SlideShare uma empresa Scribd logo
CURSO DE TREINADORES – II NÍVEL
ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DO PORTO - 2009

PROGRAMAÇÃO, PERIODIZAÇÃO E
PLANIFICAÇÃO DO TREINO DE FUTEBOL

José Guilherme Oliveira
goliveira@fade.up.pt
A PROGRAMAÇÃO
É a determinação dos conteúdos, das estratégias de acção e da
forma de estruturação de todo o processo operacional que
engloba o treino e o jogo (preparação para a criação de um
Modelo de Jogo).

A PERIODIZAÇÃO
É a divisão da época em períodos, com objectivos específicos, de
forma a facilitar criação de uma forma de jogar, isto é, de um
MODELO DE JOGO e do respectivo processo evolutivo.

A PLANIFICAÇÃO
É a elaboração de um plano de actividades para realizar um
conjunto de tarefas.
Para que tal possa acontecer, é necessário determinar um
conjunto de objectivos e definir os conteúdos e as estratégias
ideais para os atingir.
A PERIODIZAÇÃO E A PLANIFICAÇÃO

ANUAL - MACROCICLO

MESOCICLO

MICROCICLO / MORFOCICLO

TREINO

EXERCÍCIO
1. PREPARAR A ÉPOCA

2. PREPARAR SEMANA

(MICROCICLO / MORFOCICLO)

3. PREPARAR TREINO

4. PREPARAR O EXERCÍCIO
1. PREPARAR A ÉPOCA

2. PREPARAR SEMANA

(MICROCICLO / MORFOCICLO)

3. PREPARAR TREINO

4. PREPARAR O EXERCÍCIO
QUEM É QUE VAMOS TREINAR?
SÉNIORES OU FORMAÇÃO?
DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAL E COLECTIVO NA FORMAÇÃO
DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAL E COLECTIVO NOS SÉNIORES
JOGADORES
(qualidade,
quantidade,
posições…)

NÍVEL DE
JOGO

CALENDÁRIO

EQUIPA

OBJECTIVOS
INFRA
(competitivos
ESTRUTURAS
e evolutivos)
CRIAR UM MODELO DE JOGO

IDEIAS DO
TREINADOR

COMPREENSÃO
DE JOGO E
QUALIDADE DOS
JOGADORES

MODELO
DE JOGO
CRIAR UM MODELO DE JOGO

ORG. OFENSIVA

TRANS.
TRANS.

OFENSIVA

DEFENSIVA

ORG. DEFENSIVA
1. PREPARAR A ÉPOCA

2. PREPARAR SEMANA

(MICROCICLO / MORFOCICLO)

3. PREPARAR TREINO

4. PREPARAR O EXERCÍCIO
A NOSSA FORMA DE JOGAR

MODELO DE JOGO

ORG. OFENSIVA

TRANS.
TRANS.

OFENSIVA

DEFENSIVA

ORG. DEFENSIVA
A NOSSA FORMA DE JOGAR

ASPECTOS POSITIVOS E NEGATIVOS DO JOGO ANTERIOR

O QUE

O QUE

FIZEMOS BEM

FIZEMOS MAL
A NOSSA FORMA DE JOGAR

ASPECTOS POSITIVOS E NEGATIVOS DO JOGO ANTERIOR

CARACTERÍSTICAS POSITIVAS E NEGATIVAS DO PRÓXIMO ADVERSÁRIO

ASPECTOS A
APROVEITAR

ASPECTOS A
TER EM
CONSIDERAÇÃO
A NOSSA FORMA DE JOGAR

ASPECTOS POSITIVOS E NEGATIVOS DO JOGO ANTERIOR

CARACTERÍSTICAS POSITIVAS E NEGATIVAS DO PRÓXIMO ADVERSÁRIO

OBJECTIVOS DA SEMANA
OBJECTIVOS DA SEMANA
ORG. DEFENSIVA
Melhorar a organização sectorial do sector defensivo.
Melhorar a organização inter-sectorial entre meio-campo e ataque.

TRANSIÇÃO OFENSIVA
Melhorar o primeiro passe para saída da pressão.

ORG. OFENSIVA
Melhorar as saídas curtas pela zona central entre defesa e meio-campo.
Melhorar a identificação do momento de dar profundidade quando em
posse da bola (sector do meio-campo).

TRANSIÇÃO DEFENSIVA
Melhorar a mudança de atitude e a pressão na bola e espaço circundante

BOLAS PARADAS
DEFENSIVAS: melhorar o posicionamento nos livres laterais.
OFENSIVAS: melhorar o posicionamento e as movimentações nos cantos.
A NOSSA FORMA DE JOGAR

ASPECTOS POSITIVOS E NEGATIVOS DO JOGO ANTERIOR

CARACTERÍSTICAS POSITIVAS E NEGATIVAS DO PRÓXIMO ADVERSÁRIO

OBJECTIVOS DA SEMANA

OBJECTIVOS DOS DIFERENTES DIAS:
TÁCTICOS, TÉCNICOS E FISIOLÓGICOS
DINÂMICA DO ESFORÇO ESPECÍFICO

As Contracções Musculares caracterizam-se pela:

TENSÃO

DURAÇÃO

Jogo e Exercícios de Treino

DURAÇÃO
TENSÃO

VELOCIDADE

VELOCIDADE
DINÂMICA DO ESFORÇO ESPECÍFICO
JOGO

JOGO

Dinâmica Específica

TREINO
Sub Dinâmicas Específicas

DURAÇÃO
TENSÃO

Recuperação Activa

RECUPERAÇÃO

VELOCIDADE

RECUPERAÇÃO
PRÉ-ACTIVAÇÃO
DINÂMICA DO ESFORÇO ESPECÍFICO
Lógica da Dinâmica dos Esforços

JOGO

DOM.

JOGO

SEG.

TER.

QUA.

QUI.

Dinâmica - JOGO
Recuperação Activa
Sub Dinâmica - TENSÃO
Sub Dinâmica - DURAÇÃO
Sub Dinâmica - VELOCIDADE
Recuperação Activa – Pré Activação

SEX.

SAB.

DOM.
SUB DINÂMICAS DO ESFORÇO ESPECÍFICO
RECUPERAÇÃO ACTIVA – 2º Dia após o Jogo
Características dos Exercícios:
• Devem ser realizados em espaços curtos/reduzidos…;
• O número de jogadores pode ser muito variado;
• O tempo de exercitação não deve ser prolongado;
• A intensidade deve ser muito reduzida
PODE-SE EXECUTAR EXERCÍCIOS COM O TIPO DE MOBILIDADE QUE SURGE EM
SITUAÇÃO DE JOGO, CONTUDO, A INTENSIDADE A QUE DEVEM SER REALIZADOS
OS MOVIMENTOS DEVE SER MUITO BAIXA.
SUB DINÂMICAS DO ESFORÇO ESPECÍFICO
TENSÃO
Características dos Exercícios:
• Devem ser realizados em espaços curtos;
• Com um número reduzido de jogadores;
• O tempo de exercitação deve ser reduzido;
• A intensidade “superior” à do jogo.
TIPO

DE

ESFORÇO

COM

MUITA

INTERACÇÃO

ENTRE

CONCENTRICAS E EXCENTRICAS – DENSIDADE DE TENSÕES ALTAS

CONTRACÇÕES
SUB DINÂMICAS DO ESFORÇO ESPECÍFICO
DURAÇÃO

Características dos Exercícios:
• Devem ser realizados em espaços grandes;
• Com um número elevado de jogadores;
• O tempo de exercitação deve ser longo;
• A intensidade idêntica à do jogo.

TIPO DE ESFORÇO MUITO SEMELHANTE AO DO JOGO
SUB DINÂMICAS DO ESFORÇO ESPECÍFICO
VELOCIDADE
Características dos Exercícios:
• Devem ser realizados em espaços não muito grandes;
• O número de jogadores pode ser muito variado;
• O tempo de exercitação deve ser curto;
• A intensidade é elevada mas que permitam tempos de recuperação.

TIPO DE ESFORÇO EM QUE AS ACÇÕES E DECISÕES SEJAM RÁPIDAS, MAS QUE
NÃO HAJA UMA GRANDE DENSIDADE DE TENSÕES ALTAS.
SUB DINÂMICAS DO ESFORÇO ESPECÍFICO
RECUPERAÇÃO – PRÉ ACTIVAÇÃO

Características dos Exercícios:
• Devem ser realizados em espaços não muito grandes;
• O número de jogadores pode ser muito variado;
• O tempo de exercitação deve ser curto;
• A intensidade pode ser elevada mas que permitam tempos de recuperação
sempre completa;
• O tempo de duração do treino não deve ser grande.
A NOSSA FORMA DE JOGAR

ASPECTOS POSITIVOS E NEGATIVOS DO JOGO ANTERIOR

CARACTERÍSTICAS POSITIVAS E NEGATIVAS DO PRÓXIMO ADVERSÁRIO

OBJECTIVOS DA SEMANA

OBJECTIVOS DOS DIFERENTES DIAS
(TÁCTICOS, TÉCNICOS E FISIOLÓGICOS)

FORMAÇÃO

MELHORIA DOS ASPECTOS INDIVIDUAIS:
TÉCNICOS;
ESPECÍFIOCOS DE POSIÇÃO

TREINO DE EQUIPA
TREINO DE GRUPO
PLANO SEMANAL (MICROCICLO / MORFOCICLO)
OBJECTIVOS

DOMINGO

JOGO

2ª FEIRA

Recuperação passiva (dia de folga).

3ª FEIRA

Recuperação activa. Objectivos ??????

4ª FEIRA

Sub-dinâmica Tensão. Objectivos ??????

5ª FEIRA

Sub-dinâmica Duração. Objectivos ??????

6ª FEIRA

Sub-dinâmica Velocidade. Objectivos ??????

SÁBADO

Recuperação activa (pré-activação). Objectivos ??????

DOMINGO

JOGO
1. PREPARAR A ÉPOCA

2. PREPARAR SEMANA

(MICROCICLO / MORFOCICLO)

3. PREPARAR TREINO

4. PREPARAR O EXERCÍCIO
OBJECTIVOS TÁCTICOS E TÉCNICOS

OBJECTIVOS FISIOLÓGICOS

EXERCÍCIOS:
OBJECTIVOS TÁCTICOS E/OU TÉCNICOS;
OBJECTIVOS FISIOLÓGICOS – SUB-DINÂMICA
PARTE INICIAL

PREPARAR ORGANISMO PARA O ESFORÇO.
MAS QUE ESFORÇO? SUB-DINÂMICA DO DIA.

PREPARAR O “CORPO E A MENTE” PARA AS EXIGÊNCIAS TÉCNICAS, TÁCTICAS E
PSICOLÓGICAS QUE A PARTE FINDAMENTAL DO TREINO VAI EXIGIR.

TAMBÉM PODE SER UTILIZADA PARA DESENVOLVIMENTO TÉCNICO.
PARTE FUNDAMENTAL

DESENVOLVER, EXERCITAR… OS OBJECTIVOS PRETENDIDOS PELO TREINO

EXERCITAR O TIPO DE ESFORÇO QUE ESSE DIA REQUISITA

PROMOVER RELAÇÃO ENTRE EXERCÍCIOS
PARTE FINAL

RETORNO À CALMA

AVALIAÇÃO FINAL DO DESEMPENHO

REFORÇO ABDOMINAL E DORSO / LOMBAR
PLANO SEMANAL (MICROCICLO / MORFOCICLO)
OBJECTIVOS

DOMINGO

JOGO

2ª FEIRA
3ª FEIRA
4ª FEIRA

????????????

5ª FEIRA

Sub-dinâmica Duração. Objectivos……….

6ª FEIRA
SÁBADO
DOMINGO

JOGO
1. PREPARAR A ÉPOCA

2. PREPARAR SEMANA

(MICROCICLO / MORFOCICLO)

3. PREPARAR TREINO

4. PREPARAR O EXERCÍCIO
DEFINIR OS OBJECTIVOS DO EXERCÍCIO

DEFINIR A ESTRUTURA E DINÂMICA DO
EXERCÍCIO

PREPARAR A INSTRUÇÃO / FEEDBACKS:
- ANTES;
- DURANTE;
- DEPOIS

EXPLICAR AS IMPLICAÇÕES QUE TÊM
NO “NOSSO” JOGO 11X11
PLANO SEMANAL (MICROCICLO / MORFOCICLO)
OBJECTIVOS

DOMINGO

JOGO

2ª FEIRA
3ª FEIRA
4ª FEIRA
5ª FEIRA

PREPARAR UM EXERCÍCIO

Sub-dinâmica Duração. Objectivos……….

6ª FEIRA
SÁBADO
DOMINGO

JOGO
Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de FutebolProgramação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Fundação Real Madrid
 
Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de FutebolProgramação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Fundação Real Madrid
 
Periodização Tática - Exercícios
Periodização Tática - ExercíciosPeriodização Tática - Exercícios
Periodização Tática - Exercícios
Leandro Zago
 
Periodização Táctica - Carlos Carvalhal
Periodização Táctica - Carlos CarvalhalPeriodização Táctica - Carlos Carvalhal
Periodização Táctica - Carlos Carvalhal
Fundação Real Madrid
 
Unidade de treino - principios especificos
Unidade de treino - principios especificosUnidade de treino - principios especificos
Unidade de treino - principios especificos
António Seromenho
 
Treinos em construção
Treinos em construçãoTreinos em construção
Treinos em construção
Humberto Bettencourt
 
Periodização Tática - José Guilherme Oliveira
Periodização Tática - José Guilherme OliveiraPeriodização Tática - José Guilherme Oliveira
Periodização Tática - José Guilherme Oliveira
Fundação Real Madrid
 
A Organização Dinâmica do Jogo de Futebol
A Organização Dinâmica do Jogo de FutebolA Organização Dinâmica do Jogo de Futebol
A Organização Dinâmica do Jogo de Futebol
Fundação Real Madrid
 
Métodos de Treino
Métodos de TreinoMétodos de Treino
Métodos de Treino
Fundação Real Madrid
 
A Construção de uma Dinâmica
A Construção de uma DinâmicaA Construção de uma Dinâmica
A Construção de uma Dinâmica
Fundação Real Madrid
 
Meios de ensino treino do jogo de futebol
Meios de ensino treino do jogo de futebolMeios de ensino treino do jogo de futebol
Meios de ensino treino do jogo de futebol
moko25
 
Periodizacao tactica um modelo de treino jose gu ilherme oliveira
Periodizacao tactica um modelo de treino   jose gu ilherme oliveiraPeriodizacao tactica um modelo de treino   jose gu ilherme oliveira
Periodizacao tactica um modelo de treino jose gu ilherme oliveira
Bruno Comelli
 
Modelo de Jogo do FC Bayern Munique
Modelo de Jogo do FC Bayern MuniqueModelo de Jogo do FC Bayern Munique
Modelo de Jogo do FC Bayern Munique
Fundação Real Madrid
 
Implantação e Caraterização de um Modelo de Jogo
Implantação e Caraterização de um Modelo de JogoImplantação e Caraterização de um Modelo de Jogo
Implantação e Caraterização de um Modelo de Jogo
Fundação Real Madrid
 
A bíblia de mourinho no fc porto
A bíblia de mourinho no fc portoA bíblia de mourinho no fc porto
A bíblia de mourinho no fc porto
raseslb
 
treino
 treino treino
treino
Hugo Ferreira
 
Modelo de Jogo
Modelo de Jogo  Modelo de Jogo
Modelo de Jogo
Claudio Roberto
 
Futebol
FutebolFutebol
Unidade de treino periodização do jogo
Unidade de treino   periodização do jogoUnidade de treino   periodização do jogo
Unidade de treino periodização do jogo
Rafael Hackbarth
 
Resistência no futebol
Resistência no futebolResistência no futebol
Resistência no futebol
Marcelo Pinto
 

Mais procurados (20)

Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de FutebolProgramação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
 
Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de FutebolProgramação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol
 
Periodização Tática - Exercícios
Periodização Tática - ExercíciosPeriodização Tática - Exercícios
Periodização Tática - Exercícios
 
Periodização Táctica - Carlos Carvalhal
Periodização Táctica - Carlos CarvalhalPeriodização Táctica - Carlos Carvalhal
Periodização Táctica - Carlos Carvalhal
 
Unidade de treino - principios especificos
Unidade de treino - principios especificosUnidade de treino - principios especificos
Unidade de treino - principios especificos
 
Treinos em construção
Treinos em construçãoTreinos em construção
Treinos em construção
 
Periodização Tática - José Guilherme Oliveira
Periodização Tática - José Guilherme OliveiraPeriodização Tática - José Guilherme Oliveira
Periodização Tática - José Guilherme Oliveira
 
A Organização Dinâmica do Jogo de Futebol
A Organização Dinâmica do Jogo de FutebolA Organização Dinâmica do Jogo de Futebol
A Organização Dinâmica do Jogo de Futebol
 
Métodos de Treino
Métodos de TreinoMétodos de Treino
Métodos de Treino
 
A Construção de uma Dinâmica
A Construção de uma DinâmicaA Construção de uma Dinâmica
A Construção de uma Dinâmica
 
Meios de ensino treino do jogo de futebol
Meios de ensino treino do jogo de futebolMeios de ensino treino do jogo de futebol
Meios de ensino treino do jogo de futebol
 
Periodizacao tactica um modelo de treino jose gu ilherme oliveira
Periodizacao tactica um modelo de treino   jose gu ilherme oliveiraPeriodizacao tactica um modelo de treino   jose gu ilherme oliveira
Periodizacao tactica um modelo de treino jose gu ilherme oliveira
 
Modelo de Jogo do FC Bayern Munique
Modelo de Jogo do FC Bayern MuniqueModelo de Jogo do FC Bayern Munique
Modelo de Jogo do FC Bayern Munique
 
Implantação e Caraterização de um Modelo de Jogo
Implantação e Caraterização de um Modelo de JogoImplantação e Caraterização de um Modelo de Jogo
Implantação e Caraterização de um Modelo de Jogo
 
A bíblia de mourinho no fc porto
A bíblia de mourinho no fc portoA bíblia de mourinho no fc porto
A bíblia de mourinho no fc porto
 
treino
 treino treino
treino
 
Modelo de Jogo
Modelo de Jogo  Modelo de Jogo
Modelo de Jogo
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
 
Unidade de treino periodização do jogo
Unidade de treino   periodização do jogoUnidade de treino   periodização do jogo
Unidade de treino periodização do jogo
 
Resistência no futebol
Resistência no futebolResistência no futebol
Resistência no futebol
 

Destaque

Sl Benfica modelo de jogo para a formação
Sl Benfica modelo de jogo para a formaçãoSl Benfica modelo de jogo para a formação
Sl Benfica modelo de jogo para a formação
Mário Torres
 
Esquema futebol Básico
Esquema futebol BásicoEsquema futebol Básico
Esquema futebol Básico
Pedro Martins
 
Futebol isce Prof Valter Pinheiro
Futebol isce Prof Valter PinheiroFutebol isce Prof Valter Pinheiro
Futebol isce Prof Valter Pinheiro
actualidades
 
Organograma do departamento de futebol
Organograma do departamento de futebolOrganograma do departamento de futebol
Organograma do departamento de futebol
Rodrigo Saffi Mello
 
Avaliação Neuromuscular
Avaliação NeuromuscularAvaliação Neuromuscular
Avaliação Neuromuscular
Amarildo César
 
A especificidade na aplicação do treino para futebolistas a quebra de paradig...
A especificidade na aplicação do treino para futebolistas a quebra de paradig...A especificidade na aplicação do treino para futebolistas a quebra de paradig...
A especificidade na aplicação do treino para futebolistas a quebra de paradig...
Jose Augusto Leal
 
treinamento neuromuscular
treinamento neuromusculartreinamento neuromuscular
treinamento neuromuscular
Claudio Pereira
 
Protocolo de avaliação da resistência muscular localizada de membros superiores
Protocolo de avaliação da resistência muscular localizada de membros superioresProtocolo de avaliação da resistência muscular localizada de membros superiores
Protocolo de avaliação da resistência muscular localizada de membros superiores
Fernando Valentim
 
Adaptações musculares esqueléticas ao treinamento de força
Adaptações musculares esqueléticas ao treinamento de forçaAdaptações musculares esqueléticas ao treinamento de força
Adaptações musculares esqueléticas ao treinamento de força
Aline Villa Nova Bacurau
 
Pedro Ferrer - Metodologia para o treino de guarda-redes.
Pedro Ferrer - Metodologia para o treino de guarda-redes.Pedro Ferrer - Metodologia para o treino de guarda-redes.
Pedro Ferrer - Metodologia para o treino de guarda-redes.
Pedro Ferrer
 
Hipertrofia muscular alimentos e suplementos
Hipertrofia muscular   alimentos e suplementosHipertrofia muscular   alimentos e suplementos
Hipertrofia muscular alimentos e suplementos
Aricia Motta Arantes Lustosa
 
Comportamento das Capacidades Físicas
Comportamento das Capacidades FísicasComportamento das Capacidades Físicas
Comportamento das Capacidades Físicas
Rodrigo Saffi Mello
 
Adaptações musculares ao treinamento
Adaptações musculares ao treinamentoAdaptações musculares ao treinamento
Adaptações musculares ao treinamento
washington carlos vieira
 
O treino sem baliza
O treino sem balizaO treino sem baliza
O treino sem baliza
José Marques
 
Avaliação física
Avaliação físicaAvaliação física
Avaliação física
Washington Vieira
 
Métodos de avaliação física
Métodos de avaliação físicaMétodos de avaliação física
Métodos de avaliação física
Joao P. Dubas
 
Adaptação Neural: Principal fator para ganho de força no inicio do treinamento
Adaptação Neural: Principal fator para ganho de força no inicio do treinamentoAdaptação Neural: Principal fator para ganho de força no inicio do treinamento
Adaptação Neural: Principal fator para ganho de força no inicio do treinamento
Fernando Farias
 
O sistema muscular (1)
O sistema muscular (1)O sistema muscular (1)
O sistema muscular (1)
Alexsandro Ribeiro
 
Alfabetização Tática do jovem futebolista
Alfabetização Tática do jovem futebolistaAlfabetização Tática do jovem futebolista
Alfabetização Tática do jovem futebolista
Paulo Sousa
 
A importancia da_tecnica_de_corrida
A importancia da_tecnica_de_corridaA importancia da_tecnica_de_corrida
A importancia da_tecnica_de_corrida
Danielly Santos
 

Destaque (20)

Sl Benfica modelo de jogo para a formação
Sl Benfica modelo de jogo para a formaçãoSl Benfica modelo de jogo para a formação
Sl Benfica modelo de jogo para a formação
 
Esquema futebol Básico
Esquema futebol BásicoEsquema futebol Básico
Esquema futebol Básico
 
Futebol isce Prof Valter Pinheiro
Futebol isce Prof Valter PinheiroFutebol isce Prof Valter Pinheiro
Futebol isce Prof Valter Pinheiro
 
Organograma do departamento de futebol
Organograma do departamento de futebolOrganograma do departamento de futebol
Organograma do departamento de futebol
 
Avaliação Neuromuscular
Avaliação NeuromuscularAvaliação Neuromuscular
Avaliação Neuromuscular
 
A especificidade na aplicação do treino para futebolistas a quebra de paradig...
A especificidade na aplicação do treino para futebolistas a quebra de paradig...A especificidade na aplicação do treino para futebolistas a quebra de paradig...
A especificidade na aplicação do treino para futebolistas a quebra de paradig...
 
treinamento neuromuscular
treinamento neuromusculartreinamento neuromuscular
treinamento neuromuscular
 
Protocolo de avaliação da resistência muscular localizada de membros superiores
Protocolo de avaliação da resistência muscular localizada de membros superioresProtocolo de avaliação da resistência muscular localizada de membros superiores
Protocolo de avaliação da resistência muscular localizada de membros superiores
 
Adaptações musculares esqueléticas ao treinamento de força
Adaptações musculares esqueléticas ao treinamento de forçaAdaptações musculares esqueléticas ao treinamento de força
Adaptações musculares esqueléticas ao treinamento de força
 
Pedro Ferrer - Metodologia para o treino de guarda-redes.
Pedro Ferrer - Metodologia para o treino de guarda-redes.Pedro Ferrer - Metodologia para o treino de guarda-redes.
Pedro Ferrer - Metodologia para o treino de guarda-redes.
 
Hipertrofia muscular alimentos e suplementos
Hipertrofia muscular   alimentos e suplementosHipertrofia muscular   alimentos e suplementos
Hipertrofia muscular alimentos e suplementos
 
Comportamento das Capacidades Físicas
Comportamento das Capacidades FísicasComportamento das Capacidades Físicas
Comportamento das Capacidades Físicas
 
Adaptações musculares ao treinamento
Adaptações musculares ao treinamentoAdaptações musculares ao treinamento
Adaptações musculares ao treinamento
 
O treino sem baliza
O treino sem balizaO treino sem baliza
O treino sem baliza
 
Avaliação física
Avaliação físicaAvaliação física
Avaliação física
 
Métodos de avaliação física
Métodos de avaliação físicaMétodos de avaliação física
Métodos de avaliação física
 
Adaptação Neural: Principal fator para ganho de força no inicio do treinamento
Adaptação Neural: Principal fator para ganho de força no inicio do treinamentoAdaptação Neural: Principal fator para ganho de força no inicio do treinamento
Adaptação Neural: Principal fator para ganho de força no inicio do treinamento
 
O sistema muscular (1)
O sistema muscular (1)O sistema muscular (1)
O sistema muscular (1)
 
Alfabetização Tática do jovem futebolista
Alfabetização Tática do jovem futebolistaAlfabetização Tática do jovem futebolista
Alfabetização Tática do jovem futebolista
 
A importancia da_tecnica_de_corrida
A importancia da_tecnica_de_corridaA importancia da_tecnica_de_corrida
A importancia da_tecnica_de_corrida
 

Semelhante a Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol

Planificacaotaticadapretemporadaemequipesprofissionais 121015090808-phpapp01
Planificacaotaticadapretemporadaemequipesprofissionais 121015090808-phpapp01Planificacaotaticadapretemporadaemequipesprofissionais 121015090808-phpapp01
Planificacaotaticadapretemporadaemequipesprofissionais 121015090808-phpapp01
Bruno Comelli
 
Planificacao tática da pre temporada em equipes profissionais
Planificacao tática da pre temporada em equipes profissionaisPlanificacao tática da pre temporada em equipes profissionais
Planificacao tática da pre temporada em equipes profissionais
Futbol Tactico Brasil
 
1a visita-técnica iabb-resumo
1a visita-técnica iabb-resumo1a visita-técnica iabb-resumo
1a visita-técnica iabb-resumo
Rodney Martins
 
Práticas de jogo de prioridade tática defensiva II. Tática defensiva grupal 3.
Práticas de jogo de prioridade tática defensiva II. Tática defensiva grupal 3. Práticas de jogo de prioridade tática defensiva II. Tática defensiva grupal 3.
Práticas de jogo de prioridade tática defensiva II. Tática defensiva grupal 3.
Futbol Tactico Brasil
 
A Pré-Época do Treinador de Gr
A Pré-Época do Treinador de GrA Pré-Época do Treinador de Gr
A Pré-Época do Treinador de Gr
José Marques
 
TREINAMENTO EM CAMPO REDUZIDO PODE COMPROMETER O DESEMPENHO? ENTENDA ESTE PON...
TREINAMENTO EM CAMPO REDUZIDO PODE COMPROMETER O DESEMPENHO? ENTENDA ESTE PON...TREINAMENTO EM CAMPO REDUZIDO PODE COMPROMETER O DESEMPENHO? ENTENDA ESTE PON...
TREINAMENTO EM CAMPO REDUZIDO PODE COMPROMETER O DESEMPENHO? ENTENDA ESTE PON...
Fernando Farias
 
Periodização - Prolongamento do estado de forma
Periodização - Prolongamento do estado de formaPeriodização - Prolongamento do estado de forma
Periodização - Prolongamento do estado de forma
Fundação Real Madrid
 
Programação e Periodização do Treino em Futebol
Programação e Periodização do Treino em FutebolProgramação e Periodização do Treino em Futebol
Programação e Periodização do Treino em Futebol
Fundação Real Madrid
 
Treino de jovens
Treino de jovensTreino de jovens
Treino de jovens
Rita Moreira
 
Documento orientador slb hóquei em patins
Documento orientador   slb hóquei em patinsDocumento orientador   slb hóquei em patins
Documento orientador slb hóquei em patins
Luis Sénica
 
CAMPO REDUZIDO NO FUTEBOL
CAMPO REDUZIDO NO FUTEBOLCAMPO REDUZIDO NO FUTEBOL
CAMPO REDUZIDO NO FUTEBOL
LUCIANO SOUSA FISIOLOGISTA
 
Periodização prolongamento do estado de forma
Periodização   prolongamento do estado de formaPeriodização   prolongamento do estado de forma
Periodização prolongamento do estado de forma
Fernando Farias
 
Metodologia do Ensino de Futsal e futebol
Metodologia do Ensino de Futsal e futebolMetodologia do Ensino de Futsal e futebol
Metodologia do Ensino de Futsal e futebol
DaniloAlmeida442192
 
TÁTICA NO FUTEBOL (2).pptx fundamentos importantes técnicos da modalidade
TÁTICA NO FUTEBOL (2).pptx fundamentos importantes técnicos da modalidadeTÁTICA NO FUTEBOL (2).pptx fundamentos importantes técnicos da modalidade
TÁTICA NO FUTEBOL (2).pptx fundamentos importantes técnicos da modalidade
TavaresJana
 
Organização e desenvolvimento Pedagógico do Esporte no Programa Segundo Tempo
Organização e desenvolvimento Pedagógico do Esporte no Programa Segundo TempoOrganização e desenvolvimento Pedagógico do Esporte no Programa Segundo Tempo
Organização e desenvolvimento Pedagógico do Esporte no Programa Segundo Tempo
pstec25
 
Apresentação iniciação esportiva pablo novo - bartholo
Apresentação   iniciação esportiva pablo novo - bartholoApresentação   iniciação esportiva pablo novo - bartholo
Apresentação iniciação esportiva pablo novo - bartholo
pstec25
 
Coachidapp-eBook.pdf
Coachidapp-eBook.pdfCoachidapp-eBook.pdf
Coachidapp-eBook.pdf
Dinarte Duarte
 
Ebook Modelo-de-Jogo-Periodizacao-Tatica.pdf
Ebook Modelo-de-Jogo-Periodizacao-Tatica.pdfEbook Modelo-de-Jogo-Periodizacao-Tatica.pdf
Ebook Modelo-de-Jogo-Periodizacao-Tatica.pdf
Dinarte Duarte
 
Visao periferica_futebolmonografia
 Visao periferica_futebolmonografia Visao periferica_futebolmonografia
Visao periferica_futebolmonografia
Cassio Vieira
 
Periodização Tática x Periodização Convencional
Periodização Tática x Periodização ConvencionalPeriodização Tática x Periodização Convencional
Periodização Tática x Periodização Convencional
Fundação Real Madrid
 

Semelhante a Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol (20)

Planificacaotaticadapretemporadaemequipesprofissionais 121015090808-phpapp01
Planificacaotaticadapretemporadaemequipesprofissionais 121015090808-phpapp01Planificacaotaticadapretemporadaemequipesprofissionais 121015090808-phpapp01
Planificacaotaticadapretemporadaemequipesprofissionais 121015090808-phpapp01
 
Planificacao tática da pre temporada em equipes profissionais
Planificacao tática da pre temporada em equipes profissionaisPlanificacao tática da pre temporada em equipes profissionais
Planificacao tática da pre temporada em equipes profissionais
 
1a visita-técnica iabb-resumo
1a visita-técnica iabb-resumo1a visita-técnica iabb-resumo
1a visita-técnica iabb-resumo
 
Práticas de jogo de prioridade tática defensiva II. Tática defensiva grupal 3.
Práticas de jogo de prioridade tática defensiva II. Tática defensiva grupal 3. Práticas de jogo de prioridade tática defensiva II. Tática defensiva grupal 3.
Práticas de jogo de prioridade tática defensiva II. Tática defensiva grupal 3.
 
A Pré-Época do Treinador de Gr
A Pré-Época do Treinador de GrA Pré-Época do Treinador de Gr
A Pré-Época do Treinador de Gr
 
TREINAMENTO EM CAMPO REDUZIDO PODE COMPROMETER O DESEMPENHO? ENTENDA ESTE PON...
TREINAMENTO EM CAMPO REDUZIDO PODE COMPROMETER O DESEMPENHO? ENTENDA ESTE PON...TREINAMENTO EM CAMPO REDUZIDO PODE COMPROMETER O DESEMPENHO? ENTENDA ESTE PON...
TREINAMENTO EM CAMPO REDUZIDO PODE COMPROMETER O DESEMPENHO? ENTENDA ESTE PON...
 
Periodização - Prolongamento do estado de forma
Periodização - Prolongamento do estado de formaPeriodização - Prolongamento do estado de forma
Periodização - Prolongamento do estado de forma
 
Programação e Periodização do Treino em Futebol
Programação e Periodização do Treino em FutebolProgramação e Periodização do Treino em Futebol
Programação e Periodização do Treino em Futebol
 
Treino de jovens
Treino de jovensTreino de jovens
Treino de jovens
 
Documento orientador slb hóquei em patins
Documento orientador   slb hóquei em patinsDocumento orientador   slb hóquei em patins
Documento orientador slb hóquei em patins
 
CAMPO REDUZIDO NO FUTEBOL
CAMPO REDUZIDO NO FUTEBOLCAMPO REDUZIDO NO FUTEBOL
CAMPO REDUZIDO NO FUTEBOL
 
Periodização prolongamento do estado de forma
Periodização   prolongamento do estado de formaPeriodização   prolongamento do estado de forma
Periodização prolongamento do estado de forma
 
Metodologia do Ensino de Futsal e futebol
Metodologia do Ensino de Futsal e futebolMetodologia do Ensino de Futsal e futebol
Metodologia do Ensino de Futsal e futebol
 
TÁTICA NO FUTEBOL (2).pptx fundamentos importantes técnicos da modalidade
TÁTICA NO FUTEBOL (2).pptx fundamentos importantes técnicos da modalidadeTÁTICA NO FUTEBOL (2).pptx fundamentos importantes técnicos da modalidade
TÁTICA NO FUTEBOL (2).pptx fundamentos importantes técnicos da modalidade
 
Organização e desenvolvimento Pedagógico do Esporte no Programa Segundo Tempo
Organização e desenvolvimento Pedagógico do Esporte no Programa Segundo TempoOrganização e desenvolvimento Pedagógico do Esporte no Programa Segundo Tempo
Organização e desenvolvimento Pedagógico do Esporte no Programa Segundo Tempo
 
Apresentação iniciação esportiva pablo novo - bartholo
Apresentação   iniciação esportiva pablo novo - bartholoApresentação   iniciação esportiva pablo novo - bartholo
Apresentação iniciação esportiva pablo novo - bartholo
 
Coachidapp-eBook.pdf
Coachidapp-eBook.pdfCoachidapp-eBook.pdf
Coachidapp-eBook.pdf
 
Ebook Modelo-de-Jogo-Periodizacao-Tatica.pdf
Ebook Modelo-de-Jogo-Periodizacao-Tatica.pdfEbook Modelo-de-Jogo-Periodizacao-Tatica.pdf
Ebook Modelo-de-Jogo-Periodizacao-Tatica.pdf
 
Visao periferica_futebolmonografia
 Visao periferica_futebolmonografia Visao periferica_futebolmonografia
Visao periferica_futebolmonografia
 
Periodização Tática x Periodização Convencional
Periodização Tática x Periodização ConvencionalPeriodização Tática x Periodização Convencional
Periodização Tática x Periodização Convencional
 

Mais de Fundação Real Madrid

O Guarda-Redes no Futebol - Sérgio Ferreira
O Guarda-Redes no Futebol - Sérgio FerreiraO Guarda-Redes no Futebol - Sérgio Ferreira
O Guarda-Redes no Futebol - Sérgio Ferreira
Fundação Real Madrid
 
Club Brugge - Youth Development
Club Brugge - Youth DevelopmentClub Brugge - Youth Development
Club Brugge - Youth Development
Fundação Real Madrid
 
Modelo de Formação do "Pequeno" Jogador
Modelo de Formação do "Pequeno" JogadorModelo de Formação do "Pequeno" Jogador
Modelo de Formação do "Pequeno" Jogador
Fundação Real Madrid
 
"The Roadmap to International Success" - FFA National Curriculum 2013
"The Roadmap to International Success" - FFA National Curriculum 2013"The Roadmap to International Success" - FFA National Curriculum 2013
"The Roadmap to International Success" - FFA National Curriculum 2013
Fundação Real Madrid
 
Football Conditioning - FFA
Football Conditioning - FFAFootball Conditioning - FFA
Football Conditioning - FFA
Fundação Real Madrid
 
New Zealand FA Development Framework
New Zealand FA Development FrameworkNew Zealand FA Development Framework
New Zealand FA Development Framework
Fundação Real Madrid
 
Technical Report and Statistics - FIFA World Cup Brazil 2014
Technical Report and Statistics - FIFA World Cup Brazil 2014Technical Report and Statistics - FIFA World Cup Brazil 2014
Technical Report and Statistics - FIFA World Cup Brazil 2014
Fundação Real Madrid
 
Periodização Tática - Pressupostos e Fundamentos (2014)
Periodização Tática - Pressupostos e Fundamentos (2014)Periodização Tática - Pressupostos e Fundamentos (2014)
Periodização Tática - Pressupostos e Fundamentos (2014)
Fundação Real Madrid
 
FUNino: Horst Wein
FUNino: Horst WeinFUNino: Horst Wein
FUNino: Horst Wein
Fundação Real Madrid
 
Reunião de Preparação para o Jogo
Reunião de Preparação para o JogoReunião de Preparação para o Jogo
Reunião de Preparação para o Jogo
Fundação Real Madrid
 
The FA: Tesco Skills 5-11's
The FA:  Tesco Skills 5-11'sThe FA:  Tesco Skills 5-11's
The FA: Tesco Skills 5-11's
Fundação Real Madrid
 
LIVERPOOL FC - Training Drills
LIVERPOOL FC - Training DrillsLIVERPOOL FC - Training Drills
LIVERPOOL FC - Training Drills
Fundação Real Madrid
 
TACTICAL PERIODIZATION - Mourinho's Secret
TACTICAL PERIODIZATION - Mourinho's SecretTACTICAL PERIODIZATION - Mourinho's Secret
TACTICAL PERIODIZATION - Mourinho's Secret
Fundação Real Madrid
 
German Football Association - Talent Development
German Football Association - Talent DevelopmentGerman Football Association - Talent Development
German Football Association - Talent Development
Fundação Real Madrid
 
DFB - Youth Development Programme
DFB - Youth Development Programme DFB - Youth Development Programme
DFB - Youth Development Programme
Fundação Real Madrid
 
Belgium Youth Development
Belgium Youth DevelopmentBelgium Youth Development
Belgium Youth Development
Fundação Real Madrid
 
Pep Guardiola - Sesiones de Entrenamiento
Pep Guardiola - Sesiones de EntrenamientoPep Guardiola - Sesiones de Entrenamiento
Pep Guardiola - Sesiones de Entrenamiento
Fundação Real Madrid
 
AC Milan Methodology
AC Milan MethodologyAC Milan Methodology
AC Milan Methodology
Fundação Real Madrid
 
Liverpool FC - Coaching Manual
Liverpool FC - Coaching ManualLiverpool FC - Coaching Manual
Liverpool FC - Coaching Manual
Fundação Real Madrid
 
FC Barcelona - Youth Teams (Fútbol Base)
FC Barcelona - Youth Teams (Fútbol Base)FC Barcelona - Youth Teams (Fútbol Base)
FC Barcelona - Youth Teams (Fútbol Base)
Fundação Real Madrid
 

Mais de Fundação Real Madrid (20)

O Guarda-Redes no Futebol - Sérgio Ferreira
O Guarda-Redes no Futebol - Sérgio FerreiraO Guarda-Redes no Futebol - Sérgio Ferreira
O Guarda-Redes no Futebol - Sérgio Ferreira
 
Club Brugge - Youth Development
Club Brugge - Youth DevelopmentClub Brugge - Youth Development
Club Brugge - Youth Development
 
Modelo de Formação do "Pequeno" Jogador
Modelo de Formação do "Pequeno" JogadorModelo de Formação do "Pequeno" Jogador
Modelo de Formação do "Pequeno" Jogador
 
"The Roadmap to International Success" - FFA National Curriculum 2013
"The Roadmap to International Success" - FFA National Curriculum 2013"The Roadmap to International Success" - FFA National Curriculum 2013
"The Roadmap to International Success" - FFA National Curriculum 2013
 
Football Conditioning - FFA
Football Conditioning - FFAFootball Conditioning - FFA
Football Conditioning - FFA
 
New Zealand FA Development Framework
New Zealand FA Development FrameworkNew Zealand FA Development Framework
New Zealand FA Development Framework
 
Technical Report and Statistics - FIFA World Cup Brazil 2014
Technical Report and Statistics - FIFA World Cup Brazil 2014Technical Report and Statistics - FIFA World Cup Brazil 2014
Technical Report and Statistics - FIFA World Cup Brazil 2014
 
Periodização Tática - Pressupostos e Fundamentos (2014)
Periodização Tática - Pressupostos e Fundamentos (2014)Periodização Tática - Pressupostos e Fundamentos (2014)
Periodização Tática - Pressupostos e Fundamentos (2014)
 
FUNino: Horst Wein
FUNino: Horst WeinFUNino: Horst Wein
FUNino: Horst Wein
 
Reunião de Preparação para o Jogo
Reunião de Preparação para o JogoReunião de Preparação para o Jogo
Reunião de Preparação para o Jogo
 
The FA: Tesco Skills 5-11's
The FA:  Tesco Skills 5-11'sThe FA:  Tesco Skills 5-11's
The FA: Tesco Skills 5-11's
 
LIVERPOOL FC - Training Drills
LIVERPOOL FC - Training DrillsLIVERPOOL FC - Training Drills
LIVERPOOL FC - Training Drills
 
TACTICAL PERIODIZATION - Mourinho's Secret
TACTICAL PERIODIZATION - Mourinho's SecretTACTICAL PERIODIZATION - Mourinho's Secret
TACTICAL PERIODIZATION - Mourinho's Secret
 
German Football Association - Talent Development
German Football Association - Talent DevelopmentGerman Football Association - Talent Development
German Football Association - Talent Development
 
DFB - Youth Development Programme
DFB - Youth Development Programme DFB - Youth Development Programme
DFB - Youth Development Programme
 
Belgium Youth Development
Belgium Youth DevelopmentBelgium Youth Development
Belgium Youth Development
 
Pep Guardiola - Sesiones de Entrenamiento
Pep Guardiola - Sesiones de EntrenamientoPep Guardiola - Sesiones de Entrenamiento
Pep Guardiola - Sesiones de Entrenamiento
 
AC Milan Methodology
AC Milan MethodologyAC Milan Methodology
AC Milan Methodology
 
Liverpool FC - Coaching Manual
Liverpool FC - Coaching ManualLiverpool FC - Coaching Manual
Liverpool FC - Coaching Manual
 
FC Barcelona - Youth Teams (Fútbol Base)
FC Barcelona - Youth Teams (Fútbol Base)FC Barcelona - Youth Teams (Fútbol Base)
FC Barcelona - Youth Teams (Fútbol Base)
 

Programação, Periodização e Planificação do Treino de Futebol

  • 1. CURSO DE TREINADORES – II NÍVEL ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DO PORTO - 2009 PROGRAMAÇÃO, PERIODIZAÇÃO E PLANIFICAÇÃO DO TREINO DE FUTEBOL José Guilherme Oliveira goliveira@fade.up.pt
  • 2. A PROGRAMAÇÃO É a determinação dos conteúdos, das estratégias de acção e da forma de estruturação de todo o processo operacional que engloba o treino e o jogo (preparação para a criação de um Modelo de Jogo). A PERIODIZAÇÃO É a divisão da época em períodos, com objectivos específicos, de forma a facilitar criação de uma forma de jogar, isto é, de um MODELO DE JOGO e do respectivo processo evolutivo. A PLANIFICAÇÃO É a elaboração de um plano de actividades para realizar um conjunto de tarefas. Para que tal possa acontecer, é necessário determinar um conjunto de objectivos e definir os conteúdos e as estratégias ideais para os atingir.
  • 3. A PERIODIZAÇÃO E A PLANIFICAÇÃO ANUAL - MACROCICLO MESOCICLO MICROCICLO / MORFOCICLO TREINO EXERCÍCIO
  • 4. 1. PREPARAR A ÉPOCA 2. PREPARAR SEMANA (MICROCICLO / MORFOCICLO) 3. PREPARAR TREINO 4. PREPARAR O EXERCÍCIO
  • 5. 1. PREPARAR A ÉPOCA 2. PREPARAR SEMANA (MICROCICLO / MORFOCICLO) 3. PREPARAR TREINO 4. PREPARAR O EXERCÍCIO
  • 6. QUEM É QUE VAMOS TREINAR? SÉNIORES OU FORMAÇÃO?
  • 7. DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAL E COLECTIVO NA FORMAÇÃO
  • 8. DESENVOLVIMENTO INDIVIDUAL E COLECTIVO NOS SÉNIORES
  • 10. CRIAR UM MODELO DE JOGO IDEIAS DO TREINADOR COMPREENSÃO DE JOGO E QUALIDADE DOS JOGADORES MODELO DE JOGO
  • 11. CRIAR UM MODELO DE JOGO ORG. OFENSIVA TRANS. TRANS. OFENSIVA DEFENSIVA ORG. DEFENSIVA
  • 12. 1. PREPARAR A ÉPOCA 2. PREPARAR SEMANA (MICROCICLO / MORFOCICLO) 3. PREPARAR TREINO 4. PREPARAR O EXERCÍCIO
  • 13. A NOSSA FORMA DE JOGAR MODELO DE JOGO ORG. OFENSIVA TRANS. TRANS. OFENSIVA DEFENSIVA ORG. DEFENSIVA
  • 14. A NOSSA FORMA DE JOGAR ASPECTOS POSITIVOS E NEGATIVOS DO JOGO ANTERIOR O QUE O QUE FIZEMOS BEM FIZEMOS MAL
  • 15. A NOSSA FORMA DE JOGAR ASPECTOS POSITIVOS E NEGATIVOS DO JOGO ANTERIOR CARACTERÍSTICAS POSITIVAS E NEGATIVAS DO PRÓXIMO ADVERSÁRIO ASPECTOS A APROVEITAR ASPECTOS A TER EM CONSIDERAÇÃO
  • 16. A NOSSA FORMA DE JOGAR ASPECTOS POSITIVOS E NEGATIVOS DO JOGO ANTERIOR CARACTERÍSTICAS POSITIVAS E NEGATIVAS DO PRÓXIMO ADVERSÁRIO OBJECTIVOS DA SEMANA
  • 17. OBJECTIVOS DA SEMANA ORG. DEFENSIVA Melhorar a organização sectorial do sector defensivo. Melhorar a organização inter-sectorial entre meio-campo e ataque. TRANSIÇÃO OFENSIVA Melhorar o primeiro passe para saída da pressão. ORG. OFENSIVA Melhorar as saídas curtas pela zona central entre defesa e meio-campo. Melhorar a identificação do momento de dar profundidade quando em posse da bola (sector do meio-campo). TRANSIÇÃO DEFENSIVA Melhorar a mudança de atitude e a pressão na bola e espaço circundante BOLAS PARADAS DEFENSIVAS: melhorar o posicionamento nos livres laterais. OFENSIVAS: melhorar o posicionamento e as movimentações nos cantos.
  • 18. A NOSSA FORMA DE JOGAR ASPECTOS POSITIVOS E NEGATIVOS DO JOGO ANTERIOR CARACTERÍSTICAS POSITIVAS E NEGATIVAS DO PRÓXIMO ADVERSÁRIO OBJECTIVOS DA SEMANA OBJECTIVOS DOS DIFERENTES DIAS: TÁCTICOS, TÉCNICOS E FISIOLÓGICOS
  • 19. DINÂMICA DO ESFORÇO ESPECÍFICO As Contracções Musculares caracterizam-se pela: TENSÃO DURAÇÃO Jogo e Exercícios de Treino DURAÇÃO TENSÃO VELOCIDADE VELOCIDADE
  • 20. DINÂMICA DO ESFORÇO ESPECÍFICO JOGO JOGO Dinâmica Específica TREINO Sub Dinâmicas Específicas DURAÇÃO TENSÃO Recuperação Activa RECUPERAÇÃO VELOCIDADE RECUPERAÇÃO PRÉ-ACTIVAÇÃO
  • 21. DINÂMICA DO ESFORÇO ESPECÍFICO Lógica da Dinâmica dos Esforços JOGO DOM. JOGO SEG. TER. QUA. QUI. Dinâmica - JOGO Recuperação Activa Sub Dinâmica - TENSÃO Sub Dinâmica - DURAÇÃO Sub Dinâmica - VELOCIDADE Recuperação Activa – Pré Activação SEX. SAB. DOM.
  • 22. SUB DINÂMICAS DO ESFORÇO ESPECÍFICO RECUPERAÇÃO ACTIVA – 2º Dia após o Jogo Características dos Exercícios: • Devem ser realizados em espaços curtos/reduzidos…; • O número de jogadores pode ser muito variado; • O tempo de exercitação não deve ser prolongado; • A intensidade deve ser muito reduzida PODE-SE EXECUTAR EXERCÍCIOS COM O TIPO DE MOBILIDADE QUE SURGE EM SITUAÇÃO DE JOGO, CONTUDO, A INTENSIDADE A QUE DEVEM SER REALIZADOS OS MOVIMENTOS DEVE SER MUITO BAIXA.
  • 23. SUB DINÂMICAS DO ESFORÇO ESPECÍFICO TENSÃO Características dos Exercícios: • Devem ser realizados em espaços curtos; • Com um número reduzido de jogadores; • O tempo de exercitação deve ser reduzido; • A intensidade “superior” à do jogo. TIPO DE ESFORÇO COM MUITA INTERACÇÃO ENTRE CONCENTRICAS E EXCENTRICAS – DENSIDADE DE TENSÕES ALTAS CONTRACÇÕES
  • 24. SUB DINÂMICAS DO ESFORÇO ESPECÍFICO DURAÇÃO Características dos Exercícios: • Devem ser realizados em espaços grandes; • Com um número elevado de jogadores; • O tempo de exercitação deve ser longo; • A intensidade idêntica à do jogo. TIPO DE ESFORÇO MUITO SEMELHANTE AO DO JOGO
  • 25. SUB DINÂMICAS DO ESFORÇO ESPECÍFICO VELOCIDADE Características dos Exercícios: • Devem ser realizados em espaços não muito grandes; • O número de jogadores pode ser muito variado; • O tempo de exercitação deve ser curto; • A intensidade é elevada mas que permitam tempos de recuperação. TIPO DE ESFORÇO EM QUE AS ACÇÕES E DECISÕES SEJAM RÁPIDAS, MAS QUE NÃO HAJA UMA GRANDE DENSIDADE DE TENSÕES ALTAS.
  • 26. SUB DINÂMICAS DO ESFORÇO ESPECÍFICO RECUPERAÇÃO – PRÉ ACTIVAÇÃO Características dos Exercícios: • Devem ser realizados em espaços não muito grandes; • O número de jogadores pode ser muito variado; • O tempo de exercitação deve ser curto; • A intensidade pode ser elevada mas que permitam tempos de recuperação sempre completa; • O tempo de duração do treino não deve ser grande.
  • 27. A NOSSA FORMA DE JOGAR ASPECTOS POSITIVOS E NEGATIVOS DO JOGO ANTERIOR CARACTERÍSTICAS POSITIVAS E NEGATIVAS DO PRÓXIMO ADVERSÁRIO OBJECTIVOS DA SEMANA OBJECTIVOS DOS DIFERENTES DIAS (TÁCTICOS, TÉCNICOS E FISIOLÓGICOS) FORMAÇÃO MELHORIA DOS ASPECTOS INDIVIDUAIS: TÉCNICOS; ESPECÍFIOCOS DE POSIÇÃO TREINO DE EQUIPA TREINO DE GRUPO
  • 28. PLANO SEMANAL (MICROCICLO / MORFOCICLO) OBJECTIVOS DOMINGO JOGO 2ª FEIRA Recuperação passiva (dia de folga). 3ª FEIRA Recuperação activa. Objectivos ?????? 4ª FEIRA Sub-dinâmica Tensão. Objectivos ?????? 5ª FEIRA Sub-dinâmica Duração. Objectivos ?????? 6ª FEIRA Sub-dinâmica Velocidade. Objectivos ?????? SÁBADO Recuperação activa (pré-activação). Objectivos ?????? DOMINGO JOGO
  • 29. 1. PREPARAR A ÉPOCA 2. PREPARAR SEMANA (MICROCICLO / MORFOCICLO) 3. PREPARAR TREINO 4. PREPARAR O EXERCÍCIO
  • 30. OBJECTIVOS TÁCTICOS E TÉCNICOS OBJECTIVOS FISIOLÓGICOS EXERCÍCIOS: OBJECTIVOS TÁCTICOS E/OU TÉCNICOS; OBJECTIVOS FISIOLÓGICOS – SUB-DINÂMICA
  • 31. PARTE INICIAL PREPARAR ORGANISMO PARA O ESFORÇO. MAS QUE ESFORÇO? SUB-DINÂMICA DO DIA. PREPARAR O “CORPO E A MENTE” PARA AS EXIGÊNCIAS TÉCNICAS, TÁCTICAS E PSICOLÓGICAS QUE A PARTE FINDAMENTAL DO TREINO VAI EXIGIR. TAMBÉM PODE SER UTILIZADA PARA DESENVOLVIMENTO TÉCNICO.
  • 32. PARTE FUNDAMENTAL DESENVOLVER, EXERCITAR… OS OBJECTIVOS PRETENDIDOS PELO TREINO EXERCITAR O TIPO DE ESFORÇO QUE ESSE DIA REQUISITA PROMOVER RELAÇÃO ENTRE EXERCÍCIOS
  • 33. PARTE FINAL RETORNO À CALMA AVALIAÇÃO FINAL DO DESEMPENHO REFORÇO ABDOMINAL E DORSO / LOMBAR
  • 34. PLANO SEMANAL (MICROCICLO / MORFOCICLO) OBJECTIVOS DOMINGO JOGO 2ª FEIRA 3ª FEIRA 4ª FEIRA ???????????? 5ª FEIRA Sub-dinâmica Duração. Objectivos………. 6ª FEIRA SÁBADO DOMINGO JOGO
  • 35. 1. PREPARAR A ÉPOCA 2. PREPARAR SEMANA (MICROCICLO / MORFOCICLO) 3. PREPARAR TREINO 4. PREPARAR O EXERCÍCIO
  • 36. DEFINIR OS OBJECTIVOS DO EXERCÍCIO DEFINIR A ESTRUTURA E DINÂMICA DO EXERCÍCIO PREPARAR A INSTRUÇÃO / FEEDBACKS: - ANTES; - DURANTE; - DEPOIS EXPLICAR AS IMPLICAÇÕES QUE TÊM NO “NOSSO” JOGO 11X11
  • 37. PLANO SEMANAL (MICROCICLO / MORFOCICLO) OBJECTIVOS DOMINGO JOGO 2ª FEIRA 3ª FEIRA 4ª FEIRA 5ª FEIRA PREPARAR UM EXERCÍCIO Sub-dinâmica Duração. Objectivos………. 6ª FEIRA SÁBADO DOMINGO JOGO