdegree
Iowa councilritual2015 selectmasterdegree
 
Iowa councilritual2015 royalmasterdegree
Iowa councilritual2015 royalmasterdegreeIowa councilritual2015 royalmasterdegree
Iowa councilritual2015 royalmasterdegree
 
Iowa councilritual2015 openingandclosing
Iowa councilritual2015 openingandclosingIowa councilritual2015 openingandclosing
Iowa councilritual2015 openingandclosing
 
Iowa councilritual2015 installationofofficers
Iowa councilritual2015 installationofofficersIowa councilritual2015 installationofofficers
Iowa councilritual2015 installationofofficers
 
Iowa councilritual2015
Iowa councilritual2015Iowa councilritual2015
Iowa councilritual2015
 
Historia y tragedia_de_los_templarios_d_santiago_lopez
Historia y tragedia_de_los_templarios_d_santiago_lopezHistoria y tragedia_de_los_templarios_d_santiago_lopez
Historia y tragedia_de_los_templarios_d_santiago_lopez
 
Lcds n10
Lcds n10Lcds n10
Lcds n10
 
Lcds n9
Lcds n9Lcds n9
Lcds n9
 

SGA 14001

  • 1. SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL (SGA) Joselito Santos Abrantes
  • 2. “Ensinem as suas crianças o que ensinamos as nossas, que a Terra é nossa mãe. Tudo o que acontecer a Terra, acontecerá aos filhos da Terra. Se os homens cospem no solo, estão cuspindo em si mesmos... A Terra não pertence ao homem; o homem pertence a Terra... Todas as coisas estão ligadas como o sangue que une uma família. Ha uma ligação em tudo. Os rios são nossos irmãos, saciam nossa sede”.
  • 3. O MUNDO GLOBAL e as MUDANÇAS
  • 5. PREÂMBULO A Agenda 21 está voltada para os problemas prementes de hoje e tem o objetivo, ainda, de preparar o mundo para os desafios do próximo século.
  • 6. CAPÍTULO 30 • Fortalecimento do papel do comércio e da indústria; • Promoção de uma produção mais limpa; • Promoção da responsabilidade empresarial socioambiental.
  • 7. PROBLEMAS DE NÍVEL GLOBAL QUE AFETAM A QUALIDADE AMBIENTAL: •Camada de ozônio •Efeito estufa •Chuvas ácidas •Acidentes nucleares •Grande acidentes ambientais
  • 8. PROBLEMAS DE NÍVEL NACIONAL QUE AFETAM A QUALIDADE AMBIENTAL •Floresta nativas em extinção •Urbanização acelerada •Agricultura predatória •Recursos hídricos ameaçados •Recursos energéticos escassos
  • 9. PROBLEMAS DE NÍVEL LOCAL QUE AFETAM A QUALIDADE AMBIENTAL: •Saneamento básico •Disposição do lixo urbano •Correto uso da água e da energia •Trânsito e emissões dos veículos automotores •Poluição sonora
  • 10. PROBLEMAS DE NÍVEL EMPRESARIAL QUE AFETAM A QUALIDADE AMBIENTAL • DESPERDICIO • LIXO, SOBRAS E RESIDUOS • POLUIÇÃO –SONORA –DOS RECURSOS HIDRICOS –DO AR –DO SOLO –VISUAL –QUÍMICA –NUCLEAR • EXPLORAÇÃO PREDATÓRIA DOS RECURSOS NATURAIS
  • 11. PROBLEMAS DE NÍVEL INDIVIDUAL QUE AFETAM A QUALIDADE AMBIENTAL: • CONSUMISMO • DESPERDÍCIO • PRODUÇÃO DE LIXO • CONSCIÊNCIA AMBIENTAL • HABITOS CULTURAIS ARRAIGADOS
  • 16. SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL • Razões que contribuem para uma evolução para uma abordagem sistêmica: • a) Custos crescentes da proteção ambiental; • b) Análises minuciosas por instituições financeiras e investidores; • c) Da regulamentação de meio único para múltiplos meios (busca abordagens preventivas invés daquelas focadas no final dos processos); • d)De "comando e controle" para incentivos de mercado; • e) Percepção da globalidade do meio ambiente.
  • 17. SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL • Razões que contribuem para uma evolução para uma abordagem sistemática: • f) Exigência pelo desenvolvimento sustentável. Da resposta a estas pressões depende a sobrevivência das organizações no longo prazo. Além disso, gestão ambiental pode representar muitos benefícios para as organizações.
  • 18. SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL - SGASISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL - SGA Um sistema de Gestão Ambiental (SGA)Um sistema de Gestão Ambiental (SGA) corresponde a um conjunto inter-relacionado decorresponde a um conjunto inter-relacionado de políticas, práticas e procedimentospolíticas, práticas e procedimentos organizacionais, técnicos e administrativos deorganizacionais, técnicos e administrativos de uma empresa que objetiva obter melhoruma empresa que objetiva obter melhor desempenho ambiental, bem como controle edesempenho ambiental, bem como controle e redução de seus impactos ambientais.redução de seus impactos ambientais.
  • 19. PRINCÍPIOS BÁSICOS DA GESTÃO AMBIENTALPRINCÍPIOS BÁSICOS DA GESTÃO AMBIENTAL PRINCÍPIO 1PRINCÍPIO 1:: Conhecer o que deve ser feito: assegurarConhecer o que deve ser feito: assegurar comprometimento com o SGA e definir acomprometimento com o SGA e definir a política ambiental.política ambiental. PRINCÍPIO 2:PRINCÍPIO 2: Elaborar um Plano de Ação para atender osElaborar um Plano de Ação para atender os requisitos da política ambiental.requisitos da política ambiental. PRINCÍPIO 3PRINCÍPIO 3:: Assegurar as condições para o cumprimento dosAssegurar as condições para o cumprimento dos Objetivos e Metas Ambientais e implementar asObjetivos e Metas Ambientais e implementar as ferramentas de sustentação necessárias.ferramentas de sustentação necessárias. PRINCÍPIO 4:PRINCÍPIO 4: Realizar avaliações quali-quantitativas periódicasRealizar avaliações quali-quantitativas periódicas da conformidade ambiental da empresa.da conformidade ambiental da empresa. PRINCÍPIO 5:PRINCÍPIO 5: Revisar e aperfeiçoar a política ambiental, osRevisar e aperfeiçoar a política ambiental, os objetivos e metas e as ações implementadas paraobjetivos e metas e as ações implementadas para assegurar a melhoria contínua do desempenhoassegurar a melhoria contínua do desempenho ambiental da empresa.ambiental da empresa.
  • 20. O que é um Sistema de Gestão Ambiental?
  • 21. SGA - Definição ISO 14001ISO 14001 “A Parte do Sistema de Gestão Global que inclui estrutura organizacional, atividades de planejamento, responsabilidades, práticas, procedimentos, processos e recursos para desenvolver, implementar, atingir, analisar criticamente e manter a política ambiental.” (NBR ISO 14001)
  • 22. • Identificação e controle dos aspectos, impactos e riscos; • Estabelecer e atingir uma Política; Ambiental, objetivos, metas, incluindo o cumprimento da legislação; • Identificação das oportunidades ambientais; • Monitoria e melhoria contínua do desempenho ambiental. OBJETIVOS DE UM SGA
  • 23. SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL (SGA) ESTRUTURA ORGANIZACIONAL Responsabilidades Autoridades PROCEDIMENTOS PROCESSOS Métodos Práticas RECURSOS Mão-de-Obra Material Máquina IMPLANTADO E MANTIDO PLANEJAMENTO
  • 24. SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL - SGASISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL - SGA
  • 27. PRESSÕES EXERCIDAS SOBRE A ORGANIZAÇÃO Poluição do Ar Poluição dos Solos Poluição das Águas Ruídos Odores Saúde Consumidores Competitividade Fornecedores Chuva Ácida Redução da Camada de Ozônio Mudança Política e Econômica Segurança e Saúde Ocupacional Biodiversidade Redução de Áreas Agricultáveis Legislação Crescimento Demográfico Mudanças Sociais e Tecnológicas Disponibilidade de Recursos Naturais Opinião Pública Efeito Estufa Disposição final de Resíduos Lucro
  • 29. O Comité Técnico 207 da ISO é o encarregado de elaborar as 17 normas da série ISO 14000 e, para isto, formou 6 subcomités, os quais trabalham diferentes disciplinas : • Sistema de gestão ambiental • Auditorías ambientais • Análise do ciclo de vida • Avaliação do desempeño ambiental • Ecoetiquetagem (Ecorotulagem) • Termos e definições Quem as fez? ISO 14000ISO 14000
  • 30. 14001: Sistemas de Gestão Ambiental. Guía para uso •14004: Diretrizes gerais concernentes a principios, sistemas e técnicas de implantação. •14010: Diretrizes para auditoría ambiental. Principios gerais •14011: Procedimentos de auditoría •14012: Criterios de qualificação para os auditores ambientais •14050: Termos e definições ISO 14000ISO 14000 Quais são?
  • 31. O DESENVOLVIMENTO DA ISO 14000. • Com sede em Genebra na Suíça, a ISO é uma organização internacional especializada, não governamental, cujos membros são entidades normativas de âmbito nacional provenientes de 111 países. • A ISO foi fundada em 23 de fevereiro de 1946 para desenvolver normas de fabricação, comércio e comunicações. A participação no desenvolvimento de normas ISO varia de país a país.
  • 32. ISO - 14000 • A ISO desenvolve normas em todos os setores industriais, exceto nos relacionados a engenharia elétrica e eletrônica. • As nações-membros formam grupos técnicos de assessoramento (TAGs - Technical Advisory Groups) que contribuem com informações aos comitês técnicos como parte do processo de desenvolvimento de normas. • A ISO recebe informações do governo, setores industriais e outras partes interessadas antes de promulgar uma norma.
  • 33. ISO - 14000 • Depois que a versão preliminar de uma norma é votada por todos os países-membros, ela é publicada em forma de norma internacional. Nesse ponto, cada nação pode adotar uma versão da norma como padrão nacional. • Em 1992, foi estabelecido pela ISO para realizar um estudo em relação às normas internacionais sobre o meio ambiente um grupo que utilizou a norma BS 7750 como referência para o começo do trabalho. O resultado foi a formação do Technical Commitee 207 (TC 207) e o início do desenvolvimento da série ISO 14000.
  • 34. ISO - 14000 • O Brasil participa da ISO através da ABNT, que é uma sociedade privada, sem fins lucrativos, tendo como associados pessoas físicas e jurídicas. A ABNT é reconhecida pelo Governo brasileiro, como Foro Nacional de Normalização. • Referente à norma ISO 14001, o objetivo principal da organização é ser uma referência consensual para a gestão ambiental, homogeneizando a linguagem das normas nacionais e regionais em nível internacional, agilizando as transações no mercado globalizado.
  • 35. SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL SEGUNDO A ISO 14001 • A finalidade básica da ISO 14001 é a de fornecer às organizações os requisitos básicos de um sistema de gestão ambiental eficaz. • A norma não estabelece "requisitos absolutos de desempenho ambiental" pode ocorrer, semelhante a BS 7750, que duas organizações que desempenhem atividades similares e alcancem desempenhos ambientais diferentes podem estar ambas em conformidade com a ISO 14001
  • 36. ISO 14001ISO 14001 A quem se aplica?A quem se aplica? É aplicável a qualquer organização, independente do tipo, tamanho e condições geográficas, culturais e sociais:  Implementar, manter e melhorar seu Sistema de Gestão Ambiental.  Garantir, por si mesma, sua conformidade com a política ambiental estabelecida.  Demostrar tal conformidade a outros.  Buscar certificação/registro por parte de uma organização externa. Fazer uma autodeterminação e autodeclaração de conformidade com a norma.
  • 37. PRINCIPAIS ETAPAS DA IMPLANTAÇÃO DAPRINCIPAIS ETAPAS DA IMPLANTAÇÃO DA ISO 14001 SEGUNDO O PDCAISO 14001 SEGUNDO O PDCA
  • 38. REQUISITOS EXIGIDOS NA NORMA NBR ISO 14001 NTC ISO 14001
  • 39. 4.1 REQUISITOS GERAIS4.1 REQUISITOS GERAIS  APOIO DA GERÊNCIA PARA EXPLORAR NOVOS CAMINHOS E SER MAES COMPETITIVOS.  SUPORTE DO PESSOAL DE DIREÇÃO NA TOMADA DE DECISÕES PARA PRODUZIR AS MUDANÇAS.  DETERMINAÇÃO DAS PESSOAS QUE TERÃO RESPONSABILIDADE DA IMPLEMENTAÇÃO.  REVISÃO AMBIENTAL INICIAL.
  • 40. É UMA DECLARAÇÃO VOLUNTÁRIA DA ORGANIZAÇÃO SOBRE SUAS INTENÇÕES E PRINCÍPIOS EM RELAÇÃO A SEU DESEMPENHO AMBIENTAL GLOBAL, QUE PROVÊ UMA ESTRUTURA PARA A AÇÃO E PARA ESTABELECER OBJETIVOS E METAS. 4.2 POLÍTICA AMBIENTAL4.2 POLÍTICA AMBIENTAL
  • 41. 4.3 PLANEJAMENTO4.3 PLANEJAMENTO ASPECTOS AMBIENTAIS IMPACTOS AMBIENTAIS • Emissões atmosféricas • Contaminação do ar • Descargas de águas residuais • Contaminação água • Embalagens • Cargas en aterros sanitarios• Manutenção de geladeiras • Depleção da camada de ozonio • Combustão de combustíveis fósseis • Mudanças climáticas • Escapes em tanques de armazenagens • Contaminação solo e água subterrânea. • Aplicação de herbicidas • Contaminação solo e água subterrânea.  CAUSAS  CONTROLES OPERACIONAIS  CAUSAS  CONTROLES OPERACIONAIS  OBJETIVOS E  METAS AMBIENTAIS  OBJETIVOS E  METAS AMBIENTAIS 4.3.1 IDENTIFICAÇÃO DOS ASPECTOS E IMPACTOS AMBIENTAIS
  • 42. 4.3.2 REQUISITOS LEGAIS MINISTERIO DO MEIO AMBIENTE UNIDADES AMBIENTAIS URBANAS ORGANIZAÇÕES AUTÓNOMAS REGIONAIS MINISTERIO DA SAÚDE MINISTERIO DE RELAÇÕES EXTERIORES CÂMARAS MUNICIPAIS PREFEITURAS
  • 43. ISO 14000ISO 14000 4.4 IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO4.4 IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO 4.4.1 ESTRUTURA E RESPONSABILIDADES 4.4.2 TREINAMENTO, CONHECIMENTO E COMPETÊNCIA A S S E S S O R I A F I S C A L H . F . M u ñ o z P . A U D IT O R I A I N T E R N A E . G a lle g o s A C H E F E D E L O G Í S T I C A D . C h a v e z G E R E N C IA A D M IN IS T R A T IV A I . l B e c e r r a G . G E R E N C IA C O M E R C IA L C O F R E / M A D E A L F . G a it a n M . G E R E N C IA F IN A N C E IR A F . S o t o . G E R E N T E D E M E C A N IZ A D O S E M A N U T E N Ç Ã O R . T a le r o D E P A R T A M E N T O D E M A T E R IA IS R . C o r té s D E P A R T A M E N T O Q U A L ID A D E D O P R O D U T O F . F a r ia s D E P A R T A M E N T O D E E N G E N H A R IA F a b io P e ñ a H . D E P A R T A M E N T O D E P R O D U Ç Ã O G . V iv e r o s G E R E N C I A M A D E A L M a r c o A . E c h e v e r r y G E R Ê N C I A G E R A L C . M e n d e z B . GRUPO DIRIGENTE •POLITICA E PROCEDIMENTOS •IMPACTO AMBIENTAL DE SUAS ATIVIDADES •FUNÇÕES E RESPONSABILIDADES PARA ATENDER A POLITICA • CONSEQÜÊNCIAS DE DESVIOS DOS PROCEDIMIENTOS
  • 44. ISO 14000ISO 14000 4.4 IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO4.4 IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO 4.4.3 COMUNICAÇÕES 4.4.4 DOCUMENTAÇÃO DO SGA Externas: Entidades overnamentais; partes interessadas; Clientes Internos: Colaboradores Estabelecer informação que defina os elementos centrais do SGA. Direcionar a documentação.
  • 45. ISO 14000ISO 14000 4.4 IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO4.4 IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO 4.4.5 CONTROLE DE DOCUMENTOS 4.4.6 CONTROLE OPERACIONAL • Localizar documentos • Atualizá-los • Retirar obsoletos Operações e atividades associadas com os aspectos ambientais significativos.
  • 46. ISO 14000ISO 14000 4.4 IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO4.4 IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO 4.4.7 PREPARAÇÃO DE EMERGENCIAS Identificar situações potenciais de emergência e realizar simulações. incêndios acidentes derrames
  • 47. ISO 14000ISO 14000 4.5 VERIFICAÇÃO E AÇÃO CORRETIVA4.5 VERIFICAÇÃO E AÇÃO CORRETIVA 4.5.1 MONITORAMENTO E MEDIÇÃO 4.5.2 NÃO CONFORMIDADE, AÇÃO CORRETIVA E PREVENTIVA •Características chaves •Registro do desempenho calibrado Avaliar a conformidade com legislação Qual é a causa do erro? Como evitar que se repita?
  • 48. ISO 14000ISO 14000 4.5 VERIFICAÇÃO E AÇÃO CORRETIVA4.5 VERIFICAÇÃO E AÇÃO CORRETIVA 4.5.3 REGISTROS 4.5.4 AUDITORIAS AO SGA Identificação, mantenutenção e disposição de registros ambientais
  • 49. ISO 14000ISO 14000 4.6 REVISÃO PELA GERENCIA4.6 REVISÃO PELA GERENCIA • Se cumpriram as metas? • Em que falhamos e quais foram os acertos ? • No que precisamos melhoria? • Que novos objetivos planejamos?
  • 50. Política Ambiental Elementos do SGA de acordo com ISO 14001 Planejamento . Aspectos Ambientais . Requerimentos legais e outros . Objetivos e metas . Programas de Gestão Ambiental Implementação e Operação . Estrutura e responsabilidade . Treinamento, consciência e competência . Comunicação . Documentação do SGA . Controle Operacional . Preparação e resposta para emergência Revisão da Gestão Verificação e Ações Corretivas . Monitoramento e medições . Não-conformidades e ações preventivas e corretivas . Registros . Auditoria do SGA Melhoria Contínua
  • 51. CICLO DE IMPLEMENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DO SGACICLO DE IMPLEMENTAÇÃO E MANUTENÇÃO DO SGA
  • 52. O PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO AS ETAPAS DO PROCESSO: • Adequação ou criação da Política Ambiental; • Adequação ou criação de Estrutura Organizacional: • Responsabilidades e Autoridades. • Adequação ou criação do SGA: • Aspectos ambientais; • Objetivos e metas; • Treinamento; • Documentação; • Acidentes potenciais; • Implantação do SGA; • Auditorias internas e ações corretivas; IMPLANTAÇÃOIMPLANTAÇÃO • Requisitos legais; • Planos de ação; • Comunicação; • Controle Operacional; • Situações de Emergência;
  • 53. Desempenho Ambiental Resultados mensuráveis do SGA, relacionados ao controle da Empresa sobre seus aspectos ambientais, baseado em sua Política Ambiental, objetivos e metas. ISO 14001
  • 54. SGA - QUADRO GERAL DE DESEMPENHO
  • 56. Aspectos X Impactos SGA Empresa Meio Ambiente Aspectos Impactos
  • 58. Melhoria Contínua . Processo de intensificação do SGA para alcançar melhorias em todo o desempenho ambiental alinhado à Política Ambiental da organização. . O Processo não precisa ocorrer em todas as áreas de atividade simultaneamente. ISO 14001:
  • 77. QUE SÃO: • ESCASSOS; • FRÁGEIS; • SOMENTE EM ALGUNS CASOS RENOVÁVEIS
  • 78. A NATUREZA SE COMPORTA COMO UM BANCO COMUM: • COBRA JUROS (OU SEJA, QUANTO MAIS ESCASSOS OS RECURSOS MAIS CAROS FICAM); • EXIGE REPOSIÇÃO (NÃO SE PODE SÓ RETIRAR É PRECISO DEVOLVER); • ENTRA EM FALÊNCIA (NA MEDIDA QUE SE RETIRA SEM DEVOLUÇÃO)
  • 79. QUANDO ENTRA EM FALÊNCIA A RECUPERAÇÃO É: • LENTA; • DIFÍCIL; • ONEROSA; • EM ALGUNS CASOS É IMPOSSÍVEL “NOSSA CAPACIDADE DE RECUPERAR É INFINITAMENTE MENOR DO QUE A DE DEGRADAR E DESTRUIR.”
  • 80. DAÍ A NECESSIDADE DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL