SlideShare uma empresa Scribd logo
Projeto Interdisciplinar Arte e Educação 4º período Grupo Sol: Danielle Bitencourt Júlia Gama Maria Fernanda Braga Fagundes Renata Fortuna Sandra Gomes Valéria Lavall
Planejamento do Projeto :  ARTE – Um caminho para a observação – Cândido Portinari  Público alvo : Pais e alunos do 4º Ano do EF Justificativa :  Acreditando que a observação leva a criança a diferentes descobertas e estimula as diversas áreas do conhecimento e da inteligência,  desenvolveremos um projeto que promoverá, nos alunos, um conjunto amplo de experiências.  O estudo sobre o artista e sua obra incluirá percepção, imaginação, sensibilidade, interpretação, senso crítico e expressões pessoal.
Objetivos :  Criar obras artísticas a partir da organização das informações sobre a arte, a cultura e os artista estudado; Desenvolver a oralidade por meio do debate coletivo, visando ampliar tanto o repertório estético como seus conhecimentos prévios a respeito do universo artístico e cultural; Reconhecer a arte como forma de conhecimento, ampliando assim sua concepção acerca do saber artístico. Respeitar e valorizar a diversidade presente nas obras artísticas. Valorizar o patrimônio cultural.  Estabelecer diálogos entre obras artísticas de diferentes épocas e contextos com a realidade atual.  Identificar elementos da linguagem visual.
Atividades : Através de pesquisas na internet, reportagens, entrevistas, análise de obras e aulas-passeio, os alunos terão a oportunidade de conhecer a vida e obra do artista Cândido Portinari, bem como o estilo e as características de seus trabalhos, através da leitura,  observação e apreciação das mesmas:  “O que você viu?” e a respectiva “contextualização histórica”.  Após esta primeira etapa, as crianças farão uma releitura de algumas obras de Portinari.  Cada um escolherá uma tela e inspirado nela, criará o seu “Quadro Virtual” usando o paint-brush no computador.  Como ampliação, realizarão outras atividades práticas, promovendo o saber artístico.  Em outro momento, eles pintarão uma tela também fazendo uso de uma outra releitura do mesmo artista.  Usarão tinta guache para uma pintura sobre tela.  No final, montaremos com as telas uma “Vernissage Solidária”.  Os pais, parentes e amigos serão convidados e poderão adquirir as telas mediante o pagamento.  Com a quantia arrecadada na exposição, as crianças farão uma doação para instituições carentes.
Neste projeto, os alunos desenvolverão um olhar mais sensível e poderão expressar seus sentimentos, respeitando a individualidade.  Quando observarem uma obra, certamente surgirão várias percepções, e isso enriquece a compreensão de que, para cada um, existe uma forma de ver carregada de experiências, emoções e sentimentos.  Aprender a observar nada mais é que aprender a olhar o outro e compreendê-lo, e essa experiência traz harmonia às nossas relações interpessoais.  O resultado desse projeto, assim esperamos, satisfatório porque desejamos alcançar nosso objetivo maior, que é despertar, na criança, a consciência de que a felicidade está nas coisas simples, em cada cor, em cada cheiro e, até na solidariedade para com o próximo.
Metodologia: Encontrando sua expressão artística é que você encontra a si mesmo   Amparados pela proposta triangular de Ana Mae Barbosa (1991), tais atividades fundamentaram-se e pretendem levar o educando não apenas ao conhecimento da arte, mas também à apreciação do objeto artístico e à reflexão acerca do contexto em que se situa: “ Temos que alfabetizar para a leitura da imagem.  Através da leitura das obras de artes plásticas, estaremos preparando a criança para a decodificação da gramática visual, da imagem fixa e, através da leitura do cinema e da televisão, a prepararemos para aprender a gramática da imagem em movimento.  Essa decodificação precisa ser associada ao julgamento da qualidade do que está sendo visto aqui e agora e em relação ao passado.” (BARBOSA, Ana Mae. A imagem no ensino da arte: anos oitenta e novos tempos.  São Paulo/Porto Alegre: Perspectiva/Fundação Iochpe, 1991. p. 34-35.)
3ª etapa: conclusão do grupo O uso das tecnologias no ensino da arte é de extrema importância no ambiente escolar, pois possibilita ao aluno o acesso ao conhecimento de forma mais direta e prazerosa. Através da internet, o aluno que nunca teria condições de sair do país e visitar obras de arte, pode fazê-lo virtualmente. Programas de computador como o Word possibilita o desenvolvimento da poesia, confecção de jornais escolares, etc. Com o Paint, pode - se criar história em quadrinhos, ou até mesmo criar um ateliê virtual, baseados em artistas contemporâneos que utilizam ferramentas similares. São inúmeras as possibilidades de se trabalhar arte com toda a tecnologia disponível nos dias atuais.
Infelizmente, muitas escolas ainda não exploram todo o potencial que a tecnologia oferece para ensinar  arte e nem utiliza a arte com frequência de forma interdisciplinar. A arte é uma manifestação de tudo o que vemos e vivemos. Não podemos entender nem interagir com o mundo sem conviver com a arte. Ela é a representação da história da humanidade e precisa ser valorizada.
Somos de uma geração que foi criada com medo de tecnologia. Muitos professores tem medo de serem substituídos pelo computador. O professor não perde a sua importância na vida do aluno se ocupar sua verdadeira função: a de mediador do conhecimento. O educador precisa atribuir sentido aos equipamentos em seu trabalho. É só a partir do momento que incorporamos as novas mídias que valorizamos o seu uso.
O uso de diferentes linguagens de mídia na escola deve ser um caminho para promover mudanças nos paradigmas convencionais do ensino, na  prática, nas atitudes do professor. Caso contrário, se ele tiver uma prática bancária, como diz Paulo Freire, utilizará as novas mídias para reafirmá-la. O uso  contínuo de novas tecnologias com a arte não será a salvação da educação brasileira, mas contribuirá para melhor socialização, melhor acessibilidade ao direito de conhecer, estudar e aprender com mais afetividade, veracidade e interação.
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeto interdisciplinar arte e educação
Projeto interdisciplinar   arte e educaçãoProjeto interdisciplinar   arte e educação
Projeto interdisciplinar arte e educação
lina1974
 
Plano de Aula Sobre Pontos Turísticos
Plano de Aula Sobre Pontos TurísticosPlano de Aula Sobre Pontos Turísticos
Plano de Aula Sobre Pontos Turísticos
Vilma Ribeiro de Oliveira
 
Guia de aprendizagem arte
Guia de aprendizagem   arteGuia de aprendizagem   arte
Guia de aprendizagem arte
LANCIATIAGO
 
Projeto de leitura de imagens
Projeto de leitura de imagensProjeto de leitura de imagens
Projeto de leitura de imagens
CristhianeGuimaraes
 
PROJETO: QUE HISTÓRIA SUA FOTOGRAFIA TEM PARA CONTAR?
PROJETO: QUE HISTÓRIA SUA FOTOGRAFIA TEM PARA CONTAR?PROJETO: QUE HISTÓRIA SUA FOTOGRAFIA TEM PARA CONTAR?
PROJETO: QUE HISTÓRIA SUA FOTOGRAFIA TEM PARA CONTAR?
Liziane84
 
Atividade 3 projeto de artes simone helen drumond
Atividade 3 projeto de artes simone helen drumondAtividade 3 projeto de artes simone helen drumond
Atividade 3 projeto de artes simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
PLANEJAMENTO ANUAL REDE ARTE 2022 corrigido-convertido.docx
PLANEJAMENTO ANUAL REDE ARTE 2022 corrigido-convertido.docxPLANEJAMENTO ANUAL REDE ARTE 2022 corrigido-convertido.docx
PLANEJAMENTO ANUAL REDE ARTE 2022 corrigido-convertido.docx
WeslleyDias8
 
Plano de curso de teatro Ensino Médio
Plano de curso de teatro Ensino MédioPlano de curso de teatro Ensino Médio
Plano de curso de teatro Ensino Médio
Gliciane S. Aragão
 
Sequencia didatica arte
Sequencia didatica arteSequencia didatica arte
Sequencia didatica arte
Emanoel Jackson Lisboa
 
Plano de aula artes - 3ª avaliação
Plano de aula   artes - 3ª avaliaçãoPlano de aula   artes - 3ª avaliação
Plano de aula artes - 3ª avaliação
Renato Lima
 
Arte
ArteArte
Planejamento ensino médio 1º 2º
Planejamento ensino médio 1º 2ºPlanejamento ensino médio 1º 2º
Planejamento ensino médio 1º 2º
Rednei Pinto
 
PLANEJAMENTO DE ARTE 2023.docx
PLANEJAMENTO DE ARTE 2023.docxPLANEJAMENTO DE ARTE 2023.docx
PLANEJAMENTO DE ARTE 2023.docx
WeslleyDias8
 
Projeto de ARTES. Artistas Locais: Artistas Rondonopolitanos
Projeto de ARTES.   Artistas Locais: Artistas RondonopolitanosProjeto de ARTES.   Artistas Locais: Artistas Rondonopolitanos
Projeto de ARTES. Artistas Locais: Artistas Rondonopolitanos
Seduc MT
 
Artes visuais-e-histc3b3ria-da-arte-ensino-mc3a9dio (2)
Artes visuais-e-histc3b3ria-da-arte-ensino-mc3a9dio (2)Artes visuais-e-histc3b3ria-da-arte-ensino-mc3a9dio (2)
Artes visuais-e-histc3b3ria-da-arte-ensino-mc3a9dio (2)
Elizandra Raquel Azeveo Velho
 
As linguagens da arte
As linguagens da arteAs linguagens da arte
As linguagens da arte
dpport
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
kelvindasilvadiasw
 
Aula História da Arte_As funções da arte
Aula História da Arte_As funções da arteAula História da Arte_As funções da arte
Aula História da Arte_As funções da arte
Lila Donato
 
Família & Escola-Projeto
Família & Escola-ProjetoFamília & Escola-Projeto
Família & Escola-Projeto
Graça Sousa
 
Plano de curso 8º Ano
Plano de curso 8º AnoPlano de curso 8º Ano
Plano de curso 8º Ano
Jaiza Nobre
 

Mais procurados (20)

Projeto interdisciplinar arte e educação
Projeto interdisciplinar   arte e educaçãoProjeto interdisciplinar   arte e educação
Projeto interdisciplinar arte e educação
 
Plano de Aula Sobre Pontos Turísticos
Plano de Aula Sobre Pontos TurísticosPlano de Aula Sobre Pontos Turísticos
Plano de Aula Sobre Pontos Turísticos
 
Guia de aprendizagem arte
Guia de aprendizagem   arteGuia de aprendizagem   arte
Guia de aprendizagem arte
 
Projeto de leitura de imagens
Projeto de leitura de imagensProjeto de leitura de imagens
Projeto de leitura de imagens
 
PROJETO: QUE HISTÓRIA SUA FOTOGRAFIA TEM PARA CONTAR?
PROJETO: QUE HISTÓRIA SUA FOTOGRAFIA TEM PARA CONTAR?PROJETO: QUE HISTÓRIA SUA FOTOGRAFIA TEM PARA CONTAR?
PROJETO: QUE HISTÓRIA SUA FOTOGRAFIA TEM PARA CONTAR?
 
Atividade 3 projeto de artes simone helen drumond
Atividade 3 projeto de artes simone helen drumondAtividade 3 projeto de artes simone helen drumond
Atividade 3 projeto de artes simone helen drumond
 
PLANEJAMENTO ANUAL REDE ARTE 2022 corrigido-convertido.docx
PLANEJAMENTO ANUAL REDE ARTE 2022 corrigido-convertido.docxPLANEJAMENTO ANUAL REDE ARTE 2022 corrigido-convertido.docx
PLANEJAMENTO ANUAL REDE ARTE 2022 corrigido-convertido.docx
 
Plano de curso de teatro Ensino Médio
Plano de curso de teatro Ensino MédioPlano de curso de teatro Ensino Médio
Plano de curso de teatro Ensino Médio
 
Sequencia didatica arte
Sequencia didatica arteSequencia didatica arte
Sequencia didatica arte
 
Plano de aula artes - 3ª avaliação
Plano de aula   artes - 3ª avaliaçãoPlano de aula   artes - 3ª avaliação
Plano de aula artes - 3ª avaliação
 
Arte
ArteArte
Arte
 
Planejamento ensino médio 1º 2º
Planejamento ensino médio 1º 2ºPlanejamento ensino médio 1º 2º
Planejamento ensino médio 1º 2º
 
PLANEJAMENTO DE ARTE 2023.docx
PLANEJAMENTO DE ARTE 2023.docxPLANEJAMENTO DE ARTE 2023.docx
PLANEJAMENTO DE ARTE 2023.docx
 
Projeto de ARTES. Artistas Locais: Artistas Rondonopolitanos
Projeto de ARTES.   Artistas Locais: Artistas RondonopolitanosProjeto de ARTES.   Artistas Locais: Artistas Rondonopolitanos
Projeto de ARTES. Artistas Locais: Artistas Rondonopolitanos
 
Artes visuais-e-histc3b3ria-da-arte-ensino-mc3a9dio (2)
Artes visuais-e-histc3b3ria-da-arte-ensino-mc3a9dio (2)Artes visuais-e-histc3b3ria-da-arte-ensino-mc3a9dio (2)
Artes visuais-e-histc3b3ria-da-arte-ensino-mc3a9dio (2)
 
As linguagens da arte
As linguagens da arteAs linguagens da arte
As linguagens da arte
 
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Aula História da Arte_As funções da arte
Aula História da Arte_As funções da arteAula História da Arte_As funções da arte
Aula História da Arte_As funções da arte
 
Família & Escola-Projeto
Família & Escola-ProjetoFamília & Escola-Projeto
Família & Escola-Projeto
 
Plano de curso 8º Ano
Plano de curso 8º AnoPlano de curso 8º Ano
Plano de curso 8º Ano
 

Semelhante a Projeto interdisciplinar artes

Arte e educação...projeto
Arte e educação...projetoArte e educação...projeto
Arte e educação...projeto
Noemia Meneguelly
 
TCC ARTE KERLINI.doc
TCC ARTE KERLINI.docTCC ARTE KERLINI.doc
TCC ARTE KERLINI.doc
DEISECUNHALOPESDASIL1
 
Serigrafia apresentação
Serigrafia apresentaçãoSerigrafia apresentação
Serigrafia apresentação
Cristielene Terra
 
O ensino-da arte na educacao infantil
O ensino-da arte na educacao infantilO ensino-da arte na educacao infantil
O ensino-da arte na educacao infantil
erlonmoreira
 
Técnicas em artes visuais
Técnicas em artes visuaisTécnicas em artes visuais
Técnicas em artes visuais
Cris Akemi
 
Proposições e Estudos na Visualidade - Provocando Arte
Proposições e Estudos na Visualidade - Provocando ArteProposições e Estudos na Visualidade - Provocando Arte
Proposições e Estudos na Visualidade - Provocando Arte
Rose Silva
 
3347791 apostila-ensino-fundamental-vol3-artes
3347791 apostila-ensino-fundamental-vol3-artes3347791 apostila-ensino-fundamental-vol3-artes
3347791 apostila-ensino-fundamental-vol3-artes
JORGE ISSAO ZENSQUE
 
3347791 apostila-ensino-fundamental-vol3-artes
3347791 apostila-ensino-fundamental-vol3-artes3347791 apostila-ensino-fundamental-vol3-artes
3347791 apostila-ensino-fundamental-vol3-artes
Eduardo Lopes
 
Educacao das artes_visuais_na_perspectiva_da_cultura_visual_conceituacoes_pro...
Educacao das artes_visuais_na_perspectiva_da_cultura_visual_conceituacoes_pro...Educacao das artes_visuais_na_perspectiva_da_cultura_visual_conceituacoes_pro...
Educacao das artes_visuais_na_perspectiva_da_cultura_visual_conceituacoes_pro...
Priscila Macedo
 
proposições do ensino da Arte para o ensino Médio escola Henrique rocha
proposições do ensino da Arte para o ensino Médio escola Henrique rochaproposições do ensino da Arte para o ensino Médio escola Henrique rocha
proposições do ensino da Arte para o ensino Médio escola Henrique rocha
Rose Silva
 
Artecom_bebês arte ideia berçário apres
Artecom_bebês  arte ideia berçário apresArtecom_bebês  arte ideia berçário apres
Artecom_bebês arte ideia berçário apres
MaureenOliveira
 
Reflexões sobre o estudo do cinema no ensino fundamental
Reflexões sobre o estudo do cinema no ensino fundamentalReflexões sobre o estudo do cinema no ensino fundamental
Reflexões sobre o estudo do cinema no ensino fundamental
elizetearantes
 
Novela gráfica urbana uma reflexao acerca do cotidiano de alunos do entorno d...
Novela gráfica urbana uma reflexao acerca do cotidiano de alunos do entorno d...Novela gráfica urbana uma reflexao acerca do cotidiano de alunos do entorno d...
Novela gráfica urbana uma reflexao acerca do cotidiano de alunos do entorno d...
Priscila Macedo
 
O uso de fontes em sala de aula
O uso de fontes em sala de aulaO uso de fontes em sala de aula
O uso de fontes em sala de aula
Adilour Souto
 
Do mundo das ideias ao mundo da realidade, pensando e executando ações intred...
Do mundo das ideias ao mundo da realidade, pensando e executando ações intred...Do mundo das ideias ao mundo da realidade, pensando e executando ações intred...
Do mundo das ideias ao mundo da realidade, pensando e executando ações intred...
pibiduergsmontenegro
 
Apresentação projeto tics
Apresentação projeto ticsApresentação projeto tics
Apresentação projeto tics
lilianfqm
 
05_tendências pedagógicas_versão final
  05_tendências pedagógicas_versão final  05_tendências pedagógicas_versão final
05_tendências pedagógicas_versão final
soniamarys
 
JANELAS: Narrativa de um projeto fotográfico com estudantes de uma Escola …
JANELAS: Narrativa de um projeto fotográfico com estudantes de uma Escola …JANELAS: Narrativa de um projeto fotográfico com estudantes de uma Escola …
JANELAS: Narrativa de um projeto fotográfico com estudantes de uma Escola …
cmarinho1
 
Apresentação projeto tics
Apresentação projeto ticsApresentação projeto tics
Apresentação projeto tics
lilianfqm
 
Apresentação projeto tics
Apresentação projeto ticsApresentação projeto tics
Apresentação projeto tics
lilianfqm
 

Semelhante a Projeto interdisciplinar artes (20)

Arte e educação...projeto
Arte e educação...projetoArte e educação...projeto
Arte e educação...projeto
 
TCC ARTE KERLINI.doc
TCC ARTE KERLINI.docTCC ARTE KERLINI.doc
TCC ARTE KERLINI.doc
 
Serigrafia apresentação
Serigrafia apresentaçãoSerigrafia apresentação
Serigrafia apresentação
 
O ensino-da arte na educacao infantil
O ensino-da arte na educacao infantilO ensino-da arte na educacao infantil
O ensino-da arte na educacao infantil
 
Técnicas em artes visuais
Técnicas em artes visuaisTécnicas em artes visuais
Técnicas em artes visuais
 
Proposições e Estudos na Visualidade - Provocando Arte
Proposições e Estudos na Visualidade - Provocando ArteProposições e Estudos na Visualidade - Provocando Arte
Proposições e Estudos na Visualidade - Provocando Arte
 
3347791 apostila-ensino-fundamental-vol3-artes
3347791 apostila-ensino-fundamental-vol3-artes3347791 apostila-ensino-fundamental-vol3-artes
3347791 apostila-ensino-fundamental-vol3-artes
 
3347791 apostila-ensino-fundamental-vol3-artes
3347791 apostila-ensino-fundamental-vol3-artes3347791 apostila-ensino-fundamental-vol3-artes
3347791 apostila-ensino-fundamental-vol3-artes
 
Educacao das artes_visuais_na_perspectiva_da_cultura_visual_conceituacoes_pro...
Educacao das artes_visuais_na_perspectiva_da_cultura_visual_conceituacoes_pro...Educacao das artes_visuais_na_perspectiva_da_cultura_visual_conceituacoes_pro...
Educacao das artes_visuais_na_perspectiva_da_cultura_visual_conceituacoes_pro...
 
proposições do ensino da Arte para o ensino Médio escola Henrique rocha
proposições do ensino da Arte para o ensino Médio escola Henrique rochaproposições do ensino da Arte para o ensino Médio escola Henrique rocha
proposições do ensino da Arte para o ensino Médio escola Henrique rocha
 
Artecom_bebês arte ideia berçário apres
Artecom_bebês  arte ideia berçário apresArtecom_bebês  arte ideia berçário apres
Artecom_bebês arte ideia berçário apres
 
Reflexões sobre o estudo do cinema no ensino fundamental
Reflexões sobre o estudo do cinema no ensino fundamentalReflexões sobre o estudo do cinema no ensino fundamental
Reflexões sobre o estudo do cinema no ensino fundamental
 
Novela gráfica urbana uma reflexao acerca do cotidiano de alunos do entorno d...
Novela gráfica urbana uma reflexao acerca do cotidiano de alunos do entorno d...Novela gráfica urbana uma reflexao acerca do cotidiano de alunos do entorno d...
Novela gráfica urbana uma reflexao acerca do cotidiano de alunos do entorno d...
 
O uso de fontes em sala de aula
O uso de fontes em sala de aulaO uso de fontes em sala de aula
O uso de fontes em sala de aula
 
Do mundo das ideias ao mundo da realidade, pensando e executando ações intred...
Do mundo das ideias ao mundo da realidade, pensando e executando ações intred...Do mundo das ideias ao mundo da realidade, pensando e executando ações intred...
Do mundo das ideias ao mundo da realidade, pensando e executando ações intred...
 
Apresentação projeto tics
Apresentação projeto ticsApresentação projeto tics
Apresentação projeto tics
 
05_tendências pedagógicas_versão final
  05_tendências pedagógicas_versão final  05_tendências pedagógicas_versão final
05_tendências pedagógicas_versão final
 
JANELAS: Narrativa de um projeto fotográfico com estudantes de uma Escola …
JANELAS: Narrativa de um projeto fotográfico com estudantes de uma Escola …JANELAS: Narrativa de um projeto fotográfico com estudantes de uma Escola …
JANELAS: Narrativa de um projeto fotográfico com estudantes de uma Escola …
 
Apresentação projeto tics
Apresentação projeto ticsApresentação projeto tics
Apresentação projeto tics
 
Apresentação projeto tics
Apresentação projeto ticsApresentação projeto tics
Apresentação projeto tics
 

Último

Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
CarolineSaback2
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
tamirissousa11
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
mailabueno45
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
CamilaSouza544051
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 

Último (20)

Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdfLivro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
Livro - Planejamento em Orientação Educacional - Heloísa Lück.pdf
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
 
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
 
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
A Participação do Brasil nas Operações de Manutenção da Paz da ONU Passado, P...
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdfAdaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
Adaptacoes-de-Provas-para-Alunos-com-Deficiencia.pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 

Projeto interdisciplinar artes

  • 1. Projeto Interdisciplinar Arte e Educação 4º período Grupo Sol: Danielle Bitencourt Júlia Gama Maria Fernanda Braga Fagundes Renata Fortuna Sandra Gomes Valéria Lavall
  • 2. Planejamento do Projeto : ARTE – Um caminho para a observação – Cândido Portinari Público alvo : Pais e alunos do 4º Ano do EF Justificativa : Acreditando que a observação leva a criança a diferentes descobertas e estimula as diversas áreas do conhecimento e da inteligência, desenvolveremos um projeto que promoverá, nos alunos, um conjunto amplo de experiências. O estudo sobre o artista e sua obra incluirá percepção, imaginação, sensibilidade, interpretação, senso crítico e expressões pessoal.
  • 3. Objetivos : Criar obras artísticas a partir da organização das informações sobre a arte, a cultura e os artista estudado; Desenvolver a oralidade por meio do debate coletivo, visando ampliar tanto o repertório estético como seus conhecimentos prévios a respeito do universo artístico e cultural; Reconhecer a arte como forma de conhecimento, ampliando assim sua concepção acerca do saber artístico. Respeitar e valorizar a diversidade presente nas obras artísticas. Valorizar o patrimônio cultural. Estabelecer diálogos entre obras artísticas de diferentes épocas e contextos com a realidade atual. Identificar elementos da linguagem visual.
  • 4. Atividades : Através de pesquisas na internet, reportagens, entrevistas, análise de obras e aulas-passeio, os alunos terão a oportunidade de conhecer a vida e obra do artista Cândido Portinari, bem como o estilo e as características de seus trabalhos, através da leitura, observação e apreciação das mesmas: “O que você viu?” e a respectiva “contextualização histórica”. Após esta primeira etapa, as crianças farão uma releitura de algumas obras de Portinari. Cada um escolherá uma tela e inspirado nela, criará o seu “Quadro Virtual” usando o paint-brush no computador. Como ampliação, realizarão outras atividades práticas, promovendo o saber artístico. Em outro momento, eles pintarão uma tela também fazendo uso de uma outra releitura do mesmo artista. Usarão tinta guache para uma pintura sobre tela. No final, montaremos com as telas uma “Vernissage Solidária”. Os pais, parentes e amigos serão convidados e poderão adquirir as telas mediante o pagamento. Com a quantia arrecadada na exposição, as crianças farão uma doação para instituições carentes.
  • 5. Neste projeto, os alunos desenvolverão um olhar mais sensível e poderão expressar seus sentimentos, respeitando a individualidade. Quando observarem uma obra, certamente surgirão várias percepções, e isso enriquece a compreensão de que, para cada um, existe uma forma de ver carregada de experiências, emoções e sentimentos. Aprender a observar nada mais é que aprender a olhar o outro e compreendê-lo, e essa experiência traz harmonia às nossas relações interpessoais. O resultado desse projeto, assim esperamos, satisfatório porque desejamos alcançar nosso objetivo maior, que é despertar, na criança, a consciência de que a felicidade está nas coisas simples, em cada cor, em cada cheiro e, até na solidariedade para com o próximo.
  • 6. Metodologia: Encontrando sua expressão artística é que você encontra a si mesmo Amparados pela proposta triangular de Ana Mae Barbosa (1991), tais atividades fundamentaram-se e pretendem levar o educando não apenas ao conhecimento da arte, mas também à apreciação do objeto artístico e à reflexão acerca do contexto em que se situa: “ Temos que alfabetizar para a leitura da imagem. Através da leitura das obras de artes plásticas, estaremos preparando a criança para a decodificação da gramática visual, da imagem fixa e, através da leitura do cinema e da televisão, a prepararemos para aprender a gramática da imagem em movimento. Essa decodificação precisa ser associada ao julgamento da qualidade do que está sendo visto aqui e agora e em relação ao passado.” (BARBOSA, Ana Mae. A imagem no ensino da arte: anos oitenta e novos tempos. São Paulo/Porto Alegre: Perspectiva/Fundação Iochpe, 1991. p. 34-35.)
  • 7. 3ª etapa: conclusão do grupo O uso das tecnologias no ensino da arte é de extrema importância no ambiente escolar, pois possibilita ao aluno o acesso ao conhecimento de forma mais direta e prazerosa. Através da internet, o aluno que nunca teria condições de sair do país e visitar obras de arte, pode fazê-lo virtualmente. Programas de computador como o Word possibilita o desenvolvimento da poesia, confecção de jornais escolares, etc. Com o Paint, pode - se criar história em quadrinhos, ou até mesmo criar um ateliê virtual, baseados em artistas contemporâneos que utilizam ferramentas similares. São inúmeras as possibilidades de se trabalhar arte com toda a tecnologia disponível nos dias atuais.
  • 8. Infelizmente, muitas escolas ainda não exploram todo o potencial que a tecnologia oferece para ensinar arte e nem utiliza a arte com frequência de forma interdisciplinar. A arte é uma manifestação de tudo o que vemos e vivemos. Não podemos entender nem interagir com o mundo sem conviver com a arte. Ela é a representação da história da humanidade e precisa ser valorizada.
  • 9. Somos de uma geração que foi criada com medo de tecnologia. Muitos professores tem medo de serem substituídos pelo computador. O professor não perde a sua importância na vida do aluno se ocupar sua verdadeira função: a de mediador do conhecimento. O educador precisa atribuir sentido aos equipamentos em seu trabalho. É só a partir do momento que incorporamos as novas mídias que valorizamos o seu uso.
  • 10. O uso de diferentes linguagens de mídia na escola deve ser um caminho para promover mudanças nos paradigmas convencionais do ensino, na prática, nas atitudes do professor. Caso contrário, se ele tiver uma prática bancária, como diz Paulo Freire, utilizará as novas mídias para reafirmá-la. O uso contínuo de novas tecnologias com a arte não será a salvação da educação brasileira, mas contribuirá para melhor socialização, melhor acessibilidade ao direito de conhecer, estudar e aprender com mais afetividade, veracidade e interação.
  • 11.