SlideShare uma empresa Scribd logo
DEPARTAMENTO DE FUTEBOL DE FORMAÇÃO
Projecto 33
Apenas serão apresentadas as ideias chave do Projecto. Não dispensa a sua leitura integral.
1- Decisão de realizar este Projecto; 2- Definição de uma Politica Desportiva; 3- Objectivo Geral do Projecto 33; 4- Meios;  5- Análise da Situação Actual e Estratégias Futuras; 6- Condicionantes do Projecto; 7- Propostas para a sua execução; 8- Indicadores de Sucesso;
1-  Decisão de realizar este Projecto;
Departamento de futebol de formação Decisão de construir o Projecto: Definir uma Politica Desportiva clara de forma a orientar toda a estrutura; Fazer evoluir o Departamento de Futebol de Formação; Potenciar a formação de jogadores; Valorizar os jogadores da formação; A necessidade urgente de acompanharmos um futebol de formação cada vez mais competitivo;
1-  2-  Definição de uma Politica Desportiva;
Departamento de futebol de formação Definição de uma Politica Desportiva: Com Base na: Sustentabilidade Financeira; Experiência adquirida; Formação Académica; Trabalho profissional e não benevolente; Objectivos Claros e Fundamentados; Transparência em todos os processos; Projecto como linguagem comum (critério de conduta) Parcerias com Escola/ Empresas/ Autarquia/ Faculdade; Valorização dos recursos Humanos ( Selecção, Formação ); APOSTA CLARA E INEQUIVOCA NOS JOVENS.
1-  2-  3-  Objectivo Geral do Projecto 33;
Departamento de futebol de formação Objectivo Geral: Formar e Rentabilizar Jovens Jogadores
1- 2- 3- 4-  Meios;
Departamento de futebol de formação Formação de Jogadores: Selecção de jogadores (Seleccionar o melhor material genético através de captações e prospecção) Criação do meio para a sua evolução (Melhorar as condições de treino, de estudo, familiar…) Projecção do jogador (Participação activa na equipa sénior ou equipa B de forma a ser observado)
1- 2- 3- 4- 5-  Análise da Situação Actual e Estratégias Futuras;
Departamento de futebol de formação Selecção de jogadores: Situação Actual Captações Inexistente Iniciativa dos pais Prospecção Directores com dificuldades em negociar Comunicação, decisões, interesses…
Departamento de futebol de formação Selecção de jogadores Estratégias Futuras Captações 74 E.B.1 Torneio Mediático A.E.C Prospecção Director com maior autonomia; Competências de negociação Contrato formado
Departamento de futebol de formação Criação do meio para a sua evolução (jogadores) Situação  Actual Externa Ausência na vida familiar; Ausência de  acompanhamento escolar; Transporte; Hábitos Alimentares; Condições sociais para a prática deliberada. Interna Competitividade proporcionada pelos colegas; Espaço de treino; Nº de Treinos (10.000h); Condições materiais.
Departamento de futebol de formação Criação do meio para a sua evolução (jogadores) Estratégias Futuras Projecto “ Escola Penafiel” Horários de treino Acompanhamento escolar  Presença na vida familiar Treino bi-diário Projecto  Futebol de rua 74 E.B.1 A.E.C Em voga as parcerias Empresa -Escola.
Departamento de futebol de formação Projecção do jogador Situação  actual Interna  Pouca capacidade para a inserção de jogadores na equipa sénior; Participação activa limitada; Pressões sobre jogadores-clube; Pouco acompanhamento da formação. Externa Jogadores inseridos em clubes de menor qualidade; Inexistência de um clube satélite; Indefinição de futuro (abandono do clube dos juniores de ultimo ano)
Departamento de futebol de formação Projecção do jogador Estratégias Futuras Internas Participação activa nos jogos da equipa sénior. Observação dos jogadores a actuar na equipa B.  Externas Resultados Desportivos da Equipa B; Observação do jogador, dentro de um sistema organizado;
1- 2-  3-  4- 5- 6-  Condicionantes do Projecto;
Departamento de futebol de formação Condicionantes do Projecto: Tempo necessário para a avaliação dos resultados:   8 anos Dada as diferentes politicas desportivas internas e as sucessivas mudanças directivas e técnicas do clube terá de se assegurar a  autonomia do projecto .
Departamento de futebol de formação Condicionantes do Projecto: Em 5 anos de trabalho sucessivo verificamos a alteração por quatro vezes da Direcção do Departamento de Futebol de Formação:  - Origina constantes iniciações; - As mesmas soluções anteriores com as mesmas   respostas;
Departamento de futebol de formação Condicionantes do Projecto: Situação actual “Perfil do Director”: - Sem formação para o cargo que desempenha. - Com pouca disponibilidade temporal. - Pais de jogadores (conflito de interesses e papeis por vezes difíceis de dissociar) - Função quase exclusiva de apoio aos jogos (preenchimento de fichas) - Pouco dinamismo colectivo. - Indefinição de uma postura clara em relação a uma filosofia de formação de jogadores. - Não remunerados.  - Sem um modelo/perfil definido. - Pouca autonomia para a tomada de decisões. - Ligação ao departamento profissional   distante.
Departamento de futebol de formação Condicionantes do Projecto: Estratégias Futuras: Grupo pequeno coeso e com muita disponibilidade; Estabelecer de forma clara as funções de um Director para o Departamento de Futebol de Formação; Um Director Desportivo com formação académica e experiência; Dinâmica e motivação para realizar mudanças necessárias; Autonomia para decidir; Full-time; Os interesses são orientados pelo estabelecido no projecto; Incentivos á formação dos dirigentes.
1- 2- 3- 4- 5- 6- 7-  Propostas para a sua viabilidade;
Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Presidente Direcção administrativa Departamento de Futebol Profissional Departamento de Futebol de Formação  Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Assembleia Geral Conselho Fiscal
Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Departamento de Futebol Profissional Departamento de Futebol de Formação  Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico 1ª tentativa: Tentou-se impor ideias onde não eram ouvidas.  Presidente Direcção administrativa Assembleia Geral Conselho Fiscal
Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Departamento de Futebol Profissional Departamento de Futebol de Formação  Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico 2ª tentativa: Pseudo-Autonomia, mas sem projecto ou ideias. Presidente Direcção administrativa Assembleia Geral Conselho Fiscal
Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Departamento de Futebol Profissional Departamento de Futebol de Formação  Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Neste momento… Presidente Direcção administrativa Assembleia Geral Conselho Fiscal
Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Departamento de Futebol Profissional Departamento de Futebol de Formação  Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Existe um projecto, Existe a necessidade, É necessária a autonomia. Presidente Direcção administrativa Assembleia Geral Conselho Fiscal
Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Departamento de Futebol Profissional Departamento de Futebol de Formação  Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Empresa de Gestão Desportiva Presidente Direcção administrativa Assembleia Geral Conselho Fiscal
Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Departamento de Futebol de Formação  Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Empresa de Gestão Desportiva Contracto de Prestação de Serviços: A empresa X assegura a gestão das instalações; dos recursos humanos; da imagem; das competições… do Departamento de Futebol de Formação durante um período estipulado.
Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Departamento de Futebol de Formação  Empresa de Gestão Desportiva - Dá autonomia; Viabilidade Financeira; Assegura o êxito dos objectivos propostos. Gere o D.F. baseado nos critérios do Projecto; Diminui os Custos; Retira pressões.
Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Departamento de Futebol de Formação  Empresa de Gestão Desportiva Imagem de Marca criada; Algumas condições já criadas;  Um Gestor Desportivo com formação, profissional e a full-time; Um Projecto.
Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Departamento de Futebol de Formação  Empresa de Gestão Desportiva Opção sobre 2 jogadores juniores por ano. Melhoria na qualidade e quantidade de jogadores
Departamento de futebol de formação Indicadores do Projecto: Os critérios de sucesso do projecto são mensuráveis: Em termos Quantitativos (nº de estratégias executadas; aumento do nº de atletas; nº de jogadores rentabilizados; nº de jogadores transaccionados) Em termos Qualitativos  (condições de treino, estudos, transporte, vida familiar, formação dos recursos humanos)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Exercício 1x1 com Interação Momentos de Jogo
Exercício 1x1 com Interação Momentos de JogoExercício 1x1 com Interação Momentos de Jogo
Exercício 1x1 com Interação Momentos de Jogo
passederutura
 
Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de FutebolProgramação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Fundação Real Madrid
 
Ginástica artistica
Ginástica artisticaGinástica artistica
Ginástica artistica
Fabricia Galdino
 
Periodização Tática - José Guilherme Oliveira
Periodização Tática - José Guilherme OliveiraPeriodização Tática - José Guilherme Oliveira
Periodização Tática - José Guilherme Oliveira
Fundação Real Madrid
 
Programação e Periodização do Treino em Futebol
Programação e Periodização do Treino em FutebolProgramação e Periodização do Treino em Futebol
Programação e Periodização do Treino em Futebol
Fundação Real Madrid
 
Sesiones entrenamiento vangaal en barcelona
Sesiones entrenamiento vangaal en barcelonaSesiones entrenamiento vangaal en barcelona
Sesiones entrenamiento vangaal en barcelona
José Morales
 
Football Conditioning - FFA
Football Conditioning - FFAFootball Conditioning - FFA
Football Conditioning - FFA
Fundação Real Madrid
 
Organização defensiva aula_braga2008_nivel_2_joão carlos costa
Organização defensiva aula_braga2008_nivel_2_joão carlos costaOrganização defensiva aula_braga2008_nivel_2_joão carlos costa
Organização defensiva aula_braga2008_nivel_2_joão carlos costa
João Carlos Costa
 
Implantação e Caraterização de um Modelo de Jogo
Implantação e Caraterização de um Modelo de JogoImplantação e Caraterização de um Modelo de Jogo
Implantação e Caraterização de um Modelo de Jogo
Fundação Real Madrid
 
Periodização Tática x Periodização Convencional
Periodização Tática x Periodização ConvencionalPeriodização Tática x Periodização Convencional
Periodização Tática x Periodização Convencional
Fundação Real Madrid
 
Periodização Tática - Exercícios
Periodização Tática - ExercíciosPeriodização Tática - Exercícios
Periodização Tática - Exercícios
Leandro Zago
 
Fifa coaching-manual
Fifa coaching-manualFifa coaching-manual
Fifa coaching-manual
Fernando Farias
 
Futebol
FutebolFutebol
Relatório de Estágio no Futebol Clube do Porto - Dragon Force - 18 Valores
Relatório de Estágio no Futebol Clube do Porto  - Dragon Force - 18 ValoresRelatório de Estágio no Futebol Clube do Porto  - Dragon Force - 18 Valores
Relatório de Estágio no Futebol Clube do Porto - Dragon Force - 18 Valores
João Araújo
 
O exercicio no processo de treino
O exercicio no processo de treinoO exercicio no processo de treino
O exercicio no processo de treino
Raúl Oliveira
 
Futebol 7
Futebol 7Futebol 7
Futebol 7
carlosmoreira
 
A Organização Dinâmica do Jogo de Futebol
A Organização Dinâmica do Jogo de FutebolA Organização Dinâmica do Jogo de Futebol
A Organização Dinâmica do Jogo de Futebol
Fundação Real Madrid
 
Periodização Tática - Morfociclo padrão: pelas entranhas do processo
Periodização Tática - Morfociclo padrão: pelas entranhas do processoPeriodização Tática - Morfociclo padrão: pelas entranhas do processo
Periodização Tática - Morfociclo padrão: pelas entranhas do processo
Rodrigo Saldanha
 
German Football Association - Talent Development
German Football Association - Talent DevelopmentGerman Football Association - Talent Development
German Football Association - Talent Development
Fundação Real Madrid
 
Microciclo Semanal
Microciclo SemanalMicrociclo Semanal
Microciclo Semanal
Marcus Vinicius S. Sant'Anna
 

Mais procurados (20)

Exercício 1x1 com Interação Momentos de Jogo
Exercício 1x1 com Interação Momentos de JogoExercício 1x1 com Interação Momentos de Jogo
Exercício 1x1 com Interação Momentos de Jogo
 
Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de FutebolProgramação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
 
Ginástica artistica
Ginástica artisticaGinástica artistica
Ginástica artistica
 
Periodização Tática - José Guilherme Oliveira
Periodização Tática - José Guilherme OliveiraPeriodização Tática - José Guilherme Oliveira
Periodização Tática - José Guilherme Oliveira
 
Programação e Periodização do Treino em Futebol
Programação e Periodização do Treino em FutebolProgramação e Periodização do Treino em Futebol
Programação e Periodização do Treino em Futebol
 
Sesiones entrenamiento vangaal en barcelona
Sesiones entrenamiento vangaal en barcelonaSesiones entrenamiento vangaal en barcelona
Sesiones entrenamiento vangaal en barcelona
 
Football Conditioning - FFA
Football Conditioning - FFAFootball Conditioning - FFA
Football Conditioning - FFA
 
Organização defensiva aula_braga2008_nivel_2_joão carlos costa
Organização defensiva aula_braga2008_nivel_2_joão carlos costaOrganização defensiva aula_braga2008_nivel_2_joão carlos costa
Organização defensiva aula_braga2008_nivel_2_joão carlos costa
 
Implantação e Caraterização de um Modelo de Jogo
Implantação e Caraterização de um Modelo de JogoImplantação e Caraterização de um Modelo de Jogo
Implantação e Caraterização de um Modelo de Jogo
 
Periodização Tática x Periodização Convencional
Periodização Tática x Periodização ConvencionalPeriodização Tática x Periodização Convencional
Periodização Tática x Periodização Convencional
 
Periodização Tática - Exercícios
Periodização Tática - ExercíciosPeriodização Tática - Exercícios
Periodização Tática - Exercícios
 
Fifa coaching-manual
Fifa coaching-manualFifa coaching-manual
Fifa coaching-manual
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
 
Relatório de Estágio no Futebol Clube do Porto - Dragon Force - 18 Valores
Relatório de Estágio no Futebol Clube do Porto  - Dragon Force - 18 ValoresRelatório de Estágio no Futebol Clube do Porto  - Dragon Force - 18 Valores
Relatório de Estágio no Futebol Clube do Porto - Dragon Force - 18 Valores
 
O exercicio no processo de treino
O exercicio no processo de treinoO exercicio no processo de treino
O exercicio no processo de treino
 
Futebol 7
Futebol 7Futebol 7
Futebol 7
 
A Organização Dinâmica do Jogo de Futebol
A Organização Dinâmica do Jogo de FutebolA Organização Dinâmica do Jogo de Futebol
A Organização Dinâmica do Jogo de Futebol
 
Periodização Tática - Morfociclo padrão: pelas entranhas do processo
Periodização Tática - Morfociclo padrão: pelas entranhas do processoPeriodização Tática - Morfociclo padrão: pelas entranhas do processo
Periodização Tática - Morfociclo padrão: pelas entranhas do processo
 
German Football Association - Talent Development
German Football Association - Talent DevelopmentGerman Football Association - Talent Development
German Football Association - Talent Development
 
Microciclo Semanal
Microciclo SemanalMicrociclo Semanal
Microciclo Semanal
 

Destaque

...Melhor Postura Corporal
...Melhor Postura Corporal...Melhor Postura Corporal
...Melhor Postura Corporal
carlosmoreira
 
Sl Benfica modelo de jogo para a formação
Sl Benfica modelo de jogo para a formaçãoSl Benfica modelo de jogo para a formação
Sl Benfica modelo de jogo para a formação
Mário Torres
 
Futebol 7
Futebol 7Futebol 7
Futebol 7
carlosmoreira
 
Gestão do Futebol Profissional - Filosofias, ideias e estrategias - Carlos Co...
Gestão do Futebol Profissional - Filosofias, ideias e estrategias - Carlos Co...Gestão do Futebol Profissional - Filosofias, ideias e estrategias - Carlos Co...
Gestão do Futebol Profissional - Filosofias, ideias e estrategias - Carlos Co...
Carlos Coimbra
 
Futebol - Projeto Atlético de Sorocaba
Futebol - Projeto Atlético de SorocabaFutebol - Projeto Atlético de Sorocaba
Futebol - Projeto Atlético de Sorocaba
InnovateSports
 
Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de FutebolProgramação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Fundação Real Madrid
 
Unidade de Treino Individualizado
Unidade de Treino IndividualizadoUnidade de Treino Individualizado
Unidade de Treino Individualizado
Valter Nascimento
 
Dissertação - Conceptualização do modelo de jogo - Operacionalização de um mo...
Dissertação - Conceptualização do modelo de jogo - Operacionalização de um mo...Dissertação - Conceptualização do modelo de jogo - Operacionalização de um mo...
Dissertação - Conceptualização do modelo de jogo - Operacionalização de um mo...
Rui Horta
 
Exercicia de treino
Exercicia de treino Exercicia de treino
Exercicia de treino
Joao Paulo Barros Manoel
 
Projeto de futebol
Projeto de futebolProjeto de futebol
Projeto de futebol
Erika Cristina
 
Protocolo Departamento Médico
Protocolo Departamento MédicoProtocolo Departamento Médico
Protocolo Departamento Médico
UEES
 
Aces Sports Academy - apresentacao
Aces Sports Academy - apresentacaoAces Sports Academy - apresentacao
Aces Sports Academy - apresentacao
Guilhermeaces
 
Diploma aluno do mês fevereiro 10
Diploma aluno do mês fevereiro 10Diploma aluno do mês fevereiro 10
Diploma aluno do mês fevereiro 10
HLRODRIGUES
 
Clube de futebol Jogo do Mata
Clube de futebol Jogo do MataClube de futebol Jogo do Mata
Clube de futebol Jogo do Mata
Antonio_Luis
 
Política Gestão Desportiva MFC 2013 2015
Política Gestão Desportiva MFC 2013 2015Política Gestão Desportiva MFC 2013 2015
Política Gestão Desportiva MFC 2013 2015
Nuno Vieira
 
TCC Master Brunoro de Gestão em Futebol
TCC Master Brunoro de Gestão em FutebolTCC Master Brunoro de Gestão em Futebol
TCC Master Brunoro de Gestão em Futebol
Henrique Guedes
 
MAC ppt
MAC pptMAC ppt
MAC ppt
carlosmoreira
 
Universo da Gestao do Futebol Profissional
Universo da Gestao do Futebol ProfissionalUniverso da Gestao do Futebol Profissional
Universo da Gestao do Futebol Profissional
Eduardo Queluz
 
Pal Pre01 01v04 041130 Ver Ii
Pal Pre01 01v04   041130 Ver IiPal Pre01 01v04   041130 Ver Ii
Pal Pre01 01v04 041130 Ver Ii
Vicente Criscio
 
T39 tcc o negócio das arenas profissionalismo esportivo, cultura e entretenim...
T39 tcc o negócio das arenas profissionalismo esportivo, cultura e entretenim...T39 tcc o negócio das arenas profissionalismo esportivo, cultura e entretenim...
T39 tcc o negócio das arenas profissionalismo esportivo, cultura e entretenim...
DanianaSantos
 

Destaque (20)

...Melhor Postura Corporal
...Melhor Postura Corporal...Melhor Postura Corporal
...Melhor Postura Corporal
 
Sl Benfica modelo de jogo para a formação
Sl Benfica modelo de jogo para a formaçãoSl Benfica modelo de jogo para a formação
Sl Benfica modelo de jogo para a formação
 
Futebol 7
Futebol 7Futebol 7
Futebol 7
 
Gestão do Futebol Profissional - Filosofias, ideias e estrategias - Carlos Co...
Gestão do Futebol Profissional - Filosofias, ideias e estrategias - Carlos Co...Gestão do Futebol Profissional - Filosofias, ideias e estrategias - Carlos Co...
Gestão do Futebol Profissional - Filosofias, ideias e estrategias - Carlos Co...
 
Futebol - Projeto Atlético de Sorocaba
Futebol - Projeto Atlético de SorocabaFutebol - Projeto Atlético de Sorocaba
Futebol - Projeto Atlético de Sorocaba
 
Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de FutebolProgramação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
 
Unidade de Treino Individualizado
Unidade de Treino IndividualizadoUnidade de Treino Individualizado
Unidade de Treino Individualizado
 
Dissertação - Conceptualização do modelo de jogo - Operacionalização de um mo...
Dissertação - Conceptualização do modelo de jogo - Operacionalização de um mo...Dissertação - Conceptualização do modelo de jogo - Operacionalização de um mo...
Dissertação - Conceptualização do modelo de jogo - Operacionalização de um mo...
 
Exercicia de treino
Exercicia de treino Exercicia de treino
Exercicia de treino
 
Projeto de futebol
Projeto de futebolProjeto de futebol
Projeto de futebol
 
Protocolo Departamento Médico
Protocolo Departamento MédicoProtocolo Departamento Médico
Protocolo Departamento Médico
 
Aces Sports Academy - apresentacao
Aces Sports Academy - apresentacaoAces Sports Academy - apresentacao
Aces Sports Academy - apresentacao
 
Diploma aluno do mês fevereiro 10
Diploma aluno do mês fevereiro 10Diploma aluno do mês fevereiro 10
Diploma aluno do mês fevereiro 10
 
Clube de futebol Jogo do Mata
Clube de futebol Jogo do MataClube de futebol Jogo do Mata
Clube de futebol Jogo do Mata
 
Política Gestão Desportiva MFC 2013 2015
Política Gestão Desportiva MFC 2013 2015Política Gestão Desportiva MFC 2013 2015
Política Gestão Desportiva MFC 2013 2015
 
TCC Master Brunoro de Gestão em Futebol
TCC Master Brunoro de Gestão em FutebolTCC Master Brunoro de Gestão em Futebol
TCC Master Brunoro de Gestão em Futebol
 
MAC ppt
MAC pptMAC ppt
MAC ppt
 
Universo da Gestao do Futebol Profissional
Universo da Gestao do Futebol ProfissionalUniverso da Gestao do Futebol Profissional
Universo da Gestao do Futebol Profissional
 
Pal Pre01 01v04 041130 Ver Ii
Pal Pre01 01v04   041130 Ver IiPal Pre01 01v04   041130 Ver Ii
Pal Pre01 01v04 041130 Ver Ii
 
T39 tcc o negócio das arenas profissionalismo esportivo, cultura e entretenim...
T39 tcc o negócio das arenas profissionalismo esportivo, cultura e entretenim...T39 tcc o negócio das arenas profissionalismo esportivo, cultura e entretenim...
T39 tcc o negócio das arenas profissionalismo esportivo, cultura e entretenim...
 

Semelhante a Projecto33

Formação no futebol Miguel Leal.pdf
Formação no futebol Miguel Leal.pdfFormação no futebol Miguel Leal.pdf
Formação no futebol Miguel Leal.pdf
PadelEmoesSaudveis
 
Preparação de uma selecção
Preparação de uma selecçãoPreparação de uma selecção
Preparação de uma selecção
Luis Sénica
 
Futebol - Projeto CAT Taquaritinga
Futebol - Projeto CAT TaquaritingaFutebol - Projeto CAT Taquaritinga
Futebol - Projeto CAT Taquaritinga
InnovateSports
 
Projeto Atletas do Futuro - 2011 - Universidade Federal de Lavras
Projeto Atletas do Futuro - 2011 - Universidade Federal de LavrasProjeto Atletas do Futuro - 2011 - Universidade Federal de Lavras
Projeto Atletas do Futuro - 2011 - Universidade Federal de Lavras
Igor Oliveira
 
O ensino esportivo e as mídias sociais
O ensino esportivo e as mídias sociaisO ensino esportivo e as mídias sociais
O ensino esportivo e as mídias sociais
Mauro Andre
 
Documento orientador slb hóquei em patins
Documento orientador   slb hóquei em patinsDocumento orientador   slb hóquei em patins
Documento orientador slb hóquei em patins
Luis Sénica
 
Mód. 5 CURSO_FORMAÇAO_COORDENADORES_TECNICOS.pdf
Mód. 5 CURSO_FORMAÇAO_COORDENADORES_TECNICOS.pdfMód. 5 CURSO_FORMAÇAO_COORDENADORES_TECNICOS.pdf
Mód. 5 CURSO_FORMAÇAO_COORDENADORES_TECNICOS.pdf
coachjoaosantos
 
ENCOAD 2015: Novas Perspectivas para a Gestão dos Negócios do Esporte
ENCOAD 2015: Novas Perspectivas para a Gestão dos Negócios do EsporteENCOAD 2015: Novas Perspectivas para a Gestão dos Negócios do Esporte
ENCOAD 2015: Novas Perspectivas para a Gestão dos Negócios do Esporte
Conselho Regional de Administração de São Paulo
 
Análise e observação - Importância para o treinador de guarda-redes.
Análise e observação - Importância para o treinador de guarda-redes.Análise e observação - Importância para o treinador de guarda-redes.
Análise e observação - Importância para o treinador de guarda-redes.
Pedro Ferrer
 
1a visita-técnica iabb-resumo
1a visita-técnica iabb-resumo1a visita-técnica iabb-resumo
1a visita-técnica iabb-resumo
Rodney Martins
 
Projeto brunoro
Projeto brunoroProjeto brunoro
Projeto brunoro
Balassiano
 
A importância da formação no futebol
A importância da formação no futebolA importância da formação no futebol
A importância da formação no futebol
Ricardo Luiz Pace
 
Etapas de Desenvolvimento do Jogador no Futebol ETNF- S15-20 Junho 2018 (1).pdf
Etapas de Desenvolvimento do Jogador no Futebol ETNF- S15-20 Junho 2018 (1).pdfEtapas de Desenvolvimento do Jogador no Futebol ETNF- S15-20 Junho 2018 (1).pdf
Etapas de Desenvolvimento do Jogador no Futebol ETNF- S15-20 Junho 2018 (1).pdf
LuisPereiraFo
 
Planejamento
PlanejamentoPlanejamento
Planejamento
Lflamel1
 
O desenvolvimento do jogar segundo a PT
O desenvolvimento do jogar segundo a PTO desenvolvimento do jogar segundo a PT
O desenvolvimento do jogar segundo a PT
Rodrigo Saldanha
 
O desenvolvimento do jogar
O desenvolvimento do jogarO desenvolvimento do jogar
O desenvolvimento do jogar
Fernando Farias
 
Paraisópolis - nada melhor
Paraisópolis - nada melhorParaisópolis - nada melhor
Paraisópolis - nada melhor
Marco Coghi
 
Formação de coordenador flávio lima
Formação de coordenador   flávio limaFormação de coordenador   flávio lima
Formação de coordenador flávio lima
Christian Munaier
 
Atenção, coordenador técnico de academias: você pode mais!
Atenção, coordenador técnico de academias: você pode mais!Atenção, coordenador técnico de academias: você pode mais!
Atenção, coordenador técnico de academias: você pode mais!
Christian Munaier
 
Futebol total - técnio, tático, físico e admistrativo
Futebol total - técnio, tático, físico e admistrativoFutebol total - técnio, tático, físico e admistrativo
Futebol total - técnio, tático, físico e admistrativo
Renato Schmitt
 

Semelhante a Projecto33 (20)

Formação no futebol Miguel Leal.pdf
Formação no futebol Miguel Leal.pdfFormação no futebol Miguel Leal.pdf
Formação no futebol Miguel Leal.pdf
 
Preparação de uma selecção
Preparação de uma selecçãoPreparação de uma selecção
Preparação de uma selecção
 
Futebol - Projeto CAT Taquaritinga
Futebol - Projeto CAT TaquaritingaFutebol - Projeto CAT Taquaritinga
Futebol - Projeto CAT Taquaritinga
 
Projeto Atletas do Futuro - 2011 - Universidade Federal de Lavras
Projeto Atletas do Futuro - 2011 - Universidade Federal de LavrasProjeto Atletas do Futuro - 2011 - Universidade Federal de Lavras
Projeto Atletas do Futuro - 2011 - Universidade Federal de Lavras
 
O ensino esportivo e as mídias sociais
O ensino esportivo e as mídias sociaisO ensino esportivo e as mídias sociais
O ensino esportivo e as mídias sociais
 
Documento orientador slb hóquei em patins
Documento orientador   slb hóquei em patinsDocumento orientador   slb hóquei em patins
Documento orientador slb hóquei em patins
 
Mód. 5 CURSO_FORMAÇAO_COORDENADORES_TECNICOS.pdf
Mód. 5 CURSO_FORMAÇAO_COORDENADORES_TECNICOS.pdfMód. 5 CURSO_FORMAÇAO_COORDENADORES_TECNICOS.pdf
Mód. 5 CURSO_FORMAÇAO_COORDENADORES_TECNICOS.pdf
 
ENCOAD 2015: Novas Perspectivas para a Gestão dos Negócios do Esporte
ENCOAD 2015: Novas Perspectivas para a Gestão dos Negócios do EsporteENCOAD 2015: Novas Perspectivas para a Gestão dos Negócios do Esporte
ENCOAD 2015: Novas Perspectivas para a Gestão dos Negócios do Esporte
 
Análise e observação - Importância para o treinador de guarda-redes.
Análise e observação - Importância para o treinador de guarda-redes.Análise e observação - Importância para o treinador de guarda-redes.
Análise e observação - Importância para o treinador de guarda-redes.
 
1a visita-técnica iabb-resumo
1a visita-técnica iabb-resumo1a visita-técnica iabb-resumo
1a visita-técnica iabb-resumo
 
Projeto brunoro
Projeto brunoroProjeto brunoro
Projeto brunoro
 
A importância da formação no futebol
A importância da formação no futebolA importância da formação no futebol
A importância da formação no futebol
 
Etapas de Desenvolvimento do Jogador no Futebol ETNF- S15-20 Junho 2018 (1).pdf
Etapas de Desenvolvimento do Jogador no Futebol ETNF- S15-20 Junho 2018 (1).pdfEtapas de Desenvolvimento do Jogador no Futebol ETNF- S15-20 Junho 2018 (1).pdf
Etapas de Desenvolvimento do Jogador no Futebol ETNF- S15-20 Junho 2018 (1).pdf
 
Planejamento
PlanejamentoPlanejamento
Planejamento
 
O desenvolvimento do jogar segundo a PT
O desenvolvimento do jogar segundo a PTO desenvolvimento do jogar segundo a PT
O desenvolvimento do jogar segundo a PT
 
O desenvolvimento do jogar
O desenvolvimento do jogarO desenvolvimento do jogar
O desenvolvimento do jogar
 
Paraisópolis - nada melhor
Paraisópolis - nada melhorParaisópolis - nada melhor
Paraisópolis - nada melhor
 
Formação de coordenador flávio lima
Formação de coordenador   flávio limaFormação de coordenador   flávio lima
Formação de coordenador flávio lima
 
Atenção, coordenador técnico de academias: você pode mais!
Atenção, coordenador técnico de academias: você pode mais!Atenção, coordenador técnico de academias: você pode mais!
Atenção, coordenador técnico de academias: você pode mais!
 
Futebol total - técnio, tático, físico e admistrativo
Futebol total - técnio, tático, físico e admistrativoFutebol total - técnio, tático, físico e admistrativo
Futebol total - técnio, tático, físico e admistrativo
 

Mais de carlosmoreira

Fadeup
FadeupFadeup
Apresentacao projeto "A procura de uma melhor postura corporal"
Apresentacao projeto "A procura de uma melhor postura corporal"Apresentacao projeto "A procura de uma melhor postura corporal"
Apresentacao projeto "A procura de uma melhor postura corporal"
carlosmoreira
 
Modelo de jogo
Modelo de jogoModelo de jogo
Modelo de jogo
carlosmoreira
 
Tania Morais
Tania MoraisTania Morais
Tania Morais
carlosmoreira
 
Sandra Pereira
Sandra PereiraSandra Pereira
Sandra Pereira
carlosmoreira
 
Oscar Barbosa
Oscar BarbosaOscar Barbosa
Oscar Barbosa
carlosmoreira
 
Helena Monteiro
Helena MonteiroHelena Monteiro
Helena Monteiro
carlosmoreira
 
Diana Rodrigues
Diana RodriguesDiana Rodrigues
Diana Rodrigues
carlosmoreira
 
Diana Ribeiro
Diana RibeiroDiana Ribeiro
Diana Ribeiro
carlosmoreira
 
Ana Mota
Ana MotaAna Mota
Ana Mota
carlosmoreira
 
ppt_Cad
ppt_Cadppt_Cad
ppt_Cad
carlosmoreira
 
Alimentação
AlimentaçãoAlimentação
Alimentação
carlosmoreira
 
Peninhas
PeninhasPeninhas
Peninhas
carlosmoreira
 
Irradia-te
Irradia-teIrradia-te
Irradia-te
carlosmoreira
 
Modelo
ModeloModelo

Mais de carlosmoreira (15)

Fadeup
FadeupFadeup
Fadeup
 
Apresentacao projeto "A procura de uma melhor postura corporal"
Apresentacao projeto "A procura de uma melhor postura corporal"Apresentacao projeto "A procura de uma melhor postura corporal"
Apresentacao projeto "A procura de uma melhor postura corporal"
 
Modelo de jogo
Modelo de jogoModelo de jogo
Modelo de jogo
 
Tania Morais
Tania MoraisTania Morais
Tania Morais
 
Sandra Pereira
Sandra PereiraSandra Pereira
Sandra Pereira
 
Oscar Barbosa
Oscar BarbosaOscar Barbosa
Oscar Barbosa
 
Helena Monteiro
Helena MonteiroHelena Monteiro
Helena Monteiro
 
Diana Rodrigues
Diana RodriguesDiana Rodrigues
Diana Rodrigues
 
Diana Ribeiro
Diana RibeiroDiana Ribeiro
Diana Ribeiro
 
Ana Mota
Ana MotaAna Mota
Ana Mota
 
ppt_Cad
ppt_Cadppt_Cad
ppt_Cad
 
Alimentação
AlimentaçãoAlimentação
Alimentação
 
Peninhas
PeninhasPeninhas
Peninhas
 
Irradia-te
Irradia-teIrradia-te
Irradia-te
 
Modelo
ModeloModelo
Modelo
 

Projecto33

  • 1. DEPARTAMENTO DE FUTEBOL DE FORMAÇÃO
  • 3. Apenas serão apresentadas as ideias chave do Projecto. Não dispensa a sua leitura integral.
  • 4. 1- Decisão de realizar este Projecto; 2- Definição de uma Politica Desportiva; 3- Objectivo Geral do Projecto 33; 4- Meios; 5- Análise da Situação Actual e Estratégias Futuras; 6- Condicionantes do Projecto; 7- Propostas para a sua execução; 8- Indicadores de Sucesso;
  • 5. 1- Decisão de realizar este Projecto;
  • 6. Departamento de futebol de formação Decisão de construir o Projecto: Definir uma Politica Desportiva clara de forma a orientar toda a estrutura; Fazer evoluir o Departamento de Futebol de Formação; Potenciar a formação de jogadores; Valorizar os jogadores da formação; A necessidade urgente de acompanharmos um futebol de formação cada vez mais competitivo;
  • 7. 1- 2- Definição de uma Politica Desportiva;
  • 8. Departamento de futebol de formação Definição de uma Politica Desportiva: Com Base na: Sustentabilidade Financeira; Experiência adquirida; Formação Académica; Trabalho profissional e não benevolente; Objectivos Claros e Fundamentados; Transparência em todos os processos; Projecto como linguagem comum (critério de conduta) Parcerias com Escola/ Empresas/ Autarquia/ Faculdade; Valorização dos recursos Humanos ( Selecção, Formação ); APOSTA CLARA E INEQUIVOCA NOS JOVENS.
  • 9. 1- 2- 3- Objectivo Geral do Projecto 33;
  • 10. Departamento de futebol de formação Objectivo Geral: Formar e Rentabilizar Jovens Jogadores
  • 11. 1- 2- 3- 4- Meios;
  • 12. Departamento de futebol de formação Formação de Jogadores: Selecção de jogadores (Seleccionar o melhor material genético através de captações e prospecção) Criação do meio para a sua evolução (Melhorar as condições de treino, de estudo, familiar…) Projecção do jogador (Participação activa na equipa sénior ou equipa B de forma a ser observado)
  • 13. 1- 2- 3- 4- 5- Análise da Situação Actual e Estratégias Futuras;
  • 14. Departamento de futebol de formação Selecção de jogadores: Situação Actual Captações Inexistente Iniciativa dos pais Prospecção Directores com dificuldades em negociar Comunicação, decisões, interesses…
  • 15. Departamento de futebol de formação Selecção de jogadores Estratégias Futuras Captações 74 E.B.1 Torneio Mediático A.E.C Prospecção Director com maior autonomia; Competências de negociação Contrato formado
  • 16. Departamento de futebol de formação Criação do meio para a sua evolução (jogadores) Situação Actual Externa Ausência na vida familiar; Ausência de acompanhamento escolar; Transporte; Hábitos Alimentares; Condições sociais para a prática deliberada. Interna Competitividade proporcionada pelos colegas; Espaço de treino; Nº de Treinos (10.000h); Condições materiais.
  • 17. Departamento de futebol de formação Criação do meio para a sua evolução (jogadores) Estratégias Futuras Projecto “ Escola Penafiel” Horários de treino Acompanhamento escolar Presença na vida familiar Treino bi-diário Projecto Futebol de rua 74 E.B.1 A.E.C Em voga as parcerias Empresa -Escola.
  • 18. Departamento de futebol de formação Projecção do jogador Situação actual Interna Pouca capacidade para a inserção de jogadores na equipa sénior; Participação activa limitada; Pressões sobre jogadores-clube; Pouco acompanhamento da formação. Externa Jogadores inseridos em clubes de menor qualidade; Inexistência de um clube satélite; Indefinição de futuro (abandono do clube dos juniores de ultimo ano)
  • 19. Departamento de futebol de formação Projecção do jogador Estratégias Futuras Internas Participação activa nos jogos da equipa sénior. Observação dos jogadores a actuar na equipa B. Externas Resultados Desportivos da Equipa B; Observação do jogador, dentro de um sistema organizado;
  • 20. 1- 2- 3- 4- 5- 6- Condicionantes do Projecto;
  • 21. Departamento de futebol de formação Condicionantes do Projecto: Tempo necessário para a avaliação dos resultados: 8 anos Dada as diferentes politicas desportivas internas e as sucessivas mudanças directivas e técnicas do clube terá de se assegurar a autonomia do projecto .
  • 22. Departamento de futebol de formação Condicionantes do Projecto: Em 5 anos de trabalho sucessivo verificamos a alteração por quatro vezes da Direcção do Departamento de Futebol de Formação: - Origina constantes iniciações; - As mesmas soluções anteriores com as mesmas respostas;
  • 23. Departamento de futebol de formação Condicionantes do Projecto: Situação actual “Perfil do Director”: - Sem formação para o cargo que desempenha. - Com pouca disponibilidade temporal. - Pais de jogadores (conflito de interesses e papeis por vezes difíceis de dissociar) - Função quase exclusiva de apoio aos jogos (preenchimento de fichas) - Pouco dinamismo colectivo. - Indefinição de uma postura clara em relação a uma filosofia de formação de jogadores. - Não remunerados. - Sem um modelo/perfil definido. - Pouca autonomia para a tomada de decisões. - Ligação ao departamento profissional distante.
  • 24. Departamento de futebol de formação Condicionantes do Projecto: Estratégias Futuras: Grupo pequeno coeso e com muita disponibilidade; Estabelecer de forma clara as funções de um Director para o Departamento de Futebol de Formação; Um Director Desportivo com formação académica e experiência; Dinâmica e motivação para realizar mudanças necessárias; Autonomia para decidir; Full-time; Os interesses são orientados pelo estabelecido no projecto; Incentivos á formação dos dirigentes.
  • 25. 1- 2- 3- 4- 5- 6- 7- Propostas para a sua viabilidade;
  • 26. Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Presidente Direcção administrativa Departamento de Futebol Profissional Departamento de Futebol de Formação Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Assembleia Geral Conselho Fiscal
  • 27. Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Departamento de Futebol Profissional Departamento de Futebol de Formação Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico 1ª tentativa: Tentou-se impor ideias onde não eram ouvidas. Presidente Direcção administrativa Assembleia Geral Conselho Fiscal
  • 28. Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Departamento de Futebol Profissional Departamento de Futebol de Formação Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico 2ª tentativa: Pseudo-Autonomia, mas sem projecto ou ideias. Presidente Direcção administrativa Assembleia Geral Conselho Fiscal
  • 29. Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Departamento de Futebol Profissional Departamento de Futebol de Formação Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Neste momento… Presidente Direcção administrativa Assembleia Geral Conselho Fiscal
  • 30. Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Departamento de Futebol Profissional Departamento de Futebol de Formação Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Existe um projecto, Existe a necessidade, É necessária a autonomia. Presidente Direcção administrativa Assembleia Geral Conselho Fiscal
  • 31. Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Departamento de Futebol Profissional Departamento de Futebol de Formação Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Empresa de Gestão Desportiva Presidente Direcção administrativa Assembleia Geral Conselho Fiscal
  • 32. Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Departamento de Futebol de Formação Dep. Directivo Dep. Técnico Dep. Clínico Empresa de Gestão Desportiva Contracto de Prestação de Serviços: A empresa X assegura a gestão das instalações; dos recursos humanos; da imagem; das competições… do Departamento de Futebol de Formação durante um período estipulado.
  • 33. Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Departamento de Futebol de Formação Empresa de Gestão Desportiva - Dá autonomia; Viabilidade Financeira; Assegura o êxito dos objectivos propostos. Gere o D.F. baseado nos critérios do Projecto; Diminui os Custos; Retira pressões.
  • 34. Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Departamento de Futebol de Formação Empresa de Gestão Desportiva Imagem de Marca criada; Algumas condições já criadas; Um Gestor Desportivo com formação, profissional e a full-time; Um Projecto.
  • 35. Departamento de futebol de formação Propostas para a sua viabilidade: Clube Departamento de Futebol de Formação Empresa de Gestão Desportiva Opção sobre 2 jogadores juniores por ano. Melhoria na qualidade e quantidade de jogadores
  • 36. Departamento de futebol de formação Indicadores do Projecto: Os critérios de sucesso do projecto são mensuráveis: Em termos Quantitativos (nº de estratégias executadas; aumento do nº de atletas; nº de jogadores rentabilizados; nº de jogadores transaccionados) Em termos Qualitativos (condições de treino, estudos, transporte, vida familiar, formação dos recursos humanos)