SlideShare uma empresa Scribd logo
Use uma Dose de Bom Senso
5S
CONCEITO
O Programa 5S é uma filosofia de trabalho que
busca promover a disciplina na empresa através de
consciência e responsabilidade de todos, de forma
a tornar o ambiente de trabalho agradável, seguro
e produtivo. É uma proposta de reeducação, de
recuperação de práticas e valores freqüentemente
esquecidos, mas certamente conhecidos e
prezados por todos. O "Programa 5S" ganhou esse
nome devido às iniciais das cinco palavras
japonesas que sintetizam as cinco etapas do
programa.
SEIRI (Descarte): Senso de Utilização
O que a gente
não precisa, só
atrapalha.
Senso de
utilização
"tenha só o necessário,
na quantidade certa"
Cada pessoa deve
saber diferenciar o útil;
do inútil. Só o que tem
utilidade certa deve
estar disponível.
Eliminando-se o que não
é útil, você pode se
concentrar apenas no
que é útil.
4
SEIRI
Para que serve:
• Separar o que utilizamos do que não necessitamos e
não usamos. Manter no local apenas aquilo que é
necessário e adequado à execução das atividades e ao
ambiente de trabalho: o que não serve para um setor
pode servir e estar fazendo falta em outro setor.
SEIRI
Como praticar:
• Verificar, dentre todos os materiais, equipamentos,
ferramentas, móveis etc. aquilo que de fato é útil e
necessário. Separar tudo o que não tiver utilidade para o
setor.
SEIRI
Resultados:
• Desocupa espaços,
• Torna mais visíveis os materiais realmente
utilizados;
• Torna o ambiente mais claro, confortável e fácil de
limpar;
• Evita a compra desnecessária de materiais;
• Aumenta a produtividade;
• Prepara o ambiente para a segunda fase.
SEITON (Arrumação): Senso de Ordenação
Senso de
ordenação
"Um lugar para cada coisa.
Cada coisa em seu lugar"
Cada coisa tem seu
único e exclusivo lugar. Cada
coisa após o uso, deve estar
em seu lugar. Tudo deve
estar sempre disponível e
próximo do local de uso.
Se está
no lugar, está na mão!
9
SEITON
Para que serve:
• Arrumar e ordenar aquilo que permaneceu no setor por
ser considerado necessário.
SEITON
Como praticar:
• Verificar, dentre todos os materiais, equipamentos,
ferramentas, móveis, etc, aquilo que de fato é útil e
necessário;
• Definir critérios para guardar os materiais e organizar
os móveis e equipamentos;
• Definir um lugar para cada coisa e o modo adequado
de guardá-la;
• Padronizar o nome dos objetos;
• Desenvolver o hábito de guardar os objetos nos seus
devidos lugares após utilizá-los.
SEITON
Resultados:
• Racionaliza os espaços;
• Facilita o acesso aos materiais e equipamentos,
reduzindo o tempo de busca;
• Evita estoque em duplicidade;
• Racionaliza a execução das tarefas;
• Melhora o ambiente de trabalho, reduzindo o esforço
físico e mental;
• Prepara o ambiente para a terceira fase.
SEISSO (Limpeza): Senso de Limpeza
Senso de Limpeza
Cada pessoa deve saber a
importância de estar em
um ambiente limpo. Cada
pessoa na empresa deve,
antes e depois de qualquer
trabalho realizado, retirar
o lixo resultante e dar-lhe
o fim que previamente
acordado. Um ambiente
limpo lembra qualidade e
segurança.
Setor limpo
é aquele
que menos
suja.
14
SEISSO
Para que serve:
• Deixar o local limpo e as máquinas e equipamentos em
perfeito funcionamento.
SEISSO
Como praticar:
• Fazer uma faxina geral, limpando pisos, paredes,
armários, mesas, arquivos, máquinas e equipamentos;
• Acionar regularmente, ou sempre que necessário, o
pessoal encarregado da limpeza e da manutenção de
máquinas e equipamentos;
• Evitar sujar o local desnecessariamente,
desenvolvendo hábitos de limpeza: lixo na lixeira,
mesas limpas, máquinas cobertas;
• Limpar os objetos antes de guardá-los.
SEISSO
Resultados:
• Conscientiza sobre a necessidade de manter o local de
trabalho limpo e arrumado: manter o local de trabalho
limpo é tarefa de todos, não apenas do pessoal da
limpeza;
• Cria um ambiente de trabalho saudável e agradável
• Melhora a imagem do setor, da instituição e, por
extensão, dos seus funcionários;
• Incrementa a qualidade de vida na instituição;
• Prepara o ambiente para a quarta fase.
S E I KE T S U (Saúde): Senso de Saúde
Senso de Saúde
Praticar o Senso de
Saúde é estar atento ao
bem-estar próprio e
coletivo, com a
preocupação em manter
um bom clima
organizacional e zelo
pela qualidade das
relações de trabalho,
importante fator de
adoecimento quando não
cuidados.
Vai muito bem,
Obrigado!
Profº. Mauro Cezar 19
S E I KE T S U
Para que serve:
• Desenvolvera preocupação constante coma higiene em
seu sentido mais amplo, tornando o lugarde trabalho
saudável e adequado às atividades ali desenvolvidas.
S E I KE T S U
Como praticar:
• Adotar como rotina a prática dos três "S" anteriores;
• Estar atento às condições ambientais de trabalho, tais
como iluminação, ventilação, ergometria dos móveis,
etc, melhorando-as e adequando-as às necessidades;
• Adotar hábitos de cuidado com a saúde e higiene
pessoal;
• Criar um ambiente harmonioso que leve em
consideração a estética (beleza) do local de trabalho.
S E I KE T S U
Resultados:
• Reduz acidentes;
• Melhora a saúde geral dos funcionários;
• Eleva o nível de satisfação dos funcionários;
• Facilita as relações humanas;
• Divulga positivamente a imagem do setor, da
instituição e dos funcionários;
• Prepara o ambiente para a quinta fase.
S HI T S U KE (Disciplina): Senso de Autodisciplina
Senso de Auto-
Disciplina
"Ordem, rotina e
constate
aperfeiçoamento"
É a rotinizacão da
melhoria alcançada, a
obediência à rotina, a
busca constante da
melhoria, a educação do
ser humano.
Profº. Mauro Cezar 24
S HI T S U KE
Para que serve:
• Melhorarconstantemente. Desenvolvera força de
vontade, a criatividade e o senso crítico. Respeitare
cumpriras rotinas estabelecidas.
S HI T S U KE
Como praticar:
• Tornar a prática dos "S" anteriores uma rotina a
ser cumprida disciplinadamente;
• Transformar a disciplina dos "5S" em
autodisciplina, incorporando definitivamente os
valores que o programa recomenda;
• Criar mecanismos de avaliação e motivação;
• Participar ativamente dos programas de
treinamento.
S HI T S U KE
Resultados:
• Elimina a necessidade do controle autoritário e
imediato;
• Facilita a execução das tarefas;
• Possibilita o autodesenvolvimento pessoal e
profissional;
• Prepara a instituição e os seus funcionários para a
implantação de Programas da Qualidade mais
abrangentes.
OBJETIVO
O "Programa 5S" foi desenvolvido com o objetivo de
transformar o ambiente das organizações e a atitude das
pessoas, melhorando a qualidade de vida dos
funcionários, diminuindo desperdícios, reduzindo custos
e aumentando a produtividade das instituições.
Palestra 5 s
Quadro de Avaliação
Foto Antes da Limpeza
Foto Depois da Limpeza
Foto Antes da Limpeza
Foto Depois da Limpeza
Foto Depois da Limpeza
Palestra 5 s

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

5 s programa de qualidade
5 s programa de qualidade5 s programa de qualidade
5 s programa de qualidade
Paulo H Bueno
 
Programa 5S
Programa 5SPrograma 5S
Programa 5S
Filipe Fuscaldi
 
Treinamento 5 S
Treinamento 5 STreinamento 5 S
Treinamento 5 S
Rubia Soraya Rabello
 
01. treinamento 6S final
01. treinamento 6S final01. treinamento 6S final
01. treinamento 6S final
Taysa Mattos
 
Treinamento 5 s
Treinamento 5 sTreinamento 5 s
Treinamento 5 s
Fernando Mattos
 
Programa 5S
Programa 5SPrograma 5S
Programa 5S
Programa 5SPrograma 5S
Programa 5S
Rogério Souza
 
Capacitação de estoquistas
Capacitação de estoquistasCapacitação de estoquistas
Capacitação de estoquistas
aldenildo123
 
5 s's
 5 s's  5 s's
Check list 5 s
Check list 5 sCheck list 5 s
Check list 5 s
Jedson G
 
5s
5s5s
Treinamento 5S Básico
Treinamento 5S BásicoTreinamento 5S Básico
Treinamento 5S Básico
Joao Ricardo
 
Apresentação do Programa 5S
Apresentação do Programa 5SApresentação do Programa 5S
Apresentação do Programa 5S
Empresa JR. Administração UFBA
 
5s
5s5s
Plano de implantação do programa 5 s no departamento
Plano de implantação do programa 5 s no departamentoPlano de implantação do programa 5 s no departamento
Plano de implantação do programa 5 s no departamento
Maximiliano Barroso Bonfá
 
Treinamento 5S
Treinamento 5STreinamento 5S
Treinamento 5S
César Serradas
 
Formação 5S para uma loja de varejo.
Formação 5S para uma loja de varejo.Formação 5S para uma loja de varejo.
Formação 5S para uma loja de varejo.
Supply Chain Today
 
Slides 5 s
Slides 5 sSlides 5 s
Bpf Treinamento
Bpf TreinamentoBpf Treinamento
Bpf Treinamento
Lidiane Marcele Scandelai
 
D-Olho na qualidade 5Ss
D-Olho na qualidade 5SsD-Olho na qualidade 5Ss
D-Olho na qualidade 5Ss
Roberto Capelo
 

Mais procurados (20)

5 s programa de qualidade
5 s programa de qualidade5 s programa de qualidade
5 s programa de qualidade
 
Programa 5S
Programa 5SPrograma 5S
Programa 5S
 
Treinamento 5 S
Treinamento 5 STreinamento 5 S
Treinamento 5 S
 
01. treinamento 6S final
01. treinamento 6S final01. treinamento 6S final
01. treinamento 6S final
 
Treinamento 5 s
Treinamento 5 sTreinamento 5 s
Treinamento 5 s
 
Programa 5S
Programa 5SPrograma 5S
Programa 5S
 
Programa 5S
Programa 5SPrograma 5S
Programa 5S
 
Capacitação de estoquistas
Capacitação de estoquistasCapacitação de estoquistas
Capacitação de estoquistas
 
5 s's
 5 s's  5 s's
5 s's
 
Check list 5 s
Check list 5 sCheck list 5 s
Check list 5 s
 
5s
5s5s
5s
 
Treinamento 5S Básico
Treinamento 5S BásicoTreinamento 5S Básico
Treinamento 5S Básico
 
Apresentação do Programa 5S
Apresentação do Programa 5SApresentação do Programa 5S
Apresentação do Programa 5S
 
5s
5s5s
5s
 
Plano de implantação do programa 5 s no departamento
Plano de implantação do programa 5 s no departamentoPlano de implantação do programa 5 s no departamento
Plano de implantação do programa 5 s no departamento
 
Treinamento 5S
Treinamento 5STreinamento 5S
Treinamento 5S
 
Formação 5S para uma loja de varejo.
Formação 5S para uma loja de varejo.Formação 5S para uma loja de varejo.
Formação 5S para uma loja de varejo.
 
Slides 5 s
Slides 5 sSlides 5 s
Slides 5 s
 
Bpf Treinamento
Bpf TreinamentoBpf Treinamento
Bpf Treinamento
 
D-Olho na qualidade 5Ss
D-Olho na qualidade 5SsD-Olho na qualidade 5Ss
D-Olho na qualidade 5Ss
 

Destaque

Slide sistema ferroviario
Slide sistema ferroviarioSlide sistema ferroviario
Slide sistema ferroviario
Jonatas f.siqueira
 
Relacionamento com fornecedores
Relacionamento com fornecedoresRelacionamento com fornecedores
Relacionamento com fornecedores
Jonatas f.siqueira
 
Supply chain management
Supply chain managementSupply chain management
Supply chain management
Jonatas f.siqueira
 
Porto de paranagua
Porto de paranaguaPorto de paranagua
Porto de paranagua
Jonatas f.siqueira
 
Lei ambiental 6.938
Lei ambiental 6.938Lei ambiental 6.938
Lei ambiental 6.938
Jonatas f.siqueira
 
Sistema logístico da Natura
Sistema logístico da NaturaSistema logístico da Natura
Sistema logístico da Natura
Jonatas f.siqueira
 
Historia da Coca cola
Historia da Coca colaHistoria da Coca cola
Historia da Coca cola
Jonatas f.siqueira
 
Guerra civil na siria
Guerra civil na siriaGuerra civil na siria
Guerra civil na siria
Jonatas f.siqueira
 
Sistema Wms
Sistema WmsSistema Wms
Sistema Wms
Jonatas f.siqueira
 
Biografia de Thiago Mello
Biografia de Thiago MelloBiografia de Thiago Mello
Biografia de Thiago Mello
Jonatas f.siqueira
 
Slide a logística utilizada pelo exército brasileiro no haiti
Slide   a logística utilizada pelo exército brasileiro no haitiSlide   a logística utilizada pelo exército brasileiro no haiti
Slide a logística utilizada pelo exército brasileiro no haiti
Jonatas f.siqueira
 
Slide curva abc
Slide curva abcSlide curva abc
Slide curva abc
Jonatas f.siqueira
 
Curiosidades coca cola
Curiosidades coca colaCuriosidades coca cola
Curiosidades coca cola
Jonatas f.siqueira
 

Destaque (13)

Slide sistema ferroviario
Slide sistema ferroviarioSlide sistema ferroviario
Slide sistema ferroviario
 
Relacionamento com fornecedores
Relacionamento com fornecedoresRelacionamento com fornecedores
Relacionamento com fornecedores
 
Supply chain management
Supply chain managementSupply chain management
Supply chain management
 
Porto de paranagua
Porto de paranaguaPorto de paranagua
Porto de paranagua
 
Lei ambiental 6.938
Lei ambiental 6.938Lei ambiental 6.938
Lei ambiental 6.938
 
Sistema logístico da Natura
Sistema logístico da NaturaSistema logístico da Natura
Sistema logístico da Natura
 
Historia da Coca cola
Historia da Coca colaHistoria da Coca cola
Historia da Coca cola
 
Guerra civil na siria
Guerra civil na siriaGuerra civil na siria
Guerra civil na siria
 
Sistema Wms
Sistema WmsSistema Wms
Sistema Wms
 
Biografia de Thiago Mello
Biografia de Thiago MelloBiografia de Thiago Mello
Biografia de Thiago Mello
 
Slide a logística utilizada pelo exército brasileiro no haiti
Slide   a logística utilizada pelo exército brasileiro no haitiSlide   a logística utilizada pelo exército brasileiro no haiti
Slide a logística utilizada pelo exército brasileiro no haiti
 
Slide curva abc
Slide curva abcSlide curva abc
Slide curva abc
 
Curiosidades coca cola
Curiosidades coca colaCuriosidades coca cola
Curiosidades coca cola
 

Semelhante a Palestra 5 s

Programa 5 s trabalho 1
Programa 5 s   trabalho 1Programa 5 s   trabalho 1
Programa 5 s trabalho 1
Karla Sadim
 
Cartilha8 S
Cartilha8 SCartilha8 S
Cartilha8 S
christianocassio
 
Apostila 5s hoje.pdf
Apostila 5s hoje.pdfApostila 5s hoje.pdf
Apostila 5s hoje.pdf
maysom
 
AprersentaçãO 5 S
AprersentaçãO 5 SAprersentaçãO 5 S
AprersentaçãO 5 S
guestb15f10
 
5ªAula-5S_Apresentação.ppt.pptx
5ªAula-5S_Apresentação.ppt.pptx5ªAula-5S_Apresentação.ppt.pptx
5ªAula-5S_Apresentação.ppt.pptx
Rafael Parish
 
a_pratica_dos_5s.ppsx
a_pratica_dos_5s.ppsxa_pratica_dos_5s.ppsx
a_pratica_dos_5s.ppsx
PatriciaRegina25
 
Os Cinco S
Os  Cinco  SOs  Cinco  S
Os Cinco S
lesniczki
 
Programa 5 S
Programa 5 SPrograma 5 S
Programa 5 S
Julio Siqueira
 
Qualidade 5 S
Qualidade 5 SQualidade 5 S
Qualidade 5 S
Biotron Medical
 
O programa 5
O programa 5O programa 5
O programa 5
Adeildo Caboclo
 
programa-5s.pptx
programa-5s.pptxprograma-5s.pptx
programa-5s.pptx
Felipelipilef2nd
 
_5S_Programa de Qualidade e Padronização.ppt
_5S_Programa de Qualidade e Padronização.ppt_5S_Programa de Qualidade e Padronização.ppt
_5S_Programa de Qualidade e Padronização.ppt
AdelmaSiles
 
Programa 5S Seller Telecom
Programa 5S Seller TelecomPrograma 5S Seller Telecom
Programa 5S Seller Telecom
Darlon Inácio
 
Bases do programa 5 esses. Qualidade geral
Bases do programa 5 esses. Qualidade geralBases do programa 5 esses. Qualidade geral
Bases do programa 5 esses. Qualidade geral
andersonwebler1
 
5s apostila-treinamento-e-aplicacao1
5s apostila-treinamento-e-aplicacao15s apostila-treinamento-e-aplicacao1
5s apostila-treinamento-e-aplicacao1
Fabio Prado
 
Plano de implantação do programa 5 s no departamento
Plano de implantação do programa 5 s no departamentoPlano de implantação do programa 5 s no departamento
Plano de implantação do programa 5 s no departamento
Maximiliano Barroso Bonfá
 
Treinamento 5S tttttttttttttttttttttttttt
Treinamento 5S ttttttttttttttttttttttttttTreinamento 5S tttttttttttttttttttttttttt
Treinamento 5S tttttttttttttttttttttttttt
RicardoSantos667697
 
Programa 5
Programa 5Programa 5
Programa 5
PrLinaldo Junior
 
Palestra 5 s
Palestra   5 sPalestra   5 s
Palestra 5 s
Rafael Bronísio
 
Palestra 5 s
Palestra   5 sPalestra   5 s
Palestra 5 s
Rafael Bronísio
 

Semelhante a Palestra 5 s (20)

Programa 5 s trabalho 1
Programa 5 s   trabalho 1Programa 5 s   trabalho 1
Programa 5 s trabalho 1
 
Cartilha8 S
Cartilha8 SCartilha8 S
Cartilha8 S
 
Apostila 5s hoje.pdf
Apostila 5s hoje.pdfApostila 5s hoje.pdf
Apostila 5s hoje.pdf
 
AprersentaçãO 5 S
AprersentaçãO 5 SAprersentaçãO 5 S
AprersentaçãO 5 S
 
5ªAula-5S_Apresentação.ppt.pptx
5ªAula-5S_Apresentação.ppt.pptx5ªAula-5S_Apresentação.ppt.pptx
5ªAula-5S_Apresentação.ppt.pptx
 
a_pratica_dos_5s.ppsx
a_pratica_dos_5s.ppsxa_pratica_dos_5s.ppsx
a_pratica_dos_5s.ppsx
 
Os Cinco S
Os  Cinco  SOs  Cinco  S
Os Cinco S
 
Programa 5 S
Programa 5 SPrograma 5 S
Programa 5 S
 
Qualidade 5 S
Qualidade 5 SQualidade 5 S
Qualidade 5 S
 
O programa 5
O programa 5O programa 5
O programa 5
 
programa-5s.pptx
programa-5s.pptxprograma-5s.pptx
programa-5s.pptx
 
_5S_Programa de Qualidade e Padronização.ppt
_5S_Programa de Qualidade e Padronização.ppt_5S_Programa de Qualidade e Padronização.ppt
_5S_Programa de Qualidade e Padronização.ppt
 
Programa 5S Seller Telecom
Programa 5S Seller TelecomPrograma 5S Seller Telecom
Programa 5S Seller Telecom
 
Bases do programa 5 esses. Qualidade geral
Bases do programa 5 esses. Qualidade geralBases do programa 5 esses. Qualidade geral
Bases do programa 5 esses. Qualidade geral
 
5s apostila-treinamento-e-aplicacao1
5s apostila-treinamento-e-aplicacao15s apostila-treinamento-e-aplicacao1
5s apostila-treinamento-e-aplicacao1
 
Plano de implantação do programa 5 s no departamento
Plano de implantação do programa 5 s no departamentoPlano de implantação do programa 5 s no departamento
Plano de implantação do programa 5 s no departamento
 
Treinamento 5S tttttttttttttttttttttttttt
Treinamento 5S ttttttttttttttttttttttttttTreinamento 5S tttttttttttttttttttttttttt
Treinamento 5S tttttttttttttttttttttttttt
 
Programa 5
Programa 5Programa 5
Programa 5
 
Palestra 5 s
Palestra   5 sPalestra   5 s
Palestra 5 s
 
Palestra 5 s
Palestra   5 sPalestra   5 s
Palestra 5 s
 

Palestra 5 s

  • 1. Use uma Dose de Bom Senso 5S
  • 2. CONCEITO O Programa 5S é uma filosofia de trabalho que busca promover a disciplina na empresa através de consciência e responsabilidade de todos, de forma a tornar o ambiente de trabalho agradável, seguro e produtivo. É uma proposta de reeducação, de recuperação de práticas e valores freqüentemente esquecidos, mas certamente conhecidos e prezados por todos. O "Programa 5S" ganhou esse nome devido às iniciais das cinco palavras japonesas que sintetizam as cinco etapas do programa.
  • 3. SEIRI (Descarte): Senso de Utilização
  • 4. O que a gente não precisa, só atrapalha. Senso de utilização "tenha só o necessário, na quantidade certa" Cada pessoa deve saber diferenciar o útil; do inútil. Só o que tem utilidade certa deve estar disponível. Eliminando-se o que não é útil, você pode se concentrar apenas no que é útil. 4
  • 5. SEIRI Para que serve: • Separar o que utilizamos do que não necessitamos e não usamos. Manter no local apenas aquilo que é necessário e adequado à execução das atividades e ao ambiente de trabalho: o que não serve para um setor pode servir e estar fazendo falta em outro setor.
  • 6. SEIRI Como praticar: • Verificar, dentre todos os materiais, equipamentos, ferramentas, móveis etc. aquilo que de fato é útil e necessário. Separar tudo o que não tiver utilidade para o setor.
  • 7. SEIRI Resultados: • Desocupa espaços, • Torna mais visíveis os materiais realmente utilizados; • Torna o ambiente mais claro, confortável e fácil de limpar; • Evita a compra desnecessária de materiais; • Aumenta a produtividade; • Prepara o ambiente para a segunda fase.
  • 9. Senso de ordenação "Um lugar para cada coisa. Cada coisa em seu lugar" Cada coisa tem seu único e exclusivo lugar. Cada coisa após o uso, deve estar em seu lugar. Tudo deve estar sempre disponível e próximo do local de uso. Se está no lugar, está na mão! 9
  • 10. SEITON Para que serve: • Arrumar e ordenar aquilo que permaneceu no setor por ser considerado necessário.
  • 11. SEITON Como praticar: • Verificar, dentre todos os materiais, equipamentos, ferramentas, móveis, etc, aquilo que de fato é útil e necessário; • Definir critérios para guardar os materiais e organizar os móveis e equipamentos; • Definir um lugar para cada coisa e o modo adequado de guardá-la; • Padronizar o nome dos objetos; • Desenvolver o hábito de guardar os objetos nos seus devidos lugares após utilizá-los.
  • 12. SEITON Resultados: • Racionaliza os espaços; • Facilita o acesso aos materiais e equipamentos, reduzindo o tempo de busca; • Evita estoque em duplicidade; • Racionaliza a execução das tarefas; • Melhora o ambiente de trabalho, reduzindo o esforço físico e mental; • Prepara o ambiente para a terceira fase.
  • 14. Senso de Limpeza Cada pessoa deve saber a importância de estar em um ambiente limpo. Cada pessoa na empresa deve, antes e depois de qualquer trabalho realizado, retirar o lixo resultante e dar-lhe o fim que previamente acordado. Um ambiente limpo lembra qualidade e segurança. Setor limpo é aquele que menos suja. 14
  • 15. SEISSO Para que serve: • Deixar o local limpo e as máquinas e equipamentos em perfeito funcionamento.
  • 16. SEISSO Como praticar: • Fazer uma faxina geral, limpando pisos, paredes, armários, mesas, arquivos, máquinas e equipamentos; • Acionar regularmente, ou sempre que necessário, o pessoal encarregado da limpeza e da manutenção de máquinas e equipamentos; • Evitar sujar o local desnecessariamente, desenvolvendo hábitos de limpeza: lixo na lixeira, mesas limpas, máquinas cobertas; • Limpar os objetos antes de guardá-los.
  • 17. SEISSO Resultados: • Conscientiza sobre a necessidade de manter o local de trabalho limpo e arrumado: manter o local de trabalho limpo é tarefa de todos, não apenas do pessoal da limpeza; • Cria um ambiente de trabalho saudável e agradável • Melhora a imagem do setor, da instituição e, por extensão, dos seus funcionários; • Incrementa a qualidade de vida na instituição; • Prepara o ambiente para a quarta fase.
  • 18. S E I KE T S U (Saúde): Senso de Saúde
  • 19. Senso de Saúde Praticar o Senso de Saúde é estar atento ao bem-estar próprio e coletivo, com a preocupação em manter um bom clima organizacional e zelo pela qualidade das relações de trabalho, importante fator de adoecimento quando não cuidados. Vai muito bem, Obrigado! Profº. Mauro Cezar 19
  • 20. S E I KE T S U Para que serve: • Desenvolvera preocupação constante coma higiene em seu sentido mais amplo, tornando o lugarde trabalho saudável e adequado às atividades ali desenvolvidas.
  • 21. S E I KE T S U Como praticar: • Adotar como rotina a prática dos três "S" anteriores; • Estar atento às condições ambientais de trabalho, tais como iluminação, ventilação, ergometria dos móveis, etc, melhorando-as e adequando-as às necessidades; • Adotar hábitos de cuidado com a saúde e higiene pessoal; • Criar um ambiente harmonioso que leve em consideração a estética (beleza) do local de trabalho.
  • 22. S E I KE T S U Resultados: • Reduz acidentes; • Melhora a saúde geral dos funcionários; • Eleva o nível de satisfação dos funcionários; • Facilita as relações humanas; • Divulga positivamente a imagem do setor, da instituição e dos funcionários; • Prepara o ambiente para a quinta fase.
  • 23. S HI T S U KE (Disciplina): Senso de Autodisciplina
  • 24. Senso de Auto- Disciplina "Ordem, rotina e constate aperfeiçoamento" É a rotinizacão da melhoria alcançada, a obediência à rotina, a busca constante da melhoria, a educação do ser humano. Profº. Mauro Cezar 24
  • 25. S HI T S U KE Para que serve: • Melhorarconstantemente. Desenvolvera força de vontade, a criatividade e o senso crítico. Respeitare cumpriras rotinas estabelecidas.
  • 26. S HI T S U KE Como praticar: • Tornar a prática dos "S" anteriores uma rotina a ser cumprida disciplinadamente; • Transformar a disciplina dos "5S" em autodisciplina, incorporando definitivamente os valores que o programa recomenda; • Criar mecanismos de avaliação e motivação; • Participar ativamente dos programas de treinamento.
  • 27. S HI T S U KE Resultados: • Elimina a necessidade do controle autoritário e imediato; • Facilita a execução das tarefas; • Possibilita o autodesenvolvimento pessoal e profissional; • Prepara a instituição e os seus funcionários para a implantação de Programas da Qualidade mais abrangentes.
  • 28. OBJETIVO O "Programa 5S" foi desenvolvido com o objetivo de transformar o ambiente das organizações e a atitude das pessoas, melhorando a qualidade de vida dos funcionários, diminuindo desperdícios, reduzindo custos e aumentando a produtividade das instituições.
  • 31. Foto Antes da Limpeza
  • 32. Foto Depois da Limpeza
  • 33. Foto Antes da Limpeza
  • 34. Foto Depois da Limpeza
  • 35. Foto Depois da Limpeza