SlideShare uma empresa Scribd logo
Faculdade do Vale do Jaguaribe 
Neurofuncional I 
Profa: Ms. Cláudia Vaz Pupo de Mello
INTRODUÇÃO 
Nosso trabalho é uma pesquisa detalhada sobre Mal de 
Parkinson, procurando estabelecer e esclarecer informações 
sobre tal patologia para os acadêmicos de fisioterapia, com 
o intuito de que esses futuros profissionais possam 
identificar, tratar e orientar de forma adequada seus futuros 
pacientes vítimas dessa doença. 
A seguir, será possível uma maior compreensão dessa 
patologia, pois detalharemos do que se trata o Mal de 
Parkinson, quais seus principais sintomas e quais as 
melhores formas de tratamento, dentre outras informações.
DOENÇA DE PARKINSON 
• Descrita pelo médico, francês, James Parkinson em 1817; 
• É caracterizadada por ser uma doença progressiva do movimento 
devido a disfunção dos neurônios secretores de dopamina nos gânglios 
da base, que controlam e ajustam a transmissão dos comandos 
conscientes vindos do córtex cerebral para os músculos do corpo 
humano; 
• A doença de Parkinson é idiopática; 
• É portanto uma doença degenerativa do sistema nervoso central, com 
início geralmente após os 50 anos de idade; 
• É uma das doenças neurológicas mais frequentes
• O local primordial da degeneração celular no parkinsonismo é 
a substância negra, presente na base do mesencéfalo; 
• O Mal de Parkinson é uma doença que ocorre quando certos 
neurônios morrem ou perdem a capacidade. O indivíduo 
portador de Parkinson pode apresentar tremores , rigidez dos 
músculos, dificuldade de caminhar, dificuldade de se 
equilibrar e de engolir. Como esses neurônios morrem 
lentamente, esses sintomas são progressivos no decorrer de 
anos. 
• No Brasil, apenas 10% dos pacientes desenvolvem demência
MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS-SINAIS 
E SINTOMAS 
• A doença de Parkinson é caracterizada clinicamente pela 
combinação de três sinais clássicos: tremor de repouso, 
bradicinesia e rigidez. Alem disso o paciente pode apresentar 
também: acinesia, micrografia, expressões como máscara, 
instabilidade postural, alterações na marcha e postura 
encurvada para frente; 
• Os sintomas normalmente começam nas extremidades 
superiores e são normalmente unilaterais devido a assimetria 
da degeneração inicial do cérebro; 
• Outros sintomas incluem deteriorização da fala(gagueira), 
depressão e ansiedade, dificuldades de aprendizagem, 
insônias, perda do sentido do olfato;
• Redução ou falta de iniciativa para atividades espontâneas , 
incapacidade de desenvolver estratégias eficientes para a 
resolução de problemas, lentificação de processos 
mnemônicos e de processamento global da informação, 
prejuízos da percepção viso espacial, dificuldades de 
conceitualização e dificuldade de geração da lista de palavras. 
• O reconhecimento precoce desses sintomas são fatores 
cruciais para uma melhor abordagem clínica da Doença de 
Parkinson.
ALIMENTAÇÃO 
• A medida que a doença evolui, o paciente vai se tornando 
mais lento e mais enrijecido. A rigidez das extremidades e o 
controle da posição da cabeça e do tronco podem interferir 
com a capacidade do paciente de cuidar de si mesmo, 
inclusive à alimentação. O ato de se alimentar torna-se mais 
lento e os movimentos simultâneos , tais como, aqueles 
necessário para manusear os talheres , mostram-se difíceis. 
Além disso, o paciente apresenta também dificuldades de 
deglutição , da motricidades gástrica e esofagiana, 
constipação intestinal, problemas vasomotores, da regulação 
arterial, dificuldades da regulação da temperatura corporal 
perturbações do sono e perda de peso.
DIAGNÓSTICO 
O diagnóstico da doença de Parkinson é feito por exclusão. As 
vezes, o médico recomenda exames como eletrocefalograma , 
tomografia computadorizada, ressonância magnética, análise do 
líquido espinhal , etc., para ter a certeza de que o paciente 
possui nenhuma outra doença do cérebro. Faz-se baseado na 
história clínica do doente e no exame neurológico. Não há 
nenhum teste específico para fazer o diagnóstico da DP. 
A história usual de quem é acometido consiste no aumento 
gradual dos tremores , maior lentidão dos movimentos, 
caminhar arrastando os pés, postura inclinada para frente. 
O médico neurologista é o profissional indicado para 
diagnosticar e tratar a doença.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Doença de parkinson
Doença de parkinsonDoença de parkinson
Doença de parkinson
migascouto
 
Doença de Parkinson
Doença de ParkinsonDoença de Parkinson
Doença de Parkinson
Laenca Unirg
 
Parkinson
ParkinsonParkinson
Parkinson
Nilce Nascimento
 
Doença de parkinson
Doença de parkinsonDoença de parkinson
Doença de parkinson
CaioUrsine
 
Saude do Idoso - Alzheimer e parkinson
Saude do Idoso - Alzheimer e parkinsonSaude do Idoso - Alzheimer e parkinson
Saude do Idoso - Alzheimer e parkinson
Fausto Barros
 
Parkinson
ParkinsonParkinson
Parkinson
Ivanilson Gomes
 
Parkinson
ParkinsonParkinson
Parkinson
ParkinsonParkinson
Parkinson
gersonfisio
 
Aula - SNC - Tratamento da Doença de Parkinson
Aula - SNC - Tratamento da Doença de ParkinsonAula - SNC - Tratamento da Doença de Parkinson
Aula - SNC - Tratamento da Doença de Parkinson
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Aula 1 alzheimer
Aula 1   alzheimerAula 1   alzheimer
Aula 1 alzheimer
Daniel Ribeiro
 
A fisioterapia na Doença de Alzheimer
A fisioterapia na Doença de AlzheimerA fisioterapia na Doença de Alzheimer
A fisioterapia na Doença de Alzheimer
Janielle Chaves
 
Seminário alzheimer.
Seminário alzheimer.Seminário alzheimer.
Seminário alzheimer.
Solange Leite
 
Demências diagnótico & tratamento
Demências diagnótico & tratamentoDemências diagnótico & tratamento
Demências diagnótico & tratamento
Rubens De Fraga Junior
 
Distúrbios do Sono
Distúrbios do SonoDistúrbios do Sono
Distúrbios do Sono
Clínica Lares
 
Doença de alzheimer
Doença de alzheimerDoença de alzheimer
Doença de alzheimer
Anderson Santana
 
Mal de alzheimer
Mal de alzheimerMal de alzheimer
Mal de alzheimer
Bruna M
 
Ansioliticos
AnsioliticosAnsioliticos
Ansioliticos
Safia Naser
 
Doença de Alzheimer
Doença de AlzheimerDoença de Alzheimer
Doença de Alzheimer
Aroldo Gavioli
 
Movimentos corporais e Doença de parkinson
Movimentos corporais e Doença de parkinson Movimentos corporais e Doença de parkinson
Movimentos corporais e Doença de parkinson
SaJaMa Jacob
 
DEMÊNCIA COM CORPOS DE LEWY
DEMÊNCIA COM CORPOS DE LEWYDEMÊNCIA COM CORPOS DE LEWY

Mais procurados (20)

Doença de parkinson
Doença de parkinsonDoença de parkinson
Doença de parkinson
 
Doença de Parkinson
Doença de ParkinsonDoença de Parkinson
Doença de Parkinson
 
Parkinson
ParkinsonParkinson
Parkinson
 
Doença de parkinson
Doença de parkinsonDoença de parkinson
Doença de parkinson
 
Saude do Idoso - Alzheimer e parkinson
Saude do Idoso - Alzheimer e parkinsonSaude do Idoso - Alzheimer e parkinson
Saude do Idoso - Alzheimer e parkinson
 
Parkinson
ParkinsonParkinson
Parkinson
 
Parkinson
ParkinsonParkinson
Parkinson
 
Parkinson
ParkinsonParkinson
Parkinson
 
Aula - SNC - Tratamento da Doença de Parkinson
Aula - SNC - Tratamento da Doença de ParkinsonAula - SNC - Tratamento da Doença de Parkinson
Aula - SNC - Tratamento da Doença de Parkinson
 
Aula 1 alzheimer
Aula 1   alzheimerAula 1   alzheimer
Aula 1 alzheimer
 
A fisioterapia na Doença de Alzheimer
A fisioterapia na Doença de AlzheimerA fisioterapia na Doença de Alzheimer
A fisioterapia na Doença de Alzheimer
 
Seminário alzheimer.
Seminário alzheimer.Seminário alzheimer.
Seminário alzheimer.
 
Demências diagnótico & tratamento
Demências diagnótico & tratamentoDemências diagnótico & tratamento
Demências diagnótico & tratamento
 
Distúrbios do Sono
Distúrbios do SonoDistúrbios do Sono
Distúrbios do Sono
 
Doença de alzheimer
Doença de alzheimerDoença de alzheimer
Doença de alzheimer
 
Mal de alzheimer
Mal de alzheimerMal de alzheimer
Mal de alzheimer
 
Ansioliticos
AnsioliticosAnsioliticos
Ansioliticos
 
Doença de Alzheimer
Doença de AlzheimerDoença de Alzheimer
Doença de Alzheimer
 
Movimentos corporais e Doença de parkinson
Movimentos corporais e Doença de parkinson Movimentos corporais e Doença de parkinson
Movimentos corporais e Doença de parkinson
 
DEMÊNCIA COM CORPOS DE LEWY
DEMÊNCIA COM CORPOS DE LEWYDEMÊNCIA COM CORPOS DE LEWY
DEMÊNCIA COM CORPOS DE LEWY
 

Destaque

Doença de Alzheimer
Doença de AlzheimerDoença de Alzheimer
Doença de Alzheimer
DNAses
 
Seminario Parkinson
Seminario Parkinson Seminario Parkinson
Seminario Parkinson
Gigliola Volarić
 
Parkinson
ParkinsonParkinson
Parkinson
catherinemelo
 
Parkinson
ParkinsonParkinson
Parkinson
marcela1887
 
Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...
Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...
Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
5 sistema neuro-hormonal
5 sistema neuro-hormonal5 sistema neuro-hormonal
5 sistema neuro-hormonal
Conceição Raposo
 
Dp slides
Dp   slidesDp   slides
Dp slides
Pamela Almeida
 
Doença de parkinson a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...
Doença de parkinson  a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...Doença de parkinson  a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...
Doença de parkinson a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...
IAPES - Instituto Amazonense de Aprimoramento e Ensino em Saúde
 
Tratamiento fisioterapéutico en la enfermedad de parkinson
Tratamiento fisioterapéutico en la enfermedad de parkinsonTratamiento fisioterapéutico en la enfermedad de parkinson
Tratamiento fisioterapéutico en la enfermedad de parkinson
Joss Lopez
 
5. Sistema Nervoso Autônomo
5. Sistema Nervoso Autônomo5. Sistema Nervoso Autônomo
5. Sistema Nervoso Autônomo
Antonio Francisco
 
Organismo Humano Em EquilíBrio (Sistema Neuro Hormonal)
Organismo Humano Em EquilíBrio (Sistema Neuro Hormonal)Organismo Humano Em EquilíBrio (Sistema Neuro Hormonal)
Organismo Humano Em EquilíBrio (Sistema Neuro Hormonal)
Nuno Correia
 
Parkinson esencial
Parkinson esencialParkinson esencial
Parkinson esencial
Centro de Salud El Coto
 
Alzheimer
AlzheimerAlzheimer
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
Tânia Reis
 
7 neuro hormonal2
7 neuro hormonal27 neuro hormonal2
7 neuro hormonal2
Maria João Drumond
 
Sindrome Cri du chat
Sindrome Cri du chatSindrome Cri du chat
Sindrome Cri du chat
Angel Cordova
 
Enfermedad de parkinson
Enfermedad de parkinsonEnfermedad de parkinson
Enfermedad de parkinson
Chris Núñez Psicólogo
 
Parkinsonism.ppt
Parkinsonism.pptParkinsonism.ppt
Parkinsonism.ppt
Shama
 
NeuroRehabilitaciónParkinson
NeuroRehabilitaciónParkinsonNeuroRehabilitaciónParkinson
NeuroRehabilitaciónParkinson
Capítulo de Demencia
 

Destaque (19)

Doença de Alzheimer
Doença de AlzheimerDoença de Alzheimer
Doença de Alzheimer
 
Seminario Parkinson
Seminario Parkinson Seminario Parkinson
Seminario Parkinson
 
Parkinson
ParkinsonParkinson
Parkinson
 
Parkinson
ParkinsonParkinson
Parkinson
 
Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...
Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...
Análie das Estratégias de Ventilação Mecânica na Lesão Pulmonar Aguda e na Sí...
 
5 sistema neuro-hormonal
5 sistema neuro-hormonal5 sistema neuro-hormonal
5 sistema neuro-hormonal
 
Dp slides
Dp   slidesDp   slides
Dp slides
 
Doença de parkinson a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...
Doença de parkinson  a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...Doença de parkinson  a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...
Doença de parkinson a relevância da abordagem fisioterapêutica nas principai...
 
Tratamiento fisioterapéutico en la enfermedad de parkinson
Tratamiento fisioterapéutico en la enfermedad de parkinsonTratamiento fisioterapéutico en la enfermedad de parkinson
Tratamiento fisioterapéutico en la enfermedad de parkinson
 
5. Sistema Nervoso Autônomo
5. Sistema Nervoso Autônomo5. Sistema Nervoso Autônomo
5. Sistema Nervoso Autônomo
 
Organismo Humano Em EquilíBrio (Sistema Neuro Hormonal)
Organismo Humano Em EquilíBrio (Sistema Neuro Hormonal)Organismo Humano Em EquilíBrio (Sistema Neuro Hormonal)
Organismo Humano Em EquilíBrio (Sistema Neuro Hormonal)
 
Parkinson esencial
Parkinson esencialParkinson esencial
Parkinson esencial
 
Alzheimer
AlzheimerAlzheimer
Alzheimer
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
7 neuro hormonal2
7 neuro hormonal27 neuro hormonal2
7 neuro hormonal2
 
Sindrome Cri du chat
Sindrome Cri du chatSindrome Cri du chat
Sindrome Cri du chat
 
Enfermedad de parkinson
Enfermedad de parkinsonEnfermedad de parkinson
Enfermedad de parkinson
 
Parkinsonism.ppt
Parkinsonism.pptParkinsonism.ppt
Parkinsonism.ppt
 
NeuroRehabilitaciónParkinson
NeuroRehabilitaciónParkinsonNeuroRehabilitaciónParkinson
NeuroRehabilitaciónParkinson
 

Semelhante a Parkinson seminário

Parkinson grupo 3.docx
Parkinson grupo 3.docxParkinson grupo 3.docx
Parkinson grupo 3.docx
IsabelCristinaAlmeid5
 
391734621-Doenca-de-Parkinson-apresentacao-PPT-baseado-no-livro-de-geriatria....
391734621-Doenca-de-Parkinson-apresentacao-PPT-baseado-no-livro-de-geriatria....391734621-Doenca-de-Parkinson-apresentacao-PPT-baseado-no-livro-de-geriatria....
391734621-Doenca-de-Parkinson-apresentacao-PPT-baseado-no-livro-de-geriatria....
Josivane Marques
 
Trabalho de neuroanatomia
Trabalho de neuroanatomiaTrabalho de neuroanatomia
Trabalho de neuroanatomia
Vabeltrao
 
[c7s] Desvendando o ser humano
[c7s] Desvendando o ser humano [c7s] Desvendando o ser humano
[c7s] Desvendando o ser humano
7 de Setembro
 
Alzheimer e parkinson
Alzheimer e parkinsonAlzheimer e parkinson
Alzheimer e parkinson
Yasmin Alves
 
Parkinson Hoje: Como reconhecer os sinais iniciais do Parkinson
Parkinson Hoje: Como reconhecer os sinais iniciais do ParkinsonParkinson Hoje: Como reconhecer os sinais iniciais do Parkinson
Parkinson Hoje: Como reconhecer os sinais iniciais do Parkinson
Parkinson Hoje
 
Erich Fonoff: Como reconhecer os 10 sinais iniciais da doença de Parkinson
Erich Fonoff: Como reconhecer os 10 sinais iniciais da doença de ParkinsonErich Fonoff: Como reconhecer os 10 sinais iniciais da doença de Parkinson
Erich Fonoff: Como reconhecer os 10 sinais iniciais da doença de Parkinson
Erich Fonoff
 
Alterações do funcionamento do sistema nervoso
Alterações do funcionamento do sistema nervosoAlterações do funcionamento do sistema nervoso
Alterações do funcionamento do sistema nervoso
Pedro Alves
 
Mal de parkinson
Mal de parkinsonMal de parkinson
Mal de parkinson
JooVictorCarvalhoDos
 
Erich Fonoff: 10 dúvidas mais frequentes sobre a doença de Parkinson
Erich Fonoff: 10 dúvidas mais frequentes sobre a doença de ParkinsonErich Fonoff: 10 dúvidas mais frequentes sobre a doença de Parkinson
Erich Fonoff: 10 dúvidas mais frequentes sobre a doença de Parkinson
Erich Fonoff
 
Parkinson Hoje: 10 dúvidas mais frequentes sobre a doença de Parkinson
Parkinson Hoje: 10 dúvidas mais frequentes sobre a doença de ParkinsonParkinson Hoje: 10 dúvidas mais frequentes sobre a doença de Parkinson
Parkinson Hoje: 10 dúvidas mais frequentes sobre a doença de Parkinson
Parkinson Hoje
 
Anatomia - Doença da parkinson - 1º ano Psicologia, PUCPR.
Anatomia - Doença da parkinson - 1º ano Psicologia, PUCPR.Anatomia - Doença da parkinson - 1º ano Psicologia, PUCPR.
Anatomia - Doença da parkinson - 1º ano Psicologia, PUCPR.
Karla Lourenço
 
Mal de parkinson
Mal de parkinsonMal de parkinson
Mal de parkinson
simonevilas
 
Doenças Neurológicas
Doenças NeurológicasDoenças Neurológicas
Doenças Neurológicas
Fábio Simões
 
Doença de Parkinson
 Doença de Parkinson  Doença de Parkinson
Doença de Parkinson
LucasAlves134254
 
parkinson1.ppt
parkinson1.pptparkinson1.ppt
parkinson1.ppt
ahmed radwan
 
04 Afecções Do Sistema Neurologico.pdf
04 Afecções Do Sistema Neurologico.pdf04 Afecções Do Sistema Neurologico.pdf
04 Afecções Do Sistema Neurologico.pdf
GustavoWallaceAlvesd
 
OSTEOPOROSE - QUEDA -PRINCIPAIS SIND - EXATO.pptx
OSTEOPOROSE - QUEDA -PRINCIPAIS SIND - EXATO.pptxOSTEOPOROSE - QUEDA -PRINCIPAIS SIND - EXATO.pptx
OSTEOPOROSE - QUEDA -PRINCIPAIS SIND - EXATO.pptx
VivianePereira485260
 
Doenças do Sistema Nervoso
Doenças do Sistema NervosoDoenças do Sistema Nervoso
Doenças do Sistema Nervoso
Maria Freitas
 
Farmacologia 12 antiparkinsonianos - med resumos (dez-2011)
Farmacologia 12   antiparkinsonianos - med resumos (dez-2011)Farmacologia 12   antiparkinsonianos - med resumos (dez-2011)
Farmacologia 12 antiparkinsonianos - med resumos (dez-2011)
Jucie Vasconcelos
 

Semelhante a Parkinson seminário (20)

Parkinson grupo 3.docx
Parkinson grupo 3.docxParkinson grupo 3.docx
Parkinson grupo 3.docx
 
391734621-Doenca-de-Parkinson-apresentacao-PPT-baseado-no-livro-de-geriatria....
391734621-Doenca-de-Parkinson-apresentacao-PPT-baseado-no-livro-de-geriatria....391734621-Doenca-de-Parkinson-apresentacao-PPT-baseado-no-livro-de-geriatria....
391734621-Doenca-de-Parkinson-apresentacao-PPT-baseado-no-livro-de-geriatria....
 
Trabalho de neuroanatomia
Trabalho de neuroanatomiaTrabalho de neuroanatomia
Trabalho de neuroanatomia
 
[c7s] Desvendando o ser humano
[c7s] Desvendando o ser humano [c7s] Desvendando o ser humano
[c7s] Desvendando o ser humano
 
Alzheimer e parkinson
Alzheimer e parkinsonAlzheimer e parkinson
Alzheimer e parkinson
 
Parkinson Hoje: Como reconhecer os sinais iniciais do Parkinson
Parkinson Hoje: Como reconhecer os sinais iniciais do ParkinsonParkinson Hoje: Como reconhecer os sinais iniciais do Parkinson
Parkinson Hoje: Como reconhecer os sinais iniciais do Parkinson
 
Erich Fonoff: Como reconhecer os 10 sinais iniciais da doença de Parkinson
Erich Fonoff: Como reconhecer os 10 sinais iniciais da doença de ParkinsonErich Fonoff: Como reconhecer os 10 sinais iniciais da doença de Parkinson
Erich Fonoff: Como reconhecer os 10 sinais iniciais da doença de Parkinson
 
Alterações do funcionamento do sistema nervoso
Alterações do funcionamento do sistema nervosoAlterações do funcionamento do sistema nervoso
Alterações do funcionamento do sistema nervoso
 
Mal de parkinson
Mal de parkinsonMal de parkinson
Mal de parkinson
 
Erich Fonoff: 10 dúvidas mais frequentes sobre a doença de Parkinson
Erich Fonoff: 10 dúvidas mais frequentes sobre a doença de ParkinsonErich Fonoff: 10 dúvidas mais frequentes sobre a doença de Parkinson
Erich Fonoff: 10 dúvidas mais frequentes sobre a doença de Parkinson
 
Parkinson Hoje: 10 dúvidas mais frequentes sobre a doença de Parkinson
Parkinson Hoje: 10 dúvidas mais frequentes sobre a doença de ParkinsonParkinson Hoje: 10 dúvidas mais frequentes sobre a doença de Parkinson
Parkinson Hoje: 10 dúvidas mais frequentes sobre a doença de Parkinson
 
Anatomia - Doença da parkinson - 1º ano Psicologia, PUCPR.
Anatomia - Doença da parkinson - 1º ano Psicologia, PUCPR.Anatomia - Doença da parkinson - 1º ano Psicologia, PUCPR.
Anatomia - Doença da parkinson - 1º ano Psicologia, PUCPR.
 
Mal de parkinson
Mal de parkinsonMal de parkinson
Mal de parkinson
 
Doenças Neurológicas
Doenças NeurológicasDoenças Neurológicas
Doenças Neurológicas
 
Doença de Parkinson
 Doença de Parkinson  Doença de Parkinson
Doença de Parkinson
 
parkinson1.ppt
parkinson1.pptparkinson1.ppt
parkinson1.ppt
 
04 Afecções Do Sistema Neurologico.pdf
04 Afecções Do Sistema Neurologico.pdf04 Afecções Do Sistema Neurologico.pdf
04 Afecções Do Sistema Neurologico.pdf
 
OSTEOPOROSE - QUEDA -PRINCIPAIS SIND - EXATO.pptx
OSTEOPOROSE - QUEDA -PRINCIPAIS SIND - EXATO.pptxOSTEOPOROSE - QUEDA -PRINCIPAIS SIND - EXATO.pptx
OSTEOPOROSE - QUEDA -PRINCIPAIS SIND - EXATO.pptx
 
Doenças do Sistema Nervoso
Doenças do Sistema NervosoDoenças do Sistema Nervoso
Doenças do Sistema Nervoso
 
Farmacologia 12 antiparkinsonianos - med resumos (dez-2011)
Farmacologia 12   antiparkinsonianos - med resumos (dez-2011)Farmacologia 12   antiparkinsonianos - med resumos (dez-2011)
Farmacologia 12 antiparkinsonianos - med resumos (dez-2011)
 

Parkinson seminário

  • 1. Faculdade do Vale do Jaguaribe Neurofuncional I Profa: Ms. Cláudia Vaz Pupo de Mello
  • 2. INTRODUÇÃO Nosso trabalho é uma pesquisa detalhada sobre Mal de Parkinson, procurando estabelecer e esclarecer informações sobre tal patologia para os acadêmicos de fisioterapia, com o intuito de que esses futuros profissionais possam identificar, tratar e orientar de forma adequada seus futuros pacientes vítimas dessa doença. A seguir, será possível uma maior compreensão dessa patologia, pois detalharemos do que se trata o Mal de Parkinson, quais seus principais sintomas e quais as melhores formas de tratamento, dentre outras informações.
  • 3. DOENÇA DE PARKINSON • Descrita pelo médico, francês, James Parkinson em 1817; • É caracterizadada por ser uma doença progressiva do movimento devido a disfunção dos neurônios secretores de dopamina nos gânglios da base, que controlam e ajustam a transmissão dos comandos conscientes vindos do córtex cerebral para os músculos do corpo humano; • A doença de Parkinson é idiopática; • É portanto uma doença degenerativa do sistema nervoso central, com início geralmente após os 50 anos de idade; • É uma das doenças neurológicas mais frequentes
  • 4. • O local primordial da degeneração celular no parkinsonismo é a substância negra, presente na base do mesencéfalo; • O Mal de Parkinson é uma doença que ocorre quando certos neurônios morrem ou perdem a capacidade. O indivíduo portador de Parkinson pode apresentar tremores , rigidez dos músculos, dificuldade de caminhar, dificuldade de se equilibrar e de engolir. Como esses neurônios morrem lentamente, esses sintomas são progressivos no decorrer de anos. • No Brasil, apenas 10% dos pacientes desenvolvem demência
  • 5. MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS-SINAIS E SINTOMAS • A doença de Parkinson é caracterizada clinicamente pela combinação de três sinais clássicos: tremor de repouso, bradicinesia e rigidez. Alem disso o paciente pode apresentar também: acinesia, micrografia, expressões como máscara, instabilidade postural, alterações na marcha e postura encurvada para frente; • Os sintomas normalmente começam nas extremidades superiores e são normalmente unilaterais devido a assimetria da degeneração inicial do cérebro; • Outros sintomas incluem deteriorização da fala(gagueira), depressão e ansiedade, dificuldades de aprendizagem, insônias, perda do sentido do olfato;
  • 6. • Redução ou falta de iniciativa para atividades espontâneas , incapacidade de desenvolver estratégias eficientes para a resolução de problemas, lentificação de processos mnemônicos e de processamento global da informação, prejuízos da percepção viso espacial, dificuldades de conceitualização e dificuldade de geração da lista de palavras. • O reconhecimento precoce desses sintomas são fatores cruciais para uma melhor abordagem clínica da Doença de Parkinson.
  • 7.
  • 8. ALIMENTAÇÃO • A medida que a doença evolui, o paciente vai se tornando mais lento e mais enrijecido. A rigidez das extremidades e o controle da posição da cabeça e do tronco podem interferir com a capacidade do paciente de cuidar de si mesmo, inclusive à alimentação. O ato de se alimentar torna-se mais lento e os movimentos simultâneos , tais como, aqueles necessário para manusear os talheres , mostram-se difíceis. Além disso, o paciente apresenta também dificuldades de deglutição , da motricidades gástrica e esofagiana, constipação intestinal, problemas vasomotores, da regulação arterial, dificuldades da regulação da temperatura corporal perturbações do sono e perda de peso.
  • 9. DIAGNÓSTICO O diagnóstico da doença de Parkinson é feito por exclusão. As vezes, o médico recomenda exames como eletrocefalograma , tomografia computadorizada, ressonância magnética, análise do líquido espinhal , etc., para ter a certeza de que o paciente possui nenhuma outra doença do cérebro. Faz-se baseado na história clínica do doente e no exame neurológico. Não há nenhum teste específico para fazer o diagnóstico da DP. A história usual de quem é acometido consiste no aumento gradual dos tremores , maior lentidão dos movimentos, caminhar arrastando os pés, postura inclinada para frente. O médico neurologista é o profissional indicado para diagnosticar e tratar a doença.