SlideShare uma empresa Scribd logo
Classe, Raça e Mobilidade
Social no Brasil
Carlos Antonio Costa Ribeiro
A principal questão do debate
atual continua sendo a de
definir se as desigualdades de
oportunidade são
determinadas por preconceito
de classe ou de raça.
Preconceito de Raça
ou
Preconceito de Classe
??????
estudar a associação da classe de origem e
da cor da pele
com as chances de mobilidade social ascendente
a desigualdade de oportunidades entre grupos de
classe e de cor.
será que pessoas com origens de classe distintas e
de diferentes grupos de cor ou raça têm
oportunidades desiguais de mobilidade ascendente?
De que forma cor da pele e classe de origem se
relacionam às oportunidades de mobilidade
ascendente?
As perguntas relevantes
Estudos Anteriores
Estudos dos anos 1940, 1950 e 1960
Não havia preconceito racial, mas sim de classe.
Freyre (1973) sobre a convivência relativamente harmônica entre grupos
“a expansão da sociedade de classes vai levar a um
aumento da mobilidade social e na medida em que não-
brancos comecem a entrar nas classes mais
privilegiadas haverá um retorno e acirramento da
discriminação racial”.
O Negro no Rio de Janeiro: Relações de Raça numa Sociedade em
Mudança , Costa Pinto (1952)
“a discriminação racial no processo de mobilidade
social será paulatinamente substituída pela
discriminação de classe, ou seja, o preconceito
racial é uma herança do passado colonial”.
Cardoso e Ianni sobre Florianópolis chegava a uma interpretação
diferente da feita por Costa Pinto e se aproximava da perspectiva de
Florestan Fernandes (1965).
Carlos Hasenbalg publicou o livro Discriminação e
Desigualdades Raciaisno Brasil (1979 ).
hipótese alternativa a de Florestan Fernandes (1965)
previa que haveria desigualdade nas
chances de mobilidade social entre brancos e não-
brancos (pretos e pardos)
independentemente de sua classe de origem.
Raça ou Classe:
Os determinantes da
mobilidade social
log F ijk = µ + λiO + λjD + λkC + λik OC + λjk DC
+ λij OD + exp( ψijφk) (M3)
Em que a classe
de origem é mais
importante do que
a raça na
determinação das
chances de
mobilidade social
e vice-versa.
independentemente de sua cor ou raça, os filhos de
trabalhadores manuais urbanos têm 1,3 vez mais chances de
chegar à classe de profissionais do que filhos de trabalhadores
rurais.
as chances de mobilidade ascendente de pessoas com origens
nas classes mais baixas são inteiramente determinadas pela
origem de classe e a cor da pele não tem relevância. Não há
desigualdade racial nas chances de mobilidade ascendente de
pessoas com origem nas classes baixas.
No entanto.....
filhos brancos de profissionais têm 2 X mais chances de
permanecer nesta classe do que de descer para a classe
de trabalhadores não-manuais de rotina.
filhos pretos de profissionais têm apenas 1,2 X mais
chances.
Há desigualdade racial nas chances de mobilidade
descendente e de imobilidade de pessoas com origem nas
classes altas.
O preconceito racial se torna mais relevante na medida
em que subimos na hierarquia de classes no Brasil.
Pessoas com origem nas classes mais baixas encontram
dificuldades de mobilidade ascendente porque são de
classes mais baixas e não por sua cor ou raça.
No entanto....
Pessoas negras de origens nas classes mais altas,
tenham desvantagens, ou seja, tenham menos chances
do que os brancos com origem nestas mesmas classes
de permanecer no topo e mais chances de mobilidade
descendente.
As análises revelam que a desigualdade
de oportunidades de mobilidade social é
racial apenas nas classes altas, mas não
o é nas classes baixas.
DESIGUALDADE DE OPORTUNIDADES EDUCACIONAIS
no início da carreira escolar classe > raça
educacionais mais elevados classe/ raça
(1) as desigualdades de oportunidades de mobilidade
intergeracional entre classes de origem e de destino;
(2) as desigualdades nas chances de fazer transições educacionais;
(3) os efeitos da educação alcançada e da origem de classe nas
chances de mobilidade social.
A desigualdade de oportunidades está
presente no topo da hierarquia de classe,
mas
não na base desta hierarquia.
Discriminação racial
ocorre principalmente quando
posições sociais valorizadas
estão em jogo
Raca e Mobilidade social

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os Movimentos Sociais
Os Movimentos Sociais Os Movimentos Sociais
Os Movimentos Sociais
Isaquel Silva
 
Capítulo 14 - A Política no Brasil
Capítulo 14 - A Política no BrasilCapítulo 14 - A Política no Brasil
Capítulo 14 - A Política no Brasil
Marcos Antonio Grigorio de Figueiredo
 
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociaisCastas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
Cleber Martins Freitas
 
O processo de Abertura Política
O processo de Abertura PolíticaO processo de Abertura Política
O processo de Abertura Política
Edenilson Morais
 
Intérpretes do Brasil
Intérpretes do BrasilIntérpretes do Brasil
Intérpretes do Brasil
José Ricardo Martins
 
Movimentos Sociais
Movimentos SociaisMovimentos Sociais
Movimentos Sociais
marifonseca
 
Desigualdade Etnico Racial
Desigualdade Etnico RacialDesigualdade Etnico Racial
Desigualdade Etnico Racial
Lucas Nunes de Souza
 
Antártida
AntártidaAntártida
Antártida
Fernanda Lopes
 
República velha
República velhaRepública velha
Movimento negro brasil
Movimento negro  brasilMovimento negro  brasil
Movimento negro brasil
Rômulo Fernando
 
Território e poder
Território e poderTerritório e poder
Território e poder
Pedro Neves
 
GLOBALIZAÇÃO
GLOBALIZAÇÃOGLOBALIZAÇÃO
GLOBALIZAÇÃO
guest87c201
 
Racismo xenofobia
Racismo xenofobiaRacismo xenofobia
Racismo xenofobia
Prof.Paulo/geografia
 
Modos de Produção
Modos de ProduçãoModos de Produção
Modos de Produção
Lucio Oliveira
 
Desigualdade Social
Desigualdade SocialDesigualdade Social
Desigualdade Social
Marcos Alencar
 
desigualdade social no brasil
desigualdade social no brasildesigualdade social no brasil
desigualdade social no brasil
Jefferson Medeiiros Araújo
 
A regionalização do espaço geográfico mundial
A regionalização do espaço geográfico mundialA regionalização do espaço geográfico mundial
A regionalização do espaço geográfico mundial
Uilson Pereira da Silva
 
Cap. 3 - População brasileira (7º ano)
Cap. 3 - População brasileira (7º ano)Cap. 3 - População brasileira (7º ano)
Cap. 3 - População brasileira (7º ano)
profacacio
 
Blocos econômicos
Blocos econômicosBlocos econômicos
Blocos econômicos
Artur Lara
 

Mais procurados (20)

Os Movimentos Sociais
Os Movimentos Sociais Os Movimentos Sociais
Os Movimentos Sociais
 
Capítulo 14 - A Política no Brasil
Capítulo 14 - A Política no BrasilCapítulo 14 - A Política no Brasil
Capítulo 14 - A Política no Brasil
 
Castas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociaisCastas, estamentos e classes sociais
Castas, estamentos e classes sociais
 
Movimentos sociais
Movimentos sociaisMovimentos sociais
Movimentos sociais
 
O processo de Abertura Política
O processo de Abertura PolíticaO processo de Abertura Política
O processo de Abertura Política
 
Intérpretes do Brasil
Intérpretes do BrasilIntérpretes do Brasil
Intérpretes do Brasil
 
Movimentos Sociais
Movimentos SociaisMovimentos Sociais
Movimentos Sociais
 
Desigualdade Etnico Racial
Desigualdade Etnico RacialDesigualdade Etnico Racial
Desigualdade Etnico Racial
 
Antártida
AntártidaAntártida
Antártida
 
República velha
República velhaRepública velha
República velha
 
Movimento negro brasil
Movimento negro  brasilMovimento negro  brasil
Movimento negro brasil
 
Território e poder
Território e poderTerritório e poder
Território e poder
 
GLOBALIZAÇÃO
GLOBALIZAÇÃOGLOBALIZAÇÃO
GLOBALIZAÇÃO
 
Racismo xenofobia
Racismo xenofobiaRacismo xenofobia
Racismo xenofobia
 
Modos de Produção
Modos de ProduçãoModos de Produção
Modos de Produção
 
Desigualdade Social
Desigualdade SocialDesigualdade Social
Desigualdade Social
 
desigualdade social no brasil
desigualdade social no brasildesigualdade social no brasil
desigualdade social no brasil
 
A regionalização do espaço geográfico mundial
A regionalização do espaço geográfico mundialA regionalização do espaço geográfico mundial
A regionalização do espaço geográfico mundial
 
Cap. 3 - População brasileira (7º ano)
Cap. 3 - População brasileira (7º ano)Cap. 3 - População brasileira (7º ano)
Cap. 3 - População brasileira (7º ano)
 
Blocos econômicos
Blocos econômicosBlocos econômicos
Blocos econômicos
 

Destaque

Plano de aula de sociologia claudia
Plano de aula de sociologia claudiaPlano de aula de sociologia claudia
Plano de aula de sociologia claudia
Atividades Diversas Cláudia
 
Plano de aula de sociologia carmem
Plano de aula de sociologia carmemPlano de aula de sociologia carmem
Plano de aula de sociologia carmem
Atividades Diversas Cláudia
 
Apresentao1
Apresentao1Apresentao1
Apresentao1
helenamfernandes
 
Plano de ensino
Plano de ensinoPlano de ensino
Estratificação social
Estratificação socialEstratificação social
Estratificação social
Beatriz cerqueira frança
 
POLÍTICAS PÚBLICAS: Princípios, Propósitos e Processos
POLÍTICAS PÚBLICAS: Princípios, Propósitos e ProcessosPOLÍTICAS PÚBLICAS: Princípios, Propósitos e Processos
POLÍTICAS PÚBLICAS: Princípios, Propósitos e Processos
fcmatosbh
 
Mobilidade social
Mobilidade socialMobilidade social
Mobilidade social
Gabriel D
 
Mobilidade social
Mobilidade socialMobilidade social
Mobilidade social
Darleny Viana
 
2.1 estratificação social e poder político
2.1 estratificação social e poder político2.1 estratificação social e poder político
2.1 estratificação social e poder político
cattonia
 

Destaque (9)

Plano de aula de sociologia claudia
Plano de aula de sociologia claudiaPlano de aula de sociologia claudia
Plano de aula de sociologia claudia
 
Plano de aula de sociologia carmem
Plano de aula de sociologia carmemPlano de aula de sociologia carmem
Plano de aula de sociologia carmem
 
Apresentao1
Apresentao1Apresentao1
Apresentao1
 
Plano de ensino
Plano de ensinoPlano de ensino
Plano de ensino
 
Estratificação social
Estratificação socialEstratificação social
Estratificação social
 
POLÍTICAS PÚBLICAS: Princípios, Propósitos e Processos
POLÍTICAS PÚBLICAS: Princípios, Propósitos e ProcessosPOLÍTICAS PÚBLICAS: Princípios, Propósitos e Processos
POLÍTICAS PÚBLICAS: Princípios, Propósitos e Processos
 
Mobilidade social
Mobilidade socialMobilidade social
Mobilidade social
 
Mobilidade social
Mobilidade socialMobilidade social
Mobilidade social
 
2.1 estratificação social e poder político
2.1 estratificação social e poder político2.1 estratificação social e poder político
2.1 estratificação social e poder político
 

Semelhante a Raca e Mobilidade social

ppt-desigualdades-raciais-2016.pptx
ppt-desigualdades-raciais-2016.pptxppt-desigualdades-raciais-2016.pptx
ppt-desigualdades-raciais-2016.pptx
GilbertoAlvesArajo
 
Movimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caôMovimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caô
Atividades Diversas Cláudia
 
Movimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caôMovimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caô
Atividades Diversas Cláudia
 
Movimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caôMovimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caô
Atividades Diversas Cláudia
 
Movimento negro lei do caô (2)
Movimento negro lei do caô (2)Movimento negro lei do caô (2)
Movimento negro lei do caô (2)
Atividades Diversas Cláudia
 
Análise da obra preleção antes do embarque
Análise da obra   preleção antes do embarqueAnálise da obra   preleção antes do embarque
Análise da obra preleção antes do embarque
LIVROS PSI
 
Identidade Fragmentada - racismo - sistema de cotas
Identidade Fragmentada - racismo - sistema de cotasIdentidade Fragmentada - racismo - sistema de cotas
Identidade Fragmentada - racismo - sistema de cotas
Paulo Ferreira
 
Racismo no brasil
Racismo no brasilRacismo no brasil
Racismo no brasil
Fabio Cruz
 
Bicudo
BicudoBicudo
Orientação técnica temas transversais set.2012
Orientação técnica temas transversais set.2012Orientação técnica temas transversais set.2012
Orientação técnica temas transversais set.2012
Erica Frau
 
Movimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caôMovimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caô
Atividades Diversas Cláudia
 
Movimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caôMovimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caô
Atividades Diversas Cláudia
 
Projeto - Racismo e Preconceito
Projeto - Racismo e PreconceitoProjeto - Racismo e Preconceito
Projeto - Racismo e Preconceito
WilsonRibeirodaSilva1
 
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
Atividades Diversas Cláudia
 
RACISMO NO BRASIL
RACISMO NO BRASILRACISMO NO BRASIL
RACISMO NO BRASIL
Zilrene
 
Gt4 as diferenças culturais e a educação na (re) construção da identidade ét...
Gt4  as diferenças culturais e a educação na (re) construção da identidade ét...Gt4  as diferenças culturais e a educação na (re) construção da identidade ét...
Gt4 as diferenças culturais e a educação na (re) construção da identidade ét...
Andrea Cortelazzi
 
Trabalho de sociologia
Trabalho de sociologiaTrabalho de sociologia
Trabalho de sociologia
Bianca Wild
 
A exclusão e a inclusão como questões sociais- sociologia.pptx
A exclusão e a inclusão como questões sociais- sociologia.pptxA exclusão e a inclusão como questões sociais- sociologia.pptx
A exclusão e a inclusão como questões sociais- sociologia.pptx
CarladeOliveira25
 
Discriminacao racial no_brasil
Discriminacao racial no_brasilDiscriminacao racial no_brasil
Discriminacao racial no_brasil
Ana Carolina Martins
 
Sociologia: Raça e Etnicidade
Sociologia: Raça e EtnicidadeSociologia: Raça e Etnicidade
Sociologia: Raça e Etnicidade
Uziram Silva
 

Semelhante a Raca e Mobilidade social (20)

ppt-desigualdades-raciais-2016.pptx
ppt-desigualdades-raciais-2016.pptxppt-desigualdades-raciais-2016.pptx
ppt-desigualdades-raciais-2016.pptx
 
Movimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caôMovimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caô
 
Movimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caôMovimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caô
 
Movimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caôMovimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caô
 
Movimento negro lei do caô (2)
Movimento negro lei do caô (2)Movimento negro lei do caô (2)
Movimento negro lei do caô (2)
 
Análise da obra preleção antes do embarque
Análise da obra   preleção antes do embarqueAnálise da obra   preleção antes do embarque
Análise da obra preleção antes do embarque
 
Identidade Fragmentada - racismo - sistema de cotas
Identidade Fragmentada - racismo - sistema de cotasIdentidade Fragmentada - racismo - sistema de cotas
Identidade Fragmentada - racismo - sistema de cotas
 
Racismo no brasil
Racismo no brasilRacismo no brasil
Racismo no brasil
 
Bicudo
BicudoBicudo
Bicudo
 
Orientação técnica temas transversais set.2012
Orientação técnica temas transversais set.2012Orientação técnica temas transversais set.2012
Orientação técnica temas transversais set.2012
 
Movimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caôMovimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caô
 
Movimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caôMovimento negro lei do caô
Movimento negro lei do caô
 
Projeto - Racismo e Preconceito
Projeto - Racismo e PreconceitoProjeto - Racismo e Preconceito
Projeto - Racismo e Preconceito
 
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
Prova de ensino religioso 8 ano 4b pet 4
 
RACISMO NO BRASIL
RACISMO NO BRASILRACISMO NO BRASIL
RACISMO NO BRASIL
 
Gt4 as diferenças culturais e a educação na (re) construção da identidade ét...
Gt4  as diferenças culturais e a educação na (re) construção da identidade ét...Gt4  as diferenças culturais e a educação na (re) construção da identidade ét...
Gt4 as diferenças culturais e a educação na (re) construção da identidade ét...
 
Trabalho de sociologia
Trabalho de sociologiaTrabalho de sociologia
Trabalho de sociologia
 
A exclusão e a inclusão como questões sociais- sociologia.pptx
A exclusão e a inclusão como questões sociais- sociologia.pptxA exclusão e a inclusão como questões sociais- sociologia.pptx
A exclusão e a inclusão como questões sociais- sociologia.pptx
 
Discriminacao racial no_brasil
Discriminacao racial no_brasilDiscriminacao racial no_brasil
Discriminacao racial no_brasil
 
Sociologia: Raça e Etnicidade
Sociologia: Raça e EtnicidadeSociologia: Raça e Etnicidade
Sociologia: Raça e Etnicidade
 

Mais de Zeca B.

Estado e Desenvolvimento no Brasil Contemporâneo
Estado e Desenvolvimento no Brasil ContemporâneoEstado e Desenvolvimento no Brasil Contemporâneo
Estado e Desenvolvimento no Brasil Contemporâneo
Zeca B.
 
Agroenergia
AgroenergiaAgroenergia
Agroenergia
Zeca B.
 
Agronegócio.
Agronegócio.Agronegócio.
Agronegócio.
Zeca B.
 
Apresentação sobre a transição demográfica
Apresentação sobre a transição demográficaApresentação sobre a transição demográfica
Apresentação sobre a transição demográfica
Zeca B.
 
Revolução Verde
Revolução VerdeRevolução Verde
Revolução Verde
Zeca B.
 
C. Geertz - Etnográfia
C. Geertz - EtnográfiaC. Geertz - Etnográfia
C. Geertz - Etnográfia
Zeca B.
 
Pierre Bourdieu - O Poder Simbólico
Pierre Bourdieu - O Poder SimbólicoPierre Bourdieu - O Poder Simbólico
Pierre Bourdieu - O Poder Simbólico
Zeca B.
 
A história da cultura brasileira segundo as línguas nativas.
A história da cultura brasileira segundo as línguas nativas.A história da cultura brasileira segundo as línguas nativas.
A história da cultura brasileira segundo as línguas nativas.
Zeca B.
 
Caminhos Cruzados
Caminhos CruzadosCaminhos Cruzados
Caminhos Cruzados
Zeca B.
 
Castas, Estamentos e Classes sociais
Castas, Estamentos e Classes sociaisCastas, Estamentos e Classes sociais
Castas, Estamentos e Classes sociais
Zeca B.
 
Ilhas de História, sahlins
Ilhas de História, sahlinsIlhas de História, sahlins
Ilhas de História, sahlins
Zeca B.
 
Umbanda e loucura
Umbanda e loucuraUmbanda e loucura
Umbanda e loucura
Zeca B.
 
FHC - O Modelo Político Brasileiro e Outros Ensaios.
FHC - O Modelo Político Brasileiro e Outros Ensaios.FHC - O Modelo Político Brasileiro e Outros Ensaios.
FHC - O Modelo Político Brasileiro e Outros Ensaios.
Zeca B.
 

Mais de Zeca B. (13)

Estado e Desenvolvimento no Brasil Contemporâneo
Estado e Desenvolvimento no Brasil ContemporâneoEstado e Desenvolvimento no Brasil Contemporâneo
Estado e Desenvolvimento no Brasil Contemporâneo
 
Agroenergia
AgroenergiaAgroenergia
Agroenergia
 
Agronegócio.
Agronegócio.Agronegócio.
Agronegócio.
 
Apresentação sobre a transição demográfica
Apresentação sobre a transição demográficaApresentação sobre a transição demográfica
Apresentação sobre a transição demográfica
 
Revolução Verde
Revolução VerdeRevolução Verde
Revolução Verde
 
C. Geertz - Etnográfia
C. Geertz - EtnográfiaC. Geertz - Etnográfia
C. Geertz - Etnográfia
 
Pierre Bourdieu - O Poder Simbólico
Pierre Bourdieu - O Poder SimbólicoPierre Bourdieu - O Poder Simbólico
Pierre Bourdieu - O Poder Simbólico
 
A história da cultura brasileira segundo as línguas nativas.
A história da cultura brasileira segundo as línguas nativas.A história da cultura brasileira segundo as línguas nativas.
A história da cultura brasileira segundo as línguas nativas.
 
Caminhos Cruzados
Caminhos CruzadosCaminhos Cruzados
Caminhos Cruzados
 
Castas, Estamentos e Classes sociais
Castas, Estamentos e Classes sociaisCastas, Estamentos e Classes sociais
Castas, Estamentos e Classes sociais
 
Ilhas de História, sahlins
Ilhas de História, sahlinsIlhas de História, sahlins
Ilhas de História, sahlins
 
Umbanda e loucura
Umbanda e loucuraUmbanda e loucura
Umbanda e loucura
 
FHC - O Modelo Político Brasileiro e Outros Ensaios.
FHC - O Modelo Político Brasileiro e Outros Ensaios.FHC - O Modelo Político Brasileiro e Outros Ensaios.
FHC - O Modelo Político Brasileiro e Outros Ensaios.
 

Último

UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
WelberMerlinCardoso
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 

Último (20)

UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 

Raca e Mobilidade social

  • 1. Classe, Raça e Mobilidade Social no Brasil Carlos Antonio Costa Ribeiro
  • 2. A principal questão do debate atual continua sendo a de definir se as desigualdades de oportunidade são determinadas por preconceito de classe ou de raça.
  • 4. estudar a associação da classe de origem e da cor da pele com as chances de mobilidade social ascendente a desigualdade de oportunidades entre grupos de classe e de cor.
  • 5. será que pessoas com origens de classe distintas e de diferentes grupos de cor ou raça têm oportunidades desiguais de mobilidade ascendente? De que forma cor da pele e classe de origem se relacionam às oportunidades de mobilidade ascendente? As perguntas relevantes
  • 6. Estudos Anteriores Estudos dos anos 1940, 1950 e 1960 Não havia preconceito racial, mas sim de classe. Freyre (1973) sobre a convivência relativamente harmônica entre grupos “a expansão da sociedade de classes vai levar a um aumento da mobilidade social e na medida em que não- brancos comecem a entrar nas classes mais privilegiadas haverá um retorno e acirramento da discriminação racial”. O Negro no Rio de Janeiro: Relações de Raça numa Sociedade em Mudança , Costa Pinto (1952)
  • 7. “a discriminação racial no processo de mobilidade social será paulatinamente substituída pela discriminação de classe, ou seja, o preconceito racial é uma herança do passado colonial”. Cardoso e Ianni sobre Florianópolis chegava a uma interpretação diferente da feita por Costa Pinto e se aproximava da perspectiva de Florestan Fernandes (1965).
  • 8. Carlos Hasenbalg publicou o livro Discriminação e Desigualdades Raciaisno Brasil (1979 ). hipótese alternativa a de Florestan Fernandes (1965) previa que haveria desigualdade nas chances de mobilidade social entre brancos e não- brancos (pretos e pardos) independentemente de sua classe de origem.
  • 9. Raça ou Classe: Os determinantes da mobilidade social log F ijk = µ + λiO + λjD + λkC + λik OC + λjk DC + λij OD + exp( ψijφk) (M3)
  • 10. Em que a classe de origem é mais importante do que a raça na determinação das chances de mobilidade social e vice-versa.
  • 11. independentemente de sua cor ou raça, os filhos de trabalhadores manuais urbanos têm 1,3 vez mais chances de chegar à classe de profissionais do que filhos de trabalhadores rurais. as chances de mobilidade ascendente de pessoas com origens nas classes mais baixas são inteiramente determinadas pela origem de classe e a cor da pele não tem relevância. Não há desigualdade racial nas chances de mobilidade ascendente de pessoas com origem nas classes baixas.
  • 13. filhos brancos de profissionais têm 2 X mais chances de permanecer nesta classe do que de descer para a classe de trabalhadores não-manuais de rotina. filhos pretos de profissionais têm apenas 1,2 X mais chances. Há desigualdade racial nas chances de mobilidade descendente e de imobilidade de pessoas com origem nas classes altas.
  • 14. O preconceito racial se torna mais relevante na medida em que subimos na hierarquia de classes no Brasil. Pessoas com origem nas classes mais baixas encontram dificuldades de mobilidade ascendente porque são de classes mais baixas e não por sua cor ou raça. No entanto.... Pessoas negras de origens nas classes mais altas, tenham desvantagens, ou seja, tenham menos chances do que os brancos com origem nestas mesmas classes de permanecer no topo e mais chances de mobilidade descendente.
  • 15. As análises revelam que a desigualdade de oportunidades de mobilidade social é racial apenas nas classes altas, mas não o é nas classes baixas.
  • 16. DESIGUALDADE DE OPORTUNIDADES EDUCACIONAIS no início da carreira escolar classe > raça educacionais mais elevados classe/ raça
  • 17. (1) as desigualdades de oportunidades de mobilidade intergeracional entre classes de origem e de destino; (2) as desigualdades nas chances de fazer transições educacionais; (3) os efeitos da educação alcançada e da origem de classe nas chances de mobilidade social. A desigualdade de oportunidades está presente no topo da hierarquia de classe, mas não na base desta hierarquia. Discriminação racial ocorre principalmente quando posições sociais valorizadas estão em jogo