SlideShare uma empresa Scribd logo
ESCOLA DE ENFERMAGEM SANTA JULIANA
                 Curso: Técnico de Enfermagem




  NOÇÕES DE
FARMACOLOGIA



 Profª. Esp. Ana Patrícia F. Barboza – 2011
          Farmacêutica e Bióloga
1 História da Farmacologia

        Do grego “pharmakon” = estudo das
     substâncias que interagem com os sistemas
       vivos por meio de processos químicos.
              3.1 Pré - história
                 O homem conhecia os efeitos benéficos
                 ou tóxicos de origem animal e vegetal

                 Porém pouco de sabia que boa parte
                 dos remédios eram inúteis ou até
                 prejudiciais.
1 História da Farmacologia
   As tentativas eram em torno da Biologia e
   das doenças, não se recorria à experimentação.

   A imaginação de épocas passadas baseava-se
   em idéias bizarras, c/ o excesso da bile ou
   sangue causava doença (aplicava-se ungüento à arma
   que causou o ferimento.

   Somente no final do séc. XVII, houve o desenvolvimento
   da   FARMACOLOGIA
2 Farmacologia
  Compreende o conhecimento da história, origem,
 propriedades físicas e químicas, composição, efeitos
   bioquímicos e fisiológicos, mecanismo de ação,
     absorção e distribuição, biotransformação e
             eliminação dos fármacos.
                                  (Goodman e Gilman, 2003).




                  Além das propriedades terapêuticas e
                  empregos dos medicamentos.
2.1 Farmacologia Médica

        Finalidade


   Fornecer substrato da
terapêutica medicamentosa
3 A Natureza da Droga
               Substância Química
                    (DROGAS)
                        +
                Sistema Biológico


  Efeito benéfico            Efeito adverso



     Fármaco                  Agente tóxico

    FARMACOLOGIA                TOXICOLOGIA
4 Alguns Conceitos

      Terapêutica
      Ciência que trata o doente alivia o seu
sofrimento, quando possível cura e sempre
conforta.
      Farmacoterapia
       É o uso da terapêutica associado
a medicamentos.
4 Alguns Conceitos

 Farmacocinética e Farmacodinâmica

 Farmacocinética: São definidos como aquilo que o
 organismo faz com a droga (movimento da droga no
 organismo).
 Farmacodinâmica: O que a droga faz ao organismo
 (mecanismo de ação).
Farmacocinética
    Aborda a
  absorção, a
distribuição e a
 excreção dos
   fármacos.
Farmacodinâmica
                     MODELO CHAVE-

 Estuda os efeitos     FECHADURA




   bioquímicos e
  fisiológicos dos
  fármacos e seu
                     Evento bioquímico
mecanismo de ação.
Toxicologia

Parte da farmacologia que
aborda os efeitos nocivos
 dos fármacos, os quais
podem ser responsáveis
  pela intoxicação aos
      organismos.
4 Alguns conceitos
          Quantidade a ser administrada
  Dose    de uma vez afim de produzir
          efeitos terapêuticos.


  Dose    Leva o organismo a falência
  Letal   (morte) generalizada.



  Dose     Maior quantidade de uma droga
           capaz de produzir efeitos
 Máxima    terapêuticos.
4 Alguns conceitos
          Menor quantidade de uma droga
  Dose    capaz de produzir efeitos
 Mínima   terapêuticos.


  Dose    Maior quantidade de uma droga
 Tóxica   que causa efeitos adversos.


               Dose necessária p/ manter os
  Dose de      níveis       desejáveis       de
 Manutenção    medicamento       na    corrente
               sangüínea e tecidos.
4 Alguns conceitos
               É o estudo das doses. O modo em
 Posologia     que vão ser administradas.


             Qualquer substância que adm no
 Droga       organismo vivo, pode produzir alterações
             funcionais.

                    Qualquer agente químico que adm
 Medicamento        no organismo vivo, produz efeitos
                    benéficos      (curativos      ou
                    preventivos).
5 Princípios da farmacologia

       Para entender as ações de uma droga, é
  necessário considerar os efeitos produzidos no
  sistema biológicos vários níveis.
    PROPRIEDADES FÍSICO QUÍMICAS x ATIVIDADE BIOLÓGICA
      PROCESSOS QUÍMICOS (FARMACOCINÉTICA)

   Absorção                         Via de administração
   Distribuição
   Biotransformação
   Excreção
Diretrizes para adm segura de
Medicamentos

      Os técnicos e auxiliares de enfermagem são os
    profissionais diretamente envolvidos no preparo e
                  adm de medicamentos.

1. Conhecer as normas do estabelecimento;
2. Administrar somente medicamentos que constem na
prescrição médica devidamente assinada (c/ exceção de
emergência);
3. Consultar o enfermeiro sempre que houver dúvida ou
dificuldade p/ decifrar o nome e a fração de um
medicamento;
Diretrizes para adm segura de
Medicamentos


4. Certificar-se que o medicamento (se for substituído) tem o
mesmo princípio ativo.;
5. Manter os medicamentos de horário longe de grande
circulação;
6. Não oferecer a chave de armários de medicamentos a
pessoas não autorizadas;
7. Considerar: paciente certo; hora certa; dose certa, diluição
certa; tempo certo de infusão.
Diretrizes para adm segura de
Medicamentos

 1. Paciente certo             2. Dose certa             3. Remédio certo




                4. Via certa                   5. Hora certa
Até a Próxima Aula !!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

7ª aula classes de medicamentos
7ª aula   classes de medicamentos7ª aula   classes de medicamentos
7ª aula classes de medicamentos
Claudio Luis Venturini
 
Medicamentos
MedicamentosMedicamentos
Medicamentos
Leonardo Souza
 
Vias de Administração de Medicamentos
Vias de Administração de MedicamentosVias de Administração de Medicamentos
Vias de Administração de Medicamentos
Jade Oliveira
 
Aula1 farmacologia de eicosanoides
Aula1 farmacologia de eicosanoidesAula1 farmacologia de eicosanoides
Aula1 farmacologia de eicosanoides
Karen Ferreira
 
Aula 1 (1)
Aula 1 (1)Aula 1 (1)
Introdução à farmacologia
Introdução à farmacologiaIntrodução à farmacologia
Introdução à farmacologia
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
Básico de farmacologia
Básico de farmacologiaBásico de farmacologia
Básico de farmacologia
Francisco José
 
Bases da farmacologia
Bases da farmacologiaBases da farmacologia
Bases da farmacologia
Glaudstone Agra
 
Administração de medicamentos
Administração de medicamentosAdministração de medicamentos
Administração de medicamentos
Janaína Lassala
 
Farmacodinâmica
FarmacodinâmicaFarmacodinâmica
Farmacodinâmica
Leonardo Souza
 
Farmacodinâmica e farmacocinética
Farmacodinâmica e farmacocinéticaFarmacodinâmica e farmacocinética
Farmacodinâmica e farmacocinética
anafreato
 
Farmacologia farmacocinética
Farmacologia farmacocinéticaFarmacologia farmacocinética
Farmacologia farmacocinética
Leonardo Souza
 
3ª aula conceitos básicos sobre medicamentos
3ª aula   conceitos básicos sobre medicamentos3ª aula   conceitos básicos sobre medicamentos
3ª aula conceitos básicos sobre medicamentos
Claudio Luis Venturini
 
AAula de Farnacologia 1
AAula de Farnacologia  1AAula de Farnacologia  1
AAula de Farnacologia 1
Gustavo Henrique
 
Farmacologia e definicões
Farmacologia e definicõesFarmacologia e definicões
Farmacologia e definicões
Paulo Henrique Campos Vilhena
 
Calculo de medicamentos
Calculo de medicamentosCalculo de medicamentos
Calculo de medicamentos
Viviane Campos
 
Aula 01 farmacologia prof. clara mota
Aula 01   farmacologia prof. clara motaAula 01   farmacologia prof. clara mota
Aula 01 farmacologia prof. clara mota
Clara Mota Brum
 
Assistência Farmacêutica na Prática
Assistência Farmacêutica na PráticaAssistência Farmacêutica na Prática
Assistência Farmacêutica na Prática
Farmacêutico Digital
 
Atendente de Farmácia - Classificação dos Fármacos
Atendente de Farmácia - Classificação dos FármacosAtendente de Farmácia - Classificação dos Fármacos
Atendente de Farmácia - Classificação dos Fármacos
Luis Antonio Cezar Junior
 
5ª aula vias de administração
5ª aula   vias de administração5ª aula   vias de administração
5ª aula vias de administração
Claudio Luis Venturini
 

Mais procurados (20)

7ª aula classes de medicamentos
7ª aula   classes de medicamentos7ª aula   classes de medicamentos
7ª aula classes de medicamentos
 
Medicamentos
MedicamentosMedicamentos
Medicamentos
 
Vias de Administração de Medicamentos
Vias de Administração de MedicamentosVias de Administração de Medicamentos
Vias de Administração de Medicamentos
 
Aula1 farmacologia de eicosanoides
Aula1 farmacologia de eicosanoidesAula1 farmacologia de eicosanoides
Aula1 farmacologia de eicosanoides
 
Aula 1 (1)
Aula 1 (1)Aula 1 (1)
Aula 1 (1)
 
Introdução à farmacologia
Introdução à farmacologiaIntrodução à farmacologia
Introdução à farmacologia
 
Básico de farmacologia
Básico de farmacologiaBásico de farmacologia
Básico de farmacologia
 
Bases da farmacologia
Bases da farmacologiaBases da farmacologia
Bases da farmacologia
 
Administração de medicamentos
Administração de medicamentosAdministração de medicamentos
Administração de medicamentos
 
Farmacodinâmica
FarmacodinâmicaFarmacodinâmica
Farmacodinâmica
 
Farmacodinâmica e farmacocinética
Farmacodinâmica e farmacocinéticaFarmacodinâmica e farmacocinética
Farmacodinâmica e farmacocinética
 
Farmacologia farmacocinética
Farmacologia farmacocinéticaFarmacologia farmacocinética
Farmacologia farmacocinética
 
3ª aula conceitos básicos sobre medicamentos
3ª aula   conceitos básicos sobre medicamentos3ª aula   conceitos básicos sobre medicamentos
3ª aula conceitos básicos sobre medicamentos
 
AAula de Farnacologia 1
AAula de Farnacologia  1AAula de Farnacologia  1
AAula de Farnacologia 1
 
Farmacologia e definicões
Farmacologia e definicõesFarmacologia e definicões
Farmacologia e definicões
 
Calculo de medicamentos
Calculo de medicamentosCalculo de medicamentos
Calculo de medicamentos
 
Aula 01 farmacologia prof. clara mota
Aula 01   farmacologia prof. clara motaAula 01   farmacologia prof. clara mota
Aula 01 farmacologia prof. clara mota
 
Assistência Farmacêutica na Prática
Assistência Farmacêutica na PráticaAssistência Farmacêutica na Prática
Assistência Farmacêutica na Prática
 
Atendente de Farmácia - Classificação dos Fármacos
Atendente de Farmácia - Classificação dos FármacosAtendente de Farmácia - Classificação dos Fármacos
Atendente de Farmácia - Classificação dos Fármacos
 
5ª aula vias de administração
5ª aula   vias de administração5ª aula   vias de administração
5ª aula vias de administração
 

Destaque

Aula farmacocinética 2 distribuição
Aula farmacocinética 2 distribuiçãoAula farmacocinética 2 distribuição
Aula farmacocinética 2 distribuição
Bia Gneiding
 
Farmacodinâmica 2011 2
Farmacodinâmica 2011 2Farmacodinâmica 2011 2
Farmacodinâmica 2011 2
Carlos Collares
 
Farmacocinética básica
Farmacocinética básicaFarmacocinética básica
Farmacocinética básica
Carlos Collares
 
Farmacocinética básica e clínica
Farmacocinética básica e clínicaFarmacocinética básica e clínica
Farmacocinética básica e clínica
Vinicius Henrique
 
Aula farmacocinética 1
Aula farmacocinética 1Aula farmacocinética 1
Aula farmacocinética 1
Bia Gneiding
 
Farmacodinâmica
FarmacodinâmicaFarmacodinâmica
Farmacodinâmica
Vinicius Henrique
 

Destaque (6)

Aula farmacocinética 2 distribuição
Aula farmacocinética 2 distribuiçãoAula farmacocinética 2 distribuição
Aula farmacocinética 2 distribuição
 
Farmacodinâmica 2011 2
Farmacodinâmica 2011 2Farmacodinâmica 2011 2
Farmacodinâmica 2011 2
 
Farmacocinética básica
Farmacocinética básicaFarmacocinética básica
Farmacocinética básica
 
Farmacocinética básica e clínica
Farmacocinética básica e clínicaFarmacocinética básica e clínica
Farmacocinética básica e clínica
 
Aula farmacocinética 1
Aula farmacocinética 1Aula farmacocinética 1
Aula farmacocinética 1
 
Farmacodinâmica
FarmacodinâmicaFarmacodinâmica
Farmacodinâmica
 

Semelhante a Introdução a farmacologia (tec. enfermagem)

Farmacologia - Aula I.pdf
Farmacologia - Aula I.pdfFarmacologia - Aula I.pdf
Farmacologia - Aula I.pdf
FabianaAlessandro2
 
aula 1 farmaco.pdf
aula 1 farmaco.pdfaula 1 farmaco.pdf
aula 1 farmaco.pdf
lucas285595
 
Farmacologia - Aula 2.pdf
Farmacologia - Aula 2.pdfFarmacologia - Aula 2.pdf
Farmacologia - Aula 2.pdf
FabianaAlessandro2
 
Aula 01
Aula 01Aula 01
Aula 1, Introdução a Farmacologia..pptx
Aula 1, Introdução a Farmacologia..pptxAula 1, Introdução a Farmacologia..pptx
Aula 1, Introdução a Farmacologia..pptx
MoniqueSilva303698
 
aula 01 de introdução as leucemias. Geral
aula 01 de introdução as leucemias. Geralaula 01 de introdução as leucemias. Geral
aula 01 de introdução as leucemias. Geral
profedusoares
 
MedResumos 2013 - Introduçao à farmacologia
MedResumos 2013   - Introduçao à farmacologiaMedResumos 2013   - Introduçao à farmacologia
MedResumos 2013 - Introduçao à farmacologia
Maiara Lima
 
Farmacologia aplicada à Psicopedagogia
Farmacologia aplicada à PsicopedagogiaFarmacologia aplicada à Psicopedagogia
Farmacologia aplicada à Psicopedagogia
Marlos Otoni dos Reis
 
Farmacologia 01 introdução a farmacologia - med resumos 2011
Farmacologia 01   introdução a farmacologia - med resumos 2011Farmacologia 01   introdução a farmacologia - med resumos 2011
Farmacologia 01 introdução a farmacologia - med resumos 2011
Jucie Vasconcelos
 
AULA REVISANDO HOJE.ppt
AULA REVISANDO HOJE.pptAULA REVISANDO HOJE.ppt
AULA REVISANDO HOJE.ppt
SuaMeKksh
 
Noções básicas de farmacologia para técnicos em enfermagem
Noções básicas de farmacologia para técnicos em enfermagemNoções básicas de farmacologia para técnicos em enfermagem
Noções básicas de farmacologia para técnicos em enfermagem
EloiVasconcelos2
 
Farmacologia geral
Farmacologia geralFarmacologia geral
Farmacologia geral
Rosangela Helena Sizilio
 
Introdução a Farmacologia.pptx
Introdução a Farmacologia.pptxIntrodução a Farmacologia.pptx
Introdução a Farmacologia.pptx
GustavoWallaceAlvesd
 
Aula - Farmacologia básica - Adsorção
Aula - Farmacologia básica - AdsorçãoAula - Farmacologia básica - Adsorção
Aula - Farmacologia básica - Adsorção
Mauro Cunha Xavier Pinto
 
introduoafarmacologia-221102180142-bc7d9420.pptx
introduoafarmacologia-221102180142-bc7d9420.pptxintroduoafarmacologia-221102180142-bc7d9420.pptx
introduoafarmacologia-221102180142-bc7d9420.pptx
BruceCosta5
 
ENFERMAGEM - MÓDULO I - NOCOES DE FARMACOLOGIA.pptx
ENFERMAGEM - MÓDULO I - NOCOES DE FARMACOLOGIA.pptxENFERMAGEM - MÓDULO I - NOCOES DE FARMACOLOGIA.pptx
ENFERMAGEM - MÓDULO I - NOCOES DE FARMACOLOGIA.pptx
LanaMonteiro8
 
1a-160811025642.pptx brucefsedfffeddddddddd
1a-160811025642.pptx brucefsedfffeddddddddd1a-160811025642.pptx brucefsedfffeddddddddd
1a-160811025642.pptx brucefsedfffeddddddddd
BruceCosta4
 
Introducao a farmacologia
Introducao a farmacologiaIntroducao a farmacologia
Introducao a farmacologia
Regia Taline
 
Introducao a farmacologia
Introducao a farmacologiaIntroducao a farmacologia
Introducao a farmacologia
Leandro Rodrigues
 
FARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANO
FARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANOFARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANO
FARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANO
ArtthurPereira2
 

Semelhante a Introdução a farmacologia (tec. enfermagem) (20)

Farmacologia - Aula I.pdf
Farmacologia - Aula I.pdfFarmacologia - Aula I.pdf
Farmacologia - Aula I.pdf
 
aula 1 farmaco.pdf
aula 1 farmaco.pdfaula 1 farmaco.pdf
aula 1 farmaco.pdf
 
Farmacologia - Aula 2.pdf
Farmacologia - Aula 2.pdfFarmacologia - Aula 2.pdf
Farmacologia - Aula 2.pdf
 
Aula 01
Aula 01Aula 01
Aula 01
 
Aula 1, Introdução a Farmacologia..pptx
Aula 1, Introdução a Farmacologia..pptxAula 1, Introdução a Farmacologia..pptx
Aula 1, Introdução a Farmacologia..pptx
 
aula 01 de introdução as leucemias. Geral
aula 01 de introdução as leucemias. Geralaula 01 de introdução as leucemias. Geral
aula 01 de introdução as leucemias. Geral
 
MedResumos 2013 - Introduçao à farmacologia
MedResumos 2013   - Introduçao à farmacologiaMedResumos 2013   - Introduçao à farmacologia
MedResumos 2013 - Introduçao à farmacologia
 
Farmacologia aplicada à Psicopedagogia
Farmacologia aplicada à PsicopedagogiaFarmacologia aplicada à Psicopedagogia
Farmacologia aplicada à Psicopedagogia
 
Farmacologia 01 introdução a farmacologia - med resumos 2011
Farmacologia 01   introdução a farmacologia - med resumos 2011Farmacologia 01   introdução a farmacologia - med resumos 2011
Farmacologia 01 introdução a farmacologia - med resumos 2011
 
AULA REVISANDO HOJE.ppt
AULA REVISANDO HOJE.pptAULA REVISANDO HOJE.ppt
AULA REVISANDO HOJE.ppt
 
Noções básicas de farmacologia para técnicos em enfermagem
Noções básicas de farmacologia para técnicos em enfermagemNoções básicas de farmacologia para técnicos em enfermagem
Noções básicas de farmacologia para técnicos em enfermagem
 
Farmacologia geral
Farmacologia geralFarmacologia geral
Farmacologia geral
 
Introdução a Farmacologia.pptx
Introdução a Farmacologia.pptxIntrodução a Farmacologia.pptx
Introdução a Farmacologia.pptx
 
Aula - Farmacologia básica - Adsorção
Aula - Farmacologia básica - AdsorçãoAula - Farmacologia básica - Adsorção
Aula - Farmacologia básica - Adsorção
 
introduoafarmacologia-221102180142-bc7d9420.pptx
introduoafarmacologia-221102180142-bc7d9420.pptxintroduoafarmacologia-221102180142-bc7d9420.pptx
introduoafarmacologia-221102180142-bc7d9420.pptx
 
ENFERMAGEM - MÓDULO I - NOCOES DE FARMACOLOGIA.pptx
ENFERMAGEM - MÓDULO I - NOCOES DE FARMACOLOGIA.pptxENFERMAGEM - MÓDULO I - NOCOES DE FARMACOLOGIA.pptx
ENFERMAGEM - MÓDULO I - NOCOES DE FARMACOLOGIA.pptx
 
1a-160811025642.pptx brucefsedfffeddddddddd
1a-160811025642.pptx brucefsedfffeddddddddd1a-160811025642.pptx brucefsedfffeddddddddd
1a-160811025642.pptx brucefsedfffeddddddddd
 
Introducao a farmacologia
Introducao a farmacologiaIntroducao a farmacologia
Introducao a farmacologia
 
Introducao a farmacologia
Introducao a farmacologiaIntroducao a farmacologia
Introducao a farmacologia
 
FARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANO
FARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANOFARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANO
FARMACOLOGIA E SISTEMAS FISIOLOGICOS HUMANO
 

Último

Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 

Último (20)

Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 

Introdução a farmacologia (tec. enfermagem)

  • 1. ESCOLA DE ENFERMAGEM SANTA JULIANA Curso: Técnico de Enfermagem NOÇÕES DE FARMACOLOGIA Profª. Esp. Ana Patrícia F. Barboza – 2011 Farmacêutica e Bióloga
  • 2. 1 História da Farmacologia Do grego “pharmakon” = estudo das substâncias que interagem com os sistemas vivos por meio de processos químicos. 3.1 Pré - história O homem conhecia os efeitos benéficos ou tóxicos de origem animal e vegetal Porém pouco de sabia que boa parte dos remédios eram inúteis ou até prejudiciais.
  • 3. 1 História da Farmacologia As tentativas eram em torno da Biologia e das doenças, não se recorria à experimentação. A imaginação de épocas passadas baseava-se em idéias bizarras, c/ o excesso da bile ou sangue causava doença (aplicava-se ungüento à arma que causou o ferimento. Somente no final do séc. XVII, houve o desenvolvimento da FARMACOLOGIA
  • 4. 2 Farmacologia Compreende o conhecimento da história, origem, propriedades físicas e químicas, composição, efeitos bioquímicos e fisiológicos, mecanismo de ação, absorção e distribuição, biotransformação e eliminação dos fármacos. (Goodman e Gilman, 2003). Além das propriedades terapêuticas e empregos dos medicamentos.
  • 5. 2.1 Farmacologia Médica Finalidade Fornecer substrato da terapêutica medicamentosa
  • 6. 3 A Natureza da Droga Substância Química (DROGAS) + Sistema Biológico Efeito benéfico Efeito adverso Fármaco Agente tóxico FARMACOLOGIA TOXICOLOGIA
  • 7. 4 Alguns Conceitos Terapêutica Ciência que trata o doente alivia o seu sofrimento, quando possível cura e sempre conforta. Farmacoterapia É o uso da terapêutica associado a medicamentos.
  • 8. 4 Alguns Conceitos Farmacocinética e Farmacodinâmica Farmacocinética: São definidos como aquilo que o organismo faz com a droga (movimento da droga no organismo). Farmacodinâmica: O que a droga faz ao organismo (mecanismo de ação).
  • 9. Farmacocinética Aborda a absorção, a distribuição e a excreção dos fármacos.
  • 10. Farmacodinâmica MODELO CHAVE- Estuda os efeitos FECHADURA bioquímicos e fisiológicos dos fármacos e seu Evento bioquímico mecanismo de ação.
  • 11. Toxicologia Parte da farmacologia que aborda os efeitos nocivos dos fármacos, os quais podem ser responsáveis pela intoxicação aos organismos.
  • 12. 4 Alguns conceitos Quantidade a ser administrada Dose de uma vez afim de produzir efeitos terapêuticos. Dose Leva o organismo a falência Letal (morte) generalizada. Dose Maior quantidade de uma droga capaz de produzir efeitos Máxima terapêuticos.
  • 13. 4 Alguns conceitos Menor quantidade de uma droga Dose capaz de produzir efeitos Mínima terapêuticos. Dose Maior quantidade de uma droga Tóxica que causa efeitos adversos. Dose necessária p/ manter os Dose de níveis desejáveis de Manutenção medicamento na corrente sangüínea e tecidos.
  • 14. 4 Alguns conceitos É o estudo das doses. O modo em Posologia que vão ser administradas. Qualquer substância que adm no Droga organismo vivo, pode produzir alterações funcionais. Qualquer agente químico que adm Medicamento no organismo vivo, produz efeitos benéficos (curativos ou preventivos).
  • 15. 5 Princípios da farmacologia Para entender as ações de uma droga, é necessário considerar os efeitos produzidos no sistema biológicos vários níveis. PROPRIEDADES FÍSICO QUÍMICAS x ATIVIDADE BIOLÓGICA PROCESSOS QUÍMICOS (FARMACOCINÉTICA) Absorção Via de administração Distribuição Biotransformação Excreção
  • 16. Diretrizes para adm segura de Medicamentos Os técnicos e auxiliares de enfermagem são os profissionais diretamente envolvidos no preparo e adm de medicamentos. 1. Conhecer as normas do estabelecimento; 2. Administrar somente medicamentos que constem na prescrição médica devidamente assinada (c/ exceção de emergência); 3. Consultar o enfermeiro sempre que houver dúvida ou dificuldade p/ decifrar o nome e a fração de um medicamento;
  • 17. Diretrizes para adm segura de Medicamentos 4. Certificar-se que o medicamento (se for substituído) tem o mesmo princípio ativo.; 5. Manter os medicamentos de horário longe de grande circulação; 6. Não oferecer a chave de armários de medicamentos a pessoas não autorizadas; 7. Considerar: paciente certo; hora certa; dose certa, diluição certa; tempo certo de infusão.
  • 18. Diretrizes para adm segura de Medicamentos 1. Paciente certo 2. Dose certa 3. Remédio certo 4. Via certa 5. Hora certa
  • 19. Até a Próxima Aula !!!