SlideShare uma empresa Scribd logo
UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP – CENTRO DE EDUCAÇÃO A
DISTÂNCIA - PÓLO GUAICURU
LEANDRO FERREIRA DE ALMADA – RA 354902
LOURDES MORENO RODRIGUES – RA 375342
PRISCILIA LOPES DA SILVA OSSUNA – RA 376551
THIAGO LUIZ FLORÊNCIO – RA 371679
WANESSA APARECIDA MACEDO – RA 372012
PLANO ORGANIZACIONAL ALVORADA
PROFESSORA ONISIA DA PENHA LOUBET BELMONTE COSTA
CAMPO GRANDE – MS
18/06/2015
UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP – CENTRO DE EDUCAÇÃO A
DISTÂNCIA - PÓLO GUAICURU
LEANDRO FERREIRA DE ALMADA – RA 354902
LOURDES MORENO RODRIGUES – RA 375342
PRISCILIA LOPES DA SILVA OSSUNA – RA 376551
THIAGO LUIZ FLORÊNCIO – RA 371679
WANESSA APARECIDA MACEDO – RA 372012
PLANO ORGANIZACIONAL ALVORADA
Projeto Integrador I parcial do sétimo semestre sobre o Plano
Organizacional Alvorada, do curso de Ciências Contábeis da
Universidade Anhanguera Educacional a Distância, sob
orientação da Professora Onisia da Penha Loubet Belmonte
Costa, como requisito à obtenção de nota parcial para atingir
média no bimestre.
CAMPO GRANDE – MS
18/06/2015
LISTA DE FIGURAS
Figura 01. Estoque.................................................................................................................21
Figura 02. Estoque.................................................................................................................21
Figura 03. Estoque.................................................................................................................22
Figura 04. Ativo imobilizado.................................................................................................23
LISTA DE TABELAS
Tabela 01. Dados da empresa................................................................................................08
Tabela 02. Cronograma .........................................................................................................20
SUMÁRIO
RESUMO ..............................................................................................................................06
INTRODUÇAO ....................................................................................................................07
1. APRESENTAÇÃO EMPRESARIAL ...............................................................................08
1.1 Entendendo as necessidades da empresa.............................................................09
1.2 Intenção e propósito do projeto...........................................................................10
1.3 Justificando e praticando o projeto......................................................................10
1.3.1 Estoque obsoleto...................................................................................10
1.3.2 Avaliação do valor recuperável do ativo imobilizado...........................11
1.3.3 Contratos de vendor lançados incorretamente ......................................11
1.3.4 Recibos de pagamentos aos autônomos sem assinatura........................12
1.3.5 Registros de notas fiscais fora da competência.....................................12
1.3.6 Alteração contratual não efetuada.........................................................13
1.4 Análises de mercado............................................................................................14
1.4.1 Análise de ameaças e oportunidades.....................................................15
2. DELIMITANDO TAREFAS ............................................................................................16
2.1. Delimitando tarefas com o projeto do estoque obsoleto .....................................16
2.1.1. Delimitando tarefas com o projeto de avaliação do valor recuperável do
ativo imobilizado........................................................................................................17
2.1.2. Delimitando tarefas com o projeto de contratos de vendor lançados
incorretamente............................................................................................................17
2.1.3. Delimitando tarefas com o projeto de recibos de pagamentos à
autônomos sem assinatura..........................................................................................18
2.1.4. Delimitando tarefas com o projeto de registros de notas fiscais fora da
competência................................................................................................................19
2.1.5. Delimitando tarefas com o projeto de alteração contratual não efetuada
...................................................................................................................................19
3. EQUIPES ENVOLVIDAS NO PROJETO E SEUS CRONOGRAMAS DE EXECUÇÃO
DE TAREFAS.......................................................................................................................20
4. EXECUÇÃO DAS TAREFAS E RESULTADOS OBTIDOS ........................................21
4.1. Estoque obsoleto ................................................................................................21
4.2. Ativo imobilizado ...............................................................................................23
CONSIDERAÇÕES FINAIS ...............................................................................................26
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ..................................................................................27
6
RESUMO
Ter um bom projeto empresarial é de extrema importância para qualquer organização,
traçar metas, conquistar objetivos, otimizar setores, sucesso; isso é o que qualquer
organização pretende em seu dia a dia. Partindo deste principio, podemos afirmar que são os
projetos que mobilizam a empresa e seus colaboradores, um projeto sempre visa melhorias
para serem executadas em um futuro próximo no intuito de se obter resultados positivos.
A empresa escolhida foi a Alvorada, uma empresa de comercio agrícola que tem sua
matriz em Dourados-MS, e outras oito filiais espalhadas por Mato Grosso do Sul, Mato
Grosso e Rondônia, vale ressaltar que faz parte da política da empresa que em media de 02
anos inaugurarem uma nova filial, é uma empresa considerada de médio porte, e conta hoje
com em torno de dois mil funcionários, tem como carro chefe, um suplemento animal que foi
desenvolvido pela própria empresa e vacinas contra aftosa; por este motivo é que torna
inaceitável que esta empresa não tenha uma política de projetos bem desenvolvida, pois,
apesar de ter muitos projetos, não estão sendo bem executados.
Partindo das primícias e realizando o escopo, foram encontrados pontos a serem
aprimorados, dos quais após analisados deram inicio ao projeto, onde foram apontadas as
falhas e mostrando as melhorias que devem ser atingidas mediante execução correta do
projeto.
7
INTRODUÇÃO
Buscando sempre investir no melhor, a alvorada abriu as portas de sua organização, e
nos deu a oportunidade de pormos em pratica tudo que aprendemos ao longo destes quase
quatro anos. Com o intuito de auxiliar a empresa foi realizado um estudo detalhado de alguns
setores da empresa, possibilitando assim, que encontrássemos pontos importantes a serem
modificados, apesar da organização sempre ter a sua controladoria e auditoria de forma
terceirizada, ela foi bem receptiva.
Após a coleta dos dados e a analise realizada foi confeccionado um relatório, contendo
alguns pontos que podem ser melhorados, sendo este apresentado a gerencia e posteriormente
aos setores cabíveis.
Buscamos verificar dentro deste projeto integrador I detalhes importantes que muitas
empresas já solidificadas no segmento empresarial deixam passar despercebido como no caso
da empresa que vamos auxiliar, colocando em prática todo o conteúdo que estamos estudando
em sala de aula para o desenvolvimento do projeto de controladoria final.
Com esse projeto vamos contribuir para uma gestão empresarial mais eficaz dentro da
controladoria fazendo ajustes necessários para que cada problema encontrado seja
solucionado e assim o desempenho empresarial seja pleno em sua gestão empresarial.
E tem como objetivo demonstrar a importância da controladoria dentro de uma
empresa, pois a prática desde conteúdo é de suma necessidade em nossos dias, onde o
mercado está em constante mudança na qual temos uma competitividade globalizada que se
inova a todo tempo, e os detalhes de uma boa gestão empresarial fazem uma grande diferença
no processo de manutenção e evolução de uma empresa.
As atividades a seguir executadas consistem em fortalecer o aprendizado no que se diz
a Controladoria e seus efeitos no ramo da contabilidade e no segmento empresarial e sua
importância para o total controle das atividades exercidas em uma empresa.
8
1. APRESENTAÇÃO EMPRESARIAL
Um projeto empresarial é de extrema importância para a saúde de qualquer empresa
em seu todo, seja ele qual for, até porque trabalha-se com metas a serem cumpridas, e isso é
um sucesso quando alcançado. Um projeto sempre visa melhorias nos processos operacionais
levando a empresa a um aperfeiçoamento pleno. Sendo assim iremos realizar a apresentação
simplória da empresa escolhida como objeto de estudo. Será por meio dela que iremos efetuar
análises e criticas construtivas na intenção pura de apontar falhas operacionais e assim gerar
opiniões validas ao ponto de serem exercidas em um futuro breve com a Graças de Deus.
Segue algumas informações básicas da empresa com objetivo de iniciar uma
familiarização com as informações, para assim iniciarmos bem o nosso processo introdutório
de controladoria.
Razão Social: Soubhia & Cia Ltda.
Nome Fantasia: Alvorada Produtos Agropecuários
CNPJ Matriz: 01.963.040/0001-00
Objeto Social: Comércio Varejista Agrícola e Veterinário
Lojas Nacionais (9):
Matriz em Dourados - MS
Filial 01 - Campo Grande - MS
Filial 02 - Três Lagoas - MS
Filial 03 - Cuiabá - MT
Filial 04 - Ji-Paraná - RO
Filial 05 - Pontes e Lacerda - MT
Filial 06 - Nova Andradina - MS
Filial 07 - Ariquemes - RO
Filial 08 - Vilhena - RO
Classificação
Econômica: Empresa de Médio Porte
Números de
Funcionários: Em torno de 02 mil
Principais Produtos:
Suplemento animal ALVORADAPHOS,
Marca própria e vacinas contra aftosa.
Tabela 01. Dados da empresa
Já de início é possível analisar e entender que a localização das filias são de forma
estratégica, procurando assim atender da melhor forma possível às regiões que são de certa
forma o berço do agronegócio brasileiro. É importante frisar que faz parte da visão da
Alvorada de entorno de dois em dois anos inaugurar uma filial. E foi o que aconteceu no ano
de 2012 com a filial 06 - Nova Andradina - MS e 2014 com o filial Ariquemes – RO e
Vilhena – RO.
9
Uma empresa desse porte é inaceitável não ter uma política de projetos adequadas. E a
verdade é que a Alvorada possui muitos, mas mesmo assim, existem algumas falhas de
processos que necessita de melhorias e elas passaram a ser citadas no próximo item deste
projeto.
1.1 ENTENDENDO AS NECESSIDADES DA EMPRESA
Apesar de a empresa Alvorada ser regida por muitos processos operacionais, contar
com análises de controladoria e auditoria externa, sempre existe melhorias a serem
concretizadas.
Pensando nisso que avaliamos as várias situações que ainda estão longe de uma
perfeição operacional. Sendo assim, seguem abaixo quais são as necessidades carentes de um
projeto para obter seu êxito operacional findando desgastes entre colaboradores, possíveis
fraudes e erros nas informações econômicas, financeiras e contábeis.
Problemas dignos de reavaliação de procedimentos Setor Competente
Estoque obsoleto Controladoria e Contabilidade
Avaliação do valor recuperáveldo ativo imobilizado Patrimonial e Contabilidade
Contratos de vendor lançados incorretamente Financeiro e Contabilidade
Recibo de pagamento a autônomo sem assinatura Financeiro
Registros de notas fiscais fora da competência Compras, Gerentes e Contabilidade
Alteração contratual não efetuada Jurídico
* Fonte: (Keeling e Branco, 2012).
A primeira vista da o entender que são pequenas falhas, erros insignificantes, mas essa
não é a realidade, pois, trata-se de erros graves ao ponto de levar uma empresa a falência. Por
isso a importância da empresa esta constantemente inovando seus projetos e assim aliando
suas informações a realidade para uma tomada de decisão eficaz.
10
1.2 INTENÇÃO E PROPÓSITO DO PROJETO
Primeiramente este projeto tem como propósito mostrar o caminho certo a ser seguido,
para que a empresa realize as possíveis correções. O projeto visa medidas que serão postas em
pratica com intuito de se obter resultados futuros.
Será através deste projeto que todos os pontos acima citados serão melhores analisados
e ganharão resoluções.
Todos os problemas após serem reavaliados e com sua resolução pronta serão
apresentados aos diretores da empresa, com a devida explanação da intenção de cada
modificação, após a aprovação da diretoria será encaminhado a cada setor competente, e a
partir deste começar a implantação imediata de todas as medidas.
Com a aplicação correta e fidedigna dos pontos apresentados no projeto a empresa, no
prazo de um ano terá conseguido a resolubilidade dos pontos problemáticos anteriormente
apontados.
1.3 JUSTIFICANDO E PRATICANDO O PROJETO
1.3.1 Estoque obsoleto
Em primeiro lugar precisamos justificar o porquê do projeto para com os estoques
obsoletos. Um exemplo claro é a aquisição de um produto realizado em janeiro de 2014 que
esta até hoje, abril de 2015 no estoque. Um investimento sem retorno. Ao analisar este
produto ele estará deteriorado devido a grande movimentação no estoque e outros motivos.
Isso não ocorre com um produto, mas sim com milhares, ao ponto dos auditores externos
apontarem esta falha na gestão. O resultado disso é desvalorização da mercadoria, má
representação da marca e prejuízo.
Para findar este problema a recomendação dos auditores externos é realizar a avaliação
dos estoques, isto é, dos inventários ao final de cada ano. Mas no momento, estamos tratando
de um projeto que tem data para iniciar e terminar, sendo assim, é importante começar a agir
quanto antes.
Após analisarmos, verificamos que os livros de inventários são gerados mensalmente,
sendo assim, as analises de estoques deverão ser mensalmente efetivadas. Todo este projeto
será de competência primária do setor de controladoria com o devido apoio da contabilidade e
de qualquer outro setor quando necessário.
11
Depois que os levantamentos mensais estiverem concluídos pela controladoria, devera
ser passado para os gerentes das lojas e setor de marketing o relatório dos produtos obsoletos
para desenvolverem junta uma futura promoção, bonificação, brindes e outros, assim findando
estes estoques parados e se possível gerando receitas ou fidelizando clientes.
1.3.2 Avaliação do valor recuperável do ativo imobilizado
Em primeiro lugar precisamos justificar o porquê do projeto para com avaliação do
valor recuperável do ativo imobilizado. Quando se tratam de ativo imobilizado as contas
contábeis, assim como todo balanço patrimonial tem que demonstrar informações verídicas e
fidedignas, como instrumento de tomada de decisão. Sendo assim é por este movimento que a
Alvorada tem a obrigação de esta efetuando mensalmente a avaliação dos valores do
patrimônio, assim evitando ter bens supervalorizados ou desvalorizados e não reconhecidos
no balanço patrimonial.
Após analisarmos, verificamos que a empresa Alvorada tem a necessidade de
organizar e direcionar uma equipe, no caso, integrantes da contabilidade responsáveis pela
gestão patrimonial para estarem efetuando mensalmente as devidas avaliações dos bens, na
intenção de demonstrar o valor real dos patrimônios. Com isso as identificações de
desvalorização dos bens, por exemplo, levará a contabilização de perdas patrimoniais. Com
essas reduções reconhecidas o valor recuperável de um bem destinado a venda será efetuada
conforme as leis das S/A nº 11.604/76.
Todo este projeto será de competência primária do setor patrimonial com o devido
apoio da contabilidade e de qualquer outro setor quando necessário.
1.3.3 Contratos de vendor lançados incorretamente
Em primeiro lugar precisamos justificar o porquê do projeto para com os contratos de
vendor. Na sua aquisição é determinada uma data única de vencimento que geralmente é de
06 meses e isso é registrado em nota promissória. Ao final a empresa Alvorada efetua o
pagamento do valor da divida, IOF e juros. E onde esta o problemas nisso? O problema é que
não estavam sendo registradas as apropriações de despesas de IOF e juros durante os 06
meses e assim lançando somente como juros da divida, algo errado, e assim gerando um valor
absurdo de juros passivos.
12
Após analisarmos, verificamos que o melhor a ser feito é o setor financeiro realizar um
adiantamento logo após o fechamento do contrato vendor, pelo motivo de imediato iniciar os
lançamentos de apropriação de despesas com juros e IOF. Sendo assim não haverá mais um
saldo absurdo como antes de juros passivos, mas sim pequenos saldos mensais de despesas
com IOF e juros.
Todo este projeto será de competência primária do setor financeiro e conseguinte da
contabilidade com o devido apoio de qualquer outro setor quando necessário.
1.3.4 Recibos de pagamentos aos autônomos sem assinatura
Em primeiro lugar precisamos justificar o porquê do projeto para com os recibos de
pagamentos aos autônomos sem assinatura. Imagine você perceber que no seu banco ou caixa
teve um registro de saída de valores significativo e quando você vai procurar os documentos
referentes a essas despesas você encontra recibos sem assinatura. Isso jamais pode acontecer
em uma empresa, pois ai esta uma oportunidade para fraudes, roubos e desvio de dinheiro.
Após analisarmos, verificamos que a empresa Alvorada já possui uma sistemática de
processos administrativos operacionais, mas infelizmente isso não é o suficiente. Esses
processos são falhos e o projeto vem justamente para suprir isso, com um controle mais
regido de avaliação, pois é o setor financeiro que é responsável por receber esses documentos,
no caso, os recibos, validados, analisando se é um documento hábil para registrar, lançar e
pagar. Sendo assim o projeto irá implantar uma política de senso critico nas analise dos
documentos, coisa que esta em falta na empresa Alvorada ao ponto desses erros serem
constantes e percebidos pelos auditores externos.
Todo este projeto será de competência primária do setor financeiro e conseguinte das
filiais que são responsáveis pelo envio dos documentos e analise previa dos mesmos, com o
devido apoio de qualquer outro setor quando necessário.
1.3.5 Registros de notas fiscais fora da competência
Em primeiro lugar precisamos justificar o porquê do projeto para com os registros de
notas fiscais fora da competência. Na contabilidade existe um principio que inclusive é lei,
onde ensina e determina que todas as transações (compra e venda de mercadorias) devem ser
registradas dentro da mesma competência, independente do seu recebimento ou pagamento. A
empresa Alvorada não tem uma política voltada para isso. Exemplo disso é que no mês de
13
dezembro de 2013 foram efetuadas diversas compras, registrando as mesmas em janeiro de
2014 e assim quebrando o principio da competência.
Após analisarmos, verificamos a necessidade de um projeto direcionada para gestão de
compras, recebimentos e registros dessas notas fiscais. O processo é minucioso e exige uma
comunicação interna e externa perfeita, que vai desde a negociação dos compradores com o
fornecedor e prazo de entrega até a escrituração da nota. Todo esse projeto vai requerer
disposição dos compradores, gerentes de lojas e contabilidade para que ele funcione de forma
plena e assim a empresa vida respeitando as ciências sócias, no caso, as ciências contábeis.
Todo este projeto será de competência primária dos setores de compras, os gerentes de
lojas e a contabilidade, com o devido apoio de qualquer outro setor quando necessário.
1.3.6 Alteração contratual não efetuada
Em primeiro lugar precisamos justificar o porquê do projeto para com a alteração
contratual não efetuada. Quando ocorre de alguma porcentagem dos lucros serem destinados
para a conta de “adiantamento para futuro aumento de capital” (AFAC) isso significada que
haverá um aumento no capital social da empresa, ou seja, deverá ocorrer uma alteração
contratual, por que o capital social da empresa não será o mesmo de antes, mas agora recebera
um aumento e isso devera ser registrado junto à junta comercial do Estado, que validará este
pedido e procederá com as devidas alterações e registros.
Após analisarmos, verificamos que o setor jurídico não efetuou este procedimento de
alteração contratual no ano de 2014, assim ocorrendo uma falha no processo. O projeto vem
para trazer um vinculo mais estreito do setor jurídico com a contabilidade na intenção de
manter uma comunicação mutua levando ambos a analise das contas patrimoniais e assim as
tomadas de decisões.
O projeto orienta o setor jurídico realizar verificações mensais dos balanços
patrimoniais na intenção de observar quando se dará os aumentos de capitais, para de
imediato proceder com a alteração contratual.
Todo este projeto será de competência primária do setor jurídico e conseguinte da
contabilidade, com o devido apoio de qualquer outro setor quando necessário.
14
1.4 ANÁLISES DE MERCADO
A empresa Alvorada Produtos Agropecuários escolheu o estado de Mato Grosso do
Sul para iniciar suas atividades de agronegócios por ser umas das regiões que mais tem
rebanhos bovinos do país. A empresa trabalha com fornecimento de insumos para fazenda de
criação de gado e de produção agrícola. Com o crescimento da lavoura- pecuária a empresa
começou a atuar no mercado atacadista, tem uma localização estratégica o que permite uma
logística ágil e o acesso ao local ao atendimento credenciado aos produtores com múltiplas
propriedades rurais.
Tem como público alvo os produtores rurais e pecuaristas da região centro-norte,
buscando atender as suas necessidades dispondo de uma linha completa de medicamentos,
vacinas, ferramentas e ferragens, inseminação, nutrição animal, máquinas e equipamentos.
Em relação aos concorrentes a empresa Alvorada tem como diferencial o atendimento
a campo e o seu Mix de produtos que vai desde a manutenção da propriedade até os mais
sofisticados e tecnológicos medicamentos e insumos agrícolas, levando soluções tecnológicas
ao homem do campo com técnicos capacitados prontos para fazer a avaliação e o melhor
diagnóstico para a sua propriedade.
A empresa investiu em qualificação de equipe, na prestação de serviço, para que
possam ter soluções adequadas a cada perfil do cliente, promovendo dias de campo e dias de
loja que são treinamentos, palestras e jantares de negócios para agregar mais valores nas
relações comerciais e também tem suporte de assistência técnica especializada para satisfazer
os clientes e dessa forma se destacar no mercado.
É uma empresa que se preocupa com o meio ambiente, atua aliando tecnologia e
responsabilidade socioambiental, associando técnicas e políticas de sustentabilidade à
realidade do setor agropecuário.
A empresa tem uma arquitetura planejada, que aproveitam a iluminação e ventilação
natural. Sua frota de veículos reduz em 20% a emissão de gás carbônico na atmosfera, tem
orientação de recolhimento das embalagens vazias de agrotóxicos e mantém vários
recebimentos dessas embalagens em diversas cidades. Todos esses projetos são feitos para
mostrar sua responsabilidade e consciência ambiental diminuindo seu impacto nas regiões
onde atua.
A empresa também se destaca no mercado pelos projetos sociais como: ações para o
bem e vem brincar com a gente que é integração de colaboradores, clientes, fornecedores,
15
parceiros e a comunidade, que tem por objetivo estimular a solidariedade e o bem-estar de
instituições beneficentes.
1.4.1 Análise de ameaças e oportunidades
As oportunidades do ramo do agronegócio encontram-se no aumento estimado da
produção, devido o crescimento populacional, aumentando desta forma a demanda.
O Brasil por sua natureza torna-se extremamente competitivo, pois, tem
disponibilidade de terra, água, tecnologia e climas favoráveis.
O segmento do agronegócio de modernizou, utilizando novas técnicas agrícolas,
produção em massa e investimento em maquinário pesado. Esta atividade foi responsável por
colocar o Brasil entre as lideranças das nações emergentes. Tem aspectos relevantes da
atividade que podem ser levados em conta na criação de um plano de marketing, como a
geração de empregos e o desenvolvimento que a atividade proporciona e a representatividade
que o país possui no cenário internacional e o fato de que sem o agronegócio o Brasil não
poderia alimentar sua população urbana. Outro benefício gerado pelo segmento é o grande
número de exportações.
O agronegócio movimenta a economia local e internacional, além da soja, o Brasil
ainda ocupa a liderança nas vendas internacionais de açúcar, café em grãos e suco de laranja e
está na segunda posição nos segmentos de carne bovina, tabaco e etanol, conforme dados do
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.
Este ramo tem como ameaças a fragilidade política com incertezas que impedem a
execução de um programa consistente de desenvolvimento sustentável da agricultura,
retardando investimentos, produzindo insegurança no campo e prejudicando segmentos
importantes. Assim como a logística comprometendo o escoamento e a própria produção do
campo, a crescente monetização da produção agropecuária num contexto de mudanças
frequentes de preços e risco tecnológico.
Tem como desafios o sistema tributário que é uma das mais elevadas e mais
complexas, a infra estrutura e a logística onde a dependência no modal rodoviário
compromete a eficiência do sistema, custos especialmente trabalhistas, estabilidades das
regras jurídicas, licenciamentos ambientais, entre outros.
De olho nesse cenário a empresa Alvorada Produtos Agropecuários tem buscado
adaptar-se às mudanças que vem sendo impostas, com o objetivo de se consolidar cada vez
16
mais nesse mercado, construindo uma história de tradição e confiança, oferecendo tecnologia
com foco em resultados visando a maior lucratividade de seus clientes.
2. DELIMITANDO TAREFAS
A fase de planejamento para delimitar as tarefas a serem executadas é muito
importante, pois envolve uma serie de coisas, como por exemplo: reuniões para discutir quais
serão as tarefas a serem cumpridas e como deverão ser executados, os prazos, a qualidade,
custos e investimentos, os responsáveis, tudo isso com o objetivo de alcançar o sucesso que é
o desejo final de todo projeto bem elaborado e executado por todos. Podemos classificar um
projeto como uma máquina, onde todas as peças têm que funcionar e trabalhar em perfeito
estado, senão o funcionamento será inadequado e causara prejuízos.
2.1. DELIMITANDO TAREFAS COM O PROJETO DO ESTOQUE OBSOLETO
Ficou definido que é de competência exclusiva do setor de controladoria junto com
apoio da contabilidade desenvolver todos os processos operacionais do projeto e pratica-los
com objetivo de sanar todos estes problemas que tem gerado prejuízos à empresa Alvorada.
O gestor da controladoria será o responsável em liderar todos os processos do projeto:
reuniões, exigências, relatórios, mediador, gratificações, tomadas de decisões e prestação de
contas.
Primeiro passo: Uma primeira reunião será feita com os setores da controladoria,
contabilidade e marketing e até sugerimos a participação ou comunicação efetiva dos gerentes
para discussão e conclusão do projeto de melhorias para com os estoques obsoletas, na
intenção de definir: responsáveis operacionais, metas, prazos, recursos e resultados.
Segundo passo: Conduzir a motivação e moral dessa equipe por intermédio de
gratificações, pois tratasse de um projeto com intenção de tornasse uma pratica perpétua na
empresa Alvorada.
Terceiro passo: Promover a identificação e avaliação dos produtos em valor real para
tomada de decisão seja ela para promoções, bonificações, brindes e outros.
Quarto passo: Por ultimo o setor de marketing estará promovendo e divulgando a
decisão tomada com os estoques obsoletos.
17
2.1.1. Delimitando tarefas com o projeto de avaliação do valor recuperável do ativo
imobilizado
Ficou definido que é de competência exclusiva do setor patrimonial junto com apoio
da contabilidade desenvolver todos os processos operacionais do projeto e pratica-los com
objetivo de sanar todos estes problemas que tem gerado informações contábeis, financeiras e
econômicas que não atendem os princípios da prudência e das informações fidedignas na
empresa Alvorada.
O gestor patrimonial será o responsável em liderar todos os processos do projeto:
reuniões, exigências, relatórios, mediador, gratificações,tomadas de decisões e prestação de
contas.
Primeiro passo: Uma primeira reunião para determinar uma equipe para este serviço
de avaliação patrimonial que até então não existe, envolvendo custos e investimentos.
Segundo passo: Contratar uma equipe de funcionários ou terceirizar uma empresa,
pois tratasse de analise de 09 lojas nacionais. Tudo isso é necessários, pois os serviços não
minuciosos e a quantidade de funcionários do setor patrimonial não atende a esta forma de
trabalho no momento.
Terceiro passo: Por se tratar de uma nova metodologia de avaliação e contabilização
patrimonial, os colaboradores que a empresa Alvorada detém estão preparados em
qualificação? Se a resposta é não é necessários providenciar a qualificação do mesmo por
meio de cursos.
Quarto passo: Após contratação desta equipe fica determinado um prazo de no
máximo em 02 meses o setor patrimonial apresentar o balanço patrimonial com novos valores
de custos de aquisição, valor recuperável, perdas por desvalorização e depreciação e suas
devidas conciliações e composição de saldos contábeis.
2.1.2. Delimitando tarefas com o projeto de contratos de vendor lançados
incorretamente
Ficou definido que é de competência exclusiva do setor financeiro junto com apoio da
contabilidade, desenvolver todos os processos operacionais do projeto e pratica-los com
objetivo de sanar todos estes problemas na empresa Alvorada que tem gerado um grande
aumento na conta contábil juros passivos e ao analisa-la foi constatado erros de lançamentos.
18
O gestor financeiro será o responsável em liderar todos os processos do projeto:
reuniões, exigências, relatórios, mediador, gratificações, tomadas de decisões e prestação de
contas.
Primeiro passo: Uma primeira reunião para determinar de que forma serão tratados
estes contratos; seu reconhecimento, lançamentos financeiros e contábeis e outras técnicas.
Segundo passo: Elaborar um manual completo desse novo processo de
reconhecimento, tratamento, lançamentos financeiros e contábeis e suas devidas conciliações
e composição de saldos.
Terceiro passo: Determinar os colaboradores competentes e responsáveis para
desenvolver estas tarefas.
2.1.3. Delimitando tarefas com o projeto de recibos de pagamentos à autônomos sem
assinatura
Ficou definido que é de competência exclusiva do setor financeiro junto com apoio
das lojas desenvolverem todos os processos operacionais do projeto e pratica-los com objetivo
de sanar todos estes problemas que tem gerado brechas para fraudes, corrupções, roubos e
tantas outras pestes que corrompi o mundo por causa da ganância ao dinheiro.
O gestor financeiro será o responsável em liderar todos os processos do projeto:
reuniões, exigências, relatórios, mediador, gratificações, tomadas de decisões e prestação de
contas.
Primeiro passo: Uma primeira reunião e comunicação efetiva dos gerentes e setores
administrativos das filiais na intenção de proceder com as novas exigências referentes aos
processos de aquisição de prestadores de serviços autônomos e seus pagamentos de RPA –
recibo de pagamento a autônomo.
Segundo passo: Analisar quais são os fatores que tem levado a estes erros.
Terceiro passo: Se por acaso for reconhecido má fé por parte de algum colaborador,
proceder com a demissão do mesmo por justa causa.
Quarto passo: Elaborar um manual completo com os novos passos e exigências,
levando a todos os colaboradores envolvidos nessas tarefas a tomar ciência e assinar um
termo de responsabilidade com juramento de que será justo e fiel em suas atribuições.
Quinto passo: Este termo de responsabilidade deverá ser assinado por todos
profissionais envolvidos neste serviço, tanto os administrativos das filiais como
principalmente o setor financeiro.
19
Sexto passo: Este termo deverá ser registrado no sindicato dos trabalhadores de todas
as filiais, a princípio de prudência, facilidade e isenção de problemas maiores em uma
possível demissão por justa causa.
2.1.4. Delimitando tarefas com o projeto de registros de notas fiscais fora da
competência
Ficou definido que é de competência exclusiva dos setores de compras, gerentes e
contabilidade a desenvolver os processos operacionais do projeto e pratica-los com objetivo
de sanar todos estes problemas que tem gerado desrespeito aos princípios das ciências
contábeis da empresa Alvorada.
Os gestores dos setores de compras e gerentes serão os responsáveis em liderar todos
os processos do projeto: reuniões, exigências, relatórios, mediador, gratificações e tomadas de
decisões.
Primeiro passo: Uma primeira reunião para definir os novos passos a serem tomados
no mês de dezembro que é o mês que tem gerados problemas.
Segundo passo: Conscientizar todos os fornecedores desse novo processo.
Terceiro passo: Controlar todas as negociações e compras no mês de dezembro.
Quarto passo: Contratar auxiliares para apoiarem aqueles responsáveis pela
escrituração das notas fiscais de compras de todas filiais.
2.1.5. Delimitando tarefas com o projeto de alteração contratual não efetuada
Ficou definido que é de competência exclusiva do setor jurídico desenvolver todos os
processos operacionais do projeto e pratica-los com objetivo de sanar todos os problemas de
desatualização de capital social integralizado à empresa Alvorada.
O gestor jurídico será o responsável em liderar todos os processos do projeto:
reuniões, exigências, relatórios, mediador, gratificações e tomadas de decisões.
Passo único: Analisar mensalmente as contas patrimoniais do balanço na intenção de
identificar alteração no patrimônio líquido para assim proceder com as devidas alterações
contratuais. Tudo isso deverá ser realizado com o devido apoio da contabilidade.
20
3. CRONOGRAMAS DE EXECUÇÃO DAS ETAPAS E TAREFAS
Segue abaixo uma tabela com as etapas a desenvolver neste projeto empresarial que
tem por objetivo melhorar, aperfeiçoar processos, tornando a empresa Alvorada uma entidade
de respeito, credibilidade, conservadora, e competitiva no mercado em todos os aspectos.
Etapas a desenvolver no
Projeto I Cronograma de Atividades
Identificação e Solução do
Problema (Tarefa 01) Eliminar e evitar estoques obsoletos.
Patrimonial (Tarefa 02)
Proceder com a mensuração de valores patrimonial conforme
as normas internacionais de contabilidade.
Financeiro (Tarefa 03)
Trabalhar com prudência e consulta nas tomadas de decisão,
referente aos RPA's e contratos de financiamento de vendor's.
Contabilidade (Tarefa 04)
Auxiliar da melhor forma a todos em seus projetos, metas e
resultados.
Jurídico (Tarefa 05)
Efetuar as devidas alterações contratuais dentro do prazo
legal.
Abaixo, acompanhe o cronograma organizado por meses.
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez
Tarefa 01
Tarefa 02
Tarefa 03
Tarefa 04
Tarefa 05
Finalização do Projeto I
Tabela 02. Fonte: Silva, 2013.
21
4. EXECUÇÃO DAS TAREFAS E RESULTADOS OBTIDOS
Visando contribuir efetivamente para melhores resultados para a empresa, colocou-se
logo em ação a execução das tarefas programadas, tornado o projeto não só teórico, mas
também produtivo.
4.1. ESTOQUE OBSOLETO
Com a integralização de todos os setores da empresa, o gestor de controladoria liderou
todos os processos do projeto seguindo os passos recomendados pelo pré-projeto que
contribuiu para o desenvolvimento satisfatório em relação ao estoque da instituição, pois o
estabelecimento e a manutenção de um processo de gestão integrada, com base nas premissas
estabelecidas no modelo de gestão, é uma das atribuições da controladoria.
O controle dos estoques devem envolver muito mais funcionários do que somente o
almoxarife, esta compreende uma aérea chamada gestão de materiais, e deve ser analisada
sempre.
Para resolvermos os problemas destes estoques, foi realizado um levantamento, dos
produtos que possivelmente são ou virão a se tronar obsoletos, é de suma importância que a
empresa tenha um processo eficaz para dar baixa em seus estoques assim que sejam vendidos
e principalmente atentar se a datas de vencimento, outra ação que funciona bem é fazer um
tópico nas reuniões existentes na empresa, “reunião gerencial dos estoques”, nela abordar
especificamente os estoques obsoletos. Foram tiradas fotos para uma amostra do estoque.
. Figura 01. Estoque
Estoque
Figura 02. Estoque
22
No mundo globalizado de hoje onde as mudanças são a todo o momento e o mercado e
a concorrência é extremamente competitivo, isso torna as empresas cada vez mais complexas
onde os padrões são determinantes na condução e melhoria das práticas de gestão tendo cada
vez mais responsabilidade nas organizações, sendo assim a controladoria tem sido de suma
importância para os gestores no controle de gestão.
Segundo Chiavenato (2005, p 40-41) A administração de materiais pode e deve ser
uma fonte de lucro para a empresa. E ela somente pode ser lucrativa quando é capaz de
integrar fornecedores, compras e produção de maneira articulada e sincronizada.
Na atualidade não só no mercado industrial, mas todos os segmentos empresariais
exigem cada vez mais dinamismo e criatividade nas estratégicas organizacionais, para que as
empresas possam reduzir seus custos de produção, ou produzir mais com os mesmos custos
atuais. Por isso a importância de um estoque atualizado e controlado sempre para que não
tenha prejuízos ou estoques desnecessários dentro da empresa.
Com uma gestão integrada no controle de estoque os prejuízos e as possíveis perdas de
produtos vencidos e estoques desnecessários foram sanados tendo sempre uma seleção dos
produtos a serem comercializados e um estoque que atende a demanda necessária para atender
todos os fornecedores e clientes sem faltar mercadorias.
No mercado atual existem produtos que são sazonais, esses produtos tem uma atenção
especial com toda a equipe do setor de controladoria sendo dadas gratificações aos
vendedores por metas alcançadas e tendo bonificações diferenciadas paras os clientes de
acordo com os valores de compras e uma grande divulgação do setor de marketing desses
produtos.
Neste cenário, é que a controladoria vislumbra um grande campo de aplicabilidade e
importância para o setor empresarial, verificando de que forma o gerenciamento dos custos
podem contribuir para a lucratividade em uma empresa.
Figura 03. Estoque
23
Com todas essas mudanças no setor de controladoria de estoque a empresa terá sempre
um estoque atual e real dos produtos a serem comercializados e não tendo prejuízos quanto a
perdas de produtos e estoque obsoletos que acabam deixando material financeiro parado
desnecessariamente.
4.2. ATIVO IMOBILIZADO
Com a globalização da economia e a evolução dos negócios, foi percebendo-se que as
instituições empresariais deveriam atentar com clareza e de forma objetiva seu patrimônio, de
forma a permitir que em qualquer lugar do mundo os investidores pudessem fazer suas
análises sobre o patrimônio sem a necessidade de ajustes para efeito de adequação de normas
contábeis internas.
Hoje as empresas de grande porte estão presentes em vários estados dentro de um país
e algumas em outros países e com isso estão sendo obrigadas a elaborarem as suas
demonstrações contábeis de forma unificada, tornou-se necessário que estas demonstrações
evidenciem a realidade econômica financeira entre as empresas do mesmo grupo com o
mesmo padrão contábil.
Está mudança foi deu se principalmente pelo setor financeiro internacional, pois, para
efeito de financiamentos, investimentos entre outras operações necessitam de demonstrações
contábeis em linguagem universal.
O art. 179, item IV, estabelece o conceito do ativo imobilizado: “no ativo imobilizado:
os direitos que tenham por objeto bens corpóreos destinados à manutenção das atividades da
companhia ou empresa ou exercícios com essa finalidade, inclusive os decorrentes de
operações que transfiram à companhia os benefícios, riscos e controle desses bens”.
Os elementos que integram o Ativo Imobilizado têm um período limitado de vida útil
econômica com exceção de terrenos e outros itens. Portanto o custo dos ativos imobilizados
Figura 4. Ativo imobilizado
24
deve ser alocado de maneira sistemática aos exercícios beneficiados por sua vida útil estimada
de acordo seu uso da empresa. As principais classes de bens registrados no Ativo Imobilizado
e seus tipos devem ser demonstrados de forma segregada no balanço Patrimonial, pequenos
saldos poderão ser agregados, desde que sejam iguais ou menores que um décimo do valor
total do respectivo grupo.
O valor referente a conta redutora de depreciação, exaustão ou amortização acumulada
devem ser demonstrados separadamente, de forma a permitir a identificação do valor
investido e indicação global de depreciação, exaustão e amortização incorridas.
Com um trabalho minucioso e levantamento de todos os imobilizados indicados no
pré-projeto que foi realizado por profissionais qualificados e competentes a empresa chegou a
conclusão que a avaliação patrimonial da empresa foi determinante para o setor patrimonial,
pois apresentou valores reais de todos os patrimônios da empresa e ajustando os novos itens a
ser adquiridos e os que já estão ultrapassados devido a grande depreciação tonando-se as
conciliações contábeis reais dentro dos saldos contábeis.
A administração financeira de uma empresa é uma área que trata dos assuntos
relacionados às operações financeiras das organizações, tais como as operações de fluxo de
caixa, transações financeiras, operações de crédito, pagamentos e muito mais. A maioria de
casos de falência das organizações ocorre, principalmente devido a falta de informações
financeiras precisas sobre o balanço patrimonial da empresa e problemas decorrentes do setor
financeiro.
O setor financeiro é considerado por muitos o principal mola mestre de uma empresa,
pois se o mesmo não estiver trabalhando bem, com certeza a organização não apresentará um
crescimento adequado autossuficiente para a vida da empresa. É nesse setor que a instituição
visa a melhor rentabilidade possível sobre o investimento efetuado dentro da organização.
Para alcançar os objetivos de uma organização ideal é necessário traçar metas, para
verificar se as metas foram alcançadas, é indispensável as informações relatadas pela
contabilidade em sua clareza. O setor financeiro é um dos setores onde as maiorias das
instituições buscam utilizar algum tipo de controle, pois é neste setor que estão os recursos
que a empresa possui, ou seja, é neste setor que estão as entradas e saídas de dinheiro.
Por isso todos os lançamentos financeiros e contábeis devem ser realizados e lançados
com toda clareza para que a empresa não tenha um valor irreal em sua contabilidade. Os
procedimentos de controles internos aplicados no setor financeiro buscam o controle de todo
sistema operacional desde setor.
25
Com a integração de todos os setores da empresa e a colaboração de cada gestor em
seus departamentos as deficiências relatadas no pré-projeto foram analisadas e sanadas
contribuindo para a melhor administração da empresa e melhor desempenho em seus setores
e, além disso, uma melhoria em suas finanças, pois, mudanças realizadas favoreceram a todos
para uma administração eficaz e correta.
26
CONSIDERAÇÕES FINAIS
O Projeto Integrador I é de grande importância, pois, através dele vamos colocar na
prática os conhecimentos que estamos adquirindo em sala de aula e por meio dele percebemos
a importância de novas descobertas que o conhecimento nos proporciona cada vez mais em
nossa trajetória acadêmica.
Pesquisando a gestão empresarial desta empresa, verificamos a necessidade de
melhorias de alguns itens selecionados no pré-projeto e buscamos soluções no projeto I final,
no qual servirá de base para o desenvolvimento do projeto II de controladoria, onde
colocaremos soluções para cada problema encontrado nesta empresa, para que arestas sejam
sanadas e a empresa possa cada vez mais ser uma referência de gestão empresarial de
qualidade.
A possibilidade de termos um olhar crítico sobre a organização e poder apontar
possíveis erros, nos da mais que autonomia, nos permite ter a segurança que profissionais
formados devem ter. Segurança esta que gera confiança no gerente desta empresa, que aceitou
de bom grado fazer parte deste projeto integrador I, tratando como um contrato bilateral, onde
tanto nós quanto a empresa ganham.
Com a realização deste projeto integrador I podemos aprofundar mais a respeito da
importância da controladoria e entender seus efeitos dentro de uma empresa, no qual não
tendo um acompanhamento de gestão neste sentido pode acarretar prejuízos enormes dentro
da instituição empresarial.
27
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
CHIAVENATO, Idalberto. Administração de materiais: uma abordagem introdutória. Rio de
Janeiro: Elsevier, 2005.
KEELLING, Ralph; BRANCO, Renato H. F. Gestão de Projetos: Uma abordagem Global. 2ª
ed. São Paulo: Saraiva, 2012.
SILVA, Tarcisio Torres. ATPS: Atividades Práticas Supervisionadas – Gestão de Projetos.
Anhanguera: 2013.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Formulario pesquisa engajamento
Formulario pesquisa engajamentoFormulario pesquisa engajamento
Formulario pesquisa engajamento
Daniel de Carvalho Luz
 
Processo de desligamento por Mauricio França
Processo de desligamento por Mauricio FrançaProcesso de desligamento por Mauricio França
Processo de desligamento por Mauricio França
Mauricio França
 
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICOPLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
Paulo David
 
Poka Yoke
Poka YokePoka Yoke
Poka Yoke
Rafael Souza
 
Cargos Salarios e Remuneração
Cargos Salarios e RemuneraçãoCargos Salarios e Remuneração
Cargos Salarios e Remuneração
Adeildo Caboclo
 
Documents.tips trivelato 2013-curso-agentes-quimicos-criticos-abho
Documents.tips trivelato 2013-curso-agentes-quimicos-criticos-abhoDocuments.tips trivelato 2013-curso-agentes-quimicos-criticos-abho
Documents.tips trivelato 2013-curso-agentes-quimicos-criticos-abho
Altair Vieira Filho Vieira
 
Apostila completa planejamento estratégico
Apostila completa planejamento estratégicoApostila completa planejamento estratégico
Apostila completa planejamento estratégico
sandra Sandrabyarts
 
Boas Práticas de Fabricação
Boas Práticas de FabricaçãoBoas Práticas de Fabricação
Boas Práticas de Fabricação
Templum Consultoria Online
 
Gestão de Pessoas
Gestão de PessoasGestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
Daniel Santos
 
Planejamento e controle da produção
Planejamento e controle da produçãoPlanejamento e controle da produção
Planejamento e controle da produção
Luiza Mucida
 
Aula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreiraAula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreira
André Boaratti
 
Projeto integrador ii parte inicial
Projeto integrador ii   parte inicialProjeto integrador ii   parte inicial
Projeto integrador ii parte inicial
Marcilio Roberto Ferreira
 
Planejamento Estratégico: Conceitos, Ferramentas e Aplicações
Planejamento Estratégico: Conceitos, Ferramentas e AplicaçõesPlanejamento Estratégico: Conceitos, Ferramentas e Aplicações
Planejamento Estratégico: Conceitos, Ferramentas e Aplicações
Assessoria de Relações Internacionais da Prefeitura Municipal do Salvador
 
Recrutamento
RecrutamentoRecrutamento
Recrutamento
MiguelCarapinha94
 
Aula cargos e salários
Aula cargos e saláriosAula cargos e salários
Aula cargos e salários
Valéria Fratini
 
Gestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por Competências
Gestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por CompetênciasGestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por Competências
Gestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por Competências
Marcos Alves
 
Plano mestre de produção
Plano mestre de produçãoPlano mestre de produção
Plano mestre de produção
Liliane Farias
 
Prova de gestao de projetos turma manha pronta
Prova de gestao de projetos turma manha prontaProva de gestao de projetos turma manha pronta
Prova de gestao de projetos turma manha pronta
Rogério Cardoso
 
Aula 4 - Sistemas de Produção
Aula 4 - Sistemas de ProduçãoAula 4 - Sistemas de Produção
Aula 4 - Sistemas de Produção
Unidade Acedêmica de Engenharia de Produção
 
EMPREENDEDORISMO.pdf
EMPREENDEDORISMO.pdfEMPREENDEDORISMO.pdf
EMPREENDEDORISMO.pdf
tiagoRocha693580
 

Mais procurados (20)

Formulario pesquisa engajamento
Formulario pesquisa engajamentoFormulario pesquisa engajamento
Formulario pesquisa engajamento
 
Processo de desligamento por Mauricio França
Processo de desligamento por Mauricio FrançaProcesso de desligamento por Mauricio França
Processo de desligamento por Mauricio França
 
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICOPLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO
 
Poka Yoke
Poka YokePoka Yoke
Poka Yoke
 
Cargos Salarios e Remuneração
Cargos Salarios e RemuneraçãoCargos Salarios e Remuneração
Cargos Salarios e Remuneração
 
Documents.tips trivelato 2013-curso-agentes-quimicos-criticos-abho
Documents.tips trivelato 2013-curso-agentes-quimicos-criticos-abhoDocuments.tips trivelato 2013-curso-agentes-quimicos-criticos-abho
Documents.tips trivelato 2013-curso-agentes-quimicos-criticos-abho
 
Apostila completa planejamento estratégico
Apostila completa planejamento estratégicoApostila completa planejamento estratégico
Apostila completa planejamento estratégico
 
Boas Práticas de Fabricação
Boas Práticas de FabricaçãoBoas Práticas de Fabricação
Boas Práticas de Fabricação
 
Gestão de Pessoas
Gestão de PessoasGestão de Pessoas
Gestão de Pessoas
 
Planejamento e controle da produção
Planejamento e controle da produçãoPlanejamento e controle da produção
Planejamento e controle da produção
 
Aula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreiraAula planejamento de carreira
Aula planejamento de carreira
 
Projeto integrador ii parte inicial
Projeto integrador ii   parte inicialProjeto integrador ii   parte inicial
Projeto integrador ii parte inicial
 
Planejamento Estratégico: Conceitos, Ferramentas e Aplicações
Planejamento Estratégico: Conceitos, Ferramentas e AplicaçõesPlanejamento Estratégico: Conceitos, Ferramentas e Aplicações
Planejamento Estratégico: Conceitos, Ferramentas e Aplicações
 
Recrutamento
RecrutamentoRecrutamento
Recrutamento
 
Aula cargos e salários
Aula cargos e saláriosAula cargos e salários
Aula cargos e salários
 
Gestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por Competências
Gestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por CompetênciasGestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por Competências
Gestão de Pessoas - Contexto atual e Gestão por Competências
 
Plano mestre de produção
Plano mestre de produçãoPlano mestre de produção
Plano mestre de produção
 
Prova de gestao de projetos turma manha pronta
Prova de gestao de projetos turma manha prontaProva de gestao de projetos turma manha pronta
Prova de gestao de projetos turma manha pronta
 
Aula 4 - Sistemas de Produção
Aula 4 - Sistemas de ProduçãoAula 4 - Sistemas de Produção
Aula 4 - Sistemas de Produção
 
EMPREENDEDORISMO.pdf
EMPREENDEDORISMO.pdfEMPREENDEDORISMO.pdf
EMPREENDEDORISMO.pdf
 

Destaque

Grupo 2 bimestre 2 - projeto integrador univesp
Grupo 2   bimestre 2 - projeto integrador univespGrupo 2   bimestre 2 - projeto integrador univesp
Grupo 2 bimestre 2 - projeto integrador univesp
Ivan_UNIVESP
 
Modelo do projeto integrador i projeto parcial primeira postagem (2)
Modelo do projeto integrador i projeto parcial primeira postagem (2)Modelo do projeto integrador i projeto parcial primeira postagem (2)
Modelo do projeto integrador i projeto parcial primeira postagem (2)
Vanessa Dias
 
Artigo 2011.
Artigo 2011.Artigo 2011.
Artigo 2011.
cefaprodematupa
 
Atps controladoria pronta
Atps controladoria prontaAtps controladoria pronta
Atps controladoria pronta
Francisco Gomes
 
Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014
Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014
Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014
Andre Silva
 
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTILTCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
JJOAOPAULO7
 
Projeto integrador
Projeto integradorProjeto integrador
Projeto integrador
Thiago Araújo
 
Projeto integrador oficial(1)
Projeto integrador oficial(1)Projeto integrador oficial(1)
Projeto integrador oficial(1)
Carlos Mlopes
 
Projeto Integrador - Gestão de Recursos Humanos
Projeto Integrador - Gestão de Recursos HumanosProjeto Integrador - Gestão de Recursos Humanos
Projeto Integrador - Gestão de Recursos Humanos
AlessandraLoureiro
 
Sustentabilidade - Natura
Sustentabilidade - NaturaSustentabilidade - Natura
Sustentabilidade - Natura
Maurício BG
 

Destaque (10)

Grupo 2 bimestre 2 - projeto integrador univesp
Grupo 2   bimestre 2 - projeto integrador univespGrupo 2   bimestre 2 - projeto integrador univesp
Grupo 2 bimestre 2 - projeto integrador univesp
 
Modelo do projeto integrador i projeto parcial primeira postagem (2)
Modelo do projeto integrador i projeto parcial primeira postagem (2)Modelo do projeto integrador i projeto parcial primeira postagem (2)
Modelo do projeto integrador i projeto parcial primeira postagem (2)
 
Artigo 2011.
Artigo 2011.Artigo 2011.
Artigo 2011.
 
Atps controladoria pronta
Atps controladoria prontaAtps controladoria pronta
Atps controladoria pronta
 
Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014
Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014
Projeto tcc-faculdade de pedagogia-2014
 
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTILTCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Projeto integrador
Projeto integradorProjeto integrador
Projeto integrador
 
Projeto integrador oficial(1)
Projeto integrador oficial(1)Projeto integrador oficial(1)
Projeto integrador oficial(1)
 
Projeto Integrador - Gestão de Recursos Humanos
Projeto Integrador - Gestão de Recursos HumanosProjeto Integrador - Gestão de Recursos Humanos
Projeto Integrador - Gestão de Recursos Humanos
 
Sustentabilidade - Natura
Sustentabilidade - NaturaSustentabilidade - Natura
Sustentabilidade - Natura
 

Semelhante a Projeto integrador ii

Modelo projeto sim
Modelo projeto simModelo projeto sim
Modelo projeto sim
CEPLAC/CEPEC/SEFIT/FITOMOL
 
PLANO DE NEGÓCIO - FUNDIÇÃO MONFERRATO
PLANO DE NEGÓCIO - FUNDIÇÃO MONFERRATOPLANO DE NEGÓCIO - FUNDIÇÃO MONFERRATO
PLANO DE NEGÓCIO - FUNDIÇÃO MONFERRATO
Nádia Valnier Fernandes
 
Estruturação de empresas para plano de negócios
Estruturação de empresas para plano de negóciosEstruturação de empresas para plano de negócios
Estruturação de empresas para plano de negócios
mateuspizetta
 
Criando uma empresa Fictícia
Criando uma empresa Fictícia Criando uma empresa Fictícia
Criando uma empresa Fictícia
Gabriel Henrique
 
PLANO DE NEGÓCIO: Abertura de uma empresa de assistência e venda de equipamen...
PLANO DE NEGÓCIO: Abertura de uma empresa de assistência e venda de equipamen...PLANO DE NEGÓCIO: Abertura de uma empresa de assistência e venda de equipamen...
PLANO DE NEGÓCIO: Abertura de uma empresa de assistência e venda de equipamen...
ProjetoSemeandoaLeitura
 
Plano de Negócios
Plano de NegóciosPlano de Negócios
Plano de Negócios
ProjetoSemeandoaLeitura
 
5 dicas para aumentar o valor da empresa
5 dicas para aumentar o valor da empresa5 dicas para aumentar o valor da empresa
5 dicas para aumentar o valor da empresa
Henry Carvalho
 
Manual do plano de negócios do SEBRAE
Manual do plano de negócios do SEBRAEManual do plano de negócios do SEBRAE
Manual do plano de negócios do SEBRAE
Letícia Vilela de Aquino
 
FacePet 2.2018
FacePet 2.2018FacePet 2.2018
Plano de marketing accountants mocambique
Plano de marketing   accountants mocambiquePlano de marketing   accountants mocambique
Plano de marketing accountants mocambique
Universidade Pedagogica
 
Plano de Negocio Djhonny Donfecções
Plano de Negocio Djhonny Donfecções Plano de Negocio Djhonny Donfecções
Plano de Negocio Djhonny Donfecções
Vitor Savicki
 
plano de negócios
 plano de negócios plano de negócios
plano de negócios
maaysilva
 
50ideias.pdf
50ideias.pdf50ideias.pdf
50ideias.pdf
JNR
 
E-_Book_Prosphera_Consultoria_Financeira-Empresarial-_-versus_Educacao_Corpor...
E-_Book_Prosphera_Consultoria_Financeira-Empresarial-_-versus_Educacao_Corpor...E-_Book_Prosphera_Consultoria_Financeira-Empresarial-_-versus_Educacao_Corpor...
E-_Book_Prosphera_Consultoria_Financeira-Empresarial-_-versus_Educacao_Corpor...
Francisco Junior Adm.Franciscojunior
 
TRABALHO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS
TRABALHO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMASTRABALHO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS
TRABALHO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS
daviepsudesc
 
Plano de-maketing-empresa-alimento(2)
Plano de-maketing-empresa-alimento(2)Plano de-maketing-empresa-alimento(2)
Plano de-maketing-empresa-alimento(2)
Vitória Dantas
 
Análise das dificuldades na implantação de um escritório de projetos
Análise das dificuldades na implantação de um escritório de projetosAnálise das dificuldades na implantação de um escritório de projetos
Análise das dificuldades na implantação de um escritório de projetos
Gabriela Sabino
 
74690786 apostilas
74690786 apostilas74690786 apostilas
74690786 apostilas
74690786 apostilas74690786 apostilas
E book-mercado-e-commerce
E book-mercado-e-commerceE book-mercado-e-commerce
E book-mercado-e-commerce
Nathaly Pereira
 

Semelhante a Projeto integrador ii (20)

Modelo projeto sim
Modelo projeto simModelo projeto sim
Modelo projeto sim
 
PLANO DE NEGÓCIO - FUNDIÇÃO MONFERRATO
PLANO DE NEGÓCIO - FUNDIÇÃO MONFERRATOPLANO DE NEGÓCIO - FUNDIÇÃO MONFERRATO
PLANO DE NEGÓCIO - FUNDIÇÃO MONFERRATO
 
Estruturação de empresas para plano de negócios
Estruturação de empresas para plano de negóciosEstruturação de empresas para plano de negócios
Estruturação de empresas para plano de negócios
 
Criando uma empresa Fictícia
Criando uma empresa Fictícia Criando uma empresa Fictícia
Criando uma empresa Fictícia
 
PLANO DE NEGÓCIO: Abertura de uma empresa de assistência e venda de equipamen...
PLANO DE NEGÓCIO: Abertura de uma empresa de assistência e venda de equipamen...PLANO DE NEGÓCIO: Abertura de uma empresa de assistência e venda de equipamen...
PLANO DE NEGÓCIO: Abertura de uma empresa de assistência e venda de equipamen...
 
Plano de Negócios
Plano de NegóciosPlano de Negócios
Plano de Negócios
 
5 dicas para aumentar o valor da empresa
5 dicas para aumentar o valor da empresa5 dicas para aumentar o valor da empresa
5 dicas para aumentar o valor da empresa
 
Manual do plano de negócios do SEBRAE
Manual do plano de negócios do SEBRAEManual do plano de negócios do SEBRAE
Manual do plano de negócios do SEBRAE
 
FacePet 2.2018
FacePet 2.2018FacePet 2.2018
FacePet 2.2018
 
Plano de marketing accountants mocambique
Plano de marketing   accountants mocambiquePlano de marketing   accountants mocambique
Plano de marketing accountants mocambique
 
Plano de Negocio Djhonny Donfecções
Plano de Negocio Djhonny Donfecções Plano de Negocio Djhonny Donfecções
Plano de Negocio Djhonny Donfecções
 
plano de negócios
 plano de negócios plano de negócios
plano de negócios
 
50ideias.pdf
50ideias.pdf50ideias.pdf
50ideias.pdf
 
E-_Book_Prosphera_Consultoria_Financeira-Empresarial-_-versus_Educacao_Corpor...
E-_Book_Prosphera_Consultoria_Financeira-Empresarial-_-versus_Educacao_Corpor...E-_Book_Prosphera_Consultoria_Financeira-Empresarial-_-versus_Educacao_Corpor...
E-_Book_Prosphera_Consultoria_Financeira-Empresarial-_-versus_Educacao_Corpor...
 
TRABALHO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS
TRABALHO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMASTRABALHO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS
TRABALHO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO E SISTEMAS
 
Plano de-maketing-empresa-alimento(2)
Plano de-maketing-empresa-alimento(2)Plano de-maketing-empresa-alimento(2)
Plano de-maketing-empresa-alimento(2)
 
Análise das dificuldades na implantação de um escritório de projetos
Análise das dificuldades na implantação de um escritório de projetosAnálise das dificuldades na implantação de um escritório de projetos
Análise das dificuldades na implantação de um escritório de projetos
 
74690786 apostilas
74690786 apostilas74690786 apostilas
74690786 apostilas
 
74690786 apostilas
74690786 apostilas74690786 apostilas
74690786 apostilas
 
E book-mercado-e-commerce
E book-mercado-e-commerceE book-mercado-e-commerce
E book-mercado-e-commerce
 

Projeto integrador ii

  • 1. UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP – CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - PÓLO GUAICURU LEANDRO FERREIRA DE ALMADA – RA 354902 LOURDES MORENO RODRIGUES – RA 375342 PRISCILIA LOPES DA SILVA OSSUNA – RA 376551 THIAGO LUIZ FLORÊNCIO – RA 371679 WANESSA APARECIDA MACEDO – RA 372012 PLANO ORGANIZACIONAL ALVORADA PROFESSORA ONISIA DA PENHA LOUBET BELMONTE COSTA CAMPO GRANDE – MS 18/06/2015
  • 2. UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP – CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - PÓLO GUAICURU LEANDRO FERREIRA DE ALMADA – RA 354902 LOURDES MORENO RODRIGUES – RA 375342 PRISCILIA LOPES DA SILVA OSSUNA – RA 376551 THIAGO LUIZ FLORÊNCIO – RA 371679 WANESSA APARECIDA MACEDO – RA 372012 PLANO ORGANIZACIONAL ALVORADA Projeto Integrador I parcial do sétimo semestre sobre o Plano Organizacional Alvorada, do curso de Ciências Contábeis da Universidade Anhanguera Educacional a Distância, sob orientação da Professora Onisia da Penha Loubet Belmonte Costa, como requisito à obtenção de nota parcial para atingir média no bimestre. CAMPO GRANDE – MS 18/06/2015
  • 3. LISTA DE FIGURAS Figura 01. Estoque.................................................................................................................21 Figura 02. Estoque.................................................................................................................21 Figura 03. Estoque.................................................................................................................22 Figura 04. Ativo imobilizado.................................................................................................23
  • 4. LISTA DE TABELAS Tabela 01. Dados da empresa................................................................................................08 Tabela 02. Cronograma .........................................................................................................20
  • 5. SUMÁRIO RESUMO ..............................................................................................................................06 INTRODUÇAO ....................................................................................................................07 1. APRESENTAÇÃO EMPRESARIAL ...............................................................................08 1.1 Entendendo as necessidades da empresa.............................................................09 1.2 Intenção e propósito do projeto...........................................................................10 1.3 Justificando e praticando o projeto......................................................................10 1.3.1 Estoque obsoleto...................................................................................10 1.3.2 Avaliação do valor recuperável do ativo imobilizado...........................11 1.3.3 Contratos de vendor lançados incorretamente ......................................11 1.3.4 Recibos de pagamentos aos autônomos sem assinatura........................12 1.3.5 Registros de notas fiscais fora da competência.....................................12 1.3.6 Alteração contratual não efetuada.........................................................13 1.4 Análises de mercado............................................................................................14 1.4.1 Análise de ameaças e oportunidades.....................................................15 2. DELIMITANDO TAREFAS ............................................................................................16 2.1. Delimitando tarefas com o projeto do estoque obsoleto .....................................16 2.1.1. Delimitando tarefas com o projeto de avaliação do valor recuperável do ativo imobilizado........................................................................................................17 2.1.2. Delimitando tarefas com o projeto de contratos de vendor lançados incorretamente............................................................................................................17 2.1.3. Delimitando tarefas com o projeto de recibos de pagamentos à autônomos sem assinatura..........................................................................................18 2.1.4. Delimitando tarefas com o projeto de registros de notas fiscais fora da competência................................................................................................................19 2.1.5. Delimitando tarefas com o projeto de alteração contratual não efetuada ...................................................................................................................................19 3. EQUIPES ENVOLVIDAS NO PROJETO E SEUS CRONOGRAMAS DE EXECUÇÃO DE TAREFAS.......................................................................................................................20 4. EXECUÇÃO DAS TAREFAS E RESULTADOS OBTIDOS ........................................21 4.1. Estoque obsoleto ................................................................................................21 4.2. Ativo imobilizado ...............................................................................................23
  • 6. CONSIDERAÇÕES FINAIS ...............................................................................................26 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ..................................................................................27
  • 7. 6 RESUMO Ter um bom projeto empresarial é de extrema importância para qualquer organização, traçar metas, conquistar objetivos, otimizar setores, sucesso; isso é o que qualquer organização pretende em seu dia a dia. Partindo deste principio, podemos afirmar que são os projetos que mobilizam a empresa e seus colaboradores, um projeto sempre visa melhorias para serem executadas em um futuro próximo no intuito de se obter resultados positivos. A empresa escolhida foi a Alvorada, uma empresa de comercio agrícola que tem sua matriz em Dourados-MS, e outras oito filiais espalhadas por Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Rondônia, vale ressaltar que faz parte da política da empresa que em media de 02 anos inaugurarem uma nova filial, é uma empresa considerada de médio porte, e conta hoje com em torno de dois mil funcionários, tem como carro chefe, um suplemento animal que foi desenvolvido pela própria empresa e vacinas contra aftosa; por este motivo é que torna inaceitável que esta empresa não tenha uma política de projetos bem desenvolvida, pois, apesar de ter muitos projetos, não estão sendo bem executados. Partindo das primícias e realizando o escopo, foram encontrados pontos a serem aprimorados, dos quais após analisados deram inicio ao projeto, onde foram apontadas as falhas e mostrando as melhorias que devem ser atingidas mediante execução correta do projeto.
  • 8. 7 INTRODUÇÃO Buscando sempre investir no melhor, a alvorada abriu as portas de sua organização, e nos deu a oportunidade de pormos em pratica tudo que aprendemos ao longo destes quase quatro anos. Com o intuito de auxiliar a empresa foi realizado um estudo detalhado de alguns setores da empresa, possibilitando assim, que encontrássemos pontos importantes a serem modificados, apesar da organização sempre ter a sua controladoria e auditoria de forma terceirizada, ela foi bem receptiva. Após a coleta dos dados e a analise realizada foi confeccionado um relatório, contendo alguns pontos que podem ser melhorados, sendo este apresentado a gerencia e posteriormente aos setores cabíveis. Buscamos verificar dentro deste projeto integrador I detalhes importantes que muitas empresas já solidificadas no segmento empresarial deixam passar despercebido como no caso da empresa que vamos auxiliar, colocando em prática todo o conteúdo que estamos estudando em sala de aula para o desenvolvimento do projeto de controladoria final. Com esse projeto vamos contribuir para uma gestão empresarial mais eficaz dentro da controladoria fazendo ajustes necessários para que cada problema encontrado seja solucionado e assim o desempenho empresarial seja pleno em sua gestão empresarial. E tem como objetivo demonstrar a importância da controladoria dentro de uma empresa, pois a prática desde conteúdo é de suma necessidade em nossos dias, onde o mercado está em constante mudança na qual temos uma competitividade globalizada que se inova a todo tempo, e os detalhes de uma boa gestão empresarial fazem uma grande diferença no processo de manutenção e evolução de uma empresa. As atividades a seguir executadas consistem em fortalecer o aprendizado no que se diz a Controladoria e seus efeitos no ramo da contabilidade e no segmento empresarial e sua importância para o total controle das atividades exercidas em uma empresa.
  • 9. 8 1. APRESENTAÇÃO EMPRESARIAL Um projeto empresarial é de extrema importância para a saúde de qualquer empresa em seu todo, seja ele qual for, até porque trabalha-se com metas a serem cumpridas, e isso é um sucesso quando alcançado. Um projeto sempre visa melhorias nos processos operacionais levando a empresa a um aperfeiçoamento pleno. Sendo assim iremos realizar a apresentação simplória da empresa escolhida como objeto de estudo. Será por meio dela que iremos efetuar análises e criticas construtivas na intenção pura de apontar falhas operacionais e assim gerar opiniões validas ao ponto de serem exercidas em um futuro breve com a Graças de Deus. Segue algumas informações básicas da empresa com objetivo de iniciar uma familiarização com as informações, para assim iniciarmos bem o nosso processo introdutório de controladoria. Razão Social: Soubhia & Cia Ltda. Nome Fantasia: Alvorada Produtos Agropecuários CNPJ Matriz: 01.963.040/0001-00 Objeto Social: Comércio Varejista Agrícola e Veterinário Lojas Nacionais (9): Matriz em Dourados - MS Filial 01 - Campo Grande - MS Filial 02 - Três Lagoas - MS Filial 03 - Cuiabá - MT Filial 04 - Ji-Paraná - RO Filial 05 - Pontes e Lacerda - MT Filial 06 - Nova Andradina - MS Filial 07 - Ariquemes - RO Filial 08 - Vilhena - RO Classificação Econômica: Empresa de Médio Porte Números de Funcionários: Em torno de 02 mil Principais Produtos: Suplemento animal ALVORADAPHOS, Marca própria e vacinas contra aftosa. Tabela 01. Dados da empresa Já de início é possível analisar e entender que a localização das filias são de forma estratégica, procurando assim atender da melhor forma possível às regiões que são de certa forma o berço do agronegócio brasileiro. É importante frisar que faz parte da visão da Alvorada de entorno de dois em dois anos inaugurar uma filial. E foi o que aconteceu no ano de 2012 com a filial 06 - Nova Andradina - MS e 2014 com o filial Ariquemes – RO e Vilhena – RO.
  • 10. 9 Uma empresa desse porte é inaceitável não ter uma política de projetos adequadas. E a verdade é que a Alvorada possui muitos, mas mesmo assim, existem algumas falhas de processos que necessita de melhorias e elas passaram a ser citadas no próximo item deste projeto. 1.1 ENTENDENDO AS NECESSIDADES DA EMPRESA Apesar de a empresa Alvorada ser regida por muitos processos operacionais, contar com análises de controladoria e auditoria externa, sempre existe melhorias a serem concretizadas. Pensando nisso que avaliamos as várias situações que ainda estão longe de uma perfeição operacional. Sendo assim, seguem abaixo quais são as necessidades carentes de um projeto para obter seu êxito operacional findando desgastes entre colaboradores, possíveis fraudes e erros nas informações econômicas, financeiras e contábeis. Problemas dignos de reavaliação de procedimentos Setor Competente Estoque obsoleto Controladoria e Contabilidade Avaliação do valor recuperáveldo ativo imobilizado Patrimonial e Contabilidade Contratos de vendor lançados incorretamente Financeiro e Contabilidade Recibo de pagamento a autônomo sem assinatura Financeiro Registros de notas fiscais fora da competência Compras, Gerentes e Contabilidade Alteração contratual não efetuada Jurídico * Fonte: (Keeling e Branco, 2012). A primeira vista da o entender que são pequenas falhas, erros insignificantes, mas essa não é a realidade, pois, trata-se de erros graves ao ponto de levar uma empresa a falência. Por isso a importância da empresa esta constantemente inovando seus projetos e assim aliando suas informações a realidade para uma tomada de decisão eficaz.
  • 11. 10 1.2 INTENÇÃO E PROPÓSITO DO PROJETO Primeiramente este projeto tem como propósito mostrar o caminho certo a ser seguido, para que a empresa realize as possíveis correções. O projeto visa medidas que serão postas em pratica com intuito de se obter resultados futuros. Será através deste projeto que todos os pontos acima citados serão melhores analisados e ganharão resoluções. Todos os problemas após serem reavaliados e com sua resolução pronta serão apresentados aos diretores da empresa, com a devida explanação da intenção de cada modificação, após a aprovação da diretoria será encaminhado a cada setor competente, e a partir deste começar a implantação imediata de todas as medidas. Com a aplicação correta e fidedigna dos pontos apresentados no projeto a empresa, no prazo de um ano terá conseguido a resolubilidade dos pontos problemáticos anteriormente apontados. 1.3 JUSTIFICANDO E PRATICANDO O PROJETO 1.3.1 Estoque obsoleto Em primeiro lugar precisamos justificar o porquê do projeto para com os estoques obsoletos. Um exemplo claro é a aquisição de um produto realizado em janeiro de 2014 que esta até hoje, abril de 2015 no estoque. Um investimento sem retorno. Ao analisar este produto ele estará deteriorado devido a grande movimentação no estoque e outros motivos. Isso não ocorre com um produto, mas sim com milhares, ao ponto dos auditores externos apontarem esta falha na gestão. O resultado disso é desvalorização da mercadoria, má representação da marca e prejuízo. Para findar este problema a recomendação dos auditores externos é realizar a avaliação dos estoques, isto é, dos inventários ao final de cada ano. Mas no momento, estamos tratando de um projeto que tem data para iniciar e terminar, sendo assim, é importante começar a agir quanto antes. Após analisarmos, verificamos que os livros de inventários são gerados mensalmente, sendo assim, as analises de estoques deverão ser mensalmente efetivadas. Todo este projeto será de competência primária do setor de controladoria com o devido apoio da contabilidade e de qualquer outro setor quando necessário.
  • 12. 11 Depois que os levantamentos mensais estiverem concluídos pela controladoria, devera ser passado para os gerentes das lojas e setor de marketing o relatório dos produtos obsoletos para desenvolverem junta uma futura promoção, bonificação, brindes e outros, assim findando estes estoques parados e se possível gerando receitas ou fidelizando clientes. 1.3.2 Avaliação do valor recuperável do ativo imobilizado Em primeiro lugar precisamos justificar o porquê do projeto para com avaliação do valor recuperável do ativo imobilizado. Quando se tratam de ativo imobilizado as contas contábeis, assim como todo balanço patrimonial tem que demonstrar informações verídicas e fidedignas, como instrumento de tomada de decisão. Sendo assim é por este movimento que a Alvorada tem a obrigação de esta efetuando mensalmente a avaliação dos valores do patrimônio, assim evitando ter bens supervalorizados ou desvalorizados e não reconhecidos no balanço patrimonial. Após analisarmos, verificamos que a empresa Alvorada tem a necessidade de organizar e direcionar uma equipe, no caso, integrantes da contabilidade responsáveis pela gestão patrimonial para estarem efetuando mensalmente as devidas avaliações dos bens, na intenção de demonstrar o valor real dos patrimônios. Com isso as identificações de desvalorização dos bens, por exemplo, levará a contabilização de perdas patrimoniais. Com essas reduções reconhecidas o valor recuperável de um bem destinado a venda será efetuada conforme as leis das S/A nº 11.604/76. Todo este projeto será de competência primária do setor patrimonial com o devido apoio da contabilidade e de qualquer outro setor quando necessário. 1.3.3 Contratos de vendor lançados incorretamente Em primeiro lugar precisamos justificar o porquê do projeto para com os contratos de vendor. Na sua aquisição é determinada uma data única de vencimento que geralmente é de 06 meses e isso é registrado em nota promissória. Ao final a empresa Alvorada efetua o pagamento do valor da divida, IOF e juros. E onde esta o problemas nisso? O problema é que não estavam sendo registradas as apropriações de despesas de IOF e juros durante os 06 meses e assim lançando somente como juros da divida, algo errado, e assim gerando um valor absurdo de juros passivos.
  • 13. 12 Após analisarmos, verificamos que o melhor a ser feito é o setor financeiro realizar um adiantamento logo após o fechamento do contrato vendor, pelo motivo de imediato iniciar os lançamentos de apropriação de despesas com juros e IOF. Sendo assim não haverá mais um saldo absurdo como antes de juros passivos, mas sim pequenos saldos mensais de despesas com IOF e juros. Todo este projeto será de competência primária do setor financeiro e conseguinte da contabilidade com o devido apoio de qualquer outro setor quando necessário. 1.3.4 Recibos de pagamentos aos autônomos sem assinatura Em primeiro lugar precisamos justificar o porquê do projeto para com os recibos de pagamentos aos autônomos sem assinatura. Imagine você perceber que no seu banco ou caixa teve um registro de saída de valores significativo e quando você vai procurar os documentos referentes a essas despesas você encontra recibos sem assinatura. Isso jamais pode acontecer em uma empresa, pois ai esta uma oportunidade para fraudes, roubos e desvio de dinheiro. Após analisarmos, verificamos que a empresa Alvorada já possui uma sistemática de processos administrativos operacionais, mas infelizmente isso não é o suficiente. Esses processos são falhos e o projeto vem justamente para suprir isso, com um controle mais regido de avaliação, pois é o setor financeiro que é responsável por receber esses documentos, no caso, os recibos, validados, analisando se é um documento hábil para registrar, lançar e pagar. Sendo assim o projeto irá implantar uma política de senso critico nas analise dos documentos, coisa que esta em falta na empresa Alvorada ao ponto desses erros serem constantes e percebidos pelos auditores externos. Todo este projeto será de competência primária do setor financeiro e conseguinte das filiais que são responsáveis pelo envio dos documentos e analise previa dos mesmos, com o devido apoio de qualquer outro setor quando necessário. 1.3.5 Registros de notas fiscais fora da competência Em primeiro lugar precisamos justificar o porquê do projeto para com os registros de notas fiscais fora da competência. Na contabilidade existe um principio que inclusive é lei, onde ensina e determina que todas as transações (compra e venda de mercadorias) devem ser registradas dentro da mesma competência, independente do seu recebimento ou pagamento. A empresa Alvorada não tem uma política voltada para isso. Exemplo disso é que no mês de
  • 14. 13 dezembro de 2013 foram efetuadas diversas compras, registrando as mesmas em janeiro de 2014 e assim quebrando o principio da competência. Após analisarmos, verificamos a necessidade de um projeto direcionada para gestão de compras, recebimentos e registros dessas notas fiscais. O processo é minucioso e exige uma comunicação interna e externa perfeita, que vai desde a negociação dos compradores com o fornecedor e prazo de entrega até a escrituração da nota. Todo esse projeto vai requerer disposição dos compradores, gerentes de lojas e contabilidade para que ele funcione de forma plena e assim a empresa vida respeitando as ciências sócias, no caso, as ciências contábeis. Todo este projeto será de competência primária dos setores de compras, os gerentes de lojas e a contabilidade, com o devido apoio de qualquer outro setor quando necessário. 1.3.6 Alteração contratual não efetuada Em primeiro lugar precisamos justificar o porquê do projeto para com a alteração contratual não efetuada. Quando ocorre de alguma porcentagem dos lucros serem destinados para a conta de “adiantamento para futuro aumento de capital” (AFAC) isso significada que haverá um aumento no capital social da empresa, ou seja, deverá ocorrer uma alteração contratual, por que o capital social da empresa não será o mesmo de antes, mas agora recebera um aumento e isso devera ser registrado junto à junta comercial do Estado, que validará este pedido e procederá com as devidas alterações e registros. Após analisarmos, verificamos que o setor jurídico não efetuou este procedimento de alteração contratual no ano de 2014, assim ocorrendo uma falha no processo. O projeto vem para trazer um vinculo mais estreito do setor jurídico com a contabilidade na intenção de manter uma comunicação mutua levando ambos a analise das contas patrimoniais e assim as tomadas de decisões. O projeto orienta o setor jurídico realizar verificações mensais dos balanços patrimoniais na intenção de observar quando se dará os aumentos de capitais, para de imediato proceder com a alteração contratual. Todo este projeto será de competência primária do setor jurídico e conseguinte da contabilidade, com o devido apoio de qualquer outro setor quando necessário.
  • 15. 14 1.4 ANÁLISES DE MERCADO A empresa Alvorada Produtos Agropecuários escolheu o estado de Mato Grosso do Sul para iniciar suas atividades de agronegócios por ser umas das regiões que mais tem rebanhos bovinos do país. A empresa trabalha com fornecimento de insumos para fazenda de criação de gado e de produção agrícola. Com o crescimento da lavoura- pecuária a empresa começou a atuar no mercado atacadista, tem uma localização estratégica o que permite uma logística ágil e o acesso ao local ao atendimento credenciado aos produtores com múltiplas propriedades rurais. Tem como público alvo os produtores rurais e pecuaristas da região centro-norte, buscando atender as suas necessidades dispondo de uma linha completa de medicamentos, vacinas, ferramentas e ferragens, inseminação, nutrição animal, máquinas e equipamentos. Em relação aos concorrentes a empresa Alvorada tem como diferencial o atendimento a campo e o seu Mix de produtos que vai desde a manutenção da propriedade até os mais sofisticados e tecnológicos medicamentos e insumos agrícolas, levando soluções tecnológicas ao homem do campo com técnicos capacitados prontos para fazer a avaliação e o melhor diagnóstico para a sua propriedade. A empresa investiu em qualificação de equipe, na prestação de serviço, para que possam ter soluções adequadas a cada perfil do cliente, promovendo dias de campo e dias de loja que são treinamentos, palestras e jantares de negócios para agregar mais valores nas relações comerciais e também tem suporte de assistência técnica especializada para satisfazer os clientes e dessa forma se destacar no mercado. É uma empresa que se preocupa com o meio ambiente, atua aliando tecnologia e responsabilidade socioambiental, associando técnicas e políticas de sustentabilidade à realidade do setor agropecuário. A empresa tem uma arquitetura planejada, que aproveitam a iluminação e ventilação natural. Sua frota de veículos reduz em 20% a emissão de gás carbônico na atmosfera, tem orientação de recolhimento das embalagens vazias de agrotóxicos e mantém vários recebimentos dessas embalagens em diversas cidades. Todos esses projetos são feitos para mostrar sua responsabilidade e consciência ambiental diminuindo seu impacto nas regiões onde atua. A empresa também se destaca no mercado pelos projetos sociais como: ações para o bem e vem brincar com a gente que é integração de colaboradores, clientes, fornecedores,
  • 16. 15 parceiros e a comunidade, que tem por objetivo estimular a solidariedade e o bem-estar de instituições beneficentes. 1.4.1 Análise de ameaças e oportunidades As oportunidades do ramo do agronegócio encontram-se no aumento estimado da produção, devido o crescimento populacional, aumentando desta forma a demanda. O Brasil por sua natureza torna-se extremamente competitivo, pois, tem disponibilidade de terra, água, tecnologia e climas favoráveis. O segmento do agronegócio de modernizou, utilizando novas técnicas agrícolas, produção em massa e investimento em maquinário pesado. Esta atividade foi responsável por colocar o Brasil entre as lideranças das nações emergentes. Tem aspectos relevantes da atividade que podem ser levados em conta na criação de um plano de marketing, como a geração de empregos e o desenvolvimento que a atividade proporciona e a representatividade que o país possui no cenário internacional e o fato de que sem o agronegócio o Brasil não poderia alimentar sua população urbana. Outro benefício gerado pelo segmento é o grande número de exportações. O agronegócio movimenta a economia local e internacional, além da soja, o Brasil ainda ocupa a liderança nas vendas internacionais de açúcar, café em grãos e suco de laranja e está na segunda posição nos segmentos de carne bovina, tabaco e etanol, conforme dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Este ramo tem como ameaças a fragilidade política com incertezas que impedem a execução de um programa consistente de desenvolvimento sustentável da agricultura, retardando investimentos, produzindo insegurança no campo e prejudicando segmentos importantes. Assim como a logística comprometendo o escoamento e a própria produção do campo, a crescente monetização da produção agropecuária num contexto de mudanças frequentes de preços e risco tecnológico. Tem como desafios o sistema tributário que é uma das mais elevadas e mais complexas, a infra estrutura e a logística onde a dependência no modal rodoviário compromete a eficiência do sistema, custos especialmente trabalhistas, estabilidades das regras jurídicas, licenciamentos ambientais, entre outros. De olho nesse cenário a empresa Alvorada Produtos Agropecuários tem buscado adaptar-se às mudanças que vem sendo impostas, com o objetivo de se consolidar cada vez
  • 17. 16 mais nesse mercado, construindo uma história de tradição e confiança, oferecendo tecnologia com foco em resultados visando a maior lucratividade de seus clientes. 2. DELIMITANDO TAREFAS A fase de planejamento para delimitar as tarefas a serem executadas é muito importante, pois envolve uma serie de coisas, como por exemplo: reuniões para discutir quais serão as tarefas a serem cumpridas e como deverão ser executados, os prazos, a qualidade, custos e investimentos, os responsáveis, tudo isso com o objetivo de alcançar o sucesso que é o desejo final de todo projeto bem elaborado e executado por todos. Podemos classificar um projeto como uma máquina, onde todas as peças têm que funcionar e trabalhar em perfeito estado, senão o funcionamento será inadequado e causara prejuízos. 2.1. DELIMITANDO TAREFAS COM O PROJETO DO ESTOQUE OBSOLETO Ficou definido que é de competência exclusiva do setor de controladoria junto com apoio da contabilidade desenvolver todos os processos operacionais do projeto e pratica-los com objetivo de sanar todos estes problemas que tem gerado prejuízos à empresa Alvorada. O gestor da controladoria será o responsável em liderar todos os processos do projeto: reuniões, exigências, relatórios, mediador, gratificações, tomadas de decisões e prestação de contas. Primeiro passo: Uma primeira reunião será feita com os setores da controladoria, contabilidade e marketing e até sugerimos a participação ou comunicação efetiva dos gerentes para discussão e conclusão do projeto de melhorias para com os estoques obsoletas, na intenção de definir: responsáveis operacionais, metas, prazos, recursos e resultados. Segundo passo: Conduzir a motivação e moral dessa equipe por intermédio de gratificações, pois tratasse de um projeto com intenção de tornasse uma pratica perpétua na empresa Alvorada. Terceiro passo: Promover a identificação e avaliação dos produtos em valor real para tomada de decisão seja ela para promoções, bonificações, brindes e outros. Quarto passo: Por ultimo o setor de marketing estará promovendo e divulgando a decisão tomada com os estoques obsoletos.
  • 18. 17 2.1.1. Delimitando tarefas com o projeto de avaliação do valor recuperável do ativo imobilizado Ficou definido que é de competência exclusiva do setor patrimonial junto com apoio da contabilidade desenvolver todos os processos operacionais do projeto e pratica-los com objetivo de sanar todos estes problemas que tem gerado informações contábeis, financeiras e econômicas que não atendem os princípios da prudência e das informações fidedignas na empresa Alvorada. O gestor patrimonial será o responsável em liderar todos os processos do projeto: reuniões, exigências, relatórios, mediador, gratificações,tomadas de decisões e prestação de contas. Primeiro passo: Uma primeira reunião para determinar uma equipe para este serviço de avaliação patrimonial que até então não existe, envolvendo custos e investimentos. Segundo passo: Contratar uma equipe de funcionários ou terceirizar uma empresa, pois tratasse de analise de 09 lojas nacionais. Tudo isso é necessários, pois os serviços não minuciosos e a quantidade de funcionários do setor patrimonial não atende a esta forma de trabalho no momento. Terceiro passo: Por se tratar de uma nova metodologia de avaliação e contabilização patrimonial, os colaboradores que a empresa Alvorada detém estão preparados em qualificação? Se a resposta é não é necessários providenciar a qualificação do mesmo por meio de cursos. Quarto passo: Após contratação desta equipe fica determinado um prazo de no máximo em 02 meses o setor patrimonial apresentar o balanço patrimonial com novos valores de custos de aquisição, valor recuperável, perdas por desvalorização e depreciação e suas devidas conciliações e composição de saldos contábeis. 2.1.2. Delimitando tarefas com o projeto de contratos de vendor lançados incorretamente Ficou definido que é de competência exclusiva do setor financeiro junto com apoio da contabilidade, desenvolver todos os processos operacionais do projeto e pratica-los com objetivo de sanar todos estes problemas na empresa Alvorada que tem gerado um grande aumento na conta contábil juros passivos e ao analisa-la foi constatado erros de lançamentos.
  • 19. 18 O gestor financeiro será o responsável em liderar todos os processos do projeto: reuniões, exigências, relatórios, mediador, gratificações, tomadas de decisões e prestação de contas. Primeiro passo: Uma primeira reunião para determinar de que forma serão tratados estes contratos; seu reconhecimento, lançamentos financeiros e contábeis e outras técnicas. Segundo passo: Elaborar um manual completo desse novo processo de reconhecimento, tratamento, lançamentos financeiros e contábeis e suas devidas conciliações e composição de saldos. Terceiro passo: Determinar os colaboradores competentes e responsáveis para desenvolver estas tarefas. 2.1.3. Delimitando tarefas com o projeto de recibos de pagamentos à autônomos sem assinatura Ficou definido que é de competência exclusiva do setor financeiro junto com apoio das lojas desenvolverem todos os processos operacionais do projeto e pratica-los com objetivo de sanar todos estes problemas que tem gerado brechas para fraudes, corrupções, roubos e tantas outras pestes que corrompi o mundo por causa da ganância ao dinheiro. O gestor financeiro será o responsável em liderar todos os processos do projeto: reuniões, exigências, relatórios, mediador, gratificações, tomadas de decisões e prestação de contas. Primeiro passo: Uma primeira reunião e comunicação efetiva dos gerentes e setores administrativos das filiais na intenção de proceder com as novas exigências referentes aos processos de aquisição de prestadores de serviços autônomos e seus pagamentos de RPA – recibo de pagamento a autônomo. Segundo passo: Analisar quais são os fatores que tem levado a estes erros. Terceiro passo: Se por acaso for reconhecido má fé por parte de algum colaborador, proceder com a demissão do mesmo por justa causa. Quarto passo: Elaborar um manual completo com os novos passos e exigências, levando a todos os colaboradores envolvidos nessas tarefas a tomar ciência e assinar um termo de responsabilidade com juramento de que será justo e fiel em suas atribuições. Quinto passo: Este termo de responsabilidade deverá ser assinado por todos profissionais envolvidos neste serviço, tanto os administrativos das filiais como principalmente o setor financeiro.
  • 20. 19 Sexto passo: Este termo deverá ser registrado no sindicato dos trabalhadores de todas as filiais, a princípio de prudência, facilidade e isenção de problemas maiores em uma possível demissão por justa causa. 2.1.4. Delimitando tarefas com o projeto de registros de notas fiscais fora da competência Ficou definido que é de competência exclusiva dos setores de compras, gerentes e contabilidade a desenvolver os processos operacionais do projeto e pratica-los com objetivo de sanar todos estes problemas que tem gerado desrespeito aos princípios das ciências contábeis da empresa Alvorada. Os gestores dos setores de compras e gerentes serão os responsáveis em liderar todos os processos do projeto: reuniões, exigências, relatórios, mediador, gratificações e tomadas de decisões. Primeiro passo: Uma primeira reunião para definir os novos passos a serem tomados no mês de dezembro que é o mês que tem gerados problemas. Segundo passo: Conscientizar todos os fornecedores desse novo processo. Terceiro passo: Controlar todas as negociações e compras no mês de dezembro. Quarto passo: Contratar auxiliares para apoiarem aqueles responsáveis pela escrituração das notas fiscais de compras de todas filiais. 2.1.5. Delimitando tarefas com o projeto de alteração contratual não efetuada Ficou definido que é de competência exclusiva do setor jurídico desenvolver todos os processos operacionais do projeto e pratica-los com objetivo de sanar todos os problemas de desatualização de capital social integralizado à empresa Alvorada. O gestor jurídico será o responsável em liderar todos os processos do projeto: reuniões, exigências, relatórios, mediador, gratificações e tomadas de decisões. Passo único: Analisar mensalmente as contas patrimoniais do balanço na intenção de identificar alteração no patrimônio líquido para assim proceder com as devidas alterações contratuais. Tudo isso deverá ser realizado com o devido apoio da contabilidade.
  • 21. 20 3. CRONOGRAMAS DE EXECUÇÃO DAS ETAPAS E TAREFAS Segue abaixo uma tabela com as etapas a desenvolver neste projeto empresarial que tem por objetivo melhorar, aperfeiçoar processos, tornando a empresa Alvorada uma entidade de respeito, credibilidade, conservadora, e competitiva no mercado em todos os aspectos. Etapas a desenvolver no Projeto I Cronograma de Atividades Identificação e Solução do Problema (Tarefa 01) Eliminar e evitar estoques obsoletos. Patrimonial (Tarefa 02) Proceder com a mensuração de valores patrimonial conforme as normas internacionais de contabilidade. Financeiro (Tarefa 03) Trabalhar com prudência e consulta nas tomadas de decisão, referente aos RPA's e contratos de financiamento de vendor's. Contabilidade (Tarefa 04) Auxiliar da melhor forma a todos em seus projetos, metas e resultados. Jurídico (Tarefa 05) Efetuar as devidas alterações contratuais dentro do prazo legal. Abaixo, acompanhe o cronograma organizado por meses. Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Tarefa 01 Tarefa 02 Tarefa 03 Tarefa 04 Tarefa 05 Finalização do Projeto I Tabela 02. Fonte: Silva, 2013.
  • 22. 21 4. EXECUÇÃO DAS TAREFAS E RESULTADOS OBTIDOS Visando contribuir efetivamente para melhores resultados para a empresa, colocou-se logo em ação a execução das tarefas programadas, tornado o projeto não só teórico, mas também produtivo. 4.1. ESTOQUE OBSOLETO Com a integralização de todos os setores da empresa, o gestor de controladoria liderou todos os processos do projeto seguindo os passos recomendados pelo pré-projeto que contribuiu para o desenvolvimento satisfatório em relação ao estoque da instituição, pois o estabelecimento e a manutenção de um processo de gestão integrada, com base nas premissas estabelecidas no modelo de gestão, é uma das atribuições da controladoria. O controle dos estoques devem envolver muito mais funcionários do que somente o almoxarife, esta compreende uma aérea chamada gestão de materiais, e deve ser analisada sempre. Para resolvermos os problemas destes estoques, foi realizado um levantamento, dos produtos que possivelmente são ou virão a se tronar obsoletos, é de suma importância que a empresa tenha um processo eficaz para dar baixa em seus estoques assim que sejam vendidos e principalmente atentar se a datas de vencimento, outra ação que funciona bem é fazer um tópico nas reuniões existentes na empresa, “reunião gerencial dos estoques”, nela abordar especificamente os estoques obsoletos. Foram tiradas fotos para uma amostra do estoque. . Figura 01. Estoque Estoque Figura 02. Estoque
  • 23. 22 No mundo globalizado de hoje onde as mudanças são a todo o momento e o mercado e a concorrência é extremamente competitivo, isso torna as empresas cada vez mais complexas onde os padrões são determinantes na condução e melhoria das práticas de gestão tendo cada vez mais responsabilidade nas organizações, sendo assim a controladoria tem sido de suma importância para os gestores no controle de gestão. Segundo Chiavenato (2005, p 40-41) A administração de materiais pode e deve ser uma fonte de lucro para a empresa. E ela somente pode ser lucrativa quando é capaz de integrar fornecedores, compras e produção de maneira articulada e sincronizada. Na atualidade não só no mercado industrial, mas todos os segmentos empresariais exigem cada vez mais dinamismo e criatividade nas estratégicas organizacionais, para que as empresas possam reduzir seus custos de produção, ou produzir mais com os mesmos custos atuais. Por isso a importância de um estoque atualizado e controlado sempre para que não tenha prejuízos ou estoques desnecessários dentro da empresa. Com uma gestão integrada no controle de estoque os prejuízos e as possíveis perdas de produtos vencidos e estoques desnecessários foram sanados tendo sempre uma seleção dos produtos a serem comercializados e um estoque que atende a demanda necessária para atender todos os fornecedores e clientes sem faltar mercadorias. No mercado atual existem produtos que são sazonais, esses produtos tem uma atenção especial com toda a equipe do setor de controladoria sendo dadas gratificações aos vendedores por metas alcançadas e tendo bonificações diferenciadas paras os clientes de acordo com os valores de compras e uma grande divulgação do setor de marketing desses produtos. Neste cenário, é que a controladoria vislumbra um grande campo de aplicabilidade e importância para o setor empresarial, verificando de que forma o gerenciamento dos custos podem contribuir para a lucratividade em uma empresa. Figura 03. Estoque
  • 24. 23 Com todas essas mudanças no setor de controladoria de estoque a empresa terá sempre um estoque atual e real dos produtos a serem comercializados e não tendo prejuízos quanto a perdas de produtos e estoque obsoletos que acabam deixando material financeiro parado desnecessariamente. 4.2. ATIVO IMOBILIZADO Com a globalização da economia e a evolução dos negócios, foi percebendo-se que as instituições empresariais deveriam atentar com clareza e de forma objetiva seu patrimônio, de forma a permitir que em qualquer lugar do mundo os investidores pudessem fazer suas análises sobre o patrimônio sem a necessidade de ajustes para efeito de adequação de normas contábeis internas. Hoje as empresas de grande porte estão presentes em vários estados dentro de um país e algumas em outros países e com isso estão sendo obrigadas a elaborarem as suas demonstrações contábeis de forma unificada, tornou-se necessário que estas demonstrações evidenciem a realidade econômica financeira entre as empresas do mesmo grupo com o mesmo padrão contábil. Está mudança foi deu se principalmente pelo setor financeiro internacional, pois, para efeito de financiamentos, investimentos entre outras operações necessitam de demonstrações contábeis em linguagem universal. O art. 179, item IV, estabelece o conceito do ativo imobilizado: “no ativo imobilizado: os direitos que tenham por objeto bens corpóreos destinados à manutenção das atividades da companhia ou empresa ou exercícios com essa finalidade, inclusive os decorrentes de operações que transfiram à companhia os benefícios, riscos e controle desses bens”. Os elementos que integram o Ativo Imobilizado têm um período limitado de vida útil econômica com exceção de terrenos e outros itens. Portanto o custo dos ativos imobilizados Figura 4. Ativo imobilizado
  • 25. 24 deve ser alocado de maneira sistemática aos exercícios beneficiados por sua vida útil estimada de acordo seu uso da empresa. As principais classes de bens registrados no Ativo Imobilizado e seus tipos devem ser demonstrados de forma segregada no balanço Patrimonial, pequenos saldos poderão ser agregados, desde que sejam iguais ou menores que um décimo do valor total do respectivo grupo. O valor referente a conta redutora de depreciação, exaustão ou amortização acumulada devem ser demonstrados separadamente, de forma a permitir a identificação do valor investido e indicação global de depreciação, exaustão e amortização incorridas. Com um trabalho minucioso e levantamento de todos os imobilizados indicados no pré-projeto que foi realizado por profissionais qualificados e competentes a empresa chegou a conclusão que a avaliação patrimonial da empresa foi determinante para o setor patrimonial, pois apresentou valores reais de todos os patrimônios da empresa e ajustando os novos itens a ser adquiridos e os que já estão ultrapassados devido a grande depreciação tonando-se as conciliações contábeis reais dentro dos saldos contábeis. A administração financeira de uma empresa é uma área que trata dos assuntos relacionados às operações financeiras das organizações, tais como as operações de fluxo de caixa, transações financeiras, operações de crédito, pagamentos e muito mais. A maioria de casos de falência das organizações ocorre, principalmente devido a falta de informações financeiras precisas sobre o balanço patrimonial da empresa e problemas decorrentes do setor financeiro. O setor financeiro é considerado por muitos o principal mola mestre de uma empresa, pois se o mesmo não estiver trabalhando bem, com certeza a organização não apresentará um crescimento adequado autossuficiente para a vida da empresa. É nesse setor que a instituição visa a melhor rentabilidade possível sobre o investimento efetuado dentro da organização. Para alcançar os objetivos de uma organização ideal é necessário traçar metas, para verificar se as metas foram alcançadas, é indispensável as informações relatadas pela contabilidade em sua clareza. O setor financeiro é um dos setores onde as maiorias das instituições buscam utilizar algum tipo de controle, pois é neste setor que estão os recursos que a empresa possui, ou seja, é neste setor que estão as entradas e saídas de dinheiro. Por isso todos os lançamentos financeiros e contábeis devem ser realizados e lançados com toda clareza para que a empresa não tenha um valor irreal em sua contabilidade. Os procedimentos de controles internos aplicados no setor financeiro buscam o controle de todo sistema operacional desde setor.
  • 26. 25 Com a integração de todos os setores da empresa e a colaboração de cada gestor em seus departamentos as deficiências relatadas no pré-projeto foram analisadas e sanadas contribuindo para a melhor administração da empresa e melhor desempenho em seus setores e, além disso, uma melhoria em suas finanças, pois, mudanças realizadas favoreceram a todos para uma administração eficaz e correta.
  • 27. 26 CONSIDERAÇÕES FINAIS O Projeto Integrador I é de grande importância, pois, através dele vamos colocar na prática os conhecimentos que estamos adquirindo em sala de aula e por meio dele percebemos a importância de novas descobertas que o conhecimento nos proporciona cada vez mais em nossa trajetória acadêmica. Pesquisando a gestão empresarial desta empresa, verificamos a necessidade de melhorias de alguns itens selecionados no pré-projeto e buscamos soluções no projeto I final, no qual servirá de base para o desenvolvimento do projeto II de controladoria, onde colocaremos soluções para cada problema encontrado nesta empresa, para que arestas sejam sanadas e a empresa possa cada vez mais ser uma referência de gestão empresarial de qualidade. A possibilidade de termos um olhar crítico sobre a organização e poder apontar possíveis erros, nos da mais que autonomia, nos permite ter a segurança que profissionais formados devem ter. Segurança esta que gera confiança no gerente desta empresa, que aceitou de bom grado fazer parte deste projeto integrador I, tratando como um contrato bilateral, onde tanto nós quanto a empresa ganham. Com a realização deste projeto integrador I podemos aprofundar mais a respeito da importância da controladoria e entender seus efeitos dentro de uma empresa, no qual não tendo um acompanhamento de gestão neste sentido pode acarretar prejuízos enormes dentro da instituição empresarial.
  • 28. 27 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CHIAVENATO, Idalberto. Administração de materiais: uma abordagem introdutória. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005. KEELLING, Ralph; BRANCO, Renato H. F. Gestão de Projetos: Uma abordagem Global. 2ª ed. São Paulo: Saraiva, 2012. SILVA, Tarcisio Torres. ATPS: Atividades Práticas Supervisionadas – Gestão de Projetos. Anhanguera: 2013.