SlideShare uma empresa Scribd logo
Profª Aline Cristina Souza dos Santos
aline.engenheira@hotmail.com
GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO
SECRETARIA DE ESTADO E CIÊNCIA E TECNOLOGIA - SECITEC
ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL DE SINOP
DEFINIÇÕES
• Consiste na organização para a execução,
incluindo o orçamento e a programação da
obra.
PLANEJAMENTO
• É uma previsão (ou estimativa) do custo ou do
preço de uma obra.
ORÇAMENTO
ORÇAMENTO
O QUE ELE NÃO É
• Adivinhação
• Chute
• Aposta
O QUE ELE É
• Ferramenta de
planejamento
• Peça chave de
processo de Licitação
• Ferramenta de
controle de produção
• Valor correspondente à soma de todos os gastos
necessários para a execução de obra.
CUSTO
• É igual ao custo acrescido da margem de lucro.
PREÇO
CUSTO
LUCRO E
IMPOSTOS
PREÇO
VALORES EMBUTIDOS
CUSTO DIRETO
• Mão de Obra
• Materiais
• Equipamentos
CUSTO INDIRETO
• Pessoal Administrativo
• Despesas Gerais
• Despesas com Imprevistos
IMPOSTOS
LUCRO
GRAUS DE ORÇAMENTO
Estimativa de Custo
Orçamento Preliminar
Orçamento Detalhado
TIPO MARGEM DE ERRO ELEMENTOS TÉCNICOS NECESSÁRIOS
ESTIMATIVA
DE CUSTO

±30% a ±15%
Anteprojeto ou projeto indicativo
Especificações genéricas
Área de Construção
Padrão de Acabamento
Custo unitário de obra semelhante ou Custo
Unitário Básico (CUB)
ORÇAMENTO
PRELIMINAR

±15% a ±10%
Projeto Executivo
Especificações sucintas, mas definidas
Composições de preços de serviços genéricos
Preços de Insumos de referência
ORÇAMENTO
DETALHADO

±10% a ±5%
Projeto Executivo e Projetos Complementares
Especificações precisas
Composições de preços de serviços específicas
Preços de insumos de acordo com a escala do
serviço
Planejamento da Obra
FASES DE PROJETO
CONCEPÇÃO
CONSOLIDAÇÃO
DESENVOLVIMENTO
PROJETO OFICIAL
FASES DE PROJETO
CONCEPÇÃO
Termos de
Referência
Estudo Preliminar
Ante-Projeto
CONSOLIDAÇÃO
Projeto Básico
Análise de
Viabilidade
DESENVOLVIMENTO
Projeto Executivo
Detalhamento de
Projeto
Projetos
Complementares
Especificação
Técnica
Memorial
Descritivo
Caderno de
Encargos
PROJETO
OFICIAL
Projeto para
Legalização RIMA
CONSTRUÇÃO CONVENCIONAL
Projeto tradicional
Serviços bem conhecidos
pela construtora
Registros de obras
similares
Sem grandes indefinições e
interferências
CONSTRUÇÃO CONVENCIONAL
Casas Populares
Edifícios Residenciais
Adutoras de Água
Linhas de Distribuição de
Energia Elétrica
CONSTRUÇÃO CONVENCIONAL
Casas Populares
Edifícios Residenciais
Adutoras de Água
Linhas de Distribuição de
Energia Elétrica
CONSTRUÇÃO CONVENCIONAL
Casas Populares
Edifícios Residenciais
Adutoras de Água
Linhas de Distribuição de
Energia Elétrica
CONSTRUÇÃO CONVENCIONAL
Casas Populares
Edifícios Residenciais
Adutoras de Água
Linhas de Distribuição de
Energia Elétrica
CONSTRUÇÃO NÃO CONVENCIONAL
Projeto sem precedentes
Design inovador
Tecnologia construtiva
pouco usada
Grandes indefinições e
interferências
CONSTRUÇÃO NÃO CONVENCIONAL
CONSTRUÇÃO NÃO CONVENCIONAL
CONSTRUÇÃO NÃO CONVENCIONAL
CONSTRUÇÃO NÃO CONVENCIONAL
CONSTRUÇÃO NÃO CONVENCIONAL
ESTIMATIVA DE CUSTOS
“Avaliação expedita com base em custos históricos e
comparação com projetos similares.” (MATOS, 2006)
Custo do metro
quadrado
construído
R$/m²
Custo por metro
linear de rede
de drenagem ou
esgoto
R$/mL
Custo por
hectare de
urbanização
R$/he
Custo por
megawatt de
energia
instalado
R$/MW
Custo por
quilômetro de
estrada
R$/Km
A Estimativa de Custos não elimina a necessidade
de fazer o Orçamento Detalhado!
LEI 4.591/64
Atribui à ABNT a tarefa de padronizar critérios e
normas para cálculo de Custos Unitários de
construção, execução de orçamento e avaliação
global da obra.
NBR 12721/2006
Critérios de coleta, cálculo, insumos representativos e
os pesos de acordo com os padrões de construção.
Padrões de construção
• Baixo
• Normal
• Alto
Condições de acabamento
Qualidade do material
Equipamentos existentes
CUB
Custo Unitário Básico da Construção Civil
Custo por m² de construção
Calculado utilizando
coeficientes da NBR 12721
Preços unitários de insumos
fruto de pesquisa mensal
Feito pelos SINDUSCON com
divulgação pública
www.cub.org.br
CUB NÃO LEVA EM CONTA....
Cartilha do CUB
www.cub.org.br/docs/cartilha_CUB_NET.pdf
REFERÊNCIAS
AZEREDO, Hélio Alves de. Edifício até sua cobertura. 2. Ed. São Paulo:
Edgard Blücher Ltda. 1997.
BORGES, Alberto de Campos; LEITE, Jaime Lopes; MONTEFUSCO,
Elizabeth. Prática das pequenas construções, Volume 1. 8. Ed. rev e
ampl. – São Paulo: Edgard Blücher, 2004.
VARALLA, Ruy. Planejamento e controle de obras. Coleção primeiros
passos da qualidade no canteiro de obras – São Paulo: O Nome da
Rosa, 2003.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Curso orçamento de obras de construção civil módulo i rev
Curso orçamento de obras de construção civil   módulo i revCurso orçamento de obras de construção civil   módulo i rev
Curso orçamento de obras de construção civil módulo i rev
fernanda88650416
 
Etapas de um projeto de arquitetura
Etapas de um projeto de arquiteturaEtapas de um projeto de arquitetura
Etapas de um projeto de arquitetura
Mariana Azevedo
 
Cronograma de Obras em 4 Passos
Cronograma de Obras em 4 PassosCronograma de Obras em 4 Passos
Cronograma de Obras em 4 Passos
Engenheiro No Canteiro
 
Aula 05 Planejamento e Controle de Obras
Aula 05 Planejamento e Controle de ObrasAula 05 Planejamento e Controle de Obras
Aula 05 Planejamento e Controle de Obras
Gabriel Do Nascimento Pereira
 
Planejamento e controle da produção na construção
Planejamento e controle da produção na construçãoPlanejamento e controle da produção na construção
Planejamento e controle da produção na construção
Ricardo Mendes Jr
 
Orçamentação de obras palestra
Orçamentação de obras   palestraOrçamentação de obras   palestra
Orçamentação de obras palestra
Rejane Mendes
 
84 slides gestão logística no canteiro de obra nov 2015
84  slides  gestão  logística  no  canteiro  de  obra  nov 201584  slides  gestão  logística  no  canteiro  de  obra  nov 2015
84 slides gestão logística no canteiro de obra nov 2015
delano chaves gurgel do amaral
 
Introdução a engenharia aula 2 - construção civil
Introdução a engenharia   aula 2 - construção civilIntrodução a engenharia   aula 2 - construção civil
Introdução a engenharia aula 2 - construção civil
Rafael José Rorato
 
Aula 15 parte 1 conceitos e métodos
Aula 15   parte 1 conceitos e métodosAula 15   parte 1 conceitos e métodos
Aula 15 parte 1 conceitos e métodos
Felipe Petit
 
Apresentação sobre obras públicas - planejamento - encontro pgf
Apresentação sobre obras públicas - planejamento - encontro pgfApresentação sobre obras públicas - planejamento - encontro pgf
Apresentação sobre obras públicas - planejamento - encontro pgf
Daniel Barral
 
Locação de obras
Locação de obrasLocação de obras
Locação de obras
Otavio Patricio
 
Gestão de Obras
Gestão de ObrasGestão de Obras
Gestão de Obras
Sheila Moreira Bezerra
 
Aula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquiteturaAula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquitetura
UNAERP
 
Aula unidade 3
Aula unidade 3Aula unidade 3
Aula unidade 3
UNAERP
 
Ferramentas Utilizadas na Construção de Edificações
Ferramentas Utilizadas na Construção de EdificaçõesFerramentas Utilizadas na Construção de Edificações
Ferramentas Utilizadas na Construção de Edificações
Marcelo Magalhaes Barbosa
 
Planejamento de obra aula 41 e 42
Planejamento de obra   aula 41 e 42Planejamento de obra   aula 41 e 42
Planejamento de obra aula 41 e 42
Aline Cristina Souza dos Santos
 
Engenharia civil
Engenharia civilEngenharia civil
Alvenaria
AlvenariaAlvenaria
Desenho Arquitetônico.
Desenho Arquitetônico.Desenho Arquitetônico.
Desenho Arquitetônico.
Jean Paulo Mendes Alves
 
Desenho tecnico arquitetonico leitura de projetos
Desenho tecnico arquitetonico   leitura de projetosDesenho tecnico arquitetonico   leitura de projetos
Desenho tecnico arquitetonico leitura de projetos
LehTec
 

Mais procurados (20)

Curso orçamento de obras de construção civil módulo i rev
Curso orçamento de obras de construção civil   módulo i revCurso orçamento de obras de construção civil   módulo i rev
Curso orçamento de obras de construção civil módulo i rev
 
Etapas de um projeto de arquitetura
Etapas de um projeto de arquiteturaEtapas de um projeto de arquitetura
Etapas de um projeto de arquitetura
 
Cronograma de Obras em 4 Passos
Cronograma de Obras em 4 PassosCronograma de Obras em 4 Passos
Cronograma de Obras em 4 Passos
 
Aula 05 Planejamento e Controle de Obras
Aula 05 Planejamento e Controle de ObrasAula 05 Planejamento e Controle de Obras
Aula 05 Planejamento e Controle de Obras
 
Planejamento e controle da produção na construção
Planejamento e controle da produção na construçãoPlanejamento e controle da produção na construção
Planejamento e controle da produção na construção
 
Orçamentação de obras palestra
Orçamentação de obras   palestraOrçamentação de obras   palestra
Orçamentação de obras palestra
 
84 slides gestão logística no canteiro de obra nov 2015
84  slides  gestão  logística  no  canteiro  de  obra  nov 201584  slides  gestão  logística  no  canteiro  de  obra  nov 2015
84 slides gestão logística no canteiro de obra nov 2015
 
Introdução a engenharia aula 2 - construção civil
Introdução a engenharia   aula 2 - construção civilIntrodução a engenharia   aula 2 - construção civil
Introdução a engenharia aula 2 - construção civil
 
Aula 15 parte 1 conceitos e métodos
Aula 15   parte 1 conceitos e métodosAula 15   parte 1 conceitos e métodos
Aula 15 parte 1 conceitos e métodos
 
Apresentação sobre obras públicas - planejamento - encontro pgf
Apresentação sobre obras públicas - planejamento - encontro pgfApresentação sobre obras públicas - planejamento - encontro pgf
Apresentação sobre obras públicas - planejamento - encontro pgf
 
Locação de obras
Locação de obrasLocação de obras
Locação de obras
 
Gestão de Obras
Gestão de ObrasGestão de Obras
Gestão de Obras
 
Aula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquiteturaAula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquitetura
 
Aula unidade 3
Aula unidade 3Aula unidade 3
Aula unidade 3
 
Ferramentas Utilizadas na Construção de Edificações
Ferramentas Utilizadas na Construção de EdificaçõesFerramentas Utilizadas na Construção de Edificações
Ferramentas Utilizadas na Construção de Edificações
 
Planejamento de obra aula 41 e 42
Planejamento de obra   aula 41 e 42Planejamento de obra   aula 41 e 42
Planejamento de obra aula 41 e 42
 
Engenharia civil
Engenharia civilEngenharia civil
Engenharia civil
 
Alvenaria
AlvenariaAlvenaria
Alvenaria
 
Desenho Arquitetônico.
Desenho Arquitetônico.Desenho Arquitetônico.
Desenho Arquitetônico.
 
Desenho tecnico arquitetonico leitura de projetos
Desenho tecnico arquitetonico   leitura de projetosDesenho tecnico arquitetonico   leitura de projetos
Desenho tecnico arquitetonico leitura de projetos
 

Destaque

Planejamento de obra aula 47 e 48
Planejamento de obra   aula 47 e 48Planejamento de obra   aula 47 e 48
Planejamento de obra aula 47 e 48
Aline Cristina Souza dos Santos
 
Planejamento de obra aula 15 e 16
Planejamento de obra   aula 15 e 16Planejamento de obra   aula 15 e 16
Planejamento de obra aula 15 e 16
Aline Cristina Souza dos Santos
 
Planejamento de obra aula 17 e 18
Planejamento de obra   aula 17 e 18Planejamento de obra   aula 17 e 18
Planejamento de obra aula 17 e 18
Aline Cristina Souza dos Santos
 
Planejamento de obra aula 19 e 20
Planejamento de obra   aula 19 e 20Planejamento de obra   aula 19 e 20
Planejamento de obra aula 19 e 20
Aline Cristina Souza dos Santos
 
Planejamento de obra aula 45 e 46
Planejamento de obra   aula 45 e 46Planejamento de obra   aula 45 e 46
Planejamento de obra aula 45 e 46
Aline Cristina Souza dos Santos
 
Planejamento de obra aula 29 e 30
Planejamento de obra   aula 29 e 30Planejamento de obra   aula 29 e 30
Planejamento de obra aula 29 e 30
Aline Cristina Souza dos Santos
 
Planejamento de obra aula 43 e 44
Planejamento de obra   aula 43 e 44Planejamento de obra   aula 43 e 44
Planejamento de obra aula 43 e 44
Aline Cristina Souza dos Santos
 
Introdução a engenharia - aula 6 -
Introdução a engenharia  - aula 6 -Introdução a engenharia  - aula 6 -
Introdução a engenharia - aula 6 -
Rafael José Rorato
 
Planejamento de obra aula 35 a 40
Planejamento de obra   aula 35 a 40Planejamento de obra   aula 35 a 40
Planejamento de obra aula 35 a 40
Aline Cristina Souza dos Santos
 
Aula 18 nbr 12721
Aula 18   nbr 12721Aula 18   nbr 12721
Aula 18 nbr 12721
Felipe Petit
 
Etapas e execução de uma obra
Etapas e execução de uma obraEtapas e execução de uma obra
Etapas e execução de uma obra
Felipe_Freitas
 
áReas potencialmente viáveis para investimento no brasil
áReas  potencialmente   viáveis  para  investimento  no  brasiláReas  potencialmente   viáveis  para  investimento  no  brasil
áReas potencialmente viáveis para investimento no brasil
Augusto Paiva
 
Antônio roberto da costa entrega 50 casas populares
Antônio roberto da costa entrega 50 casas popularesAntônio roberto da costa entrega 50 casas populares
Antônio roberto da costa entrega 50 casas populares
Fabio Guilherme
 
Aula 1 componentes de canteiro de obra
Aula 1   componentes de canteiro de obraAula 1   componentes de canteiro de obra
Aula 1 componentes de canteiro de obra
Carolina Ferreira de Oliveira
 
Aula 02 escopo
Aula 02 escopoAula 02 escopo
Aula 02 escopo
J Junior Lima
 
06 aula 02 atualizada 2012 resumida
06  aula 02 atualizada 2012 resumida06  aula 02 atualizada 2012 resumida
06 aula 02 atualizada 2012 resumida
Antonio Costa
 
Casa Popular Eficiente apresentação da ULBRA - FEISMA 2009
Casa Popular Eficiente apresentação da ULBRA - FEISMA 2009Casa Popular Eficiente apresentação da ULBRA - FEISMA 2009
Casa Popular Eficiente apresentação da ULBRA - FEISMA 2009
Larissa Pereira Mayer
 
O papel do gerenciamento na obras públicas: um meio de evitar corrupção e des...
O papel do gerenciamento na obras públicas: um meio de evitar corrupção e des...O papel do gerenciamento na obras públicas: um meio de evitar corrupção e des...
O papel do gerenciamento na obras públicas: um meio de evitar corrupção e des...
Sinaenco - Sindicato da Arquitetura e Engenharia Consultiva
 
Gerenciamento de Obras e Projetos
Gerenciamento de Obras e ProjetosGerenciamento de Obras e Projetos
Gerenciamento de Obras e Projetos
farmacoterapiacpg
 
Gerenciamento de Projetos de Engenharia – Lições Aprendidas em Empreendimento...
Gerenciamento de Projetos de Engenharia – Lições Aprendidas em Empreendimento...Gerenciamento de Projetos de Engenharia – Lições Aprendidas em Empreendimento...
Gerenciamento de Projetos de Engenharia – Lições Aprendidas em Empreendimento...
barcellosreis
 

Destaque (20)

Planejamento de obra aula 47 e 48
Planejamento de obra   aula 47 e 48Planejamento de obra   aula 47 e 48
Planejamento de obra aula 47 e 48
 
Planejamento de obra aula 15 e 16
Planejamento de obra   aula 15 e 16Planejamento de obra   aula 15 e 16
Planejamento de obra aula 15 e 16
 
Planejamento de obra aula 17 e 18
Planejamento de obra   aula 17 e 18Planejamento de obra   aula 17 e 18
Planejamento de obra aula 17 e 18
 
Planejamento de obra aula 19 e 20
Planejamento de obra   aula 19 e 20Planejamento de obra   aula 19 e 20
Planejamento de obra aula 19 e 20
 
Planejamento de obra aula 45 e 46
Planejamento de obra   aula 45 e 46Planejamento de obra   aula 45 e 46
Planejamento de obra aula 45 e 46
 
Planejamento de obra aula 29 e 30
Planejamento de obra   aula 29 e 30Planejamento de obra   aula 29 e 30
Planejamento de obra aula 29 e 30
 
Planejamento de obra aula 43 e 44
Planejamento de obra   aula 43 e 44Planejamento de obra   aula 43 e 44
Planejamento de obra aula 43 e 44
 
Introdução a engenharia - aula 6 -
Introdução a engenharia  - aula 6 -Introdução a engenharia  - aula 6 -
Introdução a engenharia - aula 6 -
 
Planejamento de obra aula 35 a 40
Planejamento de obra   aula 35 a 40Planejamento de obra   aula 35 a 40
Planejamento de obra aula 35 a 40
 
Aula 18 nbr 12721
Aula 18   nbr 12721Aula 18   nbr 12721
Aula 18 nbr 12721
 
Etapas e execução de uma obra
Etapas e execução de uma obraEtapas e execução de uma obra
Etapas e execução de uma obra
 
áReas potencialmente viáveis para investimento no brasil
áReas  potencialmente   viáveis  para  investimento  no  brasiláReas  potencialmente   viáveis  para  investimento  no  brasil
áReas potencialmente viáveis para investimento no brasil
 
Antônio roberto da costa entrega 50 casas populares
Antônio roberto da costa entrega 50 casas popularesAntônio roberto da costa entrega 50 casas populares
Antônio roberto da costa entrega 50 casas populares
 
Aula 1 componentes de canteiro de obra
Aula 1   componentes de canteiro de obraAula 1   componentes de canteiro de obra
Aula 1 componentes de canteiro de obra
 
Aula 02 escopo
Aula 02 escopoAula 02 escopo
Aula 02 escopo
 
06 aula 02 atualizada 2012 resumida
06  aula 02 atualizada 2012 resumida06  aula 02 atualizada 2012 resumida
06 aula 02 atualizada 2012 resumida
 
Casa Popular Eficiente apresentação da ULBRA - FEISMA 2009
Casa Popular Eficiente apresentação da ULBRA - FEISMA 2009Casa Popular Eficiente apresentação da ULBRA - FEISMA 2009
Casa Popular Eficiente apresentação da ULBRA - FEISMA 2009
 
O papel do gerenciamento na obras públicas: um meio de evitar corrupção e des...
O papel do gerenciamento na obras públicas: um meio de evitar corrupção e des...O papel do gerenciamento na obras públicas: um meio de evitar corrupção e des...
O papel do gerenciamento na obras públicas: um meio de evitar corrupção e des...
 
Gerenciamento de Obras e Projetos
Gerenciamento de Obras e ProjetosGerenciamento de Obras e Projetos
Gerenciamento de Obras e Projetos
 
Gerenciamento de Projetos de Engenharia – Lições Aprendidas em Empreendimento...
Gerenciamento de Projetos de Engenharia – Lições Aprendidas em Empreendimento...Gerenciamento de Projetos de Engenharia – Lições Aprendidas em Empreendimento...
Gerenciamento de Projetos de Engenharia – Lições Aprendidas em Empreendimento...
 

Último

AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...
Consultoria Acadêmica
 
PORTIFÓLIO ENGENHEIRO FABRICIO FALCAO - GESTÃO DE PROJETOS|BIM|SCRUM
PORTIFÓLIO ENGENHEIRO FABRICIO FALCAO - GESTÃO DE PROJETOS|BIM|SCRUMPORTIFÓLIO ENGENHEIRO FABRICIO FALCAO - GESTÃO DE PROJETOS|BIM|SCRUM
PORTIFÓLIO ENGENHEIRO FABRICIO FALCAO - GESTÃO DE PROJETOS|BIM|SCRUM
Fabricio Rodrigues Falcão
 
AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024
AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024
AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024
Consultoria Acadêmica
 
Apresentação concreto autodesempenho 123
Apresentação concreto autodesempenho 123Apresentação concreto autodesempenho 123
Apresentação concreto autodesempenho 123
GabrielGarcia356832
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...
Consultoria Acadêmica
 
Aula Vigor de Sementes - Aula Vigor de Sementes
Aula Vigor de Sementes - Aula Vigor de SementesAula Vigor de Sementes - Aula Vigor de Sementes
Aula Vigor de Sementes - Aula Vigor de Sementes
WeltonAgostinhoDias1
 
Aula 3 - Carga Elétrica e Eletrização.pptx
Aula 3 - Carga Elétrica e Eletrização.pptxAula 3 - Carga Elétrica e Eletrização.pptx
Aula 3 - Carga Elétrica e Eletrização.pptx
RafaelRocha658505
 
CERTIFICADOS ENGENHEIRO FABRICIO FALCAO - GESTÃO DE PROJETOS|BIM|SCRUM
CERTIFICADOS ENGENHEIRO FABRICIO FALCAO - GESTÃO DE PROJETOS|BIM|SCRUMCERTIFICADOS ENGENHEIRO FABRICIO FALCAO - GESTÃO DE PROJETOS|BIM|SCRUM
CERTIFICADOS ENGENHEIRO FABRICIO FALCAO - GESTÃO DE PROJETOS|BIM|SCRUM
Fabricio Rodrigues Falcão
 
Elementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.ppt
Elementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.pptElementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.ppt
Elementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.ppt
Wagner Moraes
 
AULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdf
AULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdfAULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdf
AULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdf
MaxwellBentodeOlivei1
 
Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...
Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...
Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...
pereiramarcossantos0
 

Último (11)

AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL EMPREENDEDORISMO CORPORATIVO UNICES...
 
PORTIFÓLIO ENGENHEIRO FABRICIO FALCAO - GESTÃO DE PROJETOS|BIM|SCRUM
PORTIFÓLIO ENGENHEIRO FABRICIO FALCAO - GESTÃO DE PROJETOS|BIM|SCRUMPORTIFÓLIO ENGENHEIRO FABRICIO FALCAO - GESTÃO DE PROJETOS|BIM|SCRUM
PORTIFÓLIO ENGENHEIRO FABRICIO FALCAO - GESTÃO DE PROJETOS|BIM|SCRUM
 
AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024
AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024
AE03 - LOGISTICA EMPRESARIAL UNICESUMAR 52/2024
 
Apresentação concreto autodesempenho 123
Apresentação concreto autodesempenho 123Apresentação concreto autodesempenho 123
Apresentação concreto autodesempenho 123
 
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...
AE03 - ESTUDO CONTEMPORÂNEO E TRANSVERSAL COMUNICAÇÃO ASSERTIVA E INTERPESSOA...
 
Aula Vigor de Sementes - Aula Vigor de Sementes
Aula Vigor de Sementes - Aula Vigor de SementesAula Vigor de Sementes - Aula Vigor de Sementes
Aula Vigor de Sementes - Aula Vigor de Sementes
 
Aula 3 - Carga Elétrica e Eletrização.pptx
Aula 3 - Carga Elétrica e Eletrização.pptxAula 3 - Carga Elétrica e Eletrização.pptx
Aula 3 - Carga Elétrica e Eletrização.pptx
 
CERTIFICADOS ENGENHEIRO FABRICIO FALCAO - GESTÃO DE PROJETOS|BIM|SCRUM
CERTIFICADOS ENGENHEIRO FABRICIO FALCAO - GESTÃO DE PROJETOS|BIM|SCRUMCERTIFICADOS ENGENHEIRO FABRICIO FALCAO - GESTÃO DE PROJETOS|BIM|SCRUM
CERTIFICADOS ENGENHEIRO FABRICIO FALCAO - GESTÃO DE PROJETOS|BIM|SCRUM
 
Elementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.ppt
Elementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.pptElementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.ppt
Elementos de Máquina aplicados na tornearia mecânica.ppt
 
AULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdf
AULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdfAULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdf
AULA LEI DOS SENOS OU COSSENOS - parte final (3) (1).pdf
 
Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...
Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...
Simbologia e Terminologia de Instrumentação da Norma ISA 5.1 - Simbologia_ISA...
 

Planejamento de obra aula 31 a 34

  • 1. Profª Aline Cristina Souza dos Santos aline.engenheira@hotmail.com GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO SECRETARIA DE ESTADO E CIÊNCIA E TECNOLOGIA - SECITEC ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL DE SINOP
  • 2.
  • 3. DEFINIÇÕES • Consiste na organização para a execução, incluindo o orçamento e a programação da obra. PLANEJAMENTO • É uma previsão (ou estimativa) do custo ou do preço de uma obra. ORÇAMENTO
  • 4. ORÇAMENTO O QUE ELE NÃO É • Adivinhação • Chute • Aposta O QUE ELE É • Ferramenta de planejamento • Peça chave de processo de Licitação • Ferramenta de controle de produção
  • 5. • Valor correspondente à soma de todos os gastos necessários para a execução de obra. CUSTO • É igual ao custo acrescido da margem de lucro. PREÇO CUSTO LUCRO E IMPOSTOS PREÇO
  • 6. VALORES EMBUTIDOS CUSTO DIRETO • Mão de Obra • Materiais • Equipamentos CUSTO INDIRETO • Pessoal Administrativo • Despesas Gerais • Despesas com Imprevistos IMPOSTOS LUCRO
  • 7. GRAUS DE ORÇAMENTO Estimativa de Custo Orçamento Preliminar Orçamento Detalhado
  • 8. TIPO MARGEM DE ERRO ELEMENTOS TÉCNICOS NECESSÁRIOS ESTIMATIVA DE CUSTO  ±30% a ±15% Anteprojeto ou projeto indicativo Especificações genéricas Área de Construção Padrão de Acabamento Custo unitário de obra semelhante ou Custo Unitário Básico (CUB) ORÇAMENTO PRELIMINAR  ±15% a ±10% Projeto Executivo Especificações sucintas, mas definidas Composições de preços de serviços genéricos Preços de Insumos de referência ORÇAMENTO DETALHADO  ±10% a ±5% Projeto Executivo e Projetos Complementares Especificações precisas Composições de preços de serviços específicas Preços de insumos de acordo com a escala do serviço Planejamento da Obra
  • 10. FASES DE PROJETO CONCEPÇÃO Termos de Referência Estudo Preliminar Ante-Projeto CONSOLIDAÇÃO Projeto Básico Análise de Viabilidade DESENVOLVIMENTO Projeto Executivo Detalhamento de Projeto Projetos Complementares Especificação Técnica Memorial Descritivo Caderno de Encargos PROJETO OFICIAL Projeto para Legalização RIMA
  • 11. CONSTRUÇÃO CONVENCIONAL Projeto tradicional Serviços bem conhecidos pela construtora Registros de obras similares Sem grandes indefinições e interferências
  • 12. CONSTRUÇÃO CONVENCIONAL Casas Populares Edifícios Residenciais Adutoras de Água Linhas de Distribuição de Energia Elétrica
  • 13. CONSTRUÇÃO CONVENCIONAL Casas Populares Edifícios Residenciais Adutoras de Água Linhas de Distribuição de Energia Elétrica
  • 14. CONSTRUÇÃO CONVENCIONAL Casas Populares Edifícios Residenciais Adutoras de Água Linhas de Distribuição de Energia Elétrica
  • 15. CONSTRUÇÃO CONVENCIONAL Casas Populares Edifícios Residenciais Adutoras de Água Linhas de Distribuição de Energia Elétrica
  • 16. CONSTRUÇÃO NÃO CONVENCIONAL Projeto sem precedentes Design inovador Tecnologia construtiva pouco usada Grandes indefinições e interferências
  • 22. ESTIMATIVA DE CUSTOS “Avaliação expedita com base em custos históricos e comparação com projetos similares.” (MATOS, 2006) Custo do metro quadrado construído R$/m² Custo por metro linear de rede de drenagem ou esgoto R$/mL Custo por hectare de urbanização R$/he Custo por megawatt de energia instalado R$/MW Custo por quilômetro de estrada R$/Km A Estimativa de Custos não elimina a necessidade de fazer o Orçamento Detalhado!
  • 23. LEI 4.591/64 Atribui à ABNT a tarefa de padronizar critérios e normas para cálculo de Custos Unitários de construção, execução de orçamento e avaliação global da obra.
  • 24. NBR 12721/2006 Critérios de coleta, cálculo, insumos representativos e os pesos de acordo com os padrões de construção. Padrões de construção • Baixo • Normal • Alto Condições de acabamento Qualidade do material Equipamentos existentes
  • 25. CUB Custo Unitário Básico da Construção Civil Custo por m² de construção Calculado utilizando coeficientes da NBR 12721 Preços unitários de insumos fruto de pesquisa mensal Feito pelos SINDUSCON com divulgação pública
  • 27. CUB NÃO LEVA EM CONTA.... Cartilha do CUB www.cub.org.br/docs/cartilha_CUB_NET.pdf
  • 28. REFERÊNCIAS AZEREDO, Hélio Alves de. Edifício até sua cobertura. 2. Ed. São Paulo: Edgard Blücher Ltda. 1997. BORGES, Alberto de Campos; LEITE, Jaime Lopes; MONTEFUSCO, Elizabeth. Prática das pequenas construções, Volume 1. 8. Ed. rev e ampl. – São Paulo: Edgard Blücher, 2004. VARALLA, Ruy. Planejamento e controle de obras. Coleção primeiros passos da qualidade no canteiro de obras – São Paulo: O Nome da Rosa, 2003.