SlideShare uma empresa Scribd logo
NOÇÕES E FUNDAMENTOS  SGA E DA NORMA ISO14001
O QUE É MEIO AMBIENTE ? CONJUNTO DE TODAS AS CONDIÇÕES E INFLUÊNCIAS EXTERNAS QUE AFETAM A VIDA E O ESENVOLVIMENTO DOS SERES VIVOS.
S ISTEMA DE  G ESTÃO  A MBIENTAL É um conjunto de ações e recursos (humanos, financeiros, materiais) com o objetivo de controlar os processos e serviços, afim de manter a Política Ambiental.
Implantar o   SGA Baseado na   ISO14001
ISO14001 O QUE SIGNIFICA ? QUAIS OS BENEFÍCIOS ? QUAL A ORIGEM ? ONDE SE APLICA ?
É um conjunto de normas que estão relacionadas com a PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE, dentre as quais existe a  ISO14001  (única norma que permite a certificação). O QUE É A SÉRIE ISO14000
COMO SURGIRAM  AS NORMAS ISO 14000 ANO 1972: na conferência das Nações Unidas na Suécia. ANO 1992: durante a Conferência das Nações Unidas realizada no Rio de Janeiro - ECO 92. Publicação da norma BS-7750 (Inglaterra) que originou a base para a série da ISO14000.
ELA É PARTICIPATIVA : Todos os membros da empresa participam da preservação do meio ambiente (os clientes, os empregados, os acionistas, os fornecedores e a comunidade). ELA É PRO-ATIVA:  seu foco é a ação preventiva, e não somente a ação corretiva. ELA É UMA NORMA DE SISTEMA : reforça na MELHORIA CONTÍNUA para a proteção e preservação do meio ambiente. QUAIS AS IMPORTANTES CARACTERÍSTICAS DA ISO14001 ?
A ISO14001 AJUDA A EMPRESA A TRATAR O MEIO AMBIENTE DE UMA FORMA SISTEMÁTICA; PROTEÇÃO DOS EMPREGADOS; PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE; CUMPRIMENTO DA LEGISLAÇÃO E NORMAS; ESTABELECIMENTO DE OBJETIVOS E METAS AMBIENTAIS; COMUNICAÇÃO COM CLIENTES, EMPREGADOS, COMUNIDADE E ACIONISTAS Benefícios e Vantagens
Benefícios e Vantagens CONSCIENTIZAÇÃO DOS EMPREGADOS E DO PÚBLICO VANTAGEM COMPETITIVA MINIMIZAÇÃO DOS DESPERDÍCIOS PROTEÇÃO AMBIENTAL MELHORIAS PARA A COMUNIDADE FINANCIAMENTOS E SEGUROS REDUÇÃO DOS RISCOS DE ACIDENTES
PORQUE AS EMPRESAS ESTÃO IMPLANTANDO O   SGA ???
M elhoria da imagem da empresa com relação à proteção do meio ambiente; P revenção da Poluição R edução dos custos com a disposição de resíduos e efluentes R edução dos custos com a seguradora R edução de multas e indenizações M elhoria do Sistema de Gestão Ambiental da Empresa
O QUE SIGNIFICA OBTER A CERTIFICAÇÃO ISO14001 ?? Significa que o  SGA  da Empresa foi avaliado por uma entidade independente reconhecida por um organismo nacional e,  de acordo com os requisitos da Norma ISO14001 .
QUAL A VALIDADE DA CERTIFICAÇÃO ? 2) DE 6 EM 6 MESES, O SISTEMA É AUDITADO PARA VERIFICAR SE ELE CONTINUA ATENDENDO OS REQUISITOS DA NORMA. 1) O CERTIFICADO TEM  VALIDADE DE 03 ANOS.
ETAPAS  NECESSÁRIAS PARA A  CERTIFICAÇÃO 1)  Comprometimento da Alta Administração 2)  Seleção do coordenador 3)  Formação do Grupo Gestor 4)  Treinamento: gerente, coordenadores e supervisores 5)  Divulgação da Política Ambiental 6)  Sensibilização e treinamento da todos os funcionários,
4.3 - PLANEJAMENTO 4.3.1 - ASPECTOS AMBIENTAIS 4.3.2 - LEGISLAÇÃO E OUTROS REQUISITOS 4.3.3 - OBJETIVOS E METAS 4.3.4 - PROGRAMA DE GERENCIAMENTO  AMBIENTAL 4.4 - IMPLEMENTAÇÃO E  OPERAÇÃO 4.4.1 - ESTRUTURA E RESPONSABILIDADE 4.4.2 - TREINAMENTO, CONSCIENTIZAÇÃO E CAPACITAÇÃO 4.4.3 - COMUNICAÇÃO 4.4.4 - DOCUMENTAÇÃO DO SGA 4.4.5 - CONTROLE DE DOCUMENTOS 4.4.6 - 4.4.CONTROLE  OPERACIONAL 4.4.7 - PREPARAÇÃO E ATENDIMENTO  À EMERGÊNCIAS 4.5 - VERIFICAÇÃO E AÇÕES CORRETIVAS 4.5.1 - MONITORAMENTO 4.5.2 - NÃO CONFORMIDADES E AÇÕES CORRETIVAS E PREVENTIVAS 4.5.3 - REGISTROS 4.5.4 - AUDITORIAS DO SGA 4.6 - ANÁLISE CRÍTICA  GERENCIAL REQUISITOS DA NORMA ISO14001 4.2 - POLÍTICA AMBIENTAL MELHORIA CONTÍNUA
4.3.3  OBJETIVOS E METAS A organização deve estabelecer e manter objetivos e metas ambientais documentados, em cada nível e função pertinente da organização. Ao estabelecer e revisar seus objetivos, a organização deve considerar os requisitos legais e outros requisitos, seus aspectos ambientais significativos, suas opções tecnológicas, seus requisitos financeiros, operacionais e comerciais, bem como a visão das partes interessadas. Os objetivos e metas devem ser compatíveis com a política ambiental, incluindo o comprometimento com a prevenção de poluição.
1. Manter um consumo específico de óleo diesel.   1. Reduzir em 5% o consumo específico de água (m 3 / t alimentada) nos processos produtivos industriais. 1. Reduzir o consumo específico de energia elétrica. CONSUMO DE RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS E NÃO RENOVÁVEIS 3.  Otimizar o consumo de óleo  diesel. 2. Otimizar o consumo de água. 1. Otimizar o consumo de energia elétrica.
4.3.4  PROGRAMA DE GESTÃO AMBIENTAL A organização deve estabelecer e manter programa(s) para atingir os objetivos e metas estabelecidos, devendo incluir: a)  A atribuição de responsabilidades em cada função e nível pertinente da organização, visando atingir os objetivos e metas. b)  Os meios e o prazo dentro do qual eles devem ser atingidos. Para projetos relativos a novos empreendimentos e atividades, produtos ou serviços, novos ou modificados, o(s) programa(s) deve(m) ser revisado(s), onde pertinente, para assegurar que a gestão ambiental se aplica a esses projetos.
4.4  IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO
4.4.1  ESTRUTURA E RESPONSABILIDADE As funções, responsabilidades e autoridades devem ser definidas, documentadas e comunicadas a fim de facilitar uma gestão ambiental eficaz. A administração deve fornecer recursos essenciais para a implementação e o controle do sistema de gestão ambiental, abrangendo recursos humanos, qualificações específicas, tecnologia e recursos financeiros.
4.4.1  ESTRUTURA E RESPONSABILIDADE A alta administração da organização deve nomear representante(s) específico(s) que, independentemente de outras atribuições, deve(m) ter funções, responsabilidades e autoridade definidas para: a)  Assegurar que os requisitos do sistema de gestão ambiental sejam estabelecidos, implementados e mantidos de acordo com a Norma. b )  Relatar à alta administração o desempenho do sistema de gestão ambiental, para análise crítica, como base para o aprimoramento do sistema de gestão ambiental.
Exemplos de documentos com  Estrutura e Responsabilidade  definidas: MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS PROGRAMA DE GESTÃO AMBIENTAL PLANO DE ATENDIMENTO À EMERGÊNCIA
4.4.2  TREINAMENTO, CONSCIENTIZAÇÃO E COMPETÊNCIA A alta administração deve identificar as necessidades de treinamento. Ela deve determina que todo o pessoal cujas tarefas possam criar um impacto significativo sobre o meio ambiente receba treinamento apropriado. A organização deve estabelecer e manter procedimentos que façam com que seus empregados ou membros, em cada nível e função pertinente, estejam conscientes: a)  Da importância da conformidade com a política ambiental, procedimentos e requisitos do sistema de gestão ambiental. b)  Dos impactos ambientais significativos, reais ou potenciais, de suas atividades e dos benefícios ao meio ambiente resultantes da melhoria do seu desempenho pessoal.
4.4.3  COMUNICAÇÃO Com relação aos seus aspectos ambientais e sistema de gestão ambiental, a organização deve estabelecer e manter procedimentos para: a)  Comunicação interna entre vários níveis e funções da organização. b)  Recebimento, documentação e resposta a comunicações pertinentes das partes interessadas externas. A organização deve considerar os processos de comunicação externa sobre seus aspectos ambientais significativos e registrar sua decisão.
4.4.4  DOCUMENTAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL A organização deve estabelecer e manter informações, em papel ou em meio eletrônico, para: a )  Descrever os principais elementos do sistema de gestão e a interação entre eles. b)  Fornecer orientação sobre a documentação relacionada.
4.4.5  CONTROLE DE DOCUMENTOS A organização deve estabelecer e manter procedimentos para o controle de todos os documentos exigidos por esta Norma, para assegurar que: a)  Possam ser localizados. b)   Sejam periodicamente analisados, revisados quando necessário e aprovados, quanto à sua adequação, por pessoal autorizado. c)   As versões atualizadas dos documentos pertinentes estejam disponíveis em todos os locais onde são executadas operações essenciais ao efetivo funcionamento do sistema de gestão ambiental. d)  Documentos obsoletos sejam prontamente removidos de todos os pontos de emissão e uso ou, de outra forma, garantidos contra o uso não-intencional.
4.4.5  CONTROLE DE DOCUMENTOS A organização deve estabelecer e manter procedimentos para o controle de todos os documentos exigidos por esta Norma, para assegurar que: a)  Possam ser localizados. b)   Sejam periodicamente analisados, revisados quando necessário e aprovados, quanto à sua adequação, por pessoal autorizado. c)   As versões atualizadas dos documentos pertinentes estejam disponíveis em todos os locais onde são executadas operações essenciais ao efetivo funcionamento do sistema de gestão ambiental. d)  Documentos obsoletos sejam prontamente removidos de todos os pontos de emissão e uso ou, de outra forma, garantidos contra o uso não-intencional.
4.4.6  CONTROLE OPERACIONAL A organização deve identificar aquelas operações e atividades associadas aos aspectos ambientais significativos identificados de acordo com sua política, objetivos e metas.: a)  Do estabelecimento e manutenção de procedimentos documentados, para abranger situações onde sua ausência possa acarretar desvios em relação à política ambiental e aos objetivos e metas. A organização deve planejar tais atividades, inclusive manutenção, de forma a assegurar que sejam executadas sob condições específicas através: b)  Da estipulação de critérios operacionais nos procedimentos.
4.4.7  PREPARAÇÃO E ATENDIMENTO A EMERGÊNCIAS A organização deve estabelecer e manter procedimentos para identificar o potencial e atender acidentes e situações de emergência, bem como para prevenir e mitigar os impactos ambientais que possam estar associados a eles. A organização deve analisar e revisar, onde necessário, seus procedimentos de preparação e atendimento a emergências, em particular após ocorrência de acidentes ou situações de emergência. A organização deve também testar periodicamente tais procedimentos, onde exeqüível.
4.5  VERIFICAÇÃO E AÇÃO CORRETIVA
4.5.1  MONITORAMENTO E MEDIÇÃO A organização deve estabelecer e manter procedimentos documentados para monitorar e medir, periodicamente, as características principais de suas operações e atividades que possam ter um impacto significativo sobre o meio ambiente. Tais procedimentos devem incluir o registro de informações para acompanhar o desempenho, controles operacionais pertinentes e a conformidade com os objetivos e metas ambientais da organização. Os equipamentos de monitoramento devem ser calibrados e mantidos, e os registros desse processo devem ficar retidos, segundo procedimentos definidos pela organização. A organização deve estabelecer e manter um procedimento documentado para avaliação periódica do atendimento à legislação e regulamentos ambientais pertinentes.
4.5.2  NÃO-CONFORMIDADE E AÇÕES CORRETIVA E PREVENTIVA A organização deve estabelecer e manter procedimentos para definir responsabilidade e autoridade para tratar e investigar as não-conformidades, adotando medidas para mitigar quaisquer impactos e para iniciar e concluir ações corretivas e preventivas . Qualquer ação corretiva ou preventiva adotada para eliminar as causas das não-conformidades, reais ou potenciais, deve ser adequada à magnitude dos problemas e proporcional ao impacto ambiental verificado . A organização deve implementar e registrar quaisquer mudanças nos procedimentos documentados, resultantes de ações corretivas e preventivas.
Identificar, avaliar e resolver problemas ambientais no passado e no presente. Não-conformidades é indesejado. Equacionamento das não conformidades     Não tenho nada com isso Alguém tem que fazer alguma coisa Preciso dividir  essa responsabilidade Preciso solucionar e evitar novas ocorrências
4.5.3  REGISTROS A organização deve estabelecer e manter procedimentos para a identificação, manutenção e descarte de registros ambientais. Estes registros devem incluir registros de treinamento e os resultados de auditorias e análises críticas. Os registros ambientais devem ser legíveis e identificáveis, permitindo rastrear a atividade, produto ou serviço envolvido.Os registros ambientais devem ser arquivados e mantidos de forma a permitir sua pronta recuperação, sendo protegidos contra avarias, deterioração ou perda. O período de  retenção deve ser estabelecido e registrado. Os registros devem ser mantidos, conforme apropriado ao sistema e à organização, para demonstrar conformidade aos requisitos desta Norma.
4.5.4  AUDITORIA DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL A organização deve estabelecer e manter programa(s) e procedimentos para auditorias periódicas do sistema de gestão ambiental a serem realizadas de forma a: a)  Determinar se o sistema de gestão ambiental: 1)  está em conformidade com as disposições planejadas para a gestão ambiental, inclusive os requisitos legais da Norma; e 2)  foi devidamente implementado e tem sido mantido. b) Fornecer à administração informações sobre os resultados das auditorias.
4.5.4  AUDITORIA DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL O programa de auditoria da organização, inclusive o cronograma, deve basear-se na importância ambiental da atividade envolvida e nos resultados de auditorias anteriores. Para serem abrangentes, os procedimentos de auditorias devem considerar o escopo da auditoria, a freqüência e as metodologias, bem como as responsabilidades e requisitos relativos à condução de auditorias e à apresentação dos resultados.
4.6  ANÁLISE CRÍTICA PELA ADMINISTRAÇÃO
A alta administração da organização, em intervalos por ela predeterminados, deve analisar criticamente o sistema de gestão ambiental, para assegurar sua conveniência, adequação e eficácia contínuas. O processo de análise crítica deve assegurar que as informações necessárias sejam coletadas, de modo a permitir à administração proceder a esta avaliação. Essa análise crítica deve ser documentada. A análise crítica pela administração deve abordar a eventual necessidade de alterações na política, objetivos e outros elementos do sistema de gestão ambiental à luz dos resultados de auditorias do sistema de gestão ambiental, da mudança das circunstâncias e do comprometimentos com a melhoria contínua.
É REALIZADA A REUNIÇAO SEMESTRAL ENRE DIRETOR, GERENTES E COORDENAÇÃO DE MEIO AMBIENTE PARA AVALIAR O SISTEMA DE GESTÃO.
S ISTEMA DE  G ESTÃO  A MBIENTAL   RESPONSABILIDADE DE CADA  UM DE NÓS.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sistema de gestão ambiental
Sistema de gestão ambientalSistema de gestão ambiental
Sistema de gestão ambiental
luigicanova
 
GestãO Ambiental
GestãO AmbientalGestãO Ambiental
GestãO Ambiental
phsouto
 
Gestão ambiental apresentação
Gestão ambiental apresentaçãoGestão ambiental apresentação
Gestão ambiental apresentação
Igor Cosenza Dionisio
 
Aula 7 gestão ambiental empresarial
Aula 7   gestão ambiental empresarialAula 7   gestão ambiental empresarial
Aula 7 gestão ambiental empresarial
Alex Santiago Nina
 
Gestão Ambiental
Gestão AmbientalGestão Ambiental
Gestão Ambiental
Cadernos PPT
 
Aula 2 introdução a qualidade ambiental qualidade
Aula 2   introdução a qualidade ambiental qualidadeAula 2   introdução a qualidade ambiental qualidade
Aula 2 introdução a qualidade ambiental qualidade
Giovanna Ortiz
 
Gestão Ambiental 01 - Introdução a Gestão Ambiental e Sustentabilidade
Gestão Ambiental 01 - Introdução a Gestão Ambiental e SustentabilidadeGestão Ambiental 01 - Introdução a Gestão Ambiental e Sustentabilidade
Gestão Ambiental 01 - Introdução a Gestão Ambiental e Sustentabilidade
Milton Henrique do Couto Neto
 
Treinamento iso 14001 meio ambiente
Treinamento iso 14001    meio ambienteTreinamento iso 14001    meio ambiente
Treinamento iso 14001 meio ambiente
ednaldo Gonçalves Francelino
 
Aula 03 normas iso 14000 sobre sga (parte 1)
Aula 03   normas iso 14000 sobre sga (parte 1)Aula 03   normas iso 14000 sobre sga (parte 1)
Aula 03 normas iso 14000 sobre sga (parte 1)
Luiz Anselmo Tourinho
 
Aula iso 14000
Aula  iso 14000Aula  iso 14000
Aula iso 14000
Elisane Almeida Pires
 
ISO 14000
ISO 14000 ISO 14000
ISO 14000
Jailson Silva
 
Aula de Gestão Ambiental - UMC
Aula de Gestão Ambiental - UMCAula de Gestão Ambiental - UMC
Aula de Gestão Ambiental - UMC
proftstsergioetm
 
gestão ambiental
gestão ambientalgestão ambiental
gestão ambiental
Gisele Fernandes
 
Sistema de gestao ambiental
Sistema de gestao ambientalSistema de gestao ambiental
Sistema de gestao ambiental
Pelo Siro
 
Aula 02 sistemas de gestão ambiental
Aula 02   sistemas de gestão ambientalAula 02   sistemas de gestão ambiental
Aula 02 sistemas de gestão ambiental
Luiz Anselmo Tourinho
 
Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental
sionara14
 
ISO 14001:2015
ISO 14001:2015ISO 14001:2015
ISO 14001:2015
Andressa Ribeiro
 
Aula 1 GestãO Ambiental E Responsabilidade Social Slide
Aula 1    GestãO Ambiental E Responsabilidade Social   SlideAula 1    GestãO Ambiental E Responsabilidade Social   Slide
Aula 1 GestãO Ambiental E Responsabilidade Social Slide
budhamider
 
Sistema de gestão ambiental1.pptx
Sistema de gestão ambiental1.pptxSistema de gestão ambiental1.pptx
Sistema de gestão ambiental1.pptx
Tiago Marques
 
Aspectos E Impactos Ambientais
Aspectos E Impactos AmbientaisAspectos E Impactos Ambientais
Aspectos E Impactos Ambientais
rubinho13
 

Mais procurados (20)

Sistema de gestão ambiental
Sistema de gestão ambientalSistema de gestão ambiental
Sistema de gestão ambiental
 
GestãO Ambiental
GestãO AmbientalGestãO Ambiental
GestãO Ambiental
 
Gestão ambiental apresentação
Gestão ambiental apresentaçãoGestão ambiental apresentação
Gestão ambiental apresentação
 
Aula 7 gestão ambiental empresarial
Aula 7   gestão ambiental empresarialAula 7   gestão ambiental empresarial
Aula 7 gestão ambiental empresarial
 
Gestão Ambiental
Gestão AmbientalGestão Ambiental
Gestão Ambiental
 
Aula 2 introdução a qualidade ambiental qualidade
Aula 2   introdução a qualidade ambiental qualidadeAula 2   introdução a qualidade ambiental qualidade
Aula 2 introdução a qualidade ambiental qualidade
 
Gestão Ambiental 01 - Introdução a Gestão Ambiental e Sustentabilidade
Gestão Ambiental 01 - Introdução a Gestão Ambiental e SustentabilidadeGestão Ambiental 01 - Introdução a Gestão Ambiental e Sustentabilidade
Gestão Ambiental 01 - Introdução a Gestão Ambiental e Sustentabilidade
 
Treinamento iso 14001 meio ambiente
Treinamento iso 14001    meio ambienteTreinamento iso 14001    meio ambiente
Treinamento iso 14001 meio ambiente
 
Aula 03 normas iso 14000 sobre sga (parte 1)
Aula 03   normas iso 14000 sobre sga (parte 1)Aula 03   normas iso 14000 sobre sga (parte 1)
Aula 03 normas iso 14000 sobre sga (parte 1)
 
Aula iso 14000
Aula  iso 14000Aula  iso 14000
Aula iso 14000
 
ISO 14000
ISO 14000 ISO 14000
ISO 14000
 
Aula de Gestão Ambiental - UMC
Aula de Gestão Ambiental - UMCAula de Gestão Ambiental - UMC
Aula de Gestão Ambiental - UMC
 
gestão ambiental
gestão ambientalgestão ambiental
gestão ambiental
 
Sistema de gestao ambiental
Sistema de gestao ambientalSistema de gestao ambiental
Sistema de gestao ambiental
 
Aula 02 sistemas de gestão ambiental
Aula 02   sistemas de gestão ambientalAula 02   sistemas de gestão ambiental
Aula 02 sistemas de gestão ambiental
 
Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental Aula 3 gestao ambiental
Aula 3 gestao ambiental
 
ISO 14001:2015
ISO 14001:2015ISO 14001:2015
ISO 14001:2015
 
Aula 1 GestãO Ambiental E Responsabilidade Social Slide
Aula 1    GestãO Ambiental E Responsabilidade Social   SlideAula 1    GestãO Ambiental E Responsabilidade Social   Slide
Aula 1 GestãO Ambiental E Responsabilidade Social Slide
 
Sistema de gestão ambiental1.pptx
Sistema de gestão ambiental1.pptxSistema de gestão ambiental1.pptx
Sistema de gestão ambiental1.pptx
 
Aspectos E Impactos Ambientais
Aspectos E Impactos AmbientaisAspectos E Impactos Ambientais
Aspectos E Impactos Ambientais
 

Destaque

ISO 14001 Gestão Ambiental
ISO 14001 Gestão AmbientalISO 14001 Gestão Ambiental
ISO 14001 Gestão Ambiental
Robson Peixoto
 
Iso 14001
Iso 14001Iso 14001
Iso 14001
Denise Viana
 
Sistemas de gestão ambiental iso 14001 2015
Sistemas de gestão ambiental iso 14001 2015Sistemas de gestão ambiental iso 14001 2015
Sistemas de gestão ambiental iso 14001 2015
RB4 Consulting & Auditing
 
SGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - Noções
SGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - NoçõesSGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - Noções
SGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - Noções
Roberto Emery-Trindade
 
Iso 14000
Iso 14000Iso 14000
Normas 14000 aula de gestão ambiental
Normas 14000 aula de gestão ambientalNormas 14000 aula de gestão ambiental
Normas 14000 aula de gestão ambiental
Paulo Eventos
 
Iso 14001
Iso 14001Iso 14001
ISO 14000 Apresentação Dos Requisitos
ISO 14000 Apresentação Dos RequisitosISO 14000 Apresentação Dos Requisitos
ISO 14000 Apresentação Dos Requisitos
Rogério Souza
 
Workshop ATSG Versões 2015 da ISO 9001 e ISO 14001
Workshop ATSG Versões 2015 da ISO 9001 e ISO 14001Workshop ATSG Versões 2015 da ISO 9001 e ISO 14001
Workshop ATSG Versões 2015 da ISO 9001 e ISO 14001
Rogério Campos Meira
 
O que é ISO
O que é ISOO que é ISO
O que é ISO
elliando dias
 
ISO 14000
ISO 14000ISO 14000
ISO 14000
Parvika Singhal
 
Meio ambiente powerpoint
Meio ambiente powerpointMeio ambiente powerpoint
Meio ambiente powerpoint
Margarida Santos
 
Iso 14000 final
Iso 14000   finalIso 14000   final
Iso 14000 final
guizanella
 
Qualidade de Processo A Série ISO 9000
Qualidade de Processo A Série ISO 9000Qualidade de Processo A Série ISO 9000
Qualidade de Processo A Série ISO 9000
elliando dias
 
Norma iso 14001
Norma iso 14001Norma iso 14001
Norma iso 14001
Gerardo Cruz Brambila
 
InterpretaçãO Iso 9001 2008
InterpretaçãO Iso 9001 2008InterpretaçãO Iso 9001 2008
InterpretaçãO Iso 9001 2008
Andréa Borges
 
Iso14000
Iso14000Iso14000
Iso14000
Saulo Silva
 
Gestão Ambiental
Gestão AmbientalGestão Ambiental
Gestão Ambiental
guestfcc10a
 
Iso 14001 2015
Iso 14001 2015Iso 14001 2015
Iso 14001 2015
Zitec Consultores
 
Diapositivas iso 14000 --
Diapositivas iso 14000 --Diapositivas iso 14000 --
Diapositivas iso 14000 --
edward221989
 

Destaque (20)

ISO 14001 Gestão Ambiental
ISO 14001 Gestão AmbientalISO 14001 Gestão Ambiental
ISO 14001 Gestão Ambiental
 
Iso 14001
Iso 14001Iso 14001
Iso 14001
 
Sistemas de gestão ambiental iso 14001 2015
Sistemas de gestão ambiental iso 14001 2015Sistemas de gestão ambiental iso 14001 2015
Sistemas de gestão ambiental iso 14001 2015
 
SGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - Noções
SGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - NoçõesSGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - Noções
SGA segundo a NBR ISO 14001:2015 - Noções
 
Iso 14000
Iso 14000Iso 14000
Iso 14000
 
Normas 14000 aula de gestão ambiental
Normas 14000 aula de gestão ambientalNormas 14000 aula de gestão ambiental
Normas 14000 aula de gestão ambiental
 
Iso 14001
Iso 14001Iso 14001
Iso 14001
 
ISO 14000 Apresentação Dos Requisitos
ISO 14000 Apresentação Dos RequisitosISO 14000 Apresentação Dos Requisitos
ISO 14000 Apresentação Dos Requisitos
 
Workshop ATSG Versões 2015 da ISO 9001 e ISO 14001
Workshop ATSG Versões 2015 da ISO 9001 e ISO 14001Workshop ATSG Versões 2015 da ISO 9001 e ISO 14001
Workshop ATSG Versões 2015 da ISO 9001 e ISO 14001
 
O que é ISO
O que é ISOO que é ISO
O que é ISO
 
ISO 14000
ISO 14000ISO 14000
ISO 14000
 
Meio ambiente powerpoint
Meio ambiente powerpointMeio ambiente powerpoint
Meio ambiente powerpoint
 
Iso 14000 final
Iso 14000   finalIso 14000   final
Iso 14000 final
 
Qualidade de Processo A Série ISO 9000
Qualidade de Processo A Série ISO 9000Qualidade de Processo A Série ISO 9000
Qualidade de Processo A Série ISO 9000
 
Norma iso 14001
Norma iso 14001Norma iso 14001
Norma iso 14001
 
InterpretaçãO Iso 9001 2008
InterpretaçãO Iso 9001 2008InterpretaçãO Iso 9001 2008
InterpretaçãO Iso 9001 2008
 
Iso14000
Iso14000Iso14000
Iso14000
 
Gestão Ambiental
Gestão AmbientalGestão Ambiental
Gestão Ambiental
 
Iso 14001 2015
Iso 14001 2015Iso 14001 2015
Iso 14001 2015
 
Diapositivas iso 14000 --
Diapositivas iso 14000 --Diapositivas iso 14000 --
Diapositivas iso 14000 --
 

Semelhante a Iso14001

Iso14001 100926141546-phpapp02 (1)
Iso14001 100926141546-phpapp02 (1)Iso14001 100926141546-phpapp02 (1)
Iso14001 100926141546-phpapp02 (1)
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Iso14001 100926141546-phpapp02
Iso14001 100926141546-phpapp02Iso14001 100926141546-phpapp02
Iso14001 100926141546-phpapp02
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Iso 14001 resenha
Iso 14001 resenhaIso 14001 resenha
Iso 14001 resenha
27carloseamc
 
Aula 02 - ISO 14001 - Eletricista.ppt
Aula 02 - ISO 14001 - Eletricista.pptAula 02 - ISO 14001 - Eletricista.ppt
Aula 02 - ISO 14001 - Eletricista.ppt
EsequielRovani
 
Aula 01 - ISO 14001 - Eletricista V2.ppt
Aula 01 - ISO 14001 - Eletricista V2.pptAula 01 - ISO 14001 - Eletricista V2.ppt
Aula 01 - ISO 14001 - Eletricista V2.ppt
EsequielRovani
 
Gestao-Ambiental-2014_Sistema-de-Gestao-Ambiental-SGA.pptx
Gestao-Ambiental-2014_Sistema-de-Gestao-Ambiental-SGA.pptxGestao-Ambiental-2014_Sistema-de-Gestao-Ambiental-SGA.pptx
Gestao-Ambiental-2014_Sistema-de-Gestao-Ambiental-SGA.pptx
JlioDobicz
 
06 aulas iso 14000
06 aulas iso 1400006 aulas iso 14000
06 aulas iso 14000
Homero Alves de Lima
 
Apresentação da ABNT-NBR-ISO-14001.pptx
Apresentação  da ABNT-NBR-ISO-14001.pptxApresentação  da ABNT-NBR-ISO-14001.pptx
Apresentação da ABNT-NBR-ISO-14001.pptx
ELDER ANGELO GINU DA SILVA
 
Apresentação iso 14001 2004
Apresentação iso 14001 2004Apresentação iso 14001 2004
Apresentação iso 14001 2004
SERGIO DE MELLO QUEIROZ
 
Gestão ambiental
Gestão ambientalGestão ambiental
Gestão ambiental
Lindsay Wellen
 
Prof. Pueblo Peçanha - Gestão ambiental slide 01
Prof. Pueblo Peçanha - Gestão ambiental slide 01Prof. Pueblo Peçanha - Gestão ambiental slide 01
Prof. Pueblo Peçanha - Gestão ambiental slide 01
Pueblo Peçanha
 
Aula iso14000
Aula iso14000 Aula iso14000
Aula iso14000
Rodrigo Oliveira
 
Aula 2 - SGA Normas ISOs 14001 e 14004.pdf
Aula 2 - SGA Normas ISOs 14001 e 14004.pdfAula 2 - SGA Normas ISOs 14001 e 14004.pdf
Aula 2 - SGA Normas ISOs 14001 e 14004.pdf
LilianeLili11
 
Sistema de gestão ambiental
Sistema de gestão ambientalSistema de gestão ambiental
Sistema de gestão ambiental
Universidade Federal Fluminense
 
Aula_04.ppt
Aula_04.pptAula_04.ppt
Aula 04
Aula 04Aula 04
ISO 14001 2015.pptx
ISO 14001 2015.pptxISO 14001 2015.pptx
ISO 14001 2015.pptx
NatanaelFerreira29
 
ISO 14001 2015.pptx
ISO 14001 2015.pptxISO 14001 2015.pptx
ISO 14001 2015.pptx
Natanael Ferreira
 
Resumo da iso14000.
Resumo  da  iso14000.Resumo  da  iso14000.
Resumo da iso14000.
Elisane Almeida Pires
 
1229273 tenuta
1229273 tenuta1229273 tenuta
1229273 tenuta
Pelo Siro
 

Semelhante a Iso14001 (20)

Iso14001 100926141546-phpapp02 (1)
Iso14001 100926141546-phpapp02 (1)Iso14001 100926141546-phpapp02 (1)
Iso14001 100926141546-phpapp02 (1)
 
Iso14001 100926141546-phpapp02
Iso14001 100926141546-phpapp02Iso14001 100926141546-phpapp02
Iso14001 100926141546-phpapp02
 
Iso 14001 resenha
Iso 14001 resenhaIso 14001 resenha
Iso 14001 resenha
 
Aula 02 - ISO 14001 - Eletricista.ppt
Aula 02 - ISO 14001 - Eletricista.pptAula 02 - ISO 14001 - Eletricista.ppt
Aula 02 - ISO 14001 - Eletricista.ppt
 
Aula 01 - ISO 14001 - Eletricista V2.ppt
Aula 01 - ISO 14001 - Eletricista V2.pptAula 01 - ISO 14001 - Eletricista V2.ppt
Aula 01 - ISO 14001 - Eletricista V2.ppt
 
Gestao-Ambiental-2014_Sistema-de-Gestao-Ambiental-SGA.pptx
Gestao-Ambiental-2014_Sistema-de-Gestao-Ambiental-SGA.pptxGestao-Ambiental-2014_Sistema-de-Gestao-Ambiental-SGA.pptx
Gestao-Ambiental-2014_Sistema-de-Gestao-Ambiental-SGA.pptx
 
06 aulas iso 14000
06 aulas iso 1400006 aulas iso 14000
06 aulas iso 14000
 
Apresentação da ABNT-NBR-ISO-14001.pptx
Apresentação  da ABNT-NBR-ISO-14001.pptxApresentação  da ABNT-NBR-ISO-14001.pptx
Apresentação da ABNT-NBR-ISO-14001.pptx
 
Apresentação iso 14001 2004
Apresentação iso 14001 2004Apresentação iso 14001 2004
Apresentação iso 14001 2004
 
Gestão ambiental
Gestão ambientalGestão ambiental
Gestão ambiental
 
Prof. Pueblo Peçanha - Gestão ambiental slide 01
Prof. Pueblo Peçanha - Gestão ambiental slide 01Prof. Pueblo Peçanha - Gestão ambiental slide 01
Prof. Pueblo Peçanha - Gestão ambiental slide 01
 
Aula iso14000
Aula iso14000 Aula iso14000
Aula iso14000
 
Aula 2 - SGA Normas ISOs 14001 e 14004.pdf
Aula 2 - SGA Normas ISOs 14001 e 14004.pdfAula 2 - SGA Normas ISOs 14001 e 14004.pdf
Aula 2 - SGA Normas ISOs 14001 e 14004.pdf
 
Sistema de gestão ambiental
Sistema de gestão ambientalSistema de gestão ambiental
Sistema de gestão ambiental
 
Aula_04.ppt
Aula_04.pptAula_04.ppt
Aula_04.ppt
 
Aula 04
Aula 04Aula 04
Aula 04
 
ISO 14001 2015.pptx
ISO 14001 2015.pptxISO 14001 2015.pptx
ISO 14001 2015.pptx
 
ISO 14001 2015.pptx
ISO 14001 2015.pptxISO 14001 2015.pptx
ISO 14001 2015.pptx
 
Resumo da iso14000.
Resumo  da  iso14000.Resumo  da  iso14000.
Resumo da iso14000.
 
1229273 tenuta
1229273 tenuta1229273 tenuta
1229273 tenuta
 

Último

EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 

Último (20)

EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 

Iso14001

  • 1. NOÇÕES E FUNDAMENTOS SGA E DA NORMA ISO14001
  • 2. O QUE É MEIO AMBIENTE ? CONJUNTO DE TODAS AS CONDIÇÕES E INFLUÊNCIAS EXTERNAS QUE AFETAM A VIDA E O ESENVOLVIMENTO DOS SERES VIVOS.
  • 3. S ISTEMA DE G ESTÃO A MBIENTAL É um conjunto de ações e recursos (humanos, financeiros, materiais) com o objetivo de controlar os processos e serviços, afim de manter a Política Ambiental.
  • 4. Implantar o SGA Baseado na ISO14001
  • 5. ISO14001 O QUE SIGNIFICA ? QUAIS OS BENEFÍCIOS ? QUAL A ORIGEM ? ONDE SE APLICA ?
  • 6. É um conjunto de normas que estão relacionadas com a PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE, dentre as quais existe a ISO14001 (única norma que permite a certificação). O QUE É A SÉRIE ISO14000
  • 7. COMO SURGIRAM AS NORMAS ISO 14000 ANO 1972: na conferência das Nações Unidas na Suécia. ANO 1992: durante a Conferência das Nações Unidas realizada no Rio de Janeiro - ECO 92. Publicação da norma BS-7750 (Inglaterra) que originou a base para a série da ISO14000.
  • 8. ELA É PARTICIPATIVA : Todos os membros da empresa participam da preservação do meio ambiente (os clientes, os empregados, os acionistas, os fornecedores e a comunidade). ELA É PRO-ATIVA: seu foco é a ação preventiva, e não somente a ação corretiva. ELA É UMA NORMA DE SISTEMA : reforça na MELHORIA CONTÍNUA para a proteção e preservação do meio ambiente. QUAIS AS IMPORTANTES CARACTERÍSTICAS DA ISO14001 ?
  • 9. A ISO14001 AJUDA A EMPRESA A TRATAR O MEIO AMBIENTE DE UMA FORMA SISTEMÁTICA; PROTEÇÃO DOS EMPREGADOS; PROTEÇÃO DO MEIO AMBIENTE; CUMPRIMENTO DA LEGISLAÇÃO E NORMAS; ESTABELECIMENTO DE OBJETIVOS E METAS AMBIENTAIS; COMUNICAÇÃO COM CLIENTES, EMPREGADOS, COMUNIDADE E ACIONISTAS Benefícios e Vantagens
  • 10. Benefícios e Vantagens CONSCIENTIZAÇÃO DOS EMPREGADOS E DO PÚBLICO VANTAGEM COMPETITIVA MINIMIZAÇÃO DOS DESPERDÍCIOS PROTEÇÃO AMBIENTAL MELHORIAS PARA A COMUNIDADE FINANCIAMENTOS E SEGUROS REDUÇÃO DOS RISCOS DE ACIDENTES
  • 11. PORQUE AS EMPRESAS ESTÃO IMPLANTANDO O SGA ???
  • 12. M elhoria da imagem da empresa com relação à proteção do meio ambiente; P revenção da Poluição R edução dos custos com a disposição de resíduos e efluentes R edução dos custos com a seguradora R edução de multas e indenizações M elhoria do Sistema de Gestão Ambiental da Empresa
  • 13. O QUE SIGNIFICA OBTER A CERTIFICAÇÃO ISO14001 ?? Significa que o SGA da Empresa foi avaliado por uma entidade independente reconhecida por um organismo nacional e, de acordo com os requisitos da Norma ISO14001 .
  • 14. QUAL A VALIDADE DA CERTIFICAÇÃO ? 2) DE 6 EM 6 MESES, O SISTEMA É AUDITADO PARA VERIFICAR SE ELE CONTINUA ATENDENDO OS REQUISITOS DA NORMA. 1) O CERTIFICADO TEM VALIDADE DE 03 ANOS.
  • 15. ETAPAS NECESSÁRIAS PARA A CERTIFICAÇÃO 1) Comprometimento da Alta Administração 2) Seleção do coordenador 3) Formação do Grupo Gestor 4) Treinamento: gerente, coordenadores e supervisores 5) Divulgação da Política Ambiental 6) Sensibilização e treinamento da todos os funcionários,
  • 16. 4.3 - PLANEJAMENTO 4.3.1 - ASPECTOS AMBIENTAIS 4.3.2 - LEGISLAÇÃO E OUTROS REQUISITOS 4.3.3 - OBJETIVOS E METAS 4.3.4 - PROGRAMA DE GERENCIAMENTO AMBIENTAL 4.4 - IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO 4.4.1 - ESTRUTURA E RESPONSABILIDADE 4.4.2 - TREINAMENTO, CONSCIENTIZAÇÃO E CAPACITAÇÃO 4.4.3 - COMUNICAÇÃO 4.4.4 - DOCUMENTAÇÃO DO SGA 4.4.5 - CONTROLE DE DOCUMENTOS 4.4.6 - 4.4.CONTROLE OPERACIONAL 4.4.7 - PREPARAÇÃO E ATENDIMENTO À EMERGÊNCIAS 4.5 - VERIFICAÇÃO E AÇÕES CORRETIVAS 4.5.1 - MONITORAMENTO 4.5.2 - NÃO CONFORMIDADES E AÇÕES CORRETIVAS E PREVENTIVAS 4.5.3 - REGISTROS 4.5.4 - AUDITORIAS DO SGA 4.6 - ANÁLISE CRÍTICA GERENCIAL REQUISITOS DA NORMA ISO14001 4.2 - POLÍTICA AMBIENTAL MELHORIA CONTÍNUA
  • 17. 4.3.3 OBJETIVOS E METAS A organização deve estabelecer e manter objetivos e metas ambientais documentados, em cada nível e função pertinente da organização. Ao estabelecer e revisar seus objetivos, a organização deve considerar os requisitos legais e outros requisitos, seus aspectos ambientais significativos, suas opções tecnológicas, seus requisitos financeiros, operacionais e comerciais, bem como a visão das partes interessadas. Os objetivos e metas devem ser compatíveis com a política ambiental, incluindo o comprometimento com a prevenção de poluição.
  • 18. 1. Manter um consumo específico de óleo diesel. 1. Reduzir em 5% o consumo específico de água (m 3 / t alimentada) nos processos produtivos industriais. 1. Reduzir o consumo específico de energia elétrica. CONSUMO DE RECURSOS NATURAIS RENOVÁVEIS E NÃO RENOVÁVEIS 3. Otimizar o consumo de óleo diesel. 2. Otimizar o consumo de água. 1. Otimizar o consumo de energia elétrica.
  • 19. 4.3.4 PROGRAMA DE GESTÃO AMBIENTAL A organização deve estabelecer e manter programa(s) para atingir os objetivos e metas estabelecidos, devendo incluir: a) A atribuição de responsabilidades em cada função e nível pertinente da organização, visando atingir os objetivos e metas. b) Os meios e o prazo dentro do qual eles devem ser atingidos. Para projetos relativos a novos empreendimentos e atividades, produtos ou serviços, novos ou modificados, o(s) programa(s) deve(m) ser revisado(s), onde pertinente, para assegurar que a gestão ambiental se aplica a esses projetos.
  • 20. 4.4 IMPLEMENTAÇÃO E OPERAÇÃO
  • 21. 4.4.1 ESTRUTURA E RESPONSABILIDADE As funções, responsabilidades e autoridades devem ser definidas, documentadas e comunicadas a fim de facilitar uma gestão ambiental eficaz. A administração deve fornecer recursos essenciais para a implementação e o controle do sistema de gestão ambiental, abrangendo recursos humanos, qualificações específicas, tecnologia e recursos financeiros.
  • 22. 4.4.1 ESTRUTURA E RESPONSABILIDADE A alta administração da organização deve nomear representante(s) específico(s) que, independentemente de outras atribuições, deve(m) ter funções, responsabilidades e autoridade definidas para: a) Assegurar que os requisitos do sistema de gestão ambiental sejam estabelecidos, implementados e mantidos de acordo com a Norma. b ) Relatar à alta administração o desempenho do sistema de gestão ambiental, para análise crítica, como base para o aprimoramento do sistema de gestão ambiental.
  • 23. Exemplos de documentos com Estrutura e Responsabilidade definidas: MANUAL DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS PROGRAMA DE GESTÃO AMBIENTAL PLANO DE ATENDIMENTO À EMERGÊNCIA
  • 24. 4.4.2 TREINAMENTO, CONSCIENTIZAÇÃO E COMPETÊNCIA A alta administração deve identificar as necessidades de treinamento. Ela deve determina que todo o pessoal cujas tarefas possam criar um impacto significativo sobre o meio ambiente receba treinamento apropriado. A organização deve estabelecer e manter procedimentos que façam com que seus empregados ou membros, em cada nível e função pertinente, estejam conscientes: a) Da importância da conformidade com a política ambiental, procedimentos e requisitos do sistema de gestão ambiental. b) Dos impactos ambientais significativos, reais ou potenciais, de suas atividades e dos benefícios ao meio ambiente resultantes da melhoria do seu desempenho pessoal.
  • 25. 4.4.3 COMUNICAÇÃO Com relação aos seus aspectos ambientais e sistema de gestão ambiental, a organização deve estabelecer e manter procedimentos para: a) Comunicação interna entre vários níveis e funções da organização. b) Recebimento, documentação e resposta a comunicações pertinentes das partes interessadas externas. A organização deve considerar os processos de comunicação externa sobre seus aspectos ambientais significativos e registrar sua decisão.
  • 26. 4.4.4 DOCUMENTAÇÃO DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL A organização deve estabelecer e manter informações, em papel ou em meio eletrônico, para: a ) Descrever os principais elementos do sistema de gestão e a interação entre eles. b) Fornecer orientação sobre a documentação relacionada.
  • 27. 4.4.5 CONTROLE DE DOCUMENTOS A organização deve estabelecer e manter procedimentos para o controle de todos os documentos exigidos por esta Norma, para assegurar que: a) Possam ser localizados. b) Sejam periodicamente analisados, revisados quando necessário e aprovados, quanto à sua adequação, por pessoal autorizado. c) As versões atualizadas dos documentos pertinentes estejam disponíveis em todos os locais onde são executadas operações essenciais ao efetivo funcionamento do sistema de gestão ambiental. d) Documentos obsoletos sejam prontamente removidos de todos os pontos de emissão e uso ou, de outra forma, garantidos contra o uso não-intencional.
  • 28. 4.4.5 CONTROLE DE DOCUMENTOS A organização deve estabelecer e manter procedimentos para o controle de todos os documentos exigidos por esta Norma, para assegurar que: a) Possam ser localizados. b) Sejam periodicamente analisados, revisados quando necessário e aprovados, quanto à sua adequação, por pessoal autorizado. c) As versões atualizadas dos documentos pertinentes estejam disponíveis em todos os locais onde são executadas operações essenciais ao efetivo funcionamento do sistema de gestão ambiental. d) Documentos obsoletos sejam prontamente removidos de todos os pontos de emissão e uso ou, de outra forma, garantidos contra o uso não-intencional.
  • 29. 4.4.6 CONTROLE OPERACIONAL A organização deve identificar aquelas operações e atividades associadas aos aspectos ambientais significativos identificados de acordo com sua política, objetivos e metas.: a) Do estabelecimento e manutenção de procedimentos documentados, para abranger situações onde sua ausência possa acarretar desvios em relação à política ambiental e aos objetivos e metas. A organização deve planejar tais atividades, inclusive manutenção, de forma a assegurar que sejam executadas sob condições específicas através: b) Da estipulação de critérios operacionais nos procedimentos.
  • 30. 4.4.7 PREPARAÇÃO E ATENDIMENTO A EMERGÊNCIAS A organização deve estabelecer e manter procedimentos para identificar o potencial e atender acidentes e situações de emergência, bem como para prevenir e mitigar os impactos ambientais que possam estar associados a eles. A organização deve analisar e revisar, onde necessário, seus procedimentos de preparação e atendimento a emergências, em particular após ocorrência de acidentes ou situações de emergência. A organização deve também testar periodicamente tais procedimentos, onde exeqüível.
  • 31. 4.5 VERIFICAÇÃO E AÇÃO CORRETIVA
  • 32. 4.5.1 MONITORAMENTO E MEDIÇÃO A organização deve estabelecer e manter procedimentos documentados para monitorar e medir, periodicamente, as características principais de suas operações e atividades que possam ter um impacto significativo sobre o meio ambiente. Tais procedimentos devem incluir o registro de informações para acompanhar o desempenho, controles operacionais pertinentes e a conformidade com os objetivos e metas ambientais da organização. Os equipamentos de monitoramento devem ser calibrados e mantidos, e os registros desse processo devem ficar retidos, segundo procedimentos definidos pela organização. A organização deve estabelecer e manter um procedimento documentado para avaliação periódica do atendimento à legislação e regulamentos ambientais pertinentes.
  • 33. 4.5.2 NÃO-CONFORMIDADE E AÇÕES CORRETIVA E PREVENTIVA A organização deve estabelecer e manter procedimentos para definir responsabilidade e autoridade para tratar e investigar as não-conformidades, adotando medidas para mitigar quaisquer impactos e para iniciar e concluir ações corretivas e preventivas . Qualquer ação corretiva ou preventiva adotada para eliminar as causas das não-conformidades, reais ou potenciais, deve ser adequada à magnitude dos problemas e proporcional ao impacto ambiental verificado . A organização deve implementar e registrar quaisquer mudanças nos procedimentos documentados, resultantes de ações corretivas e preventivas.
  • 34. Identificar, avaliar e resolver problemas ambientais no passado e no presente. Não-conformidades é indesejado. Equacionamento das não conformidades     Não tenho nada com isso Alguém tem que fazer alguma coisa Preciso dividir essa responsabilidade Preciso solucionar e evitar novas ocorrências
  • 35. 4.5.3 REGISTROS A organização deve estabelecer e manter procedimentos para a identificação, manutenção e descarte de registros ambientais. Estes registros devem incluir registros de treinamento e os resultados de auditorias e análises críticas. Os registros ambientais devem ser legíveis e identificáveis, permitindo rastrear a atividade, produto ou serviço envolvido.Os registros ambientais devem ser arquivados e mantidos de forma a permitir sua pronta recuperação, sendo protegidos contra avarias, deterioração ou perda. O período de retenção deve ser estabelecido e registrado. Os registros devem ser mantidos, conforme apropriado ao sistema e à organização, para demonstrar conformidade aos requisitos desta Norma.
  • 36. 4.5.4 AUDITORIA DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL A organização deve estabelecer e manter programa(s) e procedimentos para auditorias periódicas do sistema de gestão ambiental a serem realizadas de forma a: a) Determinar se o sistema de gestão ambiental: 1) está em conformidade com as disposições planejadas para a gestão ambiental, inclusive os requisitos legais da Norma; e 2) foi devidamente implementado e tem sido mantido. b) Fornecer à administração informações sobre os resultados das auditorias.
  • 37. 4.5.4 AUDITORIA DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL O programa de auditoria da organização, inclusive o cronograma, deve basear-se na importância ambiental da atividade envolvida e nos resultados de auditorias anteriores. Para serem abrangentes, os procedimentos de auditorias devem considerar o escopo da auditoria, a freqüência e as metodologias, bem como as responsabilidades e requisitos relativos à condução de auditorias e à apresentação dos resultados.
  • 38. 4.6 ANÁLISE CRÍTICA PELA ADMINISTRAÇÃO
  • 39. A alta administração da organização, em intervalos por ela predeterminados, deve analisar criticamente o sistema de gestão ambiental, para assegurar sua conveniência, adequação e eficácia contínuas. O processo de análise crítica deve assegurar que as informações necessárias sejam coletadas, de modo a permitir à administração proceder a esta avaliação. Essa análise crítica deve ser documentada. A análise crítica pela administração deve abordar a eventual necessidade de alterações na política, objetivos e outros elementos do sistema de gestão ambiental à luz dos resultados de auditorias do sistema de gestão ambiental, da mudança das circunstâncias e do comprometimentos com a melhoria contínua.
  • 40. É REALIZADA A REUNIÇAO SEMESTRAL ENRE DIRETOR, GERENTES E COORDENAÇÃO DE MEIO AMBIENTE PARA AVALIAR O SISTEMA DE GESTÃO.
  • 41. S ISTEMA DE G ESTÃO A MBIENTAL RESPONSABILIDADE DE CADA UM DE NÓS.